Lenços, lençóis

Lenços, lençóis Nas costas viram heróis Na barriga Cobrem a fadiga Na cabana Fazem a cigana Lenço, lençol Na aflição, a assombração No varal, vem o lobo-mau Com breus, meu Deus! Na alegria, faz fantasia No faz-de-conta, Monta desmonta Monta desmonta Monta desmonta . . . Lenços, lençinhos Escondem choro, carinho E no final dão thauzinho!

Ninhos...
Quantos ovinhos têm?

1, 2,

3

será que algum ovo se desfez?

4, 5, 6, vou começar outra vez...
Ninhos... Dependurados em cada galho Toda manhã bebem orvalho.

Passarinhos... Comem sol, estrela e minhoca E brincam de coelho sai da toca.

Elefante brincante
Na minha rua tem um elefante brinca comigo de gigante Foi um africano alto-falante lá na Serra do Barbante Tem uma bunda abundante mas isso é tão irrelevante balança a tromba elegante e a formiga é sua amante Com seu olhar muito distante... Só é a forma de uma montanha Que mora no fim da minha rua só lá o sonho continua E toda noite vem me embalançar fecho as janelas... Vou me deitar!

O trabalhava como fóssil no museu. Achava muito enfadonho não poder se mexer, mas eram os ossos do ofício!

velho dinossauro

Silas

mais vagaroso do seu cardume.

era o peixe

Quando os outros já estavam fritos, ele ainda estava sendo pescado.

O

coelho
que morava na cartola xingava o mágico que o espremia ali com dois pombos, uma dúzia de lenços coloridos e cinco velas acesas.

O burro mirandês e a previsão do tempo
Meu avô,cientista lá da Serra do Alvão É autor de grande e famosa invenção Faz previsões do tempo. É genial! E tudo de uma maneira bem natural Basta a cauda de um burrinho usar Pra que ela conte o que está no ar Assim: se estiver muito branca e leve Não há duvida, está a cair neve E se não pudermos vê-la por inteiro Com certeza, é sinal de nevoeiro

Um bicho da Europa - Portugal

Se está seca e faz sombra: bom tempo! Se ela se agita pros lados: dia de vento! Mas se fica molhada e sempre a pingar É chuva, muita chuva. E não vai parar! Por um ano, fiz testes e está provado: O burrômetro não erra. Parece encantado!

Oi Lontra, Que dia lindo!

Que nada, a chuva já vem vindo.

Oi Lontra, vamos lá brincar?

Nada disso. Alguém vai se machucar.

Oi Lontra, Venha jogar com a bola nova. Claro que não! Vá estudar, que amanhã tem prova!

Oi Lontra vamos tomar chocolate quente? Ta doido? Vai me dar cárie no dente.

Ei Lontra Vamos nadar no rio? Um bicho da América – Brasil Neca de Pitibiriba, não quero morrer de frio. Ei Lontra, Quer doce de abacaxi? Não, pode me dar um piriri. Caramba, mas que lontra mais “do contra”! Será que existe algo que a senhora gosta?

A lontra “do contra”

Ah! O que mais gosto é de dar um como resposta.

não

Curupaco papaco”
Um papagaio Fez dois curupacos graves E um agudo Me disse que ia Contar tudo Uma certa historia De um macaco barrigudo Linguarudo até demais

Um bicho da América – Brasil

Que fofocou sobre uma garça Habitante dos brejais E a garça, claro, não achou graça nenhuma. Partiu para o ataque...

Que pena, tenho de pular essa parte. Peço desculpa a vocês. Não entendi o final, ainda não sei muito bem Falar o papagaiês.

Carla Nazareth
Nasceu em 1975, em Moçambique e viveu os primeiros anos da sua infância entre uma aldeia minhota e a cidade de Coimbra.  Mais tarde foi estudar para Lisboa e por lá ficou, enfeitiçada. Construiu um engenho: uma caravana suspensa num balão de ar com asas de flamingo e um pequeno jardim nas traseiras. Pintou-lhe o nome ILUSTRAÇÃO. Acorda todos os dias bem cedo para navegar nesta engenhoca e ir até onde o sol brilha, a luz reflecte as cores… e tudo é mágico! carla@nosnalinha.pt

Miguel Gabriel
O Miguel Gabriel nasceu algures em Lisboa, no longínquo ano de 1981. Frequentou o curso de pintura da FBAUL, ilustrou livros infantis e escolares entre muitas outras aventuras. Participa do atelier NósnaLinha, juntamente com outros ilustradores maravilhosos. Entre os livros por ele ilustrados encontram-se O Tesouro dos Maruxinhos, Era uma vez um Rei Poeta e Balada das Sete Fadas.
 O seu ponto fraco é o chocolate… miguel@nosnalinha.pt

José Santos
Nasceu em Minas Gerais, na pequenina Santana do Deserto e vive em São Paulo desde 1991. Escreve livros para crianças e jovens, principalmente de poesia. Como O casamento do Boitatá com a Mula-sem-cabeça, Estrelas do Céu e do Mar, Viagem às Terras de Portugal, além do livro-brinquedo Poemas Esparadrápicos. Gosta de realizar oficinas de poesia para crianças, auxiliado por seus filho Jonas, de 17 anos, e Miguel, de 11, que também já dão seus primeiros passos no mundo das letras. jose.museu@gmail.com

Patrícia Alves
Nasceu em Lisboa em 1973, onde vive atualmente. É designer e ilustradora. Em 1998 terminou o curso de Design de Equipamento da FBAUL. Desde 2007, que colabora com o Atelier Nósnalinha, ilustrou os livros Os Segredos de Constança, O Direito de Ser Criança, D. João II. Diz que através dos óculos que usa, só vê o mundo ilustrado. patricia@nosnalinha.pt

Carlos Seabra
Português que mora no Brasil há décadas, editor de publicações e produtor de conteúdos digitais educacionais de multimídia e internet, autor de vários jogos, cineclubista e escritor de microliteratura (haicais e microcontos, publicados em livros e na web). Trabalha na Editora FTD e participa de diversas organizações não governamentais. Além dos já publicados, tem vários projetos de minimalismo literário. carlos@seabra.com

Selma Maria
Brasileira, arteira, bagunceira. E também pesquisadora, arteeducadora e escritora. Tem três livros publicados pela Editora Peirópolis: Um pequeno tratado de brinquedos para meninos quietos, Isso Isso e Um pequeno tratado de brinquedos para meninos quietos da cidade. E já foram selecionados duas vezes para o Programa Nacional Bibilioteca da Escola, PNBE. Em São Paulo, onde mora, no meio das suas bagunças ela tem 7 livros inéditos: Livro pobre de doer, Livro: ponto, Ventos inventados, Preta, Escola, Imã e o Mar, Um pequeno tratado do brinquedos para miúdos quietos das aldeias. aldeias.meninosquietos@yahoo.com.br

www.nosnalinha.pt ©2012, Carlos Seabra, José Santos, Selma Maria e Nósnalinha Título: Passa a Bola! Textos: Carlos Seabra, José Santos, Selma Maria Ilustrações: Carla Nazareth, Miguel Gabriel, Patrícia Alves Design gráfico: Nósnalinha Edição: Agosto de 2012