IDADE CONTEMPORÂNEA

FIM DO ANTIGO REGIME E A CONSOLIDAÇÃO DO CAPITALISMO

PROF. Esp. AUGUSTO TRINDADE
SISTEMA FEUDAL X ESTADO MODERNO

- Poder descentralizado, nas mãos dos senhores feudais - Comércio baseado no sistema de trocas

- Poder centralizado nas mãos do rei

- Moeda única e a restauração da atividade mercantil - Defesa local feita pelos - Formação do exército colonos nacional

TRANSIÇÃO DA IDADE MODERNA PARA O MUNDO CONTEMPORÂNEO E O FIM DO ANTIGO REGIME
Principais Acontecimentos do Século XV ao XVII

GRANDES NAVEGAÇÕES
E COLONIZAÇÃO (MERCANTILISMO) RENASCIMENTO ABSOLUTISMO OU ESTADO NACIONAL REFORMA PROTESTANTE

(O ESPÍRITO CAPITALISTA)

TRANSIÇÃO DA IDADE MODERNA PARA O MUNDO CONTEMPORÂNEO E O FIM DO ANTIGO REGIME Séculos XVIII e XIX

O ANTIGO REGIME
Fase de transição, onde existiam resquícios da ordem feudal como a servidão, as corporações de ofício e o sistema de ordens (ou seja, o 1º, 2º e 3º estados)

TRANSIÇÃO DA IDADE MODERNA PARA O MUNDO CONTEMPORÂNEO E O FIM DO ANTIGO REGIME Séculos XVIII e XIX

O ILUMINISMO
René Descartes (1596 – 1650) “Pai da Filosofia Moderna”, para encontrar a verdade o homem deveria partir de dúvidas. A Razão como único caminho para o conhecimento.

John Locke (1632 – 1740) “Pai do Liberalismo Político” Direitos individuais, inalienáveis: à vida, à propriedade e à liberdade

Isaac Newton (1642 – 1727) “)Pai da Física Moderna” O Universo está em constante movimento sendo este absoluto e o repouso relativo

TRANSIÇÃO DA IDADE MODERNA PARA O MUNDO CONTEMPORÂNEO E O FIM DO ANTIGO REGIME Séculos XVIII e XIX

O ILUMINISMO NA FRANÇA

Principal obra, reunindo trabalhos de diversos pensadores, organizada por Denis Diderot e Jean D’Alembert. Valorizava-se a razão, o culto à ciência, as críticas à Igreja feudal, pregando a igualdade de todos os homens e defendendo o apoio à educação como forma de melhorar a sociedade.

TRANSIÇÃO DA IDADE MODERNA PARA O MUNDO CONTEMPORÂNEO E O FIM DO ANTIGO REGIME Séculos XVIII e XIX

O ILUMINISMO NA FRANÇA

JEAN-JACQUES ROUSSEAU 1712 – 1778

MONTESQUIEU VOLTAIRE 1689 - 1755 1694 – 1778 “O Espírito das Leis”, “Cartas Filosóficas” propondo as divisões defendendo a de poderes em liberdade ideológica, Legislativo, o dogmatismo e a Executivo e Judiciário tolerância religiosa.

“Contrato Social” Prega a soberania popular, e que o homem faz um pacto com o estado, idéias que servirão de base ao socialismo

TRANSIÇÃO DA IDADE MODERNA PARA O MUNDO CONTEMPORÂNEO E O FIM DO ANTIGO REGIME Séculos XVIII e XIX

O ILUMINISMO NA FRANÇA

FRANÇOIS QUESNAY e VINCENT DE GOURNAY 1694 – 1774 1712 – 1759 Os “FISIOCRATAS” Sistema seria dirigido pela própria natureza, “Laissez-faire, laissez-passer lê monde va de lui même” (Deixe fazer, deixe passar, o mundo vai por sí mesmo), os fisiocratas se opunham-se às restrições feudais, mercantilistas e governamentais, favorecendo a liberdade de comércio interno e externo.

TRANSIÇÃO DA IDADE MODERNA PARA O MUNDO CONTEMPORÂNEO E O FIM DO ANTIGO REGIME Séculos XVIII e XIX

OS ECONOMISTAS CLÁSSICOS

ADAM SMITH 1723 – 1790 “A Riqueza das Nações”, buscou diferenciar a economia política da ciência política, a ética e a jurisprudência

DAVID RICARDO 1772 – 1823 “Princípios da Economia Política e Taxação” A Classe operária é levada e condenada à pobreza eterna.

THOMAS MALTHUS 1776 - 1834 “Ensaio sobre a população” A população
cresce de forma geométrica enquanto a produção cresce de forma aritmética