Perspetivas futuras

Devido à conjuntura de profunda crise económica e financeira em Portugal, o ano fical de 2010 caraterizou-se por uma diminuição de cerca de 4% do consumo de telecomunicações por parte das empresas e particulares face ao mesmo periodo de 2009. Por sua vez, o setor das telecomunicações móveis teve pelo terceiro ano consecutivo uma contração na ordem dos 7%, valor este, medido com base nas receitas de serviços. Por seu turno, no que toca à crescente utilização de banda larga móvel e, sobretudo, dos smartphones e tablets, pode afirmar-se que este crescimento compensou, embora não totalmente, a queda das receitas de comunicação de voz. Pela análise dos relatórios de atividades da Vodafone Portugal, S.A., podemos afirmar que esta pretende no ano fiscal de 2011 continuar a manter um posionamento proativo e eficaz face à crise económica e à concorrencia, até ao aproveitamento de oprtunidades derivadas do desenvolvimento teconologico, do surgimento de novos serviços e claro, não esquecendo a grande aposta em projetos de responsabilidade social, nomeadamente através da sua fundação. Assim, esta empresa encara o ano fiscal de 2011 com otimismo, querendo contribuir para que Portugal se situe na vanguarda das infra-estruturas e serviços de telecomunicações, para que assim comece a existir um ciclo de recuperação, haja crescimento económico e um maior bem estar para os portugueses.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful