P. 1
ACurapelosfluidos-CelinaFioravanti

ACurapelosfluidos-CelinaFioravanti

|Views: 84|Likes:
Published by Rafael Toniollo

More info:

Published by: Rafael Toniollo on May 01, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/22/2013

pdf

text

original

Depois que uma pessoa conquistou muitas coisas, ela adquire novas
responsabilidades. Não há conquistas, materiais ou morais, que
dêem à pessoa o direito de uso exclusivo. Quem alcança uma boa
situação material ou espiritual tem a rara oportunidade de ir em
frente, fazendo algo por quem ainda está lutando para se
desenvolver.
Depois que conseguir vencer em sua luta, o homem se curou. Só
resta uma maneira de se desenvolver um pouco mais: a oferta de
amor ao semelhante, dando a ele o que adquiriu em excesso. Essa é
a coroação de um processo evolutivo, e deveria ser a maior ambição
de

Em tuas mãos eu entrego o meu espírito. (Salmo 31,6)

uma alma isenta de negatividade. Não há satisfação mais completa
do que poder fazer algo pelos outros.
Não é preciso ir atrás das responsabilidades: elas surgem para quem
está apto, são mais um sinal da prontidão para a tarefa, pois Deus
nunca dá a alguém uma obrigação espiritual que lhe seja impossível
cumprir. Assumir com o coração as responsabilidades para com os
irmãos é prova de que o processo de cura está concluído, que mais
nada há a fazer por si. E é isso mesmo: quando alguém começa a

fazer algo pelos outros, Deus passa a cuidar da sua vida e da sua
saúde também!

Tu absolveste o meu delito, perdoaste o meu pecado. (Salmo 32,
5)

Os fluidos energéticos

Adequados para agir sobre o corpo físico, os fluidos energéticos são
mais indicados como recurso fluídico de primeiros socorros. Seria
um atendimento básico, importante para retomar uma condição
energética que permita ao doente o bem-estar e a isenção das dores.
Os fluidos energéticos melhoram muito a condição física, mas são
incapazes de realizar a cura definitiva, pois, na cura pelos fluidos,
apenas o tratamento intenso do perispírito e do espírito pode
erradicar o mal.
Geralmente, é necessário que um facilitador, que conheça o pro-
cesso energético escolhido, atue. A função desse facilitador será
utilizar, valendo-se de seus conhecimentos, o elemento transmissor
dos fluidos energéticos, deixando o doente relaxado e tranqüilo
durante sua recepção. Esses facilitadores são atualmente
profissionais. À medida que os fluidos energéticos forem perdendo
sua importância - o que acontecerá com a evolução da humanidade
-, a função desses profissionais se anulará, pois os fluidos
energéticos quase não terão mais aplicação. Ou melhor, serão de
aplicação pessoal, usados para repor energias, algo semelhante às
vitaminas.
Ocupar-nos-emos dos fluidos energéticos hoje preferidos pelos
homens. Faremos uma explanação de cada um deles, mas, havendo
interesse em usar algum, aconselhamos que a pessoa procure mais
informações em livros especializados ou a ajuda de um profissional
da área. Deixaremos de comentar os fluidos energéticos originários
dos produtos químicos, de uso restrito aos profissionais de
medicina, pois esses fluidos são de responsabilidade exclusiva
deles.

3

57

Senhor, esteja sobre nós o teu amor, como está em ti a nossa
esperança. (Salmo 33, 22)

Há outros fluidos, energéticos ou não, que não analisaremos.
Embora bastante conhecidos, já fazendo parte da tradição de várias
culturas, são demasiado específicos para poderem ser usados por
qualquer um que apenas leia sobre eles. Esses fluidos são utilizados
por culturas mais primitivas. Tivemos de selecionar os fluidos
seguindo um critério de utilização prática que não limitasse sua
aplicação à religião ou à cultura de um povo, pois quisemos conferir
um caráter abrangente ao nosso trabalho.
Mais um detalhe importante, relacionado com os fluidos energé-
ticos: o uso deles com crianças e com pessoas idosas requer certo
cuidado, devendo ser realizado com moderação. As crianças, cujo
corpo não está ainda completamente desenvolvido, têm os chakras
muito pequenos. Uma grande quantidade de fluido energético, de
uma vez só, poderia ter um efeito negativo, gerando o desequilíbrio.
São mais indicadas pequenas energizações, repetidas algumas
vezes.
Nos idosos, uma concentração muito grande de fluidos energéticos
gera também o desequilíbrio orgânico, com reflexos negativos e até
opostos ao esperado. As pessoas de idade possuem os chakras
frágeis e menos definidos, e a energização para eles tem de ser feita
de maneira gradual e delicada. O mesmo se dá com pessoas
debilitadas, que passaram por uma cirurgia ou por uma doença
grave.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->