You are on page 1of 62

E t er n a

A lia n ça

CURSO PARA CASAIS ETERNA ALIANÇA

Bem-vindos Ao Ministério Eterna Aliança


Esperamos que vocês possam conhecer o plano de DEUS revelado através de sua Palavra ( A
BÍBLIA ), e que através deste conhecimento sua vidas possam ser transformadas . João 8:32.
A nossa oração é para que haja em seu casamento, o amor, a unidade, o respeito e a alegria
que só sentimos com a presença de Jesus em nosso lar.

MATÉRIAS A SEREM APRESENTADAS:

I. ETERNA ALIANÇA ........................................................pág. 3


II. UNIDADE DO CASAL.....................................................pág. 07
III. FUNÇÕES DOS CÔNJUGES.............................................pág. 11
IV. SEMENTES E FRUTOS.....................................................pág. 23
V. VIVENDO O PERDÃO.....................................................pág. 31
VI. VISÃO DE DEUS PARA OS CÔNJUGES...........................pág. 39
VII. PODER DA ORAÇÃO.....................................................pág. 45
VIII. ANDANDO EMACORDO................................................pág. 54
I. VIDA ÍNTIMA................................................................ pág. 60
IX. VENCENDO O INIMIGO................................................. pág. 69
X. TRANSFORMADOS PELA PALAVRA................................. pág. 77
XI. CHAMADOS A DAR BONS FRUTOS................................. pág. 85

BIBLIOGRAFIA DESTA APOSTILA

1. BÍBLIA SAGRADA
2. Curso Casados Para Sempre.
3. Experiências pessoais

-1-
E t er n a
A lia n ça

LEMA DO MINISTÉRIO DE CASAIS ETERNA ALIANÇA

I. Famílias Edificadas pela Palavra de DEUS.


Vivemos no mundo confuso, agitado, egoísta, onde buscam os seus próprios
interesses sem se preocuparem com a felicidade dos outros. E os resultados são
frustrações e até mesmo a destruição da Família.
A vontade de DEUS é que não nos conformemos com as coisas deste mundo; mas
busquemos a renovação da nossa mente pela palavra de DEUS. (Romanos 12:2).

II. Renovação e Fortalecimento da Aliança

O início da família é quando duas pessoas (homem / mulher) se unem em um


compromisso "até que a morte os separe", tendo DEUS como testemunha (Malaquias 2:14).
O casai precisa estar bem, vivendo em amor, união, respeito e temor ao Senhor, para
que a família seja bem sucedida, na criação dos filhos, no trabalho, na igreja e no convívio
social.

III. Discipular os Filhos

No livro de Deuteronômio 6:7 ensina que os pais devem estar sempre juntos aos
seus filhos ensinando a eles os mandamentos e as promessas de DEUS para que
tenham um futuro próspero e feliz. (Provérbios 22:6).

IV. Ser uma benção para outras famílias

Jesus Cristo é a luz para o mundo. Quando permitimos que essa luz brilhe em nós
somos a sua luz no mundo (Mateus 5:14), e assim podemos ajudar outras famílias
para que tenhamos um mundo melhor.
O MINISTÉRIO ETERNA ALIANÇA apresenta para seu casamento um curso
de casais, onde teremos 12 matérias a serem estudadas.

DECLARAÇÃO DE PROPÓSITO

Declaro que nós (esposo / esposa), firmamos o compromisso diante de DEUS


e do MINISTÉRIO ETERNA ALIANÇA, que concluiremos este estudo.

ESPOSO: _______________________________________________

ESPOSA: _______________________________________________

TESTEMUNHA:___________________________________________

TESTEMUNHA:___________________________________________

-2-
E t er n a
A lia n ça

1ª - MATÉRIA – ETERNA ALIANÇA

A. HOJE EM DIA MUITAS PROMESSAS SÃO FEITAS, MAS TEM SIDO FACILMENTE
QUEBRADAS.

 Não se tem honrado a palavra como nos tempos antigos


 Se torna fácil de entendermos o peso de um acordo de aliança.

B. DEFINIÇÃO DE ALIANÇA

 Contrato: Responsabilidade Limitada


 Aliança: Responsabilidade Ilimitada
 Aliança Significa:

I. Forte compromisso, precisando vivê-lo com muita seriedade.

II. Lealdade até a morte, honrando o compromisso mesmo diante das


dificuldades.

III. Morte a vida independente:

 A vida individual já não é mais prioridade.


 Os cônjuges precisam entender que a vida de solteiro acabou para ambos.
 Precisa adaptar-se a uma vida a dois.
 Não existe mais "EU" e sim "NÓS"
 Exemplos: Sair e chegar de madrugada ou comprar algo sem o consentimento de
ambos, cria grandes problemas no casamento.

IV. Dar suas vidas um pelo outro

 Colocar as necessidades do outro na frente de seus próprios interesses.


 O amor que existe conduzirá a renuncia de algo para a felicidade de seu cônjuge.
 A felicidade de seu cônjuge e também a sua felicidade.

II. O Casamento como Aliança

 As escrituras indicam que o casamento é uma aliança.


 (Assim já não são mais dois, mas um só carne. Portanto o que Deus ajuntou, não
o separe o homem. Mateus 19:6).
 "O que Deus ajuntou" é a descrição de dois sendo feitos um.
 Unidos em uma aliança o casal está definitivamente casado.
 Somente Deus pode fazer dois em um.
 Quando o casal decide fazer uma aliança entre si, eles estão se unindo no sistema
de Deus chamado casamento.
 Mas sem Deus o casamento é apenas uma aliança entre duas pessoas.

D. A ALIANÇA DO CASAMENTO

I. Promessas feitas no dia do casamento.

 Expressam um compromisso mútuo.


 São as garantias de felicidade no compromisso da aliança.
 Indica o que eles farão.
 Exemplos: Amar, honrar e cuidar.

-3-
E t er n a
A lia n ça

II. Termos

Indicam as condições sobre as quais o acordo será cumprido.


Indicam a duração da aliança.
Exemplos: Na alegria ou na tristeza, etc, até que a morte nos separe.

III. Deus espera que honremos a aliança, mesmo quando não existe a
certeza de que o cônjuge é a pessoa certa ou sonhada.

 Existem casais que fizeram a aliança por motivos diversos: Sexo antes do
casamento, gravidez, conveniência pessoal ou familiar;
 Com o passar do tempo, alguns concluem que fizeram a escolha errada;
 DEUS é quem capacita o homem e a mulher a cumprirem a aliança;
 Com a presença de DEUS o casal irá superar todas as dificuldades;

IV. Como parceiros de aliança compartilhamos tudo o que anteriormente


mantínhamos separados.

 Compartilhamos nossos corpos. (A mulher não tem autoridade sobre o seu


próprio corpo, mas sim o marido; e também da mesma sorte o marido não tem
autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim a mulher. I Co. 7:4)
 Todos os bens são também em comum. Exemplos: Salário, carros, mobília, casa,
 herança, etc...
 Tudo de nossa riqueza e todas as nossas dívidas são divididas em comum;
 As vezes existem conflitos de possessões como " meu " e não " nosso ";
 Exemplos: meu salário; suas dividas; etc...
 O casal precisa compreender que o sucesso de um cônjuge é o sucesso do outro;
 As forças unidas são para mútua proteção;
 Não deve existir a competição entre os cônjuges

V. Deveres e direitos na Aliança

 O cônjuge, parceiro da aliança, tem o direito de exigir que cumpramos a aliança;


 Temos direitos a reivindicar, e deveres a cumprir;
 O diálogo é muito importante nesta situação;

-4-
E t er n a
A lia n ça

E. COMO DEUS SE TORNA PARTE DA ALIANÇA DO CASAMENTO?

I. Deus é uma testemunha de nosso casamento, no dia das bodas.


 Mas se nenhum dos parceiros é salvo (isto é, não tem uma aliança com DEUS),
DEUS fica impossibilitado de participar do casamento;
 DEUS como testemunha não está presente, mas como participante está sempre
presente na vida do casal;

II. Aliança com DEUS é feita quando o ser humano recebe a Jesus como
Senhor e salvador de sua vida

 (Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para
que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna – João 3:16)
 Quando pelo menos um dos parceiros recebe a Jesus, DEUS se torna parte do
casamento. (Porque o marido incrédulo é santificado pela mulher, e a mulher
incrédula é santificada pelo marido crente; de outro modo, os vossos filhos
seriam imundos; mas agora são santos - I Co. 7:14)
 O parceiro incrédulo recebe os benefícios da Aliança através da oração do cônjuge
cristão;
 O cônjuge cristão precisa confiar em DEUS para que também o outro seja salvo;
 DEUS quer que ele seja salvo, não por suas palavras, mas pelo seu testemunho
de vida. (Semelhantemente vós, mulheres, sede submissas a vossos maridos;
para que também, se alguns deles não obedecem à palavra, sejam ganhos sem
palavra pelo procedimento de suas mulheres - I Pedro 3:1).

III. Cada cônjuge precisa fazer uma aliança pessoal com Jesus para receber
a salvação. (Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não
verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece. João 3:36)
 (Justiça de Deus pela fé em Jesus Cristo para todos os que crêem; pois não há
distinção. Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus; sendo
justificados gratuitamente pela sua graça, mediante a redenção que há em Cristo
Jesus – Romanos 3:22-24)
 (Respondeu-lhe Jesus. Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vem ao
pai se não por mim – João 14:6)
 DEUS está em aliança com cada parceiro através da nova aliança em Jesus;
 Quando DEUS faz parte de uma aliança de casamento, ela passa a ser uma
aliança entre DEUS e os cônjuges, e entre duas pessoas;
 O casamento está no plano de DEUS;
 A unção de DEUS é derramada e o casal pode experimentar a restauração em seu
casamento

-5-
E t er n a
A lia n ça

Lição de casa – Eterna Aliança

Responda as seguintes questões:

I. Descreva com suas próprias palavras, o que significa para vocês dois os
conceitos de Aliança.
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

II. Quais foram as palavras da sua aliança matrimonial no dia de suas bodas?
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

III. Vocês fizeram votos diante de DEUS? ______SIM ______NÃO

"O que tiver saído dos teus lábios guardarás e cumprirás, tal como voluntariamente o
votaste ao Senhor teu Deus, prometendo-o pela tua boca” (Deuteronômio 23:2 3).

Atenção: Passar as 4 Leis Espirituais

-6-
E t er n a
A lia n ça

2ª - MATÉRIA - A UNIDADE DO CASAL

A. A CRIAÇÃO DE UMA SÓ CARNE. (Gn 1 e 2)

I. DEUS criou Adão a sua própria imagem e semelhança (Também disse Deus:
façamos o homem a nossa imagem, conforme a nossa semelhança – Gn 1:26a;

 Adão era completo e inteiro, contendo dentro de si mesmo os atributos que nós
agora conhecemos como macho e fêmea. (Criou DEUS, pois, o homem à sua
imagem, à imagem de Deus o criou, homem e mulher os criou – Gn 1:27)
 DEUS removeu uma costela de Adão. (E a costela que o Senhor Deus tomara ao
homem transformou-a numa mulher e lha trouxe – Gn 2:22)
 DEUS formou a mulher que Adão a chamou de Eva. (Então disse o homem: Esta
é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; ela será chamada varoa,
porquanto do varão foi tomada. Portanto deixará o homem a seu pai e a sua
mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne)
 Os dois juntos se tornou uma só carne e DEUS os chamava de Adão. (Homem e
mulher os criou, e os abençou, e lhes chamou pelo nome de Adão, no dia em que
forma criados – Gn 5:2)

II. Adão e Eva foram criados para se completarem

 Eva era auxiliadora do seu marido. (Disse mais o Senhor Deus: não é bom que o
homem esteja só; far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea – Gn 2:18)

 OBS.: A mulher não foi criada dos pés do homem, para ser humilhada, nem da
cabeça para ser dominadora, mas foi criada da costela do homem para estar lado
a lado com ele.
 Ambos tinham a natureza de DEUS, a natureza deles era de amar e dar-se um ao
outro;
 Sendo uma só carne eles fortaleciam um ao outro e criavam uma unidade mais
forte que cada um deles individualmente.

III. No momento do casamento, inicia-se a vida de uma só carne

 Tem que estar bem nutrida e alimentada para amadurecer;


 Muitos casais não cuidam do relacionamento conjugal;
 O casamento é o inicio do relacionamento, não é o fim;
 O bem-estar dos dois deve ser considerado acima dos desejos egoístas e
individuais;
 Devemos amar o nosso cônjuge como a nós mesmos. (Assim devem os maridos
amar a suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua
mulher, ama-se a si mesmo – Efésios 5:28).
 Conforme ministramos um ao outro, nós desenvolvemos nosso relacionamento de
uma só carne, como resultado, somos abençoados;

IV. Adão e Eva viviam um casamento exemplar:

 (Ora, um e outro, o homem e sua mulher, estavam nus e não se envergonhavam


– Gn.2:25)
 Nenhuma vergonha ou pecado existia entre eles.

-7-
E t er n a
A lia n ça

 Transparente no corpo, alma e espírito, livres para serem eles mesmos, sem
barreiras ou fingimentos;
 Este é o plano de DEUS para o seu casamento

B. A QUEDA INTERROMPEU O PLANO ORIGINAL DE DEUS

 Satanás reconhecia a unidade e o poder no relacionamento deles;


 Arquitetou um plano para colocá-los contra DEUS e um contra o outro (Então,
vendo a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos,
e árvore desejável para dar entendimento, tomou do seu fruto, comeu, e deu a
seu marido, e ele também comeu – Gn 3:6).
 Convenceu Eva a satisfazer-se a si própria;
 Adão acompanhou-a e satisfez a si próprio, sem respeitar o que DEUS lhe
dissera. (E ao homem disse: Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher, e
comeste da árvore de que te ordenei dizendo: Não comerás dela; maldita é a
terra por tua causa; em fadiga comerás dela todos os dias da tua vida. – Gn.
3:17)

I. Quebrada a unidade com DEUS e um com o outro, passaram a


satisfazer-se o " Eu" as custas um do outro:
 O pecado de Adão e Eva rompeu a sua relação de aliança com DEUS;
 O " Eu " é mencionado pela primeira vez nas escrituras após a queda. (Abriram-
se, então, os olhos de ambos, e, percebendo que estavam nus, cozeram folhas
de figueira e fizeram cintas para si – Gn. 3:7)
 Cada um se cobria para o outro não ver;
 Não havia mais transparência entre os dois;
 Isso continua ainda hoje, quando os casais se protegem e se escondem um o
outro;

II. Adão e Eva se esconderam de DEUS

 (E, ouvindo a voz do Senhor Deus, que passeava no jardim à tardinha,


esconderam-se o homem e sua mulher da presença do Senhor Deus, entre as
árvores do jardim. – Gn 3:8)
 DEUS tem que ser o centro e o fundamento do casamento;
 Não existe outra fonte de transformação, ele é o nosso criador;

III. Não reconheceram a Satanás como inimigo

 (Ao que respondeu o homem: A mulher que me deste por companheira deu-me a
árvore, e eu comi. – Gn 3:12)
 Adão culpou a Eva pelo seu próprio pecado;
 Casais hoje em dia estão enganados pelo inimigo e são levados a pensar que o
problema é o seu cônjuge;
 Não reconhece a sua culpa nos pecados;
 * Casais hoje em dia não querem se arrepender de seus pecados que contribuem
para a destruição do lar;
 Acusações são constantes em muitos lares;

IV. Depois da queda, o casamento se deteriorou do plano original de DEUS: -

 A Bíblia registra a poligamia, múltiplas concubinas, divisão e divorcio, existente


até os dias atuais;

l. Talvez alguns já experimentaram o divórcio e o novo casamento:

-8-
E t er n a
A lia n ça

 Essa lição não pretende colocá-los debaixo de condenação;


 Quando descobrimos que fizemos algo contra a vontade de DEUS, precisamos:
1) Arrepender-se;

2) Receber o perdão de Jesus;

3) Continuar a caminhada com DEUS (Pelo que, se alguém está em Cristo, nova criatura
é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. -II Corintios 5:17)

II. Só em Cristo Jesus podemos receber tudo o que Deus tem para o
casamento, porque ele é o único que comprou de volta aquilo que foi
perdido através de Adão e Eva.

 Sem Jesus, o casamento não passa de uma imitação daquilo que DEUS deseja.
 Nascemos com a natureza egoísta e egocêntrica;
 É por isso que precisamos nascer uma segunda vez (...Respondeu-lhe Jesus: Em
verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer de novo, não pode ver o
reino de Deus. - João-3:3 );
 Sem Jesus, só podemos nos esforçar para nos melhorar com técnicas e
métodos mundanos;

III. Só Jesus pode mudar os nossos corações

 Casamento redimido em Cristo não precisa conformar-se aos padrões mundanos,


nem serem flagelados pelas coisas que estão destruindo os casamentos ao nosso
redor;
 DEUS tem um projeto de casamento para o seu povo;
 Quando temos a visão de DEUS para o casamento e seguimos os princípios de
sua palavra, nossos lares se tornam os oásis de paz e poder, que DEUS havia
planejado.

-9-
E t er n a
A lia n ça

Lição de Casa – A unidade do Casal

I. A unidade do casal é o propósito original de DEUS. Quais são as


características do casal que vive em unidade?

___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

II. O seu casamento se encaixa nestas características? Quais?

___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

III. A unidade é essencial para um casamento forte e feliz. Você irá listar alguns
fatores que tem prejudicado a unidade de seu casamento.
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

IV. O que vocês podem fazer para terem mais unidade?

___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

- 10 -
E t er n a
A lia n ça

3ª MATÉRIA – FUNÇÕES DOS CONJUGES

PADRÃO DE DEUS PARA OS PAPEIS

A. CRIAÇÃO

I. (E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa


semelhança... – Gn 1:26)

 DEUS criou Adão à sua imagem;


 Adão era completo, inteiro, possuía todas as habilidades;

II. (e da costela que o senhor Deus lhe tomara, formou a mulher e a trouxe ao
homem. – Gn 2:22)
 Eva foi retirada de Adão, não foi formada separadamente;
 Parte da habilidade de Adão estava com Eva;
 Cada um tinha a qualidade que o outro necessitava;
 Homem e mulher foram criados para sempre se completarem e não para
competirem um com o outro.

B. REPONSABILIDADE

 DEUS colocou dentro de cada um certas habilidades.


 Corresponder a estas habilidades chama-se RESPONSABILIDADE.
 Tentar corresponder em áreas onde não temos habilidades é tomar a
responsabilidade do outro.
 Se você tem feito isso, arrependa-se e creia que DEUS pode mudar o seu
cônjuge.

C. DEPOIS DA QUEDA JÁ NÃO ERA POSSÍVEL DISCERNIR O PLANO DE


DEUS ATRAVÉS DAS AÇÕES DO HOMEM.

 DEUS nos deu um exemplo baseado no relacionamento de Cristo, o noivo e a


Igreja, sua noiva (Vós, mulheres, submetei-vos a vossos maridos, como ao
Senhor; porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça
da igreja, sendo ele próprio o Salvador do corpo. Efésios - 5:22. -23).
 Os papéis do marido e da esposa podem ser entendidos se observarmos a
interação de Jesus e a Igreja.

D. DEIXAR E SE UNIR (Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á
à sua mulher, e serão uma só carne – Gn 2:24)

 Baseado na Aliança.
 Jesus deixou o seu pai para estabelecer uma aliança com a igreja.
 Manteve o relacionamento com o pai,
 Significa estabelecer um relacionamento principal com a esposa;
 Os cônjuges deixaram os seus pais para formarem juntos uma família;
 Precisam Ter maturidade para viverem o casamento sem a interferência dos pais.
 Um dos maiores problemas no relacionamento dos pais com os genros ou noras
é a difamação, que os filhos levam aos pais quando brigam com o seu cônjuge;

E. JESUS PARA A IGREJA

 Fez aliança com ela.


 Amou, cuidou e deu a sua vida por ela.

- 11 -
E t er n a
A lia n ça

F. A IGREJA PARA JESUS

 Abandona tudo para seguir a Jesus. (Assim, pois, todo aquele dentre vós que não
renuncia a tudo quanto possui, não pode ser meu discípulo – Lucas 14:33).

I. Esposo e Esposa

 O relacionamento matrimonial deve ser prioridade sob todos os outros


relacionamentos terrenos.
 Não sacrifiquem o principal por um secundário.
 Exemplo: Trabalho, amigos, carreira profissional, faculdade, familiares, etc...
 Os filhos são secundários, o seu cônjuge é a prioridade;
 Os filhos são a conseqüência do amor do casal;

II. Marido
 Líder (...porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça
da igreja, sendo ele próprio o Salvador do corpo. Efésios 5:23).
 A responsabilidade final de liderança está sobre o marido.
 Ele deve executar essa autoridade em amor não sendo um machista;
 Isto trará estabilidade e tranqüilidade à família.
 Deve receber o conselho e a sabedoria de sua esposa.
 DEUS concedeu ao homem esta autoridade porque ele possui a habilidade;

III. Esposa

 Apoiadora (Mas, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as
mulheres o sejam em tudo a seus maridos - Efésios 5:24).
 Os maridos necessitam ser respeitados e honrados mesmo estando ausentes;
 DEUS deu aos homens o desejo de conquistar.
 Quando a esposa o apóia, o marido sente-se mais disposto a enfrentar os
desafios.
 A crítica o impede de agir com ousadia.
 Respeite a autoridade que DEUS deu ao seu esposo.
 Apóia-o nas decisões.
 Não toma partido com os filhos contra ele, tirando a sua autoridade de pai e líder
da família;
 Se ele falhar na correção, repreenda-o longe dos filhos;

IV. Marido

 Alguém que ama e protege. (Assim devem os maridos amar a suas próprias
mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si
mesmo. – Efésios 5:28).
 As esposas precisam ser amadas e tratadas com carinho.
 Elas são sensíveis aos motivos.
 Seja sensível às necessidades de sua esposa em espírito, alma e corpo.
 Conforte - a usando a palavra de DEUS.
 Não deixe de protegê-la.

V. Esposa

 Auxiliadora. (Disse mais o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-
lhe-ei uma ajudadora que lhe seja idônea. - Gn. 2:18).
 O seu papel não é secundário, mas vital.

- 12 -
E t er n a
A lia n ça

 Coloque à disposição dele todas as boas qualidades que há dentro de você para
ajudá-lo a se tornar o homem que foi chamado a ser.
 Use a habilidade de administrar para multiplicar aquilo que o marido providenciou
para o sustento do lar;

VI. Marido
Provedor

 Deve providenciar não somente para as necessidades materiais, mas as


espirituais.
 Deve ser a principal fonte de ensino do evangelho para a sua família.
 Deve dar o propósito divino às suas vidas, conduzindo a sua família no propósito
de DEUS;

VII. Esposa
Reflexo do Amor de Deus

 Cuidar do marido e da família deve ser uma alegria, isso é refletir o coração de
servo.
 Perdoar rapidamente, não manter registro dos erros.
 Extrair forças da palavra para poder suportar bem as circunstâncias.
 Use suas palavras para edificar e nunca para destruir.

VIII. Marido
Exemplo de coração de Deus

 O coração de DEUS está sempre aberto para a reconciliação e restauração.


 Inclui o perdoar, servir e curar.
 Seja rápido e constante no perdoar.
 Não dependa de arrependimento.
 Jesus perdoou antes mesmo que lhe pedissem.
 Sirva á sua esposa e família com respeito, humildade e coração alegre.
 Disponha - se com ousadia para ser instrumento de DEUS para a cura de sua
família.

IX. Esposa - Alguém que ama, companheira

 Seu primeiro ministério deve ser visar seu marido.


 Não negligencie.
 Assegure - se de que você sabe a vontade de DEUS antes de assumir qualquer
outro ministério.
 Mantenha - se bem arrumada e com aparência agradável para honrá-lo

X. Marido - Intercessor, guerreiro

 Você é principal intercessor para sua esposa e família.


 Você é o responsável pela batalha espiritual a favor de sua esposa e família
 Você deve resistir ao inimigo e não à sua família.

XI. Esposa - Intercessora

 A sua intercessão pelo marido e família lhe dará a certeza de que a mão de DEUS
está operando na vida deles
 Exerça sua autoridade sobre o inimigo em nome de Jesus.

- 13 -
E t er n a
A lia n ça

 Você é a principal intercessora do seu marido.


 Não temas a obra do inimigo, esteja alerta aos seus ataques.
 Peça ao Espírito Santo discernimento e sabedoria.

- 14 -
E t er n a
A lia n ça

Lição de Casa – Funções dos cônjuges

ESTA LIÇÃO FOI PREPARADA PARA CLASSIFICAR A RESPONSABILIDADE DUPLA DO


MARIDO E DA ESPOSA NO CASAMENTO

I. Baseado no que foi ensinado, o que vocês entendem por liderança?

___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

II. Como se deve exercer a liderança?

___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

III. O que vocês entendem por submissão após o estudo desta matéria?
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

IV. Quais as conseqüências em um casamento onde o cônjuge não assume o


seu papel?

___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

V. De 01 a 10, que nota dariam ao seu casamento em relação a papeis?


___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

VI. Passar um tempo a sós com o seu cônjuge, fora do lar.

- 15 -
E t er n a
A lia n ça

4ª MATÉRIA – SEMENTES E FRUTOS

LEI ESPIRITUAL

“Não vos enganeis; Deus não se deixa escarnecer; pois tudo o que o homem semear,
isso também ceifará. Porque quem semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas
quem semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna. E não nos cansemos de fazer o
bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido” (Gálatas 6:7-9)

A. COMO A LEI NATURAL, A ESPIRITUAL ESTA DESTINADA POR DEUS A


CUMPRIR AQUILO PARA A QUAL FOI CRIADA.

 A ignorância não faz cessar a sua corrupção.


 Se alguém desconhece a lei da gravidade e..salta de uma janela, cairá e se
espatifará no chão.
 Pode existir na realidade um caso de morte por falta de conhecimento. (O meu
povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento. Porquanto rejeitaste
o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de
mim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de
teus filhos. – Oséias 4:6)
 Nos temos uma colheita garantida.
 Colheremos exatamente o que semeamos.

B. A SEMEADURA.

 A seleçâo de semente pode ser do bornal de DEUS ou de Satanás. (O céu e a


terra tomo hoje por testemunhas contra ti de que te pus diante de ti a vida e a
morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua
descendência. – Deuteronômio 30:19-20)
 Jesus sempre semeia a vida. Ele é vida.
 Satanás semeia a morte.
 Nenhuma semente é neutra.
 Sempre estamos semeando, conseqüentemente estamos sempre colhendo.
 Quando nascemos de novo, devemos escolher somente as sementes que
produzem vida.
 Os velhos hábitos nos levam a escolher sementes do bornal errado.

C. TIPOS DE SEMENTES.

 É muito importante usarmos as sementes correias, fique alerta para o que você
está semeando;

I. Palavras.

 “Nossos filhos são tão rebeldes!" Ou "Todos os nossos filhos são ensinados do
Senhor e grande é a paz de nossos filhos".
 "Simplesmente não consigo fazer nada certo!" Ou "Tudo posso naquele que me
fortalece".

II. Atitudes

 Humildade x orgulho;
 Gratidão x amargura
 Amor ágape x egoísmo
 Alegria x Tristeza

- 16 -
E t er n a
A lia n ça

III. Ações

 Aceitação x rejeição
 Bondade x violência
 Amor incondicional x manter registros de faltas
 Louvor x critica.

IV. Como Semeamos

 Semeamos em vidas: na nossa vida, na do nosso cônjuge, na de nossos filhos, na


vida de outros.
 O Coração é o solo, no qual as sementes se enraizarão e crescerão. (Ouvi, pois,
vós a parábola do semeador. A todo o que ouve a palavra do reino e não a
entende, vem o Maligno e arrebata o que lhe foi semeado no coração; este é o
que foi semeado à beira do caminho. E o que foi semeado nos lugares
pedregosos, este é o que ouve a palavra, e logo a recebe com alegria; mas não
tem raiz em si mesmo, antes é de pouca duração; e sobrevindo a angústia e a
perseguição por causa da palavra, logo se escandaliza. E o que foi semeado entre
os espinhos, este é o que ouve a palavra; mas os cuidados deste mundo e a
sedução das riquezas sufocam a palavra, e ela fica infrutífera. Mas o que foi
semeado em boa terra, este é o que ouve a palavra, e a entende; e dá fruto, e
um produz cem, outro sessenta, e outro trinta. Mateus 13:18 -23).
 Solo rochoso ou cheio de espinhos (coração duro toma difícil a colheita).
 Solo deve ser bem irrigado pela palavra de DEUS, ele se torna vigoroso e
saudável;
 As Plantas crescem melhores.
 A eliminação de ervas daninhas se toma mais fácil.
 Solo necessita ser preparado para receber a semente.
 Em nós mesmos, isso é feito pela oração e pela palavra.
 Para outros, ajudamos a preparar seus corações através da oração intercessora e
da batalha espiritual.

D. FATORES DA COLHEITA

l. Fator Tempo

 A ceifa ocorre numa época diferente da semeadura.


 Depois de preparar o solo e plantar a semente, deve irrigá-la com a palavra.
 Fertilize-a com suas ações. (Porque, assim como o corpo sem o espírito está
morto, assim também a fé sem obras é morta - Tiago 2.:26).
 Não faça a colheita antes do tempo, aguarde os resultados;
 Aparecerá primeiro a folha, não o fruto maduro.
 Não perca a esperança quando não parece ser o que você semeou.
 Dê-lhe tempo para amadurecer, não destrua a sementeira;
 Muitos plantam desde jovens, coisas ruins e querem colher coisas boas de um dia
para o outro;

II. Fator Multiplicação


 Nós sempre colhemos em espécie o que semeamos.
 Plante amor e colherá amor em maior medida;
 Cada nova multiplicação da colheita fornece sementes para futuras semeaduras.
 Aceitamos a semente, a plantamos, e ceifamos uma colheita.
 Novas sementes surgem como resultado e nova semeadura se faz isso produz um
retorno ainda maior.
 Pequenas áreas de irritação se tornam áreas enormes de contendas.

- 17 -
E t er n a
A lia n ça

 Toda confusão começa com uma semente pequena. Ex.: Uma palavra agressiva;
 Nós sempre colhemos mais do que semeamos (porque semeiam ventos e
segarão contendas – Oséias 8:7)

III. Reconhecendo as Colheitas.

 Existem áreas no casamento que se tem deteriorado através do anos;


 Isto porque, na ignorância, plantou sementes de morte;
 Mas isso não vai continuar assim;

l. Boas colheitas.

 Descubra quais sementes você semeou para colher boas colheitas.


 Cuidadosamente selecione mais sementes da mesma espécie para continuar com
boas colheitas.

II. Colheitas indesejáveis.

 Arrependa-se.
 Arrependimento age como herbicida; as colheitas começam a morrer
imediatamente.
 Ás vezes as colheitas levam tempo para morrer.
 Poderá até haver algum broto inesperado.
 Não se desanime.
 Quando você se achar semeando sementes erradas, arrependa-se
imediatamente (Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos
perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. - l João 1:9).
 Permita que DEUS restaure as áreas de colheitas indesejáveis ajudando você a
semear boas sementes. (Assim vos restituirei os anos que foram consumidos pela
locusta voadora, a devoradora, a destruidora e a cortadora. – Joel 2:25A).

E. SEMEANDO BOAS SEMENTES.

I. Escolha a semente do bornal de DEUS.

 Escolha a palavra e as características de DEUS para semear.


(Ora, aquele que dá a semente ao que semeia, e pão para comer, também dará e
multiplicará a vossa sementeira, e aumentará os frutos da vossa justiça 2 Corintios
9:10).

II. Prepare o solo. (Is. 55:11)

 Em si mesmo, dedicando tempo em oração e na palavra.


 Nos outros, dedicando tempo em intercessão e batalha espiritual.
 (...assim será a palavra que sair da minha boca: ela não voltará para mim vazia,
antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei - Isaias
55:11)

III. Fertilize a semente com ações apropriadas à colheita que você crê que
vai receber.

 Reconheça que o inimigo procura plantar as sementes dele em seus


pensamentos.

- 18 -
E t er n a
A lia n ça

 Guarde os seus pensamentos. (...derribando raciocínios e todo baluarte que se


ergue contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à
obediência a Cristo; - 2 Co. 10:5 ).
 Pense nas coisas que são dadas pelo Senhor, (Quanto ao mais, irmãos, tudo o
que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro,
tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há
algum louvor, nisso pensai. – Filipenses 4:8)

F. EVITANDO CONFLITO

 (Honroso é para o homem deviar-se de contendas – Provérbios 20:3)


 As conseqüências de uma briga são terríveis à família;
 Deixam marcas, esfria o amor, traz ódio e leva embora a paz;

l. Quando um não quer, dois não brigam.

 Se um não responder não haverá briga.


 Um cônjuge deve tomar uma posição ativa contra o conflito.
 Não é ignorar o outro passivamente ou usar de um silêncio desafiador.
 É bastante semelhante a um carrossel. É mais fácil pará-lo quando esta
começando a rodar, do que quando se está em alta velocidade.

II. É mais importante evitar o conflito do que tentar se justificar.

 As emoções alteradas impedem a compreensão dos fatos;


 Lembre-se: o seu cônjuge não é o seu inimigo, Satanás sim;
 Semeie amor quando o outro semear contenda (Não te deixes vencer do mal mas
vence o mal; com bem – Romanos 12:21)
 Quando semeamos paz e harmonia, garantimos uma colheita da mesma espécie
em maior medida.

III. Render-se a DEUS durante o conflito

 Há casos em que somente o poder de DEUS pode mudar um relacionamento em


demasiado conflito;
 Quando força de vontade e determinação não são suficientes:
 É necessária a intervenção sobrenatural de DEUS, através da oração;

IV. Dê um ao outro permissão para "pedir tempo" a qualquer hora durante


um conflito.

 Pedir tempo" durante um conflito é admitir que ambos estão em conflito


 Nunca acuse o cônjuge. Ex.: Você está provocando o conflito.
 Sempre diga: "Vamos dar um tempo (Trégua)".
 Alguns vão dar uma volta; outros tomam um banho frio, etc...
 Quando os cônjuges se compreendem e se respeitam os conflitos existentes são
resolvidos e a paz reina no seio da família.

- 19 -
E t er n a
A lia n ça

4 ª MATÉRIA – SEMENTES E FRUTOS

LEI ESPIRITUAL

“Não vos enganei: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear,
isso também ceifará. Porque o que semeia para sua própria carne, da carne colherá
corrupção, mas o que semeia para o Espirito, do Espirito colherá vida eterna. E não
nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não
desfalecermos” (Gálatas 6:7-9).

A. COMO A LEI NATURAL, A ESPIRITUAL ESTA DESTINADA POR DEUS A CUMPRIR


AQUILO PARA A QUAL FOI CRIADA.

 A ignorância não faz cessar a sua corrupção.


 Se alguém desconhece a lei da gravidade e salta de uma janela, cairá e se espatifará no
chão.
 Pode existir na realidade um caso de morte por falta de conhecimento. (O meu povo está
sendo destruído, por que falta conhecimento. Porque tu, sacerdote, rejeitaste o
conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de
mim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de
teus filhos. – Oséias 4:6).
 Nos temos uma colheita garantida.
 Colheremos exatamente o que semeamos.

B. A SEMEADURA.

 A seleção de semente pode ser do bornal de DEUS ou de Satanás. (Os céus e a terra
tomo hoje por testemunhas contra ti que te propus a vida e a morte, a benção e a
maldição: escolhe, pois, a vida para que vivas, tu e a tua descendência.
Deuteronômio 30:19,20 )
 Jesus sempre semeia a vida. Ele é vida.
 Satanás semeia a morte.
 Nenhuma semente é neutra.
 Sempre estamos semeando, conseqüentemente estamos sempre colhendo.
 Quando nascemos de novo, devemos escolher somente as sementes que produzem vida.
 Os velhos hábitos nos levam a escolher sementes do bornal errado.

C. TIPOS DE SEMENTES.

 É muito importante usarmos as sementes corretas, fique alerta para o que você está
semeando;

I. Palavras.

 “Nossos filhos são tão rebeldes!” Ou “Todos os nossos filhos são ensinados do Senhor e
grande é a paz de nossos filhos”.
 “Simplesmente não consigo fazer nada certo!” Ou “Tudo posso naquele que me fortalece”.

- 20 -
E t er n a
A lia n ça

II. Atitudes

 Humildade x orgulho;
 Gratidão x amargura
 Amor ágape x egoísmo
 Alegria x Tristeza

III. Ações

 Aceitação x rejeição
 Bondade x violência
 Amor incondicional x manter registros de faltas
 Louvor x critica.

IV. Como Semeamos

 Semeamos em vidas: na nossa vida, na do nosso cônjuge, na de nossos filhos, na vida de


outros.
 O Coração é o solo, no qual as sementes se enraizarão e crescerão. (Atendei vós, pois, à
parábola do semeador: A todos os que ouvem a palavra do reino e não a
compreendem, vem o maligno e arrebata o que lhes foi semeado no coração. Este
é o que foi semeado à beira do caminho. O que foi semeado em solo rochoso,
esse é o que ouve a palavra e a recebe logo, com alegria; mas não tem raiz em si
mesmo, sendo, antes; de pouca duração: em lhe chegando a angústia ou a
perseguição por causa da palavra, logo se escandaliza. O que foi semeado entre
os espinhos é o que ouve a palavra, porém os cuidados do mundo e a fascinação
das riquezas sufocam a palavra, e fica infrutífera. Mas o que foi semeado em boa
terra é o que ouve a palavra e a compreende: este frutifica e produz a cem, a
sessenta e a trinta por um. - Mateus 13:18 – 23).
 Solo rochoso ou cheio de espinhos (coração duro torna difícil a colheita.).
 Solo deve ser bem irrigado pela palavra de DEUS, ele se torna vigoroso e saudável;
 As Plantas crescem melhores.
 A eliminação de ervas daninhas se torna mais fácil.
 Solo necessita ser preparado para receber a semente.
 Em nós mesmos, isso é feito pela oração e pela palavra.
 Para outros, ajudamos a preparar seus corações através da oração intercessora e da
batalha espiritual.

D. FATORES DA COLHEITA

I. Fator Tempo

 A ceifa ocorre numa época diferente da semeadura.


 Depois de preparar o solo e plantar a semente, deve irrigá-la com a palavra.
 Fertilize-a com suas ações. (Porque, assim como o corpo sem espírito é morto,
assim também a fé sem obras é morta. Tiago 2:26).
 Não faça a colheita antes do tempo, aguarde os resultados;
 Aparecerá primeira a folha, não a planta madura.
 Não perca a esperança quando não parece ser o que você semeou.
 Dê-lhe tempo para amadurecer, não destrua a sementeira;
 Muitos plantam desde jovens, coisas ruins e querem colher coisas boas de um dia para o
outro;

- 21 -
E t er n a
A lia n ça

II. Fator Multiplicação

 Nós sempre colhemos em espécie o que semeamos.


 Plante amor e colherá amor em maior medida;
 Cada nova multiplicação da colheita fornece sementes para futuras semeaduras.
 Aceitamos a semente, a plantamos, e ceifamos uma colheita.
 Novas sementes surgem como resultado e nova semeadura se faz isso produz um retorno
ainda maior.
 Pequenas áreas de irritação se tornam áreas enormes de contendas.
 Toda confusão começa com uma semente pequena. Ex.: Uma palavra agressiva;
 Nós sempre colhemos mais do que semeamos (Por que semeiam ventos e segarão
tormentas – Oséias 8:7)

III. Reconhecendo as Colheitas.

 Existem áreas no casamento que se tem deteriorado através do anos;


 Isto porque, na ignorância, plantou sementes de morte;
 Mas isso não vai continuar assim;

I. Boas colheitas.

 Descubra quais sementes você semeou para colher boas colheitas.


 Cuidadosamente selecione mais sementes da mesma espécie para continuar com boas
colheitas.

II. Colheitas indesejáveis.

 Arrependa-se.
 Arrependimento age como herbicida: as colheitas começam a morrer imediatamente.
 Ás vezes as colheitas levam tempo para morrer.
 Poderá até haver algum broto inesperado.
 Não se desanime.
 Quando você se achar semeando sementes erradas, arrependa-se imediatamente (Se
confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e
nos purificar de toda injustiça. - 1 João 1:9).
 Permita que DEUS restaure as áreas de colheitas indesejáveis ajudando você a semear
boas sementes. (Restituir – vos – ei os anos que foram consumidos pelo gafanhoto
migrador, pelo destruidor e pelo cortador. – Joel 2:25A).

E. SEMEANDO BOAS SEMENTES.

I. Escolha a semente do bornal de DEUS.


 Escolha a palavra e as características de DEUS para semear.
 Peça a DEUS que dê sementes para semear (Ora, aquele que dá semente ao que
semeia e pão para alimento também suprirá e aumentará a vossa sementeira e
multiplicará os frutos da vossa justiça. - 2 Coríntios 9:10).

II. Prepare o solo.


 Em si mesmo, dedicando tempo em oração e na palavra.
 Nos outros, dedicando tempo em intercessão e batalha espiritual.

- 22 -
E t er n a
A lia n ça

 Declare a palavra para semeá-la.


 Até mesmo DEUS declarava a Palavra para produzir alguma coisa. (... assim será a
palavra que sair da minha boca; Não voltara para mim vazia, mas fará o que me
apraz e prosperará naquilo para que designei. – Isaías 55:11).

III. Fertilize a semente com ações apropriadas à colheita que você crê que vai
receber.
 Reconheça que o inimigo procura plantar as sementes dele em seus pensamentos.
 Guarde os seus pensamentos. (... e toda altivez que se levante contra o
conhecimento de DEUS, e levando cativo todo o pensamento à obediência de
CRISTO - 2 Corintios 10:5).
 Pense nas coisas que são dadas pelo Senhor. (Finalmente, irmãos, tudo o que é
verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo
o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum
louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento. - Filipenses 4:8).

F. EVITANDO CONFLITO

 (Pois onde há inveja e sentimento faccioso, ali há confusão e toda espécie de


cousas ruins – Tiago 3:16).
 (Honroso é para o Homem o desviar-se de contendas – Provérbios 20:3)
 As conseqüências de uma briga são terríveis à família;
 Deixam marcas, esfria o amor, traz ódio e leva embora a paz;

I. Quando um não quer, dois não brigam.

 Se um não responder não haverá briga.


 Um cônjuge deve tomar uma posição ativa contra o conflito.
 Não é ignorar o outro passivamente ou usar de um silêncio desafiador.
 É bastante semelhante a um carrossel. É mais fácil pará-lo quando esta começando a
rodar, do que quando se está em alta velocidade.

II. É mais importante evitar o conflito do que tentar se justificar.

 As emoções alteradas impedem a compreensão dos fatos;


 Lembre-se: o seu cônjuge não é o seu inimigo, Satanás sim;
 Semeie amor quando o outro semear contenda (Não te deixes vencer do mal, mas
vence o mal com o bem - Romanos 12:21).
 Quando semeamos paz e harmonia, garantimos uma colheita da mesma espécie em maior
medida.

III. Render-se à DEUS durante o conflito

 Há casos em que somente o poder de DEUS pode mudar um relacionamento em


demasiado conflito;
 Quando força de vontade e determinação não são suficientes:
 É necessária a intervenção sobrenatural de DEUS, através da oração;

- 23 -
E t er n a
A lia n ça

IV. Dê um ao outro permissão para “pedir tempo” a qualquer hora durante um


conflito.
 “Pedir tempo” durante um conflito é admitir que ambos estão em conflito (Não diga: -
“Você está provocando o conflito”).
 Nunca acuse o cônjuge. Ex.: Você está provocando o conflito.
 Sempre diga: “Vamos dar um tempo (Trégua)”.
 Alguns vão dar uma volta; outros tomam um banho frio, etc...
 Quando os cônjuges se compreendem e se respeitam os conflitos existentes são resolvidos
e a paz reina no seio da família.

LIÇÃO DE CASA – SEMENTES E FRUTOS

Comece a olhar em cada aspecto de sua vida familiar como uma área de jardim.
Certifique-se daquilo que tem sido plantado e quais colheitas vocês têm produzido.
Há uma tendência de se concentrar naquilo que está errado. Lembre-se de procurar
as boas colheitas também. Em cada uma das áreas seguintes examine o que vocês
têm semeado e o que vocês tem colhido. Talvez seja mais fácil olhar primeiro para
aquilo que vocês tem colhido e assim verificar a semente que foi plantada.

O que o marido tem semeado na esposa? O que o marido tem colhido?

1.__________________________________1._____________________________
2.__________________________________2._____________________________
3.__________________________________3._____________________________
4.__________________________________4._____________________________
5.__________________________________5._____________________________

O que a esposa tem semeado no marido ? O que a esposa tem colhido?

1.__________________________________1._____________________________
2.__________________________________2._____________________________
3.__________________________________3._____________________________
4.__________________________________4._____________________________
5.__________________________________5._____________________________

O que o casal tem semeado nos filhos? O que tem colhido?

1.__________________________________1._____________________________
2.__________________________________2._____________________________
3.__________________________________3._____________________________
4.__________________________________4._____________________________
5.__________________________________5._____________________________

Agora examine as colheitas que você tem colhido. Se houver boas colheitas, continue a

semear as mesmas sementes, plantando – as e replantando – as.

Se houver colheitas indesejáveis, arrependa-se e usando um lápis vermelho, passe


uma linha através destas colheitas. (O sangue de Jesus cobre todos os pecados confessados).
Essas colheitas estão morrendo agora. Talvez ainda verão as suas marcas por algum tempo,
mas lembre-se que se vocês não semearem essas sementes, não haverá mais essas colheitas.

- 24 -
E t er n a
A lia n ça

Agora plantem novas sementes. Em II Corintios 9:10, vá ao Senhor e peça – lhe a


semente, obtenha a sua nova semente da palavra de DEUS.

O que o marido vai semear na esposa? O que vai colher?

1.__________________________________1._____________________________
2.__________________________________2._____________________________
3.__________________________________3._____________________________
4.__________________________________4.____________________________
5.__________________________________5._____________________________

O que a esposa vai semear no marido? O que vai colher?

1.__________________________________1._____________________________
2.__________________________________2._____________________________
3.__________________________________3._____________________________
4.__________________________________4._____________________________
5.__________________________________5._____________________________

O que o casal vai semear nos filhos? O que vai colher?

1._________________________________1._____________________________
2._________________________________2.______________________________
3._________________________________3.______________________________
4._________________________________4.______________________________
5._________________________________5.______________________________

- 25 -
E t er n a
A lia n ça

5a - MATÉRIA - VIVENVO O PERDÃO

O PERDÃO DEVE ESTAR BEM NO CENTRO DE NOSSO VIVER CRISTÃO.

 Não temos problemas com o conceito: é fácil falar sobre perdão.


 Praticar é que é difícil.
 Guardamos sentimentos "justificáveis".
 Ficamos procurando sinais de arrependimento "verdadeiros".
 Freqüentemente relembramos aos outros da necessidade de arrependimento
antes que lhe perdoemos

A. DEFINIÇÃO

 Conceder o perdão gratuito para remissão de qualquer ofensa ou dívida: desistir


de qualquer reivindicação.
 DEUS concede o perdão livremente, Jesus já pagou o preço.
 Devemos conceder o perdão livremente também, não devemos acusar os outros
ou exigir o pagamento que desejamos antes que perdoemos.

B. PERDOAR E UM MANDAMENTO DE DEUS

 DEUS estabelece o padrão.


 DEUS só pode nos perdoar na medida em que estamos dispostos a perdoar aos
outros.
 Se perdoarmos, somos perdoados. (Porque, se perdoardes aos homens as suas
ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós; se, porém, não
perdoardes aos homens, tampouco vosso Pai perdoará vossas ofensas.Mateus
6:14-15).

C. A FALTA DE PERDÃO NOS MANTÉM EM ESCRAVIDÃO

 Às vezes somos como aquele servo sem misericórdia. (Mateus 18:23 -35)
 Procuramos ser perdoados, mas nós, retemos as ofensas daquele que nos tem
ofendido.
 A falta de perdão freqüentemente se manifesta em doenças físicas e mentais.
 Freqüentemente a falta de perdão é a base para a formação de fortalezas
demoníacas.
 A falta de perdão afeia tanto ao que se recusa a perdoar, como ao não perdoado.

D. A FALTA DE PERDÃO BLOQUEIA AS PROMESSAS DE DEUS

 (Portanto, se estiveres apresentando a tua oferta no altar, e aí te lembrares de


que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa ali diante do altar a tua oferta, e
vai conciliar-te primeiro com teu irmão, e depois vem apresentar a tua oferta. –
Mateus 5:23-24)
 (Quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para
que também vosso Pai que está no céu, vos perdoe as vossas ofensas. – Marcos
11:25)
 DEUS nos instruiu a perdoar nosso irmão ou cônjuge antes de orarmos.
 Para que possamos caminhar em fé, precisamos manter atitudes correias para
com os outros.
 A palavra fala a respeito daqueles que nós ofendemos, como também daqueles
que nos tem ofendido.
 Se nós ofendemos ou somos ofendidos, devemos iniciar o processo do perdão.

- 26 -
E t er n a
A lia n ça

 Geralmente julgamos as outras pessoas pelas ações, mas nós mesmos pelas
intenções.

E. QUEREMOS JULGAMENTO PARA OS OUTROS, MAS A MISERICÓRDIA


PARA NOS MESMOS.

 Justificar-se apenas perpetua o pecado e mantém a separação entre duas


pessoas.
 Isto não é valido para quem está recebendo aconselhamento, uma vez que está
buscando ajuda.
 É o ato de perdoar que libera o ofensor para que possa arrepender.
 Tanto o Senhor Jesus e Estevão perdoaram mesmo enquanto estavam sendo
mortos.
 Não havia, na hora de perdoar, nenhum arrependimento da parte daqueles que os
estavam assassinando. (Jesus, porém, dizia: Pai, perdoa-lhes; porque não sabem
o que fazem. Então repartiram as vestes dele, deitando sortes sobre elas. –
Lucas 23:34).
 (E pondo-se de joelhos, clamou com grande voz: Senhor, não lhes imputes este
pecado. Tendo dito isto, adormeceu. E Saulo consentia na sua morte – Atos
7:60).

F. NÃO HÁ LIMITES PARA O NUMERO DE VEZES QUE DEVEMOS PERDOAR.

 (Respondeu-lhe Jesus: Não te digo que até sete; mas até setenta vezes sete. –
Mateus 18:22).
 O amor não mantém registros de erros. (não se porta inconvenientemente, não
busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal; - I Co. 13:5)
 O amor cobre uma multidão de pecados (tendo antes de tudo ardente amor uns
para com os outros, porque o amor cobre uma multidão de pecados; - l Pedro
4:8).
 Perdoe como DEUS perdoa (Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas
transgressões por amor de mim, e dos teus pecados não me lembro. – Isaias
43:25).
 DEUS não lembra de um pecado perdoado.
 Quando perdoamos da mesma maneira, não relembramos os pecados passados.
 Cada nova ofensa é como se nunca tivesse acontecido antes.
 Nunca mencione novamente uma ofensa que havia sido perdoada.
 Isso não é possível pela capacidade humana, mas através do poder de Deus.
 Sua natureza habitando em nós nos capacitará a perdoar e confiar novamente.

G. PERDÃO É UM ATO DE VONTADE (DECISÃO)

 Não é um sentimento.
 Decida perdoar e os sentimentos te seguirão.
 Faça com que sua vontade concorde com a vontade de DEUS. E procure ser
orientado pelo espírito.
 Peça a DEUS para ele mostrar como ele vê o ofensor.
 Somente através do coração amoroso e compassivo de DEUS seremos capazes de
perdoar a quem nos tem ofendido.

H. DEVEMOS EXAMINAR A NOS MESMOS E NÃO AO NOSSO CÔNJUGE

 Justiça própria: (Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis
condenados; perdoai, e sereis perdoados. – Lucas 6:37).

- 27 -
E t er n a
A lia n ça

 DEUS não categoriza pecados como "grandes e pequenos". Não podemos


justificar o nosso "pequeno pecado" de justiça própria por causa do grande
pecado do nosso cônjuge.
 Para DEUS pecado é pecado. (Todo aquele que vive habitualmente no pecado
também vive na rebeldia, pois o pecado é rebeldia. – I João 3:4).

l. AMARGURA

 Amargura é resultado de uma falta de perdão de longa data.


 Efeito final da amargura é que muitos serão "contaminados".
 Se permitirmos que a amargura se enraíze, ela:
 Nos destruirá, e atingirá outras pessoas.
 Dará luz a outros pecados.
 Endurecerá e esfriará o nosso coração.

J. TOMAR PARA SI AS OFENSAS DOS OUTROS

 (O que, passando, se mete em questão alheia é como aquele que toma um cão
pelas orelhas. - Provérbio 26:17).
 É fácil tomarmos a ofensa do cônjuge ou filhos quando eles são ofendidos.
 Arrependa-se de te - Ia tomado.
 Você precisa perdoar o ofensor mesmo que a pessoa ofendida não te perdoe.

K. QUANDO O CÔNJUGE FOR OFENDIDO, AJUDE - O (A) A PERDOAR.

 Responda com empáfia, não simpatia.


 Empatia = entendimento de que eles foram feridos e ajudá-los a perdoar.
 Simpatia = somente sentir pena deles.
 Não tenha pena deles, mas ajude-os serem curados.

L. RECONCILIAÇÃO

 Antes de podermos perdoar aos outros, freqüentemente precisamos perdoar a


nós mesmos. (E o segundo, semelhante a este, é: Amarás ao teu próximo como
a ti mesmo. - Mateus 22:39)Se não nos perdoarmos, nos mantemos numa
posição superior a do Senhor Jesus (Orgulho).

M. NÃO PODEMOS PERMITIR NEM MESMO PEQUENAS ÁREAS DE FALTA DE


PERDÃO EM NOSSO CASAMENTO.

 Jesus destruiu a hostilidade. (Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os


povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio, na sua
carne desfez a inimizade, - Efésios 2:14).
 Ele destruiu a parede da separação entre nós.
 Não permita que o inimigo construa a parede da falta de perdão.

N. COMO PERDOAR

 Reconheça que é um ato de vontade e não um sentimento.


 Escolha fazê-lo; seja obediente.
 Leve a sua dor até a cruz de Jesus e recebe em troca o seu amor e misericórdia.
 Declare a palavra de DEUS que seja oposta ao problema.
 Abençoa aquele que você perdoou.

- 28 -
E t er n a
A lia n ça

LIÇÃO DE CASA - VIVENDO O PERDÃO

I. Leiam Romanos 8:13

Como cristão, nosso alvo é sermos guiado pelo espírito e não estarmos na carne.
Perdão é sempre a vontade do espírito.
DEUS é rápido para perdoar.

Aliste aqui as razões que no passado você se recusou a perdoar.

ESPOSO ESPOSA

1. 1.
2. 2.
3 3
4 4
5 5

II. Quais as conseqüências para o casal que não libera perdão?

III. Examinem agora os seus corações para ver se há alguém que ainda não
perdoou, se existe, libere o perdão. E comece pelo seu cônjuge, filhos e
a todos que lhes ofenderam ou até mesmo lhe desapontaram.

IV. Dependa de DEUS para lhe ajudar a curar feridas. Orem, meditem no
salmo 51.

V. Passar um tempo a sós com o cônjuge fora do lar.

- 29 -
E t er n a
A lia n ça

6a MATÉRIA - VISÃO DE DEUS PARA OS


CÔNJUGES

A. FÉ

 Para que nossos casamentos estejam de acordo com o plano de DEUS devemos
começar a ver as coisas tal como ele as vê.
 Freqüentemente estamos longe do que DEUS tem estabelecido para a família;
 A fé é que nos sustenta enquanto DEUS completa as mudanças em nós mesmos,
em nosso cônjuge, em nossos filhos, etc...

I. Definição

 (Ora, a fé é a certeza de fatos que não se vêem – Hebreus 11:1)


 Dois componentes da fé:

1) Crê no coração. (Porque, se com a tua boca confessares a Jesus como Senhor, e em
teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo; - Romanos 10:9).
2) Confessar com a boca (a voz vocaliza a fé).

II. Fé requer visão

 Para poder vencer, temos que ver as coisas como DEUS as vê! (Onde não há
profecia, o povo se corrompe; mas o que guarda a lei esse é bem-aventurado. -
Provérbios 29:18).
 Devemos conhecer as promessas de DEUS, para que a fé que produz vida se
manifeste, para alcançar o alvo.

III. DEUS tem uma visão de fé para cada pessoa e cada situação.

 DEUS está esperando que nos alinhemos com a sua vontade e concordemos com
sua visão.
 Quando concordamos com DEUS e sua palavra, fazemos cumprir a vontade de
DEUS na terra. (venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como
no céu; - Mateus 6:10).

IV. O diabo deseja destruir cada pessoa e cada situação.

 Concordar com as circunstâncias (o que pode ser visto com os olhos naturais.) é
concordar com inimigo (quando elas são contrarias a vontade de DEUS).
 Duvidar é não ter fé, é crer nas mentiras de satanás.
 Nós escolhemos com quem iremos concordar.

V. Obtendo a visão de DEUS.

 Não é uma busca egoísta e manipuladora.


 Não é, "Senhor faça-os como eu quero que sejam".
 É aceitar o propósito de DEUS para o seu cônjuge;

VI. Quando obtiver a visão de DEUS, comece ver a situação ou pessoa


como DEUS as vê.

 Não desanime se as atitudes do seu cônjuge ainda não são como DEUS deseja;
 (Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos
caminhos os meus caminhos, diz o Senhor. Porque, assim como o céu é mais alto

- 30 -
E t er n a
A lia n ça

do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos
caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos. -
Isaias 55:8 -9).

VIl. Se faltar fé para crer em DEUS

 Citar a palavra renova a mente.


 Declarar versículos específicos em relação ao assunto.
 Por exemplo, a saúde: (É ele quem perdoa todas as tuas iniqüidades, quem sara
todas as tuas enfermidades, - Salmo 103:3)
 Quando as escrituras se tomam real para nós, começamos a crer que DEUS quer
nos curar. (Logo a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Cristo. – Romanos
10:17).
 A mente renovada pela verdade faz a palavra cair no coração tornando-se fé.
(Isso é fé.).
 A fé deve descansar em DEUS e não em nossa capacidade. (...para que a vossa
fé não se apoiasse na sabedoria dos homens, mas no poder de Deus. - I Coríntios
2:5)
 É o poder de DEUS e não uma fórmula, que faz a fé funcionar.

VIII. Comece a confessar o que o senhor tem lhe mostrado através da suas
palavras como uma realidade no campo natural.

 A visão de fé não significa ignorar as circunstâncias, mas sim vencê-las. (e sem


se enfraquecer na fé, considerou o seu próprio corpo já amortecido (pois tinha
quase cem anos), e o amortecimento do ventre de Sara; contudo, à vista da
promessa de Deus, não vacilou por incredulidade, antes foi fortalecido na fé,
dando glória a Deus, e estando certíssimo de que o que Deus tinha prometido,
também era poderoso para o fazer.- Romanos 4:19 - 21)

IX. A fé não ignora a realidade, ela crê que a palavra de DEUS é a mais
poderosa.

 Que é realidade?
 Quando DEUS revela sua vontade, devemos manter nossos olhos fixos na
realidade da sua palavra e não nas circunstâncias naturais.
 Isso pode ser difícil. Temos sido treinados incorretamente pelo mundo
 Temos que aprender que o real é visto e realizado pelo espírito, antes de ser
manifestado no plano natural.
 Para crer nas transformações de nosso cônjuge, casamento, filhos, devemos crer
no que DEUS disse a respeito deles, não importando o que as circunstâncias
estejam dizendo.

XI. A importância da palavra de DEUS.

 A palavra de DEUS é a língua materna dos nascido - de - novo.


 Assim como nós ensinamos os nossos filhos a falar, nosso pai nos ensina sua
palavra.
 Assim como nós nos emocionamos quando os filhos aprendem a falar, o nosso
Pai se regozija quando começamos a falar a língua dele.

XII. A palavra é o poder de DEUS

 (... Porque eu velo pela sobre a minha palavra para cumprir. – Jeremias 1:12)
 DEUS envia seus anjos para cumprir sua palavra.

- 31 -
E t er n a
A lia n ça

 Declarar a palavra de DEUS faz com que sua visão pela fé se manifeste.

XIII. A fim de se firmarem na fé, você deve estar seguro de que DEUS te ama.
 Se não tiver certeza, precisa resolver isso primeiro no seu coração.
 Todas as suas promessas são para os seus filhos (Porquanto o Senhor Deus é sol
e escudo; o Senhor dará graça e glória; não negará bem algum aos que andam
na retidão. - Salmos 84:11).
 Uma vez seguros do seu amor, podemos ficar firmes, crendo nas suas promessas
para nós.

XV. Só existe uma maneira de restaurar a confiança no casamento.

 Quando a confiança no cônjuge está perdida ou deteriorada, devemos colocar


nossa confiança em DEUS. (Bendito o varão que confia no Senhor, e cuja
esperança é o Senhor. – jeremias 17:7)
 Perdoe o pecado ou desapontamento que causou a quebra da confiança.
 Confie que DEUS pode mudar as circunstâncias.
 Ele é maior do que qualquer problema que possamos ter.
 Ele é capaz de mudar nossos corações. (E lhes darei um só coração, e um só
caminho, para que me temam para sempre, para seu bem e o bem de seus
filhos, depois deles; - Jeremias 32:39).
 Ele nunca falha.
 Ele esta trabalhando naquilo que nos preocupa e ele completa essa obra. (tendo
por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará
até o dia de Cristo Jesus, Filipenses 1:6)
 Confiar em DEUS para que se produza mudança, tira a pressão de ambos os
cônjuges.
 A confiança naturalmente falando, é impossível, se o cônjuge não está
arrependido.
 Jesus pode reconstruir a confiança em nosso coração, mesmo quando ele / ela
não é digno de confiança.
 Confiamos em DEUS e não em nos mesmos para obter os resultados.
 Casamentos restaurados por Jesus, não existem ciúmes, suspeitas, medos,
porque Cristo e a sustentação do casamento.

- 32 -
E t er n a
A lia n ça

LIÇÃO DE CASA - VISÃO DE DEUS PARA OS


CÔNJUGES

Nesta lição, vocês vão buscar o Senhor para receber sua visão de fé para o cônjuge e
para o seu casamento. Lembre-se de que esta é a visão de DEUS. Escreva sua visão de fé,
utilize como coluna de sua visão passagens Bíblicas para dar
sustentação. Exemplo: "Que a beleza de minha esposa... não seja em enfeites
exteriores, como frisados dos cabelos, o uso de jóias, ou luxo dos vestidos, mas a
beleza interior, no incorruptível traje de um espírito manso e tranqüilo (I Pedro 3:3-4) que
suas virtudes sejam manifestadas em sabedoria de atitudes e palavras
(Pv. 12:4; Pv 14:1)...".

I. No espaço abaixo escreva a sua visão de fé que você está crendo para sua
esposa, utilizando texto bíblicos (sugestões de textos; Pv 31, I Tm. 3:11, I Pe. 3:1 – 4; I Tm.
5:14; I Co.7:10; Ef. 5:22; Gn. 2:18; Tt. 2:3; Pv. 14:1).

Esposo:
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

II. No espaço abaixo escreva a visão de fé que você esta crendo para seu
marido, utilizando texto bíblico: (sugestões de texto: I Tm. 3:2,7; Ef.. 5:25-
28; I Pe. 3:7; I Co. 11:3; I Tm. 5:8; Mc. 10:44; I Co. 7:3-5; Gn. 2:23-
24; Ec. 9:9)

Esposa:
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

III. Agora vocês dois juntos, façam a mesma coisa escrevendo a visão de fé para
o casamento de vocês usando textos bíblicos (sugestões: Sl. 128; Hb. 13:4;
Ct. 8:.7; Gn. 2:23-25; Lc. 16:18; Dt. 4:9; Ec. 4:9 -12; Mt. 19:4-16 ).

Uma só carne:
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

- 33 -
E t er n a
A lia n ça

7ª MATÉRIA - O PODER DA ORAÇÃO

 A. DEUS PROVIDENCIOU PARA NÓS UM RECURSO PARA ALCANÇARMOS A


VITORIA
Este recurso é a oração, (... Na verdade, na verdade vos digo que tudo quanto pedirdes a
meu Pai, em meu nome, ele vo-lo há de dar. Jô. 16:23)
 A oração deve ser feita no nome de Jesus.
 Ele é o único caminho, para a salvação – (E em nenhum outro há salvação,
porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os
homens, pelo qual devamos ser salvos. – Atos 4 : 12)

O que é oração e como fazê-la?

 Através da oração, o casal coloca em prática os princípios de DEUS para o


casamento.
 Muitos maridos e esposas têm uma vida de oração a sós que é consistente.
 Precisa Manter esse tempo de oração individual cada dia.
 Mas orar sozinho não é suficiente para um casal.
 É a coisa mais intima que um casal pode fazer junto.
 É essencial para a saúde do casamento.

HÁ SOMENTE UMA MANEIRA DE OS DOIS SE TORNAREM


VERDADEIRAMENTE UM; COMO DEUS PLANEJOU: ATRAVÉS DA
SUBMISSÃO DE AMBOS Á ORIENTAÇÃO E DIREÇÃO DO ESPIRITO SANTO
PELA ORAÇÃO EM CONJUNTO.

B. RAZÕES PARA SE ORAR JUNTOS.

 Nosso cônjuge é um parceiro de oração intimo (Porque, onde estiverem dois


ou três reunidos em meu nome, ali estou no meio deles. - Mateus 18:20).
 Temos o poder do acordo (Em verdade também vos digo que, se dois dentre
vós, sobre a terra, concordarem a respeito de qualquer coisa que,
porventura pedirem, ser-lhes-á concedida por meu pai, que estás nos céus.
- Mateus 18:19). Concordar com a vontade de DEUS resulta na sua realização
sobre a terra.

C. ORIENTAÇÃO PARA ORAÇÃO EM CONJUNTO

 Hora intima entre você, seu cônjuge e DEUS.


 Não critique as orações de seu cônjuge, nem discuta suas validades bíblicas.
 Isso fará com que seu cônjuge sinta relutância em orar em voz alta.
 Prestar atenção nas orações de seu cônjuge lhe dará um melhor entendimento do
relacionamento dele / dela com DEUS.
 Aprenda a entender melhor o coração do seu cônjuge.
 É um privilegio especial participar da conversação de alguém com DEUS. Não
abuse.

D. ENTRE NA PRESENÇA DELE COM LOUVOR E ADORAÇÃO.

 (Entrai pelas portas dele com gratidão, e em seus átrios com louvor; louvai-o, e
bendizei o seu nome.)
 Não abuse nas orações formais, louve-o de coração.

- 34 -
E t er n a
A lia n ça

E. O QUE DEVEMOS ORAR:

 Use como orientação: (Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo,


porém, sejam conhecidas, diante de DEUS, as vossas petições pela
oração e pela súplica, com ações de graças. – Filipenses 4:6).
 Agradeça a DEUS pelo que ELE tem providenciado e pelo cuidado que ELE tem
tido com vocês.
 Apresente a ELE as necessidades e desejos.
 Mantenha um registro das respostas de oração.
 Use a hora de oração individual para apresentarem suas preocupações
individuais.
 Exemplos: um pode sentir um peso por um político. O outro sente um peso pêlos
que estão morrendo de fome em algum país do mundo.
 Orem a palavra (E esta é a confiança que temos para com ele: que, se
pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, ele nos ouve. E se
sabemos que ele nos ouve quanto ao que lhe pedimos, estamos certos de
que obtemos os pedidos que lhe temos feito. - I João 5:14, 15).
 Saibam que estão orando à vontade de DEUS.
 Ela não voltará vazia. (Assim será a palavra que sair da minha boca: não
voltará para mim vazia, mas fará o que me apraz e prosperará naquilo
para que a designei. – Isaías 55:11).

IV. fé

 Capacidade de confiança em DEUS para alcançar o milagre. (E ele disse: Vem!


E Pedro, descendo do barco, andou sobre as águas e foi ter com Jesus. –
Mateus 14:29)

H. COMO CASAL MARQUEM UM COMPROMISSO DIÁRIO COM JESUS E


MANTENHAM ESSE HORÁRIO A QUALQUER CUSTO.

 Inimigo odeia orações que os casais fazem juntos e usará qualquer truque para
evitar que o façam.
 Não conversem a respeito disso, não pensem ou discutam sobre o assunto, nem
planejem - APENAS OREM JUNTOS, e ponto final.
 Casais que estão feridos demais até mesmo para conversarem juntos podem orar
juntos no espírito e curar seu casamento.
 Crescimento como "uma só carne" é resultado desse tempo juntos em oração.

LIÇÃO DE CASA - O PODER DA ORAÇÃO

I. É necessária consistência e disciplina para se desenvolver uma vida de oração juntos


como esposo e esposa. Não fale a respeito, nem tão pouco planeje ou discuta sobre o
assunto. Comece!

Se vocês nunca oraram juntos antes, poderá parecer como se estivessem


aprendendo a andar de bicicleta, isto é, fazer duas coisas ao mesmo tempo. Sejam
pacientes com vocês mesmos e permitam ao Espírito Santo guia-los nestas atividades
juntos. Escolham um tempo todos os dias para orarem juntos. Não se preocupem quanto
ao tempo vocês gastam no principio, apenas que vocês façam juntos.
Escolham antes de orarem juntos os alvos ou objetivos para depois apresentarem em
oração a DEUS.

Exemplo: Esposo orar pela esposa.

- 35 -
E t er n a
A lia n ça

Esposa orar pelo esposo.


Orar pêlos filhos.
Orar pela "uma só carne"

II. Vocês Já experimentaram o poder sobrenatural de Deus? Escreva a sua experiência.

MARIDO.

___________________________________________________
___________________________________________________
___________________________________________________
___________________________________________________
___________________________________________________

ESPOSA

___________________________________________________
___________________________________________________
___________________________________________________
___________________________________________________
___________________________________________________

III. Separar um tempo para que vocês dois compartilhem seus sonhos e projetos para o
futuro.

- 36 -
E t er n a
A lia n ça

8ª MATÉRIA - ANDANDO EM ACORDO

A. PLANO DE DEUS PARA O NOSSO CASAMENTO É QUE ANDEMOS EM ACORDO.


 (Andarão dois juntos se não houver entre eles acordo? – Amós 3:3)
 Frequentemente se diz aos casais para não andarem juntos se não estiverem de
acordo.
 Recomenda-se erroneamente a separação ou o divórcio.
 Casais que querem um relacionamento feliz, devem entrar em acordo nas
decisões;
 Não adianta um dos cônjuges ficar satisfeito com a situação, enquanto o outro
sofre, às vezes até calado (a);
 Casais que se dispõem a trabalharem juntos no Ministério de Casais são
abençoados porque aprendem e crescem juntos na fé;
 Porque o desejo de DEUS é que andemos sempre juntos, precisamos aprender a
entrar em acordo. (Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à mulher,
tornando-se uma só carne – Gênesis – 2:24).
 (De modo que não são mais dois, porém uma só carne. Portanto o que
DEUS ajuntou não separa o homem. – Mateus 19:6).

B. VARIAS MANEIRAS INCORRETAS QUE OS CASAIS USAM PARA ENTRAREM EM


ACORDO:

I. Ausência de Conflitos:

 Chegar a Decisão sem discutirem.


 Considerar as alternativas e escolher a melhor, sem se preocuparem com as
consequências da decisão;

III. Manipulação:

 Se você fizer do meu jeito, eu lhe darei (dinheiro, sexo, uma noite fora, etc...).
 Um cônjuge força o outro a concordar ao oferecer ou recusar certos favores.

IV. Lógica x Emoção:

 Um cônjuge se sobressai numa discussão lógica, enquanto o outro é melhor


numa argumentação emocional.
 Ganha aquele que tiver o melhor desempenho.

C. NENHUMA DESTAS MANEIRAS ESTA CORRETA

 Elas não são a maneira de DEUS de entrar em acordo.


 Onde não há acordo, entre o esposo e a esposa, não há paz. (Tiago – 3:16)
 Isso abre a porta para o ataque do inimigo.
 Frequentemente nos mantém fora da vontade de DEUS-
 Leva um a culpar o outro pelo fracasso.
 "Não falei!!", você sempre acha que está com a razão. .
D. ACORDO DA MANEIRA DE DEUS

 Precisamos harmonizar juntos na mesma decisão;


 DEUS espera que o casal tenha o mesmo propósito, (Em verdade também vos
digo que, se dois dentre vós, sobre a Terra, concordarem a respeito de
qualquer coisa que, porventura pedirem, ser-lhes-á concedida por meu
Pai, que estás nos céus. – Mateus 18:19).Exemplo: Um cônjuge deseja

- 37 -
E t er n a
A lia n ça

adquirir um carro, enquanto o outro não quer o carro, qual dos dois pedidos
DEUS irá atender?
 Entrar em acordo é misturar-se do jeito que são, sem se tornar igual ao outro.
 Ambos são diferentes, nasceram em lugares diferentes criados com educação
diferente e às vezes pensam de forma diferente;
 DEUS fará a mistura se lhe dermos essa liberdade.

E. DISCERNINDO A VONTADE DE DEUS:

 Não necessitamos perguntar se devemos fazer determinada coisa quando está


expressamente escrita na palavra.
 A palavra nos diz como devemos educar nossos filhos de uma maneira séria, não
precisamos perguntar. (E que governe bem a própria casa, criando os
filhos sob disciplina , com todo o respeito. I Timóteo 3:4).
 A palavra nos diz que devemos pertencer a um corpo local de cristãos, não
precisamos perguntar. (Não deixemos de congregar-nos, como é costume
de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que
o dia se aproxima. - Hebreus 10:25).

I. Quanto mais tempo investirmos na palavra de DEUS, mais nossas mentes


serão transformadas para podermos logo discernir a vontade de DEUS.
(E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da
vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita
vontade de DEUS. - Romanos 12:2)..

 Tempo em que investe para entrar em acordo é muito menor do que o tempo que
se gasta para desenrolar uma decisão errada.
 Marido, como o cabeça do lar, deve declarar que o casal não agirá sem haver
acordo.
 Isso não nega papel de líder
 Marido ainda é o responsável diante de DEUS.
 É uma maneira de conseguir mais um conselho e uma confirmação. (Onde não
há conselho fracassam os projetos, mas com muitos conselheiros há um
bom êxito. – Provérbios 15:22).
 Até mesmo a palavra de DEUS precisa ser confirmada. (Não se pode tomar um
versículo isolado).

II. Não permitam que as pressões das circunstâncias alheias desviem da


busca da vontade de DEUS.

 DEUS conhece o elemento tempo e dará a resposta no seu tempo.


 Recuse uma Segunda opção: somente procure aquele acordo verdadeiro que o
Espírito Santo oferece.
 Esperar estar seguro da vontade de DEUS torna possível proceder com confiança.
 Acordo conforme a vontade de DEUS faz com que sua vontade se realize na terra.
 Casal que esteja buscando acordo desta forma constantemente, começará a
focalizar a vontade de DEUS como maneira de se viver.

PALAVRA DE VIDA

Não é a sua própria vontade, nem a do seu cônjuge que precisa prevalecer, mas à
vontade de DEUS precisa prevalecer na sua vida e no seu casamento.
DEUS conhece as suas necessidades e conhece o seu futuro.
Ele vê aonde não podemos ver.

- 38 -
E t er n a
A lia n ça

Por isso podemos confiar nele e na sua palavra,

- 39 -
E t er n a
A lia n ça

LIÇÃO DE CASA - ANDANDO EM ACORDO

I. De acordo com o estudo, qual é a maneira correta de se chegar ao acordo?


_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________

II. Quando não há acordo de ambas as partes, quais as conseqüências de casal?


_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________

III. Faça uma reflexão em seu relacionamento conjugal; estão concordando? Quais são
as dificuldades existentes que lhes impedem de entrarem em
acordo?
_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________

IV. Orem juntos todos os dias! - DEUS fará com que sua vontade seja revelada para
ambos.

_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________

\/. Leiam (Filipenses 2:2-4)

- 40 -
E t er n a
A lia n ça

9ª MATÉRIA - VIDA ÍNTIMA

 Este é um assunto muito mal comentado nos dias atuais;


 O nosso propósito e abordar este assunto de uma maneira séria, baseado na
palavra de DEUS.

A. NOSSA INTIMIDADE COM DEUS.

 Precisa haver aliança com Jesus para que haja verdadeira intimidade (Eis que
estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta,
entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo.– Apocalipse 3:20)
 Jesus é o único caminho que nos conduz ao Pai.
 Para a intimidade espiritual se requer pureza espiritual.
 Só obtemos pureza espiritual por meio do sangue derramado de Jesus Cristo. ( E
a Jesus, o Mediador da nova aliança,e ao sangue da aspersão que fala
coisas superiores ao que fala o próprio Abel. – Hebreus 12:24 )
 Cristo providenciou o único meio para nossa intimidade com DEUS.

A VIDA INTIMA DO CASAL

 Precisa ter como base, uma aliança entre o casal;


 O modelo de DEUS é debaixo da cobertura da aliança;
 O comprometimento e proteção da aliança permitem ao casal serem totalmente
unidos e fortes no Senhor;
 A união sexual sem a cobertura da aliança, se toma alvo de Satanás;
 Retira a habilidade de ser intimo;

l. Homem e Mulher foram feitos tanto físicos como emocionalmente para


experimentar grande prazer e satisfação sexual:

 Por isso não pode haver egoísmo na união sexual, buscando a satisfação de si
próprio;
 A intimidade produz vida:
 As crianças são um exemplo deste potencial;
 Leiam juntos Cantares de Salomão para que vejam a beleza da união sexual,
assim como DEUS a criou.
 A união sexual foi um presente de DEUS para Adão e Eva no jardim do Éden.
(Viu DEUS tudo quanto o fizera, e eis que era muito bom. Gênesis 1 :
31 A)
 É também o presente especial de casamento para cada casal que entra no seu
plano de aliança matrimonial. (O marido conceda à esposa o que lhe é
devido, e também semelhantemente, a esposa ao seu marido. A mulher
não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim o marido; e também
semelhantemente o marido não tem poder sobre o próprio corpo, e sim a
mulher. Não vos priveis um ao outro, salvo talvez por mútuo
consentimento, por algum tempo, para vos dedicardes à oração e,
novamente, vos ajuntardes, para que Satanás não vos tente por causa da
incontinência. – I Corintios 7:3-5 ).

C. A FALSIFICAÇÃO DE SATANÁS

 Para intimidade física se requer pureza física; i


 Esta intimidade é tão importante para DEUS, que o inimigo gasta muito tempo
corrompendo-a;

- 41 -
E t er n a
A lia n ça

 Satanás tem corrompido a união sexual com falsificações danosas ao ser humano,
com o propósito de tirar a pureza física: Ex.: Masturbação, homossexualidades,
prostituição, adultério, múltiplos parceiros, fantasias eróticas, etc... (Por causa
disso, os entregou DEUS a paixões infames; porque até as mulheres
mudaram o modo natural de suas relações intimas por outro, contrário à
natureza; semelhantemente, os homens também, deixando o contacto
natural da mulher, se inflamaram mutuamente em sua sensualidade,
cometendo torpeza, homens com homens, e recebendo, em si mesmos, a
merecida punição do seu erro. – Romanos 1: 26-27 )
 Ao invés de edificar e ministrar, degrada e corrompe, tornando impuro, sujo,
imundo; contamina, mancha e viola;
 Distancia do propósito de DEUS. (O quer adultera com uma mulher está fora
de si; só mesmo quem quer arruinar-se é que pratica tal coisa. Achará
açoites e infâmia, e o seu opróbrio nunca se apagará. – Provérbios 6:32-
33)
 É por esta razão que as Escrituras dizem que aquele que comete pecados sexuais,
pecas contra seu próprio corpo. (Fugi das impureza, qualquer outro pecado
que uma pessoa cometer é fora do corpo; mas aquele que pratica a
imoralidade peca contra o próprio corpo. I Corintios 6:18 )

D. EFEITOS DO PECADO SEXUAL.

l. Marido

 O Homem foi criado para ser terno e compreensivo com sua esposa. (Maridos,
vós igualmente vivei a vida comum do lar, com discernimento; e, tendo
consideração para com a vossa mulher como parte mais frágil, tratai-a
com dignidade, porque sois, juntamente, herdeiros da mesma graça de
vida, para que não se interrompam as vossas orações. – I Pedro 3:7)
 Quando o homem peca sexualmente, o seu coração endurece;
 No matrimonio, o coração endurecido do homem, freqüentemente, se manifesta
em (perversão sexual), ao invés de amor pela sua esposa.
 Um homem com o coração endurecido, não pode amar a sua esposa como DEUS
planejou, só através do perdão.
 Ele só mostra interesse ou afeição por ela quando quer ter relação sexual;
 Quando ele a olha ou toca, ela se sente poluída, um objeto;
 Nenhuma falsificação de Satanás o capacitará a amar como DEUS planejou;
 Somente DEUS pode tornar este coração sensível. (Dar-vos-ei coração novo e
porei dentro de vós espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra e vos
darei coração de carne. – Ezequiel 36:26).

II. Esposa

 A mulher foi criada para corresponder ao amor do homem com quem está
casada. ( As mulheres sejam submissas ao seu próprio marido, como ao
Senhor. – Efésios 5:22 )
 Em resposta ao seu amor, ela se entrega totalmente ao seu esposo.
 A sua entrega em amor, retorna em maior medida de seu marido;
 Normalmente uma mulher apreciada pelo marido não tem problemas em
corresponder com amor e entrega-se;
 Somente Jesus Cristo pode preencher este vazio, dando a paz e a satisfação que
ela deseja;

III. Homens e Mulheres contaminados pelo pecado sexual

- 42 -
E t er n a
A lia n ça

 Buscarão satisfação em condutas compulsivas tais como álcool, drogas, comidas,


jogos ou compras, múltiplos parceiros sexuais, etc...
 A frustração ou desilusão é cada vez maior e a satisfação se distancia mais e
mais. ( Há caminho que ao homem parece direito, mas ao cabo dá em
caminhos de morte. – Provérbios 14:12 ).
 Se você perdeu a pureza sexual, Jesus deseja restaurá-la;

E. CURA PARA A FERIDA DO PECADO SEXUAL

 DEUS que planejou a intimidade sexual nos redimiu da maldição do pecado e da


morte (Porque a lei do Espírito da vida, em Cristo Jesus, te livrou da lei do
pecado e da morte. - Romanos 8:2).
 Se você sente que o sexo é sujo ou se você teme desfrutá-lo, Jesus também
deseja sarar essas feridas.
 Desfrute a satisfação que DEUS planejou para você. (Digno de honra entre
todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula. - Hebreus 13:4).

l. Arrependa-se

 De todos os pecados sexuais que você cometeu.


 Antes do casamento
 Fora do casamento.
 Quaisquer atividades de perversão sexual com o cônjuge antes ou durante o
casamento
 A justificação do pecado somente nos mantém no fracasso.
 Se você não está seguro de que algo foi pecado ou se a escritura não faz menção
especifica a isto, faça as seguintes perguntas:
- Edificou?
- Um ou ambos os parceiros sentiram-se impuros?
- Houve desacordo se isto era certo ou não?
- Entristeceu o Espírito Santo?

II. Receba o Perdão.

 Após você ter arrependido de todo o pecado sexual, receba não somente o
perdão de Jesus, mas a purificação de seu sangue. ( Se Confessarmos os
nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos
purificar de toda injustiça. ( I João 1:9 ).
 Peça a DEUS que lhe ensine como amar o seu cônjuge.
 Receba de Jesus a restauração de sua inocência. ( Cria em mim, ò DEUS, um
coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável. – Salmos
51:10 )

III. Perdoe.

 A qualquer um que lhe tenha ferido ou usado sexualmente, com o seu


consentimento ou não.
 Por meio de incesto, estupro, sexo pré-marital, adultério, caricia ou exibicionismo.
 Talvez tenha sido um amante, ex-cônjuge, um parente, amigo ou inclusive seu
cônjuge que se relacionava com você em luxúria e não em amor.
 Perdoe e entregue-os a Jesus.
 Perdoe a você mesmo, ainda que tenha consentido ou sido uma vitima inocente.
 Comece a amar a você mesmo como Jesus te ama. Você é precioso para Ele.

IV. Tome autoridade sobre os espíritos demoníacos que obtiveram acesso pelo
pecado.

- 43 -
E t er n a
A lia n ça

 Eles criam áreas de domínio demoníacas.


 São áreas nas quais você simplesmente não pode manter vitória.
 Não é o caso de não tentar, você é dominado nessa área.
 As manobras espirituais podem produzir: vergonha, promiscuidade, impotência,
frigidez e muitas coisas mais.
 Peça ao Espírito Santo que revele qualquer um desses espíritos imundos
designados e tome autoridade sobre eles no nome de Jesus.

F. MANTENDO A VITORIA.

I. Para manter a vitória obter a cura completa você precisa se afastar da


impureza.

 renovar sua mente com a Palavra de DEUS (Rogo-vos, pois, irmãos, pelas
misericórdias de DEUS, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e
agradável a DEUS, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis com este
século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que
experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de DEUS. - Romanos
12:1, 2).
 A mente é o campo de batalha onde o inimigo tenta recuperar o que perdeu.
 Protejam - se da imagem mundana do sexo promíscuo.
 Alimentada através da pornografia, telenovelas, romances etc.
 Você tem a mente de Cristo (Pois, quem conheceu a mente do Senhor, que o possa
instruir ? Nós, porém, temos a mente de Cristo. – I Corintios 2:16)
 Recuse os pensamentos do inimigo.(Eu porém vos digo:qualquer que olhar para uma
mulher com intenção impura, no coração, já adulterou com ela. – Mateus 5:28)

II. Juntos guardem sua união sexual como marido e mulher.

 Não rotule seu cônjuge por causa dos erros passados;


 Protejam-se contra os possíveis ataques do inimigo;
 È necessário deixar o envolvimento emocional com todas as pessoas com as quais
você teve algum envolvimento sexual (seja com o seu consentimento ou não).
 Permaneçam unidos como equipe de uma só carne no poder de Jesus.

III. Sejam guiados pelo Espírito Santo em todas as cousas, inclusive sua união
sexual.

 Geralmente somos guiados pela paixão (carne) ou pêlos sentimentos (alma).


 Espírito Santo nos dá direção antes e depois de casarmos para que nos
mantenhamos na vontade de DEUS.
 Se ouvirmos a sua voz antes de casarmos, sabemos como ouvi-la depois.
 Infelizmente, nós normalmente não temos buscado sua direção para nossa união
sexual.
 Precisamos estar atentos à sua voz.
 Ele nos ministrará através de nossa união sexual se formos obedientes.

IV. Separem tempo para ministrar um ao outro sexualmente.

 Não fiquem tão ocupados de modo que não haja tempo para se relacionarem
sexualmente.
 Não se tornem tão "espirituais" que não tenham relacionamento físico.
 DEUS manda o esposo e a esposa terem relação sexual. (Não vos priveis um
ao outro, salvo talvez por mútuo consentimento, por algum tempo, para

- 44 -
E t er n a
A lia n ça

vos dedicardes à oração e novamente vos ajuntardes, para que Satanás


não vos tente por causa da incontinência. – I Corintios 7:5 )
 Este é o aspecto do relacionamento de casamento que o torna diferente de todos
os demais.
 DEUS ministrará a vocês de uma relação sexual saudável.
 O casamento fica vulnerável ao ataque do inimigo, quando não há união sexual.

G. CONCLUSÃO

 Permitam que DEUS renove o seu "namoro";


 As apreciações sejam renovadas um pelo outro;
 Também o respeito seja renovado um pelo outro;
 Não se preocupem, o amor e o desejo sexual logo se seguirão;
 As feridas na alma levam algum tempo para cicatrizar;
 Sejam pacientes um com o outro durante o período de restauração;
 Submetam-se ao Senhor Jesus e permitam-lhe colocar novamente o desejo um
pelo outro em seus corações

- 45 -
E t er n a
A lia n ça

LIÇÃO DE CASA – VIDA ÍNTIMA

NOTA IMPORTANTE

Esta lição nos leva a examinar as atividades sexuais passadas. Não "descarregue"
informações sobre o seu cônjuge. Antes que qualquer pecado desta natureza seja
compartilhado entre vocês dois, é necessário orar, jejuar e se preparar espiritualmente.

I. Se o relacionamento sexual necessita cura, é preciso seguir as instruções


dadas nesta lição:

a) Confessem a DEUS qualquer pecado sexual encoberto, arrependam-se e recebam


perdão, perdoem-se a si mesmos, porque o preço foi pago através do sangue de Jesus
derramado na cruz.

b) Quebrem todos os laços relacionados com o pecado cancelem em nome de Jesus a


maldição sobre sua descendência, se você foi ferido sexualmente quando criança ou
adulto, perdoe àqueles que o feriram

c) Faça essa oração:


Pai, em nome de Jesus, arrependo-me de todos os pecados sexuais nos quais estiver
envolvido, recebo teu perdão agora, no nome de Jesus. Decido perdoar aqueles que
me feriram, decido perdoar a mim mesmo, renuncio a todos os laços de tentação,
lava toda impureza purificando todo o meu ser, em nome de Jesus, Amém!

II. A estimulação visual é um aspecto importante do amor sexual (Cantares 1:5;4:1-7)

Resolva hoje ser uma benção na sua aparência, para seu cônjuge.

O que você pode fazer para melhorar a sua aparência ?

Marido:
_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________

Esposa:

_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________

III. A troca de palavras amáveis estimula a relação sexual muito antes que
entremos na intimidade.
Palavras consistentes de carinho e elogio significam muito mais que aquelas poucas
pronunciadas imediatamente, antes de se fazer amor.
Assim como no namoro existem palavras de admiração um ao outro, precisamos
também elogiar nosso cônjuge.

IV. Tire o foco dos defeitos e faça uma lista das coisas que você gosta em seu cônjuge:

Marido;
_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________

- 46 -
E t er n a
A lia n ça

_____________________________________________________

Esposa:
_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________
_____________________________________________________

- 47 -
E t er n a
A lia n ça

PALAVRA DE VIDA

O ato sexual (Cantares 1:2; 2:6; 8:3 ) é o passo final, e não o primeiro; na excitação
sexual, os homens devem estar conscientes do impacto que isto terá na satisfação de suas
esposas.
Freqüentemente as mulheres são mais lentas para excitar-se e encontram maior satisfação
em um esposo que esta disposto a abraça-la e beija-la em outras situações e não apenas
no momento do relacionamento sexual. A ternura e o amor que ele mostra, será
desenvolvido de uma maneira cada vez mais amorosa.
Outro aspecto importante é sobre o que está ocupando nossa mente durante o ato sexual,
pensar em outra pessoa ou imaginar outras constitui adultério em pensamentos. Em
Provérbios 23:7 - diz: "porque, como imaginar em sua alma (em seu pensamento) assim
ele é, ..." nossa vida interior determinará nossas ações.
Tome uma decisão, a pornografia dos filmes, revistas românticas, telenovelas produz uma
imagem falsa (fantasia ) da união sexual planejada por DEUS.
Abandone as coisas que tem te afastado de seu cônjuge e preencha a sua mente com a
palavra de DEUS e desfrute da intimidade verdadeira que DEUS preparou para vocês.
Leiam Provérbios 5:15-20.

- 48 -
E t er n a
A lia n ça

10ª MATÉRIA – VENCENDO O INIMIGO

A. RECONHECENDO O INIMIGO

 O inimigo não é o cônjuge, filhos, familiares, ou pessoas de nosso convívio;


 Muitos casais lutam entre si, e não reconhecem o verdadeiro inimigo;
 Não podemos vê-lo com os olhos naturais, pois ele - o inimigo - é espírito;
 Mas vemos o resultado de seu trabalho: Ex.: Brigas, adultérios, morte, etc...
(João 10:10)

B. O PROPÓSITO DE DEUS É QUE O CASAL LUTE EM EQUIPE CONTRA O


INIMIGO.

 DEUS deu habilidades ao homem e à mulher;


 Quando combinadas, se torna uma equipe de guerra imbatível;
 Na maioria das famílias, apenas um cônjuge faz a batalha;
 Se não estamos trabalhando contra o inimigo juntos, estamos desperdiçando
recursos preciosos;
 Aproveitem esta oportunidade para que o Senhor os ensine a lutarem juntos.

C. TEMOS AS MESMAS HABILIDADES QUE DEUS DEU A ADÃO E EVA.

l. A queda perverteu seu funcionamento.

1. MULHER

 Auxiliadora - DEUS colocou dentro da mulher uma habilidade semelhante a de


DEUS para auxiliar nas batalhas.
 Nós a rotulamos de "radar".
 Conhecimento interior que percebe o ataque do inimigo.
 DEUS o colocou na mulher para detectar a atividade do inimigo de longe.
 Um aspecto de auxiliadora para proteção da família.

2. HOMEM

 Guerreiro - DEUS deu a Adão a habilidade de guerreiro.


 Desejo de vencer, de ser o melhor em tudo.
 Dada para triunfar sobre o inimigo.
 A aproximação do inimigo desperta a qualidade de guerreiro.

A perversão das habilidades.

1. ataque de Satanás

 A estratégia de primeiro derrubar o radar. (Mas a Serpente, mais sagaz que


todos os animais selváticos que o Senhor DEUS tinha feito, disse à
mulher: É assim que DEUS disse: Não comereis de toda a árvore do
jardim. - Gênesis 3:1).v
 A distração funcionou, o radar falhou.

2. Logo depois do fracasso do radar:

 O guerreiro falhou. (Vendo a mulher que a árvore era boa para se comer,
agradável aos olhos e árvore desejável para dar entendimento, tomou-

- 49 -
E t er n a
A lia n ça

lhe do fruto e comeu e deu também ao marido, e ele comeu. - Gênesis


3:6).

3. Efeitos da queda no radar (esposa).

 Não capta somente discernimento espiritual.


 Agora capta tudo (como a neve em uma tela de radar).
 As coisas da carne (temor, suspeita, critica, ansiedade e preocupação).
 Ansiedade e agressividade são os resultados dessa sobrecarga.

4. Efeitos da queda no guerreiro (Marido).

 Agora luta para vencer os demais homens, e não os inimigos espirituais.


 Ignoram o poder de destruição do inimigo espiritual;
 o marido se isola da esposa, ao invés de ouvir seus conselhos.

D. DEUS PROVIDENCIOU UMA ARMADURA ESPIRITUAL PARA A NOSSA


PROTEÇÃO NA BATALHA.

 Vistam pela fé esta armadura diariamente, nunca a tirem; coloque-a também


sobre seus filhos. (Revesti-vos de toda a armadura de DEUS, para poderdes
ficar firmes contra as ciladas do diabo. Estai pois, firmes cingindo-vos
com a verdade, e vestindo-vos da couraça da justiça. Calçai os pés com a
preparação do evangelho da paz; embraçando sempre o escudo da fé,
com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno.
Tomai também o capacete da salvação e a espada do Espirito, que é a
palavra de DEUS. – Efésios 6: 11; 14-17).

1. O capacete da salvação.

 Cobre a mente protegendo os pensamentos.


 Certeza de que está salvo da condenação eterna. (Estas coisas vos escrevi, a
fim de saberdes que tendes a vida eterna, a vós outros que credes em
nome do filho de DEUS. – I João 5:13 )

2. A couraça da justiça.

 Cobre o coração da malícia humana (O Homem bom, do bom tesouro do


coração tira o bem, e o mau do mau tesouro tira o mal; porque a boca
fala do que está cheio o coração . – Lucas 6: 45 ).

3. O Cinturão da verdade.

 Nos dá força para lutar contra o inimigo.


 A verdade da palavra produz vida.

4. Os sapatos da preparação do Evangelho da Paz.

 Sempre disposto a levar o Evangelho a outras pessoas;


 Assim fazendo, cumprimos o propósito de DEUS, peio qual estamos salvos.

5. O Escudo da Fé.

 A Fé protege contra circunstâncias difíceis;


 Protege-nos da dúvida e do medo;
 Com ele, nos defendemos das acusações de Satanás:

- 50 -
E t er n a
A lia n ça

6. A Espada do Espírito.
 A Espada é a Palavra de DEUS.
 É uma arma ofensiva, precisa ser pronunciada diariamente.
 Com a palavra de DEUS, Jesus venceu a tentação no deserto dizendo: "Está
escrito".
 Orem sempre no espírito

F. OUTROS RECURSOS QUE RECEBEMOS PARA A BATALHA.

I. Autoridade no nome de Jesus.

 Toda autoridade no céu e na terra foi dada a Jesus (Jesus, aproximando-se,


falou-lhes, dizendo: Toda autoridade me foi dada no céu e na terra. -
Mateus 28:18).

II. Poder no Sangue de Jesus. '

Porque o sangue foi derramado?

 O sangue teve que ser derramado para o perdão do pecado (Com efeito, quase
todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem
derramamento de sangue, não há remissão. Hebreus 9:22)
 O sangue de Jesus vence o inimigo (Eles, pois, o venceram por causa do
sangue do cordeiro e por causa da palavra do testemunho que deram e,
mesmo em face da morte, não amaram a própria vida. - Apocalipse
12:11).
 Uma vez que recebemos Jesus como Senhor e Salvador, o sangue de Jesus
começa a atuar em nossas vidas.

III. Louvor.

 O senhor habita nos louvores do seu povo (Contudo, tu és santo, entronizado


entre os louvores de Israel. – Salmos 22:3).
 Louve ao Senhor frequentemente.
 Arma poderosa.
 ELE é digno de nosso louvor.

G. TEMOS A VANTAGEM DAS ARMAS.

 Nossas armas são revestidas do poder de DEUS e são de natureza sobrenatural


(Porque as armas da nossa milícia não são armas carnais, e, sim,
poderosas em DEUS, para destruir fortalezas; anulando sofismas e toda
altivez que se levante contra o conhecimento de DEUS, levando cativo
todo pensamento á obediência de Cristo; e estando prontos para unir
toda desobediência, uma vez completa a vossa submissão” ( II Corintios
10:4-6 ).
 As armas do inimigo são de natureza carnal;
 Ele ataca nas áreas fracas de nossa carne: Ex.: área, sexual, emocional, etc...;
 Permaneçam no espírito quando lutarem contra o inimigo; e submetam-se ao
Espírito Santo

H. COM ARMAS SUPERIORES E A PROTEÇÂO DE DEUS, PORQUE AINDA


FALHAMOS ?

- 51 -
E t er n a
A lia n ça

 Sejam sóbrios e vigilantes (Sedes sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso


adversário, anda ao derredor, como leão que ruge procurando alguém
para devorar – I Pedro 5:8 )
 Como equipe de uma só carne, patrulhem as suas cercas diariamente;
 Verifique as entradas para que o inimigo não entre;

- 52 -
E t er n a
A lia n ça

LIÇÃO DE CASA - VECEND O INIMIGO

I. Comece a ver o lar de vocês como FORTE, um lugar protegido contra o ataque do
inimigo. Pensem em algumas das maneiras ou brechas que o inimigo ganha acesso a
esse FORTE.

Quais são:

_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________

II. De acordo com o estudo, o que vocês podem fazer como equipe de uma só carne par
cancelar as brechas?
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________

III. Dedicar um tempo "fora do lar", com o cônjuge para haver mais unidade.

_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________

- 53 -
E t er n a
A lia n ça

11ª MATÉRIA – TRANSFORMADOS


PELA PALAVRA

A. É HORA DE EXAMINAR NOSSO ESTILO DE VIDA.

l. Reconhecimento.

 Durante este curso temos aprendido como deve ser nossa maneira de viver no
contexto familiar;
 Reconhecer onde estamos errando é humildade
 Mudarmos nossas atitudes para melhor é sabedoria.

II. Dificuldades na identificação

 É necessário que alguém o aponte para nós


 È preciso que a luz da palavra de DEUS brilhe contra as trevas. (Lâmpada para
os meus pés é a tua palavra e luz, para os meus caminhos. –Salmos
119:105)
 Quando vivemos em trevas, sempre tropeçamos e caímos;
 Quando vivemos na luz da palavra de DEUS, evitamos muitos problemas
 Precisamos viver segundo a vontade de DEUS. (Porque os meus pensamentos
não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus
caminhos, diz o Senhor, porque como os céus são mais altos que a terra,
assim são os meus caminhos mais altos que os vossos caminhos, e os
meus pensamentos mais altos que os vossos pensamento. - Isaias
55:8,9 ).
 DEUS sabe o que é melhor para nós.

B. CONHECENDO O CERTO E O ERRADO

I. Aquilo que fazemos e se ajusta na palavra de DEUS é o certo

 Exemplos: Amor, fidelidade, perdão, honestidade, verdade.


 Precisamos cultivar e continuar praticando aquilo que é certo;

II. Aquilo que fazemos e não se ajusta na palavra de DEUS é o errado

 Exemplos: Ódio, infidelidade, orgulho, egoísmo, desonestidade, violência,


mentiras, etc...

C. A FONTE PARA MUDANÇA É A PALAVRA DE DEUS .

 Precisamos de cada um dos princípios bíblicos que foram compartilhados no


curso, para mudarmos os padrões errados do passado
 É importante que vocês entendam cada princípio da Palavra que foi estudado e
saibam como aplicá-lo em seu casamento.
 Se vocês tiveram dificuldades em qualquer área, é preciso voltar e obter vitória.
 Isso é um projeto para o resto da vida, buscar a perfeição (Não que eu o tenha
já recebido ou tenha já obtido a perfeição; mas prossigo para conquistar
aquilo para o que também fui conquistado por Cristo Jesus. Irmãos,
quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado, mas uma coisa faço:
esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que
diante de mim estão, prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana
vocação de DEUS em Cristo Jesus. - Filipenses 3:12-14 ).

- 54 -
E t er n a
A lia n ça

D. INICIANDO A MUDANÇA.

 Jesus redimiu o nosso casamento levando-o de volta ao mesmo estilo de vida que
Adão e Eva tiveram no casamento deles.
 Não havia pecado (trevas) entre Adão e Eva.
 Quando o pecado entrou, eles se cobriram para se esconder de um do outro.
(Ora, um e outro, o homem e sua mulher, estavam nus e não se
envergonhavam. Gênesis 2:25).
 Não pode haver nenhum pecado entre marido e esposa.
 Não devemos nos esconder um do outro.
 Devemos ser abertos e honestos um com outro.

E. ARREPENDAM DE TODOS OS SEUS PECADOS

 O pecado nos separa de DEUS. (Mas as vossas iniqüidades fazem separação


entre vós e o vosso DEUS; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de
vós, para que vos não ouça. - Isaias 59:2)
 O pecado não é apenas uma questão particular.
 O pecado prejudica o nosso cônjuge, nossa família e todos os que estão próximos
 Podemos e devemos nos livrar de todo o pecado em nossa vida.
 Pecados conhecidos ou os pecados escondidos (Portanto, não os temais; pois
nada há encoberto, que não venha a ser revelado; nem oculto, que não
venha a ser conhecido. - Mateus 10:26).
 Pecados de conseqüências grandes ou pequenas.
 Áreas enterradas profundamente, altamente sensíveis.
 O pecado continua a ter força até que seja exposto á luz, através do
arrependimento.

H. PLANEJAMENTO FAMILIAR

I. Desenvolva o diálogo em família

 (Sabeis estas coisas, meus amados irmãos. Todo homem, pois, seja
pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar. – Tiago 1:19)
 Trabalho, estudo, lazer, são importantes na nossa vida;
 Mas perderá o valor se a família estiver desunida;
 O diálogo requer 03 coisas:
• Ouvir o que o outro tem a dizer;
• Compreender o que o outro verdadeiramente disse;
• Falar com amor e respeito.

II. Planeje as finanças em família

 O planejamento financeiro nos livra de grandes problemas: passados, presentes


e futuros;
 Precisamos saber a Sabedoria de DEUS. (Se, porém algum de vós necessita
de sabedoria, peça-a a DEUS, que a todos dá liberalmente e nada lhes
impropera; e ser-lhe-á concedida. – Tiago 1:5 )
 Precisamos nos unir no mesmo propósito;
 Exemplo: A família decidiu cortar gastos e não comprar, além do necessário, pôr
um tempo determinado.
 Evitem o uso de cheques pré-datados, cartões de crédito, etc...
 As dívidas causam grandes problemas no casamento;
 Ensinem os filhos a viverem no padrão real da família e não se comparar com
outras famílias de melhor condição financeira;

- 55 -
E t er n a
A lia n ça

 Deseje de DEUS uma melhor condição financeira, mas nunca deixe de agradecer
pôr todas as bênçãos que DEUS têm derramado em sua família.
 Seja fiel à DEUS, porque DEUS fará realizar os seus sonhos.

III. Estabeleçam padrões de vida baseados na palavra

 Orem juntos, é melhor terem um tempo curto e constante do que um longo e


inconstante;
 Leiam sempre a palavra de DEUS;
 Participem ativamente de uma igreja onde o evangelho de Jesus Cristo é
pregado, tal como a bíblia nos ensina;
 DEUS tem compromisso com a sua palavra e não com nenhuma religião. (Disse-
me o Senhor: Viste bem, porque eu velo sobre a minha palavra para se
cumprir. – Jeremias 1:12)

l. CONFIEM NO PODER DE DEUS PARA AS MUDANÇAS

 Recebemos o seu perdão e estamos livres da condenação, (Portanto nenhuma


condenação há para os que estão em Cristo Jesus. – Romanos 8:1)
 O diabo não tem nenhum poder de nos segurar;
 A unidade do casal é o propósito de DEUS;

- 56 -
E t er n a
A lia n ça

LIÇÃO DE CASA –TRASNFORMADOS PELA PALAVRA

" Não vos lembreis das coisas passadas, nem considereis as antigas. Eis que faço uma coisa
nova, agora sairá à luz; porventura não a percebeis? Eis que porei um caminho no deserto, e
rios no ermo” . Is. 43:18,19

I. Como têm sido a sua conduta em relação ao conhecimento da palavra de DEUS? Suas
atitudes têm sido certas ou erradas? Relacione algumas de suas qualidades existentes e
alguns defeitos que o Espírito Santo têm revelado existentes em sua vida.
Sejam honestos com vocês mesmos, lembre-se que só mudaremos para melhor se
reconhecermos os defeitos que temos.

Esposo:
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

Esposa:

________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

II. A palavra de DEUS nos revela o estilo de vida que devemos seguir. O que DEUS
espera que façamos após conhecermos a sua palavra (Tiago 1:22-25)
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

III. O planejamento familiar é necessário para o equilíbrio financeiro e emocional da


família. É necessário compreensão, disciplina. Vocês têm feito um
planejamento dentro do orçamento real da família? Quais são as dificuldades?

________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

- 57 -
E t er n a
A lia n ça

12ª MATÉRIA - CHAMADOS A DAR BONS FRUTOS

A. PLANO ORIGINAL DE DEUS DESDE O INICIO DA CRIAÇÃO, É QUE


PRODUZAMOS FRUTOS.

 (E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos,


e enchei a terra, e sujeitai-a – Gn. 1:28)
 Estudamos juntas onze matérias.
 Multiplicar é permitir que a boa semente que DEUS colocou em nós produza
frutos.
 Jesus nos deu uma missão. (Não fostes vós que me escolheste a mim;
pelo contrário, eu vos escolhi a vós outros e vos desgnei para que
vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo
quanto pedires ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda.- João
15:16.)
 DEUS exige frutos e não folhas. (Então Jesus proferiu a seguinte
parábola: Certo homem tinha uma figueira plantada na sua vinha e,
vindo procurar fruto nela, não achou. Pelo que disse ao viticultor:
Há três anos venho procurar frutos nessa figueira e não acho; podes
cortá-la; para que está ela ainda ocupando inutilmente a terra? Ele
porém respondeu: Senhor deixa-a ainda este ano, até que eu escave
ao redor dela e lhe ponha estrume. Se vier a dar fruto, bem está; se
não, mandarás cortá-la. – Lucas 13: 6-9 )
 O sucesso na produção de frutos consiste em permanecermos em Jesus
Cristo e as suas palavras permanecerem em nós. (Eu sou a videira, vós
os ramos. Quem permanece em mim, e eu, nele, esse dá muito
fruto; porque sem mim nada podeis fazer. – João 15:5.)
 Durante o curso, o casal é nutrido pela palavra de DEUS.
 Depois do curso o casal precisa se envolver na Igreja para continuar sendo
nutrido pela palavra.

B. OS FILHOS SÃO UM DESAFIO PARA O CASAL.

 A responsabilidade de Ter os filhos como " Bons frutos "não é da escola,


nem da igreja, e nem dos avós ou tios.
 Esta responsabilidade pertence aos pais;
 Marido e esposa não podem estar tão ocupados com o trabalho ou outras
coisas, a ponto de negligenciarem este importante ministério;

C. DEVERES DOS PAIS

 Criar, ensinar e treinar os filhos na Palavra de DEUS. ( E vós, pais, não


provoqueis vossos filhos à ira, mas criai-os na disciplina e na
admoestação do Senhor. - Efésios 6:4 )

I. Criar os filhos

 Os Filhos são um presente do Senhor. (Herança do Senhor são os filhos;


o fruto do ventre , seu galardão. – Salmos 127:3)
 Os filhos são a seqüência de nossa história.
 Devemos educá-los preparando-os para viver no propósito de DEUS.
 Os pais têm a responsabilidade de criar em seus filhos o caráter de Jesus
Cristo.

- 58 -
E t er n a
A lia n ça

 Os filhos precisam Ter um encontro com DEUS;


 É muito mais que ir á igreja, é Ter uma aliança com Jesus Cristo;

II. Ensinar os filhos

 Desde a infância. (A quem, pois, se ensinaria o conhecimento? E a quem se


daria entender o que se ouviu? A caso, aos desmamados e aos que foram
afastados dos seios maternos? – Isaias 28:9)
 Filhos que são ensinados desde a infância, têm um futuro abençoado. (Ensina a
criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se
desviará dele. – Provérbios 22:6)
 Devemos ensiná-los em todas as situações. (Tu as inculcarás a teus filhos, e
delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao
deitar-te e ao levantar-te. – Deuteronômio 6;7)
 Não se sinta constrangido com certas situações. Ex.: Perguntas sobre sexo, etc...
 Aproveite as situações para ensiná-los a palavra de DEUS;
 Ensine na medida certa, conforme a idade e capacidade de entendimento;
 Não se precipite na resposta, pois tudo tem o momento certo;

III. Treinar os filhos

 Meu filho, meu discípulo;


 Os filhos têm a tendência de seguir o exemplo dos pais;
 Desde pequenos imitam a nossa maneira de viver;
 Peçam perdão a eles quando vocês falharem;
 Lembre-se: uma atitude vale mais do que mil palavras;
 Os filhos necessitam de incentivo, para vencerem os obstáculos da vida;
 Muitos pais criticam, a ponto de desanimarem seus filhos criando um complexo
de inferioridade;
 Jesus Cristo nos deu o exemplo de como produzir frutos. (Eu lhes fiz conhecer
o teu nome e ainda o farei conhecer, a fim de que o amor com que me
amaste esteja neles, e eu neles esteja. João 17:26.)
 Ele amou, ensinou, repreendeu, treinou, intercedeu, incentivou, deu a vida para
que os seus discípulos permanecessem no piano de DEUS.
 Assim também os pais devem fazer com seus filhos;
 É preciso que os pais sejam amigos dos filhos, sem perderem a sua autoridade;

- 59 -
E t er n a
A lia n ça

IV. A disciplina é responsabilidade dos pais

 Os filhos precisam ser controlados e conduzidos pêlos pais. ( Que governe bem
a sua casa tendo seus filhos sob disciplina, com todo respeito. I Timóteo
3:4 ).
 Eles não possuem a mesma experiência e entendimento dos pais;
 Em muitas famílias acontece o contrario, os filhos são que controlam os pais.
 Os pais precisam colocar limites aos filhos, não se pode fazer tudo o que se quer.
Ex.: Há limites para o nosso corpo, para com a sociedade, etc...
 Se não colocarmos limites, a policia vai colocá-los, e à sua maneira;
 Coloquem limites desde pequenos, para que cresçam em segurança e não lhes
envergonhem. - (A vara e a disciplina dão sabedoria, mas a criança
entregue a si mesma vem a envergonhar à sua mãe. – Provérbios 29:15 )
 Os pais precisam passar tempo com os filhos;
 Muitos filhos não compreendem os pais;
 Pais que não compreendem os filhos, principalmente na adolescência;
 Havendo diálogo, haverá compreensão e confiança;

\/. A correção é atitude de Amor

 (O que retém a vara aborrece a seu filho, mas o que o ama, cedo, a
disciplina. – Provérbios 13:24)
 Psicólogos incrédulos na palavra de DEUS, implantaram na sociedade, cerca de
trinta anos atrás, uma campanha contra a correção;
 Defendiam um conceito: "Bater é antiquado e inibe o desenvolvimento da
criança";
 O resultado está aí: uma juventude sem limites morais e éticos, totalmente
rebelde a DEUS, aos pais e ao governo civil;
 A bíblia defende a correção física, mas condena o espancamento, que é um
extremo. (Castiga ao teu filho enquanto há esperança, mas não te exceda
a ponto de matá-lo. – Provérbios 19:18)
 Os pais não podem através da correção, descarregar toda a sua ira sobre os
filhos. (E vós, pais, não provoquei-vos vossos filhos à ira... -
Efésios 6:4 A )
 O diálogo deve sempre estar em primeiro lugar.
 Mas os filhos insensatos precisam ser controlados pela força física. (O açoite é
para o cavalo, o freio, para o jumento, e a vara para as costas dos
insensatos. – Provérbios 26:3)
 A correção deve ser aplicada com amor e não com ira, para que alcance o
objetivo correio;
 Pais que nunca foram eficientes na correção, têm muita dificuldade de fazê-la
com os filhos na adolescência;
 Busque a sabedoria de DEUS;
 Respeite a personalidade de seu filho;
 Não o corrija em. seu rosto, nem em outra parte do corpo que não seja propicia;
 Não o corrija diante de seus colegas, para não densorá-lo;
 Não caia na descredibilidade dos filhos, prometendo a correção e não aplicando;
 Cuidado ! Não tire a autoridade de seu cônjuge;
 Se o seu cônjuge estiver corrigindo de forma errada, converse sobre o fato longe
da presença dos filhos;
 Juntos, pai e mãe, terão melhores resultados na educação dos filhos

VI. Lidando com os adolescentes

- 60 -
E t er n a
A lia n ça

 Compreenda que estão atravessando de uma fase da vida para outra;


 Querem ser bem sucedidos nas atitudes e pensamentos para provarem a si
mesmos, aos pais e aos amigos que eles cresceram;
 Por não conseguirem, se tomam as vezes difíceis de se relacionarem, as vezes
somente os pais o suportam;
 Os pais são a principal influência sobre os filhos. (Pela recordação que guardo
de tua fé sem fingimento, a mesma que, primeiramente, habitou em tua
avó Lóide em tua mãe Eunice, e estou certo de que também em ti. - II
Timóteo 1:5.)
 Salomé foi mal influenciada por sua mãe. (Então , ela, instigada por sua mãe,
disse: Dá-me, aqui, num prato, a cabeça de João Batista. - Mateus 14:8.)
 Os filhos adolescentes estão sob a responsabilidade dos pais;
 Portanto ensinem-lhes sobre o verdadeiro propósito do namoro;
 O namoro é o conhecimento para se chegar ao casamento;
 É preciso Ter maturidade para começar a namorar;
 Evitando assim um casamento com povo de cultura diferente e de religiões
diversas. (Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis. Pois que a
sociedade tem a justiça com a injustiça ? E que comunhão tem a luz com
as trevas ? – II Corintios 6:14) .
 Para que eles tenham um casamento feliz, é preciso escolher bem o cônjuge.
 Este é com certeza, um Ministério muito difícil , mas muito importante.
 Lembre-se; vocês têm o poder do ESPIRITO SANTO para os ajudar.

C. A GRANDE COMISSÃO

 (É me dado todo o poder no céu e na terra. Portanto, ide e fazei


discípulos de todos os povos, batizando-os em nome do Pai e do Filho e
do Espírito Santo, ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos
tenho mandado. E certamente estou convosco todos os dias, até á
consumação do século. Mateus 28 : 18-20)
 Somos chamados a fazer parte da grande comissão. O plano de DEUS é que o
Ministério de uma só carne seja frutífero alcançando outros casais.
 Vocês foram chamados de acordo com o propósito dele. (Sabemos que todas
as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a DEUS, daqueles
que são chamados segundo o seu propósito. Romanos 8 : 28.)
 O propósito de DEUS é que seu casamento seja forte de tal forma que possa
alcançar outros em seu nome.
 Em vocês existe a luz de cristo.
 Essa luz precisa brilhar o mundo.
 Muitos casais estão sem esperança, não sentem alegria em viver em família.
 Nós conhecemos a solução
 A solução é o Senhor Jesus Cristo.

O Ministério de Casais Eterna Aliança tem imensa alegria de trabalhar


juntamente com vocês para levar as famílias sem esperança, a pessoa do
Senhor Jesus e a sua palavra para que haja salvação, paz, amor, alegria e
unidade.

- 61 -
E t er n a
A lia n ça

PALAVRA DE VIDA

Não te mandei eu? Esforça-te e tem bom ânimo, não pasmes, nem te espantes, porque o
Senhor teu Deus é contigo por onde quer que andares. Js. 1:9.

- 62 -