MOARA Informativo

Nº 05
06/06/2007 20ª semana

SHIN QI 03 conj. 08 casa 26 – Lago Norte – Brasília – DF CEP: 71.505-280 Telefone: (61) 3368-7225 – secretaria_escolamoara@yahoo.com.br Equipe do Informativo: Renata Radicchi, Eduardo Daniel e Anaitel - Revisão: prof. Marielle informativomoara@yahoo.com.br

AGENDA E V E N T O S Festa da Lanterna, 15/06 às 17 h. Festa Junina, 23/06 às 15 h. Oficinas das Arteiras para confecção de luminárias, 12 e 15/06. Coleta de instrumentos musicais toda segunda-feira. Reunião para consolidação do grupo de trabalho. • Reunião para consolidação do grupo de trabalho para revisão do estatuto. Comissão de Artes – próximos encontros, 12/06, às 8h e 15/06 a tarde. • • • • • Conselho de Pais – terças, às 7h45. Grupo de Estudo com foco na Pedagogia Social de base antroposófica – G quartas, às 7h40. R U Grupo de Estudo sobre temas antroposóficos - Próximo encontro, 14/06 P às 7h45. O Coral Moara – sextas, às 7h45. S Oficinas musicais - kântele para pais – sextas às 9h - flauta doce iniciante – quartas às 8h15 e sextas às 11h45 - Violão para adultos - sextas, falar com a professora Clarissa

NESTA EDIÇÃO > Festa Junina – Participem! >Lanternas para a festa junina. >Campanha de arrecadação de instrumentos musicais

> Discussões sobre o 6° ano >História da Menina da Lanterna >Mudança no calendário da escola e feriado dia 07/06 FESTA JUNINA A Festa de São João da Moara está chegando. Vamos trabalhar e movimentar nossas energias para que ela seja tão ou mais linda e gostosa quanto tradicionalmente é. A Festa Junina é uma grande oportunidade da divulgação da nossa escola. Por meio dos eventos, levamos a Moara para o “mundo” e, assim trazemos as pessoas para nossa Escola. É necessário portanto, que todas as famílias colaborem divulgando a festa entre seus amigos, e vendendo ingressos: Cada família da escola estará recebendo 05 convites que deverão ser vendidos por R$ 3,00 (três reais) cada. Lembrando que na portaria o valor será de r$ 5,00 (cinco reais) e crianças até 12 anos não pagam. Vocês receberão 10 filipetas para ajudar na divulgação O dinheiro da venda deverá ser entregue à professora do seu filho(a), até o dia 19/06/07, (terça-feira), pois é com este dinheiro que a escola organiza e cobre as despesas da festa. Organização das barracas na Festa Na próxima semana haverá em cada sala, cartazes com horário dos revezamentos nas barracas da Festa e quantidade de comida a ser feita. Por favor, procure a professora de sua turma e veja como você irá colaborar. Confira a sua barraca: - Maternal A e B – Cachorro quente - Maternal C – Pipoca - Jardim A – boca do sapo - Jardim B – Salgado - Jardim C – Passeio de pônei - 1º ano – churrasquinho - 2º ano – pescaria - 3º ano – doces - 4º ano – bola na lata - 5º ano – bebidas

⇒ Comes e bebes: cada turma é responsável por trazer um tipo de comida. Pensamos em padronizarmos receitas de alguns pratos como: canjica, galinhada, cachorro quente, caldos e churrasco. Converse com a professora do seu filho(a) sobre a organização dos grupos para o preparo dos pratos Fique de olho na distribuição dos pratos por turma: Maternal A – milho verde Maternal B – caldos (verde, feijão) Maternal C – tortas doces Jardim A – tortas salgadas Jardim B – galinhada Jardim C – Pé-de-moleque, pipoca e cocada 1º ano – churrasco 2º ano – cachorro quente 3º ano – pão de queijo 4º ano – bolos (milho, mandioca, fubá, cenoura, chocolate) 5º ano – canjica ⇒A escola contribuirá com as bebidas: suco, chocolate quente, água e quentão. ⇒Aqueles que possuírem fogão industrial e panelas grandes, por gentileza, contribuam. Procurem a professora Maria. PRENDAS Cada turma confeccionará prendas para as brincadeiras, que serão 05 por criança. Cada familiar, que entregar as prendas dará ao seu filho(a) o direito de receber 03 ingressos para brincar em qualquer barraca. As prendas deverão ser entregues até o dia 19/06 (terça-feira). Lembrando: Dia 19/06, é a data limite pra o recebimento das prendas, do dinheiro dos ingressos e as bandeirinhas (10 metros por família). “Nossa, quanto trabalho, quanto esforço!” Mas vale a pena ver a alegria das crianças chegando na festa, vendo a escola toda transformada e colorida, com pessoas felizes e participando deste evento tão significativo para nós. Preparar e esperar são palavras mágicas. Nos costumamos a tudo pronto, mas renunciando a isto e trabalhando juntos, cultivamos a veneração pela Festa e o respeito pelo que nos dedicamos a fazer. Esperamos todos no dia 23 de junho de 2007 no Arraiá da Moara. Professora Maria

LANTERNAS PARA ENFEITAR A NOSSA FESTA JUNINA
As arteiras convidam toda a comunidade a participar da confecção de lindas lanternas/luminárias que irão enfeitar a nossa festa junina. Serão oferecidas duas oficinas: - 12/06, a partir das 8h (com a Denise) e - 15/06 à tarde (com a professora Wilza) Será necessário apenas trazer uma bola de plástico inflável, de bico (daquelas que se compra em loja de 1,99) para modelarmos a luminária. Balões de festa também podem ser usados, mas não ficam tão redondos. Quanto mais lanternas, mais bonita e iluminada será a festa!! Obs. Está disponível na secretaria papel crepom para familiares, amigos e crianças confeccionarem flores para a decoração da festa junina.
(Arteiras - Renata)

CAMPANHA PRO-MÚSICA
“A música praticada de maneira verdadeiramente artística, é a porta de entrada para uma vida interior diferenciada e sublime, pois desenvolve o escutar intenso, desprovido de qualidades do mundo visível. Como vivência puramente anímica, a música cria uma ponte para o mundo dos sonhos, do inconsciente e do espiritual.” "Educação Humana através da Música - sobre o ensino de música na escola waldorf", de Veronika Brunis

CAMPANHA PRÓ-MÚSICA
Dando continuidade à iniciativa da professora Clarissa, o Conselho de Pais irá arrecadar doações todas as segundas-feiras no portão da escola a partir das 12h para o turno da manhã e a partir das 14h para o turno da tarde. PARTICIPEM! Estamos arrecadando cocos, cabos de vassoura (em madeira), sementes de flamboyant e cabaças para confeccionar instrumentos musicais para nossas crianças. Receberemos também doações em dinheiro para a compra de vários outros instrumentos musicais! Contamos com a participação de todos!
(Conselho de Pais – Lais)

CONSELHO DE PAIS
Comunidade, O Conselho de pais gostaria de informar que vamos retomar a discussão sobre a implementação do 6º ano na Escola Moara. Contamos inclusive com o novo representante de turma, o Beto, pai do Rafael (5° ano). É de extrema importância o envolvimento de toda a comunidade nessa discussão e na construção de ações para que o 6º ano aconteça. Vamos pensar e construir e futuro da Escola Moara e de nossos filhos! Fiquem atentos, mais informações serão divulgadas! (Conselho de Pais – Patrícia e Renata)

A MENINA DA LANTERNA
Era uma vez uma menina que carregava alegremente a sua lanterna pelas ruas. De repente, chegou o vento, que com grande ímpeto apagou a lanterna da menina.  Ah! - exclamou a menina.  Quem poderá reacender a minha lanterna? Olhou para todos os lados, mas não achou ninguém. Apareceu, então, um animal muito estranho, com espinhos nas costas, de olhos vivos, que corria e se escondia muito ligeiro pelas pedras. Era um ouriço.  Querido ouriço! - exclamou a menina.  O vento apagou a minha luz. Será que você sabe quem poderia acender a minha lanterna? E o ouriço disse a ela que não sabia, que perguntasse a outro, pois precisava ir para casa cuidar dos filhos. A menina continuou caminhando e encontrou-se com um urso, que caminhava lentamente. Ele tinha uma cabeça enorme e um corpo pesado e desajeitado, e grunhia e resmungava.  Querido urso! – falou a menina.  O vento apagou a minha luz. Será que você sabe quem poderia acender a minha lanterna? O urso da floresta disse a ela que não sabia, que ela perguntasse a outro, pois estava com sono e iria dormir e repousar. Surgiu, então, uma raposa, que estava caçando na floresta e se esgueirava entre o capim. Espantada, a raposa levantou o seu focinho e, farejando, descobriu a menina. Indignada, a raposa dirigiu-se a ela e mandou que voltasse para casa, porque a menina espantava os ratinhos.

Com tristeza, a menina percebeu que ninguém queria ajudá-la. Sentou-se sobre uma pedra e chorou. Neste momento, surgiram estrelas que lhe disseram para ir perguntar ao Sol, pois ele poderia ajudá-la. Depois de ouvir o conselho das estrelas, a menina criou coragem para continuar o seu caminho. Finalmente, chegou a uma casinha, dentro da qual avistou uma mulher muito velha, sentada, fiando em sua roca. A menina abriu a porta e cumprimentou a velha.  Bom dia, querida vovó – disse ela.  Bom dia – respondeu a velha. A menina perguntou se ela conhecia o caminho até o Sol e se ela queria ir com ela, mas a velha disse que não podia acompanhá-la, porque fiava sem cessar e sua roca não podia parar. Entretanto, pediu à menina que descansasse um pouco, pois o caminho era muito longo. A menina entrou na casinha e sentou-se para descansar. Pouco depois, pegou sua lanterna e continuou a sua caminhada. Mais adiante, encontrou outra casinha no seu caminho, a casa do sapateiro. Ele estava sentado consertando muitos sapatos. A menina abriu a porta e cumprimentou-o. Perguntou, então, se ele conhecia o caminho do Sol e se queria ir com ela procurá-lo. Ele disse que não podia acompanhá-la, pois tinha muitos sapatos para consertar. Deixou que ela descansasse um pouco, pois sabia que seu caminho era longo. A menina entrou e sentou-se para descansar. Depois que descansou, pegou a sua lanterna e continuou a sua caminhada. Ao longe, avistou uma montanha muito alta. Com certeza, o Sol mora lá em cima – pensou a menina e pôs-se a correr rápida como uma corsa. No meio do caminho, encontrou uma criança que brincava com uma bola. Chamou-a pra que fosse com ela até o Sol, mas a criança nem respondeu. Preferiu brincar com sua bola e afastou-se saltitando pelos campos. Então, a menina da lanterna seguiu sozinha o seu caminho. Foi subindo pela encosta da montanha. Quando chegou ao topo, não encontrou o Sol. Vou esperar aqui até o Sol chegar – pensou a menina, e sentou-se na terra. Como estivesse muito cansada de sua longa caminhada, seus olhos se fecharam e ela adormeceu. O Sol já tinha avistado a menina há muito tempo. Quando chegou a noite, ele desceu até a menina e acendeu a sua lanterna. Depois que o Sol voltou para o céu, a menina acordou.

Oh! A minha lanterna está acesa! – exclamou e, com um salto, pôs-se alegremente a caminho. Na volta, reencontrou a criança da bola, que lhe disse ter pedido a bola, não conseguindo encontra-la por causa do escuro. As duas crianças procuraram, então, a bola. Após encontrá-la, a criança afastou-se alegremente. A menina da lanterna continuou o seu caminho até o vale e chegou à casa do sapateiro, que estava muito triste na sua oficina. Quando viu a menina, disse-lhe que seu fogo tinha apagado e suas mãos estavam frias, não podendo, portanto, trabalhar mais. A menina acendeu a lanterna do sapateiro, que agradeceu, aqueceu as mãos e pôde martelar e costurar os seus sapatos. A menina continuou lentamente a sua caminhada pela floresta e chegou ao casebre da velha. Seu quartinho estava escuro. Sua luz tinha se consumido e ela não podia mais fiar. A menina acendeu nova luz e a velha agradeceu, e logo a sua roca girou sem cessar, fiando, fiando, sem cansar. Depois de algum tempo, a menina chegou ao campo e todos os animais acordaram com o brilho de sua lanterna. A raposinha, ofuscada, farejou para descobrir de onde vinha tanta luz. O urso bocejou, grunhiu e, tropeçando desajeitado, foi atrás da menina. O ouriço, muito curioso, aproximou-se dela e perguntou de onde vinha aquele vaga-lume tão grande. Assim, a menina voltou feliz para casa, sempre cantando a sua canção!

FERIADO EMENDADO E MUDANÇA NO CALENDÁRIO
Informamos que não haverá aula na sexta, dia 08/06, após o feriado de Corpus Cristi (quinta-feira, 07/06). Gostaríamos de comunicar também a alteração do calendário da escola. O último dia de aula do primeiro semestre será antecipado do dia 06/07 para o dia 29/06, em virtude do.Curso de Formação e Especialização de professores que ocorrerá na primeira semana de julho, no qual, participarão 13 professores e auxiliares da nossa escola. Esses 05 dias letivos foram ou serão repostos da seguinte maneira: - Mutirão e bazares para Festa Junina - 12/05 - Dia do plantio do 3º ano – 11/08 - Dia da construção da casa do 3º ano – 15/09 e 06/10 - Último dia letivo - 14/12 Contamos com a compreensão de todos.
Equipe Pedagógica

NOVA DATA PARA REVISÃO DO ESTATUTO
A diretoria da Associação Antroposófica Moara informa que foi adiada para o dia 14/06, às 19h30, a reunião de consolidação do grupo de trabalho destinado a revisão de nosso estatuto. Na oportunidade serão apresentadas ainda algumas questões legais e administrativas relevantes que deverão nortear as discussões do grupo e que visam uma melhor adequação do estatuto a nossa atual realidade. Convidamos os pais advogados, antigos e interessados, bem como todas as instâncias da escola a participar desse processo comparecendo ao evento.
Atenciosamente A Diretoria