Entrevista com a Kristen – AdelaideNow

Kristen Stewart adora pôr seus dentes em qualquer coisa que tenha vampiros Se todas as expectativas sobre as estrelas de Crepúsculo virar realidade, a vampiresca história de amor vai empurrar Kristen Stewart para o estrelato. Enquanto o estrelato é um sonho para a maioria dos jovens atores de Hollywood, para Stewart já não é mais tanto, desde que ela fez sua estréia em O quarto do pânico com Jodie Foster em 2002 e decidiu se afastar dos filmes feitos pelos grandes estúdios. Os maiores papéis já feitos pela baixinha de 18 anos foram as memoráveis participações em Into the Wild e no filme de aventura infantil Zathura. Então, Crepúsculo bateu à porta dela. Mas Kristen, cuja mãe é escritora e natural de Maroochydore (Queensland, Austrália), não tinha interesse em fazer o papel de Bella, uma estudante que se apaixona por um vampiro. “O script foi empurrado pra mim. Estava num bolo de roteiros de ‘opções inteligentes para a Kristen’,” disse ela secamente. A primeira reação dela à sinopse foi de horror. “Eu pensei ‘Isso aqui é besteira, você vai representar completamente a ideologia de amor de uma criança de 11 anos e isso não está certo’.” “Você estará desapontando a todos com isso.” Mas o script completo acalmou-a um pouco. “Eu não concordo com a idéia de homens ideológicos quando eles são perfeitos e você não é, mas isso não é o que temos aqui. Nossos personagens são quase torturados e não são normais.” “E essa conclusão acabou por mudar minha idéia sobre o filme. E também ler o livro, ficar um tempo com o Rob…” O homem que ela está falando é a co-estrela do filme Robert Pattinson, um britânico cuja aparência e atuação como o galã quase-morto Edward Cullen resultou na idolatração e histeria de garotas adolescentes por todo o mundo. A histeria ficou assustadora para Stewart quando a estréia do filme ia se aproximando, com milhares de adolescentes aparecendo para ver, bem… o Pattinson, claro. “Algumas são tão fanáticas que olham pra mim com desprezo,” ela disse. “Eu me lembro que estávamos dando autógrafos numa livraria e, depois de ficar lá por algumas horas, tínhamos que ir embora, mas ainda tinham muitas pessoas querendo falar com o Rob e pegar o autógrafo dele.” “Eu via as pessoas olhando para o Rob e só a possibilidade de não conseguir falar com ele depois de esperar tanto tempo as faziaelas quererem morrer. Era assustador. Eu pensei ’se a gente sair daqui vai ter um grande tumulto! ’” Stewart falou com Pattinson pela primeira vez na casa da diretora Catherine Hardwicke em Los Angeles para saber se eles tinham a ‘química’, e logo Kris ficou vidrada no seu parceiro. “Ele é um bom ator e tem uma ética insana no trabalho. Ele é realmente sensível. Ele é perfeito. Ele é meu Edward perfeito.” Sem surpresa alguma, os repórteres ficaram atentos para um possível romance entre Pattinson, de 22 anos, e Stewart, então com 17, durante as filmagens nas florestas de Oregon. A química fora-de-cena deles foi suficiente para preocupar Hardwicke, que revelou que estava preocupada com a proximidade óbvia entre eles, que resultaria no fim do relacionamento de Kristen com o namoro de cinco anos dela com o ator Mike Angarano. Angarano é um amigo muito próximo de Hardwicke desde que ela dirigiu Lords of Dogtown, no qual ele atuou. Stewart respirou e olhou pro chão quando ouviu o comentário de Hardwicke. “Nós estávamos bem. Eu não deixaria meu namorado para ficar com Robert Pattinson,” disse ela. “Mas nós passamos por muitas coisas juntos. É uma loucura passar por tudo isso na vida real. E no final você inevitavelmente vai ter alguma coisa.” “Eu conheço uma versão dele melhor do que qualquer pessoa no mundo porque eu fiz esse filme com ele.”

E eles vão fazer ainda mais. Ambos assinaram contratos para aparecer em no mínimo mais duas seqüências de Crepúsculo. Enquanto o estrelato não excita Stewart, ela se sente atraída pela presença numa seqüência de filmes. “Eu adoraria seguir a personagem por todo esse tempo. Seria uma experiência que eu nunca tive antes. Eu não gosto muito de aparecer, e sei que todos falam ‘bem, isso é até o filme estrear’, mas a fama pra mim não interessa.” “Você atrai as coisas que você quer. Se você quer alguma coisa, você vai conseguir. Mas se você não quer, você vai repelir ela nem que seja um pouquinho.” “Claro, Crepúsculo é mesmo um sucesso e todos estão loucos falando sobre o filme, mas sairá de cena logo e eu voltarei a fazer o que eu sempre fiz - pequenos filmes estranhos que ninguém assiste.” Por agora, Stewart está procurando por trabalhos sem a restrição das leis de atores infantis, que limitavam a quantidade de horas que ela podia ficar no set, sendo que algumas vezes seus colegas tinham que gravar as cenas sem ela. “Vou poder fazer melhores trabalhos agora,” diz ela. “Eles fazem isso pra te proteger, mas você se sente privada de poder fazer certas coisas. Eu tinha 17 e odiava isso.”

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful