s

l
i
d
e
:


1

Eletromagnetismo
Elektron Magnítis lithos
Elektron-Magnítis
s
l
i
d
e
:


2

Propriedades das Cargas Elétricas
 Há duas espécies de cargas elétricas na natureza, as cargas de espécies
diferentes se atraem e as cargas da mesma espécie se repelem.
 A carga se conserva
Carregamento por atrito
s
l
i
d
e
:


3

Carregamento por Atrito
s
l
i
d
e
:


4

Carga Superficial
• Charge on the surface
with static electricity, at
the top, and without, at
the bottom (Image from
Science)
http://lostinscience.wordpress.com/
s
l
i
d
e
:


5

Distribuição de Carga numa Molécula
• β-D-glucopyranose.
• Blue – positive charge
• Red – negative charge.
s
l
i
d
e
:


6

Sistemas Biológicos
• Fluxo de Carga e Energia
s
l
i
d
e
:


7

Remediação de Solos

http://www.terrancorp.com/remediation/files/acase/acase.htm
s
l
i
d
e
:


8

sem filtro eletrostático com filtro eletrostático
Aplicação: Filtro Industrial
s
l
i
d
e
:


9

O cilindro fabricado, com
um material fotocondutor,
permanece carregado
somente na região em que
não incidiu luz. Esta região
carregada atrai o pó preto
do toner que irá então
reproduzir a imagem em
outra folha de papel.
Aplicação: Fotocopiadora
s
l
i
d
e
:


1
0

O cilindro fabricado, com um material fotocondutor,
permanece carregado somente na região em que não incidiu a
luz do laser. Esta região carregada, atrai o pó do toner que irá
então reproduzir o arquivo em uma folha de papel.
Aplicação: Impressora Laser
s
l
i
d
e
:


1
1

 A força é inversamente proporcional ao quadrado da separação, r,
entre duas partículas.
 A força é proporcional ao produto das cargas q
1
e q
2
das duas
partículas.
 A força é atrativa se o sinal das cargas forem opostos e repulsiva se
tiverem o mesmo sinal.
r
2

q
1
q
2

Vídeo
MÓDULO
Lei de Coulomb (1785)
s
l
i
d
e
:


1
2

Força Gravitacional e Coulombiana
s
l
i
d
e
:


1
3

onde é o vetor unitário
dirigido de q
1
para q
2
A força que q
1
exerce
sobre q
2
, F
21
pode ser
expressa sob forma
vetorial:


12
2
2 1
21

r
q q
k F =

A Lei de Coulomb
s
l
i
d
e
:


1
4

A Lei de Coulomb
onde é o vetor unitário
dirigido de q
1
para q
2
A força que q
1
exerce
sobre q
2
, F
21
pode ser
expressa sob forma
vetorial:

12
2
2 1
21

r
q q
k F =

Fig 23.5
r
2
- r
1

r
2

r
1

1 2 12
r r r
  
÷ =
s
l
i
d
e
:


1
5

Campo Elétrico
O vetor do campo elétrico E num ponto do es-
paço e definido como a força elétrica F que atua
sobre uma carga de prova positiva colocada
nesse ponto, dividida pelo módulo dessa carga
de prova q
0
:

0
q
F
E


=
E é o campo externo à carga de prova, e não o
campo provocado por ela.
Vídeo
s
l
i
d
e
:


1
6

Visualização 3D
Visualização 2D
Vídeo
Campo Elétrico
s
l
i
d
e
:


1
7

Em primeiro plano o
campo resultante
Campo produzido por
cada uma das cargas
Superposição de Campos Elétricos
s
l
i
d
e
:


1
8

Adição de Vetores
s
l
i
d
e
:


1
9

( ) B A B A
   
÷ + = ÷
Subtração de Vetores
s
l
i
d
e
:


2
0

Cálculo de campo elétrico
,E
1
,=,E
2
,
,E
3
, = 2*,E
1
,
s
l
i
d
e
:


2
1

Campo sobre o plano de
simetria de duas cargas
de mesmo sinal
O campo resultante vai
estar contido no plano
de simetria da figura
Se houver a interseção de
dois planos de simetria o campo
resultante vai estar contido nesta
interseção, isto é, no eixo de
simetria da figura
Campo de duas cargas positivas
s
l
i
d
e
:


2
2

Final da Aula-01
(03/08)
s
l
i
d
e
:


2
3

Cálculo de Campo Elétrico
s
l
i
d
e
:


2
4

Linhas de campo de duas cargas positivas
Obs.: O campo em cada ponto só pode ter uma direção e um sentido,
portanto as linhas de campo que o representa não podem se cruzar
s
l
i
d
e
:


2
5

Carga
2q
A figura da direita fornece uma visualização do significado da
aproximação matemática para pontos distantes (r>> 2a)
Linhas de campo de duas cargas positivas
Sai o dobro de linhas em
relação a uma única carga
s
l
i
d
e
:


2
6

Linhas de campo de um dipolo
s
l
i
d
e
:


2
7

Em primeiro plano o
campo resultante
Campo produzido por
cada uma das cargas
Superposição de Campos Elétricos
s
l
i
d
e
:


2
8

A figura da direita fornece uma visualização do significado da
aproximação matemática para pontos distantes (r>> 2a)
Carga
~ nula
Linhas de campo de um dipolo
O número de linhas que sai é
igaul ao que entra
s
l
i
d
e
:


2
9

 Carga +3
© Carga -1


Cálculo de Campo Elétrico
s
l
i
d
e
:


3
0

 Carga +3
© Carga -1


Cálculo de Campo Elétrico
s
l
i
d
e
:


3
1

 Carga +3
© Carga -1


Visualização 2D das Linhas de Campo
s
l
i
d
e
:


3
2

 Carga +3
© Carga -1


1
2 3 4 5 6 7
8
9
10
11
12
13 14 15 16 17 18
19 ? Erro.
Deveriam ser 18 linhas,
pois 9 entram em –q.
Portanto deveriam sair
27 linhas de +3q e não 28.
Visualização 2D das Linhas de Campo
s
l
i
d
e
:


3
3

Vídeos
• Campo Elétrico
• http://www.youtube.com/watch?v=hInQeiyv-
5o&feature=related
• Electric Field Lines
• http://www.youtube.com/watch?v=puTZvhOF
pRA&feature=related
• Coulomb’s Law
• http://www.youtube.com/watch?v=b49DF-
qN4n8&feature=related
s
l
i
d
e
:


3
4

Cálculo de Campo Elétrico de

Distribuições Contínuas de Carga
s
l
i
d
e
:


3
5

(de uma distribuição contínua de carga)
Como em todo cálculo vetorial
nós temos que calcular, separa-
damente, cada uma das
componentes E
x
, E
y
, E
z

e depois calcularmos

E = E
x
(x) + E
y
(y) + E
z
(z)
÷ . . .
Cálculo de Campo Elétrico
s
l
i
d
e
:


3
6

Distribuições contínuas de carga
k E j E i E E
z y x
   
+ + =
}
}
}
}
¿
=
=
=
÷ ÷ ÷ ÷ ÷ A =
÷ A
) ( ) (
); ( ) (
); ( ) (
) ( ) ( ) (
cargas
0
P z P z
P y P y
P x P x
P
E
i
P i P
r dE r E
r dE r E
r dE r E
r E d r E r E
i
 
 
 







P
r

| |
i o P
r r r
  
÷ =
o
r

i
r

r
r
q
k E ˆ
2
A
= A

s
l
i
d
e
:


3
7

Densidade linear de carga
Densidade superficial de carga
Densidade volumétrica de carga
dq
dl
dS dq
dq
dV
l d
dq
= ì
dS
dq
= o
dV
dq
= µ
Densidade de carga
l
l
dq= ì.dℓ
dq= o.dS
dq= µ.dV
s
l
i
d
e
:


3
8

Cálculo de Campo de um Segmento de Reta
Qual é a direção de E?
Qual é o sentido de E?
Quem é meu elemento dq?
Quem é o r de dq?
Quais são os limites de
integração?
s
l
i
d
e
:


3
9

Final da Aula-02
(08/08)
s
l
i
d
e
:


4
0

Devemos decompor AE em duas componentes. Uma paralela
ao eixo AE
x
e outra perpendicular ao eixo AE
±

Cálculo de Campo de um Anel
Qual é a direção de E?
Qual é o sentido de E?
Quem é meu elemento dq?
Quem é o r de dq?
Quais são os limites de
integração?
Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=5p5h4d-AGqY
s
l
i
d
e
:


4
1

As componentes AE

e AE

dos elementos de carga Aq
1 e
Aq
2
simétricos em relação ao eixo se cancelam. A resultante será
então 2(AE
x
).
( ) ( )
} } }
+
=
+
=
Q Q Q
x
dQ
x a
x k
x a
dQ x k
E d
0
2
3
2 2
0
2
3
2 2
0

Cálculo de Campo de um Anel
s
l
i
d
e
:


4
2

O campo de um disco
será igual a soma dos
campos de vários anéis
com raios variando de
r ÷ 0 até r ÷ R.
Se a carga do disco está
uniformemente distribuí-
da, nós podemos escrever:
Q = (o A) e dQ = (o dA)
( ) ( ) ( )
} } } }
+
=
+
=
+
=
R R R R
anel
x r
dr r x k
x r
dA x k
x r
dQ x k
E d
r
0
2
3
2 2
0
2
3
2 2
0
2
3
2 2
0
}) 2 { ( ) ( t o o

Cálculo de Campo de um Disco
s
l
i
d
e
:


4
3

Para pontos distantes
(r>>R) o campo parece
ser radial como o de uma
carga pontual
Carga do
Disco
Linhas de campo de disco
s
l
i
d
e
:


4
4

Para pontos longe da borda e próximos ao disco podemos
visualizar que o campo é perpendicular ao plano
Linhas de campo de disco
s
l
i
d
e
:


4
5

Ir para
Movimento de Cargas
s
l
i
d
e
:


4
6

Exercício 01
s
l
i
d
e
:


4
7

Exercício 02

Propriedades das Cargas Elétricas

Há duas espécies de cargas elétricas na natureza, as cargas de espécies diferentes se atraem e as cargas da mesma espécie se repelem.

A carga se conserva

Carregamento por atrito

slide: 2

Carregamento por Atrito

slide: 3

Carga Superficial

• Charge on the surface with static electricity, at the top, and without, at the bottom (Image from Science)

http://lostinscience.wordpress.com/

slide: 4

Distribuição de Carga numa Molécula • β-D-glucopyranose. slide: 5 . • Blue – positive charge • Red – negative charge.

Sistemas Biológicos • Fluxo de Carga e Energia slide: 6 .

com/remediation/files/acase/acase.Remediação de Solos http://www.htm slide: 7 .terrancorp.

Aplicação: Filtro Industrial sem filtro eletrostático com filtro eletrostático slide: 8 .

com um material fotocondutor.Aplicação: Fotocopiadora O cilindro fabricado. permanece carregado somente na região em que não incidiu luz. Esta região carregada atrai o pó preto do toner que irá então reproduzir a imagem em outra folha de papel. slide: 9 .

Esta região carregada. com um material fotocondutor.Aplicação: Impressora Laser O cilindro fabricado. permanece carregado somente na região em que não incidiu a luz do laser. atrai o pó do toner que irá então reproduzir o arquivo em uma folha de papel. slide: 10 .

  A força é atrativa se o sinal das cargas forem opostos e repulsiva se tiverem o mesmo sinal. r.Lei de Coulomb (1785) MÓDULO  q1q2 r2 A força é inversamente proporcional ao quadrado da separação. entre duas partículas. slide: 11 Vídeo . A força é proporcional ao produto das cargas q1 e q2 das duas partículas.

Força Gravitacional e Coulombiana slide: 12 .

A Lei de Coulomb  A força que q1 exerce sobre q2. F21 pode ser expressa sob forma vetorial:  q1 q2 ˆ F21  k r12 2 r onde é o vetor unitário dirigido de q1 para q2 slide: 13 .

A Lei de Coulomb r2 . F21 pode ser expressa sob forma vetorial:  q1 q2 ˆ F21  k r12 2 r r1 Fig 23.r1  A força que q1 exerce sobre q2.5 r2 onde é o vetor unitário dirigido de q1 para q2    r12  r2  r1 slide: 14 .

slide: 15 Vídeo . e não o campo provocado por ela. dividida pelo módulo dessa carga de prova q0 : E é o campo externo à carga de prova.Campo Elétrico O   F E q0 vetor do campo elétrico E num ponto do espaço e definido como a força elétrica F que atua sobre uma carga de prova positiva colocada nesse ponto.

Campo Elétrico Visualização 3D Visualização 2D slide: 16 Vídeo .

Superposição de Campos Elétricos Em primeiro plano o campo resultante Campo produzido por cada uma das cargas slide: 17 .

Adição de Vetores slide: 18 .

Subtração de Vetores     A B  A  B   slide: 19 .

Cálculo de campo elétrico E1=E2 E3 = 2*E1 slide: 20 .

isto é.Campo de duas cargas positivas Campo sobre o plano de simetria de duas cargas de mesmo sinal O campo resultante vai estar contido no plano de simetria da figura Se houver a interseção de dois planos de simetria o campo resultante vai estar contido nesta interseção. no eixo de simetria da figura slide: 21 .

Final da Aula-01 (03/08) slide: 22 .

Cálculo de Campo Elétrico slide: 23 .

Linhas de campo de duas cargas positivas Obs. portanto as linhas de campo que o representa não podem se cruzar slide: 24 .: O campo em cada ponto só pode ter uma direção e um sentido.

Linhas de campo de duas cargas positivas A figura da direita fornece uma visualização do significado da aproximação matemática para pontos distantes (r>> 2a) Carga 2q Sai o dobro de linhas em relação a uma única carga slide: 25 .

Linhas de campo de um dipolo slide: 26 .

Superposição de Campos Elétricos Em primeiro plano o campo resultante Campo produzido por cada uma das cargas slide: 27 .

Linhas de campo de um dipolo A figura da direita fornece uma visualização do significado da aproximação matemática para pontos distantes (r>> 2a) Carga ~ nula O número de linhas que sai é igaul ao que entra slide: 28 .

Cálculo de Campo Elétrico   Carga +3  Carga -1  slide: 29 .

Cálculo de Campo Elétrico   Carga +3  Carga -1  slide: 30 .

Visualização 2D das Linhas de Campo   Carga +3  Carga -1  slide: 31 .

pois 9 entram em –q.Visualização 2D das Linhas de Campo 13 14 15 16 17 18 12 19 ? Erro. Portanto deveriam sair 27 linhas de +3q e não 28. 8 Carga +3  Carga -1  7 6 5 4 3 2 slide: 32 . 11 10 9 1   Deveriam ser 18 linhas.

youtube.com/watch?v=hInQeiyv5o&feature=related • Electric Field Lines • http://www.com/watch?v=b49DFqN4n8&feature=related slide: 33 .Vídeos • Campo Elétrico • http://www.youtube.com/watch?v=puTZvhOF pRA&feature=related • Coulomb’s Law • http://www.youtube.

Cálculo de Campo Elétrico de Distribuições Contínuas de Carga slide: 34 .

cada uma das componentes Ex. Ez e depois calcularmos E = Ex (x) + Ey (y) + Ez (z)     slide: 35 . Ey.Cálculo de Campo Elétrico (de uma distribuição contínua de carga) Como em todo cálculo vetorial nós temos que calcular. separadamente.

  E z (rP )   dE z (rP ) i cargas  q E  k 2 r ˆ r slide: 36 .   E y (rP )   dE y (rP ).Distribuições contínuas de carga     E  E x i  E y j  Ez k  ri  ro        E i 0 E (rP )   E i (rP )     dE (rP )   rP    rP  ro  ri    E x (rP )   dE x (rP ).

dℓ dq dS l Densidade superficial de carga dq  dq= .Densidade de carga dq dl Densidade linear de carga  dq dl l dq= .dV slide: 37 .dS dS Densidade volumétrica de carga dq dV dq  dV dq= .

Cálculo de Campo de um Segmento de Reta Qual é a direção de E? Qual é o sentido de E? Quem é meu elemento dq? Quem é o r de dq? Quais são os limites de integração? slide: 38 .

Final da Aula-02 (08/08) slide: 39 .

Uma paralela ao eixo Ex e outra perpendicular ao eixo E Vídeo: http://www.com/watch?v=5p5h4d-AGqY slide: 40 .Cálculo de Campo de um Anel Qual é a direção de E? Qual é o sentido de E? Quem é meu elemento dq? Quem é o r de dq? Quais são os limites de integração? Devemos decompor E em duas componentes.youtube.

A resultante será então 2(Ex).  Q 0  Q k x dQ kx dE x    3 3 0 2 2 2 2 2 2 a  x  a  x   Q 0 dQ slide: 41 .Cálculo de Campo de um Anel As componentes E1 e E2 dos elementos de carga q1 e q2 simétricos em relação ao eixo se cancelam.

Cálculo de Campo de um Disco O campo de um disco será igual a soma dos campos de vários anéis com raios variando de r  0 até r  R. nós podemos escrever: Q = ( A) e dQ = ( dA)  R 0  R R k x ( dA) R k x ( {2 r dr}) k x dQ dEanelr     3 3 3 0 0 0 2 2 2 2 2 2 2 2 2 r  x  r  x  r  x  slide: 42 . Se a carga do disco está uniformemente distribuída.

Linhas de campo de disco Para pontos distantes (r>>R) o campo parece ser radial como o de uma carga pontual Carga do Disco slide: 43 .

Linhas de campo de disco Para pontos longe da borda e próximos ao disco podemos visualizar que o campo é perpendicular ao plano slide: 44 .

Ir para Movimento de Cargas slide: 45 .

Exercício 01 slide: 46 .

Exercício 02 slide: 47 .