Ainda é cedo Portas que se abrem e fecham Pessoas as fecham e as abrem Não há quem atrapalhe Quem sabe um milagre

Quem sabe um milagre Agora a chuva cai E eu caio na chuva Ela me molha e eu rio Mas eu não gosto do frio Que depois ela me traz. Já tive paixão por morros Que subia no sufoco Ia amando muito aos poucos Cada muito que eu subia. Ela se foi, e eu caía... Calma querida Porque em todas as vezes Que me apaixonei Eu tive medo. Te digo calma Ainda é cedo... Ainda é cedo.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful