You are on page 1of 50

CELAFISCS

Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul

** * **

Prof. Ms. Luis Carlos de Oliveira

luis.oliveira@celafiscs.org.br

Estilo de Vida Infância

Comportamento Típico Adolescência

.

.

ATIVIDADE FÍSICA + ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Bem estar físico e mental Equilíbrio Emocional Prevenção doenças Tratamento doenças CELAFISCS .

60 MINUTOS / DIA RECOMENDAÇÃO CRIANÇAS ADOLESCENTES MAIORIA DOS DIAS (5) DA SEMANA CONTÍNUA ACUMULADA MODERADA VIGOROSA .

VIVÊNCIAS PRAZEIROSAS PERCEPÇÃO POSITIVA COMPORTAMENTO ATIVO .

Jogo de Trilha Olimpíadas Agita São Paulo .

AGITA LÚDICO .

EscondeEsconde Queimada Mãe da Rua Brincadeiras Tradicionais Mão na Mula Pega-Pega Pular corda .

.

pipas.com.FESTIVAL DE PIPAS Parque ecológico do Tietê 30/8/2008 www.000 PIPAS .br OFICINAS 6 14.

2001 .PCNs TEMA: ATIVIDADE FÍSICA E SAÚDE Proposta Curricular Quadra Projeto Pedagógico Incorporar as atividades de ações permanentes do Agita Galera como parte do Projeto Pedagógico da Escola Agita São Paulo.O Agita Galera .

www.au .org.heartfoundation.

.

www.br .brasilquepula.com.

org.ne.br Pular corda .www.

1999 * Inativas Média Ativas * Crianças ativas ganham 20% a mais de massa óssea que as menos ativas .Atividade Física e Massa Óssea em Crianças 900 800 700 600 500 400 300 200 100 0 Meninos Meninas BAILEY.

1999 .Conteúdo Mineral Ósseo x Atividade Física em Crianças 800 700 600 500 400 300 200 100 0 Trocanter > 14% Total: > 5% Homem Mulher 503 641 816 27% Sedentário Ativo 617 23% Bailey.

10.PULAR CORDA E MASSA ÓSSEA ADOLESCÊNCIA 14 % 9 * Fêmur Masculino Femenino * Calcâneo 4 -1 -6 * Coluna Gordura PULAR CONTROLE C P * N: 99 Adolescentes 13.min pular corda – Aquecimento aula EF Weeks et al.8 anos – 8 meses Programa Escola. J Bone Min Reasear 23(97). 2008 -11 .

7 ± 3. Calcified Tissue International.1 h/sem. 2000.1 1.Jogadoras de Futebol (6.25 (p<0.6 anos .8 anos .7 anos) 25 meninas – 17.18 1.23 1.2 1.1 h/sem.9 ± 1.Pular Corda (6.4 anos . de treinamento) – idade da menarca (13 anos) 15 meninas – 17. Densidade Mineral Óssea Total Estudo Transversal 10 meninas – 17.05 1 Corda Futebol Controle Pettersson U et al.15 1.1 ± 2.15 Celafiscs 1. de atividade física) – idade da menarca (12.6 anos) .Efeito da Atividade de Alto Impacto na Massa Óssea em Adolescentes Comparação Entre Dois Esportes Densidade Mineral Óssea Total (g/cm²) 1. de treinamento) – idade da menarca (12.05) 1.Controle (0.0 h/sem.

7 anos) 25 meninas – 17.4 anos . de atividade física) – idade da menarca (12.1 h/sem. 2000.9 ± 1.Jogadoras de Futebol (6.6 anos) .1 ± 2. Conteúdo Mineral Ósseo (g) Estudo Transversal 10 meninas – 17.7 ± 3.8 anos .6 anos . Calcified Tissue International. de treinamento) – idade da menarca (12.1 h/sem. de treinamento) – idade da menarca (13 anos) 15 meninas – 17.Pular Corda (6.05) 3100 Conteúdo Mineral Óssea Total (g) Celafiscs 3000 2900 2800 2700 2600 2500 2400 2300 Corda Futebol Controle Pettersson U et al.0 h/sem.Efeito da Atividade de Alto Impacto na Massa Óssea em Adolescentes Comparação Entre Dois Esportes (p<0.Controle (0.

de atividade física) – idade da menarca (12.9 ± 1.Jogadoras de Futebol (6.6 anos .Efeito da Atividade de Alto Impacto na Massa Óssea em Adolescentes Comparação Entre Dois Esportes 2500 Celafiscs 2450 Área Óssea Total (cm²) 2400 2350 2300 2250 2200 2150 * * * p<0. Calcified Tissue International.1 h/sem.1 ± 2.Controle (0.4 anos .6 anos) .Pular Corda (6.0 h/sem.8 anos .7 ± 3. 2000. de treinamento) – idade da menarca (13 anos) 15 meninas – 17. de treinamento) – idade da menarca (12.05 Corda Futebol Controle Pettersson U et al. Estudo Transversal 10 meninas – 17.7 anos) 25 meninas – 17.1 h/sem.

C.8 (±0.Exercício X Rendimento Escolar HILLMAN et al.4) OMNI .6 (±0. Neuroscience 159 (2009) 1044–1054 120 * Tomografia score 115 110 105 Compreensão de Leitura Soletrar Aritimética Exercicio Repouso 20 pré-adolescentes (meninos e meninas) Idade: 9. exercício:125.4 (±1.4 (±0.0) PSE: 2.7) Maturação: 1.4) Tanner F.

.

Andrade. D.CONHECIMENTO DA MARCA PRIVADAS 78. J.8* EM ADOLESCENTES DE ESCOLAS PÚBLICAS E 80 % 70 60 50 40 30 20 10 0 Pública 21.3 Privada 16.2 42.2 ± 0.. .7 * DE SÃO PAULO Conhece Não Conhece 57.9 anos .N: 621 2 Júnior.

15 1 g.. Andrade. .Conhecimento do Objetivo AGITA SAO PAULO x Adolescentes de Escolas Públicas x Privadas na Cidade São Paulo % 90 75 60 45 30 15 0 88.N: 621 X2corrected = 83. J. D.l Não Conhece Júnior.2 ± 0.6 Conhece 16.4 Pública 62 * Privada * 38 11.9 anos .

6 32.6 * 42. . J.N: 384 X2corrected = 83.Conhecimento da Recomendação ACSM-CDC x Adolescentes de Escolas Públicas x Privadas na Cidade São Paulo % 80 70 60 50 40 30 20 10 0 FREQ DUR INTENS MODO 79.4 * 72.2 * 60 Pública Privada 66.9 77.9 anos .2 ± 0.15 1 g.. Andrade.8* 45. D.8 16.l Júnior.

2 % 35 30 25 20 44.ADOLESCENTES – SUFICIENTEMENTE ATIVOS ESCOLAS PÚBLICAS E PRIVADAS 45 40 * %: 27. 200 .05 Andrade D et al.2 PÚBLICA PRIVADA *p< .2 32.

.

EE PROF SILVÉRIO MONTEIRO .

.

.

.

.

.

INVENTE MANEIRAS ATIVAS DE SER FELIZ .

CURTA COM OS AMIGOS .

CURTA COM O PARCEIRO .

APROVEITE A VIDA COM QUALIDADE .

no sentido de possibilitar que se avance na idade em plenas condições de saúde e bem-estar permitindo aproveitar a vida em plenitude na Melhor Idade. 2002 . Oliveira...acreditamos que a Promoção da Atividade Física tem um papel fundamental na adoção de um “Estilo de Vida Ativo” desde a infância. L. C..

.

Atividade Física ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL + Prazer = Saúde .

.

.

.

ECONOMIA & ATIVIDADE FÍSICA Pacientes sedentários custam U$ 1. RE. Exercise is Medicine Sallis. Br J Sports Med 43(1) 2009 .Califórnia gastos atribuídos a inatividade física U$ 29 bilhões – Aumento de 32% em relação a 2000.500/ano a mais que os ativos USA.