LIVRO DE ATIVIDADES EDUCATIVAS DA TURMA DO DEQUINHO

IVRO OL DOS ITOS SPÍR E
SUGESTÕES DE ATIVIDADES E DINÂMICAS PARA GRUPOS DE ESTUDO
CLÉSIO TAPETY

“Espíritas! amai-vos, este o primeiro ensinamento; instruí-vos, este o segundo.” (O Espírito de Verdade)

SUMÁRIO
Introdução ..................................................................................04 Dinâmicas de Grupo .........................................................................05 Músicas ......................................................................................08 Trava-língua ................................................................................09 Marionete ...................................................................................10 Massa de Modelar ...........................................................................11 Origami ......................................................................................12 Jogo das sombras ...........................................................................15 Ligue os pontos ..............................................................................16 Labirinto ....................................................................................17 Outras moradas .............................................................................18 Dialogando com os Espíritos sofredores ...................................................19 Diagrama 1 ..................................................................................20 Diagrama 2 ..................................................................................21 O sono e os sonhos ..........................................................................22 Jogo dos erros ..............................................................................23 Não é comigo ................................................................................24 Siga as linhas 1 ..............................................................................25 Siga as linhas 2 ..............................................................................26 Os atributos de Deus .......................................................................27 Tríplice aspecto .............................................................................28 Siga a trilha .................................................................................29 Temos sempre o que damos .................................................................30 Ligue as letras ..............................................................................31 Organize a frase ............................................................................32 Pinte os espaços .............................................................................33 Desembaralhe as letras .....................................................................33 Colorindo o mundo ...........................................................................34 Desenho gráfico .............................................................................35 Para colorir 1 ................................................................................36 Para colorir 2 ................................................................................37 Cubra e pinte ................................................................................38 Super-herói do amor ........................................................................39 Soluções para as atividades ................................................................40 O autor ......................................................................................43

INTRODUÇÃO
Neste pequeno livro, juntamos diversas experiências colhidas em grupos de estudo e turmas de evangelização infantil, onde conseguimos observar que é possível estudar e aprender se divertindo! E a proposta da Turma do Dequinho sempre foi essa: estudar o Espiritismo com muita alegria, bom humor e diversão! A falta de criatividade muitas vezes afeta inúmeros evangelizadores, monitores ou facilitadores, seja lá qual for o nome que se dê àquela pessoa que tem a incumbência de despertar o interesse dos educandos e estimular o aprendizado. De fato, não é fácil competir com os inúmeros atrativos que as pessoas têm hoje em dia para ocuparem o tempo. Televisão, computador, cinema, shows, clubes... Mas será que o Centro Espírita também não pode ser um lugar legal e divertido para se passar algumas horas durante a semana? Claro! E com a vantagem de que nele poderemos aprender muitas coisas edificantes e importantes, que nos serão de grande valia para toda a vida! Apostando nessa idéia de que podemos transformar nossas reuniões espíritas em encontros agradáveis, prazerosos e divertidos, sem perder a seriedade do estudo e o compromisso com uma moral elevada, foi que tivemos a idéia de fazer este livrinho. Uma reunião dinâmica, onde os participantes possam ser atores e não espectadores do aprendizado, é o que mais precisamos para acabar com a monotonia que reina em muitos grupos de estudo. As idéias aqui sugeridas, embora na sua maior parte sejam voltadas para a evangelização infantil, podem tranqüilamente ser adaptadas para turmas com pessoas de qualquer idade. A nossa intenção foi a de dar apenas pequenas dicas, cabendo aos monitores ou facilitadores a tarefa mais difícil, porém a mais agradável: experimentar na prática as idéias aqui sugeridas, adaptando-as, melhorando-as e criando novas idéias. Boa sorte! E mãos à obra! O autor

04

DINÂMICAS DE GRUPO

DINÂMICAS DE APRESENTAÇÃO
1. TRÊS COISAS QUE VOCÊ MAIS GOSTA DE FAZER Com o grupo sentado, em círculo, o facilitador inicia se apresentando e dizendo três coisas que mais gosta de fazer. O participante ao seu lado, então, deve apresentá-lo novamente à turma, dizendo o seu nome e as três coisas que ele mais gosta de fazer. Em seguida, o participante apresenta-se a si mesmo e diz três coisas que mais gosta de fazer. Na seqüência, a pessoa ao seu lado o apresenta novamente dizendo as três coisas que ele mais gosta de fazer e, depois, apresenta-se a si mesma, dizendo três coisas que mais gosta de fazer. E assim sucessivamente, até que todos tenham sido apresentados. 2. APRESENTAÇÃO EM DUPLAS Dividir o grupo em duplas, com o cuidado de não colocar juntas pessoas que já sejam íntimas uma da outra. Em caso de número ímpar, o facilitador também pode participar. Cada dupla deve conversar durante dez minutos, aproximadamente, cada um falando de si mesmo para o seu parceiro, para que se tornem conhecidos. Após o tempo estipulado, o grupo reúne-se novamente. O participante A apresenta o participante B e vice-versa. Repete-se o processo com todos os integrantes até que sejam todos apresentados. 3. APRESENTAÇÃO COM NOVELO DE LÃ As pessoas ficam em pé, distribuídas aleatoriamente na sala, mantendo uma certa distância entre si. Inicia-se jogando o novelo para um participante, que se apresenta para o grupo. Após dar uma volta da lã em seu dedo indicador, este joga o novelo para outra pessoa, mantendo o fio esticado. Quando a segunda pessoa se apresentar, deve dar uma volta da lã em seu dedo indicador e jogá-lo para uma terceira pessoa, que repete o mesmo processo. O jogo prossegue até chegar ao último participante. Depois, no movimento inverso, ou seja, do último ao primeiro, cada participante tenta apresentar o anterior a ele, seguindo até o final. Aquele que foi o primeiro tentará apresentar o último, fechando, desta forma, o grupo. Observação: Geralmente, as pessoas não prestam a devida atenção, por isso, solicita-se que cada um fale do que se lembra. 4. FRUTAS Com o grupo sentado, em círculo, pedir para cada participante escolher o nome de uma fruta com a qual se identifique. Depois, pedir que cada um explique o porquê da escolha. Pode-se também fazer essa dinâmica com bichos no lugar de frutas. 05

DINÂMICAS EDUCATIVAS
1. CONSTRUINDO O CENTRO ESPÍRITA Pedir aos participantes que tragam de casa várias bugigangas como latas, garrafas, copos, caixas de sapato, tampinhas de garrafas, botões etc. Pedir também que tragam fita adesiva, cola e tesoura. Com o material em mãos, dividir a turma em vários grupos para que cada grupo construa, em um canto da sala, um Centro Espírita, com o material que possuem. Por exemplo, uma caixa de sapatos pode ser a sala de passes, uma garrafa de plástico cortada ao meio pode ser uma sala de estudos, uma lata pode ser a livraria etc. Depois, pedir para que cada grupo apresente o Centro Espírita que construíram. É interessante observar se os grupos se preocuparam em escolher um nome para o Centro Espírita, se pensaram na forma de administração do mesmo (diretoria, presidente etc.), se lembraram de destinar espaços para as várias atividades do Centro (palestras, evangelização infantil, passes, atendimento fraterno, atividades assistenciais etc.). 2. QUALIDADES DO HOMEM DE BEM Os participantes devem discutir e levantar um determinado número de qualidades que acreditam ser inerentes ao homem de bem. Essas deverão ser anotadas em uma folha de papel. A quantidade dessas características deve ser igual à metade do número de participantes (exemplo: se o grupo tiver 12 pessoas, deverão ser apresentadas seis características). Após a escolha das qualidades pelo grupo, divide-se a turma em duplas, sendo que cada dupla ficará responsável por uma característica para representar. Deve-se conceder às duplas 15 minutos para que elas criem uma situação que tenha a ver com a característica que ficaram responsáveis. Depois, as duplas deverão interpretar a situação que criaram. 3. JOGO DO CÍRCULO Pedir a todos os participantes que fiquem em pé, em círculo (voltados para dentro) e de mãos dadas. Depois, dar a seguinte tarefa ao grupo: "Vocês devem ficar de costas para o círculo, sem soltar as mãos e nem ficar com os braços cruzados". A brincadeira termina quando a solução for encontrada. Aos participantes que já conhecem a brincadeira, pede-se que aguardem um tempo para ver se o grupo descobre a solução. Esta só deve ser revelada ao grupo caso este não consiga realizar a tarefa. Solução: um dos participantes deverá passar por baixo das mãos de um outro colega, sendo que o grupo o acompanhará, até que o círculo seja concluído. Finalizar a denâmica falando sobre a importância do trabalho em grupo e da união que deve haver entre seus membros para resolver problemas. 4. CAIXINHA DE SURPRESAS Prepara-se antecipadamente uma caixinha com várias tarefas ou perguntas anotadas em pedacinhos de papel. As tarefas ou perguntas podem ser relacionadas com o tema da aula. Pedir aos participantes que fiquem sentados em círculo. A caixinha deverá circular de mão em mão até um sinal dado ou ao som de uma música que pára subitamente. Aquele que estiver com a caixinha no momento em que é dado o sinal, ou em que a música pára, deverá tirar da caixinha um papel e responder a questão ou executar a tarefa nele prescrita.

06

5. RESOLVENDO CONFLITOS Com os participantes sentados em círculo, distribuir a cada um papel e lápis. Pedir que cada um escreva a primeira frase de um fato, que aconteceu consigo ou com alguém conhecido. Atenção: mesmo que o fato tenha acontecido com a própria pessoa, pedir que o relate sempre na terceira pessoa, preservando a intimidade do participante. Este fato deve ser uma situação problemática, conflituante. Exemplo: "Certo dia, um garoto do colégio foi agredido por um coleguinha de turma e ficou com muita raiva". Recomendar aos participantes que não escrevam o final da situação problema, mas apenas o início, resumindo a situação em uma frase simples. A seguir, o facilitador pede a todos que passem o seu papel para o colega à direita. Em prosseguimento, todos deverão continuar a história que receberam do outro, escrevendo mais uma frase. Fazer esse rodízio de papéis de quatro a cinco vezes e depois pedir a cada um que leia a história que tem em mãos. Concluir a brincadeira comentando com o grupo as soluções dadas para cada situação problema. Quais as conseqüências de um conflito resolvido pacificamente? E quais as conseqüências de um conflito resolvido pela violência? 6. MENSAGENS NAS COSTAS Pregar nas costas de cada participante uma folha de papel e, depois, distribuir um pincel a cada um. Pedir que as pessoas fiquem em pé e escrevam nas costas uns dos outros mensagens fraternas. Ao final, cada participante poderá tirar o papel de suas costas, ler e guardar de lembrança as mensagens que os colegas escreveram. 7. TEMPESTADE CEREBRAL Forma-se um único grupo grande ou diversos grupos menores. O facilitador apresenta um problema a ser resolvido. Por exemplo: "Como acabar com a violência na cidade? O que nós podemos fazer?" O grupo tem 15 minutos para pensar nas mais diversas soluções. Deseja-se o maior número possível de idéias. Neste primeiro momento, apenas anota-se as idéias, não sendo permitido a ninguém fazer críticas ou avaliações das sugestões dadas. Passado o tempo estabelecido, o grupo faz a avaliação das idéias e escolhe as mais oportunas. Se houver vários grupos, o facilitador pede que seja organizada uma lista única. Forma-se, então, o plenário para escolher as mais viáveis. O facilitador pode encerrar a atividade com uma reflexão sobre a importância do grupo na solução de problemas que parecem insolúveis, quando pensamos neles isoladamente. 8. DISCUTINDO SOBRE UMA OBRA ARTÍSTICA Um bom trabalho em grupo que pode ser feito é a divisão da turma em grupos menores para discussão e análise de alguma obra artística (músicas, filmes, desenhos, pinturas, teatro, poesias, contos, etc.). Sugere-se que se escolha, de preferência, obras artísticas de feitura espírita integral. Mas nada impede que obras não espíritas possam ser utilizadas, desde que tenham uma mensagem edificante. Ao final das discussões em grupos, reúne-se a turma novamente para apresentação das conclusões. 9. PRODUZINDO UMA OBRA ARTÍSTICA Uma outra boa opção é a produção, pelo próprio grupo, de obras artísticas (músicas, danças, desenhos, pinturas, teatro, poesias, contos etc.), com a sugestão de que se trabalhe, na produção de tais obras, os temas estudados nas aulas. Produzidas obras artísticas pelo grupo, o ideal é que sejam apresentadas para um grupo maior, divulgando e incentivando os trabalhos da turma, além de integrá-la com o mundo lá fora. 07

MÚSICAS
Uma atividade sempre muito agradável e divertida é a música. Sempre que possível, devese trabalhar, de preferência, com a música de feitura espírita integral. Mas nada impede que se utilize também músicas não espíritas, desde que tenham uma mensagem edificante. São muitas as músicas espíritas que estão à nossa disposição. Pode-se, inclusive, obter dezenas de músicas espíritas gratuitamente pela internet. Basta pesquisar. Nesse sentido, sugerimos a visita ao site www.clesiotapety.com, onde é possível obter dezenas de canções, músicas infantis, músicas instrumentais e cifras. Sugere-se ao grupo que pesquise e escolha algumas canções de diversos artistas espíritas e, depois, monte um caderninho de músicas. A turma pode tirar cópias desse caderninho de músicas para cantar antes, durante ou após as reuniões. O uso da música é um excelente recurso para dinamizar os encontros, tornando-os mais agradáveis, alegres e prazerosos. O ideal também é que alguém do grupo aprenda a tocar algum instrumento musical para acompanhar a turma nesses momentos de integração com música. Caso haja mais pessoas interessadas no grupo em desenvolver esse lado musical, que tal montar um grupo de música espírita? E, caso exista na sua cidade músicos espíritas ou grupos de música espírita, que tal convidá-los para uma apresentação no seu Centro Espírita? Onde não há música, não poderá haver alegria!

08

TRAVA-LÍNGUA
Leia os versos abaixo, tente memorizá-los e depois repeti-los o mais rápido que puder, sem errar. Brinque com a sua turma para ver quem consegue recitar os versos sem errar! Você pode distribuir cópias dos versos para cada um memorizar em casa e, numa outra oportunidade, convidar um a um para recitar os versos na frente da turma. É diversão garantida!
FAMÍLIA UNIDA Lalá, Lelé e Lili E suas filhas, Lalalá, Lelelé e Lilili E suas netas, Lalelá, Lelalé e Lilali E suas bisnetas Laleli, Lilalé e Lelilá E suas tataranetas, Lalilé, Lelali e Lilelá Cantavam em coro: Lalaiá, lalaiá, lalaiá.

JOÃO TEORIA João Teoria traria uma teoria sobre como trabalhar. Mas como trabalhar ele não sabia, A teoria que o João Teoria traria ficou só na teoria.

OSCAR Oscar só crê no que vê e no que não vê não quer crer. Eu creio, tu crês, ele crê. Só Oscar, em Deus, não quer crer. Que pena, Oscar. Mas Deus ainda crê em você.

ETERNIDADE O tempo perguntou pro tempo Quanto tempo o tempo tem. O tempo respondeu pro tempo Que o tempo tem tanto tempo Quanto tempo o tempo tem.

MARIA MELINDROSA Maria Melindrosa é melindrosa E guarda mágoa de montão. Menina Melindrosa, deixa de melindre, Pois guardar mágoa faz muito mal ao coração.

ZÉ CRÍTICO Muitas críticas o crítico Zé Crítico sabia criar. A Cris ouvia e sorria das críticas que o Zé Crítico fazia A quem não estava por lá. Mas um dia, a Cris descobriu que, quando de perto saía, Muitas críticas o Zé Crítico a ela fazia. E, então, em crise, a Cris se pôs a chorar. 09

MARIONETE
Para fazer um marionete você vai precisar de: - Jornal - Fita adesiva - Um retalho de tecido (mais ou menos do tamanho de uma flanela) - Uma vareta de madeira (palito de picolé ou espeto para churrasco) - Uma fita de tecido, um pedaço de barbante ou um cordão - Pincel atômico Faça uma bola de jornal do tamanho de um limão grande. Firme essa bola passando fita adesiva em sua volta para que ela fique redondinha. Enfie a vareta na bola e deixe-a bem firme passando mais fita adesiva. Coloque o retalho de tecido por cima da bola de forma que ele caia para todos os lados. Fixe o pano amarrando-o com a fita de tecido logo onde a bola termina e começa a vareta. Faça um laço bem bonito. A bola é a cabeça do boneco e o tecido caído à sua volta é a sua roupa. Com o pincel atômico, pinte os olhos, o nariz e a boca. Está pronto o seu marionete! Para fazer vários tipos diferentes de marionetes, basta usar a criatividade! Prenda lacinhos na cabeça, ponha brincos, crie uma peruca com lã, faça um chapéu, uma gravata, enfim, use a sua imaginação! Para fazer um teatrinhode marionetes, você pode utilizar um lençol bem grande e um cordão para estender roupas. Amarre o cordão de uma ponta à outra da sala e estenda o lençol. Pronto! Agora é só apresentar a peça! Faça com a sua turma vários marionetes diferentes. Depois,inventem uma história bem legal com os marionetes e apresentem para outras pessoas!

10

MASSA DE

Que tal você e sua turma fabricarem a própria massa de modelar de vocês? Vocês vão precisar de: - Quatro xícaras de farinha de trigo - Uma xícara de sal - Uma xícara e meia de água - Uma colher de óleo Misturem tudo muito bem, amassando com as mãos. Para colorir a massa, usem um corante comestível, do tipo que se usa em confeito de bolo (tem em qualquer supermercado). Essa massa não precisa ir ao fogo e vocês podem se divertir à beça, fazendo muita arte. Mãos à obra!

QUE TAL MODELAR ALGO QUE TENHA A VER COM O CONTEÚDO ESTUDADO NA AULA E OFERECER DE PRESENTE A ALGUÉM? VAMOS PÔR A MÃO NA MASSA?

11

ORIGAMI
Origami é a arte de dobrar papéis. Dizem que essa arte é quase tão antiga quanto a primeira folha de papel, criada pelos chineses há mais ou menos 1.800 anos. “Origami” é um expressão formada por duas palavras: “ori”, que quer dizer “dobrar” e “kami” que significa “papel”. Quando as duas palavras são pronunciadas juntas, o “k” é substituído pelo “g”. No Oriente, cada figura obtida por meio do Origami possui um significado especial. Por exemplo, o sapo representa o amor e a fertilidade; a tartaruga significa a longevidade; o pássaro, também conhecido como “tsuru”, significa paz, saúde e felicidade. A seguir, você vai aprender a fazer dois Origamis muito interessantes. Caso se interesse em aprender a fazer outras formas de Origami, você pode pesquisar diversos modelos na internet ou em livros. Há uma variedade infinita de formas para aprender. Treine bastante até pegar o jeito. O Origami é tambéum uma uma arte que nos ensina a paciência. Em trabalhos em grupos, o Origami pode ser uma ótima atividade a ser desenvolvida, pois estimula a integração e a cooperação, além de se poder fazer trabalhos edificantes e úteis de arte, como se verá adiante.

FOLHA DE PAPEL BÁSICA PARA TODOS OS ORIGAMIS
A primeira coisa que você deve saber sobre o Origami é que todas as figuras utilizam como base uma folha de papel quadrada (e não retangular). A maioria das folhas que estão ao nosso alcance são retangulares, não é mesmo? Então, antes de fazer um Origami, você precisa cortar um pedaço da folha retangular para transformá-la num quadrado perfeito. Isso é fácil! Basta dobrar a parte inferior da folha, formando um triângulo, e depois cortar a parte superior excedente. Pronto! Você tem um quadrado perfeito! Veja as ilustrações abaixo!

1

2

3 12

COPO DE PAPEL
Você já passou por uma situação em que estava morrende de sede, mas não havia copos disponíveis no local? Em grupos de estudo localizados em núcleos mais pobres, materialmente falando, esse problema é comum. Ensine, então, a sua turma a fazer copos de papel para superarem esse eventual problema e vocês terão uma solução bem divertida! Com uma folha de papel quadrada, dobre-a na diagonal, formando um triângulo (fig. 1 e 2). Dobre uma ponta do papel para baixo (fig. 3). Dobre a outra ponta também para baixo (fig. 4). Na parte de baixo ficaram duas pontas. Dobre uma para cada lado (fig. 5 e 6). Alargue a abertura que se formou entre as duas bandas e arredonde-a, dando a ela formato de copo (fig. 7). Pronto! O seu copinho está pronto para ser usado. Derrame nele água, suco ou o seu refrigerante preferido e mate a sua sede!

1

2

3

4

5

6

7

PÁSSARO OU “TSURU”
O “tsuru” é a ave-símbolo do Origami. Ele significa paz, saúde e felicidade. Ensine a sua turma a fazer tsurus para dar de presente a outras pessoas. Vocês podem escrever mensagens edificantes nas asas do tsuru, desejando às pessoas saúde, felicidade e paz. Vocês podem também escrever as mensagens em pedacinhos de papel, enrolá-los e colocálos presos nas asinhas ou no peito dos tsurus, como se fossem “pombos-correios”. Agora, vamos aprender a fazer o tsuru! Primeiro, com uma folha de papel quadrada, você precisa fazer nela várias marcações, mediante uma série de dobras (fig. 1 a 14). Isso o ajudará a moldar a estrela que está representada na figura 15, dobrando as margens do quadrado para dentro. Depois, você deve pegar duas pontas opostas da estrela e uni-las em cima,fechando toda a estrutura da estrela até chegar à forma representada na figura 16. Puxe para as laterais as duas pontas que ficaram no interior do papel (fig. 17 e 18). Levante as duas outras pontas para cima, formando as asas (fig. 19). Faça a cabeça do pássaro, dobrando uma das pontas laterais para dentro (fig.20). Está pronto o seu tsuru! Para fazê-lo bater as asas, você pode fazer movimentos de vai-e-vem na cauda ou no peito. 13

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

Repetir as etapas 5 e 6 em todos os cantos do quadrado até o papel ficar com as todas as marcas a seguir

13

14

15

16

17

18

19

20 14

JOGO DAS SOMBRAS
Você já conhece o Allan Kardec, não é mesmo? Ele é o Codificador do Espiritismo. Era um homem muito inteligente, simpático, bondoso e amável com as pessoas. Agora que você já conhece um pouco mais sobre a personalidade de Allan Kardec, será que você consegue descobrir qual é a verdadeira sombra dele?

1

2

3

4

5

6

7

8
15

LIGUE OS PONTOS
Você sabia que os espíritos, dependendo do seu grau de evolução, podem ler nossos pensamentos? O Dequinho está pensando na coisa mais importante do mundo. Ligue os pontos e descubra o que é...

17

15

13

7 11

8 5

4

20

19 14

2

3

18

21

16

12

10

9

6

1

16

LABIRINTO
O Dequinho está fazendo uma prece, pedindo a proteção do seu mentor espiritual. Vamos ajudar o Erasto a chegar até ele?

?

17

OUTRAS MORADAS
OLÁ! MEU NOME É BLOG. SOU HABITANTE DE UM PLANETA QUE FICA EM UMA GALÁXIA MUITO DISTANTE, CHAMADA VIA-CHOCOLÁCTEA. O MEU PLANETA FICA BEM NO INÍCIO DESSA GALÁXIA. A VIA-CHOCOLÁCTEA POSSUI CINCO PLANETAS E TODOS SÃO HABITADOS. NÓS SEMPRE NOS VISITAMOS UNS AOS OUTROS, POIS CADA PLANETA POSSUI UM DISCO VOADOR. NO MEU PLANETA, POR EXEMPLO, NÓS TEMOS UM DISCO VOADOR CINZA. EU SEMPRE USO ESSE DISCO VOADOR PARA VISITAR O XISTO, QUE É O MEU MELHOR AMIGO. ENTRE O PLANETA DE XISTO E O MEU EXISTEM DOIS PLANETAS. A CICA, QUE TAMBÉM É MUITO AMIGA MINHA, MORA NUM PLANETA AZUL. EU TAMBÉM SOU AMIGO DA MONA, MAS O PLANETA DELA NÃO FICA AO LADO DO MEU. O PLANETA DO VINI TEM UM DISCO VOADOR VERMELHO, QUE VOA BEM RÁPIDO. O PLANETA AO LADO DO SEU TEM UM DISCO VOADOR VERDE, MAS ELE ESTÁ QUEBRADO. O ÚLTIMO PLANETA TEM O DISCO VOADOR MAIS BONITO DA VIA-CHOCOLÁCTEA. ELE É TODO COLORIDO. EU ACHO FEIO É O OUTRO DISCO VOADOR QUE EXISTE EM NOSSA GALÁXIA. ELE É ROXO.

VIA-CHOCOLÁCTEA

Com base nas informações dadas pelo Blog, responda: A) Quem mora no planeta verde? Qual a cor do disco voador que existe nesse planeta?

_________________________________________
B) Quem mora no planeta vermelho? Qual a cor do disco voador que existe nesse planeta?

_________________________________________
C) Quem mora no planeta rosa? Qual a cor do disco voador que existe nesse planeta?

_________________________________________
D) Quem mora no planeta amarelo? Qual a cor do disco voador que existe nesse planeta?

_________________________________________
E) Quem mora no planeta azul? Qual a cor do disco voador que existe nesse planeta?

_________________________________________
18

DIALOGANDO COM OS ESPÍRITOS SOFREDORES
Dequinho está tentando convencer o Chico Chiclete a deixar o caminho da obsessão e a se tornar um espírito bom. Vamos ajudar o Dequinho? Escreva no balão que conselhos você daria para o Chico Chiclete.

19

DIAGRAMA 1
O QUE DEVEMOS FAZER QUANDO ALGUÉM NOS OFENDE? PREENCHENDO ESSE DIAGRAMA COM OS SENTIMENTOS INDICADOS NO QUADRO ABAIXO, VOCÊ VAI DESCOBRIR, NO DESTAQUE, O QUE FAZER. VAMOS LÁ?

AMOR SOLIDARIEDADE FELICIDADE PAZ COMPAIXÃO CARINHO COMPREENSÃO

20

DIAGRAMA 2
ABAIXO ESTÃO ALGUMAS PALAVRAS RELACIONADAS COM O CENTRO ESPÍRITA. VAMOS ENCAIXÁ-LAS NO DIAGRAMA?

PASSE EVANGELIZAÇÃO ESTUDO ORAÇÃO MEDIUNIDADE CARIDADE PALESTRA

21

O SONO E OS SONHOS
Quando dormimos, o nosso Espírito se desliga parcialmente do corpo físico, ficando ligado a este por um fio fluídico. Assim, o Espírito pode ir a diversos lugares, mas nunca perde a ligação com o corpo físico. Esse fio fluídico só se desfaz com a morte e é ele que transmite as sensações entre o Espírito e o corpo. O sonho, normalmente, é a lembrança do que o Espírito viu durante o sono. Quanto mais livre do corpo, mais clara é essa lembrança. Outras vezes, o sonho é uma recordação de acontecimentos do passado, uma previsão do que ainda irá acontecer ou uma representação do que nos preocupa quando despertos.

Dequinho está dormindo profundamente e seu Espírito já trabalhou muito no plano espiritual. Agora ele quer voltar para o corpo físico, pois está na hora de acordar. Vamos ajudá-lo a encontrar o caminho, desenhando o fio fluídico que liga o Espírito ao corpo.

22

JOGO DOS ERROS

Veja só o que o Dequinho e seus amigos conseguiram ver voando no céu! Será um pássaro? Será um avião? Será o Super-Homem? Enquanto eles tentam descobrir o que é esse objeto voador não identificado, que tal encontrar as nove diferenças entre as figuras?

23

NÃO É COMIGO!
Esta é uma estória sobre quatro pessoas: TODO MUNDO, ALGUÉM, QUALQUER UM e NINGUÉM. Havia um importante trabalho a ser feito e TODO MUNDO tinha certeza que ALGUÉM ia fazê-lo. QUALQUER UM poderia tê-lo feito, mas NINGUÉM o fez. ALGUÉM zangou-se porque era um trabalho de TODO MUNDO. TODO MUNDO pensou que QUALQUER UM poderia fazê-lo, mas NINGUÉM imaginou que TODO MUNDO deixasse de fazê-lo. Ao final, TODO MUNDO culpou ALGUÉM quando NINGUÉM fez o que QUALQUER UM poderia ter feito. Engraçado, não é mesmo? Agora imagine que esse importante trabalho a ser feito é a CARIDADE. E agora pense que VOCÊ é mais um personagem nessa estória. O que VOCÊ faz quando surge a oportunidade de praticar a CARIDADE? Põe a mão na massa ou espera que TODO MUNDO, ALGUÉM, QUALQUER UM ou NINGUÉM façam o trabalho? Enquanto VOCÊ pensa sobre o assunto, que tal encontrar o nome desses quatro personagens no quadro abaixo? Eles se esconderam porque não querem assumir nenhum compromisso. Tente achá-los!
TRABALHAR?! NÃO É COMIGO!

A L G U E R I N Q Q A L U

T M U N D O Q U A U Q U N

O T M U N T O M T A D E I

D O A L G U N A O L A Q N

O D O Q U A E Q D Q U E G

T O D O M U N U O R U N U

A Q U E R T D A M U N G E

Q U A Q U A L Q U E R U M

U A L G U E T G N M A R U

A L G U E D O U D O T Q N

L Q U N D O D T O D O U D

N U E L N A O O U O A R O

I E N T O D M D M U N D A

N T O Q U A L G U E M U L

G O N I N G U E N I N T G

A L G U E R T O D O M Q U
24

SIGA AS LINHAS 1
Dequinho, Amélia e Simão gostam muito de ler os livros de Allan Kardec, porque aprendem muitas coisas legais com eles. Siga as linhas e descubra qual o livro que cada um está lendo no momento.

1

2

3

O LIVRO DOS ESPÍRITOS

O LIVRO DOS MÉDIUNS

O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO

A

B

C

O Espiritismo é ciência, filosofia e religião. O Livro dos Espíritos representa o aspecto filosófico do Espiritismo, trazendo ensinamentos sobre Deus, a imortalidade da alma, a natureza dos Espíritos, suas relações com os homens, a reencarnação, a pluralidade dos mundos habitados, as leis morais, a vida presente e a vida futura. O Livro dos Médiuns representa o aspecto científico do Espiritismo, trazendo ensinamentos sobre as manifestações dos Espíritos, os tipos de mediunidade e o desenvolvimento mediúnico. O Evangelho Segundo o Espiritismo representa o aspecto religioso do Espiritismo, trazendo a explicação dos ensinamentos morais de Jesus de acordo com a Doutrina Espírita. 25

SIGA AS LINHAS 2
COLOQUE AS LETRAS NOS ESPAÇOS E DESCUBRA O QUE VOCÊ DEVE USAR PARA RESOLVER TODOS OS SEUS PROBLEMAS!

G

E

H

O L

V E

N A

26

OS ATRIBUTOS DE DEUS
Deus é a inteligência suprema e causa primária de todas as coisas. E, embora de maneira limitada, nós podemos ter uma idéia de quais são os seus atributos ou qualidades. Você sabe quais são os atributos de Deus? O Dequinho vai lhe dar uma dica. Para descobrir, basta colocar as letras na ordem correta. Vamos tentar?

DEUS É...

ONERTE

ÁTUMILEV

LAAMIRETI

CONIÚ

NETTENIOPO

SUTOJ

OMB

27

TRÍPLICE ASPECTO
O TRIÂNGULO A SEGUIR REPRESENTA O TRÍPLICE ASPECTO DA DOUTRINA ESPÍRITA: CIÊNCIA, FILOSOFIA E RELIGIÃO. OBSERVE A MANEIRA COMO AS CORES E OS NOMES MUDAM DE UM TRIÂNGULO PARA OUTRO E, SEGUINDO A ORDEM LÕGICA, PINTE COM LÁPIS DE COR O ÚLTIMO TRIÂNGULO E ESCREVA O NOME DE CADA ASPECTO NO SEU DEVIDO LUGAR. VAMOS LÁ, VOCÊ CONSEGUE!

1
CIÊNCIA

IA OF

RE L IG IÃ O

OS FIL

2
FILOSOFIA

3
RELIGIÃO

ÃO GI ELI

FI LO S

CIA ÊN CI

C IÊ NC IA

OF IA

R

4
CIÊNCIA

5

IA OF

RE L IG IÃ O

OS FIL

28

SIGA A TRILHA
SIGA O MESMO CAMINHO DO QUADRO 1 NO QUADRO 2 E LEIA A FRASE QUE SE FORMA!

QUADRO 1

QUADRO 2 A Z E I R P P D R O M R H I I P E Y T I A M

M O U A N E R C L E K O I E I

W E

Q R

S A M O C U L E E S

O X I

A O F E F

A J T

A B

U X N I D A S I

O H P O Y

M A I C

O G E

O W B

O I

U B

A L

D M E

S M O X
29

TEMOS SEMPRE O QUE DAMOS
Elimine as letras B, T e V e descubra com quem o Simão vai dividir os seus bombons.

B

T

A

V

M

B

T

E

V

L

T

I

V

B

A

É PRECISO APRENDER A DIVIDIR O QUE TEMOS COM OS OUTROS!

30

LIGUE AS LETRAS
Puxa! Como o cãozinho do Simão corre! Não é à toa que ele se chama Boato! Agora, o Simão perdeu ele de vista! Seja um bom amigo e ajude o Simão a encontrar o Boato, ligando as letrinhas na ordem alfabética.

B A D E Q R F P S T U G O C H

I J

L M N X V Z

Somos sempre responsáveis pelas palavras que saem da nossa boca! É caridoso aquele que só fala coisas boas, úteis e verdadeiras!

31

ORGANIZE A FRASE
Zé Crítico não gostou nada do que o Dequinho disse a ele! Por isso, embaralhou todas as palavras para fingir que não escutou! Coloque as palavras na ordem correta, descubra o que o Dequinho disse e escreva no balão abaixo.

ALGUÉM
ALGUÉM

CONOSCO

COM
QUEM
fff

A REPROV
CERTEZA

PERANT E
NOS

REPROVA

32

PINTE OS ESPAÇOS
Em 1440, o alemão Johannhes Gutenberg inventou a imprensa. Daquele momento em diante, foi possível imprimir livros com rapidez e em grandes quantidades. Agora, pinte os espaços com pontinhos e veja o nome do primeiro livro impresso!

DESEMBARALHE AS LETRAS
Desembaralhe as letras e descubra qual o livro que a Amélia está lendo.

A R Ú I N

C N

E

33

COLORINDO O MUNDO
ESSE É O NOSSO PLANETA TERRA! ELE TEM CERCA DE 4,5 BILHÕES DE ANOS! MUITO TEMPO NÃO É MESMO? MAS AINDA NÃO CONSEGUIMOS TRANSFORMÁ-LO EM UM MUNDO FELIZ! VAMOS TRABALHAR PARA ISSO? PINTE A TERRA, DEIXANDO-A BEM BONITA, E PINTE TAMBÉM OS BALÕES QUE CONTÊM APENAS AS COISAS QUE VOCÊ ACHA QUE O PLANETA PRECISA PARA SE TRANSFORMAR EM UM MUNDO FELIZ! MÃOS À OBRA!

GUERRA PAZ

AMOR ORGULHO

VIOLÊNCIA

GENTILEZA FRATERNIDADE

EGOÍSMO CARIDADE

ÓDIO

34

DESENHO GRÁFICO
REPRODUZA O DESENHO NO DIAGRAMA ABAIXO.

35

PARA COLORIR 1

AME A NATUREZA! TUDO O QUE VIVE É SEU PRÓXIMO!

36

PARA COLORIR 2

VINDE A MIM AS CRIANCINHAS!

37

CUBRA E PINTE
Cubra os pontilhados bem certinhos, depois pinte com carinho!

O SEGREDO DA FELICIDADE É FAZER ALGUÉM FELIZ!

38

SUPER-HERÓI DO AMOR
Leia a poesia, depois pinte o desenho bem bonito!
EU NÃO BATO EM NINGUÉM / EU NÃO PRENDO BANDIDO ALGUM EU NÃO TENHO SUPER FORÇA EU NÃO DOU SOCO COM AS MÃOS / EU NÃO DOU CHUTE COM OS PÉS EU NÃO USO ARMA NENHUMA O MEU SUPER PODER ESTÁ NO CORAÇÃO / SÓ JESUS QUE É A MINHA PROTEÇÃO QUERO SER UM SUPER-HERÓI DO AMOR QUERO SER UM SUPER-HERÓI DO AMOR EU NÃO TENHO RAIO LASER / NÃO SOLTO BOMBAS, NEM TIROS EU SÓ SOLTO BEIJOS E ABRAÇOS EU NÃO TENHO INIMIGOS / E QUEM NÃO GOSTA DE MIM EU PROCURO AMAR, AMAR E AMAR A MINHA LUTA CONTRA O MAL É FAZENDO O BEM A MINHA LUTA CONTRA A GUERRA É CONSTRUINDO A PAZ QUERO SER UM SUPER-HERÓI DO AMOR QUERO SER UM SUPER-HERÓI DO AMOR

S

39

SOLUÇÕES PARA AS ATIVIDADES

40

SOLUÇÕES PARA AS ATIVIDADES
JOGO DAS SOMBRAS - Pág. 15: Sombra 6 OUTRAS MORADAS - Pág. 18: a) Blog/Cinza; b) Vini/Vermelho; c) Mona/Verde; d) Xisto/Roxo; e) Cica/Colorido. JOGO DOS ERROS - Pág. 23:

NÃO É COMIGO! - Pág. 24:

A L G U E R I N Q Q A L U

T M U N D O Q U A U Q U N

O T M U N T O M T A D E I

D O A L G U N A O L A Q N

O D O Q U A E Q D Q U E G

T O D O M U N U O R U N U

A Q U E R T D A M U N G E

Q U A Q U A L Q U E R U M
X

U A L G U E T G N M A R U

A L G U E D O U D O T Q N

L Q U N D O D T O D O U D

N U E L N A O O U O A R O

I E N T O D M D M U N D A

N T O Q U A L G U E M U L

G O N I N G U E N I N T G

A L G U E R T O D O M Q U

SIGA AS LINHAS 1 - Pág. 25: 1/B; 2/C; 3/A

SIGA AS LINHAS 2 - Pág. 26: EVANGELHO

OS ATRIBUTOS DE DEUS - Pág. 27: Eterno, imutável, imaterial, único, onipotente, justo e bom. TRÍPLICE ASPECTO - Pág. 28:
FILOSOFIA

O IÃ LIG RE

CI ÊN CI A

41

SIGA A TRILHA - Pág. 29: AMAR AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO TEMOS SEMPRE O QUE DAMOS - Pág. 30: AMÉLIA ORGANIZE A FRASE - Pág. 32: QUEM REPROVA ALGUÉM CONOSCO, COM CERTEZA NOS REPROVA PERANTE ALGUÉM. PINTE OS ESPAÇOS - Pág. 33: BÍBLIA. DESEMBARALHE AS LETRAS - Pág. 33: RENÚNCIA.

42

O AUTOR
Clésio Ibiapina Tapety nasceu em 26 de janeiro de 1978, na cidade de Teresina, Estado do Piauí. Formou-se em Direito pela UFPI e é funcionário público do Ministério Público Federal. Tornou-se espírita em 1996, quando começou a ler as obras de Allan Kardec. Desde então, participa de grupos de estudo, trabalhos assistenciais e atividades de evangelização infantil dentro do movimento espírita. É músico e desenhista autodidata. Unindo o amor à arte e o amor à Doutrina Espírita, procura sempre transmit ir os ensinamentos espíritas e o Evangelho de Jesus através de músicas e de desenhos. A principal mensagem que procura transmitir através da arte é aquela mesma estabelecida por Kardec como bandeira do Espiritismo: “Fora da Caridade não há Salvação”.

Site: www.clesiotapety.com E-mail: clesiotapety@hotmail.com

43

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful