P. 1
cap 16 - Propagação de vazão em reservatórios

cap 16 - Propagação de vazão em reservatórios

|Views: 59|Likes:
Published by Vera Vilela

More info:

Published by: Vera Vilela on Feb 01, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/01/2013

pdf

text

original

I N T R O D U Z I N D O

H I D R O L O G I A

Capítulo

16
Propagação de vazão em reservatórios

R

eservatórios podem ser utilizados para diminuir os impactos das cheias, reduzindo as vazões máximas. O efeito de redução de intensidade das cheias quando passam por reservatórios é chamado amortecimento de cheias, ou, eventualmente, laminação de cheias.

Para calcular o efeito de um reservatório sobre uma cheia podem ser utilizadas as técnicas de cálculo de propagação de cheias em reservatórios. Em reservatórios relativamente curtos e profundos, em que a velocidade da água é baixa, pode-se considerar que a superfície da água ao longo do reservatório é horizontal. Neste caso, equações semelhantes às utilizadas no capítulo anterior podem ser aplicadas.

Propagação de cheias em reservatórios
A equação de continuidade aplicada a um reservatório é dada por:
dS = I −Q dt

onde S é o volume (m3); t é o tempo (s); I é a vazão afluente (m3.s-1) e Q é a vazão de saída do reservatório (m3.s-1), incluindo perdas por evaporação, retiradas para abastecimento, vazão turbinada e vertida. Esta equação pode ser reescrita em intervalos discretos como:
St + ∆t − S t = I −Q ∆t

Considerando uma variação linear de I e Q ao longo de ∆t. Como tanto St+∆t e Qt+∆t são funções não lineares de ht+∆t . Uma tabela da relação entre Qt+∆t e 2. Uma forma mais simples de calcular a propagação de vazão num reservatório é o método conhecido como Puls modificado. Nesta equação. Não são conhecidos os termos St+∆t e Qt+∆t . e considerando que nível da água no reservatório está inicialmente na cota 120 m. por exemplo para uma equação de vertedor. Qt+∆t são os valores no início e no final do intervalo de tempo. Qt . EXEMPLO 1) Calcule o hidrograma de saída de um reservatório com um vertedor de 25 m de comprimento de soleira. com a soleira na cota 120 m. a equação pode ser reescrita como: St + ∆t − St I t + I t +∆t Qt + Qt +∆t = − ∆t 2 2 onde It .I N T R O D U Z I N D O H I D R O L O G I A onde I e Q representam valores médios da vazão afluente e defluente do reservatório ao longo do intervalo de tempo ∆t. a cada intervalo de tempo. a vazão de saída no intervalo de tempo t. It+∆t . a equação de balanço pode ser resolvida utilizando a técnica iterativa de Newton-Raphson. e o volume armazenado no intervalo t. Neste método a equação acima é reescrita como: 2 ⋅ S t + ∆t 2 ⋅ St + Qt + ∆t = I t + I t + ∆t + − Qt ∆t ∆t onde os termos desconhecidos aparecem no lado esquerdo e os termos conhecidos aparecem no lado direito. e ambos dependem do nível da água.(St+∆t )/∆t pode ser gerada a partir da relação cota – área – volume do reservatório e através da relação entre a cota e a vazão. 221 . ou o método de bissecção. considerando a seguinte tabela cota –volume para o reservatório e o hidrograma de entrada apresentado na tabela abaixo. em cada intervalo de tempo são conhecidas a vazão de entrada no tempo t e em t+∆t.

a relação é dada pela tabela que segue: 222 . C O L L I S C H O N N – I P H .W . 2: Hidrograma de entrada no reservatório. Considerando um vertedor livre.s-1) 0 350 720 940 1090 1060 930 750 580 470 380 310 270 220 200 180 150 120 100 80 70 O primeiro passo da solução é criar uma tabela relacionando a vazão de saída com a cota. com coeficiente C = 1. 1: Relação cota volume do reservatório do exemplo.U F R G S Tabela 8. Cota (m) 115 120 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 Volume (104 m3) 1900 2000 2008 2038 2102 2208 2362 2569 2834 3163 3560 4029 Tabela 8. Tempo (h) 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 Vazão (m3.5 e soleira na cota 120 m.

9 300. considerando o intervalo de tempo igual a 1 hora: Tabela B H (m) 120 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 Volume (S) (104 m3) 2000 2008 2038 2102 2208 2362 2569 2834 3163 3560 4029 Q (m3/s) 2.S/∆t+Q (m3/s) 0.1 194.(St)/∆t .0 37. e a vazão de saída é zero.1 694. acrescentando uma coluna com o valor do termo 2.9 Esta tabela pode ser combinada à tabela cota – volume.5 1185.0 419.(St+∆t)/∆t + Qt+∆t pela equação 223 .5 1012.(St+∆t )/∆t .5 106.104 m3. O volume acumulado (S) no reservatório é 2000.1 194.9 300.s-1.9 11111 11193 11428 11873 12567 13542 14823 16439 18421 20790 23569 No primeiro intervalo de tempo o nível da água no reservatório é de 120 m.5 1012.Qt para o intervalo anterior. Para cada intervalo de tempo seguinte a vazão de saída pode ser calculada pelos seguintes passos: a) calcular It + It+∆t b) com o resultado do passo (a) e com base no valor de 2.3 551.I N T R O D U Z I N D O H I D R O L O G I A Tabela A H (m) 120 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 Q (m3/s) 0.3 551.5 848. O valor de 2.5 848.S-Q para o primeiro intervalo de tempo é 11111 m3.1 694.5 1185.0 37. calcular 2.0 419.5 106.

repetindo os passos de (a) até (d)  2 ⋅ S t + ∆t   2 ⋅ S t + ∆t  − Qt + ∆t  =  + Qt + ∆t  − 2(Qt + ∆t )   ∆t   ∆t  Os resultados são apresentados na tabela abaixo: Tempo (h) 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 I (m .U F R G S 2 ⋅ S t + ∆t 2 ⋅ St + Qt + ∆t = I t + I t + ∆t + − Qt ∆t ∆t c) obter o valor de Qt+∆t pela tabela B.s ) 0 350 720 940 1090 1060 930 750 580 470 380 310 270 220 200 180 150 120 100 80 70 3 -1 I1+I2 350 1070 1660 2030 2150 1990 1680 1330 1050 850 690 580 490 420 380 330 270 220 180 150 70 2S/dt-Q 11111 11236 11785 12630 13591 14476 15073 15315 15224 14914 14495 14019 13543 13093 12682 12341 12045 11791 11580 11415 11298 2S/dt+Q 11111 11461 12306 13445 14660 15741 16466 16753 16645 16274 15764 15185 14599 14033 13513 13062 12671 12315 12011 11760 11565 Q 0 113 260 407 534 633 697 719 711 680 635 583 528 470 416 361 313 262 216 172 133 A figura abaixo mostra os hidrogramas de entrada e saída do reservatório.(St+∆t)/∆t .W .Qt+∆t a partir da equação abaixo e seguir para o próximo passo de tempo. C O L L I S C H O N N – I P H .(St+∆t)/∆t + Qt+∆t calculado no passo (b) d) calcular o valor de 2. 224 . a partir da interpolação com o valor conhecido de 2.

como apresentado neste exemplo.I N T R O D U Z I N D O H I D R O L O G I A O exemplo mostra que o reservatório tende a suavizar o hidrograma. cujo funcionamento pode ser considerado semelhante a de um orifício. em que o reservatório tem um vertedor livre. Mediante algumas adaptações o método pode ser aplicado para reservatórios com vertedores controlados por comportas e para outras estruturas de saída. O orifício é circular. Os dispositivos de saída de água do reservatório são um descarregador de fundo. Exercícios 1) Em um córrego em área urbana foi construído um reservatório para redução das vazões máximas durante as cheias. É interessante observar que no caso do exemplo. O vertedor tem 10 metros e sua soleira está a 1. O reservatório ocupa uma área de 2 hectares e uma profundidade máxima de 1.5 m. pode ser utilizado para dimensionamento de reservatórios de controle de cheias. O cálculo de propagação de vazões em reservatórios. qual é a máxima vazão de saída deste reservatório para o hidrograma de entrada dado abaixo? 225 . reduzindo a vazão de pico. tem 100 cm de diâmetro e seu eixo está numa altura correspondente ao fundo do reservatório (h=0).3 m do fundo. e um vertedor. Considerando as paredes do reservatório verticais. e para análise de operação de reservatórios em geral. embora sem alterar o volume total do hidrograma. a vazão máxima de saída ocorre no momento em que a vazão de entrada e de saída são iguais.

8 0.3 3.0 4.0 0.6 0.4 0.0 2.6 4.7 2.3 1.5 1.0 0.1 2) Quais as modificações que poderiam ser feitas no reservatório do exercício anterior para que ele reduzisse ainda mais a vazão máxima de saída? 226 .6 2.0 1.2 2.U F R G S Tempo (min) 0 20 40 60 80 100 120 140 160 180 200 220 240 260 280 300 320 340 360 380 400 Q (m3/s) 0. C O L L I S C H O N N – I P H .3 1.0 1.8 3.2 0.5 3.W .

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->