Testudines

Modo de vida bem sucedido desde o triássico Chave do sucesso – Casco – diversidade limitada Morfologia do casco reflete a ecologia da espécie

Testudines

Testudines .

Testudines .

Testudines Dois grupos: Cryptodira (cripto = escondido dire = pescoço) Pleurodira (pleuro = lado) .

Testudines Processo troclear .

Enfatiza o crânio anapsida – para-répteis .Testudines Relações filogenéticas .Combinação de caracteres primitivos e especializados não compartilhados com qualquer grupo Afinidades não definidas: .Crânio anapsida secundariamente derivado – diapsida .

patas dentro das costelas e bicos córneos ao invés de dentes -Carapaça e plastrão ossos dérmicos revestidos por escudos córneos de origem epidérmica .Testudines Estrutura e Funções -Recobertos por osso.

Testudines Costelas externas as cinturas Áreas flexíveis denominadas charneiras .

Testudines Coração -Coração tricavitário – cavum venoso. cavum pulmunale. cavum arteriosum .

Movimento da caixa torácica inviabilizado – fusão das costelas com o casco -Pulmão preso dorso lateralmente – Movimento muscular – lâmina diafragmática .Testudines Respiração .

cloaca – revestimento bem vascularizado vilosidades .Testudines Aquáticas: Faringe – franjas .

esquerda Qual seria sua função? .Combinar os padrões de ventilação e fluxo gasoso pulmonar .Testudines Desvio intracardíaco direita .

Longevidade – dificulta o estudo .Testudines Ecologia e comportamento .Longo período de vida associado a baixa taxa de substituição – maior risco .

Regulação térmica sol .superfície/volume .Testudines Ecologia e comportamento .

visuais e olfativos .Sinais táteis.Vocalizações .Cor .Testudines Comportamento social .

marradas e golpes -Movimentos da cabeça – dominância .Sinais táteis – Mordidas.Testudines Comportamento social .Ferormônios – esfregam nas patas e a estendem .Bolotas fecais – marcadores territoriais .

Todos são ovíparos .Desenvolvimento 40.Testudines Comportamento de nidificação .Algumas espécies apresentam diapausa .4-5 até 100 ovos .Casca mole( desenvolvimento mais rápido) e flexível ou dura .60 dias .

Temperatura.Altas temperaturas produzem sexo de maior porte .Testudines Efeitos do ambiente sobre o desenvolvimento do ovo . concentrações de oxigênio e dióxido de carbono . umidade.

Microclima dentro do ninho Problemas na conservação .Testudines Efeitos do ambiente sobre o desenvolvimento do ovo . mas não necessariamente dentro do mesmo ninho .Local do ninho ou época de desova .Ambos os sexos são produzidos sob condições naturais.

Umidade limitada eclosão precoce – menor sucesso .Testudines Umidade .Interage com a temperatura na determinação do sexo . no tamanho e no vigor dos filhotes .Influencia na taxa de desenvolvimento.

Testudines Eclosão e comportamento dos filhotes .Temperatura .São auto-suficientes .Esforço para vencer a areia – movimentação pausa .

Saída simultânea – predação .Locais de nidificação desprovido de mamíferos .Testudines Eclosão e comportamento dos filhotes .Não exibem cuidado parental – longo desenvolvimento embrionário – alta taxa de predação .fêmeas raspam em volta do ninho .

Filhotes apresentam 0.Testudines Eclosão e comportamento dos filhotes .05% do peso do adulto .Locais normalmente a montante dos locais de alimentação .Mas ainda pouco se sabe sobre a biologia destes filhotes – desaparecem .Diferenças acompanham as exigências ecológicas .

Pouco se sabe sobre os mecanismos de navegação e orientação . correntes marítimas e orientação magnética .Magnéticas -Filhotes: Luz.Informações quimiosensoriais – correntes marítimas .Testudines Navegação de migração .

Testudines Conservação dos testudines .Competição com animais introduzidos .Baixas taxas de crescimento e longos períodos para atingir a maturidade – aumenta o risco de extinção .

Distribuição geográfica restrita .Ásia .Quelônios tradicionalmente utilizados como alimentação .Testudines Conservação dos testudines .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful