You are on page 1of 68

1

2
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA

Missão
Promover ensino, pesquisa e extenão, formando
lideranças capazes de desenvolver a sociedade.

Vestibular 2008
O presente Manual do Candidato ao Vestibular 2008 foi elaborado
pela COPERVES/UFSM com base no Edital 06/2007 aprovado pelo
Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFSM, na Sessão
708ª, em 13.09.2007.
Publicação oficial da Universidade Federal de Santa Maria, de
acordo com a Resolução nº 008/99, de 22.07.99; e com a
Resolução nº 011/07, de 03.08.07.

3
Palavras do
Reitor

A Universidade Federal de Santa Maria, no ano em que
comemora 47 anos de existência em prol do engrandecimento
do ensino superior brasileiro, tem procurado aprimorar ações a
fim de atender aos anseios daqueles que buscam uma formação
superior de qualidade.

O fortalecimento do ensino, pesquisa e extensão, objetivos básicos de
uma instituição universitária pública, gratuita e de qualidade, somente será
atendido, na sua plenitude, se contarmos com políticas voltadas para a melhoria
do ensino.

Nesse sentido, destacam-se ações direcionadas para o aperfeiçoamento
do acesso à Universidade, por meio do Concurso Vestibular.

O Vestibular da UFSM, organizado pela COPERVES, tem procurado, a
cada ano, oportunizar aos jovens acesso igualitário ao Ensino Superior, com a
preocupação permanente de, indiscriminadamente estimulá-los na realização de
seus sonhos, contando com a Instituição como pressuposto básico nesse projeto
de vida.

Dessa forma, é com satisfação que apresentamos ao vestibulando o
MANUAL DO CANDIDATO, instrumento de orientação que visa a oferecer
informações consistentes para uma boa e segura inscrição ao Concurso.

Saudações Universitárias

CLOVIS SILVA LIMA
Reitor

4
Sumário
AGENDA ........................................................................................................ 07
Î Informações sobre as etapas do Vestibular 2008 da UFSM e respectivas datas.

CONHECENDO A UFSM .................................................................................... 08
Î Informações sobre a UFSM e o Vestibular 2008.

O VESTIBULAR ............................................................................................... 10
Î Informações sobre o Vestibular 2008, o Sistema Cidadão Presente e relação de
cursos.

INSCRIÇÃO .................................................................................................... 16
Î Informações e instruções relativas ao processo de inscrição no
Vestibular 2008.

LISTAGENS ................................................................................................... 19
Î Informações sobre as datas de divulgação de listagens.

PROVAS ....................................................................................................... 20
Î Instruções para a realização das provas e critérios de avaliação da redação.

NORMAS DE SELEÇÃO E CLASSIFICAÇÃO ......................................................... 23
Î Informações sobre as normas de seleção e classificação de candidatos.

MATRÍCULAS ................................................................................................. 25
Î Período de realização das matrículas, informações e instruções.

ANEXOS
Î Edital do Vestibular 2008 .......................................................................... 27
Î Programa do Vestibular 2008 ..................................................................... 33
Î Cursos de Graduação avaliados pelo ENADE ................................................ 43
Î Cursos oferecidos pela UFSM no Vestibular 2007 .......................................... 44
Î Exemplo de Questões................................................................................. 46
Î Exemplo de proposta de Redação ............................................................... 47
Î Modelo da Folha-Resposta ......................................................................... 48
Î Modelo da Folha-Definitiva de Redação ....................................................... 49
Î Modelo da Ficha de Inscrição ..................................................................... 50
Î Modelo da Ficha de Inscrição Eletrônica ....................................................... 60
Î Modelos dos Formulários de encaminhamento de documentos ........................ 61
Î Modelo da Auto-Declaração........................................................................ 63

Serviço de Apoio ao Vestibulando - SAVes .............................................................. 64

Secretaria de Apoio Internacional - SAI .................................................................. 65

FICHA DE INSCRIÇÃO ................................................................... Link no Site da UFSM

5
Vestibulando 2008,
seja bem-vindo.

6
Agenda

ETAPA DATA LOCAL
Site da COPERVES
PERÍODO DE INSCRIÇÃO 08.10.07 a 09.11.07
www.ufsm.br/coperves

HOMOLOGAÇÃO DA INSCRIÇÃO 08.10.07 a 09.11.07 Qualquer agência bancária

PROVA DE CONHECIMENTOS Centro de Artes e Letras, sala 1213
27 e 28 de novembro de
ESPECÍFICOS PARA O CURSO DE
2007 Telefone: (55)3220 8443
MÚSICA

PUBLICAÇÃO DAS NOTAS REFERENTES Campus / SAVes - (55)3220 8170 /
À PROVA DE CONHECIMENTOS 03.12.07
Site da COPERVES
ESPECÍFICOS EM MÚSICA

PUBLICAÇÃO DA LISTAGEM DAS Site da COPERVES
INSCRIÇÕES INDEFERIDAS 03.12.07
www.ufsm.br/coperves
Consulta obrigatória.

PUBLICAÇÃO DA LISTAGEM DOS Site da COPERVES
INSCRITOS 17.12.07
www.ufsm.br/coperves
Consulta obrigatória.

O local das provas será indicado na
PERÍODO DE REALIZAÇÃO
08.01.08 a 11.01.08
DAS PROVAS Listagem dos Inscritos

ENTREGA OBRIGATÓRIA DO ATESTADO
Na confirmação da vaga DERCA - Prédio da Reitoria
MÉDICO DE HABILITAÇÃO AO ESFORÇO
FÍSICO PELOS CANDIDATOS AO CURSO 1ª etapa Telefones: (55)3220 8204/8119/8382
DE EDUCAÇÃO FÍSICA
CONFIRMAÇÃO DA VAGA

1ª Etapa: Documentação
12.02.08 a 14.02.08 DERCA
Telefones: (55)3220 8204/8119/8382

2ª Etapa: Matrícula
Calendário/2008 da Coordenação do Curso
UFSM

Se não comparecer em qualquer uma das
etapas, perderá a vaga.

7
Conhecendo a UFSM
A Universidade Federal de Santa Maria e o que você precisa saber sobre ela.

A Universidade Federal de Santa Maria permanentes, isto é, 11 de Doutorado, 31 de
está localizada no centro geográfico do Mestrado e 17 de Especialização. Da
Estado do Rio Grande do Sul, distante, via estrutura da Universidade, fazem parte,
Santa Cruz do Sul, 290 km da capital, Porto também, 3 Escolas de Ensino Médio e
Alegre. A cidade de Santa Maria é o pólo de Tecnológico: Colégio Politécnico da UFSM,
uma importante região agropecuária que Colégio Agrícola de Frederico Westphalen e
ocupa a parte centro-oeste do Estado. A Colégio Técnico Industrial de Santa Maria,
UFSM tem sua sede na Cidade Universitária oferecendo cursos de nível médio e diversos
“Professor José Mariano da Rocha Filho”, cursos pós-médio profissionalizantes. Além
localizada na Avenida Roraima nº 1000, no desses cursos, realiza outros de
bairro Camobi onde se realiza a maior parte especialização e aperfeiçoamento, atendendo
das atividades acadêmicas e administrativas. às mais diversificadas e urgentes solicitações
Existem, no centro da cidade, outras unidades da demanda regional.
acadêmicas e de atendimento à comunidade. Em 2005, por meio do Parecer 031/05,
A área territorial total da UFSM é de aprovado na 648a Sessão do Conselho
1.863,57 hectares, com edificações que Universitário, de 20/07/05, foi criado o
perfazem 264.285,49 metros quadrados, Centro de Educação Superior Norte-
mais 38.736,98 metros quadrados fora da RS/UFSM-CESNORS, passando a UFSM a
sede, totalizando 303.022,47 metros contar com nove Unidades Universitárias. A
quadrados de área construída. instalação do CESNORS tem como objetivo
Criada pela lei 3. 834-C, em 14 de impulsionar o desenvolvimento da região
dezembro de 1960, e instalada em 18 de norte do estado do Rio Grande do Sul,
março de 1961, a UFSM é uma autarquia visando à expansão da educação pública
federal de regime especial, vinculada ao superior. Também foi aprovada a oferta dos
Ministério da Educação, destinada ao Cursos de Agronomia, Engenharia Florestal e
desenvolvimento de ensino, à pesquisa pura Comunicação Social - Habilitação Jornalismo
e aplicada, à extensão e à prestação de no município de Frederico Westphalen e dos
serviços à comunidade. Desde sua origem, a Cursos de Administração, Zootecnia e
Universidade Federal de Santa Maria está Enfermagem no município de Palmeira das
voltada para a formação profissional, visando Missões.
ao cultivo da ciência e da tecnologia em A oferta anual de vagas, na UFSM,
função do desenvolvimento regional e do destinada ao ensino médio e superior e à
saber universal. pós-graduação, está em torno de 3.615. O
Durante sua trajetória, a UFSM veio corpo discente é constituído de 12.351 alunos
construindo e aperfeiçoando seu modelo de de graduação, 2.129 de pós-graduação e 898
administração acadêmica, procurando cumprir de ensino médio, pós-médio e tecnológico, e
a missão de capacitar o homem e fixá-lo à 1.213 da UNIPAMPA, totalizando 16.591
terra, dando-lhe condições de gerar seu alunos distribuídos entre esses diferentes
próprio desenvolvimento e de provocar as níveis de ensino (dados do 1º semestre de
mudanças necessárias em seu contexto social. 2007). A UFSM possui ainda no 1º semestre
A Instituição possui, hoje, em pleno de 2007 mais 8 matriculados no curso de Pós-
desenvolvimento, cursos, programas e Doutorado. O corpo docente é de 1.146
projetos nas mais diversas áreas do professores do ensino superior, com 184
conhecimento humano. Desenvolve 66 docentes temporários, além de 86 de ensino
Cursos de Graduação Presencial e 1 Curso de médio e tecnológico, com 15 docentes do
Educação a Distância, 59 de Pós-Graduação quadro temporário (substitutos e visitantes).

8
A maioria dos docentes, 93,02%, ocupa-se em
atividades relacionadas com o desenvolvimento das
funções básicas nos níveis de graduação e pós-graduação
e com o desempenho de funções administrativas, e
6,98% deles dedicam-se às atividades de ensino médio.
O quadro de pessoal técnico-administrativo é composto
por 2.542 servidores, sendo 1.248 do HUSM, incluindo
médicos e enfermeiros. A comunidade universitária da
UFSM é de, aproximadamente, 20.564 pessoas.
A estrutura acadêmico-administrativa da
Universidade é constituída basicamente pela
Administração Superior, Unidades Universitárias e
Departamentos. A Administração Superior é composta e
desempenhada por Órgãos Deliberativos que traçam as
diretrizes da Instituição. São eles: O Conselho
Universitário, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão
e o Conselho de Curadores.
A Reitoria atua como órgão executivo de
coordenação e superintendência de todas as atividades
universitárias. É representada legalmente pelo Reitor,
que conta com o apoio da Vice-Reitoria e dos órgãos de
direção e assessoramento que são as Pró-Reitorias de
Administração, Assuntos Estudantis, Extensão,
Graduação, Planejamento, Pós-Graduação e Pesquisa e
Recursos Humanos.
Em nível intermediário, a administração da UFSM
é exercida em cada uma de suas nove Unidades
Universitárias, que são: Centro de Artes e Letras, Centro
de Ciências Naturais e Exatas, Centro de Ciências Rurais,
Centro de Ciências da Saúde, Centro de Ciências Sociais
e Humanas, Centro de Educação, Centro de Educação
Física e Desportos, Centro de Tecnologia e Centro de
Educação Superior Norte/RS.
Em nível básico, a administração se realiza por
meio dos 74 Departamentos Didáticos da UFSM e cinco
da UFSM/UNIPAMPA que, para efeitos de organização
administrativa, didática e científica e de distribuição de
pessoal, compreendem disciplinas afins e congregam
docentes com o objetivo comum de Ensino, Pesquisa e
Extensão.
Nas dependências da UFSM, há agência do Banco
do Brasil, posto da Caixa Econômica Federal e do
Unibanco, posto da EBCT, 12 lancherias, 2 Restaurantes
Universitários, Biblioteca Central e setoriais com 166.929
volumes, Hospital-Escola com 305 leitos, Hospital
Veterinário, Farmácia-Escola Comercial, Museus,
Planetário, Usina de Beneficiamento de Leite e
Observatório Espacial em conjunto com o INPE.
A UFSM oferece, ainda, área residencial, mediante
cadastro socioeconômico realizado pela Pró-Reitoria de
Assuntos Estudantis, com a capacidade para alojar até
1.721 estudantes, embora tal disponibilidade dependa de
alguns fatores. Além da moradia, os alunos cadastrados
podem pleitear auxílio para transporte e alimentação,
ensino de língua estrangeira e de informática, bolsa de
assistência e monitoria remunerada.

9
O Vestibular
O Vestibular da UFSM é realizado em uma
só etapa seletivo-classificatória, em quatro dias
consecutivos, através da aplicação de provas de
Biologia, Filosofia, Física, Geografia, História,
Língua Estrangeira (Alemão, Espanhol, Francês,
Inglês ou Italiano), Língua Portuguesa, Literatura
Brasileira, Matemática, Química e Redação.

Cada disciplina é constituída de 15 questões de múltipla escolha, versando sobre o
Programa do Vestibular 2008. No total, são 150 questões de múltipla escolha e uma Redação.
As provas serão aplicadas nas cidades de Alegrete, Frederico Westphalen, Itaqui,
Palmeira das Missões, Santa Maria, São Borja, São Gabriel e Uruguaiana.
O Vestibular será realizado nos dias 08, 09 e 10 de janeiro de 2008, às 8 horas, e no
dia 11 de janeiro de 2008, às 14 horas.

As provas têm a seguinte constituição:

08.01.08 09.01.08 10.01.08 11.01.08

Filosofia Biologia Filosofia
(5 questões) (15 questões) (5 questões)
Literatura Brasileira Filosofia Física
(15 questões) (5 questões) (15 questões)
Redação
Matemática Geografia Língua Estrangeira
(15 questões) (15 questões) (15 questões)
Química História Língua Portuguesa
(15 questões) (15 questões) (15 questões)

O Sistema Cidadão Presente
Conforme a Resolução 011/2007, de 03.08.07, por meio da qual é instituído o
Programa de Ações Afirmativas de Inclusão Racial e Social, a partir do Concurso Vestibular
2008 estão sendo disponibilizadas vagas para ingresso aos cursos de graduação da UFSM.
Nesse caso, serão utilizados os seguintes critérios:
− Sistema Cidadão Presente A: para candidatos afro-brasileiros (10% das vagas em
cada curso de graduação);
− Sistema Cidadão Presente B: para candidatos com necessidades especiais (5% das
vagas em cada curso de graduação);
− Sistema Cidadão Presente C: para candidatos provenientes de escolas públicas
(20% das vagas em cada curso de graduação). No Vestibular 2008, o candidato
pode ter estudado até um ano em escola particular;
− Sistema Cidadão Presente D: para candidatos indígenas (total de até 5 novas
vagas, distribuídas nos cursos de graduação em que houver procura);
− Sistema Cidadão Presente E: para os demais candidatos que não se enquadrarem
nas características anteriores.
10
Relação de cursos
Agora, você vai saber quais os cursos oferecidos no Vestibular 2008 da UFSM, com seus
respectivos números de vagas, por Cidadão Presente - A, B, C e E. Para o Sistema Cidadão Presente
D, serão criadas um total de até cinco novas vagas, em todos o campi. Se o número de candidatos
classificados exceder esse total, os cinco que apresentarem a melhor classificação terão direito à vaga.
Cada curso apresenta um código que você deve marcar no campo “Opção de Curso” na Ficha
de Inscrição. Através das notas indicadas na coluna à esquerda, você fica sabendo quais os cursos que
apresentam dois períodos de ingresso ou iniciam apenas no segundo semestre, entre outras
informações.
Para o Sistema Cidadão
Presente D, serão criadas
um total de até cinco novas
vagas, em todos o campi.

As vagas dos Sistemas A, B
e C que não forem
preenchidas migram para o
Sistema Cidadão Presente E.
Campus de Frederico Westphalen

VAGAS
CÓDIGO
NOTAS CURSO
DO CURSO
A B C E TOTAL

AGRONOMIA 2001 5 2 10 31 48
COMUNICAÇÃO SOCIAL – Hab.: Jornalismo 2003 4 2 9 29 44
ENGENHARIA FLORESTAL 2002 5 2 10 31 48

Campus de Palmeira das Missões

VAGAS
CÓDIGO
NOTAS CURSO
DO CURSO
A B C E TOTAL

ADMINISTRAÇÃO (diurno) 2004 3 2 6 21 32
ADMINISTRAÇÃO (noturno) 2005 3 2 6 21 32
ENFERMAGEM 2006 3 2 6 21 32
ZOOTECNIA 2007 5 2 9 29 45

11
Campus da UFSM

VAGAS
CÓDIGO
NOTAS CURSO
DO CURSO
A B C E Total

ADMINISTRAÇÃO - Bacharelado (diurno) 501 4 2 8 26 40
4 ADMINISTRAÇÃO - Bacharelado (noturno) 515 4 2 8 26 40
1 AGRONOMIA 401 10 5 19 62 96
ARQUITETURA E URBANISMO 308 2 1 4 11 18
ARQUIVOLOGIA - Hab.: Arquivista 509 2 1 5 16 24
ARTES CÊNICAS - Bacharelado - Opções: Direção Teatral
5 724 2 1 3 10 16
ou Interpretação Teatral
6 ARTES VISUAIS - Bacharelado em Desenho e Plástica 727 2 1 5 15 23
1 ARTES VISUAIS - Licenciatura Plena em Desenho e Plástica 728 1 1 2 8 12
CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO - Bacharelado 307 2 1 5 16 24
7 CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - Licenciatura Plena - Bacharelado 128 4 2 7 22 35
4 CIÊNCIAS CONTÁBEIS (diurno) 524 3 2 6 21 32
CIÊNCIAS CONTÁBEIS (noturno) 502 3 2 6 21 32
CIÊNCIAS ECONÔMICAS (diurno) 521 3 2 6 21 32
4 CIÊNCIAS ECONÔMICAS (noturno) 504 3 2 6 21 32
CIÊNCIAS SOCIAIS - Bacharelado (noturno) 522 3 2 6 21 32
COMUNICAÇÃO SOCIAL - Hab.: Jornalismo 506 2 1 4 13 20
COMUNICAÇÃO SOCIAL - Hab.: Publicidade e Propaganda 507 2 1 4 13 20
COMUNICAÇÃO SOCIAL - Hab.: Relações Públicas 508 2 1 4 13 20
DESENHO INDUSTRIAL - Programação Visual 718 2 1 3 10 16
DESENHO INDUSTRIAL - Projeto de Produto 738 2 1 3 10 16
DIREITO (diurno) 503 3 2 6 21 32
4 DIREITO (noturno) 519 3 2 6 21 32
EDUCAÇÃO ESPECIAL - Licenciatura Plena 633 4 2 7 23 36
1e3 EDUCAÇÃO FÍSICA - Bacharelado 809 5 2 10 31 48
1e3 EDUCAÇÃO FÍSICA - Licenciatura Plena 801 5 2 10 31 48
1 ENFERMAGEM 209 3 2 6 21 32
1 ENGENHARIA - Hab.: Engenharia Civil 302 6 3 12 41 62
1 ENGENHARIA - Hab.: Engenharia Elétrica 303 5 2 10 31 48
1 ENGENHARIA - Hab.: Engenharia Mecânica 304 4 2 8 26 40
ENGENHARIA - Hab.: Engenharia Química 305 2 1 5 16 24
1 ENGENHARIA FLORESTAL 402 5 3 10 34 52
1 FARMÁCIA 211 8 4 16 52 80
FILOSOFIA - Licenciatura Plena 101 3 2 6 21 32
FÍSICA - Bacharelado 123 2 1 4 11 18
FÍSICA - Licenciatura Plena (diurno) 102 2 1 4 13 20
4 FÍSICA - Licenciatura Plena (noturno) 126 2 1 4 13 20
1 FISIOTERAPIA 210 3 2 6 21 32
FONOAUDIOLOGIA 204 2 1 4 12 19
GEOGRAFIA - Bacharelado (Geógrafo) 122 2 1 5 16 24
GEOGRAFIA - Licenciatura Plena 121 3 1 6 19 29
HISTÓRIA - Licenciatura Plena e Bacharelado 130 3 2 6 21 32
LETRAS - Espanhol e Literaturas da Língua Espanhola
4 737 2 1 5 16 24
(noturno)

12
VAGAS
CÓDIGO
NOTAS CURSO
DO CURSO
A B C E Total

LETRAS - Inglês e Literaturas da Língua Inglesa (diurno) 736 3 1 6 18 28
LETRAS - Português e Literaturas da Língua Portuguesa
735 3 1 6 18 28
(diurno)
4 MATEMÁTICA - Licenciatura Plena (noturno) 125 3 1 6 18 28
8 MATEMÁTICA - Licenciatura Plena e Bacharelado (diurno) 132 4 2 8 26 40
1 MEDICINA 202 8 4 16 52 80
1 MEDICINA VETERINÁRIA 403 8 4 15 48 75
METEOROLOGIA 131 2 1 3 10 16
2e9 MÚSICA - Bacharelado - Opções: Canto ou Instrumento 739 2 1 4 13 20
2 MÚSICA - Licenciatura Plena 734 1 1 2 8 12
1 ODONTOLOGIA 203 6 3 11 36 56
PEDAGOGIA - Licenciatura Plena (diurno) 628 6 3 13 42 64
4 PEDAGOGIA - Licenciatura Plena (noturno) 627 3 2 6 21 32
PSICOLOGIA - Hab.: Formação do Psicólogo 520 2 1 4 13 20
QUÍMICA - Bacharelado 133 2 1 3 10 16
QUÍMICA - Licenciatura Plena 109 3 2 6 19 30
QUÍMICA INDUSTRIAL 110 1 1 2 8 12
1 ZOOTECNIA 404 6 3 12 37 58

Os cursos NÃO-assinalados na coluna
NOTAS apresentam ingresso único no
primeiro semestre letivo de 2008.

Esses cursos apresentam dois períodos para ingresso. Os primeiros classificados, até o limite de 50%
1 do número de vagas, terão ingresso no primeiro semestre letivo de 2008; os demais, no segundo
semestre do mesmo ano.

2 Esse curso apresenta ingresso único bem como exigência de prova de conhecimentos específicos.

Esse curso apresenta dois períodos para ingresso, conforme 1 e exigência de Atestado Médico que
3
comprove a aptidão para praticar esforço físico.

4 Esses cursos iniciarão no segundo semestre letivo de 2008.

No final do 4º semestre, os alunos farão a opção por Direção Teatral ou Interpretação Teatral,
5
conforme normas estabelecidas pelo Colegiado.

Esse curso apresenta dois períodos para ingresso. Os doze primeiros classificados terão ingresso no
6
primeiro semestre de 2008; os demais, no segundo semestre do mesmo ano.
Ao final do 3º semestre do curso, os alunos farão a opção entre Licenciatura Plena e Bacharelado em
Ciências Biológicas.
7
A opção Bacharelado ocuparão 50% das vagas iniciais do curso mediante critérios de seleção
definidos pelo Colegiado do Curso.
No caso da opção por Licenciatura ou Bacharelado, essa opção deverá ser feita, no máximo, até o
8
final do 6º semestre cursado.
Serão classificados, primeiramente, os candidatos dos Sistemas A, B e C, respeitando o número de
9 vagas de cada Sistema. As demais vagas serão destinadas aos classificados do Sistema Cidadão
Presente E.

13
Música
Curso com prova de conhecimentos específicos
Cursos oferecidos: Inscrição para a prova - recebimento de senha
C. 734 - Licenciatura em Música Data: 27.11.2007
C. 739 - Bacharelado Horário: das 7h30min às 8h30min
Opções: Canto ou Instrumento Local: Sala 1213 do CAL, prédio 40, campus UFSM

PROVA TEÓRICA E DE PERCEPÇÃO MUSICAL - peso 4 O candidato deverá
Comum aos dois cursos (734 - 739) - cantar uma música à sua escolha, acompanhando-se
com um instrumento harmônico;
Organização da prova escrita - executar uma peça instrumental de livre escolha;
Data: 27.11.2007 - fazer leitura à primeira vista;
Horário: 9h às 10h - fazer entrevista: verificação do conhecimento do
candidato sobre o curso escolhido.
Local: Anfiteatro C do prédio 18, Campus da UFSM.
Bibliografia: BRITO, Teca Alencar de. Música na Educação
Uma prova escrita coletiva de teoria e percepção musical.
Infantil: propostas para a formação integral da criança.
São Paulo: Peirópolis, 2003.
Organização das provas de leitura rítmica e solfejo
à primeira vista
Data: 27.11.2007 Específica para Bacharelado (739)
Horário: das 10h30min às 12h e das 14h às 17h,
obedecendo a ordem da senha distribuída. Dependendo do Organização da prova prática individual
número de candidatos inscritos, a prova continuará no dia Data: 27.11.2007
28.11, das 9h às 12h e das 14h às 17h. Horário: das 10h30min às 12h e das 14h às 17h,
Local: Centro de Artes e Letras, prédio 40, Campus da UFSM. obedecendo a ordem da senha distribuída. Dependendo do
Procedimento: será obedecida a ordem crescente das número de candidatos inscritos, a prova continuará no dia
senhas dos candidatos. 28.11, das 9h às 12h e das 14h às 17h.
Local: Centro de Artes e Letras, prédio 40, Campus da UFSM.
Prova prática individual de leitura rítmica Procedimento: será obedecida a ordem crescente das
senhas dos candidatos.
Será sorteada uma leitura rítmica dentre aquelas
O candidato deverá executar todas as obras do programa
compostas especialmente para a prova, conforme nível
adiante especificado, conforme sua opção de instrumento.
de dificuldade indicado pela bibliografia.
Observação: O Curso de Bacharelado (739) oferecerá as
Prova prática individual de solfejo tonal à primeira vista
seguintes opções e vagas:
Será sorteado um solfejo dentre aqueles compostos Canto............................................. 02
especialmente para a prova, conforme nível de
Clarineta.........................................01
dificuldade indicado pela bibliografia.
Flauta Transversa ........................... 02
Percussão ...................................... 03
Bibliografia
Piano..............................................02
PRIOLLI, Maria Luiza M. Solfejos melódicos e
Trombone....................................... 01
progressivos, Vol. 1. Rio de Janeiro: Editora Casa Oliveira
Trompete........................................ 01
de Músicas.
LEMOINE, Enrique e CARULLI, G. Solfeo de los solfeos. Viola ............................................. 01
Vol. 1 A. Buenos Aires: Editora Ricordi. Violão.............................................03
MED, Bohumil. Teoria da Música, capítulos 1 a 7, 9 a 11, 13 Violino............................................ 01
a 15, 17 a 21, 32 e 33. Brasília: Editora Musimed, 1996. Violoncelo....................................... 03
POZZOLI, Heitor. Guia Teórico Prático, séries 1 a 5. São
Paulo: Ricordi Brasileira S.A., 1983. A presença, nesses dias e horários, é obrigatória
para todos os candidatos.
É obrigatória também a apresentação de
PROVA PRÁTICA INDIVIDUAL - peso 6 documento de identidade.
Específica para Licenciatura (734)
ATENÇÃO
Organização da prova prática individual - Será anulada a inscrição do candidato que não
Data: 27.11.2007
realizar a prova de conhecimentos específicos.
Horário: das 10h30min às 12h e das 14h às 17h, - Não concorrerá à seleção o candidato que não
obedecendo a ordem da senha distribuída. Dependendo do comparecer a qualquer uma das provas e/ou tiver
número de candidatos inscritos, a prova continuará no dia obtido zero na prova teórica ou prática de
28.11, das 9h às 12h e das 14h às 17h. conhecimentos específicos.
Local: Centro de Artes e Letras, prédio 40, Campus da UFSM. - A nota obtida na prova de conhecimentos
Procedimento: será obedecida a ordem crescente das específicos integrará a média final para
senhas dos candidatos. classificação dos candidatos a esse Curso.

14
Programa para provas de canto e de instrumentos

CANTO TROMPETE - TROMBONE
1- Uma peça erudita de livre escolha em língua 1- Escala cromática;
estrangeira (alemão, italiano, francês ou espanhol), 2- Escalas diatônicas;
com acompanhamento de piano; 3- Ligaduras de Intervalos de 3ª M e m, 4ª, 5ª e 8ª
2- Uma peça de confronto: Tamba-tajá de Valdemar justas;
Henrique; 4- Um estudo J.B. Arban ou Amadeu Russo ou Gatti
3- Uma ária escolhida entre as seguintes: ou Koprasch;
a) Caro mio bem de Giuseppe Giordani 5- Leitura à primeira vista.
b) O belíssimo capelli de Andrea Falconieri
4- Teste de vocalização;
5- Atestado laringológico de sanidade das cordas
vocais expedido por médico otorrinolaringologista.

CLARINETA VIOLA
1- Escalas maiores e menores; 1- Uma escala em 3 oitavas;
2- Um estudo técnico de livre escolha; 2- Estudo no 12 de Kreutzer;
3- Uma obra de livre escolha; 3- 1o movimento do Concerto de Handel em Si m;
4- Leitura à primeira vista. 4- Leitura à primeira vista;
5- Entrevista.

FLAUTA TRANSVERSA VIOLÃO
1- Todas as escalas maiores e menores; 1- Todas as escalas maiores e menores de Andrés
2- Uma peça brasileira de livre escolha; Segóvia ou Abel Carlevaro;
3- Estudo, op. 15, no 1 e 2 de Andersen; 2- Uma obra de livre escolha;
4- Um movimento de uma sonata de J. S. Bach de 3- Peça obrigatória: The Reluctant Bride de Ralph
livre escolha; Towner;
5- Leitura à primeira vista. 4- Leitura à primeira vista.

PERCUSSÃO VIOLINO
1- Dois estudos do livro 3 para caixa clara de 1- Uma escala em 3 oitavas;
Siegfried Fink - de 1 a 11 Studien für kleine 2- Estudo no 12 de Kreutzer;
Trommel - Heft 3; 3- 1o movimento do Concerto em sol M de W. A.
2- Obra de livre escolha para 4 baquetas (marimba Mozart kv. 216;
ou vibrafone) ou um estudo de Wolfgang Pachla 4- Leitura à primeira vista;
(dos 12 Etüden). 5- Entrevista.

PIANO VIOLONCELO
1- Uma Sinfonia (Invenção a três vozes) de J. S. Bach 1- Todas as escalas maiores e menores em 3 oitavas;
de livre escolha; 2- Dois estudos do livro 1 de Dotzauer;
2- Um movimento rápido de sonata clássica; 3- Uma sonata a escolher das Seis Sonatas de A.
3- Uma peça de livre escolha entre: Vivaldi ou das Seis Sonatas de Marcello.
- Álbum da Juventude, op. 68 de R Schumann ou
- Peças Líricas de E. Grieg ou
- Prelúdios op. 28 de F. Chopin, exceto os nos 4 e 7.
4- Leitura à primeira vista;
5- Entrevista.

Informações pelo telefone (55) 3220-8443
Coordenação do Curso de Música/UFSM.
E-mail: cmusica@mail.ufsm.br
Página: www.ufsm.br/musica

15
O seu sucesso no Vestibular 2008 começa
com a realização correta do processo de inscrição.

Quem pode se inscrever
Inscrição
Estão aptos a se inscreverem ao
Vestibular 2008 da UFSM todos os que tiverem
concluído o Ensino Médio ou equivalente ou
estiverem cursando a última série do mesmo.

Como se inscrever
Você se inscreverá via INTERNET, através do
site da COPERVES (www.ufsm.br/coperves), no período
de 08 de outubro a 09 de novembro de 2007.

Preenchimento da Ficha de Inscrição
Ao acessar a página de inscrição, você deverá preencher corretamente os campos da
Ficha de Inscrição ao Concurso Vestibular 2008 da UFSM.
Durante o preenchimento dessa ficha, você deverá:
 fazer a opção do local em que pretende realizar as provas do Vestibular, dentre
os seguintes municípios: Alegrete, Frederico Westphalen, Itaqui, Palmeira das
Missões, Santa Maria, São Borja, São Gabriel ou Uruguaiana.

 fazer a opção pelo Sistema Cidadão Presente A, B, C ou D, se deseja participar
de um deles. Nesse caso, se você enquadrar-se em duas ou mais formas de
acesso, deverá optar por apenas uma delas. A não-indicação faz com que você,
automaticamente, integre o Sistema Cidadão Presente E.
Após preencher a Ficha de Inscrição, clique no botão “Gerar Ficha de Inscrição
Eletrônica”.
Se o envio da Ficha de Inscrição for feito corretamente, aparecerá, na tela do
computador, a Ficha de Inscrição Eletrônica, composta pelo Cartão de Identificação do
Candidato (para conferência dos dados informados e conhecimento do número atribuído a
você) e pelo Documento do Banco (para pagamento da taxa). A visualização desses
documentos significa que os seus dados já foram registrados pela COPERVES. Após esse
processo, é necessário imprimir a Ficha de Inscrição Eletrônica para posterior pagamento em
agência bancária.
Os candidatos participantes dos Sistemas Cidadão Presente A, B, C e D também
deverão imprimir o Formulário de encaminhamento de documento(s) - Anexo 11. Esse
formulário deverá ser preenchido, se houver necessidade, assinado e encaminhado à
COPERVES, juntamente com o(s) documento(s) do Sistema Cidadão Presente que você
pretende participar.
Caso você não tenha visualizado (recebido), na tela de seu computador, a Ficha de
Inscrição Eletrônica, o processo NÃO se completou e a COPERVES NÃO recebeu os dados. Por
esse motivo, será necessário preencher e enviar novamente a Ficha de Inscrição ao Concurso
Vestibular 2008 da UFSM.

Para evitar erro de
Atenção!
O curso de graduação no qual você pretende preenchimento, é
se inscrever é realizado em campus definido, porém, aconselhável que você
você poderá prestar o Concurso Vestibular em analise antes o Modelo
qualquer um dos municípios já citados. da Ficha de Inscrição
16
(Anexo 09).
Não deixe para fazer sua inscrição nos últimos dias. A
COPERVES não se responsabilizará se você não conseguir
completar o preenchimento da Ficha de Inscrição, por motivo de
ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação,
congestionamento das linhas de comunicação, bem como de
outros fatores técnicos que impossibilitem o processamento dos
dados.

Pagamento da inscrição
Para homologar sua inscrição, você deverá dirigir-se a qualquer agência bancária, entre 08
de outubro e 09 de novembro de 2007, entregar a Ficha de Inscrição Eletrônica (composta pelo
Cartão de Identificação do Candidato e pelo Documento do Banco) e fazer o pagamento de R$ 75,00
(setenta e cinco reais), referente à taxa de inscrição.
Da Ficha de Inscrição Eletrônica, você deverá receber do banco o Cartão de Identificação
do Candidato, devidamente autenticado ou anexado de comprovante de pagamento.

NOTAS:
No Cartão de Identificação do Candidato, você deverá grampear sua fotografia 5x7, com data
a partir de 15.08.06.
Você ficará com seu Cartão de Identificação até o dia 08.01.08, quando deverá entregá-lo ao
fiscal de sua sala de prova.
A Inscrição só passará a ser
homologada após o devido pagamento da
Importante: O não-pagamento da taxa taxa de inscrição, que deverá ser
de inscrição invalida a inscrição feita no site. realizado em qualquer agência bancária,
até a data de vencimento (09.11.07).

Envio de documentos - Sistemas Cidadão Presente A, B, C e D
Se você optou, no momento da inscrição, por participar do Sistema Cidadão Presente A, B, C
ou D, deverá encaminhar à COPERVES, pelos correios (Carta Registrada), até o dia 09.11.07 (data
de postagem), a seguinte documentação:
− O candidato afro-brasileiro (preto ou pardo, segundo a classificação do IBGE), inscrito no
Sistema Cidadão Presente A, deverá encaminhar uma auto-declaração (a ser gerada
no momento da inscrição) - Anexo 12, devidamente assinada;
− O candidato com necessidades especiais, inscrito no Sistema Cidadão Presente B, deverá
encaminhar atestado médico que comprove a deficiência;
− O candidato que tenha cursado todo o Ensino Fundamental e Médio em escola da rede
pública, ou que tenha cursado até um ano em escola particular, inscrito no Sistema
Cidadão Presente C, deverá encaminhar Histórico Escolar do Ensino Fundamental e
Histórico Escolar do Ensino Médio;
− O candidato indígena residente em território nacional, inscrito no Sistema Cidadão
Presente D, deverá encaminhar o Registro
Administrativo de Índio (Certidão de Se você NÃO enviar os
Nascimento emitida pela FUNAI), a documentos solicitados pela
Declaração da FUNAI e da liderança COPERVES, até o dia 09.11.07
sobre a terra indígena de origem ou (data de postagem), sua
que pertence e cópia xerográfica do inscrição será indeferida, ou
CPF e do RG. seja, NÃO poderá participar
do Vestibular 2008 da UFSM. 17
Modelo de preenchimento de envelope para envio de documento(s)

É importante
que esteja
escrito no
seu
envelope.

No envelope que você for mandar a documentação referente ao Sistema Cidadão Presente A,
B, C ou D, escreva, no seu verso - parte inferior direita: “RESOLUÇÃO 011/2007” (conforme o
modelo acima).

Inscrições Indeferidas
O candidato que optou pelo Sistema Cidadão Presente A, B, C ou D terá sua inscrição
indeferida se:
− não encaminhar à COPERVES, dentro do prazo previsto, os documentos solicitados;
− encaminhar a documentação solicitada incompleta ou em desacordo com as normas
estabelecidas.

Atendimento aos Portadores de Necessidades Especiais
Se você é portador de necessidades especiais, e não participa do Sistema Cidadão Presente
B, deverá encaminhar à COPERVES, no período de inscrição, um documento (contendo nome,
número de inscrição, tipo de necessidade especial que possui e qual tipo de atendimento que
necessita para os dias de prova), juntamente com atestado médico que comprove a deficiência,
como condição para receber atendimento no Vestibular 2008.
De acordo com estudos caso a caso, a COPERVES tem oferecido os seguintes atendimentos
aos portadores de necessidades especiais nas provas de vestibular da UFSM:
1 - aos amblíopes, provas ampliadas com fonte (letra) tamanho até 24;
2 - aos cegos, provas em braile;
3 - aos portadores de deficiência física com dificuldade de locomoção, sala especial de fácil
acesso;
4 - aos candidatos incapazes de marcação da Folha-Resposta, auxílio na transcrição da parte
objetiva da prova e microcomputador para a Redação;
5 - aos surdos, intérprete de língua brasileira de sinais.
Outras situações serão avaliadas pela COPERVES.

Isenção de taxas
Os candidatos beneficiados pela isenção deverão efetivar sua inscrição em link específico no
site da COPERVES, acessando sua Ficha de Inscrição mediante código de acesso recebido na ocasião
da solicitação de sua isenção.
18
O período para efetivar sua inscrição é de 08 a 11 de outubro de 2007.

Listagens
Listagem das Inscrições Indeferidas
No dia 03.12.07, a COPERVES divulgará, no endereço eletrônico www.ufsm.br/coperves, a
Listagem das Inscrições Indeferidas.

Listagem dos Isentos
No dia 30 de outubro, a COPERVES divulgará a Listagem dos Isentos, no site
www.ufsm.br/coperves. Nessa listagem, estarão relacionados os candidatos que receberam a
isenção da taxa de inscrição.

Listagem dos Inscritos
No dia 17.12.07, a COPERVES divulgará a Listagem dos Inscritos, no site
www.ufsm.br/coperves. Nessa listagem, de consulta obrigatória, você deverá verificar a
homologação da sua inscrição e o local de realização de suas provas. Fica sob a sua
responsabilidade comparecer no local ali indicado, nos dias e horários das provas.

19
O que você precisa saber sobre a realização
das provas está nesta seção. Siga as instruções
corretamente para evitar transtornos.
Provas
Local das Provas
A cidade, prédio, pavimento e sala onde você realizará suas provas estarão indicados
na LISTAGEM DOS INSCRITOS que, no dia 17.12.07, estará disponível no site da COPERVES
(www.ufsm.br/coperves). A consulta à Listagem dos Inscritos é OBRIGATÓRIA. Se você não
encontrar seu nome nessa listagem, deverá contatar a COPERVES munido de seu Cartão de
Identificação devidamente autenticado ou anexado de comprovante de pagamento.
De posse dessas informações, você deverá comparecer ao local indicado para a
realização das provas, nos dias 08, 09, 10 e 11.01.08, munido de caneta esferográfica de
tinta azul. As provas iniciarão às 8h, nos três primeiros dias, e às 14h, no dia 11, não sendo
permitido o ingresso de candidato além desse horário, sob pena de ficar excluído do
Vestibular 2008 da UFSM.

Distribuição e duração das provas
DATA HORÁRIO PROVAS DURAÇÃO

08.01.08 8 horas Filosofia / Literatura Brasileira / Matemática / Química 4 horas

09.01.08 8 horas Biologia / Filosofia / Geografia / História 4 horas

10.01.08 8 horas Filosofia / Física / Língua Estrangeira / Língua Portuguesa 4 horas

11.01.08 14 horas Redação 2 horas

Realização das Provas
• Apresente-se no local de realização das provas 30 minutos antes do início, ou seja, nos
dias 08, 09 e 10.01.08, às 7h30min, e no dia 11.01.08, às 13h30min. Após o início das
provas, não será permitida a sua entrada nos prédios.
• Para a realização das provas, você deverá portar uma caneta esferográfica de tinta azul.
• No dia 08.01.08, deverá entregar ao fiscal de sua sala de prova seu Cartão de Identificação.
• Para a realização das provas, nos três primeiros dias, você receberá um Caderno de
Questões, uma Folha-Rascunho e uma Folha-Resposta. Ao concluir as provas, você deverá
entregar ao fiscal o Caderno de Questões e a Folha-Resposta, ficando com a Folha-Rascunho.
• Nos três primeiros dias de prova, você deverá, obrigatoriamente, apresentar a Folha-
Rascunho ao porteiro, para sair do prédio de prova.
• Na Folha-Resposta, confira o seu número de inscrição e o seu nome, assinando no local
indicado, sem ultrapassar o espaço para isso reservado. O seu número e as marcações
assinaladas na Folha-Resposta serão identificados por leitora ótica.
• Antes de iniciar a prova, você deverá fazer, no verso da Folha-Resposta, uma declaração
de que é o candidato X e concorre ao curso Y da UFSM.
• Para a realização da prova de Redação, no último dia, durante o turno da tarde, você
receberá a Folha-Definitiva de Redação e um Caderno contendo o tema proposto e o
espaço para fazer o rascunho. Ao concluir a prova, você deverá entregar ao fiscal todos
os materiais, ou seja, o Caderno de Redação e a Folha-Definitiva de Redação.
• NÃO se identifique através do nome na Folha-Definitiva de Redação.
• EM CASO DE DIVERGÊNCIA DE NOME ou NÚMERO DE INSCRIÇÃO, comunique
imediatamente tal fato ao fiscal.
• NÃO se esqueça de assinar a Lista de Presença nos quatro dias de prova.

20
Lembre-se:
Você deverá ter o máximo cuidado na hora de preencher a Folha-Resposta. Todo erro de
preenchimento é de sua inteira responsabilidade. A Folha-Resposta NÃO SERÁ SUBSTITUÍDA.
O preenchimento das elipses da Folha-Resposta deve ser feito com caneta esferográfica de
tinta azul.
A conferência do número de inscrição e do nome nessa folha é de sua exclusiva
responsabilidade.
É OBRIGATÓRIA E DE SUA RESPONSABILIDADE a entrega das Folhas-Resposta das
provas aos fiscais, no prazo estipulado.

É vedado o acesso à Folha-Resposta
e à Folha-Definitiva de Redação após a
entrega das mesmas aos fiscais.

Organização das provas
As provas apresentarão conteúdos inter-relacionados, organizados em torno de uma área
temática de interesse da Instituição, oriunda do seu projeto pedagógico, sem a necessidade de
esgotar os conteúdos programáticos sugeridos.
Não serão subdivididas em disciplinas e obedecerão a uma seqüência lógica que evidencie a
temática comum, preservando as peculiaridades de cada disciplina.
Procurarão selecionar conteúdos significativos, inseridos num processo natural de
aprendizagem, relacionados às experiências de vida dos candidatos.

ÁREAS TEMÁTICAS CONSTANTES DO PROJETO PEDAGÓGICO DA UFSM
Educação Patrimônio Meio Ambiente Comunicação
Cidadania Saúde Tecnologia Direitos Humanos
Cultura Qualidade de Vida Trabalho Produção de Alimentos

Em 2008, você deverá redigir
um texto DISSERTATIVO sobre
Instruções para a realização da Redação o tema proposto.

Î Faça o rascunho de sua redação no espaço reservado para esse fim. Cientifique-se, porém, de
que esse rascunho não será avaliado.
Î Passe a limpo a sua redação, com letra bem legível e sem rasuras, na Folha-Definitiva de
Redação que você receberá do fiscal.
Î Utilize caneta esferográfica de tinta azul. Feita com outra cor de tinta ou a lápis, sua redação
NÃO será avaliada.

21
Critério de avaliação das Redações
Para fazer sua redação, é bom conhecer previamente os critérios de avaliação adotados.
Atenção! Em caso de fuga ao tema ou grafia ilegível, sua redação será zerada.

VALOR
CRITÉRIOS
MÁXIMO
O título do texto consiste em recurso expressivo.
1 1,0
O parágrafo de introdução apresenta o tema proposto com eficiência.

2 Nos parágrafos de desenvolvimento, há progressão, clareza e coesão na apresentação. 1,0

3 Existe uma tese - compatível com a proposta - que regula as inter-relações textuais. 1,0

4 As informações são pertinentes e suficientes para a defesa da tese. 1,0

A conclusão é resultado das idéias expostas e explora adequadas estratégias de
5 1,0
fechamento textual.
O vocabulário empregado no texto é variado e está sendo usado como um recurso
6 1,0
expressivo.
O uso e a adequação dos marcadores argumentativos revelam o posicionamento do
7 1,0
autor.
A organização sintática dos períodos e a pontuação são apropriadas aos objetivos e à
8 1,0
estrutura global do texto.
As relações de concordância, regência e colocação estão ajustadas ao padrão culto da
9 1,0
escrita.

10 O texto é redigido segundo as normas ortográficas oficiais. 1,0

Certidão de Desempenho
Você poderá, a partir do terceiro dia útil da divulgação dos classificados, ter acesso ao seu
desempenho no Vestibular 2008, através do site da COPERVES www.ufsm.br/coperves,utilizando o
número de sua inscrição e a data de nascimento.

22
Normas de Seleção e Classificação
Para efeitos de seleção dos candidatos, serão consideradas as 150 questões de múltipla
escolha, ou seja, a soma de todos os quesitos que compõem as provas, considerando-se as
questões válidas nas disciplinas de Biologia, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua
Estrangeira, Língua Portuguesa, Literatura Brasileira, Matemática e Química.
Para fins de correção, se houver questão anulada, essa será desconsiderada. No caso de
a(s) questão(ões) anulada(s) pertencer(em) a uma prova de Língua Estrangeira (Alemão,
Italiano, Espanhol, Francês ou Inglês), o candidato passará a ter sua pontuação nessa prova
calculada da seguinte forma: seu número de acertos dividido pelo número de questões
válidas da prova e, posteriormente, multiplicado pelo número inicial de questões (15). Essa
pontuação será considerada até a terceira casa decimal, sofrendo processo de
arredondamento.

Seleção
A seleção, até duas vezes o número de vagas do curso destinado ao Vestibular 2008 da
UFSM, será pela ordem decrescente do número de acertos obtidos nas questões de múltipla
escolha válidas, incluindo os candidatos
Nessa etapa, todos os
empatados na última colocação. Somente
candidatos concorrem igualmente,
serão corrigidas as redações desses
sem distinção do Sistema Cidadão
candidatos selecionados.
Presente que participam.

NÃO CONCORRERÁ À SELEÇÃO O CANDIDATO QUE
• não comparecer em qualquer um dos dias de provas;
• tiver obtido zero nas questões de múltipla escolha de qualquer uma das disciplinas;
• não entregar as respectivas folhas-resposta;
• não obtiver um mínimo de 30 acertos no total das questões de múltipla escolha.

Esse critério é válido para todos os candidatos, sem distinção do Sistema Cidadão
Presente que participam.

Classificação
Nessa etapa, os candidatos selecionados serão distribuídos conforme o Sistema Cidadão
Presente que participam - Sistema Cidadão Presente A, B, C, D ou E.
A classificação final dos candidatos se dará pela ordem decrescente do número total de
acertos, quando já estará inserido o número proporcional de acertos decorrentes da prova de
Redação.
A prova de Redação equivale à metade de uma prova objetiva. Nessa etapa de
classificação, a nota da prova de Redação, estabelecida entre 3 (nota mínima exigida) e 10,
será convertida proporcionalmente em número de acertos; assim, o candidato que obtiver 10
(nota máxima) terá acrescidos 7,5 acertos ao seu somatório de acertos nas provas objetivas,
sendo a conversão das notas de todos os candidatos realizada dessa forma proporcional.

23
O candidato que participa do Sistema Cidadão Presente A, B, C ou D, mas não foi
classificado por ele, concorrerá às vagas do curso juntamente com os candidatos do Sistema
Cidadão Presente E. Se, mesmo assim, não for classificado, ficará como suplente no Sistema
Cidadão Presente no qual se inscreveu (A, B, C ou D) e no Sistema Cidadão Presente E.

NÃO CONCORRERÁ À CLASSIFICAÇÃO O CANDIDATO QUE
• obtiver resultado inferior a 30% do escore máximo da Redação.

A classificação final será em ordem decrescente do número
de acertos, quando já estará inserido o número
proporcional de acertos decorrentes da prova de Redação.

Terão direito à matrícula os classificados até o limite de vagas do curso, sendo a relação dos
mesmos divulgada em ordem decrescente de classificação. Ocorrendo empate na pontuação final
dos candidatos, serão adotados, conforme cada Unidade Universitária, os seguintes critérios de
desempate:

UNIDADES CRITÉRIOS DE DESEMPATE
UNIVERSITÁRIAS
1º 2º 3º 4º 5º 6º
Língua Literatura
CAL Redação Filosofia História o mais idoso
Portuguesa Brasileira
Matemática
Língua Geografia
CCNE Redação História Filosofia o mais idoso
Portuguesa Física
Química
Língua
CCR Redação Biologia Matemática Química o mais idoso
Portuguesa
Língua
CCS Redação Biologia Química Filosofia o mais idoso
Portuguesa
Língua
CCSH Redação História Matemática Filosofia o mais idoso
Portuguesa
Língua Literatura
CE Redação Filosofia História o mais idoso
Portuguesa Brasileira
Língua Química Física
CEFD Redação Biologia o mais idoso
Portuguesa Filosofia História
Língua
CT Redação Matemática Física Química o mais idoso
Portuguesa

Para o CESNORS, será usado o seguinte critério de desempate: os Cursos de Comunicação
Social-Jornalismo e Administração seguem os critérios aplicados ao CCSH; os Cursos de Agronomia,
Engenharia Florestal e Zootecnia, os aplicados ao CCR; o Curso de Enfermagem, os aplicados ao CCS.

Atenção!
Os candidatos com idade igual ou superior a 60 anos, no dia 08 de
outubro de 2007, data de início do período de inscrições, têm,
diferentemente, como primeiro critério de desempate, a idade, em ordem
decrescente. No caso de o candidato ser classificado por esse critério, sua
idade deverá ser comprovada no momento da matrícula, sob pena de perder
o direito à vaga.

24
Fique de olho no período de matrículas ou
confirmação da vaga. Providencie todos os
documentos necessários e compareça nos locais e
dias indicados. Se você não comparecer à
Matrículas
confirmação da vaga ou não apresentar o histórico
escolar e o certificado de conclusão do Ensino Médio
ou equivalente, sua classificação será anulada. Faça
a sua matrícula e seja bem-vindo!

Confirmação da Vaga
A confirmação da vaga será feita em duas etapas:

Campi de Frederico
Westphalen e Palmeira das
Campus da UFSM
Missões

1 - Entrega dos documentos - período de 12 a
Os classificados para esses campi
14.02.08, no Departamento de Registro e
deverão realizar a confirmação de
Controle Acadêmico - DERCA - Prédio da Reitoria
vaga e a matrícula - escolha das
- Telefones: (55) 3220-8204, 8119, 8382, 8371
disciplinas - no campus onde é
2 - Matrícula - escolha das disciplinas na
oferecido o curso em que vão
Coordenação do Curso, no período definido no
ingressar.
Calendário Acadêmico de 2008.
Telefone geral da UFSM (55) 3220-8000.

Se você não entregar a
documentação e não confirmar
sua vaga ou matrícula no prazo
previsto, perderá o direito à
vaga de forma irrecorrível.
Quando você não puder
comparecer pessoalmente, para
Documentação Necessária entregar os documentos, deverá
Os documentos necessários à confirmação da designar procurador.
vaga são:
1. uma fotografia recente 3x4 ou 5x7;
2. histórico escolar e certificado de conclusão do Ensino Médio ou equivalente (uma original
ou uma cópia legível autenticada em cartório), ou cópia do diploma de curso superior;
3. cópia da certidão de nascimento ou casamento;
4. cópia da prova de estar em dia com o serviço militar;
5. cópia do título eleitoral;
6. cópia do documento de identidade;
7. cópia do CPF;
8. registro junto ao Ministério da Justiça (Lei 6815/ 80, art.30), para estrangeiros.

25
Datas, horários e cursos
Para facilitar o atendimento, os cursos, estarão distribuídos nos seguintes horários e datas.

DATA TURNO HORÁRIO CURSOS

Administração, Agronomia, Arquitetura, Arquivologia,
12.02.08 Manhã 8h às 12h Artes Cênicas, Artes Visuais, Ciência da Computação,
Ciências Biológicas e Ciências Contábeis.

Ciências Econômicas, Ciências Sociais, Comunicação
12.02.08 Tarde 14h às 18h Social, Desenho Industrial, Direito, Educação Especial
e Educação Física.

Enfermagem, Engenharia (Civil, Elétrica, Mecânica e
13.02.08 Manhã 8h às 12h
Química), Engenharia Florestal, Farmácia e Filosofia.

Física, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Geografia,
13.02.08 Tarde 14h às 18h
História, Letras, Matemática e Medicina.

Medicina Veterinária, Meteorologia, Música,
14.02.08 Manhã 8h às 12h Odontologia, Pedagogia, Psicologia, Química
Bacharelado, Química Industrial, Química e Zootecnia.

14.02.08 Tarde 14h às 18h Reservado aos retardatários.

Chamadas do Vestibular 2008
Com freqüência, há cursos que não preenchem todas as vagas na 1ª etapa (entrega de
documentos) e na 2ª etapa (matrícula e escolha das disciplinas). Nesse caso, serão feitas novas
chamadas ou remanejos (os primeiros candidatos classificados para a 2ª turma poderão optar para
a 1ª turma) pela ordem de classificação, até que as vagas disponíveis sejam ocupadas, desde que
não exceda a data limite de chamadas (trancamento total e/ou 75% de freqüência regimental).
Essas novas chamadas serão realizadas através de editais publicados em um jornal de Santa
Maria, de circulação regional, e no site da UFSM (www.ufsm.br). É de sua responsabilidade e
interesse manter-se informado a respeito dessas publicações.
Informe-se no DERCA ou pelos telefones (55) 3220-8204, 8382, 8119, 8371.

26
ANEXOS
Nesta seção, você vai encontrar edital, programas, modelo da Folha-Definitiva de Redação,
da Folha-Resposta, da Ficha de Inscrição, entre outras informações necessárias à sua
participação no Vestibular 2008 da UFSM.

Edital - Anexo 01

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA
PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO
EDITAL 06/2007 - COPERVES
(Íntegra)

Torno público que, no período de 08.10.07 a 09.11.07, estarão abertas as inscrições para o
Vestibular 2008, visando ao ingresso nos Cursos de Graduação desta Universidade.
O Concurso, regido pela legislação vigente, será realizado em 04 (quatro) dias consecutivos e
terá início no dia 08 de janeiro de 2008, às 08h, constando de uma única etapa seletivo-
classificatória. Serão oferecidas 1.979 vagas na sede da Universidade Federal de Santa Maria
(UFSM), 140 vagas no Campus de Frederico Westphalen e 141 vagas no Campus de Palmeira das
Missões, distribuídas de acordo com a relação de cursos contida no Manual do Candidato 2008.
As provas serão constituídas por questões de múltipla escolha sobre os conteúdos das
disciplinas do Ensino Médio e por uma Redação, conforme o Programa do Vestibular 2008 da
UFSM. O candidato ao Curso de Música, antes da realização das provas objetivas, deverá prestar
uma prova de conhecimentos específicos que será realizada somente na cidade de Santa Maria-RS,
em data estabelecida no Manual do Candidato 2008.
Neste Edital, estão contempladas reservas de vagas aos Cursos de Graduação desta
Universidade, conforme a Resolução 011/07 da UFSM. Diante disso, será utilizada a seguinte
legenda:
• Sistema Cidadão Presente A: para candidatos afro-brasileiros (10% das vagas em cada Curso
de Graduação);
• Sistema Cidadão Presente B: para candidatos com necessidades especiais (5% das vagas
em cada Curso de Graduação);
• Sistema Cidadão Presente C: para candidatos provenientes de escolas públicas (20% das
vagas em cada Curso de Graduação);
• Sistema Cidadão Presente D: para candidatos indígenas (total de até 05 vagas, distribuídas
nos Cursos de Graduação em que houver procura);
• Sistema Cidadão Presente E: para os demais candidatos que não se enquadrarem nas
características anteriores.

1 - INSCRIÇÃO
1.1- É condição legal para se inscrever ao VESTIBULAR ter o candidato concluído o Ensino
Médio ou equivalente ou estar cursando a última série do mesmo.
1.2- A inscrição será realizada através da INTERNET, no site da COPERVES
(www.ufsm.br/coperves).
1.3- Ao preencher a Ficha de Inscrição Eletrônica, o candidato, independente do local de
oferta do Curso escolhido, indicará uma única e definitiva opção de cidade para realização de suas
provas, ou seja, Alegrete, Frederico Westphalen, Itaqui, Palmeira das Missões, Santa Maria, São
Borja, São Gabriel ou Uruguaiana.
1.4- O candidato afro-brasileiro (preto ou pardo, segundo classificação do IBGE), que desejar
participar do Sistema Cidadão Presente A, deverá optar no momento da inscrição. Nesse caso, após
inscrever-se, deverá encaminhar, à COPERVES, pelos Correios, por meio de Carta Registrada, uma
auto-declaração (a ser gerada no momento da inscrição), devidamente assinada, até o dia 09.11.07
(data de postagem). O endereço para o envio do documento é: Campus da UFSM, Prédio 48 -
Próximo à Reitoria, Faixa de Camobi, Km 9, Santa Maria-RS, CEP 97105-900. No caso de o
candidato ser classificado por esse critério, deverá comprová-lo no momento da matrícula, sob pena
de perder o direito à vaga.

27
1.5- O candidato com necessidades especiais, que desejar participar do Sistema Cidadão Presente B,
deverá optar no momento da inscrição. Nesse caso, após inscrever-se, deverá encaminhar, à COPERVES, pelos
Correios, por meio de Carta Registrada, atestado médico que comprove a deficiência, até o dia 09.11.07 (data de
postagem). O endereço para o envio do documento é: Campus da UFSM, Prédio 48 - Próximo à Reitoria, Faixa de
Camobi, Km 9, Santa Maria-RS, CEP 97105-900.
1.6- O candidato que tenha cursado todo o Ensino Fundamental e Médio em escola da rede pública de
ensino, ou que tenha cursado até um ano em escola particular, e que desejar participar do Sistema Cidadão
Presente C, deverá optar no momento da inscrição. Nesse caso, após inscrever-se, deverá encaminhar, à
COPERVES, pelos Correios, por meio de Carta Registrada, Histórico Escolar do Ensino Fundamental e Histórico
Escolar do Ensino Médio, até o dia 09.11.07 (data de postagem). O endereço para o envio dos documentos é:
Campus da UFSM, Prédio 48 - Próximo à Reitoria, Faixa de Camobi, Km 9, Santa Maria-RS, CEP 97105-900.
1.7- O candidato indígena residente em território nacional, que desejar participar do Sistema Cidadão
Presente D, deverá optar no momento da inscrição. Nesse caso, após inscrever-se, deverá encaminhar, à
COPERVES, pelos Correios, por meio de Carta Registrada, o Registro Administrativo de Índio (Certidão de
Nascimento emitida pela FUNAI), a Declaração da FUNAI e da liderança sobre a terra indígena de origem ou que
pertence e xerox do CPF e do RG, até o dia 09.11.07 (data de postagem). O endereço para o envio dos
documentos é: Campus da UFSM, Prédio 48 - Próximo à Reitoria, Faixa de Camobi, Km 9, Santa Maria - RS, CEP
97105-900.
1.8- O candidato que se enquadrar em duas ou mais formas de acesso descritas dos itens 1.4 a 1.7 deste
Edital (ser afro-brasileiro, estudante de escola pública, com necessidades especiais e/ou indígena) deverá optar,
no momento da inscrição, por apenas uma delas.
1.9- O candidato que não optar, no momento da inscrição, por concorrer pelo Sistema Cidadão Presente A,
B, C ou D, automaticamente participará pelo Sistema Cidadão Presente E.
1.10- O candidato indicará uma única e definitiva opção de Curso, relacionada com a cidade onde esse
Curso está sendo oferecido. Indicará, também, uma única e definitiva opção de Língua Estrangeira, que poderá
ser Alemão, Espanhol, Francês, Inglês ou Italiano.
1.11- De posse do material impresso (Ficha de Inscrição Eletrônica), o candidato deverá dirigir-se a
qualquer agência bancária onde efetuará o pagamento da taxa de R$ 75,00 (setenta e cinco reais),
correspondente à inscrição, que terá sua homologação condicionada à comprovação desse pagamento. No caso
de uso de cheque, fica a homologação condicionada à compensação do mesmo.
1.12- Serão disponibilizados, na COPERVES, microcomputadores com acesso gratuito à INTERNET, para
que o candidato possa preencher e imprimir sua Ficha de Inscrição Eletrônica.
1.13- No Cartão de Identificação do Candidato, deverá ser grampeada uma fotografia 5 x 7, datada a partir
de 15 de agosto de 2006.
1.14- No momento da inscrição, o candidato deverá apresentar ao caixa da Agência Bancária a Ficha de
Inscrição Eletrônica, composta pelo Cartão de Identificação do Candidato e pelo Documento do Banco, correta e
adequadamente preenchidos, e efetuar o pagamento referido no item 1.11.
1.15- Dos documentos descritos no item 1.14, apresentados ao caixa da Agência Bancária, o candidato
deverá receber, após efetuar o pagamento, o Cartão de Identificação do Candidato, devidamente autenticado ou
anexado de recibo de pagamento.
1.16- Esse Cartão de Identificação ficará em poder do candidato até o primeiro dia de aplicação das provas,
em 08 de janeiro de 2008, quando, obrigatoriamente, deverá entregar ao fiscal para fins de identificação e
ingresso na sala durante os 04 dias de provas.
1.17- Não cabe à Agência Bancária nenhuma responsabilidade pela homologação da inscrição.

2 - CUSTOS
2.1- Quanto às despesas de inscrição, o candidato deverá atender ao que segue:
2.1.1- Deverá pagar a taxa de inscrição no valor de R$ 75,00 (setenta e cinco reais).
2.1.2- O valor pago como taxa de inscrição não será devolvido sob hipótese alguma.
2.2- Em caso de carência, deverá pleitear a isenção do pagamento da taxa de inscrição, obedecendo às
normas constantes em Edital específico a ser publicado.

28
3 - INSCRIÇÃO INDEFERIDA
3.1- O candidato que optou pelo Sistema Cidadão Presente A, B, C ou D terá inscrição indeferida se:
• não encaminhar à COPERVES, dentro do prazo previsto, os documentos descritos nos itens 1.4, 1.5,
1.6 ou 1.7 deste Edital;
• encaminhar a documentação descrita nos itens 1.4, 1.5, 1.6 ou 1.7, deste Edital, incompleta ou em
desacordo com as normas estabelecidas.
3.2- No dia 03.12.07, a COPERVES divulgará, no endereço eletrônico (www.ufsm.br/coperves), a Listagem
das Inscrições Indeferidas.

4 - IDENTIFICAÇÃO
4.1- A participação do candidato no Vestibular 2008 só será permitida mediante sua segura identificação.
4.2- O Cartão de Identificação do Candidato, entregue para ingresso na sala de realização das provas,
deverá ter todos os dados claramente identificáveis e vir grampeado da fotografia referida no item 1.13.
4.3- O candidato de nacionalidade estrangeira deverá apresentar, também, o original da cédula de
identidade de estrangeiro (RNE) que comprove sua condição – temporária ou permanente – no país.
4.4- O preenchimento correto de todos os documentos que fazem parte do processo do Vestibular 2008 é
de inteira responsabilidade do candidato.

5 - CURSOS COM EXIGÊNCIA ESPECÍFICA
5.1- O Curso de Música exige que o candidato se submeta à prova de conhecimentos específicos que será
realizada somente na cidade de Santa Maria-RS.
5.2- O procedimento para realizar essa prova encontra-se no Manual do Candidato 2008.
5.3- Para o Curso de Educação Física, os candidatos deverão entregar atestado médico de habilitação ao
esforço físico, conforme está especificado no Manual do Candidato 2008.

6 - LISTAGEM DOS INSCRITOS
6.1- No dia 17.12.07, a COPERVES divulgará a Listagem dos Inscritos, no site da COPERVES
(www.ufsm.br/coperves). Nessa listagem, de consulta obrigatória, o candidato deverá informar-se sobre o local de
realização de suas provas. Fica sob a responsabilidade do candidato comparecer no local ali indicado, nos dias e
horários das provas.

7 - REALIZAÇÃO DAS PROVAS
7.1- O candidato realizará suas provas na cidade escolhida, constante na sua Ficha de Inscrição Eletrônica.
7.2- Em cada dia, as provas terão a duração de 4 horas e, no último dia, de 2 horas, de acordo com o
seguinte:
08.01.2008- 8h - Literatura Brasileira (15 questões), Filosofia (5 questões), Matemática (15 questões) e
Química (15 questões);
09.01.2008- 8h - Biologia (15 questões), Filosofia (5 questões), Geografia (15 questões) e História (15
questões);
10.01.2008- 8h - Língua Estrangeira (15 questões), Filosofia (5 questões), , Língua Portuguesa (15
questões) e Física (15 questões);
11.01.2008- 14h - Redação.
7.3- O candidato deverá apresentar-se no local de realização das provas, 30 minutos antes do início das
mesmas, portando caneta esferográfica de tinta azul.
7.4- O candidato somente poderá sair da sala de realização das provas, transcorrida uma hora do início das
mesmas.
7.5- No início das provas, o candidato receberá um Caderno de Questões, uma Folha-Rascunho e uma
Folha-Resposta, que deverão ser preenchidos nos locais indicados. A Folha-Resposta não será substituída.

29
7.6- Ao final da prova, é responsabilidade exclusiva do candidato entregar, obrigatoriamente, à Comissão
Fiscal da sala, o Caderno de Questões e a Folha-Resposta assinada, momento em que assinará também a Lista
de Presença. O candidato poderá ficar com a Folha-Rascunho.
7.7- Nos três primeiros dias de prova, o candidato deverá, obrigatoriamente, apresentar a Folha-Rascunho
ao Porteiro, para sair do prédio de prova.
7.8- Questão em branco ou com mais de uma marcação como resposta será considerada errada.
7.9- No quarto dia de prova, o candidato receberá o Caderno de Redação e a Folha-Definitiva de Redação.
7.10- Ao final do quarto dia de prova, é responsabilidade exclusiva do candidato entregar,
obrigatoriamente, à Comissão Fiscal da sala, o Caderno de Redação e a Folha-Definitiva de Redação, momento
em que assinará a Lista de Presença.

8 - NORMAS DE SELEÇÃO, ELIMINAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO
8.1- Na etapa seletiva, serão consideradas as questões objetivas válidas nas disciplinas de Biologia,
Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Estrangeira, Língua Portuguesa, Literatura Brasileira, Matemática e
Química.
8.2- Serão selecionados candidatos até duas vezes o número de vagas de cada Curso oferecido pela
UFSM, pela ordem decrescente do número de acertos obtidos nas provas.
8.3- Serão selecionados também todos os que se encontrarem em empate na última colocação.
8.4- Não concorrerá à seleção o candidato que:
a) não comparecer em qualquer um dos dias de provas;
b) tiver obtido zero nas questões de múltipla escolha de qualquer uma das disciplinas;
c) não entregar as respectivas Folhas-Resposta, os Cadernos de Questões, a Folha-Definitiva de
Redação e/ou o Caderno de Redação;
d) não obtiver um mínimo de 30 acertos no total das questões de múltipla escolha;
e) tiver obtido zero na prova teórica e/ou prática de conhecimentos específicos para o Curso de
Música.
8.5- Não concorrerá à classificação o candidato que obtiver resultado inferior a 30% do escore máximo da
Redação.
8.6- A prova de Redação equivale à metade de uma prova objetiva. Na etapa de classificação final dos
candidatos selecionados, a nota da prova de Redação, estabelecida entre 3,00 (nota mínima exigida) e 10,0, será
convertida proporcionalmente em número de acertos; assim, o candidato que obtiver 10,0 (nota máxima) terá
acrescidos 7,50 acertos ao seu somatório de acertos nas provas objetivas, sendo a conversão das notas de todos
os candidatos realizada dessa forma proporcional.
8.7- O candidato selecionado que obteve nota igual ou superior a 3,00 na prova de Redação e que participa
do Sistema Cidadão Presente A, B, C ou D concorrerá à classificação com os demais candidatos pertencentes a
esse mesmo grupo (obteve nota igual ou superior a 3,00 na prova de Redação e participa do Sistema Cidadão
Presente A, B, C ou D).
8.8- A classificação final dos candidatos se dará pela ordem decrescente do número total de acertos,
quando já estará inserido o número proporcional de acertos decorrentes da prova de Redação.
8.9- O candidato que participa do Sistema Cidadão Presente A, B, C ou D, mas não foi classificado por ele,
concorrerá às vagas do Curso juntamente com os candidatos do Sistema Cidadão Presente E. Se mesmo assim
não for classificado, ficará como suplente no Sistema Cidadão Presente no qual se inscreveu (A, B, C ou D) e no
Sistema Cidadão Presente E.
8.10- Para fins de correção, se houver questão anulada, essa será desconsiderada. No caso de anulação
de uma ou mais questões na prova de Língua Estrangeira (Alemão, Italiano, Francês, Espanhol ou Inglês), o
candidato passará a ter sua pontuação nesta prova calculada da seguinte forma: seu número de acertos dividido
pelo número de questões válidas da prova e multiplicado pelo número inicial de questões (15). Essa pontuação
será considerada até a terceira casa decimal, sofrendo processo de arredondamento.
8.11- No Curso de Música, a nota obtida na prova de conhecimentos específicos será convertida em
número de acertos, respeitando a proporção de que a nota 10 equivalerá a 157,5 acertos. Para cálculo da
pontuação final, será feita uma média aritmética simples entre o somatório de acertos da prova de conhecimentos
específicos e o somatório de acertos das demais provas, inclusive a de Redação. A classificação final dos
candidatos a esse Curso será pela ordem decrescente da pontuação obtida após o cálculo dessa média.

30
8.12- Terão direito à matrícula os classificados até o limite de vagas do Curso, sendo a relação dos mesmos
divulgada em ordem decrescente de classificação. Ocorrendo empate na pontuação final dos candidatos, serão
adotados, conforme cada Unidade Universitária, os seguintes critérios de desempate:

UNIDADES CRITÉRIOS DE DESEMPATE
UNIVERSITÁRIAS
1º 2º 3º 4º 5º 6º

Língua Literatura
CAL Redação Filosofia História o mais idoso
Portuguesa Brasileira
Matemática
Língua Geografia
CCNE Redação História Filosofia o mais idoso
Portuguesa Física
Química
Língua
CCR Redação Biologia Matemática Química o mais idoso
Portuguesa
Língua
CCS Redação Biologia Química Filosofia o mais idoso
Portuguesa
Língua
CCSH Redação História Matemática Filosofia o mais idoso
Portuguesa
Língua Literatura
CE Redação Filosofia História o mais idoso
Portuguesa Brasileira
Língua Química Física
CEFD Redação Biologia o mais idoso
Portuguesa Filosofia História
Língua
CT Redação Matemática Física Química o mais idoso
Portuguesa

8.13- Para o CESNORS, será usado o seguinte critério de desempate: os Cursos de Comunicação Social-
Jornalismo e Administração seguem os critérios aplicados ao CCSH; os Cursos de Agronomia, Engenharia
Florestal e Zootecnia, os aplicados ao CCR; o Curso de Enfermagem, os aplicados ao CCS.
8.14- Os candidatos que apresentarem idade igual ou superior a 60 anos, no dia 08.10.07, data de início do
período de inscrições, têm, diferentemente, como primeiro critério de desempate, a idade, em ordem decrescente.
No caso de o candidato ser classificado por esse critério, sua idade deverá ser comprovado no momento da
matrícula, sob pena de perder o direito à vaga.
8.15- O candidato que, no período determinado, não comparecer à confirmação da vaga, em suas duas
etapas, terá sua classificação anulada.

9 - ORIENTAÇÕES GERAIS
Para melhor informação dos candidatos, chama-se atenção para o que segue:
9.1- O Manual do Candidato 2008 contém normas e esclarecimentos mais detalhados, relativos à
sistemática de inscrição, realização das provas, critérios de seleção e classificação, sendo obrigatório ao
candidato acessá-lo, para conhecimento das normas gerais do Concurso, antes de gerar sua Ficha de Inscrição
Eletrônica.
9.2- Recomenda-se aos interessados não deixarem para os últimos dias a efetivação de sua inscrição. A
COPERVES não se responsabilizará pela possibilidade de o preenchimento da Ficha de Inscrição Eletrônica não
ser completado por motivo de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das
linhas de comunicação, bem como de outros fatores técnicos que impossibilitem o processamento de dados.
9.3- Em virtude da natureza do concurso seletivo, em nenhum caso, será concedida vista, revisão ou
recontagem dos escores em quaisquer das provas do Vestibular 2008 ou no conteúdo delas, não cabendo,
portanto, qualquer espécie de recurso, em nenhuma instância.
9.4- É responsabilidade exclusiva do candidato informar-se acerca de Editais, Manual do Candidato,
Normas Complementares, Avisos e Chamadas Oficiais do Vestibular 2008 e de todas as etapas da confirmação
de vaga.
9.5- Não é permitida a permuta de curso entre os candidatos classificados.
9.6- A constatação de qualquer tipo de fraude na realização das provas sujeita o candidato à perda da vaga
e às penalidades da lei, em qualquer época, mesmo após a matrícula.

31
9.7- O candidato não poderá portar quaisquer aparelhos eletrônicos, tais como calculadoras, relógios com
calculadora, telefones celulares, bips, walkman, headphones, pagers ou fontes de consulta de qualquer espécie.
Esses e outros objetos pessoais serão deixados em local indicado pelo fiscal na sala de prova, os quais ficarão
sob inteira responsabilidade do candidato até o término da prova. Os fiscais e a UFSM não se responsabilizam
pela guarda dos mesmos.
9.8- Os Editais da COPERVES referentes ao Vestibular 2008 serão divulgados no Diário Oficial da União,
em jornais de circulação regional de Alegrete, Itaqui, Frederico Westphalen, Palmeira das Missões, Santa Maria,
São Borja, São Gabriel e Uruguaiana, e no site da COPERVES (www.ufsm.br/coperves).
9.9- A UFSM divulgará, quando necessário, Editais de Isenção, Normas Complementares e Avisos Oficiais
referentes ao Vestibular 2008, no site da COPERVES (www.ufsm.br/coperves).
9.10- A UFSM divulgará, em data a ser definida, a relação dos candidatos classificados às vagas de cada
curso em ordem decrescente de classificação.
9.11- A UFSM divulgará, quando necessário, Chamadas para Preenchimento de Vagas referentes ao
Vestibular 2008, através de jornal de Santa Maria e no site da UFSM (www.ufsm.br).
9.12- O candidato com necessidades especiais (não participante do Sistema Cidadão Presente B) deverá
comunicar tal fato à COPERVES, durante o período de inscrição, para que a mesma tenha condições de
organizar, em tempo hábil, os recursos disponíveis.
9.13- Os resultados obtidos no Vestibular 2008 terão validade para ingresso no ano letivo de 2008.
9.14- O preenchimento adequado das Folhas-Resposta referentes às provas do Vestibular 2008 é de inteira
responsabilidade do candidato.
9.15- As provas do Vestibular 2008 serão corrigidas através de processo de leitura ótica, devendo as
elipses correspondentes às respostas do candidato serem preenchidas completamente, sem deixar claros,
conforme modelo contido na Folha-Resposta. Esse preenchimento deverá ser realizado com caneta esferográfica
de tinta azul trazida pelo candidato nos dias das provas.
9.16- O prazo para entrar com recursos referentes ao gabarito se extingue 24 (vinte e quatro) horas após a
divulgação do mesmo. Nesse caso, o requerente, que deverá estar inscrito no Vestibular 2008 ou ser integrante
da Sala do Professor, procederá ao encaminhamento do recurso através do site da COPERVES
(www.ufsm.br/coperves), em link próprio para essa finalidade, no qual deverá identificar-se.
9.17- O candidato participante do PEIES também poderá inscrever-se no Vestibular 2008, devendo fazer a
opção por uma das modalidades de ingresso após o 3º dia de realização das provas do Vestibular 2008. Nesse
caso, deverá proceder da seguinte maneira:
a) Se optar pelo PEIES, realizar a prova de Redação no dia 11.01.08, às 14h, em local a ser indicado;
b) Se optar pelo Vestibular 2008, realizar a prova de Redação no dia 11.01.08, às 14h, no mesmo local
onde realizou as provas anteriores.
9.18- A opção a que se refere o item 9.17 é de inteira responsabilidade do candidato.
9.19- A COPERVES manterá o material referente ao Vestibular 2008 até o dia 08.07.08, sendo, após,
destruído.
9.20- Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão Permanente do Vestibular da UFSM
(COPERVES).
9.21- Informações sobre qualificação do corpo docente, descrição de recursos materiais à disposição dos
alunos, acervos bibliográficos, elenco dos cursos reconhecidos e em processo de reconhecimento e resultados
das avaliações realizadas pelo Ministério da Educação estarão disponíveis na Biblioteca Central, nas Bibliotecas
Setoriais e no site da UFSM (www.ufsm.br).
9.22- As disposições contidas no Manual do Candidato 2008 integram o presente Edital.

Santa Maria, 05 de outubro de 2007.

Prof. Dario Trevisan de Almeida,
Presidente da COPERVES.

VISTO:

Prof. Jorge Luiz da Cunha,
Pró-Reitor de Graduação.

32
Programa do Vestibular 2008 - Anexo 02

Biologia

1- TEORIAS DA ORIGEM DA VIDA 7- EVOLUÇÃO
7.1- Teorias evolucionistas (Darwinismo, Neodarwinismo e
2- CARACTERÍSTICAS DOS SERES VIVOS Lamarkismo)
7.2- Seleção natural como mecanismo evolutivo
3- BIOLOGIA CELULAR 7.3- Processo de especiação
3.1- Generalidades
3.2- Característica de célula procariótica e eucariótica (como 8- ECOLOGIA
se formaram as primeiras células) 8.1- Ecossistema (noção, componentes, noções de meio,
3.3- Envoltórios celulares hábitat, nicho ecológico, biótipo, biosfera, biocenose)
3.3.1- Membrana plasmática: noções de evolução, 8.1.1- Níveis tróficos (produtores, consumidores,
estrutura, trocas com o meio, adaptações decompositores), cadeia e teia alimentar
3.3.2- Parede celular: estrutura e funções 8.2- Utilização cíclica da matéria e fluxo de energia
3.4- Citoplasma - sistema de endomembranas e demais 8.3- Ciclos biogeoquímicos: nitrogênio, água, carbono e
estruturas oxigênio
3.5- Citoesqueleto e estruturas microtubulares, mecanismo de 8.4- Divisões da biosfera
movimentação celular 8.4.1- Biociclos: talassociclo, limnociclo, epinociclo
3.6- Núcleo: estrutura do núcleo interfásico, funções 8.4.2- Noções de bioma e principais tipos de biomas
3.7- Cromossomos (morfologia, números haplóide e diplóide, brasileiros
composição química) 8.5- Desequilíbrios ecológicos
3.8- Reprodução celular: mitose - meiose 8.5.1- Poluição: noções, tipos
8.6- Dinâmica de população
4- ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DOS SERES 8.6.1- Fatores que caracterizam uma população:
HUMANOS densidade, natalidade, mortalidade, migração
4.1- Necessidades básicas: alimentos e nutrientes 8.6.2- Fatores extrínsecos: reguladores do tamanho
4.1.1- Principais doenças e carências populacional - clima, alimento, competição
4.1.2- Nutrientes 8.7- Noções e tipos de sucessões ecológicas
4.2- As grandes funções vitais do ser humano e noções 8.8- Associações entre os seres vivos: mutualismo,
básicas de tecidos protocooperação, inquilinismo, colonialismo, sociedades,
4.2.1- Nutrição e digestão básicas de tecidos comensalismo, predatismo, parasitismo, sinfilia
4.2.2- Respiração 8.9- Ecobioses: mimetismo, camuflagem, adaptações
4.2.3- Circulação e transporte morfológicas
4.2.4- Excreção
4.2.5- Sistemas integradores: sistema nervoso e 9- TAXONOMIA
sistema glandular 9.1- Noções fundamentais
4.2.6- Aparelho reprodutor humano: anatomia, 9.1.1- Conceito de taxonomia e sistemática
fisiologia, anticoncepção, doenças sexualmente 9.1.2- Histórico
transmissíveis (DST) 9.1.3- Regras de classificação
9.1.4- Níveis taxanômicos: exemplos
5- REPRODUÇÃO HUMANA 9.1.5- Classificação geral dos seres vivos
5.1- Gametogênese 9.2- Vírus
5.2- Fecundação 9.2.1- Conceito
5.3- Embriologia 9.2.2- Características
9.2.3- Tipos principais de doenças (DST e AIDS em
6- GENÉTICA especial)
6.1- Ácidos nucléicos (DNA-RNA): estrutura e função 9.3- Reino Monera
6.2- Código genético: característica, localização, replicação, 9.3.1- Características
transcrição e síntese protéica 9.3.2- Cianofíceas: características, estruturas, tipos,
6.3- Herança mendeliana (mono e diibridismo) reprodução
6.3.1- Herança autossômica dominante e recessiva 9.3.3- Bactérias: características, estruturas, tipos,
6.3.2- Herança codominante reprodução, doenças bacterianas (cólera, DST)
6.4- Alelos múltiplos 9.4- Reino Protista
6.5- Gens letais 9.4.1- Características
6.6- Ligação gênica 9.4.2- Algas (quadro comparativo)
6.7- Determinação do sexo e herança ligada ao sexo 9.4.3- Protozoa: características, classes, exemplos,
6.8- Mutações principais endemias
6.8.1- Generalidades 9.5- Reino Fungi
6.8.2- Mutações gênicas e cromossômicas 9.5.1- Características
6.8.3- Fatores mutagênicos 9.5.2- Classificação (divisão e classes)
6.8.4- Conseqüências das mutações 9.5.3- Importância dos fungos para o homem e o meio
6.9- Interações gênicas 9.5.4- Liquens
6.9.1- Herança quantitativa e qualitativa 9.6- Reino Animal
6.9.2- Epistasia 9.6.1- Diversidade e forma animal
9.6.2- Níveis de organização: simetria, analogia,
homologia

33
9.6.3- Classificação geral 9.6.6- Estudo anatômico comparado dos sistemas de
9.6.4- Distribuição dos animais em grupos vertebrados (tegumentário, digestivo, circulatório,
(organização morfológica e funcional, habitat, excretor, nervoso, esquelético, reprodutor)
relações com outros seres, endemias causadas, 9.7- Reino Plantae
importância, principais classes e representantes 9.7.1- Características fundamentais e aspectos
dos filos) evolutivos dos grupos vegetais
9.6.4.1- Filo Porifera 9.7.1.1- Algas
9.6.4.2- Filo Cnidaria 9.7.1.2- Briófitas
9.6.4.3- Filo Platyhelminthes 9.7.1.3- Pteridófitas
9.6.4.4- Filo Aschelminthes (Classe 9.7.1.4- Gimnospermas
Nematoda) 9.7.1.5- Angiospermas
9.6.4.5- Filo Mollusca
9.6.4.6- Filo Annelida 10- BIOLOGIA VEGETAL
9.6.4.7- Filo Arthropoda 10.1- Morfologia externa
9.6.4.8- Filo Echinoderma 10.1.1- Raiz (morfologia interna e externa)
9.6.4.9- Filo Chordata 10.1.2- Caule (morfologia interna e externa)
9.6.5- Estudo dos vertebrados (estudo das 10.1.3- Folha (morfologia interna e externa)
características, morfologia, habitat, relações 10.1.4- Flor (verticilos florais: polinização e fecundação)
com outros seres, importância e principais 10.1.5- Fruto (origem, partes, conceito de fruto
representantes das superclasses dos carnoso
vertebrados) e seco, partenocarpia)
9.6.5.1- Peixes (classes Agnatha, 10.1.6- Semente (origem, partes, disseminação)
Condrichtyes, Osteichtyes) 10.2- Fisiologia
9.6.5.2- Tetrapoda (classes: Amphibia, 10.2.1- Absorção de água e sais minerais
Reptilia, Aves, Mammalia) 10.2.2- Transporte de água e sais minerais
10.2.3- Perda de água (gutação e transpiração)

Filosofia
1- A FILOSOFIA NO CONTEXTO DOS SABERES 2.3- Liberdade e Determinação
1.1- A Filosofia como reflexão sobre conceitos fundamentais 2.4- O bem, o mal e o justo
1.2- Características básicas do conhecimento 2.5- Modelos de reflexão ética
1.3- Verdade e Justificação
1.4- Usos da linguagem e argumentação 3- POLÍTICA E CIDADANIA
1.5- O pensamento humano: conceitos, hipóteses e teorias 3.1- As relações humanas e o poder
3.2- Ética e Política
2- ÉTICA 3.3- Indivíduo, Sociedade e Estado
2.1- Ser e Dever - Ser: o problema das normas 3.4- Representação e Democracia
2.2- Felicidade 3.5- Participação Política e Cidadania

Física
1- INTRODUÇÃO 4- PRINCÍPIOS DE CONSERVAÇÃO
1.1- Fenômeno Físico 4.1- Trabalho
1.2- Lei Física 4.2- Energia Cinética e Potencial
1.3- Grandezas Físicas 4.3- Potência
1.4- Unidades padrão de medida de comprimento, massa e 4.4- Princípio de Conservação da Energia
tempo 4.5- Quantidade de Movimento
1.5- Algarismos Significativos e Notação Científica 4.6- Impulso
4.7- Princípio da Conservação da Quantidade de Movimento
2- CINEMÁTICA 4.8- Colisões
2.1- Sistemas de Referência
2.2- Posição, Deslocamento, Velocidade e Aceleração 5- ESTÁTICA
2.3- Movimento Retilíneo Uniforme 5.1- Sistemas de Forças
2.4- Movimento Retilíneo Uniformemente Variado 5.2- Momento de uma Força
2.5- Vetores 5.3- Condições de Equilíbrio
2.6- Composição de Movimentos 5.4- Centro de Gravidade
2.7- Movimento Circular Uniforme 5.5- Máquinas Simples

3- DINÂMICA 6- HIDROSTÁTICA
3.1- 1ª Lei de Newton 6.1- Pressão
3.2- 2ª Lei de Newton 6.2- Massa Específica e Peso Específico
3.3- 3ª Lei de Newton 6.3- Densidade Relativa
3.4- Lei de Hooke 6.4- Princípio de Pascal
3.5- Atrito 6.5- Teorema de Stevin
3.6- Força Centrípeta, Força Centrífuga 6.6- Teorema de Arquimedes
3.7- Campo Gravitacional e Lei da Gravitação Universal 6.7- Medida de Pressão Hidrostática (Torricelli)
3.8- Leis de Kepler

34
7- HIDRODINÂMICA 11.2- Condutores e Isolantes
7.1- Tensão Superficial 11.3- Processos de Eletrização
7.2- Viscosidade 11.4- Lei de Coulomb
7.3- Capilaridade 11.5- Campo Elétrico
7.4- Regimes de Escoamento 11.6- Potencial Elétrico
7.5- Vazão 11.7- Capacitores
7.6- Equação de Continuidade
7.7- Teorema de Bernoulli e Aplicações Simples 12- ELETRODINÂMICA
12.1- Corrente Elétrica Contínua e Alternada
8- TERMOLOGIA 12.2- Resistores. Associação Simples
8.1- Termometria 12.3- Efeito Joule
8.1.1- Temperatura e Calor 12.4- Lei de Ohm e Resistividade
8.1.2- Lei Zero da Termodinâmica 12.5- Instrumentos de Medição Elétrica: Amperímetro e Voltímetro
8.1.3- Escalas Termométricas 12.6- Geradores
8.2- Dilatação de Sólidos e Líquidos 12.7- Receptores
8.3- Estudo dos Gases 12.8- Circuitos Elétricos (malha simples)
8.3.1- Transformação Isotérmica 12.9- Leis de Kirchoff
8.3.2- Transformação Isobárica
8.3.3- Transformação Isovolumétrica 13- MAGNETISMO
8.3.4- Equação de Clapeyron 13.1- Ímãs Naturais e Artificiais. Processos de Magnetização.
8.3.5- Teoria Cinética dos Gases 13.2- Campo Magnético
8.4- Calorimetria 13.3- Substâncias Ferromagnéticas, Diamagnéticas e
8.4.1- Capacidade Calorífica e Calor Específico Paramagnéticas
8.4.2- Calor Sensível e Calor Latente
8.4.3- Mudanças de Estado 14- ELETROMAGNETISMO
8.4.4- Princípio das Trocas de Calor 14.1- Lei de Ampère
8.4.5- Propagação do Calor 14.2- Campo Magnético de Corrente em Fio Retilíneo
14.3- Campo Magnético Gerado por um Solenóide
9- TERMODINÂMICA 14.4- Força Magnética sobre Carga em Movimento num Campo
9.1- Primeira Lei da Termodinâmica Magnético
9.2- Trabalho, Diagrama P x V 14.5- Força Magnética sobre Condutor Retilíneo
9.3- Energia Interna. Transformação Adiabática 14.6- Princípio dos Motores Elétricos
9.4- Segunda Lei da Termodinâmica 14.7- Fluxo Magnético. Lei de Faraday e Lei de Lenz
9.5- Máquinas Térmicas 14.8- Transformadores

10- OSCILAÇÕES E ONDAS 15- ÓTICA FÍSICA
10.1- Movimento Harmônico Simples 15.1- Natureza e Propagação da Luz
10.2- Ondas 15.2- Espectro Eletromagnético
10.2.1- Classificação 15.3- Experiência de Young
10.2.2- Comprimento da Onda, Período, Freqüência, 15.4- Difração e Polarização
Fase e Velocidade de Propagação 15.5- Efeito fotoelétrico
10.2.3- Reflexão, Refração e Difração 15.6- Luz como Partícula e Onda
10.2.4- Princípio da Superposição. Interferência
10.2.5- Batimento e Ressonância 16- ÓTICA GEOMÉTRICA
10.3- Acústica 16.1- Raio Luminoso
10.3.1- Ondas Sonoras 16.2- Reflexão
10.3.2- Infra-Som e Ultra-Som 16.3- Espelhos: planos e esféricos
10.3.3- Propagação e Velocidade do Som 16.4- Refração: índice de Refração e Leis da Refração
10.3.4- Efeito Doppler 16.5- Reflexão Total
10.3.5- Qualidades Fisiológicas do Som 16.6- Dispersão da luz
16.7- Lentes
11- ELETROSTÁTICA 16.8- Olho Humano
11.1- Carga Elétrica, Conservação e Quantização

Geografia
GEOGRAFIA GERAL E REGIONAL 4- O ESPAÇO DA PRODUÇÃO
4.1- Atividades agropecuárias
1- REPRESENTAÇÃO DO ESPAÇO 4.1.1- A evolução das atividades agropecuárias
1.1- Noções cartográficas 4.1.2- As influências das condições naturais e técnicas
4.1.3- Os modos e sistemas de produção
2- DINÂMICA DA NATUREZA 4.2- As atividades industriais
2.1- Universo, relevo, hidrografia, clima e vegetação 4.2.1- Elementos básicos para a industrialização
2.2- Biodiversidade 4.2.2- Tipos de indústrias e os tecnopolos
2.3- Meio ambiente 4.2.3- Os processos de industrialização clássica,
planificada e técnico-científica
3- A POPULAÇÃO E URBANIZAÇÃO MUNDIAL 4.3- Transformações do espaço
3.1- Estrutura, crescimento e distribuição populacional
3.2- A explosão demográfica x problemas de alimentação 5- O ESPAÇO DA CIRCULAÇÃO E ECONOMIA GLOBAL
3.3- Urbanização, hierarquia urbana, conurbação, favelização, 5.1- Os fluxos comerciais de transportes e comunicação
problemas de infra-estrutura urbana, impactos ambientais 5.2- O Sistema Financeiro Internacional (FMI, BIRD, etc.)
urbanos, movimentos sociais urbanos 5.3- O processo de globalização e suas implicações
35
5.4- Os blocos econômicos (MERCOSUL, NAFTA, União 3.4- Modelo social excludente e conservador
Européia, etc.)
5.5- Sistema Capitalista e suas políticas 4- O ESPAÇO DA PRODUÇÃO
4.1- As atividades agropecuárias
4.1.1- Sistemas de uso da terra e os tipos de cultura
4.1.2- As questões agrárias (estrutura fundiária,
GEOGRAFIA DO BRASIL movimentos sociais rurais, relação de trabalho,
modos de produção)
1- A ORGANIZAÇÃO DO ESPAÇO BRASILEIRO 4.1.3- Agricultura alternativa: agricultura sustentável e
1.1- A posição geográfica do Brasil agroecológica
1.2- A divisão regional 4.2- A atividade industrial
1.3- O espaço atual 4.2.1- A evolução da atividade industrial
1.4- O Brasil no contexto mundial 4.2.2- A estrutura e a distribuição industrial

2- DINÂMICA DA NATUREZA BRASILEIRA 5- O ESPAÇO DA CIRCULAÇÃO
2.1- Universo, relevo, hidrografia, clima, vegetação e solos 5.1- Os fluxos nacionais e internacionais
2.2- Biodiversidade 5.2- A importância dos meios de comunicação
2.3- Meio ambiente 5.3- Os transportes e o comércio na organização do espaço
brasileiro
3- A POPULAÇÃO E A URBANIZAÇÃO BRASILEIRA 5.4- Internacionalização do capital
3.1- A composição e a ocupação populacional
3.2- O crescimento, a dinâmica e a distribuição 6- A FORMAÇÃO SOCIOECONÔMICA DO RS
3.3- Espaço urbano

História
1- INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA 5- AS IDÉIAS LIBERAIS E OS MOVIMENTOS DE
1.1- Conceitos fundamentais para os estudos históricos INDEPENDÊNCIA NA AMÉRICA
1.2- Sociedades primitivas: Europa, América e Brasil 5.1- A crise do sistema colonial e a construção do sistema
1.2.1- Sociedades complexas: Mesopotâmia, Egito, capitalista mundial
Fenícia e Palestina 5.2- A reação do colonialismo inglês e a independência dos
1.3- Sociedades escravistas: Grécia e Roma EUA
1.3.1- Características econômicas, sociais e políticas 5.3- Os processos de independência na América Espanhola: a
1.3.2- Elementos culturais ação dos Criollos e Caudilhos-bolivarismo e herança cultural
5.4- O processo de independência do Brasil
2- PERÍODO MEDIEVAL 5.5- As características do Liberalismo Brasileiro, suas reações
2.1- A Europa medieval ao Autoritarismo no 1º Império e o Movimento
2.2- O Mundo Árabe Anticolonialista
2.3- Mundo Bizantino
2.4- O Feudalismo: ascensão e crise 6- AS MODIFICAÇÕES ESTRUTURAIS NA SEGUNDA
2.5- O Legado Cultural do período medieval METADE DO SÉCULO XIX
6.1- O Segundo reinado e as modificações estruturais
3- OS TEMPOS MODERNOS E A FORMAÇÃO DA 6.2- Ação do Imperialismo inglês e a Guerra do Paraguai
SOCIEDADE PRÉ-CAPITALISTA 6.3- A questão da mão-de-obra: o fim do escravismo e a
3.1- As mudanças tecnológicas e o desenvolvimento do introdução da mão-de-obra livre
comércio 6.4- A modernização da estrutura do país: a industrialização, o
3.2- O Estado Moderno Absolutista desenvolvimento das ferrovias. A urbanização e a questão
3.3- O Renascimento e o seu significado da terra
3.4- A crise religiosa do Século XVI e suas repercussões 6.5- Implantação da República Oligárquica no Brasil
3.4.1- A Inquisição
3.5- As características gerais do processo de colonização na 7- OS EUA NOS SÉCULOS XIX E XX
América hispânica e lusa: Mercantilismo e Sistema Colonial 7.1- A Doutrina Monroe
3.6- A economia e a sociedade escravista e o legado cultural 7.2- A Guerra Civil Americana: o fim da escravidão nos EUA
dos afro-descendentes no Brasil 7.3- A Política Imperialista Norte-americana: “Big-stick”, Política
da Boa Vizinhança, Aliança para o Progresso, Doutrina da
4- O LIBERALISMO CLÁSSICO E O TRIUNFO DO Segurança Nacional
CAPITALISMO INDUSTRIAL
4.1- O Iluminismo 8- AS DEMOCRACIAS LIBERAIS E BURGUESAS
4.2- A Revolução Industrial e as modificações na estrutura CONTEMPORÂNEAS
produtiva 8.1- As alterações na estrutura capitalista e o desenvolvimento
4.2.1- As repercussões sociais da Revolução imperialista e a 1ª Guerra Mundial
Industrial, 8.1.1- A partilha de África e Ásia
a situação do operariado e as novas doutrinas 8.1.2- A Revolução Russa
sociais 8.2- A crise dos anos 20, no Brasil e no mundo:
4.3- As idéias liberais e sua influência nos movimentos O Tenentismo
revolucionários do período A questão operária
4.3.1- A Era das Revoluções A Semana de Arte Moderna
4.3.2- Revolução Gloriosa e o triunfo do A Formação da Aliança Liberal
Parlamentarismo A revolução de 1923 no RS
4.3.3- A Revolução Norte-americana A crise de 1929
4.3.4- A Revolução Francesa A revolução de 1930 no Brasil
36
8.3- As dificuldades das Democracias - nazi-fascismo 9.5- A descolonização e o subdesenvolvimento dos países do
8.4- A 2ª Guerra Mundial 3º Mundo

9- O NOVO SISTEMA DE PODER MUNDIAL PÓS 1945 E O 10- DAS DITADURAS MILITARES ÀS POLÍTICAS
POPULISMO NA AMÉRICA LATINA - BIPOLARIDADE NEOLIBERAIS NA AMÉRICA LATINA
9.1- O populismo na América Latina: ascensão e queda 10.1- As características econômicas, políticas e sociais da
9.2- A Guerra Fria: capitalismo x socialismo ditadura militar na América Latina e Brasil
9.3- Plano Marshall e a recuperação da economia 10.2- A reação ao Imperialismo: Cuba, Chile, Nicarágua (...)
9.4- A URSS - o crescimento econômico, militarização e 10.3- A Globalização e Neoliberalismo: seus reflexos
desagregação

Língua Estrangeira Moderna
1- FUNÇÃO DA LEITURA 1.2.5- Associação entre itens lexicais dentro de um
1.1- Leitura Global texto ou entre vários textos
1.1.1- Elementos de planejamento visual (lay-out) 1.3- Identificação dos estágios do texto: introdução-
1.1.2- Gerais: organização na página, figuras, texto, desenvolvimento-conclusão; problema-solução; argumento-
etc. razão-dados
1.1.3- Específicos: títulos, subtítulos, autoria, legendas, 1.4- Identificação da origem da opinião: autor e outros
etc. participantes
1.1.4- Relações lay-out e texto propriamente dito 1.5- Identificação do argumento central do texto

1.2- Elementos textuais 2- ELEMENTOS DE COESÃO E COERÊNCIA DO TEXTO
1.2.1- Levantamento lexical: palavras italicizadas, 2.1- Relações lógicas entre os argumentos do texto
negritadas, sublinhadas, números, substantivos 2.1.1- Palavras e/ou expressões que denotam idéias
próprios, etc. de relações lógicas (oposição, contraste,
1.2.2- Levantamento de relações entre itens lexicais do conseqüência, adição, etc.)
texto (sinonímia, antonímia, derivação) 2.1.2- Palavras e/ou expressões que denotam
1.2.3- Estabelecimento de relações entre itens lexicais relações temporais (verbos, advérbios, etc
presentes nos diversos textos
1.2.4- Construção de inferências a partir das idéias do
texto

Língua Portuguesa
1 - O TEXTO: LEITURA E PRODUÇÃO 1.6.3- Texto narrativo-lúdico
1.1- Estrutura do texto 1.6.4- Transformação de ponto de vista
1.1.1- Partes 1.6.5- Translação de uma linguagem para outra (não-
1.1.2- Relações entre as partes verbal para verbal, poesia para prosa, etc.)
1.2- Plano do conteúdo 1.6.6- Tipos de discurso
1.2.1- Tema e sua delimitação 1.6.7- O parágrafo dissertativo - estrutura e produção
1.2.2- Idéia principal 1.6.8- O texto dissertativo
1.2.3- Idéias secundárias 1.6.9- Paráfrase
1.2.4- Idéias explícitas x implícitas 1.6.10- Resumo
1.2.5- Argumentos
1.3- Interação autor x texto x leitor 2 - ESTUDO DA LÍNGUA
1.3.1- Objetivo do texto 2.1- Níveis de linguagem
1.3.2- Destinatário 2.1.1- Variedades regionais e sociais
1.3.3- Circunstâncias 2.2- Fonética e fonologia
1.4- Plano lingüístico 2.2.1- Fonema e letra
1.4.1- Significação de palavras e expressões no 2.2.2- Encontros vocálicos
contexto 2.2.3- Encontros consonantais e dígrafos
1.4.2- Recursos expressivos 2.2.4- Tonicidade
1.4.3- Relações de sentido entre elementos do texto 2.2.5- Sílaba
(coesão referencial e seqüencial) 2.3- Aspectos gráficos
1.5- Tipos de texto 2.3.1- Acentuação
1.5.1- Leitura de textos informativos, persuasivos, 2.3.2- Ortografia
lúdicos (notícia, reportagem, editorial, literários, 2.4- Morfossintaxe
crônica, fato histórico, relato, conto, fábula, 2.4.1- Estrutura das palavras
charge, publicidade, história em quadrinhos, 2.4.2- Formação das palavras
cartas, etc.) 2.4.3- Classes de palavras e flexões
1.6- Produção de texto 2.4.4- Frase, oração, período
1.6.1- Texto narrativo-informativo (relato, fato histórico, 2.4.5- Período simples
etc.) 2.4.5.1- Estrutura do período simples
1.6.2- Texto narrativo-persuasivo (fábula, história 2.4.5.2- Predicação verbal
de cunho educativo, crônica), etc. 2.4.5.3- Colocação dos termos na oração

37
2.4.5.4- Pontuação 2.4.7.3- Colocação das orações no período
2.4.5.5- Correção gramatical no período 2.4.7.4- Pontuação
simples quanto à estrutura sintática 2.4.8- Concordância verbal e nominal
2.4.6- Padrões frasais 2.4.9- Regência verbal e nominal
2.4.7- Período composto 2.4.10- Colocação pronominal
2.4.7.1- Processos de coordenação e 2.5- Semântica
subordinação 2.5.1- Significado das palavras (sinônimos, antônimos,
2.4.7.2- Nexos oracionais (conetivos) homônimos e parônimos)

Literatura Brasileira
1- CONCEITO DE LITERATURA
1.1- Literatura, cultura, arte e tradição 4.4.3.3.- 3ª geração romântica
4.4.3.3.1- Características
2- LINGUAGEM LITERÁRIA 4.4.3.3.2- Autor: Castro Alves
2.1- Texto literário e não-literário 4.4.4- Prosa romântica
2.2- Funções da linguagem 4.4.4.1- Características e espécies de
2.3- Denotação e conotação romances românticos
2.4- Figuras de linguagem: antítese, metonímia, metáfora, 4.4.4.2- Autores: Joaquim Manuel de Macedo,
hipérbole, comparação, prosopopéia, ironia, gradação, José de Alencar, Bernardo Guimarães,
sinestesia, aliteração, assonância, onomatopéia, Visconde de Taunay, Manuel Antônio
perífrase, eufemismo, invocação de Almeida, Machado de Assis (1ª fase)
4.5- Realismo/ Naturalismo
3- GÊNEROS LITERÁRIOS 4.5.1- Contexto histórico-cultural
3.1- Prosa e verso 4.5.2-Conceituação
3.2- Gênero lírico 4.5.3- Prosa realista
3.2.1- Versificação 4.5.3.1- Características
3.2.2- Espécies líricas: soneto, elegia, cantiga, ode 4.5.3.2- Autor: Machado de Assis, Raul
3.3- Gênero narrativo Pompéia
3.3.1- Elementos estruturais 4.5.4- Prosa naturalista
3.3.2- Espécies narrativas: Martha Medeiros, Fernando 4.5.4.1- Características
Sabino, Luis Fernando Veríssimo, Ruben Braga 4.5.4.2- Autores: Aluísio Azevedo, Raul Pompéia
(crônicas), Josué Guimarães, Jorge Amado e 4.6- Parnasianismo
Luis Antônio de Assis Brasil (romance). 4.6.1- Contexto histórico-cultural
3.4- Gênero dramático (teatro) 4.6.2- Conceituação e características
3.4.1- Elementos estruturais 4.6.3- Autores: Olavo Bilac, Raimundo Correia, Alberto
3.4.2- Espécies dramáticas: tragédia, comédia, auto, de Oliveira
drama 4.7- Simbolismo
4.7.1- Contexto histórico-cultural
4- PERÍODOS LITERÁRIOS ( Periodização) 4.7.2- Conceituação e características
4.1- Quinhentismo 4.7.3- Autores: Cruz e Sousa, Alphonsus de
4.1.1- Literatura informativa: Pero Vaz de Caminha Guimaraens, Alceu Wamosy
4.1.2- Literatura jesuítica: José de Anchieta 4.8- Pré-modernismo
4.2- Barroco 4.8.1- Contexto histórico-cultural
4.2.1- Contexto histórico-cultural 4.8.2- A poesia de Augusto dos Anjos
4.2.2- Conceituação e características 4.8.3- A narrativa de Euclides da Cunha
4.2.3- A poesia de Gregório de Matos Guerra 4.8.4- A ficção de Lima Barreto
4.2.4- Os Sermões do Padre Antônio Vieira 4.8.5- O regionalismo de João Simões Lopes Neto
4.3- Arcadismo
4.3.1- Contexto histórico-cultural 4.9- Modernismo
4.3.2- Conceituação e características 4.9.1- Contexto histórico-cultural
4.3.3- A lírica árcade 4.9.1.1- Vanguardas européias
4.3.3.1- A obra de Cláudio Manuel da Costa 4.9.2- A Semana de Arte Moderna
4.3.3.2- A obra de Thomás Antônio Gonzaga 4.9.3- Autores: Mário de Andrade, Oswald de Andrade
4.3.4- A poesia épica 4.10- Romance de 30
4.3.4.1- “O Uraguai” - Basílio da Gama 4.10.1- Realismo e regionalismo
4.3.4.2- “Caramuru” - Frei José de Santa Rita 4.10.2- Autores: Graciliano Ramos, Érico Veríssimo,
Durão Jorge Amado, José Lins do Rego, Dyonélio
4.4- Romantismo Machado
4.4.1- Contexto histórico-cultural 4.11- Poesia Contemporânea
4.4.2- Conceituação 4.11.1- Autores: Carlos Drummond de Andrade,Cecília
4.4.3- Poesia romântica Meireles, Manuel Bandeira, Vinícius de Moraes,
4.4.3.1- 1ª geração romântica Mário Quintana, João Cabral de Melo Neto,Ferreira
4.4.3.1.1- Características Gullar, Carlos Nejar, Adélia Prado, Caetano Veloso,
4.4.3.1.2- Autores: Gonçalves de Chico Buarque
Magalhães, Gonçalves Dias 4.12- Ficção Contemporânea
4.4.3.2- 2ª geração romântica 4.12.1- Autores: Clarice Lispector, Guimarães Rosa,
4.4.3.2.1- Características Josué Guimarães, Rubem Fonseca, Dalton Trevisan,
4.4.3.2.2- Autores: Casimiro de Luís Fernando Veríssimo, Moacyr Scliar, Lygia
Abreu, Álvares de Azevedo, Fagundes Telles, Lya Luft, Caio Fernando Abreu,
Fagundes Varela João Gilberto Noll e Luís Antônio de Assis Brasil

38
Leituras Mínimas Obrigatórias
Sermões escolhidos: Primeiras estórias
Sermão da sexagésima ou do evangelho Autor: Guimarães Rosa
Sermão de Santo Antônio ou dos peixes
Laços de família
Autor: Antônio Vieira Autor: Clarice Lispector

Grandes poemas do romantismo brasileiro O vôo da madrugada
(Org. Alexei Bueno) Autor: Sérgio Sant’Anna

Contos: Feliz ano novo
A cartomante O alienista Autor: Rubem Fonseca
Missa do galo O espelho
Noite de almirante Teoria do medalhão Os melhores poemas (Global)
Autor: Machado de Assis Autor: Murilo Mendes

Libertinagem & Estrela da manhã Relato de um certo Oriente
Autor: Manuel Bandeira Autor: Milton Hatoun

Os tambores silenciosos Antologia poética (José Olympio)
Autor: Josué Guimarães Autor: Vinícius de Moraes

Matemática
1- CONJUNTOS NUMÉRICOS 6- FUNÇÃO LOGARÍTMICA
1.1- Números reais 6.1- Definição
1.2- Intervalos Reais 6.2- Propriedades fundamentais
1.2.1- Tipos 6.3- Gráficos
1.2.2- Operações (união, intersecção, diferença) 6.4- Domínio e imagem
6.5- Sistema de logaritmo decimal (noção)
2- RELAÇÕES E FUNÇÕES 6.6- Propriedades operatórias
2.1- Par ordenado 6.7- Mudança de base
2.2- Produto cartesiano 6.8- Equações logarítmicas
2.3- Representação gráfica (ponto, reta)
2.4- Relações 7- NOÇÕES DE ESTATÍSTICA
2.5- Funções 7.1- Termos estatísticos: população, amostra e freqüência
2.5.1- Definição e notação 7.2- Termos de gráficos: linha, setor e coluna
2.5.2- Domínio e imagem 7.3- Médias: aritmética, ponderada, harmônica
2.6- Tipos de função (injetora, sobrejetora e bijetora - noções)
8- FUNÇÃO TRIGONOMÉTRICA
3- FUNÇÃO DE 1º GRAU 8.1- Trigonometria no triângulo retângulo
3.1- Definição e notação 8.2- Arcos notáveis
3.2- Gráfico 8.3- Arcos e ângulos (grau e radiano)
3.3- Função crescente e decrescente 8.4- Ciclo trigonométrico
3.4- Coeficientes angular, linear e raiz 8.5- Funções trigonométricas (seno, cosseno, tangente)
3.5- Sinal da função 8.5.1- Definição, gráfico, período, sinal, variação,
3.6- Função Inversa domínio e imagem
3.7- Inequação de 1º grau 8.6- Função cotangente, secante e cossecante (como funções
inversas)
4- FUNÇÃO DE 2º GRAU 8.7- Redução ao 1º quadrante
4.1- Definição 8.8- Relações fundamentais
4.2- Gráfico 8.9- Operações com arcos: adição e subtração
4.3- Vértice (ponto de máximo e mínimo) 8.10- Equações trigonométricas
4.4- Domínio e imagem 8.11- Lei dos Senos e Lei dos Cossenos
4.5- Estudo do sinal
4.6- Inequação de 2º Grau 9- PROGRESSÕES: ARITMÉTICA E GEOMÉTRICA
9.1- Definição
5- FUNÇÃO EXPONENCIAL 9.2- Progressão Aritmética (PA)
5.1- Definição 9.2.1- Definição e classificação
5.2- Gráfico e características 9.2.2- Termo geral
5.3- Domínio e imagem 9.2.3- Propriedades
5.4- Propriedades 9.2.4- Interpolação de meios aritméticos
5.5- Equações exponenciais 9.2.5- Soma dos termos

39
9.3- Progressão Geométrica (PG) 15.8- Cilindro
9.3.1- Definição e classificação 15.8.1- Definição e elementos
9.3.2- Termo geral 15.8.2- Classificação (oblíquo e reto)
9.3.3- Propriedades 15.8.3- Secção meridiana
9.3.4- Interpolação de meios geométricos 15.8.4- Secção transversal
9.3.5- Soma dos termos 15.8.5- Cilindro equilátero
15.8.6- Superfície lateral, total e volume
10- MATRIZES 15.9- Cone
10.1- Conceito 15.9.1- Definição e elementos
10.2- Tipos de matrizes (quadrada, retangular, coluna, linha, 15.9.2- Classificação (oblíquo e reto)
nula, diagonal, idêntica, oposta, transposta) 15.9.3- Secção meridiana
10.3- Igualdade de matrizes 15.9.4- Secção transversal
10.4- Operações 15.9.5- Superfície lateral, total e volume
10.4.1- Adição e subtração 15.10- Esfera
10.4.2- Multiplicação de um número real por uma 15.10.1- Definição e elementos
matriz 15.10.2- Secção plana de uma esfera
10.4.3- Multiplicação de matriz por matriz 15.10.3- Pólos
10.4.4- Matriz inversa 15.10.4- Área da superfície esférica
15.10.5- Volume
11- DETERMINANTES
11.1- Conceito 16- GEOMETRIA ANALÍTICA
11.2- Propriedades fundamentais 16.1- Coordenadas cartesianas
11.3- Regra de Sarrus 16.2- Distância entre dois pontos
11.4- Menor complementar e adjunto complementar algébrico 16.3- Condições de alinhamento de três pontos
11.5- Teorema de Laplace 16.4- Área de triângulo
16.5- Equação geral da reta
12- SISTEMAS DE EQUAÇÕES LINEARES 16.6- Intersecção de retas
12.1- Conceito e classificação 16.7- Formas de reta (geral, reduzida, segmentária e
12.2- Regra de Cramer e/ou escalonamento (aplicações) paramétrica)
12.3- Discussão de sistemas 16.8- Coeficiente angular e linear
16.9- Equação da reta dado um ponto e a direção
13- ANÁLISE COMBINATÓRIA 16.10- Condição de paralelismo e perpendicularismo
13.1- Fatorial 16.11- Posições relativas de duas retas
13.2- Princípio fundamental da contagem 16.12- Ângulo entre duas retas
13.3- Arranjo simples 16.13- Distância entre ponto e reta
13.4- Permutação simples e com elementos repetidos 16.14- Distância entre duas retas
13.5- Combinação simples 16.15- Circunferência
16.15.1- Definição
14- MATEMÁTICA FINANCEIRA (NOÇÕES BÁSICAS) 16.15.2- Equação geral
14.1- Porcentagem 16.15.3- Reconhecimento de uma circunferência
14.2- Juro simples 16.15.4- Posições relativas (ponto e circunferência;
14.3- Juro composto reta e circunferência; circunferência e
circunferência)
15- GEOMETRIA ESPACIAL
15.1- Poliedros: definição e elementos (vértice, arestas e faces) 17- NÚMEROS COMPLEXOS
15.2- Relação de Euler 17.1- Definição
15.3- Poliedros de Platão 17.2- Forma algébrica
15.4- Poliedros regulares 17.3- Igualdade de dois complexos
15.5- Prismas 17.4- Adição de dois complexos
15.5.1- Definição e elementos dos prismas retos, 17.5- Multiplicação de dois complexos
oblíquos e regulares 17.6- Conjugado de um complexo
15.5.2- Secção transversal 17.7- Divisão de dois complexos
15.5.3- Superfície lateral e total
15.5.4- Volume 18- FUNÇÃO POLINOMIAL
15.6- Cubo 18.1- Definição
15.6.1- Definição e elementos 18.2- Grau de um polinômio
15.6.2- Superfície lateral e total 18.3- Identidade de polinômios (nulo e idêntico)
15.6.3- Volume 18.4- Operações com polinômios (adição, subtração,
15.7- Pirâmide multiplicação e divisão)
15.7.1- Definição e elementos 18.5- Divisão (método dos coeficientes a determinar)
15.7.2- Classificação 18.6- Divisão por polinômios de 1º grau
15.7.3- Relações métricas numa pirâmide regular 18.6.1- Teorema do resto
15.7.4- Superfície lateral, total e volume 18.6.2- Dispositivo prático de Briott-Ruffini
15.7.5- Secção transversal 18.7- Decomposição de um polinômio em fatores do 1º grau
18.8- Multiplicidade de uma raiz
18.9- Raízes complexas

40
Química
1- COMPOSIÇÃO E TRANSFORMAÇÃO DOS SISTEMAS 9- TERMOQUÍMICA
MATERIAIS 9.1- Conceito
1.1- Objetivo da química 9.2- Entalpia: reações endotérmicas e exotérmicas
1.2- Matéria, massa, energia 9.3- Fatores que influem na variação da entalpia
1.3- Substâncias simples, compostas e alotrópicas 9.4- Calor de reação: formação, combustão e energia de
1.4- Misturas homogêneas e heterogêneas ligação, neutralização e solução
1.5- Principais processos de separação e fracionamento das 9.5- Lei de Hess
misturas homogêneas e heterogêneas 9.6- Energia nuclear
1.6- Fenômenos físico e químico
10- ELETROQUÍMICA
2- NOTAÇÃO E NOMENCLATURA QUÍMICA 10.1 - Reações de oxirredução
2.1- Notação e nomenclatura dos elementos 10.2 - Série de reatividade química
2.2- Átomos, moléculas e íons 10.3 - Pilhas
2.3- Número atômico 10.4 - Eletrólise em meio aquoso
2.4- Número de massa
2.5- Isótopos, isóbaros, isótonos e isoeletrônicos 11- CINÉTICA QUÍMICA
11.1- Velocidade de reação: conceito
3- ESTRUTURA ATÔMICA 11.2 - Fatores que influenciam nas velocidades das reações:
3.1- Histórico do átomo energia de ativação, temperatura, concentração,
3.2- Configuração eletrônica nos níveis e subníveis do átomo pressão, superfície de contato, catalisadores
11.3- Tipos de catálise
4- TABELA PERIÓDICA
4.1- Evolução da tabela periódica 12- EQUILÍBRIO QUÍMICO
4.2- Grupos e períodos 12.1- Condições de ocorrência de equilíbrio
4.3- Classificação dos elementos na tabela periódica 12.2- Constante de equilíbrio: Kc e Kp
4.4- Propriedades aperiódicas 12.3- Deslocamento do equilíbrio: Princípio de Le Chatelier,
4.5- Propriedades periódicas: eletronegatividade, influência da pressão, da temperatura e da concentração
eletropositividade,potencial de ionização, eletroafinidade, no equilíbrio químico
raio atômico, raio iônico, volume atômico, densidade, 12.4- Equilíbrio iônico: pH e pOH
reatividade química, pontos de fusão e de ebulição 12.5- Hidrólise de sais: caráter ácido e básico dos sais

5- LIGAÇÕES QUÍMICAS 13- COMPOSTOS ORGÂNICOS
5.1- Valência 13.1- Evolução da química orgânica
5.2- Ligação iônica 13.2- Hibridização do carbono, boro e berílio
5.3- Ligação covalente, normal e coordenada 13.3- Ligações entre átomos de carbono
5.4- Polaridade das ligações 13.4- Classificação dos átomos de carbono
5.5- Geometria molecular e polaridade de moléculas 13.5- Classificação das cadeias carbônicas
5.6- Ligação metálica
5.7- Ligações intermoleculares: Van der Waals e pontes de 14- FUNÇÕES ORGÂNICAS
hidrogênio 14.1- Conceito, classificação, nomenclatura, segundo IUPAC,
5.8- Número de oxidação dos compostos e usual para os mais simples de cada
função, fórmula geral: hidrocarbonetos, haletos, éteres,
6- FUNÇÕES INORGÂNICAS aminas, aldeídos, cetonas, ácidos carboxílicos e
6.1- Tipos de reações de combinação, decomposição, derivados, fenóis
deslocamento e dupla-troca 14.2- Grupos monovalentes: alquilas e aromáticos
6.2- Caracterização das funções químicas 14.3- Propriedades físicas: ponto de fusão, ponto de ebulição,
6.3- Ácidos e bases de Arrhenius solubilidade, densidade
6.4- Propriedades das funções inorgânicas 14.4- Aplicações
6.5- Classificação e nomenclatura de ácidos, bases, sais e
óxidos 15- ISOMERIA
15.1- Isomeria plana: cadeia, posição, função, metameria e
7- CÁLCULOS ESTEQUIOMÉTRICOS tautomeria
7.1- Massa atômica - massa molecular 15.2- Isomeria espacial: geométrica e ótica.
7.2- Quantidade de matéria - massa molar - número de
Avogadro - volume molar 16- REATIVIDADE DAS MOLÉCULAS ORGÂNICAS
7.3- Leis ponderais: Lavoisier e Proust 16.1- Tipos de ruptura entre átomos da molécula
7.4- Cálculos de fórmulas: mínimo, percentual e molecular 16.2- Efeito indutivo e mesomérico
7.5- Cálculos estequiométricos 16.3- Teorias ácido-base Brönsted, Lowry e Lewis
16.4- Caráter ácido e básico dos compostos orgânicos
8- SOLUÇÕES 16.5- Reagentes nucleofílicos e eletrofílicos
8.1- Soluções
8.2- Classificação quanto ao estado físico, à natureza das 17- REAÇÕES ORGÂNICAS
partículas dispersas, à proporção entre soluto e solvente 17.1- Reações de Substituição
8.3- Concentração das soluções: percentagens (m/m, V/V), 17.1.1- Reação de substituição em alcano, benzeno,
concentração em g/L e mol/L tolueno, fenol e ácido benzóico: halogenação,
8.4- Diluição e mistura de soluções nitração, sulfonação
8.5- Titulação de neutralização 17.1.2 - Reação de substituições nucleofílicas em
haletos orgânicos frente à água, álcool e
amina

41
17.2- Reações de adição 17.4- Reações de oxidação
17.2.1- Reação de adição de alcenos e alcinos: 17.4.1- Oxidação de alcenos
hidrogenação, halogenação, hidratação, 17.4.2- Oxidação de álcoois
halogenidretos 17.4.3- Oxidação de aldeídos
17.2.2- Reações de adição em aldeídos e cetonas
17.3- Reações de eliminação 18- QUÍMICA ORGÂNICA DESCRITIVA
17.3.1- Eliminação em haletos orgânicos 18.1- Petróleo e derivados
17.3.2- Eliminação de álcoois 18.2- Glicídios
17.3.3- Reação de ácidos carboxílicos e obtenção 18.3- Lipídios: glicerídeos e cerídios
de derivados: haletos de acila, anidridos, 18.4- Aminoácidos: proteínas
ésteres e amidas 18.5- Polímeros sintéticos

42
Cursos de Graduação avaliados pelo ENADE
(Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes) - Anexo 03
CONCEITO DO
CURSO ANO
ENADE
ADMINISTRAÇÃO 2006 5
AGRONOMIA 2004 4
ARQUITETURA E URBANISMO 2005 4
ARQUIVOLOGIA 2006 5
ARTES CÊNICAS 2006 5
CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 2005 5
CIÊNCIAS BIOLÓGICAS 2005 4
CIÊNCIAS CONTÁBEIS 2006 4
CIÊNCIAS ECONÔMICAS 2006 3
CIÊNCIAS SOCIAIS 2005 5
COMUNICAÇÃO SOCIAL - Jornalismo 2006 5
COMUNICAÇÃO SOCIAL - Publicidade e Propaganda 2006 5
COMUNICAÇÃO SOCIAL - Relações Públicas 2006 5
DESENHO INDUSTRIAL 2006 5
DIREITO 2006 5
EDUCAÇÃO ESPECIAL 2005 4
EDUCAÇÃO FÍSICA 2004 5
ENFERMAGEM 2004 4
ENGENHARIA CIVIL 2005 4
ENGENHARIA ELÉTRICA - Ênfase: Eletrotécnica 2005 4
ENGENHARIA FLORESTAL 2005 4
ENGENHARIA MECÂNICA 2005 3
ENGENHARIA QUÍMICA 2005 5
FARMÁCIA 2004 4
FILOSOFIA 2005 5
FÍSICA 2005 4
FISIOTERAPIA 2004 5
FONOAUDIOLOGIA 2004 4
GEOGRAFIA 2005 4
HISTÓRIA 2005 4
LETRAS / LICENCIATURA PLENA 2005 5
MATEMÁTICA 2005 4
MEDICINA 2004 5
MEDICINA VETERINÁRIA 2004 5
MÚSICA 2006 5
ODONTOLOGIA 2004 5
PEDAGOGIA 2005 4
PSICOLOGIA 2006 5
QUÍMICA 2005 4
QUÍMICA INDUSTRIAL 2005 4
ZOOTECNIA 2004 4

43
Cursos oferecidos pela UFSM no Vestibular 2007
e relação candidato-vaga - Anexo 04
Campus da UFSM
Nº DE Nº DE
CURSO DENSIDADE
CANDIDATOS VAGAS

ADMINISTRAÇÃO - Bacharelado (diurno) 371 40 9,28
ADMINISTRAÇÃO - Bacharelado (noturno) 695 40 17,38
AGRONOMIA 683 96 7,11
ARQUITETURA E URBANISMO 314 18 17,44
ARQUIVOLOGIA - Hab.: Arquivista 128 24 5,33
ARTES CÊNICAS - Bacharelado - Opções: Direção Teatral ou
92 16 5,75
Interpretação Teatral
ARTES VISUAIS - Bacharelado em Desenho e Plástica 116 23 5,04
ARTES VISUAIS - Licenciatura Plena em Desenho e Plástica 72 12 6,00
CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO - Bacharelado 400 24 16,67
CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - Licenciatura Plena - Bacharelado 325 35 9,29
CIÊNCIAS CONTÁBEIS (diurno) 263 32 8,22

CIÊNCIAS CONTÁBEIS (noturno) 407 32 12,72
CIÊNCIAS ECONÔMICAS (diurno) 225 32 7,03
CIÊNCIAS ECONÔMICAS (noturno) 250 32 7,81
CIÊNCIAS SOCIAIS - Bacharelado (noturno) 244 32 7,63
COMUNICAÇÃO SOCIAL - Hab.: Jornalismo 293 20 14,65
COMUNICAÇÃO SOCIAL - Hab.: Publicidade e Propaganda 296 20 14,80
COMUNICAÇÃO SOCIAL - Hab.: Relações Públicas 193 20 9,65
DESENHO INDUSTRIAL - Programação Visual 205 16 12,81
DESENHO INDUSTRIAL - Projeto de Produto 134 16 8,38
DIREITO (diurno) 579 32 18,09
DIREITO (noturno) 789 32 24,66
EDUCAÇÃO ESPECIAL - Licenciatura Plena 188 36 5,22
EDUCAÇÃO FÍSICA - Bacharelado 445 48 9,27
EDUCAÇÃO FÍSICA - Licenciatura Plena 377 48 7,85
ENFERMAGEM 546 32 17,06
ENGENHARIA - Hab.: Engenharia Civil 432 62 6,97
ENGENHARIA - Hab.: Engenharia Elétrica 349 48 7,27
ENGENHARIA - Hab.: Engenharia Mecânica 464 40 11,60

ENGENHARIA - Hab.: Engenharia Química 179 24 7,46
ENGENHARIA FLORESTAL 333 52 6,40
FARMÁCIA 716 80 8,95
FILOSOFIA - Licenciatura Plena 130 32 4,06
FÍSICA - Bacharelado 58 18 3,22
FÍSICA - Licenciatura Plena (diurno) 59 20 2,95
FÍSICA - Licenciatura Plena (noturno) 81 20 4,05
FISIOTERAPIA 606 32 18,94
FONOAUDIOLOGIA 153 19 8,05
GEOGRAFIA - Bacharelado (Geógrafo) 110 24 4,58
GEOGRAFIA - Licenciatura Plena 119 29 4,10

44
Nº DE Nº DE
CURSO DENSIDADE
CANDIDATOS VAGAS

HISTÓRIA - Licenciatura Plena e Bacharelado 215 32 6,72
LETRAS - Espanhol e Literaturas da Língua Espanhola (noturno) 142 24 5,92
LETRAS - Inglês e Literaturas da Língua Inglesa (diurno) 135 28 4,82
LETRAS - Português e Literaturas da Língua Portuguesa (diurno) 143 28 5,11
MATEMÁTICA - Licenciatura Plena (noturno) 122 28 4,36
MATEMÁTICA - Licenciatura Plena e Bacharelado (diurno) 127 40 3,18
MEDICINA 2.767 80 34,59
MEDICINA VETERINÁRIA 934 75 12,45
METEOROLOGIA 65 16 4,06
MÚSICA - Bacharelado em Canto 9 1 9,00
MÚSICA - Bacharelado em Clarineta 3 2 1,50
MÚSICA - Bacharelado em Flauta Transversa 2 2 1,00
MÚSICA - Bacharelado em Percussão 6 3 2,00
MÚSICA - Bacharelado em Piano 6 4 1,50
MÚSICA - Bacharelado em Trombone 3 1 3,00
MÚSICA - Bacharelado em Trompete 6 1 6,00
MÚSICA - Bacharelado em Violão 19 3 6,33
MÚSICA - Bacharelado em Violino 1 1 1,00
MÚSICA - Bacharelado em Violoncelo 1 1 1,00
MÚSICA - Licenciatura Plena 40 12 3,33
ODONTOLOGIA 871 56 15,55
PEDAGOGIA - Licenciatura Plena (diurno) 301 64 4,70
PEDAGOGIA - Licenciatura Plena (noturno) 204 32 6,38
PSICOLOGIA - Hab.: Formação do Psicólogo 485 20 24,25
QUÍMICA - Bacharelado 75 16 4,69
QUÍMICA - Licenciatura Plena 93 30 3,10
QUÍMICA INDUSTRIAL 87 12 7,25
ZOOTECNIA 419 58 7,22

Campus de Frederico Westphalen
Nº DE Nº DE
CURSO DENSIDADE
CANDIDATOS VAGAS

AGRONOMIA 200 48 4,17

COMUNICAÇÃO SOCIAL – Hab.: Jornalismo 90 44 2,05
ENGENHARIA FLORESTAL 187 48 3,90

Campus de Palmeira das Missões
Nº DE Nº DE
CURSO DENSIDADE
CANDIDATOS VAGAS

ADMINISTRAÇÃO (diurno) 84 32 2,63

ADMINISTRAÇÃO (noturno) 188 32 5,88
ENFERMAGEM 160 32 5,00
ZOOTECNIA 138 45 3,07

45
Exemplo de Questões - Anexo 05
Modelos de questões da Prova 2 do Vestibular 2007 da UFSM
Área temática: Cidadania e Meio Ambiente

QUESTÃO 01 (História)

As igrejas góticas - a exemplo da
Catedral de Notre Dame - começaram a
ser construídas no século doze e estão
relacionadas com um momento histórico
caracterizado pelo(a)
In: PROENÇA, Graça. História da Arte. São Paulo: Ática, 2001. p. 66.

a) declínio da tecnologia e das cidades comerciais, em decorrência da desagregação do Império
Romano.
b) papel das ordens monásticas na estaganação da cultura, da tecnologia e da economia das
sociedades feudais.
c) desenvolvimento comercial, pelo enriquecimento das cidades e pelo declínio da Igreja como
elemento do mundo medieval.
d) desenvolvimento das cidades, em função da atividade comercial, e pelo papel da Igreja como
pólo de poder político e cultural.
e) desestruturação do mundo feudal, provocada por meio do renascimento comercial, pelo
declínio das monarquias e pela decadência política e cultural da Igreja.

QUESTÃO 02 (Filosofia)

A arquitetura de uma época não só aponta para um determinado estilo artístico, mas também pode
indicar traços da vida moral e política de um grupo humano. As torres das igrejas góticas, por
exemplo (figura da questão anterior), mostram a verticalidade na relação entre Deus e o homem, o
céu e a terra, o superior e o inferior, característica básica da cultura medieval.
A respeito da concepção de moralidade no período medieval, pode-se afirmar que
I. a conduta humana deve se pautar pelas regras derivadas da natureza.
II. a imoralidade está relacionada com a desobediência às leis divinas reveladas.
III. a razão humana ocupa o lugar central na vida ética.
IV. a ética se preocupa, principalmente, com a autonomia moral do indivíduo.

Está(ão) correta(s)
a) apenas I.
b) apenas II.
c) apenas III.
d) apenas II e IV.
e) apenas III e IV.

46
Exemplo de proposta de Redação - Anexo 6

Para você ter uma idéia de como tem sido essa prova, veja, a seguir, a proposta
de Redação do Vestibular UFSM 2005 - educação a distância.

O tema de inclusão escolar tem sido amplamente discutido nas escolas de
ensino comum, nas escolas especiais, nas universidades e nas mais diversas
instituições de ensino. (...)
Na cartilha do Ministério Público Federal, aparecem orientações sobre a
importância de efetivar “o acesso de alunos com deficiência às escolas de classes
comuns da rede regular”. O objetivo da cartilha é “divulgar os conceitos mais
atuais e adequados às diretrizes mundiais de inclusão da pessoa com deficiência na
área educacional”. (...)
A cartilha oferece “orientações pedagógicas que demonstram não só a
viabilidade de se receber na mesma sala de aula todas as crianças e jovens, mas o
quanto qualquer escola que adote esses princípios inclusivos pode oferecer
educação escolar com qualidade para alunos com e sem deficiências”. A cartilha
diz então que “todos” têm direito à educação.

Patrícia Zillmer, pedagoga. (fragmento)
Zero Hora, 27/06/2005. p. 13.

Tendo por base essas informações, perguntamos:

- Qual é a SUA opinião sobre a inclusão do aluno com necessidades especiais na rede regular
de ensino?

Para defender seu posicionamento, você deve fazer um texto dissertativo-argumentativo de 20
a 25 linhas, usando o padrão culto de linguagem. Dê um título a seu texto.
NÃO COPIE SEGMENTOS DO TEXTO.

47
Modelo da Folha-Resposta - Anexo 07

48
Modelo da Folha-Definitiva de Redação - Anexo 08

49
Modelo da Ficha de Inscrição - Anexo 09

50
51
52
53
54
55
56
57
58
59
Modelo da Ficha de Inscrição Eletrônica - Anexo 10

60
Modelos dos Formulários para encaminhamento de documentos - Anexo 11
Sistemas Cidadão Presente A, C e D

61
Sistema Cidadão Presente B

62
Modelo da Auto-Declaração - Anexo 12
Sistema Cidadão Presente A

63
Serviço de apoio ao vestibulando - SAVes
Para melhor atender aos candidatos
ao Vestibular 2008 da UFSM, a
COPERVES coloca à sua disposição o
Serviço de Apoio ao Vestibulando -
SAVes. A consulta à Listagem dos
Inscritos é obrigatória, pois você
precisará anotar o local de realização de
suas provas: cidade, prédio, sala. Caso
não tenha condições de verificar,
pessoalmente, esses dados na listagem
que será disponibilizada no site
(http://www.ufsm.br/coperves), você
poderá recorrer ao SAVes: basta ligar
para um de nossos telefones e informar
seu número de inscrição. Mas
não é esse o único serviço que queremos lhe oferecer: nossas telefonistas estão preparadas para
prestar informações sobre hospedagem e horários de ônibus de Santa Maria, relação candidato-vaga
e outras informações sobre o Vestibular 2008, tudo pelo telefone: (55) 3220-8170.
Informamos também que, no
período de 04 a 07 de janeiro de 2008,
estaremos presentes na Estação
Rodoviária de Santa Maria para prestar
nosso apoio aos vestibulandos e seus
familiares que chegam à nossa cidade. A
UFSM, mais uma vez, estará oferecendo
o “Camping do Vestibulando”, uma
imensa área com toda a infra-estrutura,
com pontos de água, luz e segurança
durante as 24 horas.

Ligue, informe-se.
SEJA BEM-VINDO!

Não fique com dúvidas.
A COPERVES dispõe de uma equipe preparada para auxiliar você.

Contate-nos:
(55) 3220-8170.
www.ufsm.br/coperves
e-mail: coperves@www.ufsm.br

64
65
O Vestibular 2007

66
67
68