INFLUÊNCIA DE DIFERENTES COMPASSOS NA CULTURA DO ALHO

M. Baia; M. Regato; I. Guerreiro; R. Nobre; J. Dôres Centro Hortofrutícola Escola Superior Agrária de Beja

Resumo: compararam-se diferentes compassos na cultura do alho, utilizando dois tipos: alho roxo e alho branco. As conclusões obtidas foram as seguintes: no caso do alho branco, o menor número de bolbos e o maior peso do bolbo foi obtido com a modalidade D (0,30 m x 0,30 m). Relativamente ao alho roxo, a maior produção, assim como o maior número de bolbos foram obtidos com a modalidade A (0,15 m x 0,30 m), enquanto que a modalidade D (0,30 m x 0,30 m) foi a que produziu menos e obteve o menor número de bolbos.

Palavras chave: alho branco, alho roxo, compasso, produção.

1 - INTRODUÇÃO

A cultura do alho tem pequena expressão em Portugal, sendo as produções nacionais insuficientes para satisfazer as necessidades do mercado, o que leva a que as importações, principalmente, de Espanha sejam elevadas. Em Portugal existem óptimas condições edafoclimáticas para realizar a cultura, no entanto, continua-se a não apostar nela. O alho adapta-se bem a diversos tipos de solos, preferindo os mais ligeiros, férteis e bem drenados. Adapta-se perfeitamente ao clima mediterrâneo, apresentando um desenvolvimento vegetativo óptimo com temperaturas da ordem dos 20 C, sendo a formação do bolbo favorecida com temperaturas de 25 C. 2 - OBJECTIVOS

O objectivo do ensaio foi comparar o comportamento de dois tipos de alho, roxo e branco, utilizando os seguintes compassos: modalidade A (0,15 m x 0,30 m); modalidade B (0,20 m x 0,30 m); modalidade C (0,25 m x 0,30 m) e modalidade D

nos casos em que a análise de variância evidenciou diferenças estatisticamente significativas para o alho branco. 4 . incorporando-se simultaneamente o estrume e seguidamente efectuou-se uma gradagem cruzada.(0. número de bolbos sem aproveitamento.APRESENTAÇÃO E DISCUSSÃO DOS RESULTADOS Analisou-se o efeito dos tratamentos experimentais nos seguintes parâmetros: número de plantas que não completaram o ciclo vegetativo. sachas.MATERIAL E MÉTODOS O ensaio foi instalado segundo um delineamento experimental em blocos casualizados com quatro repetições. De acordo com a análise de terra. Apresentam-se de seguida os resultados referentes aos diversos parâmetros estudados. O terreno foi armado em camalhão e o controlo de infestantes foi manual. A colheita e a secagem natural foram efectuadas em Junho. ou seja. realizaram-se diversas operações culturais. aproveitando apenas os do exterior do bolbo e aqueles que tinham bom calibre e estavam isentos de doenças. peso do bolbo. . número de bolbos. ocupando cada talhão a área de 6 m2. foram separados dos bolbos.30 m). uma vez que não é aconselhável plantar os bolbilhos do interior do bolbo e os que apresentam malformações ou qualquer tipo de doença. 3 . O terreno onde foi instalado o ensaio foi submetido a uma lavoura no mês de Agosto. Durante o ciclo vegetativo da cultura (192 dias).30 m x 0. que atacou especialmente as plantas do alho branco. devido à elevada precipitação que ocorreu no mês de Novembro. nomeadamente. Antes da plantação procedeu-se à preparação dos bolbilhos. adubações de cobertura e tratamentos fitossanitários contra a ferrugem (Puccini alli) com mancozebe. número de bolbilhos por bolbo e produção total. A plantação foi realizada manualmente no dia 1 de Dezembro de 1996. não foi necessário proceder a adubação de fundo.

8217 Compasso 0.30 m).25 x 0.30 m).00 ab 51.0000 *** .P0.0000 *** Produção total 0.001.P0.0000 *** De acordo com o quadro 1.05.25 c D (0.05.30) 5. O maior peso do bolbo foi obtido com a modalidade D (0. No que diz respeito ao alho roxo. Quadro 3 – Análise de variância do número de bolbos sem aproveitamento.01. **. **. Número de bolbos 0.75 ab 49.0142 * Nota: n.s .30 m) (quadro 2).9032 0.Quadro 1 – Análise de variância das plantas que não completaram o ciclo.20 a 55.P0.P0. sendo mais elevado na modalidade A (0.30) 3.70 ab 67.05.05.* . O número de bolbos obtido diferiu em todas as modalidades.0004 *** Número de bolbos 0. o compasso teve um efeito significativo sobre as plantas que não completaram o ciclo vegetativo e um efeito altamente significativo sobre o peso médio do bolbo e número de bolbos.25 b C (0.20 x 0.* .10 bc 80.50 a 37.30 m x 0. apresentam-se de seguida os resultados obtidos nos casos em que a análise de variância evidenciou diferenças estatisticamente significativas.s .30 m x 0. *** .30 m). *** .15 m x 0.001. o peso médio do bolbo e o número médio de bolbos/modalidade (alho branco).30 x 0. que não diferiu significativamente da modalidade C (0.00 d Nota: Valores médios seguidos da mesma letra não diferem entre si de forma significativa Verificou-se (quadro 2) que o maior número de plantas que não completaram o ciclo vegetativo ocorreu na modalidade A (0.15 m x 0.P0. Origem de variação Plantas que não completaram o ciclo Repetição 0.0824 Compasso 0.15 x 0.75 b 43.30 m) (quadro 2).0824 0.30 m) e mais baixo na modalidade D (0. Compasso Plantas que não completaram o ciclo Peso médio do bolbo (g) Número de bolbos A (0.P0. apresentando diferenças significativas da modalidade B (0.30) 4.20 m x 0.01. Quadro 2 – Efeito do compasso sobre as plantas que não completaram o ciclo. Origem de variação Bolbos sem aproveitamento Repetição 0.0438 * Nota: n.0101 * 0.10 c 97. produção total/modalidade e do número de bolbos/modalidade (alho roxo). do peso médio do bolbo e do número de bolbos/modalidade (alho branco).P0.P0.0111 0.25 m x 0. Peso médio do bolbo O.30) 10.50 a B (0.

permite-nos observar que o compasso teve um efeito significativo sobre os bolbos sem aproveitamento e um efeito altamente significativo sobre o número de bolbos produzidos e produção total.2 c 8.30 m) e na modalidade B (0.2 b 54. peso médio do bolbo e número de dentes por bolbo.30 x 0. as modalidades B (0. assim como o maior número de bolbos produzido verificou-se na modalidade A (0.41 b D (0. O menor número de bolbos e o maior peso do bolbo foi obtido com a modalidade D (0.30) 0.20 m x 0. .30 m) e C (0.30 m x 0.25 m x 0.30 m).30 m x 0.72 c Nota: Valores médios seguidos da mesma letra não diferem entre si de forma significativa De acordo com o quadro 4. não apresentando diferenças estatisticamente significativas da modalidade B (0.0 b 70.2 a 14.15 x 0. O maior número de plantas que não completaram o ciclo vegetativo.30 m) apresentou a menor produção.38 a B (0.15 m x 0.15 m x 0. O maior número de bolbos sem aproveitamento verificou-se na modalidade A (0. produção total e número de dentes por bolbo.30 m).30) 1.CONCLUSÕES As conclusões que se podem retirar do ensaio efectuado são as seguintes: Relativamente ao alho branco não se verificaram diferenças estatisticamente significativas nos seguintes parâmetros: bolbos sem aproveitamento. 5 .30 m).30 m).15 m x 0. não se verificaram diferenças estatisticamente significativas noa parâmetros: número de plantas que não completaram o ciclo. Compasso Bolbos sem aproveitamento Número de bolbos Produção total (kg) A (0.30 m) tiveram produções intermédias e estatisticamente semelhantes e a D (0.30 m x 0. A modalidade que produziu maior número de bolbos foi a A (0.20 m x 0. No que diz respeito ao alho roxo.15 m x 0.0 b 11.5 a 101.20 x 0.0 ab 77.30 m).O quadro 3. o maior número de bolbos sem aproveitamento verificou-se na modalidade A (0. Obteve-se a maior produção com a modalidade A (0. produção total/modalidade e do número de bolbos/modalidade (alho roxo).30 m) e a que produziu o menor foi a D (0.30 m).0 b 11.30) 4.25 x 0.15 m x 0.30) 3.20 m x 0.43 b C (0.30 m). Quadro 4 – Efeito do compasso sobre o número de bolbos sem aproveitamento.

30 m) foi a que produziu menos e obteve o menor número de bolbos. pode-se afirmar que o compasso de 0. enquanto que a modalidade D (0. assim como o maior número de bolbos foram obtidos com a modalidade A (0.30 m) foi a que permitiu a obtenção do maior número de bolbos.30 m). foi a que produziu menos. A modalidade D (0.A maior produção. assim como a maior produção no caso do alho roxo. portanto.30 m x 0.30 m).30 m x 0. Nas condições em que decorreu este ensaio. a modalidade A (0.15 m x 0. no caso do alho roxo.15m x 0. Pode-se.15 m x 0. . concluir que tanto no alho branco como no roxo.30 m é o mais adequado para esta cultura.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful