Curso de arbitragem de Voleibol


 

O jogo de Voleibol Perfil do árbitro Regulamento Sinalética

O jogo



 

Campo dividido ao meio por uma rede, opondo duas equipas. Medidas:18x9m para Iniciados, Juvenis e Juniores e 13x6.5m para Infantis Jogadores em campo: 4 para Infantis e 6 para restantes escalões. Objectivo: Fazer cair a bola no campo adversário, não deixando que esta caia no seu. Início do jogo: Por serviço. Bola lançada ou largada e batida com mão ou parte do braço. Tocar a bola: Pode ser tocada com qualquer parte do corpo no limite de três toques ( + bloco) por equipa não sendo permitido dois toques consecutivos por jogador.

Perfil do Árbitro
      


Gostar do que faz. Ter bons conhecimentos técnicos. Honestidade. Concentração e atenção. Imparcialidade. Confiança e serenidade com os jogadores. Respeito. Correcção. Boa apresentação.

O Árbitro

Estabelecer boas relações com todos os intervenientes do jogo. Admitir que errou quando se aperceber de tal. Ser soberano nas suas decisões, nunca cedendo a pressões. Mostrar grande sentido de responsabilidade.

Marcador. Juízes de linha – 4.Equipa de Arbitragem     1º Árbitro. . 2º Árbitro.

Iluminação .Área de jogo Dimensões – Superfície – Temperatura .

Rede e Postes Altura da rede .

325 kg/cm3  . Cor clara e uniforme ou em combinação homologada pela fivb  Circunferência 65 a 67 cm  Peso 260 a 280g  Pressão 0. couro flexível.30 a 0. com câmara de ar.Bolas Padrões Esférica.

Equipas Composição 12 Jogadores no máximo 1 treinador 1 treinador adjunto 1 fisioterapeuta 1 médico Não pode sofrer alterações depois do boletim de jogo preenchido e assinado.  .

Tira de capitão.Equipas Colocação das equipas – Sentados Banco ou zona aquecimento. Cores contrastantes.  .  Objectos interditos.  Equipamento: Nº 1 a 18 no peito e costas.

 . Iniciados e Juvenis 10 jogadores no mínimo.Equipas – Desporto Escolar Infantis.  Juniores 6 jogadores no mínimo.  Professor responsável.

►Rotação Estrutura do jogo .

Pontuação     Marcar pontos – ponto directo Ganhar um set – atingir 25 pontos em caso de 24-24 prossegue até haver diferença de 2 pontos. . Ganhar um jogo – vencer 3 sets. O 5º set termina aos 15 pontos também com diferença de dois pontos. Ausência ou equipa incompleta – essa equipa perde por 3-0 com 0-25 em cada set.

Preenchimento do boletim de jogo. Apresentação das equipas.Início do jogo         Comparência das equipas pelo menos 30 minutos antes da hora do jogo. Cumprimento. Formação das equipas. . Sorteio. Aquecimento. Verificação de rede e restantes equipamentos.

Tem 8 segundos para servir após apito. A bola tem que ser largada ou lançada e batida com mão ou braço. Após lançar ou largar bola.Serviço        Acto de pôr a bola em jogo. . Não pode pisar linhas do campo antes de tocar a bola. não pode apanhá-la ou deixá-la cair ao solo. Tem que esperar apito para servir. pode pisar linhas laterais dessa zona. pelo jogador da posição 1. Executado na zona de serviço.

Sinalética .Serviço .

Serviço – Sinalética – Continuação .

É considerada cortina se os jogadores se mexerem e a bola passar por cima deles. .Cortina  Os jogadores da equipa não devem impedir os adversários de ver o servidor ou a trajectória da bola.

cabos postes. Toca varetas. incluindo as linhas que o delimitam.  Bola dentro Toca o terreno de jogo.  . Toca um objecto fora do terreno de jogo.Situações de jogo Bola fora Toca solo completamente fora das linhas de delimitação do terreno de jogo.

Espaço interior e exterior .

Bola “fora” e bola “dentro” .Sinalética .

. tendo tocado ou batido. intencionalmente ou não. num jogador.Bola tocada  A bola sai da área de jogo.

.Toques na bola   Cada equipa tem direito a um máximo de 3 toques (+ bloco) para reenviar a bola. desde que numa mesma acção. Um jogador não pode tocar 2 vezes consecutivas na bola excepto se tiver efectuado bloco ou se for o primeiro toque da equipa ( recepção do serviço ).

Toques na bola .Continuação    A bola pode ser tocada com qualquer parte do corpo. . No caso de contacto simultâneo entre adversários se verificar bola retida é considerado “dupla falta” e a jogada é repetida. transportada ou lançada. A bola deve ser batida sem ser agarrada.

Toques na bola .Sinalética .

Sinalética .Toques na bola .

A bola pode ser jogada no espaço superior ou inferior da rede. A bola enviada para a rede pode ser jogada dentro do limite dos 3 toques. desde que não tenha ultrapassado totalmente o seu plano vertical. .Bola à rede    A bola pode tocar a rede.

. Não pode passar o pé para além da linha central ou tocar o campo adversário com qualquer outra parte do corpo. por baixo da rede. Não é permitido penetrar no espaço contrário. excepto quando não interfere na jogada – Se tocar a rede sem estar em apoio é falta. perturbando o jogo.Jogador à rede    O toque de um jogador na rede ou vareta é falta.

Sinalética .Faltas na rede .

. Não podem tocar a bola no campo contrário antes do ataque da outra equipa – sinalética nº12. A bola pode tocar numa ou nas duas mãos não simultaneamente. para contrariar a trajectória vinda do campo adversário. contando só um bloco. A bola pode tocar em dois blocadores seguidamente.Bloco     Acção realizada perto da rede e acima do seu bordo superior.

Sinalética .Bloco .

Ataque     Acção de envio da bola para o campo adversário. Não é possível atacar o serviço – Sinalética igual à anterior. . Não pode atacar a bola fora do seu espaço de jogo – Sinalética nº 12. excepto serviço e bloco. Um jogador defesa não pode atacar à frente ou pisando a linha dos 3m. excepto se a bola não estiver acima do bordo superior da rede.

Sinalética .Ataque .

Relação entre jogadores no momento do serviço .

Relação entre jogadores no momento do serviço . .Sinalética A Equipa perde a jogada.

excepto nos infantis. Nesse tempo os jogadores estão na zona perto do seu banco.Desconto de tempo      Cada equipa tem direito a 2 tempos mortos por set. . Apenas pedido por treinador ou capitão. Pedidos com bola não jogável. Só reentram no terreno de jogo após autorização do segundo árbitro.

. Limite de 6 por equipa e por set. na zona de substituição. Excepção – por lesão e no caso de não ser possível substituição regular. Cada jogador só pode entrar 1 vez por set e pelo jogador que o substituiu.Substituições      A pedido do treinador. caso não seja possível declara-se equipa incompleta. Por expulsão – só pode ser substituído regularmente.

Sinalética .Substituições .

Mantém-se os pontos da equipa adversária. Perda da jogada. Anulação dos pontos marcados desde aí.  . Substituição corrigida.Substituições Substituição irregular Reinicia-se o jogo.

Conduta incorrecta .

Sinalética .Conduta incorrecta .

Sanções por demora .

da mesma forma. No 5º set quando uma equipa obtém 8 pontos há mudança de campo. No final do encontro. Final de set ou encontro Mudança de campo . 2 a 3 minutos. os jogadores cumprimentam-se e saiem. após alinharem na sua linha de fundo.   No final de cada set ou encontro os jogadores de campo dirigem-se à linha de fundo e ao sinal do árbitro mudam de campo e vão para o seu banco. mas sem intervalo e sem alteração das posições dos jogadores.

Sinalética .Final de set ou encontro Mudança de campo .

excepto bloco.5m.Jogo Infantis       Campo 13x6. . Não há substituições em cada parte. se com posse de bola. 4 Jogadores em campo. O primeiro serviço é por baixo-Iniciados tb Só serve 2 vezes. Obrigatoriedade de mínimo de 2 toques por jogada. roda e serve o jogador seguinte.

 Passe alto só pode ser atacado se foi feito fora da zona de ataque.  Limitado a acções de defesa.Jogador libero Jogador especializado na defesa Regista-se no boletim de jogo e ficha de formação com L. .  Não pode servir. blocar ou simular bloco.  Deve usar camisola diferente.

Jogador libero     Substituições ilimitadas com intervalo de uma jogada. Entrada e saída de jogadores na zona da linha lateral da zona da defesa. . Libero lesionado pode ser substituído por outro jogador que será libero até final do jogo. Substituições com bola morta e antes do apito para o serviço. sempre pelo mesmo jogador.

Bibliografia    Desporto Escolar – Regulamentos específicos de Voleibol.B. 2005-2006 Desporto Escolar .I.V.Formação de árbitros de Voleibol 2005-2006 Federação Portuguesa de Voleibol – Regras Oficiais de Voleibol da F. 2005-2008 .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful