You are on page 1of 2

QUANDO...

E SE APAIXONAR
Será que vale a pena arriscar-se tanto por tão pouco?

base de sustentação para qualquer relacionamento, se não há confiança para que insistir. A finalização disto não será como uma definição de amor, pois quando se fala de sentimentos, eles falam por si, sem precisar de palavras. Apaixonar-se seria o sentimento utópico mais interessante que existe.

A

obrigação de se apaixonar tornar as pessoas mais infelizes. Nas ultimas décadas, a expectativas quanto ao amor como o caminho para a realização pessoal cresceu muito. A decepção e a insatisfação cresceram juntas. Se alguém disser que é contra o amor, é considerado um herege. Deixar de amar significa não alcançar o que é mais essencialmente humano. Às vezes, você se pergunta: “O que há de errado comigo?” A resposta pode ser simples, “incapacidade” ou “imaturidade”. Há quem diga que encontrar a pessoal ideal, o amor perfeito, é algo difícil, ou até mesmo impossível, mas na vida, nada passa em vão. As pessoas passam na nossa vida, mas não é por isso que elas permanecem. Quando falamos de sentimentos (lembramos logo do amor, mas não aquele amor fraternal), as pessoas logo associam ao amor carnal. Ter um relacionamento sem cobranças, sem ciúmes é algo construtivo que só vem para nos adicionar. O porquê de não se questionar? Quando ambos se correspondem, será que um complementa o outro? Ser solteiro é ser tratado como perdedor? A questão colocada é que talvez o problema não seja dele, mas sim em não cumprir as promessas de felicidades. Certos relacionamentos não dão certos é porque para estes, por algum motivo, falharam ou cometeram algum erro. Ter confiança é à

Alexandre Ferreira 2; )

O antes e, às vezes, o depois.
Às vezes, falar parece fácil, mas escrever é muito mais difícil, como é mais difícil ficar próximo de você e não sentir algo. O mundo da tantas voltas, só que andamos em direção contrária. Às vezes, caímos e não temos ninguém para nos ajudar a levantar. Às vezes, a realidade fica abstrata e não se tem nada de concreto. Às vezes, viver é descobrir, conquistar, aprender. Às vezes, amar não é esperar, mas sim lutar por aquilo que quer de melhor para sua vida. Às vezes, viver não é simplesmente estar de olhos abertos, mas sim enxergar os obstáculos que a vida nos empoe. Às vezes, a solidão de inimiga passa a amiga. Às vezes, temos que esperar, mas esperar às vezes cansa. Às vezes, só damos importância depois que perdemos. Às vezes, a mente precisa descobrir coisas para si mesmas. Às vezes, a melhor forma de vencer é perder. Às vezes, a raiva lhe ajuda a sobreviver. Às vezes, os olhos costumam fazer promessas, que apenas os lábios podem cumprir. Às vezes, o amor cego até as mentes mais brilhante. Às vezes, a experiência de viver, esta na essência de amar. Às vezes, julgamos pela ação e ação pelo resultado. Às vezes, não damos importância a pequenas coisas, mas uma gota de chuva balança um oceano. Às vezes, dizem que sou uma pessoa de frases feitas, mas qual das frases que nunca são feitas. Às vezes, temos que admitir que erramos, e o meu foi amar você. Às vezes... Queria apenas por um momento, saber o que senti por mim, queria apagar o passado, poder estar ao seu lado, para dizer o que não disse até hoje. Queria apenas por um instante, poder tocar a tua face, poder ter o teu amor, poder sonhar um pouco mais. Queria apenas por um minuto, poder ser um daqueles silêncios, que quando menos se espera, surpreende de forma irreverente. Queria apenas por um segundo, poder ser parte do teu pensamento, poder a cada instante, ser uma lembrança constante, que não se apaga mais. Enfim, queria apenas uma chance, para ter um momento do teu amor, um minuto do teu silêncio e todos os segundos do teu pensamento.

As faces do amor

A moeda tem duas faces, cara e coroa, assim como o amor,
paixão e decepção, mas quando jogamos a moeda para o alto, se ela cair em pé como é que fica? Vários assuntos podem ser abordados, mas o assunto em questão é o amor, um sentimento utópico. Às vezes, o amor está na nossa frente, e

mas será que isto importa? O mundo nos impõe a muitas regras. Trocarmos o certo pelo duvidoso é perigoso. amores impossíveis. existem pequenas coisas que nos barrem. transformarmos certas amizades em fantasias. Enfim. mas vale arriscar. seriam bem interessantes? Seria bem vinda? Mas afinal o que representa o amor? Amar faz bem? A resposta pode ser bem simples. será que adianta persistir? Insistir? Ou seria o caso de desistir? Não seria a forma. tudo se complementa. mas correta. pense no mundo. não sabemos distingui-lo. vale tentar algo novo. e não devemos considerar como perdedores. pense no futuro. Existem paixões proibidas. A vida estraga. meio e fim. . sentimos um vazio. Às vezes. Pense no quer. uma nova paixão. algo nos impede. mas às vezes não podemos. pense na vida. vivemos inseguros. pense em dar uma nova chance a um novo amor. mas como as regras têm exceções podem ser quebradas. pode está próximo de você. Tudo tem seu começo. pense em mim. Queremos estar próximos de tal pessoa. se você esta feliz com a pessoa amada tudo se preenche. Desistir é para perdedores. mas quando não dá certo. e se quiser e puder. mas ela mesma conserta. mas o proibido é mais divertido. sentimos como viúvos de um grande amor e amantes de uma grande solidão. mas se estas fantasias fossem realidades. um novo amor. pense ao contrário.não sabemos administrá-lo.