You are on page 1of 5

NORMA PROCEDIMENTAL

RADIOPROTEÇÃO (SEGURANÇA)

NÚMERO:

FOLHA

50.05.005

1/5

Resolução Nº 009/07
DATA

06/07/2007

1.

FINALIDADE Estabelecer os requisitos básicos de proteção radiológica para as pessoas em relação à exposição à radiação ionizante.

2.

ÂMBITO DE APLICAÇÃO Em toda a Instituição onde houver o uso de radiação ionizante.

3.

FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Portaria nº 453, de 01 de junho de 1998, do Ministério da Saúde – Secretaria de Vigilância Sanitária. Resolução nº 01/90, da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN-NE3.06), publicada no DOU de 30.03.1990 – Requisitos de Radioproteção e Segurança para Serviço de Radioterapia. Resolução nº 10/96, da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN-NE3.05), publicada no DOU de 19.04.1996 – Requisitos de Radioproteção e Segurança para Serviços de Medicina Nuclear. CNEN – NN 3.01 – Diretrizes Básicas de Proteção Radiológica, de janeiro de 2005. Resolução CNEN/CD 27, de 17.12.2004, publicada no DOU de 17.12.2004. Resolução CNEN/CD 27, de 17.12.2004, publicada no DOU de 17.12.2005. Resolução CNEN/CD 48, de 09.09.2005 (alterações), publicada no DOU de 14.11.2005. Portaria CNEN/PR 007, de 17.01.2006, publicada no DOU de 18.01.2006 – Serviço de Radioproteção.

4.

CONCEITOS BÁSICOS Radioterapia Aplicação médica da radiação ionizante para fins terapêuticos.

PROPLAN – O&M

com o objetivo de avaliar a dose efetiva ou a dose equivalente em um dado período. utilizadas para aplicações superficiais. intracavitárias ou intersticiais. Rejeito Radioativo Qualquer material resultante de atividades humanas que contenham radionuclídios em quantidades superiores aos limites de isenção. Fonte de Radiação Aparelho ou material que emite ou é capaz de emitir radiação ionizante. Dosímetro Padrão (Dosímetro de Referência) Dosímetro de leitura indireta.005 2/5 Resolução Nº 009/07 DATA 06/07/2007 É um conjunto de medidas que visa a proteger o ser humano e o meio ambiente de possíveis efeitos indevidos causados pela radiação ionizante. sem a intenção de removê-los. mantido fora do alcance da radiação produzida no serviço. ioniza direta ou indiretamente seus átomos ou moléculas. sob condições de aplicação específicas.05. Braquiterapia Radioterapia mediante uma ou mais fontes seladas emissoras de raios gama ou beta. Dosímetro Individual (Dosímetro individual) Dispositivo usado junto a partes do corpo de um indivíduo. Deposição Colocação de rejeitos radioativos em local determinado pela CNEN. PROPLAN – O&M . e para o qual a reutilização é imprópria ou não é previsível. Radiação Ionizante (Radiação) É qualquer partícula ou radiação eletromagnética que. de acordo com as regras específicas. ao interagir com a matéria. utilizado como base para correção da radiação de fundo nos dosímetros individuais. de acordo com norma específica da CNEN. incluindo qualquer exposição durante o trajeto. Fontes Seladas Material radioativo hermeticamente encapsulado.NORMA PROCEDIMENTAL RADIOPROTEÇÃO (SEGURANÇA) Radioproteção NÚMERO: FOLHA 50. de modo a evitar vazamentos e contato com o referido material.

d) fontes de radiação. incluindo programas de cursos e carga horária. f) hHaja pronta comunicação à CNEN. e devem assegurar que: a) somente pessoal treinado e autorizado opere fontes de radiação. d) Instrumentalização para medição de radiação. b) Treinamento específico ministrado à equipe médica do Serviço. c) treinamento e recursos materiais estejam disponíveis para atuação em situações de incidente ou acidente. e) sejam fornecidas e aplicadas. controle de acesso em áreas restritas e sinalização específica. c) Classificação das áreas das instalações.005 3/5 Resolução Nº 009/07 DATA 06/07/2007 5. bem como rejeitos radioativos. b) todos os recursos disponíveis sejam utilizados para minimizar a probabilidade de ocorrência de acidentes.NORMA PROCEDIMENTAL RADIOPROTEÇÃO (SEGURANÇA) NÚMERO: FOLHA 50. estejam adequadamente instaladas e protegidas.05. PROPLAN – O&M .2. DO PLANO DE RADIOPROTEÇÃO O Serviço de Radioterapia em conjunto com o Serviço Médico Oficial e de Engenharia e Segurança do Trabalho deverão possuir e manter atualizado um Plano de Radioproteção. 5. 5. fornecendo a relação dos monitores de área e dosímetros clínicos com os respectivos certificados de calibração em vigor. ao Setor de Engenharia e Segurança do Trabalho da Instituição e às demais autoridades competentes sobre a qualquer acidente ocorrido na UFTM. contendo as seguintes informações: a) Organização do Serviço. NORMAS DAS RESPONSABILIDADES BÁSICAS DOS “SERVIÇOS QUE ENVOLVEM O USO DA RADIAÇÃO IONIZANTE” .1.SEURI As chefias dos SEURI são responsáveis pela segurança e radioproteção dos clientes. as atribuições específicas do Supervisor de Radioproteção e da equipe técnica. por meio do Serviço de Radioproteção. todas as normas de Radioproteção e instruções de segurança aos clientes do Hospital e à equipe médica. da equipe médica e dos técnicos.

incluindo em Braquiterapia a monitoração de área com o cliente do Hospital. para medir a irradiação será considerada a média de doses dos últimos 12 (doze) meses. g) Controle físico das instalações. b) O colaborador que trabalha em mais de um serviço deverá apresentar mensalmente a cópia do laudo de exposição à Irradiação Ionizante (Laudo Dosimétrico) ao Serviço Médico Oficial ou Engenharia de Segurança do Trabalho. para que sejam somadas as doses de cada um deles. PROCEDIMENTOS GERAIS DOS SERVIÇOS QUE ENVOLVEM O USO DA RADIAÇÃO IONIZANTE SEURI a) Elaborar mensalmente o Relatório de Ocorrências do serviço e encaminhá-lo ao Serviço de Engenharia e Segurança do Trabalho. 6.05.4.005 4/5 Resolução Nº 009/07 DATA 06/07/2007 e) Plano para situação de emergência.1. i) 5. prováveis conseqüências e os procedimentos que serão adotados para controlá-las. Dosimetria inicial completa das fontes de radiação e freqüência de realização. 6.3. PROPLAN – O&M .NORMA PROCEDIMENTAL RADIOPROTEÇÃO (SEGURANÇA) NÚMERO: FOLHA 50. fornecendo as possíveis condições de acidentes. DA RESPONSABILIDADE SOBRE O DOSÍMETRO a) Caso o dosímetro seja extraviado ou danificado. utilizadas e armazenadas fontes de radiação. 5. f) Procedimentos de Radioproteção utilizados durante as sessões de Radioterapia. b) O colaborador usuário também responderá pelo dosímetro que não estiver com ele ou no “quadro de dosímetros” no dia da substituição. O custo do dosímetro será corrigido conforme tabela de preços estabelecidos pelos fornecedores. o colaborador usuário terá que arcar com o custo referente à reposição por outro dosímetro. DA SEGURANÇA PESSOAL a) A dose máxima anual acumulada do pessoal diretamente exposto à radiação ionizante não deve ultrapassar 20mSv/ano. h) Procedimentos e resultados de monitorações radiológicas de todas as áreas onde são manuseadas. Observações: Caso o dosímetro seja extraviado.

NORMA PROCEDIMENTAL RADIOPROTEÇÃO (SEGURANÇA) NÚMERO: FOLHA 50. CONSIDERAÇÕES FINAIS Esta Norma entrará em vigor em 28 / 09 / 2007. antecipadamente/imediatamente. Observações: O armazenamento inadequado do dosímetro poderá alterar as características dos TLD – Dosímetros Termo Luminescentes. 7. 6. colocá-lo no quadro junto com o dosímetro padrão. afastamento prolongado ou mudança de atividade.05.005 5/5 Resolução Nº 009/07 DATA 06/07/2007 b) Orientar permanentemente a sua equipe sobre os procedimentos de segurança e radioproteção. c) Orientar quanto à obrigatoriedade do uso dos equipamentos de proteção individual e coletivo. o colaborador deverá comunicar o fato. PROPLAN – O&M . O dosímetro não deve ser exposto ao sol e à umidade. 6. o que pode provocar alteração em sua leitura.2. DO SETOR DE ENGENHARIA E SEGURANÇA DO TRABALHO a) Fiscalizar o correto uso dos equipamentos de proteção. b) Comunicar todos os fatos que vão de encontro a esta Norma ao responsável pelo SEURI. DA EQUIPE DOS SEURI a) Quando da utilização do dosímetro usá-lo na região do tórax externamente ao avental de proteção (plubífero).3. ao Serviço de Engenharia e Segurança do Trabalho. b) Após o uso do dosímetro. c) Em caso de desligamento.