You are on page 1of 2

Questões sobre o filme “E a vida continua...

1. Em quais situações o filme coloca o conflito entre liberdade individual e saúde pública? Por exemplo quando se propõe o fechamento das saunas. É proposto uma restrição à liberdade sexual para se evitar a disseminação da AIDS. Em sua opinião, como esta questão deve ser tratada pelos órgãos responsáveis pela saúde pública do país? As necessidades de muitos sobrepujam as necessidades de poucos. Em muitas ocasiões abrimos mão de liberdades para ganhar funcionalidade ou segurança. Por exemplo, a rua é divida em 2 vias, sendo que abrimos parte de nossa liberdade (a possibilidade de andar na contra mão) para ganharmos maior segurança e funcionalidade. Do mesmo modo poderiam ser criadas leis e mecanismos para evitar a disseminação da doença.

2. Quais os diferentes interesses que no filme aparecem como influenciando diretamente a identificação, pesquisa, prevenção e tratamento da Aids? Interesses políticos conservadores que negavam a existência de comunidades homossexuais e assim não liberavam orçamento para pesquisa. Interesses da industria do sangue devidos aos custos em relação aos testes de para AIDS. Interesses do FDA em não “sobrecarregar” a indústria. 3. Como a ciência e a produção do conhecimento científico se colocam, na perspectiva do filme, em relação à construção social da Aids? Resposta: No filme o CDC é responsável por informar a população e esclarecer as características de contágio da doença. Note que as informações não eram passadas de maneira clara por questões políticas e sociais e também de indústria. 4. Como o preconceito interfere na prevenção e tratamento da Aids? Em quais situações em que isto é abordado no filme? Resposta: Primeiro por não se disponibilizar fundos para pesquisa. O governo negava a existência da doença e, se estava matando os homossexuais, melhor.

5. Analisando a história do início da epidemia da Aids retratada no filme, quais as lições que podemos aprender para procurar não repetir? Resposta: Tomar posicionamentos mais fortes e claros, mesmo arriscando uma “reação exagerada”

6. No seu ver, existem semelhanças entre o início da epidemia da Aids e a recente epidemia do vírus H1N1? Resposta: Eu apontaria mais diferenças que semelhanças, por exemplo, o início da epidemia da AIDS estava restrito a um grupo social específico (e discriminado), já a H1N1 estava mais generalizada. Quais? Resposta: Ambas são virais, ambas necessitam de pesquisa para elucidação, ambas são potencialmente fatais (porém em escalas diferentes)