Agências Missionárias

A Voz dos Mártires Quem Somos ?

A Missão A Voz dos Mártires é uma organização interdenominacional mantida por doações voluntárias de irmãos em Cristo de todas as denominações. Ela, portanto é mantida pela fé. Como temos uma natureza totalmente interdenominacional ajudamos indistintamente a igreja de nosso Deus. Estamos trabalhando nos campos missionários onde há maior necessidade de ajuda! Os países em que trabalhamos tem as fronteiras fechadas para o evangelho, sejam por motivos religiosos, políticos ou filosóficos.
 

Nestes países para se evitar o crescimento do cristianismo se persegue e proíbe tudo que tenha a ver com nosso Senhor Jesus e a pregação do seu evangelho. Nestes países as igrejas funcionam em condições precárias, pois seus líderes são perseguidos, mortos e torturados. Não se tem acesso à palavra de Deus, pois é vetada a distribuição ou impressão de livros religiosos, hinários e Bíblias.

É nesses casos que se faz necessário que alguém ouça o grito de sofrimento de nossos irmãos que sofrem por amor à Cristo e que sofrem porque querem pregar o evangelho e não podem. Por isto somos A Voz dos Mártires Objetivos da Missão A Voz dos Mártires Nossos principais propósitos estão baseados em Hebreus 13:3 1. Proporcionar Bíblias, literatura e programas radiofônicos para os cristãos, na própria língua destes, que vivem nos países comunistas e em outras regiões restritas do mundo onde os cristãos são perseguidos. 2. Proporcionar ajuda às famílias de mártires cristãos nestas regiões do mundo. 3. Desenvolver projetos de encorajamento para ajudar aos crentes a reconstruírem as suas vidas e a testemunharem nos países onde são oprimidos. 4. Ganhar para Cristo aqueles que se opõem ao evangelho. Informar ao mundo a respeito das atrocidades cometidas contra os cristãos e mostrar ao mundo a coragem e a fé dos perseguidos. Projetos A Missão A Voz dos Mártires (VdM) está a 35 anos ajudando a igreja perseguida ao redor do mundo. Hoje temos aproximadamente 300 projetos de ajuda em favor da igreja perseguida em mais de 50 países.

Infelizmente não podemos lhes mostrar todos por que colocaria em perigo a existência do projetos e das pessoas que estão envolvidas. Abaixo segue um resumo dos principais projetos que a VdM divulga aqui no Brasil
               

Lista dos principais projetos Bíblias para as nações cativas Sustento para Pastores e Evangelistas Vietnamitas Instituto Bíblico (diversos países Sustento para Pastores e Evangelistas na Índia Balões Evangelísticos para a Coréia do Norte Life Pack para o Sudão Life Pack para a Indonésia Lar de crianças no Peru Lar de crianças em Madagascar Lar de crianças na Romênia Impressão de literatura Ajuda para as famílias de Mártires Projetos na China Projetos no Vietnã Programa de Fitas cassete em países Hindus

Onde tiver maior necessidade

Escritórios mundiais

Austrália
The Voice of the Martyrs PO Box 250 Lawson NSW 2783 Website: www.persecution.com.au Email: thevoice@persecution.com.au Phone: 61-2-4759-3700 Fax: 61-24759-3711

Brasil
A Voz Dos Mártires Caixa Postal 651 CEP 80.011-970 Curitiba-Paraná Website: www.vozmartir.org Email: vozmartir@uol.com.br

Canadá
The Voice of the Martyrs P.O. Box 117, Port Credit Mississauga, Ontario L5G 4L5 Website: www.persecution.net Email: thevoice@persecution.net Phone: (905) 670.9721 Fax: (905) 670.7642

Bélgica
Hulp Aan De Verdrukte Kerk (HVK) Postbus 77 B-2620 Hemiksem Email: hvk.hemiksem@wanadoo.be Phone: 32-3-8878242

Costa Rica
La Voz De Los Martires Apartado 6790-1000 San Jose

Website: http://www.persecucion.org/ Email: persecucion@racsa.co.cr Phone: 506-244-2164 Fax: 506-2443790

Email: info@sdok.org

Nova Zelândia
Voice of the Martyrs P.O. Box 69158 Glendene, Auckland 1230 Website: www.persecution.co.nz Email: enquiries@persecution.co.nz

República Checa
Pomoc Pronasledovane Cirkvi P.O. Box 21 CS-Jindrichuv Hradec 377 01 Website: http://mucednici.prayer.cz Email: ppc-sf@cmail.cz

Nigéria
The Voice of the Christian Martyrs P.M.B. 21078 Ikeja, Lagos Email: stephens@skannet.com

Dinamarca
Martyrernes Rost P.O. Box 12 DK-2800 Lyngby Email: erling@global.is

Peru Finlândia
Stefanus-Lahetys Ry Leivonmaentie 7 B 41660 Toivakka Website: www.stefanus.fi Email: info@stefanus.fi La Voz De Los Martires Av. Militar #2644-C Lima 14 (Lince) Website: www.vomperu.org.pe Email: hogar@vomperu.org.pe

África do Sul
Christian Mission International (CMI) P.O. Box 7157 1417 Primrose Hill Email: cmi@icon.co.za

Alemanha
Hilfsaktion Märtyrerkirche (HMK) Tüfingerstrasse 3 88690 Uhldingen-Muhlhofen Website: http://www.h-m-k.org/ Email: sekretariat@h-m-k.org

Suécia
Missionen Martyrernas Rost PO Box 48 565 21 Mullsjö Website: http://www.missionenmr.se/ Email: stenstrand@ebox.tninet.se

Gana
Voice of the Christian Martyrs P.O. Box GP 20598 Accra Email: vocm@africaonline.com.gh

Inglaterra
Release International P.O. Box 54 Orpington BR5 9RT Website: http://www.releaseinternational.org/ Email: info@releaseinternational.org

Holanda
St. De Ondergrondse Kerk (SDOK) Postbus 7054200 AS Gorinchem Website: http://www.sdok.org/

Estados Unidos
The Voice of the Martyrs P.O. Box 443 Bartlesville, OK 74005 Website: http://www.persecution.com/

Email: thevoice@vom-usa.org Phone: (918) 337-8015 Fax: (918) 3380189

ACMI- ASSOCIAÇÃO DE CONSELHOS MISSIONÁRIOS DE IGREJAS
História
Um grupo de pastores e líderes comprometidos com a igreja local e com a obra missionária, sentiu a necessidade de aprender uns com os outros e se reuniram em 1990, para compartilhar experiências. Como resultado dessa reunião e da necessidade fortemente sentida, após muita oração, surgiu a ACMI- ASSOCIAÇÃO DE CONSELHOS MISSIONÁRIOS DE IGREJAS, organização interdenominacional que tem como missão: "Assessorar a igreja local em sua atuação missionária" Por trás dessa missão está a convicção bíblica de que missões é tarefa da igreja local. Para alcançar este propósito a ACMI conta com alguns recursos: Livro: O Ciclo de Vida de uma Igreja Missionária; Apostila: Estruturando a Igreja para Missões; Fita de vídeo: Como Implantar um Conselho Missionário em sua Igreja; Material do II Congresso Brasileiro de Missões; Livro: sobre Vocacionados: Do Chamado ao Campo – Pr. Oswaldo Prado Filho; Curso: Capacitação Missionária da Igreja Local. A ACMI parcipou na organização de Congressos Brasileiros de Missões para despertamento de igrejas em sua responsabilidade missionária com temas pertinentes e atuais e preletores experientes e trabalhando em unidade e parceria com a AMTBAssociação de Missões Transculturais Brasileiras, a APMB-Associação de Professores de Missões do Brasil e a AETAL-Associação de Escolas de Teologia da América Latina para juntamente discutir, cooperar, equipar para realizar a obra missionária com mais eficiência. As Consultas abertas a todos os associados são elaboradas periodicamente para serem discutidos temas específicos da obra missionária. Os modelos de atuação, experiências e políticas missionárias de diferentes igrejas são discutidos para que cada associado enriqueça o seu leque de conhecimento, aplicando os conceitos de maneira contextualizada à realidade e necessidade da sua igreja, além de aprender a evitar futuros problemas pelo compartilhar de erros e dificuldades. O livro "O Ciclo de Vida de uma Igreja Missionária" é resultado de uma dessas Consultas. Vários cursos na área missionária são ministrados por pastores e líderes e visam aperfeiçoar o trabalho do Conselho Missionário e a visão missionária da igreja. As consultorias são promovidas visitando as igrejas ou por telefone e indicando igrejas e líderes capacitados nas áreas de organização, estruturação, políticas e administração

do Conselho Missionário, estratégia missionária da igreja ajudando a determinar os locais mais necessitados avaliando o envio e manutenção dos missionários e levantamento de sustento, e educação missiológica. Dentro dessa área de educação, o objetivo é equipar as igrejas associadas de materiais e currículos para estruturar um programa que atenda todas as gerações da igreja e desperte a visão e o envolvimento missionários. Um dos ideais é promover contatos entre missionários e igrejas, e entre igrejas e igrejas visando formação de convênios relevantes para ambas as partes. Outro é estar sempre em contato com agências missionárias para conhecer seu trabalho, filosofia, alvos e estratégias e assim ajudar as igrejas locais a enviarem seus missionários com a estrutura mais conveniente, além de mobilizar recursos para solucionar eventuais problemas e situações inesperadas e talvez até perigosas de missionários no campo. A filiação à ACMI é uma parceria. As igrejas, pessoas físicas e instituições afiliadas colaboram para dar uma infra-estrutura financeira à ACMI, para que essa instituição possa cumprir os objetivos propostos. Além disso é uma maneira diferente e abrangente de estarem envolvidos com a obra missionária, pois está ajudando a capacitar outras igrejas, pessoas e instituições para que possam também cumprir o mandamento de Jesus Cristo declarado em Marcos 16:15

A AMEM E A IGREJA LOCAL Cooperação é a chave Um número sempre maior de igrejas estão reconhecendo sua responsabilidade bíblica de levar a mensagem do evangelho àqueles ainda não alcançados. Em muitos casos, a igreja local quer sentir que ela, e não uma distante agência missionária, está enviando e sustentando seus missionários. Isto encaixa muito bem com a filosofia da AMEM. Nós não temos intenção de competir com as igrejas, mas sim cooperar com elas no sentido de sermos um canal pelo qual as igrejas possam enviar seus missionários. Entendemos que a ordem bíblica é para igreja local. Existimos para facilitar o trabalho da igreja no envio dos seus obreiros. Quase 100 anos de experiência Como é de se esperar, com o passar dos anos, um grupo missionário tal qual o da AMEM, adquire experiências valiosas através da comunicação do evangelho a outras culturas. Nós temos trabalhadores veteranos em cada equipe, que conhecem a situação local e trabalham juntamente com o missionário recém-chegado no país. Isso nos capacita a orientar novos missionários mais efetivamente, o que seria difícil para as igrejas enviadoras fazerem sozinhas. Temos capacidade também de oferecer treinamento especializado, usando como alicerce o treinamento recebido na igreja local. Cooperação mútua entre a igreja local e a agência missionária pode ser o caminho de Deus para o cumprimento da Grande Comissão (Mt 28.19-20).

Apoio financeiro Os missionários da AMEM são sustentados por Deus, através das ofertas de Sua Igreja e Seu povo. Nenhum dos missionários recebe salário fixo. Nosso sistema financeiro segue os seguintes princípios: 1. Deus é o nosso Provedor (Gn 22.14). Por conseguinte, todos os membros da AMEM em todos os campos, esperam unicamente dEle o suprimento de todas as necessidades espirituais e materiais. 2. Como o suprimento vem? Missionários enviados por intermédio da AMEM são sustentados por Deus, mediante ofertas de suas igrejas enviadoras e/ou outros irmãos. A Missão é apenas o canal para enviar o obreiro para o campo. Deus jamais falhará. Ele moverá corações de mordomos fiéis no meio do seu povo, para enviar ofertas voluntárias. Não fazemos apelos para obter fundos. 3. A AMEM não garante nenhum salário. Os missionários recebem o que Deus lhes manda, através dos canais da Missão. Todo o dinheiro destinado ao sustento de missionários lhes é enviado com fidelidade. Só é solicitado ao missionário uma taxa administrativa fixa, com o objetivo de cobrir despesas administrativas, como envio de dinheiro, correios, etc. Todo o dinheiro ofertado para um fim específico é aplicado conforme a indicação do ofertante. Se Deus

BASE de envio existe para: Para servir a igreja brasileira e em cooperação com a mesma cumprir a grande comissão (Mt 28. 18-20; At 1.8), recrutando, treinando, enviando e pastoreando os vocacionados. A AMEM faz uma pequena diferença entre CAMPO e BASE. Por CAMPO, entende-se o local de trabalho onde o missionário está presente com o intuito de alcançar pessoas para Jesus. Por BASE, entende-se a estrutura montada pela AMEM com o intuito de enviar os missionários para seus respectivos campos. Por isso esta estrutura é conhecida como Base de Envio. Geralmente, uma Base de Envio é estabelecida em países onde a Igreja não tem mais necessidade de receber missionários estrangeiros. No entanto, em alguns países existem uma Base de Envio e também um Campo estabelecido, como é o caso da França e do próprio Brasil. Quando isto acontece, a tendência é existir dois corpos de liderança independentes. Para cumprir o seu papel, a Base de Envio trabalha com o recrutamento e seleção, envio e pastoreio de seus missionários, divulgação de sua visão e trabalhos, repasse das ofertas recebidas e treinamento de novos missionários.

Associação Lingüística Evangélica Missionária -ALEM
Quem Somos?
A Associação Lingüística Evangélica Missionária -ALEM é uma associação civil, sem fins lucrativos, de cunho científico, caráter assistencial e objetivo religioso, com sede e foro na cidade de Brasília, DF, e com duração por tempo indeterminado. A Associação Lingüística Evangélica Missionária - ALEM tem como objetivo, promover, principalmente junto a povos de línguas ágrafas, a tradução da Bíblia e a divulgação do Evangelho de Jesus Cristo. Também presta assistência social aos grupos étnicos com os quais vier a trabalhar, através de elaboração e execução de projetos educacionais, de desenvolvimento comunitário e/ou de saúde, de acordo com as necessidades correntes das comunidades, ao tempo da atuação de seus missionários. PRINCÍPIOS DE FÉ A Associação Lingüística Evangélica Missionária - ALEM, adota os seguintes princípios de fé: A plena e divina inspiração das Escrituras Sagradas, sua infalibilidade e sua única e final autoridade em assuntos de fé e prática. b) A existência de um só Deus que subsiste eternamente em três pessoas; Pai, Filho e Espírito Santo; c) Aa criação do homem à imagem e semelhança de Deus, sua queda, sua conseqüente depravação moral e sua necessidade de redenção; d) A divindade do Senhor Jesus Cristo, o Unigênito Filho de Deus, único mediador entre Deus e os homens; Sua eterna pré-existência, Sua encarnação, Seu nascimento virginal, Sua vida sem pecado, Sua morte expiatória e vicária, Sua ressurreição corpórea, Sua ascensão e intercessão pelos salvos e intercessão pelos salvos; e) A justificação pela graça de Deus mediante a fé em Jesus Cristo; f) A necessidade da proclamação do Evangelho a todos os povos; g) A atuação do Espírito Santo, regenerando, habitando, santificando e capacitando os crentes para o testemunho cristão e para a obra de evangelização do mundo; h) A Igreja Universal, como Corpo de Cristo, da qual Ele é a cabeça e à qual todos os crentes pertencem; i) A segunda vinda pessoal e visível de Cristo; o julgamento do mundo por Ele; a ressurreição do corpo e a bem-aventurança eterna dos salvos e punição eterna dos perdidos. A Associação Lingüística Evangélica Missionária – ALEM – é dirigida por uma Diretoria composta por um presidente, um vice-presidente, um secretário, um tesoureiro, um 2º secretário-tesoureiro e até dois vogais, eleitos em Assembléia ordinária a cada dois anos a)

ASSOCIAÇÃO DE FAZEDORES DE TENDAS DO BRASIL O que é a AFTB?
A AFTB é uma associação interdenominacional de cristãos evangélicos com o propósito de encorajar e ajudar profissionais cristãos a se tornarem fazedores de tendas transculturais efetivos. É seu objetivo também prestar apoio aos que já são fazedores de tendas, para que desenvolvam um ministério integral numa cultura que não seja a sua própria, dentro ou fora do Brasil, especialmente entre os grupos menos alcançados pelo evangelho.

Por que há necessidade de fazedores de tendas transculturais?
Existem hoje 66 nações onde há significativas restrições religiosas. Entre elas, é muito difícil, se não impossível, que missionários tradicionais obtenham acesso para evangelizar e plantar igrejas. Por outro lado, muitos desses países estão buscando ativamente a assistência de estrangeiros com experiência em áreas específicas, como agricultura, negócios, educação e tecnologia. Profissionais cristãos qualificados podem ir viver entre esses povos, exercendo produtivamente sua profissão, compartilhando o evangelho de Cristo e fazendo discípulos para Ele.

Para

que

existe

a

AFTB?

A AFTB reconhece o ministério de fazedores de tendas como uma importante estratégia no cumprimento da Grande Comissão. Seus objetivos são: Ø Promover o envolvimento e compromisso de profissionais, buscando sua realização em missão e serviço, mediante a descoberta de seu lugar de chamado por Deus, na Igreja e no mundo; Ø Incentivar o desenvolvimento de profissionais, rumo à maturidade do homem integral em Cristo Jesus, de forma a assumirem sua responsabilidade no âmbito da família, da Igreja e da sociedade; Ø Promover orientação, treinamento e apoio a profissionais que estão ou planejam estar no campo missionário, e prestar-lhes assistência quando retornarem; Ø Canalizar e divulgar informações sobre necessidades e oportunidades de preparo e serviço para os associados; Ø Manter um fórum de discussão sobre o assunto.

Você também pode ser um fazedor de tendas!

Se você é um cristão comprometido, possui formação profissional, disposição para aprender e sente pulsar no seu peito um forte desejo de discipular outros para Cristo, você pode ser um fazedor de tendas. As oportunidades que se abrem por todo o mundo são imensas e abrangem diversas áreas: Contabilidade e administração de negócios Informática, tecnologia e engenharia Agronomia e veterinária Medicina e ciências da saúde Educação de todo nível, em particular ensino de inglês Empreendimento de novos negócios

O que dizem sobre a AFTB
"A caminhada missionária brasileira tem demonstrado, nesses últimos anos, um ponto altamente positivo: o reconhecimento de que esta tarefa não pode ser realizada unilateralmente. Para avançar especialmente em direção aos povos ainda mais resistentes ao evangelho, de forma relevante, nasce a AFTB, que vem atender a uma de nossas maiores necessidades. Há muito tempo os profissionais evangélicos anseiam por uma organização que seja, ao mesmo tempo, um fórum de discussão e representatividade, bem como de apoio para aqueles que desejam servir como missionários bi-vocacionais. Quero expressar meu apoio integral à AFTB, na certeza de que aqueles que estarão à sua frente serão instrumentos de Deus para o cumprimento da missão da Igreja."
Oswaldo Prado

"O trabalho missionário, segundo a estratégia dos fazedores de tendas, não é novo. Paulo, Priscila e Áqüila são só alguns dos exemplos bíblicos. Por um tempo, essa estratégia ficou quase esquecida. Mas hoje, por vários motivos, tornou-se novamente importante para servir em países onde o missionário tradicional não tem acesso, para envolver profissionais capacitados que vêem sua profissão também como ministério ou uma função que lhes foi confiada pelo Senhor. A AFTB pretende criar um espaço para reflexão, diálogo e informações úteis para profissionais interessados na obra missionária.”

Origem da AFTB

Nasce a Associação de Fazedores de Tendas do Brasil Depois de ouvirem as palavras esclarecedoras e motivadoras de Paul Stevens (professor do Regent College, em Vancouver, Canadá, e autor de A Hora e a Vez dos Leigos, da ABU Editora) e conversarem num grupo de trabalho sobre as características, oportunidades, necessidades e desafios do missionário fazedor de tendas, 25 pessoas das mais variadas profissões se uniram para formar a

Associação de Fazedores de Tendas do Brasil. O encontro aconteceu no dia 17 de novembro de 2001, durante o Congresso da Aliança Bíblica de Profissionais, em Belo Horizonte. Berit Kloster, da Noruega, diretora da TIE (Tentmakers International Exchange) também esteve presente. Para os que não estão acostumados ao termo, fazedores de tendas, segundo a TIE, são “testemunhas cristãs de qualquer nacionalidade que, com suas habilidades e experiências, obtêm acesso e se mantêm em outra cultura com o objetivo primário de fazer discípulos para Jesus Cristo e, onde possível, estabelecer e fortalecer igrejas”; ou, segundo o próprio Paul Stevens, “são aqueles que se dão primeiramente para o ministério, ao mesmo em que se sustentam com outro serviço”. O termo tem sua origem no exemplo do próprio apóstolo Paulo que, durante uma época de sua vida, juntamente com o casal Priscila e Áqüila, trabalhou na fabricação de tendas para se sustentar, ao mesmo tempo em que “discorria na sinagoga, persuadindo tanto judeus como gregos” (At 18.3, 4). Alguns dos objetivos da AFTB são buscar e divulgar informações sobre recursos e oportunidades de treinamento e trabalho para fazedores de tendas e manter um fórum de discussão sobre o assunto. Fábio Ikedo, médico e professor universitário em Presidente Prudente, SP, foi o representante brasileiro no IV Encontro Internacional da TIE, realizado na Coréia, entre 20 a 24 de maio de 2002.

O que é um fazedor de tendas transcultural?

Um fazedor de tendas transcultural é alguém que responde ao chamado de Deus, tornando-se uma testemunha de Cristo; com suas habilidades e experiências, obtém acesso e se mantém em uma outra cultura carente de testemunho cristão, com o objetivo primário de fazer discípulos para Jesus Cristo e, onde possível, estabelecer e fortalecer igrejas. O termo “fazedor de tendas” tem sua origem no exemplo do apóstolo Paulo. Sua habilidade particular era fazer tendas (At 18.3, 4; 20.32-35; 1Co 9.6, 14-18). Paulo usava sua profissão como uma forma de chegar às pessoas em ambientes novos e freqüentemente hostis, criando relacionamentos que permitiam que ele compartilhasse o cristianismo por palavras e atitudes.

CACP

O CACP é um centro de pesquisas que fornece pesquisas e informações religiosas voltadas para a área apologética. É de confissão evangélica de caráter não denominacional composta por pastores e obreiros das Igrejas Evangélicas de São José do Rio Preto-SP, que visa alcançar os perdidos nas seitas e ao mesmo tempo alertar o povo evangélico sobre a sedução das mesmas, incentivando-os e preparando-os para “batalhar pela fé que uma vez por todas foi entregue aos santos” (Judas 3). O CACP mantém informações com mais três grandes institutos de pesquisas existentes no Brasil. Também possui um informativo bimestral chamado, "O Alerta". Nossos objetivos são: · Alcançar os perdidos nas seitas através do evangelismo; · Alertar - a Igreja sobre as seitas e heresias de ontem e de hoje; · Equipar - os cristãos com material apropriado à evangelização das seitas; · Ministrar palestras e seminários nas Igrejas; · Publicar - literaturas, fitas, folhetos específicos e revistas na área apologética; · Programas de rádio dentro da área apologética. Sobre a manutenção do CACP: O CACP é mantido por contribuições voluntárias de irmãos e igrejas que reconhecem que os serviços prestados pelo CACP são importantes e necessários. O trabalho oferecido pelo CACP é voluntário, não visamos lucros, as ofertas são revertidas para as despesas de manutenção do escritório e materiais. Você pode participar deste ministério: · Orando por nós; · Informando sobre ex-adeptos de seitas para coletarmos testemunhos; · Doando livros, revistas, jornais, folhetos, etc., das seitas; · Comprando literatura apologética específica do CACP; · Contribuindo pessoalmente, ou depositando voluntariamente sua oferta na conta: C/C 01003506 Ag.715 Bco. Banespa (Paulo C. Silva). Como fazer para receber palestras e literaturas do CACP Caso haja interesse em contatar-nos para palestras ou pedidos de apostilas, ligue para um destes telefones de contato: (0XX17) 3225-8002 - 32191178 cel. 91144331 falar c/ Paulo ou João. Áreas · · · Igreja que Testemunhas Adventismo de Jesus Cristo dos em o de do Santos dos Sétimo Últimos Dias CACP ministra: Jeová; Dia; (Mórmon);

· · · Movimentos contraditórios e seitas em geral... "Porque fomos postos para defesa do Evangelho! (Fil. 1:16)"

Espiritismo; Catolicismo;

Mocidade para Cristo
- Surgiram espontaneamente concentrações evangelísticas para jovens em várias cidades dos Estados Unidos, onde multidões atenderam ao desafio de seguir a Jesus.
1940

1943 - 1944- Os líderes dessas cidades se ajuntaram em duas convocações e organizaram a Youth for Christ (Mocidade Para Cristo), visando unir e beneficiar a todos os programas locais em torno de objetivos específicos. Dr. Torrey Johnson, considerado o fundador da MPC Internacional, pelo fato de ter sido aquele que idealizou essas convocações, foi eleito como o primeiro presidente da missão. O primeiro obreiro contratado foi o jovem Billy Graham. 1947 - Obreiros da MPC Internacional trabalharam no Brasil, mas não em caráter definitivo. 1952 - O Pr. Donald Phillips, evangelista e avivalista, veio estabelecer o trabalho da MPC no Brasil, iniciando o ministério na cidade paulista de Campinas. O trabalho caracterizava-se por campanhas, congressos e retiros, especialmente para juventude. 1954 - O casal Paul e Jane Overholt veio dos Estados Unidos e integrou a equipe da MPC, colaborando definitivamente para a consolidação do trabalho no Brasil. Além da implantação do ministério nas escolas, foram desenvolvidos trabalhos com atletas, realizaram-se conferências, publicou-se literatura e promoveu-se o trabalho com conjuntos musicais. 1955 - A sede da MPC mudou-se de Campinas para São Paulo, onde foi realizado o Congresso Mundial de Evangelismo e Missões, organizado pela MPC Internacional, que reuniu o maior público evangélico da história até então no estádio do Pacaembu, com aproximadamente 35.000 pessoas.

1960 - Foi lançada a Revista Vida, a primeira publicação mensal para jovens evangélicos no Brasil. Foi publicada durante sete anos atingindo um auge de 10.000 assinaturas em todo o país. Uma edição de 1000.000 revistas foram distribuídas gratuitamente aos jovens estudantes em 1962.

1964 - A sede do trabalho da MPC mudou-se de São Paulo/SP para Belo Horizonte/MG. Foi construído o primeiro acampamento da MPC. O ministério se desenvolveu com rapidez e em muitas frentes diferentes sob a liderança do Pr. Paul Overholt auxiliado pelo Pr. Abraão Soares da Silva. Em algumas cidades começou-se a organizar filiais da MPC. Concentrações, concursos bíblicos, clubes bíblicos em escolas, acampamentos e gincanas foram alguns ministérios que marcaram essa época. 1970 – 1975 - Alguns obreiros foram contratados, o que possibilitou maior desenvolvimento do ministério da MPC. Além dos acampamentos à beira da Lagoa Grande (Lagoa dos Ingleses), nasceu o Projeto AMAR, Atletas Em Ação (que depois desmembrou-se da MPC para tornar-se Atletas de Cristo), Estudantes Em Ação, Clubão, entre outros. As filiais da MPC em Goiânia, Anápolis, Brasília, Curitiba, Juiz de Fora e Lavras se organizaram. 1977 - Este ano foi marcado pela realização do Concílio da MPC Internacional no Rio de Janeiro e pelo Congresso MPC-25 Anos no estádio do Mineirão em Belo Horizonte/MG. Ainda neste ano houve a transição da liderança, que até então estava com o missionário Paul Overholt, para o Pr. Abraão Soares, primeiro diretor brasileiro. 1979 - Foi realizado em São Paulo o primeiro congresso da série Geração, o Geração 79, envolvendo mais de 4.000 jovens. Um verdadeiro marco na história da juventude evangélica brasileira. Entre outros líderes de renome nacional e internacional, esteve presente como um dos preletores o Dr. Billy Graham.

1880 – 1990 - A década de 80 na MPC foi sinônimo de crescimento e renovação. O Clubão explodiu em diversas cidades atraindo jovens interessados em nossas formas cúlticas e em busca de uma mensagem relevante para a sua vida. Som do Céu, Estudantes Em Ação, Quarteto Vida, Expresso Luz, Treinamentos, Impactos, Shows, Congressos, Encontros, Teatro, entre tantos outros ministérios, marcaram a MPC nos anos de 80, animada por uma geração de novos líderes, que espalhou o evangelho de Jesus entre a juventude brasileira. 1990 - Foi realizado em Brasília o segundo congresso da série Geração, o Geração 90, envolvendo também mais de 4.000 jovens de todo o Brasil. Da mesma forma que o congresso em 79, este foi outro marco na história da juventude evangélica brasileira. 1991 - Como fruto do Geração 90, a MPC explodiu no Nordeste, abrindo filiais em Campina Grande, Natal, Caxias e Teresina.

1992 - Em comemoração aos 35 anos da MPC no Brasil, foi realizado em Campina Grande o Geração 92, reunindo 1.000 jovens. 1995 - Lançamento do projeto de oração de mães em favor de seus filhos e da juventude brasileira, o Desperta Débora. 1997 - Em comemoração aos 40 anos da MPC Brasil, foi realizado em Belo Horizonte o Geração 97, reunindo cerca de 1.500 jovens e lançada a campanha Geração Compromisso. 1998 – 2000 - Em 1998, a MPC Brasil atingiu cerca de 400.000 pessoas em suas atividades, registrando mais de 5.000 decisões de pessoas interessadas por Jesus e/ou se reconciliando com o Senhor. A MPC também atingiu mais de 35 cidades no Brasil com cerca de 35 tipos diferentes de ministérios sendo o maior deles, o trabalho de evangelização nas escolas. 2001 - A MPC decidiu alcançar e apoiar os países de língua portuguesa, dando início ao projeto Conexões. Nesse ano, foi realizada a primeira viagem com este intuito que levou uma equipe de oito pessoas (seis obreiros da MPC Brasil) para Angola. 2002 – Foi realizado o Geração 2002 em Sumaré, SP que reuniu mais de 2.000 pessoas entre jovens e déboras (mães de oração). O congresso teve como ponto alto o culto de consagração dos jovens na noite de encerramento. Nesse ano também foi feita a primeira visita da MPC Brasil a Cabo Verde com o intuito de apoiar o país e possibilitar a implantação de uma MPC. 2003 - Foi realizada pela primeira vez no Brasil a Assembléia Geral - GA (General Assembly) - da YFC International e também o encontro de Young Liders (jovens líderes) da YFC, o primeiro no mundo. O GA aconteceu em Belo Horizonte, MG e reuniu representantes de 60 países. Foi também nesse ano que a MPC Brasil enviou para Cabo Verde a missionária Katiane que hoje é a diretora nacional da MPC no país.

JOCUM
Quem Somos ?

Desde a fundação de Jovens Com Uma Missão (JOCUM), em 1960, por Loren Cunningham, temos visto milhares de pessoas ao redor do mundo envolvendo-se no cumprimento da ordem de Jesus: "Ide por todo mundo e pregai o evangelho a toda criatura" (Marcos 16:15) Jovens Com Uma Missão é uma Missão internacional e interdenominacional de caráter filantrópico, empenhada na mobilização de jovens de todas as nações para a obra missionária. No Brasil, iniciamos nossas atividades em 1975 através do casal Jim e Pamela Stier, em Contagem-MG. Hoje temos Centros de

Treinamento Missionário espalhados em todas as regiões do Brasil. Jovens Com Uma Missão reúne pessoas diferentes para trabalhar nas mais diferentes atividades evangelísticas. Entre os nossos missionários, podem ser encontrados, jovens, famílias, aposentados, universitários recém-formados e pósgraduados, pessoas vindas de mais de 100 países e denominações evangélicas diferentes, novos crentes, pastores e líderes de igrejas com muitos anos de experiência. São objetivos da Missão: Apresentar Jesus Cristo, pessoalmente, a esta geração, mobilizando o maior número possível de pessoas para ajudar nesta tarefa; Treinar e equipar cristãos para o cumprimento da grande Comissão. Anualmente mais de 30.000 pessoas são mobilizadas através dos nossos programas de curto prazo e escolas de treinamento. Graças a Deus, nossas equipes móveis já visitaram e ministraram em todos os países do mundo. Atualmente somos mais de 12.500 missionários trabalhando em tempo integral, em 650 centros de atividades missionárias, em 135 países do Mundo. Como cidadãos do Reino de Deus, somos chamados para amar, adorar e obedecer ao Senhor Jesus Cristo, para amar e servir seu corpo, a Igreja, e apresentar todo o evangelho, para todo o homem, por todo o mundo. Cremos que a Bíblia é a Palavra de Deus e nossa regra de fé e prática pela qual devemos nos posicionar. Para conhecer um pouco mais sobre a história de Jovens Com Uma Missão, recomendamos a leitura do livro " Pode falar, Senhor. Estou Ouvindo" de Loren Cunningham , publicado pela Ed. Betânia. A história de Jocum no Brasil é narrada em detalhes pelo seu Presidente Nacional, Jim Stier, no livro "Além das Possibilidades" .

Nossa Visão

Jovens Com Uma Missão (Jocum) é um movimento internacional de Cristãos de muitas denominações dedicadas a apresentar Jesus pessoalmente à esta geração, utilizando todas as formas possíveis afim de cumprir esta tarefa, treinando e equipando jovens para realizarem a Grande Comissão. Como cidadãos do Reino de Deus, fomos chamados a amar, adorar, e obedecer ao Senhor Jesus Cristo, amando e servindo Seu Corpo, a Igreja, e levando seus ensinos a todos os homens da Terra. Declaração de Fé

Acreditamos que a Bíblia é a palavra de Deus, sendo por Ele inspirada, revelando que Jesus Cristo é o seu filho, que o homem foi feito à sua imagem e semelhança, e que Ele nos criou para termos vida eterna. Embora todos os homens tenham pecado e estejam longe da sua glória, Ele tem feito da salvação algo fácil e acessível a todos, através da morte na cruz e resurreição de seu Filho Cristo Jesus; aquele que representa fé, amor e obediência, atendendo a iniciativa de Deus de graça para nós; Deus deseja que todos homens sejam salvos e tenham conhecimento da verdade; e isto ocorre através do Espírito Santo agindo em nós, o que demonstramos com a execução do

último mandamento de Cristo: "...Ide por todo o mundo, e pregai o Evangelho a toda criatura." (Marcos 16:15)

Ministérios de Misericórdia

Os ministérios de Misericórdia procuram demonstrar o amor de Deus pelos pobres e necessitados de uma maneira prática. Atualmente 20% do contingente total de nossos missionários ao redor do mundo estão servindo cerca de 1 milhão de necessitados em mais de 80 países através de 240 programas de ajuda e desenvolvimento. Estes programas incluem primeiros socorros; educação; assistência a portadores de HIV; alfabetização de adultos; agricultura e projetos de criação de animais; programas de reabilitação; projetos de ajuda a crianças em risco; centros de desenvolvimento; assistência a refugiados; plantação de igrejas e discipulado. Através dos navios de misericórdia (Mercy Ships), ajuda assistencial e espiritual é enviada até as populações carentes no mundo. Desde 1978, este ministério tem proporcionado verdadeiras mudanças de vida através de cirurgias, atendimento dentário, suprimentos médicos, alimentação, projetos de desenvolvimento comunitário, treinamento e discipulado e uma mensagem de esperança através das cidades portuárias do mundo. Nossas Bases pelo Brasil. Treinamento & Educação

Desenvolvemos vários programas de treinamento pelo Brasil e em vários outros países. A Escola de Treinamento e Discipulado (ETED) é o programa básico de treinamento presente na maioria de nossas bases. Existem ainda muitas outras escolas especiais, incluido capacitação em Aconselhamento Bíblico, Treinamento para Professores de Ensino Fundamental, Paramédicos, Estudos em Idiomas e dialetos, Missões e Estudos Bíblicos. Temos cursos focalizando, povos não-evangelizados, ministérios criativos, nutrição e Agricultura, oferecidos através da Universidade das nações, nossa universidade cristã internacional.

Evangelismo

De norte a sul, missionários de JOCUM estão envolvidos em anunciar a Salvação valendo-se de inúmeras estratégias criativas, seja ministrando aos necessitados nas grandes cidades ou compartilhando de porta em porta nos pequenos vilarejos, programações voltadas a universitários, campanhas evangelísticas em grandes eventos religiosos, populares ou esportivos, artes, esportes radicais, mídia e imprensa, barcos de misericórdia etc.

Missões Transculturais

"Desde o início da JOCUM Deus deu uma visão a Loren Cunningham concernente ao mundo inteiro. Ele viu ondas de jovens que cobriram todos os continentes. Portanto, está na hora! Estamos com muitas bases e trabalhos nos países Cristãos. Precisamos agora cobrir a parte que pertence aos inalcançados." (Jim Stier) Mas... e depois que chegarmos lá, o que vamos fazer? Como dominar bem a língua e os aspectos internos e subjetivos da cultura? Qual a estratégia e a maneira mais eficaz de servi-los? Como ajudá-los a receber o Reino de Deus e crescer sem usarmos imposições culturais nem paternalismo? Como manter a igreja brasileira unida aos desafios e não perder o sustento nos primeiros meses? Como desenvolver um ministério bem sucedido, mas também uma vida pessoal, familiar e dos filhos bem sucedida e saudável? Levar pessoas ao conhecimento de Deus, evangelizando e discipulando nações. Dentro deste objetivo fundamental de Jovens Com Uma Missão no mundo, surgiu o nascimento de um ministério, cujo objetivo principal, respondendo todas estas questões, é o de facilitar e apoiar projetos de missionários que desejam ir para o campo, através de treinamento e apoio bem como dando suporte ao trabalho de obreiros que já estão exterior. São inúmeras as vezes em que obreiros passam por dificuldades, ou até mesmo tornam-se impossibilitados de resolverem algumas questões burocráticas, legais ou financeiras, simplesmente pelo fato de estarem em outro país. Algumas tarefas embora de natureza simples, só podem ser resolvidas em suas bases de origem. Conhecendo estas necessidades que muitas vezes prendem os trabalhos no campo, é que o ministério tenta de alguma forma resolvê-las, trabalhando com questões bancárias, problemas de visto, passagens, correspondências, encomendas, contatos com familiares, mantenedores, intercessores entre tantos outros problemas, que só podem ser

resolvidos aqui do Brasil, por um escritório dotado de pessoas encarregadas por toda esta parte logística de missões, que se responsabilizem fielmente por esses assuntos. Atendendo à grande necessidade que o campo sofre por carência de cristãos que atendam o "ide", uma de nossas metas é conscientizar o corpo de Cristo desta deficiência de pessoas que decidam ir até ao povo, que sustentem os que tomes esta decisão em orações e ofertas fiéis e regulares, desafiando obreiros a trabalharem em tempo integral, como também desafiar profissionais e estudantes a participarem de campanhas de curto prazo, levando-os a terem experiências pessoais com Deus, trabalhando nas áreas de ação social, desenvolvimento comunitário, educação, discipulado, evangelização de caráter transcultural e incentivando e encorajando os obreiros que já estão no campo. Nossas Atividades

Coordenação Administrativa: É Escritório onde fazemos todo o trabalho de apoio a quem já está no campo com equipes de auxílio e reforço ao trabalho local incluindo a parte de logística, contatos, correspondências e etc. Envolvimento com a Igreja: Conscientizar os cristãos no seu dever de levar o evangelho aos não "alcançados", e desafiar jovens e profissionais a participarem de campanhas de curto, médio e longo prazo no campo missionário levando-os a terem experiências reais e pessoais com Deus melhorando seu relacionamento com Ele. Dentro da Organização: Desafiando nossos jovens que acabam de ingressar na carreira missionária a adotarem um povo de cultura diferente não "alcançado", urbano ou extra-urbano, e dando o apoio a esses missionários na elaboração e desenvolvimento de seus projetos ministeriais, como também dar o auxilio aos que se encontram em dificuldade de desenvolver seu chamado. Treinamento: ETED - (Escola de treinamento Evangelismo e Discipulado) ECEB - (Escola Compacta de Estudos Bíblicos) EME - (Escola de Missões Estratégicas) IEEC I e II (Introdução a Etnolinguistica e Estudos Culturais) Cursos opcionais nas áreas de saúde, educação, construção civil, mecânica básica e qualquer outro curso técnico em geral são importantes. Seminários: Visamos uma maior integração com a igreja, despertando e ampliando a visão do corpo, através palestras direcionadas.

King's Kids - A Turma do Rei

É um ministério de JOCUM em parceria com famílias e igrejas locais. Somos cristãos de diferentes denominações, comprometidos em liderar crianças e adolescentes de todo o mundo a um conhecimento provado de Deus, e juntos, fazer Jesus conhecido por todos. King's Kids Internacional começou em Kailua-Kona, Havaí, em julho de 1976, sob a liderança de Dale e Carol Kauffman. Desde o seu início, os participantes dos programas de King's Kids têm servido ao Senhor em todos os continentes. Artes, misericórida e esportes, combinados com a mistura de idades, nacionalidades, dons e unção formam equipes que têm sido aceitas por todos os níveis da sociedade em muitas nações. Em 1987 uma equipe pioneirou o trabalho no Brasil e desde então KK tem se multiplicado. Contando com escritórios em várias regiões do país, KK mobiliza mais de 2000 adolescentes e crianças durante o período de férias além de promover programas durante o ano nas igrejas locais, que providenciam liderança estratégica para o desenvolvimento e aperfeiçoamento de obreiros cristãos, famílias, adolescentes e crianças. KK tem o compromisso de providenciar programas, materiais e oportunidades para ajudar líderes e pais a criar uma geração que será efetiva em alcançar o mundo todo com o evangelho preparando as nações para a volta de Jesus.

MEAP
História Saiba como tudo começou... Formada por líderes evangélicos de diferentes denominações históricas, com o objetivo de atender especificamente as necessidades deste povo, tão isolado e tão pouco evangelizado em todo o litoral brasileiro, em 1986 nasce a MEAP.
Havia densas trevas espirituais sobre as mais de sessenta vilas de pescadores artesanais existentes na região lagunar entre Iguape (SP) e Paranaguá (PR). O crescimento das seitas e o sincretismo religioso, confundindo-se com a cultura, faziam deles um povo totalmente sem esperança. Foi então que, em 1980, o missionário Jaime Orr começou a fazer os primeiros contatos com aquelas comunidades, navegando pelos canais de mar a bordo de um pequeno barco: o Mensageiro II. Em 1981 Jaime compartilhou, no Seminário Bíblico Palavra da Vida, a necessidade de obreiros para evangelização dos pescadores. Os alunos Márcio e Damaris foram então movidos por Deus para atender àquele apelo. Em fevereiro de 1984, depois de dois anos ministrando aos pescadores nos finais de semana e férias, Pr. Márcio e Damaris Garcia, agora casados, uniram-se ao casal Jaime e Carmen, dando início ao trabalho de plantação de igrejas entre os pescadores artesanais naquela região.

Perceberam rapidamente que não estavam tratando com uma região geográfica, mas sim com um grupo cultural. Após algumas pesquisas, confirmando a existência de milhares de vilas de pescadores em nossa costa marítima, decidiram, em comunhão com um grupo de mantenedores que tinha a mesma visão, fundar uma agência missionária para promover o avanço da obra com aquele povo. Nasceu então, em 1986, a MEAP – "Missão Evangélica de Assistência aos Pescadores" – em Santos (SP), formada por líderes evangélicos de diferentes denominações históricas, que teria por objetivo atender especificamente as necessidades deste povo, tão isolado e tão pouco evangelizado em todo o litoral brasileiro.

Sede
São Paulo Guarujá Caixa Postal 90 CEP: 11410-970 Tel/Fax: (13) 3383-3784 E-mail: meapbr@meap.org.br

Sub-sede
Bahia Salvador Diretor de campo: Pr. Abraão da Silva Caixa Postal 7284 CEP: 41811-970 Tel/Fax: (71) 3431-4332 E-mail: meapba@meap.org.br

Bases
São Paulo Ariri Diretor de campo: Pr. João Feliciano Caixa Postal 55 CEP: 11990-970 Tel/Fax: (13) 6851-1682 E-mail: meapsp@meap.org.br Paraná Paranaguá Diretor de campo: Pr. André Luiz Prado Assalin Rua Japurá, 72 - Jardim Guaraituba CEP 83209-170 Tel/Fax: (41) 423-7381 E-mail: meappr@meap.org.br

Maranhão Parnaíba - PI Diretor de campo: Pr. Paulo Leite Neto Rod. BR 343, 2039 CEP 64206-260 Tel/Fax: (86) 321-1016 E-mail: meapma@meap.org.br

MISSÃO PÓRTAS ABERTAS

1955

Primeira viagem missionária do Irmão André ao leste europeu enquanto contrabandeava literatura cristã.
1957

Primeira viagem do Irmão André contrabandeando Bíblias para a União Soviética no seu fusca azul.
1965

Primeira visita do Irmão André à China. Ele não consegue fazer contato com nenhum cristão.
1967

O

contrabandista de Deus, o primeiro livro do Irmão André é publicado e ajuda a trazer à luz a perseguição dos cristãos em todo

o mundo. Agora traduzido para 28 idiomas, inclusive em árabe e hebraico.
1975

Portas Abertas organiza a conferência "Ame a China" nas Filipinas para encorajar o ministério na China.
1978

se para Evangelho.
1978 1981

Realiza-se o congresso de Portas Abertas "Ame a África" em Malawi. Dezenas de agências missionárias e igrejas juntampromover uma visão de como alcançar a África com o

Em 1º de maio de 1978 aconteceu a abertura oficial da Base de Portas Abertas Brasil. Projeto Pérola: um milhão de Bíblias são enviadas para a China numa única noite para milhares de cristãos que já esperavam pela carga preciosa. A revista Time o chama de "expedição audaciosa" (19 de outubro de 1981).
1983

Começa a Campanha Sete Anos de Oração pela União Soviética.
1985

são a
1986

Projeto Fogo Cruzado: cinco milhões de exemplares de literatura cristã distribuídos na América Latina para ajudar a evangelizar e a discipular juventude cristã. Projeto Timóteo: começa o programa de treinamento para líderes cristãos do sul da África. Hoje, continua em andamento e tem treinado milhares de pessoas.
1989

Alvo Um Milhão: tem início a remessa de um milhão de Novos Testamentos para a Rússia em cooperação com a Igreja Ortodoxa Russa. Objetivo alcançado em 1990.
1990

Tem inicio a Campanha Dez Anos de Oração pela Igreja no Mundo Muçulmano.

1991

Operação ABC: remessa de um milhão de Bíblias para crianças da ex-União Soviética.
1991

vida de
1992

Portas Abertas realiza seu primeiro filme Bambus no Inverno sobre a um evangelista chinês e a família com quem tem contato.

Portas Abertas desenvolve, em cooperação com as organizações Literatura Nova Vida e Liga Bíblica, o primeiro Estudo Bíblico Chinês em escrita chinesa simplificada.
1993

São doados 50.000 exemplares da primeira edição da Bíblia completa em albanês para o presidente da Albânia, um país que até aquela data se declarava totalmente ateu.
1994

Realiza-se uma campanha evangelística de 5 dias no Estádio Qaddafi no Paquistão, com a presença de milhares de pessoas nesse país predominantemente muçulmano.
1995

O segundo filme de Portas Abertas, Atrás do Sol, é enviado para o mundo todo para demonstrar as dificuldades enfrentadas por um muçulmano convertido ao cristianismo em sua terra natal.
1996

Irmão
1997

Continuando sua história, que começou com O Contrabandista de Deus, André publica seu décimo livro Desafiando os limites da fé e compartilha o processo dos dez passos pelo qual Deus trabalha em sua vida. Irmão André recebe o prêmio Liberdade Religiosa Internacional durante uma cerimônia patrocinada pela Associação Evangélica Mundial.
1998

Com o objetivo de continuar treinando e enviando Bíblias a

cristãos à beira do colapso devido à fome, Portas Abertas dá início ao seu inédito projeto de ajuda com alimentos e remédios para as áreas distantes do sul do Sudão.
1999

Em seu maior compromisso anual com os cristãos da igreja nos lares desde o Projeto Pérola, Portas Abertas entregou um milhão de Bíblias e outros materiais cristãos para a China.
2002

Portas Abertas apresenta uma nova logomarca contemporânea para refletir sua visão ampliada para os novos tempos.
2003

Projeto Iraque Portas Abertas lança um projeto de ajuda para o Iraque.
2004

Libertação de David de Vinatea e Soner Onder Depois de ficarem presos por 8 e 12 anos respectivamente, o peruano David e o turco Soner finalmente foram libertos.
2005

Comemoração dos 50 anos da Missão Portas

O que é a Sepal? SEPAL, Serviço de Evangelização Para América Latina, é uma missão internacional ligada à O.C.I Ministries, estabelecida no Brasil há mais de 30 anos. Nosso sonho é ver uma Igreja saudável, ao alcance de todo brasileiro, que possa levar o Evangelho de Jesus Cristo ao mundo todo. Com este alvo, estamos especialmente empenhados em fornecer treinamentos e materiais que auxiliem a liderança da Igreja a ministrar bíblica e fielmente. Nossos missionários têm desenvolvido ministérios e materiais em várias áreas: aconselhamento, pesquisas, missões transculturais, discipulado, cura interior, batalha espiritual, estratégias de evangelização, entre outras. A Sepal realiza encontros regionais e seminários, promove reciclagem e coordena equipes de pastores que se ajudam mutuamente. A Editora Sepal produz livros de autores nacionais e internacionais, edita o jornal Liderança e em seu acervo também constam fitas de vídeo. Sendo mantidos por ofertas, louvamos ao Senhor pelos colaboradores que Ele tem nos dado para cumprir esta tarefa. Conheça a seguir um pouco mais do nosso trabalho...

Com você, no serviço d'Ele. Ricardo Duncan Diretor

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful