P. 1
Avaliação_de_Impacto_Ambiental_-_2_-_Legislação

Avaliação_de_Impacto_Ambiental_-_2_-_Legislação

|Views: 21|Likes:

More info:

Published by: Paulo Rocha Aguiar Jr on Apr 21, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/21/2012

pdf

text

original

AVALIAÇÃO DE IMPACTO AMBIENTAL Ç

I I – Legislação
Roberto Villaça Laboratório de Ecologia do Bentos Departamento de Biologia Marinha Universidade Federal Fluminense

Hierarquia das Leis q
1. 2. 2 3. 4. 5. 6. 7. 8. Constituição Federal, CF. Leis L i Decretos (Regulamenta as Leis) .... ..... .... Resoluções (CONAMA/ ANVISA) Portarias

a política a ser seguida.Exemplo ilustrativo: Churrasco 1 1. Resoluções (CONAMA/ ANVISA): Receita técnica do Churrasco Então: ⇒ Lei 6938/81 PNMA: Lei Geral. Constituição Federal: Diretriz Geral do Churrasco 2. ⇒ Resoluções (CONAMA/ ANVISA): É a minúcia. 2. Lei: data e local do Churrasco 3. . o p procedimento técnico.

...... por LEI ou R l õ li i t A bi t l b i tó i Resoluções A Política Nacional dos Recursos Hídricos ..... por LEI ou R l õ P lí i N i ld R Híd i Resoluções Como se faz o licenciamento? O procedimento. O licenciamento Ambiental obrigatório .Lei 6938/81 PNMA é uma orientação geral...... por Resoluções ou Lei ... as etapas?.

. por LEI ou R l õ di t t ? Resoluções Como se faz o licenciamento Usina Nuclear? O procedimento... legisla por meio de Resoluções IBAMA cria leis ou Portarias? ..Como se faz o licenciamento Ambiental de Cemitério ? O procedimento. as etapas?.. por LEI ou Resoluções CONCLUSÃO: CONAMA /ANVISA... PGRSS ? O procedimento... por Resoluções ou Lei Como se faz o gerenciamento de resíduos de serviços de saúde..... as etapas?. as C f li i t U i N l ? di t etapas?...

Qual vale mais uma Lei Municipal X Federal X Estadual? stadua Isso se deve a uma Repartição de Competências Clássica Integrais ou i I i intermédiarias édi i Concorrentes ou Modernas . Diferentes paises possuem diferentes repartições p p p ç .

União) 1 º Ex: Brasil. a CF lista as Competências privativas da União (Art 22). Lei Eleitoral Lei Criminal Lei Trabalhista etc PE pode criar uma lei Criminal? Esse é o tipo de Repartição dos USA. (1 lista com 26 emendas) Leis criminais americanas não são privativas da união .1) Repartição de Competências : Clássica Lista única (Órgão Central.

União) .Conclusão: Repartição de Competências: Clássica Lista única (Órgão Central.

cada Estado pode ter um salário mínimo.2) Repartição de Competências : Integrais ou intermediarias 1 ou + Listas ( União e Estado) Lista da União Lista do Estado Lista do Município Fica totalmente definido quem faz o que! 1 º Ex: salário mínimo No Brasil. mas sem fugir do estabelecido pela União. União Porque? Porque no Brasil é estabelecido um outro tipo de competência: q p p Concorrentes ou Modernas .

Estado e Municípios. Estado?. DF e Municípios podem legislar concorrentemente sobre determinados temas! Art 23 CF. DF? Municípios? . Porque? Porque o Meio ambiente atinge.3) Repartição de Competências : Concorrentes ou Modernas A União. Estado. Estado?. Meio ambiente As leis ambientais no Brasil podem ser feitas concorrentemente União. afeta todos nós! De quem é a competência de legislar leis de Crimes ambientais? União?. DF ? e Municípios? De quem é a competência de legislar leis Administrativas ambientais? (Multas) União?.

impondo-se ao P d Públi o i d Poder Público dever. aos Estados. 23 “É Competência comum da União....” O Estado pode legislar sobre qualquer assunto ambiental? O Estado pode legislar na lacuna. do DF e municípios . e ao Distrito Federal legislar concorrentemente sobre: o MA Art 225”T d A 225”Todos tem di i direito.. assunto ..Para entendermos a Repartição de Competências na área ambiental é necessário analisar: Art..proteger o MA Art.. na ausência de Leis Federal sobre determinado assunto. no vazio... 24 “Compete a União. dos Estados.. de preserva-lo.

. Estado. 24 “Compete a União. Em qualquer local do Brasil pode-se estar criando uma nova lei ambiental? E uma lei criminal ambiental? . atinge. a . e Municípios tem o poder . aos Estados. e ao Distrito Federal legislar concorrentemente sobre: o MA Art. . DF.Conflito de Competências: Estado X Município Interpretação dos Artigos 24 e 30 da CF Art. 30 “Cabe ao Município legislar sobre”: a)Assuntos de interesse local” A brecha: O MA é um assunto de interesse Local pois atinge Local. p p legitimidade de elaborar leis ambientais concorrentemente. afeta todos nós Conclusão: União.

Existe legislação Federal sobre o assunto. d ã d ã Mas se não houvesse uma legislação federal sobre pilhas.1º Exemplo: Gerenciamento de pilhas e baterias Existe legislação Estadual (RJ) sobre Gerenciamento e armazenamento de Pilhas. . Nesse caso. o Estado estaria legislando na ausência. Mas o Estado não pode contrariar a União. no vazio deixado pela União. a União e o Estado estão legislando concorrentemente.

se Pe tivesse determinado que a lata deveria ter 50 calorias. União determina que a lata deveria ter 60 calorias. Em 2000. O CE determina que a lata de refrigerante só poderia ter 70 calorias. O que aconteceria? q . O que aconteceria? A lei Estadual entrou em conflito com a Federal e assim. foi revogada por uma Lei de Ente Superior.2º Exemplo: Calorias em Lata de refrigerante Em 1990. Porém.

Conclusão: A competência para legislar na área ambiental é concorrente e uma legislação ambiental só pode ser mais restritiva que a Lei de Ente E t superior (Hierarquia das Leis) i (Hi i d L i ) O objetivo era impedir o surgimento de “Paraísos de Poluição ç .

A Legislação Ambiental Brasileira Lei Federal nº 6.274/90 • Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente .938/81. seus .PNMA. fins e mecanismos de formulação • Constitui e define a estruturação do Sistema Nacional do Meio Ambiente .SISNAMA • Cria e estabelece a competência do Conselho Nacional do Meio Ambiente -CONAMA • Define os Instrumentos da Política Nacional do Meio Ambiente . regulamentada pelo Decreto nº 6 938/81 99.

Estabelecimento de padrões de qualidade ambiental II. Criação de áreas de proteção ambiental (Federal.938/81.Estadual e Municipal) de relevante interesse Ecologico e Reservas extrativistas . A avaliação de Impactos a b e ta s a a ação pactos ambientais IV.PNMA INSTRUMENTOS DA LEI 6. Licenciamento e a revisão de atividades efetiva ou potencialmente poluidoras V.Política Nacional do Meio Ambiente . Zoneamento ambiental III. Incentivos à produção e instalação de equipamentos e a criação ou absorção de tecnologia voltados para a melhoria da qualidade ambiental VI. I.

PNMA INSTRUMENTOS DA LEI 6.) VII SISNAMA VIII Cadastro Técnico Federal de Atividades e Instrumentos de defesa Ambiental IX As penalidades di i li A lid d disciplinares ou compensatórias ao não tó i ã cumprimento das medidas necessáriasà preservação ou correção da degradação ambiental X Instituição do Relatório de Qualidade do Meio Ambiente (IBAMA) .938/81 (CONT.Política Nacional do Meio Ambiente .

PNMA • Criou o SISNAMA (Sistema Nacional de Meio Ambiente) ( ) • Órgão Central: MMA • Órgão Deliberador: CONAMA • Órgão Executor: IBAMA OEMAS (Estado) SEMAS (Município) .Política Nacional do Meio Ambiente .

Órgãos Seccionais Os órgãos ou entidades estaduais responsáveis pela execução de programas projetos e pelo programas. responsáveis pela proteção e melhoria da qualidade ambiental ambiental. federal.Política Nacional do Meio Ambiente PNMA • A Política Nacional do Meio Ambiente tem por objetivo a preservação. melhoria e recuperação da qualidade ambiental propícia à vida. dos Estados. aos interesses da segurança nacional e à proteção da dignidade da vida humana. os Municípios. tem a finalidade de executar e fazer executar como órgão federal a política e executar. bem como as fundações instituídas pelo Poder Público.IBAMA. Constituirão o Sistema Nacional do Meio Ambiente – SISNAMA: Os órgãos e entidades da União. condições ao desenvolvimento sócio-econômico. diretrizes governamentais fixadas para o meio ambiente. do Distrito Federal. controle e fiscalização de atividades capazes de provocar a degradação ambiental. O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis . no país. visando assegurar. .

EIA e RIMA 1988 . .CONAMA Conselho Nacional de Meio Ambiente (Diferentes órgãos federais e representantes da sociedade civil) 1986 . a obrigatoriedade do Poder Público exigir o Estudo Prévio de Impacto Ambiental para a instalação de obra ou atividade potencialmente causadora de significativa degradação do meio ambiente. despontando como a primeira Carta Magna do planeta a inscrever a obrigatoriedade do estudo de impacto no âmbito constitucional.Constituição Federal (Art.CONAMA n0 01 . defendê lo preservá lo gerações inciso IV. 225) – Determina que todas as pessoas têm direito a um meio ambiente equilibrado e a obrigação de defendê-lo e preservá-lo para as futuras gerações.

-Preservação P ã -Conservação . -Abrangente e altamente técnica • Inabilidade dos legisladores tradicionais de atuação • Deve-se criar Legislações específicas para: -Baterias -lâmpadas lâmpadas -Resíduos de serviços de saúde -Fábrica de tintas -Siderúrgicas Sid ú i -Recursos hídricos -Áreas protegidas.Porque criar o CONAMA ? • Questão ambiental é dinâmica. UCs.

Resoluções CONAMA No uso de suas atribuições diversas.PROCONVE. cujos impactos sobre a indústria automobilística são inegáveis inegáveis. inserindo a comunidade no Públicas processo ambiental ambiental. com a incorporação dos mecanismos das Audiências Públicas. • Estudos de Impacto Ambiental . são as RESOLUÇÕES CONAMA. responsável pela multiplicação de análises ambientais por todo o país. . que lograram repercussão nacional: • Programa Nacional de Controle da Poluição por Veículos Automotores .EIA/RIMA.

Lei nº 5318/97 – Estabelece penalidades para embarcações e õ terminais marítimos que lançarem detritos ou óleo em águas brasileiras. entre outros. .Resolução CONAMA 09/93 . 1997 .A Legislação Ambiental Brasileira 1993 .Determina a proibição de descarte de óleos usados. no mar.

e a fiscalização da poluição causada por lançamento de óleo e outras substâncias nocivas ou perigosas em águas sob jurisdição nacional. .A Legislação Ambiental Brasileira 1998 .Lei nº 9795 .Descarte de pilhas e baterias. 1999 .Lei nº 9966/00 – Dispõe sobre a prevenção. . . multas e sanções administrativas nos casos de agressão ao meio ambiente – Lei de Crimes Ambientais. o controle.Lei 9605/98 .Crimes e responsabilidades ambientais.Estabelece a Política Nacional de Educação Ambiental.Resolução CONAMA 257/99 . 2000 .CONAMA n0 265 – Determina o licenciamento atividades de Petróleo e derivados pelo IBAMA e outros Órgãos Ambientais.

LICENCIAMENTO AMBIENTAL • OBJETIVO – LICENCIAR COM RESPONSABILIDADE. OU NÃO! . CONSIDERANDO: – CRITÉRIOS E NORMAS.

LICENCIAMENTO AMBIENTAL (Objetivos) • Di i li Disciplinar. – i t l ã instalação. bi t l . naturais considerados efetiva ou potencialmente poluidores. previamente: i t – a construção. bem como aqueles capazes de causar degradação ambiental. – ampliação e funcionamento de empreendimentos e atividades utilizadores de recursos naturais.

• instalação. consideradas efetiva ou potencialmente poluidoras ou aquelas que sob qualquer que. autorizam: • a localização. . em sua área de competência. possam causar degradação ambiental (Resolução ) CONAMA 237/97). • ampliação e a operação de empreendimentos e atividades utilizadores de recursos ambientais. forma.Licenciamento Ambiental • Procedimento administrativo pelo qual os órgãos ambientais.

TIPOS DE LICENÇA AMBIENTAL Decreto 88.351/83 Licença Prévia (LP) Fase preliminar Aprova concepção Atesta viabilidade 5 anos Autoriza a instalação considerando ç planos. 46 4-6 anos . programas e projetos Aprova as medidas de controle ambiental e demais condicionantes. Licença de Instalação (LI) 6 anos Licença de Operação ( ) (LO) Autoriza a operação após a verificação cumprimento das licenças anteriores.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->