You are on page 1of 1

História De Uberaba

Criação da Vila de Uberaba Manuel Dias de Toledo, Presidente da Província de Minas Gerais: Faz saber a todos os seus habitantes que a Assembléia Legislativa Provincial decretou e eu sancionei a Lei seguinte: Artigo 1- Fica elevado à Vila o arraial de Santo Antônio de Uberaba, compreendendo no seu município a freguesia do mesmo nome e o distrito de Sacramento da Freguesia do Desemboque servindo de divisa pelo lado desta povoação a Lagoa dos Esteios e a linha do prolongamento da mesma lagoa até o Rio das Velhas ao Rio Grande. Artigo 2- É suprimido o julgado do Desemboque, e a parte dele não compreendida no Município de Uberaba é incorporada ao de São Domingos do Araxá. Artigo 3- Os habitantes do novo município são obrigados a construir, à sua custa, Casa para sessões da Câmara Municipal, Júri, uma cadeia segura, conforme o plano que for determinado pelo governo; antes de verificar-se condição não terá lugar a execução desta lei”. Dada no Palácio do Governo, na Imperial cidade de Ouro Preto, aos vinte e dois de fevereiro 1836. Ata da instalação do Município de Uberaba “Ano do Nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo de mil oitocentos e trinta e sete, décimo sexto da Independência e do Império, aos sete dias do mês de janeiro do dito ano, neste Arraial de Santo Antônio e São Sebastião do Uberaba, Comarca do Rio Paracatu do Príncipe, Província de Minas Gerais, em nova Casa, construída pelos Cidadãos do novo Termo, para servir de Paço da Câmara, que vai se instalar, perante os novos vereadores, que hão de formar, eleitos na forma da Lei. E, em presença dos cidadãos que concorreram a este Ato, leu, o Capitão Domingos da Silva e Oliveira, o Ofício da Câmara Municipal da Vila do Araxá, pelo qual o convidava, como cidadão mais votado, a prestar juramento para Presidente da nova Câmara; E declarando que o tinha feito, leu a Certidão do mesmo juramento prestado a 20 de dezembro de mil oitocentos e trinta e seis. Leu a Portaria da Presidência da Província de Minas Gerais, de vinte de julho do dito ano, que ordena a execução da Lei Mineira número 28, que elevou este Arraial à Vila e que lhe marcou seus limites”. Nota: Esta citada casa, construída pelo Capitão Domingos da Silva e Oliveira, para servir de Casa de Câmara e Cadeia de Uberaba, ainda hoje, serve como Gabinete do Prefeito e de Câmara Municipal de Uberaba.