You are on page 1of 3
vida simples PARA QUEM QUER VIVER MAIS E MELHOR Mb OEZEMBRO 200 073 APRENDAA DIZER NAO Quantas vezes concordamos com algo sé para agradar alguém. Ser legal sempre nao é Legal. Impor limites pode revolucionar sua vida w = z=) =o) z a a la © SABOR DA ESTACAO BRINCADEIRA DE ADULTO QUANTA ANGUSTIA Mais satide e economia Faga algo inutile divirta-se Como a filosofia nos alimentos da época (6 sem compromisso!) explica essa sombra © EXERCICIO DA ETICA + PELO DIREITO DE VER ESTRELAS + PERDER-SE NA CIDADE DO dW Lede LLCS Oo Nt LLL RM GUS Ld Tiao Rocha + CONVERSA Clarinha Glock fotos Carat Da Riva Aula de cafuné E possivel ensinar nossas criancas de forma amorosa, diz 0 educador mineiro Educador popular, antropélogo e folelorista, Tito Rocha fun dou o Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento (CPCD) pot indignagao ¢ teimosia, Essa ONG foi parida em 1984, em Belo Ho- rizonte, em meio & miséria, a dor, a0 abandono e & esperanca. Na ‘casio, Rocha comegou se perguntando se era possivel fazer edu- «cago embaixo de pé de manga. Nao s6 foi possivel como ele e sua equipe transformaram cafuné, abrago e sabao em pedagogiae po: litcas piblicas. Os projetos do CPCD estao em mais de 20 cida brasileiras e em trés paises (Angola, Mogambique eG “Aprendi em Mogambique que para educar uma crianga é pr toda uma aldeia. Se a comunidade assumir a responsabilidade por suas criangas, ndo vai haver mais crianga analfabeta neste pais. ss0 nao é uma politica de governo, nem de Terceiro Setor, é uma ques: tio ética, E como se mobiliza a aldeia? Juntando 0 que as pessoas tem de melhor e disponibilizando”, diz Rocha. Como unir simplicidade e modernidade na escola? Educagio s6 acontece no plural, porque estio envolvidas, no mini- ‘mo, duas pessoas. Se houver uma maquina no meio, qualquer que se- ja,como um computador, que favo Tega, taco bem. Mas, se isso tiver 0 cariter de substituir pessoas, pode até ter aprendizagem, mas falar que Ind educagao & outra historia. A so- fisticagao se d& na relacdo entre as pessoas: vocé senta numa roda €es- tabelece entre elas processos de tro- ca. £ uma relagdo de construgio. Li ‘ros, cadernos e equipamentos tém que entrar para se somar a esse pro- jeto de pessoas. Se houver isso, sti- ‘mao, ajuda. Se nao houver, nao signi- fica que se vai deisar de fazer. Como voce diferencia educaglo de escolarizacao? Escola & mein, Educacio é fim. Ha escolas muito bem equipadas que tem uma educagio mediocre do onto de vista da formagao dos se- res humanos. A gente observa, nos ‘grandes centros, escolas bem mon- tadas, mas que parecem uma cadeia, cercadas de grades, cheias de cime- ras para policiar. Comprovamos hit 25 anos que € possvel fazer educa- ‘fo de boa qualidade debaixo de pé de manga, recuperando 0 sentido da educagao como pritica humana. ‘Trabalho no interior de Minas Ge- ras, onde as pestoas vivem em con- digdes subumanas e zonde a teeno- logia ainda nao chegou, O fito de passar um canal la de televisio nao significa que houve mudangas efeti- vas. Houve informagio, mas nao ‘ransformagio em conhecismento. Vocés usam a pedagogia da roda. Como ela funciona? ‘Aroda é um lugar da ago. dazee- xo, do ouvir e do aprender com o outro. Todos sio educadores, por- que esto preocupados com a aprendizagem. £ uma construgzo coletiva, Ne roda vocé constréi: sens0s. Porque todo processo eletiva é um pro cesso de exclusdv,¢ tudo que exclui nao éedu- «ativo. Uma escola que seleciona nio educa, porque excluiu alguns. A melhor pedagogia & aquela que leva todos os meninos 2 aprende- rem. E todos podem aprender, s6 que cada um ‘no seu ritmo, néo podemos uniformizar, Nos seus projetos também foi adotads 2 pedagogia do brinquedo. De que se trata? A pedagogia do brinquedo veio responder a ‘uma pergunta: seré possivel ter umna escola for- ‘mal boa e prazerosa? Seré que os meninos po- dem aprender brincando, ou a escola tem que ser um servigo militar aos 7 anos? Ea idéia de transformar o brinquedo em instrument de aprendizagem. Percebemos que eles podem aprender tudo, desde se alfabetizar até historia, fisica quimica, matematica, e também cidada- nia, ética, solidariedade, Sexualidade. De que forma esse proceso pode ser multipticado? Fojem cima disso que comeceia trabalhar com meninos de? a 14 anos. Todo inicio de ano, fa- ‘go com eles uma aposta de que tudo que vou fazer vai ser na base do bringuedo, da brinca- ira, Ha 20 € tantos anos, um garoto chegow para mim e disse: “Ab, legal, mas cade os brin- quedos?™ Eu falei: “E verdade, no tem ne- ‘nhum, Mas vamos fazer uma aposta? No dia etn que ndo soulbermos mais inventar os pro priosbrinquedos eu comego a comprar. Topa?” E toparam. Claro que ganhei, Iso é a pedago- ‘gia do sabio: aproveitar os recursos que tem ¢ transformar em utilidade econémica, socal, doméstica e também pedagdgica. Com isso, voce vai gerando uma série de processos. S80 exercicios de aprendizagem. Vous fala em pedagogia do abraco, Como funciona? A pedagogia do abrago é uma forma de traba- Ihar com grupos marginalizados, no por ca- réncias nem pelo IDH, mas peas potencialida- des. Trabalhamos com 0 IPDH: Indice de Po- tencial de Desenvolvimento Humano, Come- ‘amos a falar em cafuuné pedagégico. $6 sabe ‘que é bom cafuné aquele que jo recebeu uma ver na vida. Entio tivemes que fazer cafuné pe- dagégico, que € possibilitar que o outro invista no lado luminoso dele, capaz de surpreender e de gerar. Iso também comecou em ‘uma brincadeira com, meninos na periferia, A minha brincadeira era dizer: 6 vou dar um abrago aperta- do, daqueles de quebrar costela, se voce estiver com 0 cabelo penteado, ‘ou debatom, cheirost. Sendo, comi _g0 vai ser distancia, na ponta do de- dinho. Um jogo. S6 que isso fez com que a meninada levasse a sério, Nos percebemos na comunidadee a es- cola 2 demanda dessas pessoas que querem ser cuidadas, que querem se sgostar, Percebemos que o aféto, 0 abrago, 0 cafuné pedaggico favore- «iam as pessoas a sentir mais orgu- Tho de si. Eas ajudavam a sair da li- nha de baixo, do desprezo, para a de cima, da auto-estima, E dificil convencer 05 governos a investi nesses projetos? E dificil demais. imagine que a aioria dos érgaos puiblicos traba~ Tha com rubricas financeiras e nao ‘em cima de plataformas, bandeiras © causas. A educagao € transforma- da em niimeros, A escola, que foi o aparelho ideolégico do estado na época da ditadura, virou aparelho ideolégico do mercado. Voce tem «que formar gente para atender & demanda do mercado. Ha escolas, ‘em que oimportante é formar, em- purrar para a frente, nao importao tanto de alunos que deixou para ‘rds, Isso retira 0 poder de pessoas. Sao jogos politicos, nao de solida- riedade, O grande problema da es- cole atuai é que € comodo ficar dentro de uma forma que existe ha 500 anos. Ela ainda trabalha com contetidos absolutamente equivo- cadas. Os meninos tém que passar por sessbes de tortura, com infor- ‘mages sem a minima importan- cia. Perde-se um tempo danado.a INTERNET Conheca mais sobre trabalho de Tio Rocha no site: