You are on page 1of 21

da do grêmio politécnico

GEOMETRIA 3- Ângulos Consecutivos:

1ª Aula
Introdução à Geometria Plana
1- Conceitos Primitivos: a) Ponto A b) Reta c) Semi-reta d) Segmento de Reta

Na figura, os ângulos AÔB e BÔC são consecutivos, portanto AÔC=AÔB+AÔC

r 4- Bissetriz (corta em duas metades iguais): e) Plano
Na figura a semi-reta OB é a bissetriz do ângulo AÔC

5- Relações entre dois ângulos podem ser: 2- Ângulo Geométrico:
a) complementares: AÔB+CÊD=90º

O ângulo “alfa” formado pelos pontos A, O e B é indicado da seguinte maneira: AÔB ou BÔA. E a sua unidade é em graus (º). Podemos classificar o ângulo de abertura segundo a medida de α em:

A soma dos ângulos vale 90 graus, portanto AÔB e CÊD são ângulos complementares. b) suplementares: AÔB+CÊD=180º

A soma dos ângulos vale 180 graus, portanto AÔB e CÊD são ângulos suplementares.

CURSINHO DA POLI-USP DO GRÊMIO POLITÉCNICO

3

da do grêmio politécnico

GEOMETRIA 9- Retas Perpendiculares (forma 90º):

6- Ângulos Adjacentes:

Alfa e beta são ângulos adjacentes.

7- OPV, Ângulos Opostos pelo Vértice:
Alfa e beta são ângulos opostos pelo vértice. Portanto:

10- Retas Paralelas cortadas (mesma inclinação):

8- Duas Retas distintas Coplanares (no mesmo plano):
a) Concorrentes (cruzam-se):

EXERCÍCIOS DE AULA:
Nas figuras, determinar o valor de X: a) b) Paralelas (não se cruzam):

b)

4

CURSINHO DA POLI-USP DO GRÊMIO POLITÉCNICO

da do grêmio politécnico GEOMETRIA c) d) 4) EXERCÍCIOS EM CASA: 1) 2) 3) CURSINHO DA POLI-USP DO GRÊMIO POLITÉCNICO 5 .

acontece do outro também.Ângulo Externo: 5) 3. mesma medida. 6 CURSINHO DA POLI-USP DO GRÊMIO POLITÉCNICO .Triângulo Equilátero (todos os lados e ângulos congruentes).Soma dos Ângulos Internos: 4. tudo que acontece de um lado.Triângulo Isósceles (dois lados congruentes.da do grêmio politécnico GEOMETRIA 2.): 6) 2ª Aula Ângulos Num Triângulo 1.

AB=AC.da do grêmio politécnico GEOMETRIA 5. BC=AC=DC. Calcule o valor de α: a) 70º b) 80º c) 90º d) 100º e) 110º CURSINHO DA POLI-USP DO GRÊMIO POLITÉCNICO 7 . o ângulo α é de: a) 110º b) 120º c) 130º d) 140º e) 150º 2) 3.Na figura.No triângulo abaixo.O ângulo BÂC mede: a) 20º b) 40º c) 60º d) 80º e) 100º 2.Triângulo Retângulo: EXERCÍCIOS EM CASA: 1) EXERCÍCIOS DE AULA: 1.

P3. Exemplos: 4) 8 CURSINHO DA POLI-USP DO GRÊMIO POLITÉCNICO ..da do grêmio politécnico GEOMETRIA 5) 3) 6) 3ª Aula Polígonos Convexos 1. em um plano.Polígono: Determinemos três ou mais pontos consecutivos. Pn). As ligações destes pontos formam segmentos que originam um polígono. P2. . não colineares (P1.. .

(cujos extremos pertencem à região poligonal) está inteiramente contido à região poligonal. Deste modo.Soma dos Ângulos Internos de um Polígono Convexo: Na aula anterior. 4º passo: Como cada triângulo possui a soma das medidas dos ângulos internos igual a 180º. congruentes). Veja alguns nomes na tabela abaixo: 2. CURSINHO DA POLI-USP DO GRÊMIO POLITÉCNICO 9 . Exemplos: Alguns polígonos recebem nomes específicos de acordo com o seu número de lados. para ser um polígono. então para saber a soma dos ângulos internos do polígono. Do contrário será um polígono não-convexo. congruentes) e equiângulo (ângulos com a mesma medida. basta multiplicar o número de triângulos formados por 180º. qualquer segmento PQ. De maneira geral. 3º passo: conte os triângulos. um triângulo regular é um triângulo equilátero e um quadrilátero regular é um quadrado.soma dos ângulos Externos de um Polígono Convexo: A soma dos ângulos externos de qualquer Polígono Convexo é SEMPRE igual a 360º. Cada triângulo possui a soma dos ângulos internos igual a 180º então a soma dos ângulos internos é igual a 5 x 180º = 900º Obs: Existe uma FÓRMULA prática para o problema. vimos que a soma dos ângulos de qualquer triângulo é igual a 180º. O polígono só será convexo se. pois todos os ângulos internos dos triângulos formados também são ângulos internos do polígono. Para saber a soma dos ângulos internos de outros polígonos convexos. a figura deve estar contidas em um único plano e fechadas.da do grêmio politécnico GEOMETRIA 1º passo: escolha um vértice.Polígono Regular: Um polígono convexo é chamado regular quando é equilátero (lados com a mesma medida. 2º passo: una todos os demais vértices ao vértice escolhido e forme os triângulos. e somente se. 4. Exemplo: O Polígono ao lado é um Heptágono (7 lados). Forma-se 5 triângulos com um dos vértices. podemos dividir a figura em triângulos: 3.

O polígono é um: a) heptágono b) octógono c) eneágono d) decágono e) tridecágono 5) 6) EXERCÍCIOS EM CASA: 1) CURSINHO DA POLI-USP DO GRÊMIO POLITÉCNICO 10 .Determine o valor de X: 3) a) 10º b) 15º c) 20º d) 22º e) 25º 4) 2. a medida do ângulo interno é o triplo da medida do ângulo externo.Num polígono regular.da do grêmio politécnico GEOMETRIA 2) EXERCÍCIOS DE AULA: 1.

Observe que todos os pontos dessa circunferência distam r do ponto O. Na figura. em graus. Ou seja. Círculo é a união da circunferência com seus pontos interiores. em graus.Ângulo Inscrito. em graus. de um ângulo central é a medida do seu arco correspondente. Elementos: AO – raio AB – diâmetro CD – corda CMD – arco t – reta tangente T – ponto de tangência s – reta secante AO = OB = OT = r e AB = 2r A medida de um ângulo inscrito numa circunferência SEMPRE é a metade do seu arco correspondente. Temos que: 4ª Aula Ângulos na Circunferência 1.Circunferência: Circunferência é o conjunto de pontos no plano que é equidistante (mesma distância) de um ponto fixo desse plano. estão representados um ângulo central de medida α.Ângulo Central: Na figura. circunferência é apenas a “borda” do círculo. Assim a medida em graus de uma circunferência é 360º e de uma semicircunferência é 180º. A figura representa uma circunferência com o centro no ponto O (ponto fixo) e raio de medida r. e o seu arco correspondente. estão representados um ângulo inscrito de medida α. 3. Temos que: A medida. e o respectivo arco correspondente. CURSINHO DA POLI-USP DO GRÊMIO POLITÉCNICO 11 . Observação: Observação: Círculo ≠ Circunferência.da do grêmio politécnico GEOMETRIA 2.

obter o valor de X.Na figura.Em cada figura. sendo O o centro da circunferência. a) O valor de X é: a) 10º b) 20º c) 50º d) 60º e) 70º 3) Na figura. 70º e 50º.Quadrilátero Convexo Inscrito numa Circunferência: Na figura (um quadrilátero circunscrito). o valor de X é: b) a) 35º b) 45º c) 55º d) 65º e) 75º 12 CURSINHO DA POLI-USP DO GRÊMIO POLITÉCNICO .da do grêmio politécnico GEOMETRIA c) 4. respectivamente. o quadrilátero ABCD está inscrito na circunferência de centro O e raio de medida AO=OB=OC=OD. os arcos AEB e CFD medem. EXERCÍCIOS DE AULA: 1. Temos que: 2.

da do grêmio politécnico GEOMETRIA EXERCÍCIOS EM CASA: 1) 3) 2) CURSINHO DA POLI-USP DO GRÊMIO POLITÉCNICO 13 .

Paralelogramo: 4) Propriedades: 5) 3.Trapézio: Propriedades: CURSINHO DA POLI-USP DO GRÊMIO POLITÉCNICO 14 .da do grêmio politécnico GEOMETRIA 2.Losango: 5ª Aula Quadriláteros Notáveis Quadriláteros convexos que possuem pelo menos um par de lados paralelos são chamados de Quadriláteros Notáveis. São eles: 1.Retângulo: 6) Propriedades: 4.

Quadrado: EXERCÍCIOS EM CASA: 1) 2) Propriedades: 3) EXERCÍCIO DE AULA: Represente o conjunto dos quadriláteros notáveis em um diagrama de Venn. 4) 5) CURSINHO DA POLI-USP DO GRÊMIO POLITÉCNICO 15 . L: conjunto dos losangos. T: conjunto dos trapézios. Q: conjunto dos quadrados.da do grêmio politécnico GEOMETRIA 5. P: conjunto dos paralelogramos. R: conjunto dos retângulos. U: conjunto dos quadriláteros convexos.

BE. CF. Propriedade: AG = 2GD BG = 2GE CG = 2GF 2. CF. BE.ortocentro: H é o encontro das alturas no triângulo ABC. Alturas: AD. o circuncentro. Bissetrizes internas: AD.Baricentro: O ponto O é o encontro das três mediatrizes do triângulo ABC. que é o centro da circunferência circunscrita ao triângulo.da do grêmio politécnico GEOMETRIA O ponto G é o encontro das medianas. 4. A mediatriz é a reta perpendicular a um lado do triângulo. Mediana é a semireta que “parte” a partir de um vértice e “corta” o lado oposto na metade.Circuncentro: 6ª Aula Pontos Notáveis de um Triângulo 1. 16 CURSINHO DA POLI-USP DO GRÊMIO POLITÉCNICO . E também é o encontro das bissetrizes internas do triângulo ABC.Incentro: 6) 7) I é o centro da circunferência inscrita no triângulo. 3. traçada pelo seu ponto médio.

IIIIIIIVVVI( ) Centro da circunferência inscrita. ( ) Ponto que divide cada mediana numa razão de 2 para 1. 2) EXERCÍCIO DE AULA: Associar os nomes: a) baricentro b) incentro c) circuncentro d) ortocentro com as seguintes expressões correspondentes. ( ) Ponto equidistante dos vértices. ( ) Ponto de encontro das retas suportes das alturas. relativas a um triângulo.da do grêmio politécnico GEOMETRIA 5. vimos que a medida de um ângulo inscrito numa circunferência SEMPRE é a metade do seu arco correspondente. ( ) Centro da circunferência circunscrita. 3) 4) EXERCÍCIOS EM CASA: 1) 5) CURSINHO DA POLI-USP DO GRÊMIO POLITÉCNICO 17 . então qualquer triângulo que podemos formar (como na figura) será retângulo. Como o diâmetro forma um arco de 180º.Triângulo retângulo: Na quarta aula. com a hipotenusa sendo o diâmetro. ( ) Ponto de encontro das Medianas.

Definição: Dois triângulos são semelhantes se. Nos triângulos ABC e EFG. os seus ângulos têm. O lado EF é correspondente e homólogo ao lado AC. Temos assim um triângulo parecido. mas não igual. Portanto semelhante não significa absolutamente igual. Analogamente um carrinho de brinquedo em miniatura é semelhante ao seu original (em tamanho real). lado. respectivamente. 18 CURSINHO DA POLI-USP DO GRÊMIO POLITÉCNICO . parecido. e somente se. onde K é a razão se semelhança entre os triângulos.Introdução: Um triângulo é semelhante a outro quando. A G E A G E M I N B H C F AH altura relativa ao vértice A BM mediana relativa ao vértice B EI altura relativa ao vértice E GN mediana relativa ao vértice G Então temos os ângulos: E as relações: B C F Atenção! As relações SEMPRE devem ser com os elementos lineares correspondentes. na figura anterior. 3.Observações: 1) Em dois triângulos semelhantes.da do grêmio politécnico GEOMETRIA Observe que. mediana com mediana. qualquer medida (seja ela altura. 7ª Aula Triângulos Semelhantes 1. 2. temos: 6) e . pois é parecido.. que não seja relacionado diretamente com o ângulo) é proporcional segundo a razão K. a razão K é a razão de dois elementos lineares correspondentes quaisquer. lado com lado. Ou seja. apenas parecido ou proporcional. as medidas e os seus lados correspondentes têm medidas proporcionais (formam razões iguais). assim com os lados AB com EG ou BC com GF. Assim podemos afirmar que existe uma diferença que é a proporção entre os carrinhos. ou seja: altura com altura. podemos imaginar o triângulo ABC diminuiu de tamanho de maneira proporcional e se transformou no outro triângulo EFG. como diz o próprio nome..

da do grêmio politécnico GEOMETRIA 2) Para indicar que o triângulo ABC é semelhante ao triângulo EFG usamos o seguinte símbolo “~”: ABC ~ EGF “~” lê-se “é semelhante a”. 3) Dois triângulos de K=1 são congruentes (“iguais”). BC = 21cm e BD = 5cm. ENTÃO ELES SÃO SEMELHANTES. Exemplos: 2. o segmento DE. Concluído que são semelhantes (pela regra prática ou não). mede: a)10 b)10. em cm. DE BC. AC = 12cm. mede: a) 9 b)10/3 c)8 d)11/4 e)10 CURSINHO DA POLI-USP DO GRÊMIO POLITÉCNICO 19 . Sendo AB=15cm. em cm.O triângulo ABC da figura é retângulo em A. Porém existe uma regra prática utilizada na verificação de triângulos semelhantes: SEMPRE que dois triângulos possuírem dois ângulos internos respectivamente de mesma medida. AB = 10cm. todos os elementos lineares são proporcionais pela definição.No ABC da figura.Identificação de Triângulos Semelhantes: Para concluir-se que dois triângulos são semelhantes. EXERCÍCIOS DE AULA: 1. não é necessário verificar se os seus ângulos internos têm respectivamente as mesmas medidas e se os seus lados são proporcionais.5 c)12 d)12. o segmento CE. AC = 18cm e DE = 5cm.5 e)14 4. Sendo DE perpendicular ao lado BC.

da do grêmio politécnico GEOMETRIA 3) EXERCÍCIOS EM CASA: 1) 4) 5) 2) 20 CURSINHO DA POLI-USP DO GRÊMIO POLITÉCNICO .

5 EXERCÍCIOS EM CASA: 1) 2.5 1 0.da do grêmio politécnico GEOMETRIA 8ª Aula Triângulos Semelhantes (continuação) EXERCÍCIOS DE AULA: 1.(FUVEST) Dados: MBC = BAC AB = 3 BC = 2 AC = 4 Então a) b) c) d) e) MC = 3. Se a base FG do retângulo é o dobro da altura EF. então o perímetro desse retângulo é: a) b) c) d) e) 3 5 12 18 30 2) CURSINHO DA POLI-USP DO GRÊMIO POLITÉCNICO 21 .A figura mostra um retângulo DEFG inscrito num triângulo ABC.5 2 1.

da do grêmio politécnico GEOMETRIA 3) 5) 4) 22 CURSINHO DA POLI-USP DO GRÊMIO POLITÉCNICO .

E 5.C 5.D 5.A 5.D 3.E 3.a) 50º b) 30º c) 18º d) 5º 2.C 6.D 2.D 6.a) 40º b) 20º c) 30º 4.a) V b) V c) F d) V e) V f) F g) V h) F i) F j) V 2.A 4.D 4.D 6ª aula 1.a) 50º b) 35º 6.a) 120º b) 40º c) 60º d) 80º e) 30º f) 50º 2.B Repostas dos EXERCÍCIOS EM CASA 1ª aula 1.A 6.C 5ª aula 1.a) 540º b) 720º c) 900º d)1440º e) 3600º 3.10 5.a) 130º b) 120º c) 80º d) 45º 3.a) 3cm b) 6cm c) 1/3 2.A 2ª aula 1.B 4.5 3.a) 36º b) 10º c) 26º d) 2º e) 30º f) 15º 4.a) 20º b) 60º c) 40º d) 10º 3.B 4ª aula 1.a) 50º b) 26º c) 30º d) 60º e) 40º f) 50º g) 18 h) 30º 2.D 4.A CURSINHO DA POLI-USP DO GRÊMIO POLITÉCNICO 23 .a) 60º e 120º b) 90º e 90º c) 108º e 72º d) 120º e 60º e) 135º e 45º f) 144º e 36º 4.a) 55º b) 60º c) 60º d) 70º e) 60º f) 30º 3.a) 12cm b) 3cm c) 6cm 3.C 2.a) 4 b) 2 c) 3 d) 4.A 3ª aula 1.a) 30º b) 36º c) 30º d)50º 5.da do grêmio politécnico GEOMETRIA 7ª aula 1.a) 60º b) 50º c) 110º 2.E 4.C 8ª aula 1.x=60º e y=120º 5.A 5.