WALLERSTEIN, Immanuel. Para abrir as ciências sociais. (TRABALHO REALIZADO NA AULA DO PROF.

DIMAS) -A Construção história das ciências Sociais do século XVIII até 1945. As ciências sociais são herdeiras (distante e ingrato) de uma sabedoria baseada na vivência humana. A . C.S. se definiram como a busca da verdade que vão além do legado e da dedução. Fez parte de um saber sistemático sobre a realidade.(14) 2 premissas- 1º o modelo newtoniano: nós podemos chegar a verdade(como Deus) 2º dualismo cartesiano: existe uma distinção entre natureza/homem; matéria, mente, mundo social e mundo espiritual (14/15) Dividiu-se aí os modelos de conhecimento: Snow – Classificou de duas culturas. A ciência na busca de leis universais que ultrapassassem a barreira do espaço e do tempo. (15) A descoberta da finitude do mundo não fez com que a busca do progresso ilimitado cessasse, pelo contrário a expectativa era desvendar os segredos e deixa-los ao alcance das mãos. Alargava-se com as descobertas tanto terrestres como espaciais a possibilidade de dominação.(17) As ciências naturais construídas entre os século XVII e XVIII, provieram de mecânica celeste, e legitimavam-se em dados empíricos. A Filosofia (C.S.) eram vistas como substitutas da Teologia (Belles-letrres)(18) A lutas epistemológica passava a ser quem deveria controlar o conhecimento relativo ao mundo humano. Já que a Natureza era legitimado como das C.N.(19) O Estado moderno faz emergir a necessidade do surgimento de novas categorias do conhecimento. O Estudo racionalmente retalhado e distinto entre si. (21) Com o surto cultural desencadeado pela R. francesa havia a necesidade de organizar e racionalizar as mudanças sociais(Espaço para as C.S.)(22) A história deixava de ser hagiografia e preocupava-se com o relato verdadeiro do passado. No século XIX abriram-se várias disciplinas com uma gama de posições epistemológicas. A ciência(newtoniana) triunfava sobre a filosofia especulativa. (24) O mundo era regido por leis deterministas? Ou havia lugar para a imaginação humana. Do ponto de vista político o conceito de leis deterministas eram mais úteis para evitar movimentos anarquezantes mais úteis para evitar movimentos anarquistas.(25)

(57) O fim da dominação política do ocidente fez com que novas vozes surgissem no palco das C.(Focault) Três desenvolvimentl/fatores que viriam afetar a estrutura das C. s. (56) A expansão do sistema universitário fez com que surgisse uma pressão estrutural no sentido de uma crescente especialização. (110) A convergência entre as C.S.: A mudança política mundial.. O Enorme poderio dos EUA em relação aos outros Estados afetou na definição do que eram questões a abordar também a forma mais adequeda de as tratar.S.S. NOS CABE HOJE CONTRUIR O desencantamento do mundo para o re-encatamento do mundo(109) Pretende-se que o reencantamento do mundo libere mais ainda o pensamento humano.(127) _________________________________________________________________ . pela procura de acadêmicos por nichos que lhes dessem a definição da originalidade de seus trabalhos. Artimanhas que a ciência tem para manter-se.S. Realidade e validade das distinção entre “duas culturas”. Em que medida é o estreito o legado das C. S ATÉ O PRESENTE.Em 1945 praticamente estava institucionalizada em todo mundo universidades e panóplia de disciplinas compreendidas como C. e as C. A sobreposição de disciplinas: dificultou a diferenciação de linhas nítidas entre uma e outra e fez com que cada disciplina ficasse cada vez mais heterogenia. pela complexidade.N.(114) O domínio das línguas o respeito pelos colegas. Grande desenvolvimento/crescimento econômico durante os 30 anos de outro.(113) O fim das certezas.S. (58) Estas mudanças tiveram 3 implicações: A validade das distinções no interior das C.S. (52) OS GRANDES DEBATES NO INTERIOR DAS C. expansão quantitativa e geográfica das universidades. (73) QUE TIPO DE c..

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful