You are on page 1of 2

Apesar de ter obtido o grau de bacharel em economia em 1969 e, ao mesmo tempo, feito os cursos obrigatórios de filosofia e teologia, nenhuma

parte de minha educação católica incluiu um estudo da Bíblia. Uma resposta de 25 centavos Para minha surpresa, expressei meus sentimentos publicamente num dia em 1987, quando fui convocado para falar numa reunião especial de legisladores responsáveis pela educação em meu Estado. A Universidade da Califórnia queria angariar fundos para competir com outros Estados e ganhar um projeto federal de seis bilhões de dólares. O projeto era construir um enorme acelerador de partículas para pesquisar partículas subatômicas. Eu tinha feito recomendações contra o fundo, dizendo que, a longo prazo, ele contribuiria pouco para a economia do Estado. A universidade reagiu convidando dois cientistas que ganharam o Prêmio Nobel de física para falar diante da Assembléia Legislativa. Cada um deles descreveu o conhecimento que seria possível obter por meio do projeto. Um disse que o projeto poderia responder perguntas sobre a origem do Universo. O outro disse que ele poderia esclarecer como a vida em nosso planeta começou. O presidente da comissão se dirigiu a mim. Ele perguntou: “Você acha que seis bilhões de dólares é um valor muito alto a pagar pelas respostas a essas perguntas?” Eu respondi: “Concordo que essas perguntas são importantes. Mas as Testemunhas de Jeová vão à minha casa nas manhãs de sábado e oferecem uma revista por um donativo de 25 centavos que responde a essas mesmas perguntas. E eu fico em dúvida pensando se a resposta delas, de 25 centavos, não é melhor do que as respostas de seis bilhões de dólares que talvez consigamos com esse projeto.” Todos na sala caíram na risada, incluindo os ganhadores do Prêmio Nobel. Embora a Assembléia Legislativa tenha concedido os fundos para a continuação do projeto, ninguém contradisse meu argumento. Em 1995, eu estava assistindo a uma audiência especial das comissões de educação da assembléia e do senado sobre pesquisa federal. O presidente da comissão perguntou ao representante federal o que tinha acontecido com o projeto do acelerador de partículas. Ele respondeu que o Estado do Texas havia ganhado o projeto, mas que nunca foi terminado por três motivos. Primeiro, antes mesmo de começar, o custo do projeto tinha aumentado de seis bilhões para nove bilhões de dólares. Segundo, o governo federal quis que os fundos fossem usados para outros fins, em especial na guerra no Iraque em 1991. Terceiro, eles descobriram que por 25 centavos podiam obter das Testemunhas de Jeová respostas às perguntas sobre a vida. Pelo visto, minha observação tinha sido repetida por muitas pessoas e agora estava sendo repetida em outra reunião das comissões de educação.

” . eu disse: “Agora vocês podem ter as respostas de graça se apenas lerem as publicações.Enquanto todos riam. Para atualizar todos os presentes. alguns membros da comissão olhavam para mim.