Apresentação das ofertas Adolescente: “Recebeste de graça, dai de graça”.

Ao longo destes 10 anos, recebemos o ensinamento e o testemunho de vida e de fé dos nossos catequistas, dos pais, dos professores e a condução espiritual do nosso pároco. Recebemos o dom da vida, o dom da fé, no Baptismo, o dom do Perdão na Reconciliação, o dom da comunhão na Eucaristia. O dom da amizade, nos grupos escolares e no grupo de catequese. Recebemos o dom da sabedoria, o dom da santidade. O dom da alegria e da nossa juventude.

Queremos agradecer ao Senhor tudo qunto nos deu e dispor-nos a transmitir o que dele recebemos, ajudados pelo Espírito Santo. Para isso trazemos para junto do altar:

1.Velas Estas velas representam aquela que se acendeu no Círio, no dia do nosso Baptismo, Símbolo da Luz de Cristo que havia de nos iluminar ao longo da nossa vida. Hoje somos jovens e é esta luz de Cristo que nos continua a guiar. 2. Bíblia Na Biblia está a Palavra de Deus, aquela que é guia e luz nos nossos caminhos, alimento e força na viagem que é a nossa vida. È por esta palavra que nos queremos continuar a guiar 3. Flor A flor é símbolo da vida, da beleza e da juventude presentes em toda natureza que vós criastes e que nós vos agradecemos; 4. Sal O Sal serve para purificar, conservar e, sobretudo, a característica que mais nos interessa, para temperar. Assim, nós, como cristãos, queremos ser tempero, que torna mais saborosas e agradáveis as relações entre as pessoas. 5. Pão, vinho e espigas de trigo Este pão e este vinho são sinal do nosso trabalho e, nesta Eucaristia, acreditamos que, após a descida do Espírito Santo, serão o vosso Corpo e o vosso Sangue, sinal da Vida que constantemente renovais em nós.

proclamai o Evangelho a toda a criatura . mas obra do Espírito de Deus. de solidariedade. que impele o cristão a empenhar-se na propagação do Evangelho e na animação cristã da sociedade. 31)” Catequista Empenhemo-nos todos em testemunhar com mais força a presença de Deus no mundo. recordando-lhes que a seara é grande e que a igreja conta com eles como humildes trabalhadores da vinha do Senhor. (O celebrante pode dizer a ambos ao entregar os símbolos): IDE . A despedida com que se conclui a celebração eucarística não é simplesmente a comunicação do termo da acção litúrgica: a bênção. de paz. como no evangelho. Ano da Eucaristia. Aproximem-se. vós também para a minha vinha IDE pelo mundo inteiro.RITO DO ENVIO (a seguir à oração depois da comunhão) Celebrante “A despedida no final de cada missa constitui uma palavra de ordem. para mostrar que a missão não é trabalho individual. para lhes fazer sentir que Missa e Missão são palavras da mesma família. Não tenhamos medo de falar de Deus e de levar os sinais de fé de cabeça erguida. na Igreja de Jesus. Celebrante Vamos proceder ao rito do envio. especialmente com fórmulas solenes. dois a dois. Sugestões. Entregamos estes símbolos. record-nos que saímos da igreja com o mandato de testemunhar no mundo que somos cristãos. entregando uma espiga a cada um dos enviados. que precede a despedida. colocando-se ao serviço dos outros. (CCDDS. O cristão que participa na Eucaristia aprende com ela a fazer-se promotor de comunhão.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful