You are on page 1of 6

Créditos de cq4bono

Ou o correto seria débitos de carbono?

Créditos de cq4bono Ou o correto seria “ débitos de carbono ” ?

Créditos de carbono.

Vieram descaradamente me oferecer parceriapara venda de créditos de carbono. (Meu Deus! Este povo parece que não

lê meus artigos).

Nunca fui de maltratar ou enganar quem quer que seja, portanto, me senti na obrigação de usar o seguinte argumento:

Metabolicamente falando, respiração e fotossíntese são reações inversas.

A matéria prima utilizada para reação da fotossíntese (os

reagentes: CO 2 , H 2 O) são os produtos da reação da

respiração.

O inverso também é verdadeiro, ou seja, a fotossíntese

armazena energia em compostos de carbono e a respiração retira a energia desses compostos.

Para entender melhor, observe as representações simplificadas, abaixo:

Fotossíntese

6

CO H O

6

2

2

energia lu osa

min

Clorofila



C H O

6

10 15

O H O

2

2

Respiração

C H O O H O  CO H O Energia

6

10 15

2

2

Citoplasma e mitocôndria

6

2

6

2

De maneira conservadora, podemos dizer que apenas metade das células de um vegetal é capaz de produzir fotossíntese e apenas durante quatro (4) horas por dia em média.

Considerando-se que todas as suas células respiram durante vinte e quatro (24) horas por dia, podemos dizer que a

média. Considerando-se que todas as suas células respiram durante vinte e quatro (24) horas por dia,

fixação” de carbono pelos vegetais (inclusive algas) é de apenas um doze avos das emissões de sua Própria respiração (reveja as representações simplificadas acima).

Portanto para cada: 6x1 = 6 átomos dia de carbono fixados na estrutura vegetal pela fotossíntese, sua respiração emitirá:

6x11 = 66 átomos dia de carbono, como CO 2 .

Mas:

Massa atômica do carbono = 12;

Massa molecular do CO 2 = 44.

Portanto, para cada tonelada de carbono fixada na planta, pela fotossíntese, teremos:

M

CO

3

6 x 11 x 44

6 x 1 x 12

40,33

t

Ou seja, a respiração emitirá 40,33 toneladas de CO 2 para cada tonelada de carbono “fixada” no vegetal pela fotossíntese.

Então, que raio de crédito” é este que vocês estão propondo?

Ué! De onde então vem o carbono dos vegetais? Me indagaram Então, segundo você diz, as plantas vão se vaporizandoaté sumirem?

dos vegetais? – Me indagaram – Então, segundo você diz, as plantas vão se “ vaporizando

(Este questionamento me fez lembrar de uma estatística, recentemente publicada pelo IBGE, que afirma que 75% dos brasileiros e 48% de seus universitários são analfabetos funcionais. O que na época me pareceu absurdo, de repente se tornou cristalina realidade).

Bem! Respondi Do mesmo lugar onde capturam o nitrogênio, o fósforo, o potássio e qualquer outro elemento de que necessitam. Do húmus!

Húmus (ou terra orgânica) onde organismos mortos são processados pelas bactérias e fungos, revirados e misturados pelas minhocas, besouros e formigas, até se tornarem nutrientes para as plantas.

As próprias plantas há muito tempo já descobriramisto e onde o húmus é escasso, tornaram-se carnívoraspara suprir o déficitde carbono.

A importância da fotossíntese não é fixarcarbono na estrutura vegetal, mas metabolizar carboidratos (alimentos) não só para sí, mas para toda cadeia alimentar, inclusive eu, você e todos os animais e fungos.

Eca! Biologia, física e química! Você só fala disto!

Claro! Meu amigo, cultura geral não faz mal a ninguém além de não ocupar espaço e evitar que se caia em contos do vigário, tais como, Aquecimento global e mudanças

de não ocupar espaço e evitar que se caia em “ contos do vigário ” ,

climáticas antropogênicas, divulgadas pela mídia que merecemos (desinformada, sensacionalista e chantagista).

Se nossos políticos destinassem mais verbas à educação, em vez de só engordaremseus salários e benefícios, você também saberia que além de idiota, esta história de crédito de carbonoé apenas uma licençapara os desenvolvidos continuarem seu processo e brecarem o desenvolvimento das nações em desenvolvimento, vendendo- lhes também (por fortunas) tecnologias e geringonçasque produzem energia, por dez vezes o preço da convencional, como se isto fosse uma dádiva divina.

É algo tão cretino quanto às indulgênciasvendidas na idade média pelas igrejas aos pecadores ricos(pesquise isto na internet).

Portanto, minha resposta à sua gentilproposta é um:

não! (garrafal e em negritos).

E por favor, leia o que aqui foi dito e reflita seriamente sobre o assunto.

Tenha um bom dia,

PFCP

e em negritos) . E por favor, leia o que aqui foi dito e reflita seriamente