You are on page 1of 23

Materiais Acústicos

Conceitos para acústica arquitetônica
Marcelo Portela – LVA/UFSC

LEMBRANDO...
ISOLAMENTO ACÚSTICO Capacidade de certos materiais formarem uma barreira, impedindo que a onda sonora passe de um recinto a outro
Problema =“vazamento” de sons de um ambiente para outro: uso de materiais “densos”, como o concreto, o vidro, o aço, etc.

ABSORÇÃO ACÚSTICA Minimiza a reflexão das ondas sonoras num mesmo ambiente. Diminui o nível de reverberação
Problema = falta de inteligibilidade dentro de um ambiente: uso de fibras e/ou espumas de poros abertos

Os materiais de “tratamento” muitas vezes são erroneamente descritos como sendo materiais de “isolamento sonoro”.

Em busca do equilíbrio Materiais disponíveis para tratamento acústico Classificação (função que pode desempenhar): Isolantes Refletores Difusores Absorventes .

Cronograma Coeficiente de absorção sonora Revisão tipos de materiais de absorção Exemplos comparativos .

+ Sn αn = ∑ Si αi onde A = absorção na sala (m2 Sabine) Sn = área de superfície interna de determinado material "n" (m2) αn = coeficiente de absorção de determinado material "n" ..Coeficiente de absorção sonora (α) Relação entre a quantidade de energia sonora que é absorvida pelo material e aquela que sobre ele incide (varia entre 0 e 1). α = Ia / Ii onde Ia = intensidade sonora absorvida (W/m2) Ii = intensidade sonora incidente (W/m2) A absorção sonora total em uma sala pode ser expressa como: A = S1 α1 + S2 α2 + .

Aspectos importantes de “α” Material com α = 0. em catálogos. mármore polido) nulo (0.0 (valores irreais que se devem unicamente à metodologia da sua determinação e que não devem ser usados em cálculo) O valor de α para um dado material varia com a freqüência do som incidente . valores de α > 1.10 absorve 10% da energia que incide sobre ele α quase Material muito reflexivo (por exemplo.5 Às vezes.01 ou 0.02) Os materiais ditos "absorvedores" têm α superior a 0.

Coeficiente de absorção médio “αm” αm = A / S onde αm = coeficiente de absorção médio A = absorção total da sala (m2 Sabine) S = área interna total da sala (m2) “classes de absorção sonora”: • A (αm > 0.90) • B (0.30 < αm < 0.25) • não classificado (αm < 0.80 < αm < 0.60 < αm < 0.15 < αm < 0.55) • E (0.10) .85) • C (0.75) • D (0.

Materiais e sistemas absorvedores sonoros Podem agrupar-se em três categorias (atuam em diferentes faixas de frequências): • Porosos e fibrosos (mais eficazes nas altas frequências) • Ressoadores (mais eficazes nas médias frequências) • Membranas (mais eficazes nas baixas frequências) .

Aspectos construtivos 1. Camada porosa com revestimento perfurado 3. Camada porosa sobre parede rígida 2. Placas acústicas estriadas . Placas acústicas perfuradas 4.

Placas de ressonância de Helmholz 7. Placas de ressonância com fendas . Membrana vibrante sobre estrutura de madeira 6.Aspectos construtivos 5.

MATERIAIS POROSOS E FIBROSOS O mecanismo baseia-se na existência de caminhos abertos Fibras soltas e afastadas pouca energia perdida em calor Fibras concentradas não haverá penetração no material e o movimento do ar não gerará fricção suficiente para ser eficaz. A sua eficácia depende essencialmente da densidade e da espessura. . Entre estes dois extremos estão os bons materiais absorvedores sonoros.

.

.

com técnicas e materiais adequados) São mais eficazes quando colocados em pontos que correspondam a máximos da velocidade das partículas do ar = a 1/4 λ de uma superfície reflexiva! .dicas Sua capacidade em dissipar a energia nos seus poros pode ser prejudicada se tais poros forem pintados! (embora seja possível.MATERIAIS POROSOS E FIBROSOS .

Poliuretano expandido. do franzido com que cobrem a superfície e da distância à parede. A densidade indicadas entre 40 a 100 kg/m3. de vidro. Massas porosas (granulados minerais jateados) –massa específica de 150 (+/. Aglomerados de fibras de madeira e de côco – ainda pouco estudo . Fibras minerais .tipos Tecidos e cortinas – depende do peso específico. Aglomerados de cortiça .15) kg/m3 e têm um excelente comportamento acústico. densidade e largura.lã de rocha. etc. poliestireno expandido ou espumas flexíveis de poliuretano.MATERIAIS POROSOS E FIBROSOS . Varia em função do efeito da sua espessura.Aglomerado composto (espessura de 3 a 6 mm) ou aglomerado negro (espessura de 20 a 40 mm). Materiais plásticos .

MATERIAIS POROSOS E FIBROSOS .

MATERIAIS POROSOS E FIBROSOS – Lãs minerais .

MATERIAIS POROSOS E FIBROSOS . protegidas por película de polietileno e preparadas para serem suspensas.tipos As fibras minerais podem apresentar-se sob a forma de placas flexíveis e pouco densas. Absorsores suspensos no teto .

. A freqüência de ressonância deste sistema depende do volume da cavidade e das outras dimensões geométricas.RESSONADORES Sistemas formados por cavidades (de paredes rígidas) tendo uma abertura estreita (a forma clássica é uma garrafa vazia).

embora se perca em amplitude de absorção. rígido.RESSONADORES Os ressoadores podem funcionar através de um painel perfurado a alguma distância de um elemento de suporte. A zona de eficácia do sistema pode ser ampliada (em frequência) pela inclusão de material absorvedor sonoro na caixa de ressonância. cerca dos 25%. A partir desse valor o comportamento do painel fica controlado pelo efeito de porosidade do material absorvedor no interior. O aumento da taxa de perfurações aumenta a eficácia até atingir o seu máximo. vertical ou horizontal. .

.MEMBRANAS Sistemas que absorvem as ondas sonoras através de: vibração de sua estrutura (áreas .de painéis finos. em geral.não furadas . de madeira ou PVC) perdas de calor por fricção nas suas fibras quando o material entra em flexão O sistema absorve energia para aquela freqüência do som incidente que corresponda à sua freqüência natural de vibração.

MEMBRANAS Membrana vibrante sobre estrutura de madeira .

Depende da umidade relativa. da presença de partículas de fumo e de impurezas. .ABSORÇÃO DO AR O ar absorve pouca energia nas baixas freqüências. Se para salas pequenas o efeito pode ser ignorado. pois o nível das altas freqüências é reduzido. mas nas altas freqüências a absorção é considerável. Em locais muito poluídos o som parece abafado a uma certa distância. em salas grandes deve-se considerar o efeito da absorção do ar equivalente a uma área absorvente que depende do volume da sala. O efeito é significativo a partir de 2kHz.