REPRESENTAÇÃO DE DADOS EM SISTEMAS DIGITAIS

INTRODUÇÃO
A organização de qualquer sistema digital depende da forma como os números, caracteres e outros dados são representados. A unidade básica de informação em um computador digital é o bit, que é a contração de binary digit.
Um bit pode apresentar dois valores válidos ‘1’ ou ‘0’; Verdadeiro ou Falso;

SISTEMA DE NUMERAÇÃO POSICIONAL
A idéia básica em um sistema de numeração posicional é que um valor numérico é representado através de potências crescente de uma determinada base.

SISTEMA DE NUMERAÇÃO POSICIONAL
As duas bases mais importante em sistemas digitais são:
Binário (base dois) – utiliza apenas dois símbolos 0 e 1 Hexadecimal (base dezesseis) – utiliza dezesseis símbolos 0 a 9, A, B, C, D, E e F (usados para representar os números de 10 a 15);

SISTEMA DE NUMERAÇÃO POSICIONAL

CONVERSÃO ENTRE BASES
Número sem sinal
Método da Divisão

CONVERSÃO ENTRE BASES
Número sem Sinal
Método da Divisão
147 decimal para binário

CONVERSÃO ENTRE BASES
Converter 3121 na base quatro para a base 3. Converter 43210 na base cinco para a base 2. Converter 100 na base 10 para a base 3. Converter 20A na base hexadecimal para a base 10.

CONVERSÃO ENTRE BASES
Conversão entre bases de potência de dois
Números binários são expressos em hexadecimal, e algumas vezes em octal, para melhorar a leitura. Grupo de 3 bits é chamado octeto 23 = 8 Grupo de 4 bits é chamado hexteto 24 = 16
Separe os números em grupos de 3 ou 4 e faça a conversão de cada grupo em separado.

SOMA E SUBTRAÇÃO DE NÚMEROS BINÁRIOS
As operação de adição e subtração de números binários é equivalente as operações com números decimais. A grande diferença que as tabelas de operações só contém dois dígitos. Algoritmo – Soma Decimal
Faz-se a soma de um par de dígito por vez, começando pelos menos significativos. Se a soma de um determinado par for maior ou igual a dez, o excesso (vai-um) é usado na soma do próximo par de dígitos.

SOMA E SUBTRAÇÃO DE NÚMEROS BINÁRIOS
A tabela abaixo mostra o resultado da soma si e o bit de carry (vai-um) ci+1, para cada trio xi, yi e ci ( vai-um do resultado anterior).

SOMA E SUBTRAÇÃO DE NÚMEROS BINÁRIOS

SOMA E SUBTRAÇÃO DE NÚMEROS BINÁRIOS
A tabela abaixo mostra o resultado da subtração di e o bit de borrow (menos-um) bi+1, para cada trio xi, yi e bi ( menos-um do resultado anterior).

SOMA E SUBTRAÇÃO DE NÚMEROS BINÁRIOS

REPRESENTAÇÃO DE NÚMEROS NEGATIVOS
Números binários positivos podem ser representados como um número sem sinal. Contudo, números binários negativos precisam de uma notação que indique o sinal do número. A notação mais comum é dividir o número em duas partes:
Magnitude – expressa a quantidade do número Sinal – expressa se a quantidade é positiva ou negativa.

SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO DE COMPLEMENTOS
A representação de complemento serve para simplificar as operações de subtração, evitando a necessidade de comparação da magnitude e sinal. Dado um sistema de numeração com base qualquer, existem duas formas de complemento
Complemento de r Complemento de (r-1)

O complemento (r-1), de um número N na case r representado por n dígitos, é dado por:

SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO DE COMPLEMENTOS

SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO DE COMPLEMENTOS
Complemento de r é dado por:

Comparando com o complemento de (r-1), nota-se que o complemento de r é obtido somando-se um ao complemento de (r-1). O complemento de r é chamado, na base binária, de complemento de dois, e a representação derivada dele é chamada representação em complemento de dois.

SISTEMA DE REPRESENTAÇÃO DE COMPLEMENTOS
Usando o complemento de dois para representar números binários negativos.
Para números binários, o sinal do número é o MSB, que é 0 para números positivos e 1 para negativos. Assim, pode-se obter um número negativo a partir de um positivo, complementando-se cada bit, incluindo o sinal e somando-se 1. O bit de carry que ocorra deve ser ignorado.

ADIÇÃO E SUBTRAÇÃO EM COMPLEMENTO
DOIS A notação complemento dois facilita a execução de operações de soma e subtração com números binários. Com complemento dois é possível realizar operações com ou sem sinal com o mesmo hardware. Soma em Complemento Dois
Faz-se uso da tabela da página 11, e ignora-se qualquer bit de carry após o sinal.

ADIÇÃO E SUBTRAÇÃO EM COMPLEMENTO
DOIS Overflow
Existem casos que o resultado da operação excede a capacidade de representação do sistema numérico, criando o estouro ou overflow. Exemplos:

Ocorre overflow apenas com operandos de mesmo sinal, para detectar o overflow basta verificar se o sinal do resultado é diferente do sinal dos operandos.

ADIÇÃO E SUBTRAÇÃO EM COMPLEMENTO
DOIS Subtração em Complemento Dois
Para realizar a subtração em complemento dois, pode-se usar o mesmo procedimento para número sem sinal e as regras de detecção de overflow da adição. Contudo, o mais comum é fazer o complemento dois do número que se deseja subtrair e somá-lo com o outro operando. Veja:

LISTA DE EXERCÍCIOS
Realize as conversões
179 para binário 467 para octal 3417 para hexadecimal

Encontre a representação de complemento um e complemento dois.
101101 010101 101011 110011

LISTA DE EXERCÍCIOS
Realize as seguintes operações usando o sistema binário e complemento dois. Os números são sem sinal.
10111 + 10011 11001 – 00011 010101 + 10101 11100 – 01110

Refaça as operações acima, considerando que os números estão no formato sinalizado.

BIBLIOGRAFIA
The Essentials of Computer Organization and Architecture, Linda Null, Julia Lobur, Jones and Bartlett Publisherss. Apostila de Introdução aos Sistemas Digitais – José Luiz Güntzel e Francisco de Assis do Nascimento – UFPEL, disponível em: http://minerva.ufpel.edu.br/~guntzel/isd/isd.html

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful