You are on page 1of 17

CLASSIFICAÇÃO DAS PLANTAS

DIVISÃO = FILO BRIÓFITAS PTERIDÓFITAS GIMNOSPERMAS ANGIOSPERMAS (únicas com fruto) Significado Briófitas Pteridófitas Gimnospermas Angiospermas Musgos Sam am baias e avencas Pinheiro, Araucária, etc Bananeira, Roseira, Batata, Arroz, etc VASCULARES (TRAQUEÓFITAS) AVASCULARES CRIPTÓGAMAS

FANERÓGAMAS E ESPERMATÓFITAS

Complete usando seu livro texto ou um Dicionário Etimológico

Avasculares Traqueófitas Criptógamas Fanerógamas Espermatófitas

1.

Briófitas
Musgo♂ (n) Musgo♀ Musgo (n)
GAMETÓFITO

anterídios (n) arquegônios (n) mitose mitose geração anterozóides (n) oosferas (n) fecundação zigoto (2n) Esporófito (2n) esporângio (2n) meiose esporo (n) geração

sexuada gametofítica haplóide (n) duradoura
ESPORÓFITO

assexuada esporofítica diplóide (2n) transitória

2. Gimnospermas Pinheiro (2n) ESPORÓFITO microstróbilo (2n) (flor ♂) microsporângios (2n) meiose micrósporos (n) megastróbilo (2n) (flor♀) megasporângios (2n) meiose megásporos (n) assexuada esporofítica geração diplóide (2n) duradoura GAMETÓFITO grãos de pólen (n) megagametófito (n) e tubos polínicos (n) (microgametófito) arquegônios (n) mitose mitose núcleos espermáticos (n) oosferas (n) fecundação zigoto (2n) sexuada geração gametofítica haplóide (n) transitória 2 . Pteridófitas Samambaia (2n) ESPORÓFITO soro (2n) esporângio (2n) meiose esporo (n) Protalo (n) Anterídios (n) arquegônios (n) mitose mitose anterozóides (n) oosferas (n) fecundação zigoto (2n) geração assexuada esporofítica diplóide (2n) duradoura GAMETÓFITO geração sexuada gametofítica haplóide (n) transitória 3.

4. Angiospermas Árvore (2n) ESPORÓFITO flor (2n) estames (2n) microsporângios (2n) meiose micrósporos (n) carpelos (2n) megasporângios (2n) meiose megásporos (n) geração geração assexuada esporofítica diplóide (2n) duradoura GAMETÓFITO grãos de pólen (n) saco embrionário (n) e tubos polínicos (n) (megagametófito) (microgametófito) mitose mitose núcleos espermáticos (n) oosferas (n) fecundação zigoto (2n) embrião (2n) sexuada gametofítica haplóide (n) transitória M O N O C O TI L E D Ô N E A D I C O TI L E D Ô N E A 3 .

S e m e n t e s F o l h a s C a u l e s R a i z F l o r E x e m p l o s 4 .

as árvores ficam bem distantes uma das outras. as árvores resistem igualmente ao calor. 3. respectivamente: a) esporófito b) esporo c) protonema d) rizóides 11. Por que não existem briófitas de grande porte. alguns autores dizem que as briófitas são os anfíbios do mundo vegetal. seca ou chuva [. A perda das folhas evita um grande perigo para essas plantas. Por que certas pteridófitas. Indique duas outras adaptações típicas de vegetais de manguezais e explique as suas funções. ananicadas no tamanho. encontrou-se grande quantidade de musgos (briófitas) e samambaias (pteridófitas). Que problema a planta poderia sofrer caso não perdesse as folhas? Justifique sua resposta. como os musgos e hepáticas. Nas pteridófitas existem até exemplares de grande porte. Que diferenças na estrutura desses grupos justifica essa diferença de tamanho? 5.. De que maneira os gametas masculinos (anterozóides) de musgos passam do ápice da planta masculina para a planta feminina para que ocorra a fecundação? 13. a) A que tipo de formação vegetal brasileira o texto se refere? b) Qual é a principal causa do aspecto "ananicado" das árvores? c) Qual é a principal causa do aspecto da casca? d) Cite outra característica importante das plantas dessa formação vegetal que não esteja descrita no texto. Se o gametófito de uma briófita como um musgo possui um número X de cromossomos. Nos países de clima frio. podem atingir grande porte? 19. Como é feito o transporte de água e sais minerais nas briófitas como os musgos e hepáticas? 10. 18. como as samambaiaçus. Escreve James W. 6. Por que as briófita nunca apresentam indivíduos de grande altura? 12. A que se deve essa característica? 4. do qual se extrai o xaxim. Todos os musgos eram pequenos. 2. nem vivendo em ambientes muito secos? 17. Nesse período. Dentre as diversas adaptações ao ambiente aí encontradas existe um curioso caso de "viviparidade" entre os vegetais. responda: a) Que plantas são essas? b) Qual fator limita seu tamanho? c) Qual é a fase verde e duradoura de seu ciclo vital? d) Qual é a fase transitória de seu ciclo vital? 14. com poucos centímetros de altura. respectivamente? 8. muitas espécies vegetais perdem todas as folhas. a folhagem é geralmente seca. Em um brejo.Exercícios: 1. é comum encontrarmos vegetais pequenos (alguns centímetros). extremamente retorcidas tanto de troncos quanto de galhos. Justifique essa analogia. Como são denominadas as fases duradoura e transitória de vegetais do grupo das briófitas. frio. Sabendo-se que na reprodução desses organismos não há flores mas há gametas envolvidos.. ao passo que algumas samambaias alcançavam até 2 metros. O que o musgo representa no ciclo de vida de uma briófita? 9. dura. como o Brasil. Wells em "Três mil milhas através do Brasil": "A aparência desta vegetação lembra um pomar de frutas mirrado na Inglaterra. quantos cromossomos possuirão as seguintes estruturas. Cite a 5 . a temperatura do ar no inverno é. muitas vezes.]". como o samambaiaçu. Com relação à conquista do meio terrestre. áspera e quebradiça. respectivamente? b) Como a estrutura apontada pela seta A é capaz de dar origem a um novo musgo? 15. Porque as briófitas como os musgos e hepáticas são sempre vegetais de pequeno porte? 7. Faça um esquema mostrando o ciclo reprodutivo de uma briófita. crescendo sobre troncos e ramos de árvores e recobrindo áreas sombreadas do solo. inferior a 0° A água do solo congela e o ar C. De que modo é realizado o transporte de água e sais minerais nos musgos e hepáticas? 16. e a casca de muitas variedades lembra muito a cortiça. Na Mata Atlântica que é uma ambiente bastante úmido. Os manguezais são comuns às zonas litorâneas de países tropicais e subtropicais. é frio e muito seco. Observe a figura ao lado que representa um musgo e responda: a) Qual o nome das estruturas apontadas pelas setas A e B.

que se destaca pela sua importância filogenética e botânica. Todos os musgos são pequenos. Descreva o ciclo vital de uma samambaia destacando as fases duradoura e transitória. A letra A representa a célula haplóide que faz a transição da fase esporofítica para a fase gametofítica. Existem semelhanças entre os ciclos de vida de muitos animais celenterados (águas-vivas. Que diferença na estrutura desses grupos justificaria essa diferença de tamanho? 22. Analise o esquema a seguir que representa o ciclo vital de uma samambaia isosporada e responda aos seguintes itens: a) Qual das duas gerações corresponde ao vegetal duradouro que enfeita nossas casas? b) Como é denominado o tipo de reprodução apresentado no esquema? c) Quais são os mecanismos de divisão celular envolvidos nas etapas numeradas por I e III. ao passo que algumas samambaias alcançam até 2 metros. conhecido como "traqueófitas". A figura abaixo ilustra três espécies (I. Definir as seguintes estruturas observadas em uma Pteridófita isosporada como uma avenca e uma samambaia. por exemplo) e os de plantas. 20. Na Mata Atlântica. Considerando o ciclo vital de uma samambaia descreva: a) a fase verde e duradoura b) o tipo de caule c) a fase transitória d) o tipo de meiose 25. II e III) de um mesmo grupo taxonômico de plantas. encontram-se grande quantidades de musgos (briófitas) e samambaias (pteridófitas). Qual é o habitat das Pteridófitas como as avencas. No que diferem musgos e samambaias quanto ao deslocamento de água no interior da planta? 21. com poucos centímetros de altura. O esquema a seguir representa o ciclo de vida da samambaia. a letra B representa a célula diplóide que faz a transição da fase gametofítica para a fase esporofítica. como os musgos e as samambaias. samambaias e selaginellas? 24.principal característica desse grupo vegetal que permitiu a boa adaptação ao meio terrestre. bem como os mecanismos de divisões celulares envolvidos no processo reprodutivo desses vegetais. a) anterídio: b) anterozóide: c) arquegônio: d) oosfera: 27. respectivamente? d) Qual o nome das estruturas celulares indicadas pelas letras c e d. 6 . a) Descreva resumidamente a aparência das plantas que representam a fase esporofítica e a fase gametofítica. 26. respectivamente 23. b) Quais são os nomes das células representadas pelas letras A e B? 29. a) Qual o tipo de ciclo de vida compartilhado por esses seres? b) O que caracteriza esse tipo de ciclo? 28.

Coco-da-baía. com folhas pontudas e perenes e flores reunidas em inflorescências denominadas Estróbilos. há uma planta nativa. a) Qual o nome popular desta planta e a que grupo pertence? b) O alimento obtido corresponde a que parte da planta? 33. 34. a) Qual o nome popular desta planta e a que grupo pertence? b) O alimento obtido corresponde a que parte da planta? 32. Ciprestes. 31. Palmeira-dosbrejos ou Buriti e Sequóias. teve sua atenção voltada para uma planta nativa. mas não produzem frutos. b) cite um exemplo de planta do grupo das pteridófitas. Orquídea. As plantas fanerógamas – gimnospermas e angiospermas – apre7 . crescendo através do nucelo. de porte arbóreo. Na região sul do Brasil. Cite dois exemplos de vegetais que produzem flores e sementes. um grupo de estudantes listou os seguintes nomes de plantas observadas: Ipê-amarelo-da-serra. a) indique aquelas que pertencem ao grupo das gimnospermas. Os micrósporos se tornam grãos polínicos e. Cite uma característica reprodutiva particular desse grupo. o pinhão. Em visita a um Jardim Botânico. preparado a partir do cozimento em água fervente. Jaboticabeira. Observe o ciclo reprodutivo do pinheiro. c) Que nome recebe a estrutura indicada pela seta em I e II? 30. em visita à região sul do Brasil. com folhas pungentes e perenes e flores reunidas em inflorescências denominadas Estróbilos. Hepáticas. Avenca. Os gametófitos produzem gametas: duas células espermáticas em cada tubo polínico e uma oosfera em cada arquegônio". Desta planta obteve um saboroso alimento. de porte arbóreo. a) Em que estágios deste ciclo ocorre redução do número de cromossomos? b) Indique as estruturas citadas no ciclo que correspondem às palavras em destaque na seguinte estrofe popular: "Pinheiro me dá uma PINHA Pinha me dá um PINHÃO Menina me dá um beijo Que eu te dou meu coração". Um megásporo produz um gametófito envolvido pela parede do nucelo e por tegumento. a) A que grupo de plantas se refere o texto? b) Que estrutura mencionada no texto permitiu essa conclusão? c) Quais são os outros grupos de plantas vasculares? 35. O texto a seguir se refere ao ciclo de vida de uma planta vascular: "Os esporos germinam para produzir a fase gametofítica. depois do transporte para a micrópila do óvulo.a) Qual a divisão taxonômica que engloba essas três espécies vegetais? b) Cite uma características básica desse grupo de plantas. o microgametófito continua o seu desenvolvimento na forma de um tubo. preparado a partir do cozimento em água fervente. Dentre as plantas observadas no Jardim Botânico. Mencione uma aquisição evolutiva desse grupo em relação às briófitas. Desta planta pode-se obter saboroso alimento. Um estrangeiro. 36. Seringueira.

CITE o número do grupo de vegetais que possui as estruturas representadas no quadro seguinte e NOMEIE seus subgrupos. Com base neste dado. Mencione 3 fatores que favoreceram esse sucesso. O projeto "Flora Fanerogâmica do Estado de São Paulo". chegou-se a conclusão de que se tratava de um caule de Monocotiledônea típico. financiado pela FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). e ________________.000 são angiospermas. O corte transversal do caule de uma planta herbácea. a) Compare esses dois grupos. Dê dois exemplos de: a) Angiospermas: b) Gimnospermas: 39. A função das flores nesses vegetais é a_____________________________ 38. Qual dos grupos é pouco representado? c) Que outro grupo de plantas vasculares não foi incluído nesse levantamento? 40.sentam algumas características em comum. apresentado a seguir. 8 . Isso indica o sucesso adaptativo desse grupo. descreva o padrão geral das flores. a) Cite duas características exclusivas das fanerógamas. O levantamento realizado no Estado comprovou a existência de cerca de oito mil espécies de fanerógamas. embora representem o grupo mais recente na história da Terra. Atualmente são conhecidas quase 350. mostra os feixes vasculares com a disposição típica encontrada em um dos grupos de angiospermas. 42. destacando as semelhanças e diferenças. Complete: As Traqueófitas. quando também formam frutos. quando não têm frutos. As angiospermas constituem o grupo vegetal com a maior biodiversidade. sendo que um deles é muito freqüente no Estado e o outro representado por um número muito pequeno de espécies nativas. das quais cerca de 250. folhas e raízes desse grupo. que são vegetais que possuem ____________________.000 espécies de plantas. envolveu diversas instituições de pesquisa e ensino. b) As fanerógamas englobam dois grupos taxonomicamente distintos. 37. dividem-se em 2 grupos COM flores:____________________ . 43. Analisando-se ao microscópio óptico uma lâmina contendo um corte transversal de uma estrutura vegetal. Quais foram as evidências anatômicas presentes que permitiram reconhecer a estrutura como: a) caule? b) pertencente a Classe das Monocotiledôneas? 41. b) Aponte os elementos que podem explicar o êxito das angiospermas em termos de biodiversidade.

b) Justifique sua resposta. 50.44. pelo menos. partidos. 49. são colhidos. Biologia – 3. de acordo com o número de cotilédones? Dê dois exemplos de cada grupo. Dê exemplos de vegetais utilizados na indústria farmacêutica. Desenhe uma flor. Por que as angiospermas são os vegetais mais importantes para o homem? Justifique citando. três exemplos. Classifique os seguintes vegetais do Grupo das Angiospermas em monocotiledônea ou dicotiledônea: a) arroz b) feijão c) grão-de-bico d) grama e) trigo f) cenoura g) alface h) coqueiro i) agrião j) milho 51. são retiradas as amêndoas.L. Observe as estruturas vegetais mostradas na figura a seguir. Caracterize essas duas subclasses quanto a) ao sistema radicular. Como podemos evitar a erosão de encostas e morros? 47. sépalas. O cacaueiro produz um fruto que é o cacau. Relacione as duas colunas: a) roseira ( ) pteridófita b) musgo ( ) angiosperma c) araucária ( ) gimnosperma d) samambaia ( ) briófita 48. 46. de dentro deles. J. 53. estames e pistilos. Escreva qual a função de cada uma dessas partes da flor. Scipione) Sobre esse grupo vegetal RESPONDA: a) Qual a principal característica que os diferencia das gimnospermas? COMENTE sobre uma vantagem da existência dessa característica. 45. indicando as pétalas. São Paulo. a) Identifique os números das figuras correspondentes aos vegetais monocotiledônios. 52. 54. Quando os frutos estão maduros. e. As angiospermas estão divididas em monocotiledôneas e dicotiledôneas. 9 ." (SOARES. Cite 2 produtos que conseguimos obter através do cacau. Dê exemplos de vegetais utilizados na indústria de cosméticos. "As angiospermas constituem as plantas mais comuns no mundo atual e compreendem desde espécies de pequeno porte aos grandes vegetais arbóreos. b) Como são divididas as angiospermas.

b) Diferencie estes dois tipos de plantas quanto a: . a despeito da aparente diversidade dos métodos reprodutivos. que servem freqüentemente como base para a classificação de grupos. Pergunta-se: a) Quais as classes de angiospermas esquematizadas. 55. c) à folha. os esporos não são lançados no ambiente. a) Analise o esquema e responda: a1 – De um grupo de plantas esse ciclo é característico? a2 – Cite uma característica presente no esquema que seja fundamental na definição desse grupo. que estrutura se comporta como gameta feminino? c) Na fase sexuada do ciclo. 57. As diferenças são meras modificações de um tema básico comum: a metagênese ou alternância de gerações. O esquema a seguir ilustra um ciclo reprodutivo das plantas. como as samambaias. d) à flor. o grão de pólen forma um tubo polínico (gametófito masculino). Aí. Analise as figuras. onde está o saco embrionário (gametófito feminino). a3 – Que estrutura tornou esse grupo independente da água para a reprodução? b) Comparando-se esse ciclo com o dos animais.b) ao caule. com a oosfera. Esse tubo cresce em direção ao óvulo.Estrutura interna do caule: .Sistema radicular: . no interior do qual estão os gametas masculinos. Esse ciclo reprodutivo não depende tanto da água quanto o ciclo reprodutivo de plantas pteridófitas. Entretanto. Por quê? 56. que é levado até a folha feminina. Que outro mecanismo seria responsável pelo aumento da variabilidade na fase assexuada? 10 . a) Dê 4 exemplos de plantas monocotiledôneas e 4 de dicotiledôneas. em I e II? b) Qual a família da classe esquematizada em I que se destaca por sua importância econômica e alimentar? Cite dois exemplos de plantas desta família 59. Levando em conta o ciclo reprodutivo desse vegetal. quantos cromossomos você espera encontrar nas células do albume (endosperma) e do embrião de um grão de milho? Justifique sua resposta.Número de cotilédones: 58. há um surpreendente grau de uniformidade entre eles. As células da raiz de um pé de milho possuem 20 cromossomos. a união entre gametas se constitui num importante mecanismo de aumento da variabilidade genética. Essas diferenças representam graus variáveis de especialização evolutiva. Entre as plantas há uma grande variação dos sistemas de reprodução. eles germinam no corpo do esporófito formando o grão de pólen. Nas plantas com flores e frutos (angiospermas).Nervuras nas folhas: . respectivamente.

a) Qual o número que indica a(s) célula(s) subsidiárias(s)? b) Que tipo de plastídeo é predominante em II? 11 . b) Mencione duas maneiras pelas quais as plantas evitam a transpiração. a) Relacione estrutural e funcionalmente os seguintes componentes de uma planta: óvulo. A transpiração é importante para o vegetal por auxiliar no movimento de ascensão da água através do caule. mantendo-se folhas acima e abaixo da região cortada. ovário. geralmente apresentam cores mais intensas. O que acontece com uma flor de angiosperma após ser fecundada por um grão de pólen? 64. As flores diurnas. vistosas e coloridas. nectários e glândulas odoríferas. Em seguida. Sobre a polinização. em outros. do transporte dos grãos de pólen de um indivíduo para outro. por animais polinizadores que visitam sistematicamente as flores. ou seja. Em alguns casos. com perianto não-atrativo e grandes antenas que ficam pendentes para fora. b) Que grupos de plantas produzem sementes? Qual foi a importância das sementes na adaptação das plantas ao ambiente terrestre? 68. somente folha abaixo do corte foram expostas a CO2 radioativo durante 24 horas. desempenha funções importantes para as plantas. em geral exalam um perfume acentuado e não são muito coloridas. como por exemplo a dama-da-noite. 67. representado na figura abaixo.60. Realizou-se o seguinte experimento com um grupo de plantas: retirou-se um anel de casca contendo o floema. o transporte é feito pelo vento e. 66. por que a planta apresenta mecanismos para evitá-la? 61. A transpiração nas folhas cria uma força de sucção sobre a coluna contínua de água do xilema: à medida que esta se eleva. A seguir estão representados dois tipos de flor: A – relativamente pequena. 65. Observe a figura e resolva os itens. As flores que se abrem à noite. c) Se a transpiração é importante. Em qual dos dois casos a produção de pólen deve ser maior? Justifique sua resposta. a) Indique a estrutura que permite a transpiração na folha e a que permite a entrada de água na raiz. B – com pétalas largas. por sua vez. O estômato. Na maioria dos angiospermas – plantas com flores e frutos a reprodução depende da polinização. mais água é fornecida à planta. Que planta está mais adaptada à polinização por animais? Justifique sua resposta. semente e fruto. Relaciona essa adaptação ao processo de reprodução desses vegetais. responda: a) O que é ? b) Como pode ser feita? c) Quais os mecanismos que uma planta dispõe para atrair agentes polinizadores? 63. Em que regiões da planta serão encontradas substâncias com material radioativo após o experimento? Por que? 62.

III. Quando se esbarra em uma planta de urtiga. esmagou-os e deixou-os em xaxim constantemente umedecido por vários dias. 69. d) dê o nome do tecido localizado nas folhas e nos caules jovens. ainda há uma grande dificuldade de obtenção de clones a partir. permitindo a produção de grande número de plantas geneticamente idênticas. Por outro lado. b) Estabeleça a diferença. Em relação aos tecidos vegetais: a) qual a função dos meristemas primários e onde se localizam? b) qual a função dos meristemas secundários? c) escreva uma característica do esclerênquima que o diferencia do colênquima.c) Cite uma função de estômato. Coletou soros nas folhas de uma samambaia. já é executada com certa facilidade. a partir de culturas adequadas in vitro de células vegetais. No entanto. devido à reação do organismo da pessoa em resposta à substância urticante produzida pela planta. a) Que tipo de estrutura produz a substância urticante? 12 . II. Um estudante de Biologia. exclusivamente. 72. do cultivo de células somáticas de um organismo animal. Colocou grãos de pólen em solução açucarada e esperou algumas horas até que germinassem. quanto ao número de cromossomas. a partir de células somáticas de um só indivíduo original. 73. a) O que são gametófitos? b) É possível obtê-los nas 3 condições descritas? Explique. a) Indique o tipo de tecido vegetal que está em permanente condição de originar os demais tecidos vegetais e justifique sua resposta. tendo o cuidado de manter a preparação em local bem iluminado. a clonagem de plantas . desejando obter gametófitos para demonstração em uma Feira de Ciências. Experimentos envolvendo a clonagem de animais foram recentemente divulgados. a) Em quais dos tecidos indicados espera-se encontrar células em divisão? b) Em qual dos tecidos indicados espera-se encontrar seiva com maior concentração de substâncias orgânicas? 71. embora estas células possuam o potencial genético para tal. O esquema adiante representa um corte transversal de um tronco de árvore. 70. seguiu três procedimentos distintos: I. entre células somáticas e células germinativas da espécie humana. Colocou sementes de feijão em algodão embebido em água. ocorre forte irritação no local atingido. caracterizado por células ricamente clorofiladas com função fotossintética.

Que diferenças na estrutura anátomo-fisiológica desses grupos justifica essa diferença de tamanho? 86. a remoção do anel não causa espessamento nas árvores que perdem folhas. não aparecem sequer raízes absorventes do barbatimão. a) Que tecido é removido nesta experiência? 13 . A remoção de um anel da casca do tronco de uma árvore provoca um espessamento na região situada logo acima do anel. Por que isso ocorre? d) No inverno. Dê exemplos de: a) raízes comestíveis: b) caules comestíveis: 82. em comparação com as raízes da gramínea. justificando o porquê de cada uma. Qual a região da raíz de uma planta que é responsável pela absorção de água e nutrientes minerais do solo? 77. Até os 2 metros representados na figura. Quais são os órgãos das plantas responsáveis pela retirada de nutrientes do ambiente? 78. Os manguezais são ecossistemas costeiros típicos de regiões com sedimento limoso. encontrou-se grande quantidade de briófitas e pteridófitas. a) Rizófora de mangue: b) Figueira (mata-pau): c) Orquídea: d) Erva-de-passarinho: e) Cipó-chumbo: 83. que estão em profundidade ainda maior. Em um brejo. as folhas ou frutos desse ramo tenderão a se desenvolver mais do que os de um ramo normal. Quais são os principais tipos de raízes dos vegetais? Exemplifique. ao passo que algumas pteridófitas alcançavam até 2 metros. A árvore acaba morrendo. cite duas adaptações das plantas que permitem o seu desenvolvimento nesse tipo de ambiente. de tal forma que apresentam solo alagado. 84. Quais são as funções "especiais" desempenhadas pelas raízes dos seguintes vegetais. De que partes do vegetal se originam as raízes aéreas? 80. a) Indique a vantagem de as raízes do barbatimão atingirem vários metros de profundidade. A remoção de um anel completo da casca de uma árvore (anel de Malpighi) pode provocar sua morte. BARBATIMÃO E GRAMÍNEA CONVIVEM LADO A LADO NO CERRADO A figura anterior mostra o extraordinário desenvolvimento das raízes do barbatimão.b) A que tecido vegetal pertence essa estrutura? 74. em regiões temperadas. Todas as briófitas eram pequenas. com poucos centímetros de altura. em sua competição com as gramíneas. Quais as partes típicas de uma raiz? 79. Qual a diferença entre raiz fasciculada e raiz axial? 81. Por quê? 87. a) O que causa o espessamento? Por quê? b) Por que a árvore morre? c) Se o mesmo procedimento for feito num ramo. que sofrem imundações periódicas durante a maré alta. b) Cite duas outras características das plantas do cerrado que possibilitam sua adaptação às condições da seca. 85. pouco arejado e com alta salinidade. movediço. Qual é a diferença observada na raíz de plantas monocotiledôneas e dicotiledôneas? 75. 76. Com base no texto anterior.

b) Um tecido característico deste mesmo órgão. a) Cite duas características do esclerênquima. responsáveis pela condução da seiva mineral? b) Após a realização do processo de fotossíntese. Dê exemplos de vegetais que apresentam as seguintes especializações do caule: a) espinhos: b) gavinhas: c) cladódio: d) aquático: 95. 90. da juta e do linho. b) Identifique a principal função desse tecido vegetal. Embora não sejam essenciais como nutriente. 92. Cite 4 tipos de caule. 93. dentre as quais a condução de água e nutrientes minerais (seiva bruta) até as folhas onde será realizado o processo de fotossíntese. 2 e 3. b) Um tecido característico deste mesmo órgão (não repetir os citados em 1). descreva-os e dê um exemplo de cada tipo que você citou. A respeito do caule responda: a) Quais são os vasos condutores. 91. reduzindo o tempo de contato de substâncias potencialmente prejudiciais no intestino. as fibras têm papel importante na dieta. Muitas fibras do esclerênquima são usadas industrialmente como matéria-prima para a fabricação do cânhamo. A figura representa uma planta e seus órgãos vegetativos 1. Em relação às fibras. Elas estimulam os movimentos peristálticos. câncer no intestino e obesidade. resolva os itens abaixo. evitando assim muitos distúrbios como diverticulose e prisão de ventre. cite uma importância econômica de utilização dessas fibras. 14 . a) Qual é nome do polímero predominante nessas fibras? b) Cite um tecido vegetal rico em fibras. O caule dos vegetais possui várias funções.b) Qual a função deste tecido? 88. Dê exemplos de plantas que apresentam os seguintes tipos de caules: a) Estipe: b) Tronco: c) Colmo: d) Prostrado: e) Estolho: f) Haste: g) Volúvel: h) Subterrâneo: 96. A sua deficiência na dieta pode causar também problemas mais graves como doenças coronarianas. Como é denominado este vaso? c) Cite uma segunda função para o caule dos vegetais. 2 – Citar: a) Uma função do órgão vegetativo 2. 1 – Citar: a) Uma função do órgão vegetativo 1. será produzida matéria orgânica (seiva elaborada) que é conduzida por um outro tipo de vaso condutor. Quais são as estruturas vegetais responsáveis pela sustentação da planta no ambiente terrestre? 89. c) Além da alimentação. Quais são as partes de um caule típico? 94.

com base nas observações e análises realizadas. O que são brácteas? Para que servem? Dê exemplos de vegetais que apresentam brácteas. A perda de folhas no começo da seca é um fenômeno muito freqüente em plantas da caatinga no nordeste brasileiro. o pecíolo. 100. apesar de verdes. O que são brácteas? Quais são as outras modificações das folhas? 108. a) Por que ocorre a queda de folhas em condições tão diversas? b) Explique cada um dos casos. a Drosera e a Dionea. Além da luz os vegetais necessitam de água e dióxido de carbono para realizar o processo fotossintético. esses órgãos podem apresentar inúmeras outras funções. a bainha. Observe a figura e responda. a) Qual é o nome da estrutura assinalada em I e o do tecido assinalado em II? b) Considerando-se que na estrutura I ocorre entrada de CO2 e saída de H2O e de O2. se alimentam de insetos? 110. Folhas são órgãos vegetais cuja função mais citada é a realização da fotossíntese. Quais são os órgãos do vegetal responsáveis em obter estes dois produtos do meio ambiente? 103. Qual a função do pecíolo? 107. Quais são as principais funções desempenhadas pelas folhas dos vegetais terrestres.97. Os cactos apresentam uma típica modificação foliar. onde o frio é intenso. De que forma a folha modificada apresenta-se nesse vegetal e qual a função que ela desempenha? 102. Por que certos vegetais como o Nepentes. Estudando-as. Numa folha encontramos regiões como o limbo. Qual a função das nervuras das folhas? 106. já a outra era polinizada pelo vento e provinha de uma região árida. 15 . 111. No entanto. muitas árvores ficam sem folhas no inverno. 109. 98. responda em que processo o CO2 absorvido em I é utilizado e qual a importância deste processo para a manutenção da vida. Nas regiões temperadas. concluiu que uma delas era polinizada por insetos e oriunda de região de alta pluviosidade. Qual é a diferença observada na disposição das nervuras das folhas em angiospermas monocotiledôneas e dicotiledôneas? 99. Um botânico recebeu duas plantas de origens desconhecidas. Em uma planta cujos estômatos estão completamente fechados a perda de água por transpiração cessa completamente? Justifique. Quais estruturas podemos encontrar no limbo de uma folha? 105. Explique como ele pôde ter chegado a estas conclusões. Quais as funções das gavinhas e dos espinhos? 104. 101. de acordo com modificações que apresentam.

A maçã é um falso fruto (pseudofruto). indicou o órgão da planta utilizado como principal alimento. Certo ou errado? Justifique. Explique a importância da filotaxia oposta para os processos metabólicos das plantas. Após a análise do quadro. por outro lado. 120. 118. 114. a maioria dos animais tem um corpo compacto. indique suas partes e descreva a função de cada uma delas. o par de um nó forma ângulo de 90° com os pares imediatamente superior e inferior. Qual a relação entre essas características e a maneira como os dois grupos se alimentam? 113. Um aluno de uma Escola de Ensino Médio recebeu de seu professor de Biologia uma lista de diversos vegetais considerados comestíveis. aos frutos verdadeiros e aos pseudofrutos relacionados no quadro? 16 . Escreva os nomes dos conjuntos de estruturas florais relacionadas a seguir: a) pétalas: b) sépalas: c) estames: d) pistilos: 116. Certo ou errado? Justifique 119. em geral. a) Indique os quatro erros cometidos pelo aluno e identifique os verdadeiros órgãos a que pertencem os vegetais assinalados erradamente. sem grandes ramificações. Os vegetais. A porção comestível do caju é um pseudofruto (falso fruto). 115. o professor informou ao aluno que ele havia cometido quatro erros.112. Dê exemplos de vegetais que possuem os seguintes tipos de inflorescências: a) capítulo: b) umbela: c) espiga: d) cacho: 117. Certo ou errado? Justifique. A distribuição das folhas de uma planta ao longo dos nós presentes no caule segue padrões de organização conhecidos como filotaxia. são fixos e apresentam uma forma ramificada. os nós são também distantes entre si. com o sinal (X). Faça o desenho de uma flor. O aluno elaborou um quadro onde. Na "filotaxia oposta" as folhas aparecem aos pares em cada nó e cada folha está diametralmente oposta à outra. O morango é um fruto verdadeiro. Em geral. b) Quais são as estruturas da flor que dão origem. respectivamente. Além disto.

121. O plano dos comandantes era assaltar fazendas da região e tomar-lhes o gado. que logo morreriam.. a) Cite uma desvantagem da geração haplóide como fase mais duradoura do ciclo vital dos vegetais do tipo A. Em qual das fases – gametófito ou esporófito – não encontramos pares de cromossomos homólogos? Justifique sua resposta. há alguns que realizam autofecundação e outros em que a fecundação ocorre entre gametas de indivíduos diferentes. "Xadrez. ou os sãos. Briófitas e pteridófitas se reproduzem de maneira parecida. J.. Como o frio também aumentava. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO O texto que se segue foi extraído de "Xadrez. 17 . Explique de maneira geral como os vegetais se reproduzem. no esquema a seguir... truco e outras guerras". Cite uma vantagem para a ocorrência de fecundação entre gametas de indivíduos diferentes. e. 123. O ciclo vital de animais e vegetais que se reproduzem sexuadamente exige a produção de gametas. No ciclo reprodutivo da maioria dos vegetais observa-se uma alternância de gerações que é mostrada... de José Roberto Torero. 124. de forma simplificada. Cite 5 utilidades dos vegetais e justifique cada uma delas. a) Relacione a batata e ATP. já começavam a sobrevoar a ala dos estropiados quando o General mandou que acampassem. Roberto. A alimentação pode ser constituída de partes dos diversos órgãos dos representantes do Reino Vegetalia. angiospermas e gimnospermas também. sábios animais que se alimentavam do mais farto dos pastos.) fogueiras para assar as últimas batatas e umas poucas raízes colhidas pelo caminho. para introduzir a(s) questão(ões) seguintes.. Naquela tarde assaram trinta bois. quantidade ínfima para abastecer os homens que ainda sobravam. À noite a ração foi ainda mais escassa. b) Entre os vegetais que apresentam ciclo de vida do tipo B. 122. para enganar a fome. Os abutres. A figura a seguir apresenta dois ciclos biológicos de reprodução dos vegetais. b) Diferencie batata inglesa de batata doce. quanto ao órgão vegetativo acumulador de nutrientes. que precisavam recuperar as forças para a luta? (TORERO. truco e outras guerras") 125. Servimos-nos de algumas de suas estruturas. fizeram-se fogueiras para assar as últimas batatas e umas poucas raízes colhidas pelo caminho. (. surgiu um impasse: quem ficaria perto do fogo: os coléricos.

Related Interests