P. 1
A INDÚSTRIA TÊXTIL DE SÃO BENTEO: DA MANUFATURA Á MAQUINOFATURA

A INDÚSTRIA TÊXTIL DE SÃO BENTEO: DA MANUFATURA Á MAQUINOFATURA

4.75

|Views: 6,297|Likes:
Published by rosallvo
Rosalvo Nobre Carneiro
Redes de dormir
São Bento-PB
Rosalvo Nobre Carneiro
Redes de dormir
São Bento-PB

More info:

Categories:Types, Research
Published by: rosallvo on Dec 09, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/17/2012

pdf

text

original

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA

CENTRO DE EDUCAÇÃO

DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA

Rosalvo Nobre carneiro

A INDÚSTRIA TÊXTIL EM SÃO BENTO – PB:

da manufatura à maquinofatura

CAMPINA GRANDE
2001

ROSALVO NOBRE CARNEIRO

A INDÚSTRIA TÊXTIL EM SÃO BENTO – PB:
da manufatura à maquinofatura

Monografia de Conclusão de Curso
apresentada ao Departamento de História e
Geografia da UEPB para a obtenção do grau
de licenciatura em Geografia, tendo como
orientador o professor Hélio de Oliveira
Nascimento e como co-orientadora a
professora Maria Aparecida da Silva.

CAMPINA GRANDE
2001

FICHA CATALOGRÁFICA ELABORADA PELA BIBLIOTECA CENTRAL-UEPB

C289i Carneiro, Rosalvo Nobre

A indústria têxtil em São Bento-PB: da manufatura à
maquinofatura / Rosalvo Nobre Carneiro.– Campina
Grande: UEPB, 2001.

66f.: il. col.

Monografia (Trabalho Acadêmico Orientado – TAO)
– Universidade Estadual da Paraíba

1- Indústria Têxtil I. Título

22. ed. CDD 338.47677

ROSALVO NOBRE CARNEIRO

A INDÚSTRIA TÊXTIL EM SÃO BENTO – PB:

da manufatura à maquinofatura

Monografia de Conclusão de Curso
apresentada ao Departamento de História e
Geografia da UEPB para a obtenção do grau
de licenciatura em Geografia, tendo como
orientador o professor Hélio de Oliveira
Nascimento e como co-orientadora a
professora Maria Aparecida da Silva.

COMPONENTES DA BANCA EXAMINADORA:

_________________________________________________
Prof. Ms Hélio de Oliveira Nascimento (UEPB)

_________________________________________________
Prof. Ms Maria Aparecida da Silva (UEPB)

_________________________________________________
Prof. Ms Marisa Braga de Sá (UEPB)

Campina Grande _____ de ______________ de 2001

Dedico a meus pais, João e Rosalva
e a Teresinha

AGRADECIMENTOS

Agradeço, primeiramente a DEUS, pois sem ele não seria possível realizar esse

trabalho.

Agradeço também a todos aqueles que confiaram em mim e sempre me deram apoio

para conseguir realizar meus objetivos e meus sonhos.

Especialmente, agradeço à professora Maria Aparecida da Silva, que mesmo não

estando mais na UEPB não deixou de orientar este trabalho, no qual já o acompanha de

perto por quase dois anos.

Não posso deixar de mencionar a compreensão de todos aqueles proprietários de

fábricas que gentilmente se dispuseram a me atender, mesmo quando não possuíam tampo

disponível. Destacamos também a atenção e paciência com a qual os trabalhadores (as)

das tecelagens nos atenderam.

LISTA DE FOTOS

FOTO 1 – Fio tinto ou de cor................................................................................................. 39

FOTO 2 – Urdição manual de fio........................................................................................... 54

FOTO 3 – Urdição de fio em equipamento elétrico (Urdideira elétrica)................................. 54

FOTO 4 – Tingimento em equipamento elétrico.................................................................... 55

FOTO 5 – Tecelagem (Teares elétricos)............................................................................... 56

FOTO 6 – Enchimento de espula (Espuladeira elétrica)....................................................... 56

FOTO 7 – Mulher empunhando rede (Banco de empunhar)................................................. 57

FOTO 8 – Trabalhador fazendo caré..................................................................................... 58

LISTA DE TABELAS

Tabela 1 – São Bento: Mecanização das unidades produtivas por grupos de classe de
ano.................................................................................................................... 25

Tabela 2 – São Bento: Número de unidades produtivas por classe de ano de início de
produção........................................................................................................... 33

Tabela 3 – São Bento: Tipo de equipamento empregado no início da produção............... 33

Tabela 4 – São Bento: Mecanização das unidades de produção por grupos de classe de
ano e intervalo de início de produção............................................................... 34

Tabela 5 – São Bento: Média mensal de pessoas trabalhando nas unidades produtivas por
função ou tarefa e sexo.................................................................................... 35

Tabela 6 – São Bento: Média mensal de pessoas trabalhando nas unidades produtivas por
função ou tarefa e tipo de contrato de trabalho................................................ 36

Tabela 7 – São Bento: Média semanal de consumo de fio nos estabelecimentos industriais

por intervalos de peso...................................................................................... 37

Tabela 8 – São Bento: Média mensal de consumo de fio nas unidades produtivas por
intervalo de peso.............................................................................................. 38

Tabela 9 – São Bento: Tipo de fio empregado na produção e número de unidades......... 39

Tabela 10 – São Bento: Número de máquinas e equipamentos nas unidades de produção
por tipo de instrumento..................................................................................... 40

Tabela 11 – São Bento: Faixa etária dos trabalhadores da indústria por função ou tarefa e
grupos de idade................................................................................................ 43

Tabela 12 – São Bento: Grau de instrução dos trabalhadores da indústria por função ou
tarefa................................................................................................................ 44

Tabela 13 – São Bento: Grau de especialização profissional dos trabalhadores da indústria
por função ou tarefa que sabe executar no processo produtivo...................... 45

Tabela 14 – São Bento: Situação habitacional dos trabalhadores fabris segundo a função
ou tarefa........................................................................................................... 46

Tabela 15 – São Bento: Média mensal dos valores das residências de aluguel segundo

valores de preço pago pelos trabalhadores..................................................... 47

Tabela 16 – São Bento: Número de trabalhadores por lugar de residência anterior........... 48

Tabela 17 – São Bento: Número de trabalhadores por função ou tarefa e lugar de
residência anterior............................................................................................ 49

Tabela 18 – São Bento: Número de trabalhadores nas unidades produtivas por função ou
tarefa e tipo de emprego anterior segundo os setores da economia............... 50

Tabela 19 – São Bento: Produção média semanal dos produtos da indústria têxtil e
unidades de medida correspondente............................................................... 62

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO....................................................................................................................... 9

1 O PROCESSO DE PRODUÇÃO DO ESPAÇO DE SÃO BENTO.................................. 12

1.1 CARACTERIZAÇÃO DA ÁREA.................................................................................... 12

1.2 ASPECTOS SÓCIO-POLÍTICOS E ECONÔMICOS.................................................... 14

2 SÃO BENTO: DA MANUFATURA À MAQUINOFATURA............................................. 17

2.1 DO ARTESANATO À MANUFATURA..........................................................................17

2.2 A TRANSIÇÃO DA MANUFATURA PARA A MAQUINOFATURA.............................. 20

3 A ESTRUTURA DA MAQUINOFATURA DE REDES DE DORMIR............................... 32

3.1 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS DA MAQUINOFATURA.......................................... 40

3.2 CARACTERÍSTICAS SÓCIO-ECONÔMICAS DOS TRABALHADORES FABRIS...... 42

3.3 A INDÚSTRIA TÊXTIL COMO FATOR DE ATRAÇÃO POPULACIONAL................... 48

4 O PROCESSO DE PRODUÇÃO DE REDES-DE-DORMIR........................................... 52

4.1 A PRIMEIRA FASE DO PROCESSO DE PRODUÇÃO............................................... 52

4.2 A SEGUNDA FASE DO PROCESSO DE PRODUÇÃO.............................................. 57

5 O PROCESSO DE COMERCIALIZAÇÃO....................................................................... 60

CONCLUSÃO........................................................................................................................ 63

REFERÊNCIAS .................................................................................................................... 65

9

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->