You are on page 1of 7

Nº 180, segunda-feira, 17 de setembro de 2012 UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS

EXTRATO DE TERMO ADITIVO Nº 1 Nº Processo: 23087.001079/2012-21 Contratante: Universidade Federal de Alfenas/UNIFAL-MG Contratado: Douglas Donizeti de Castilho Braz Objeto: Prorrogação do Contrato nº 14/2012 - Professor Substituto Fundamento Legal: Lei nº 8.745/93 Vigência: 05-09-2012 a 04-03-2013 Data da assinatura: 05-09-2012

3

ISSN 1677-7069

91

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA
EDITAL CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTE DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Nº 3, DE 14 DE SETEMBRO DE 2012 A REITORA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA (UFBA), no uso de suas atribuições estatutárias, tendo em vista o disposto no art. 37, inciso II, da Constituição Federal, no Decreto nº 6.944/09, no Decreto nº 7.485/11, DOU de 19/05/2011 e na Portaria Interministerial do MP nº 440/2011, DOU de 18/10/2011, torna público que estarão abertas as inscrições para o Concurso Público para cargos da Carreira do Magistério Superior da Universidade Federal da Bahia (UFBA), de acordo com a codificação do Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos - SIAPE, observados os termos da Lei nº 8.112/90 e do Plano Único de Classificação e Retribuição de Cargos e Empregos aprovado pelo Decreto nº 94.664/87; das disposições do Estatuto, do Regimento Geral da Universidade, e da Resolução nº 11/10 desta Universidade e da legislação pertinente e complementar, mediante as normas e condições contidas neste Edital. 1. Das Disposições Preliminares 1.1. A denominação dos cargos, o número de vagas, o regime de trabalho e a área de conhecimento do concurso constam do Anexo I e a relação dos pontos das provas consta do Anexo II deste Edital. 1.2. Os candidatos aprovados serão nomeados sob o Regime Jurídico Único dos Servidores Públicos Civis da União, das Autarquias e das Fundações Públicas, previsto na Lei nº 8.112/90. 1.3.Os candidatos classificados para exercício nos Campi de Salvador, Barreiras e Vitória da Conquista - Bahia, obedecidos os requisitos necessários para a área de conhecimento para a qual concorreram, poderão ser lotados em outros Campi da UFBA ou em outra IFES, somente a critério desta Instituição. 1.4. Esta Instituição funcionará em turnos diurnos e noturnos, nos horários compreendidos entre as 07:00 e as 22 horas e 30 minutos. 1.4.1. O turno de trabalho dos candidatos nomeados para os Campi de Salvador, Barreiras e Vitória da Conquista serão definidos, exclusivamente, pelas Unidades de Ensino/Departamentos para os quais concorreram. 1.5.O candidato que não comparecer à sessão pública da Congregação, de abertura do concurso ou a qualquer uma das provas nos horários definidos pela Congregação e pela Comissão Julgadora estará eliminado do mesmo e, por consequência, impedido de participar das etapas subseqüentes. 1.5.1. A cada etapa ou prova, o comparecimento dos candidatos será registrado em lista de presença. 2. Do Ingresso na Carreira e da Remuneração 2.1. O ingresso na carreira do magistério superior far-se-á no nível inicial da classe de Professor Auxiliar ou de Assistente ou de Adjunto, observados os requisitos previstos no art. 12, do Anexo do Decreto nº 94.664/87, com a remuneração a seguir discriminada:
Classe/ Nível I AUXILIAR AUXILIAR AUXILIAR ASSISTENTE ASSISTENTE ASSISTENTE ADJUNTO Regime de Trabalho 20 H 40 H DE 20 H 40H DE DE Vencimento Básico (R$) 1.597,92 2.215,54 2.872,85 1.694,32 2.402,56 3.181,04 3.553,46 RT* (R$) ---------------------------------------378,45 734,62 1.656,62 4.073,56 2.072,77 3.137,18 4.837,66 7.627,02 1.597,92 2.215,54 2.872,85 Total (R$)

* Retribuição por Titulação 3. Do Pedido de Isenção do Pagamento da Inscrição 3.1. O candidato poderá solicitar isenção do pagamento da taxa de inscrição, estabelecida no item 4.5 deste Edital, de acordo com o Decreto nº 6.593/08, desde que: a) esteja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal - CadÚnico, de que trata o Decreto nº 6.135/07; b) seja membro de família de baixa renda, nos termos do Decreto nº 6.135/07. 3.2. O candidato deverá requerer a isenção do pagamento da inscrição, no período de 20 a 25/09/2012, pela Internet, devendo: a) acessar o endereço www.concursos.ufba.br, selecionando a opção Isenção do Pagamento da Inscrição. b) preencher cuidadosamente o Requerimento de inscrição, observando as instruções dadas na tela do computador e no presente Edital, indicando o Número de Identificação Social - NIS, atribuído pelo CadÚnico. c) conferir e imprimir o Requerimento de Inscrição. 3.3.A Coordenação de Desenvolvimento Humano (CDH) divulgará no endereço www.concursos.ufba.br até o dia 08/10/2012 os pedidos de isenção do pagamento da inscrição deferidos. 3.3.1. O órgão ou entidade executor do concurso público consultará o órgão gestor do CadÚnico para verificar a veracidade das informações prestadas pelo candidato. 3.3.2. A declaração falsa sujeitará o candidato às sanções previstas em lei, aplicando-se, ainda, o disposto no parágrafo único do art. 10 do Decreto 83.936/79. 3.3.3. Para que o candidato não tenha sua solicitação indeferida, é necessário que ele informe os dados cadastrais exatamente como estão no Cadastro Único. 3.3.4.Quaisquer inconsistências cadastrais podem interferir no processo de isenção. Caso o cadastro do candidato esteja com dados incorretos, ele deve primeiro realizar atualização cadastral, para depois solicitar a isenção de pagamento. 3.3.5. Os candidatos que tiverem seu pedido de isenção indeferido deverão acessar o endereço www.siscon.ufba.br/siscon/Welcome.do e imprimir a Guia de Recolhimento da União (GRU) para pagamento até, no máximo, o primeiro dia útil após o término das inscrições, de acordo com o item 4 deste Edital. 3.3.6. De 08 a 10/10/2012, o candidato poderá contestar o indeferimento, pessoalmente ou pelo endereço de email cdh@ufba.br. Após esse período não serão aceitos pedidos de revisão. 4. Das Inscrições 4.1. As inscrições estarão abertas para as classes de Professor Auxiliar, Assistente e Adjunto no período de 20/09 a 19/10/2012. 4.2. A inscrição do candidato no concurso implica conhecimento e aceitação tácita das condições estabelecidas neste Edital, das instruções específicas para cada classe e das demais informações que porventura venham a ser divulgadas, das quais o candidato não poderá alegar desconhecimento. 4.3. O candidato deve requerer sua inscrição no período que consta do item 4.1. O pedido de inscrição será feito pela Internet, devendo o interessado: a) acessar o endereço www.concursos.ufba.br, selecionando a opção Inscrição. b) preencher cuidadosamente o Requerimento de Inscrição, observando as instruções dadas na tela do computador e no presente Edital. c) conferir o Requerimento de Inscrição pela Internet. d) imprimir o Requerimento de Inscrição. Assinar a via impressa. e) imprimir a Guia de Recolhimento da União (GRU) com o respectivo código de barras. Caso essa operação não se concretize, o candidato poderá acessar novamente a sua inscrição e efetuar a impressão da Guia de Recolhimento da União (GRU) com o respectivo código de barras. f) efetuar o pagamento do valor da inscrição, até, no máximo, o primeiro dia útil após o término das inscrições, preferencialmente em qualquer agência do Banco do Brasil. Para tanto, é preciso que a emissão da guia de pagamento seja feita a tempo de permitir o efetivo pagamento. O comprovante de agendamento de cobrança emitido por terminal eletrônico não tem validade para comprovar o pagamento da inscrição. g) enviar pelos Correios, via SEDEX, ou entregar pessoalmente na Unidade Universitária o Requerimento de Inscrição assinado, o comprovante de pagamento da taxa de inscrição (GRU) e os documentos indicados no item 4.4, sendo que a data da postagem deverá ser até, no máximo, o primeiro dia útil após o término das inscrições. h) a documentação deverá ser endereçada à Unidade Universitária de sua opção, especificando o Departamento, quando houver. Para conhecer os endereços das Unidades Universitárias, o candidato deverá: Digitar o endereço: http://www.portal.ufba.br/estrutura; Clicar em Unidades Universitárias;Consultar o endereço da Unidade Universitária de sua opção. i) A cópia do Requerimento de Inscrição impressa do computador com o respectivo comprovante de pagamento é a única documentação comprobatória do envio do Requerimento de Inscrição. Para os candidatos isentos do pagamento da inscrição a comprovação do envio do Requerimento de Inscrição dar-se-á através da cópia do Requerimento de Inscrição impressa do computador. j) O pedido de inscrição só se concretiza após o pagamento do valor total da inscrição, com exceção dos candidatos isentos. Os pedidos de inscrição dos candidatos não isentos sem o correspondente pagamento da inscrição serão excluídos do cadastro de inscritos. 4.4. O Requerimento de Inscrição deverá estar acompanhado de: I - cópia autenticada dos seguintes documentos: a) documento oficial de identidade, para brasileiros; b) prova de quitação com o serviço militar, para brasileiros; c) título de eleitor e prova de quitação com as obrigações eleitorais, para brasileiros; d) documento comprobatório de permanência regular no Brasil, para estrangeiros; II - Quatro vias do Curriculum Vitae; III- Quatro vias do Memorial (exceto para a classe de Professor Auxiliar). a) A apresentação dos documentos comprobatórios dos títulos inseridos no Curriculum Vitae e no Memorial e/ou as suas atualizações poderão ser posteriores ao resultado da prova teóricoprática ou escrita e antes do início da segunda prova do concurso. b) Os documentos comprobatórios inseridos no Curriculum Vitae e no Memorial deverão estar autenticados, ou, se preferir, o candidato poderá apresentar o original e uma cópia para ser autenticada pela Unidade Universitária. 4.5. Valor da taxa de inscrição:
a) Professor Auxiliar b) Professor Assistente c) Professor Adjunto R$ 95,00 (noventa e cinco reais) R$ 100,00 (cem reais) R$ 115,00 (cento e quinze reais)

4.6. Antes de efetuar o pagamento, o candidato deverá certificar-se de que preenche todos os requisitos exigidos para a participação no concurso e que está de acordo com as normas estabelecidas neste Edital. 4.7. Não será aceita, em hipótese alguma, inscrição condicionada ou que não atenda aos requisitos deste Edital. 4.8. Os dados informados no ato da inscrição e o pagamento da taxa serão de responsabilidade exclusiva do candidato.

Este documento pode ser verificado no endereço eletrônico http://www.in.gov.br/autenticidade.html, pelo código 00032012091700091

Documento assinado digitalmente conforme MP n o 2.200-2 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil.

92

ISSN 1677-7069

3
7.4. Em nenhuma das provas do concurso será admitida a comunicação direta ou indireta entre os candidatos. 7.5. Da Prova Teórico-prática 7.5.1. A prova teórico-prática, quando aplicada, terá por objetivo avaliar a competência do candidato na utilização de conceitos e técnicas na execução de projetos, textos e obras na área de conhecimento em exame. 7.5.1.1. As normas complementares, de acordo com o § 9º, art. 15, da Resolução 11/10, desta Universidade, encontram-se no anexo III, publicado em www.concursos.ufba.br. 7.5.2. A prova teórico-prática, quando aplicada, por seu caráter eliminatório, será a primeira prova do concurso. 7.5.3. Respeitadas as peculiaridades de cada área, será sorteado um único ponto para todos os candidatos, no que se refere à prova teórico-prática. 7.5.4. O sorteio do ponto para a prova teórico-prática, será efetuado pelo Presidente da Comissão Julgadora. 7.5.5. Sorteado o ponto, o candidato deverá requisitar, por escrito, os recursos materiais e humanos necessários à realização da prova, dentro de padrões definidos pela Congregação da Unidade Universitária, disponíveis para conhecimento dos candidatos na respectiva Unidade e inseridos no endereço eletrônico da UFBA quando da divulgação da homologação das inscrições. 7.5.6. No decorrer da prova, o candidato poderá informar à Comissão Julgadora o que está realizando, bem como requisitar material adicional, desde que o pedido seja justificado, conforme os padrões estabelecidos pela Congregação da Unidade Universitária. 7.5.7. Concluída a prova, o candidato apresentará relatório, contendo a descrição dos trabalhos realizados, bem como a fundamentação e a interpretação dos resultados obtidos. 7.5.8. A Comissão Julgadora reunir-se-á, privadamente, para avaliar as provas e emitir o seu juízo quanto às mesmas. 7.5.9. Será considerado aprovado o candidato que obtiver nota igual ou superior a 7 (sete), na escala de 0 (zero) a 10 (dez), da maioria dos membros da comissão julgadora. 7.5.10. A regulamentação e os critérios de avaliação da prova téorico-prática serão definidos em normas complementares aprovadas pela Congregação da Unidade Universitária interessada, e publicadas no endereço eletrônico da UFBA, quando da publicação do Edital. 7.5.11. O resultado da prova teórico-prática será divulgado em sessão pública da Congregação, e publicado em local visível da Unidade Universitária. 7.6. Da Prova Escrita 7.6.1. A prova escrita, quando aplicada, será destinada a avaliar os conhecimentos do candidato, assim como sua capacidade de expressão em linguagem técnica. 7.6.2. A prova escrita, quando aplicada, por seu caráter eliminatório, será a primeira prova do concurso. 7.6.3. O sorteio do ponto para prova escrita será efetuado pelo Presidente da Comissão Julgadora. 7.6.4. A duração máxima da prova escrita será de 5 (cinco) horas, incluído o tempo para a consulta bibliográfica, a ser fixado pela Congregação. 7.6.5. No julgamento da prova escrita, cada membro da Comissão Julgadora atribuirá sua nota considerando os critérios estabelecidos pela Congregação, que devem atender inclusive, I - Capacidade analítica e crítica no desenvolvimento do tema; II - Clareza no desenvolvimento das idéias e conceitos; III - Capacidade de expressão de acordo com o padrão previsto para a escrita acadêmica. 7.6.6. A Comissão Julgadora reunir-se-á, privadamente, para avaliar as provas e emitir o seu juízo quanto às mesmas. 7.6.7. Será considerado aprovado o candidato que obtiver nota igual ou superior a 7 (sete) , na escala de 0 (zero) a 10 (dez), da maioria dos membros da Comissão Julgadora. 7.6.8. O resultado da prova escrita será divulgado em sessão pública da Congregação e publicado em local visível da Unidade Universitária. 7.7. Da Prova Didática 7.7.1. A prova didática terá como objetivo avaliar o candidato quanto ao domínio do assunto, à sua capacidade de comunicação e de organização do pensamento, à coerência com o plano de aula apresentado e à metodologia empregada. 7.7.2. A prova didática será realizada em tantas sessões públicas quantos forem os candidatos aprovados na prova teórico-prática ou escrita. 7.7.3. A prova didática deverá ser gravada em áudio ou áudio/vídeo para efeito de registro. 7.7.4. A ordem de apresentação dos candidatos será definida por sorteio, realizado antes do horário previsto para a primeira apresentação. 7.7.5. O sorteio de que trata o item anterior será efetuado por cada candidato, de acordo com a ordem de inscrição no concurso. 7.7.6. Cada candidato sorteará o ponto de sua prova Didática duas horas antes do horário previsto para sua apresentação. 7.7.7. Imediatamente após o sorteio referido no item anterior, os candidatos entregarão os respectivos planos de aula, eliminando-se os candidatos que não o fizerem. 7.7.8. Cada candidato disporá para apresentação de sua aula de um mínimo de 50 (cinqüenta) minutos e um máximo de 60 (sessenta) minutos, sendo vedada a presença dos demais candidatos. 7.7.9. No julgamento da prova Didática, cada membro da Comissão Julgadora atribuirá sua nota considerando os critérios estabelecidos pela Congregação, que devem atender inclusive:

Nº 180, segunda-feira, 17 de setembro de 2012
I - a coerência entre os objetivos previstos no plano de aula e os conteúdos desenvolvidos; II - o desempenho didático e utilização adequada do tempo; III - comunicação, clareza e objetividade. 7.8. Da Prova de Títulos 7.8.1. O julgamento da prova de títulos, para os candidatos a todas as classes, basear-se-á na apresentação do Curriculum vitae. 7.8.2. Para a aferição de pontos serão considerados apenas os títulos devidamente comprovados, ver item 4.4, III, a,b. 7.8.3. A Comissão Julgadora pontuará os títulos de que trata o caput deste artigo, tendo como base um barema, elaborado pela Congregação da Unidade Universitária, disponível para conhecimento dos candidatos na respectiva Unidade e inserido no endereço eletrônico da UFBA, juntamente com a divulgação da homologação das inscrições. 7.8.4. Os títulos serão classificados em: I - acadêmicos; II - científicos, artísticos e literários; III - didáticos; IV - administrativos; V - profissionais. 7.8.5. São títulos acadêmicos: I - livre-docência; II - doutorado; III - mestrado; IV - especialização, aperfeiçoamento ou outro de nível equivalente; V - monitoria e bolsas oficiais; VI - pesquisa ou estágio que exceda os requisitos de graduação; VII - participação em cursos em que tenha havido verificação formal de aprendizagem e de frequência; VIII - bolsas de estudo e de pesquisa conferidas por instituições de formação de recursos humanos e de fomento à pesquisa, bem como de intercâmbio cultural de alto nível. 7.8.6. São considerados títulos científicos, artísticos ou literários aqueles relativos a publicações em livros ou periódicos especializados, trabalhos escritos apresentados em reuniões científicas e realizações/execuções de obras de arte. 7.8.6.1. No julgamento de cada um desses títulos, a Comissão Julgadora considerará a sua relevância com relação ao nível proposto e à área de conhecimento objeto do concurso. 7.8.7. Por títulos didáticos, entendem-se as atividades de ensino, de orientação de trabalhos acadêmicos, de autoria de textos didáticos e de divulgação científica, artística ou literária. 7.8.8. Por títulos administrativos, entendem-se as atividades de direção, assessoramento, chefia, coordenação ou assistência, além de outras previstas na legislação vigente. 7.8.8.1. Parágrafo único - No julgamento desses títulos, a Comissão Julgadora levará em consideração a natureza e a duração da atividade administrativa, bem como outros indicadores que forem julgados pertinentes. 7.8.9. Por títulos profissionais, serão entendidas as atividades efetivamente realizadas, podendo-se também aceitar como título dessa natureza a prova de associação a órgãos acadêmicos, científicos e profissionais, bem como o exercício da direção desses órgãos. 7.8.9.1. Os títulos enumerados neste artigo somente serão aceitos quando relacionados com a área de atuação profissional do candidato e corresponderem ao nível proposto. 7.9. Do Memorial 7.9.1. O Memorial, (item 4.4, III a,b), deverá, de forma discursiva e circunstanciada, conter: I - a descrição e a análise da produção científica, artística e cultural, das atividades didáticas, de extensão, de formação, administrativas e de orientação na área do concurso ou em áreas correlatas; II - a descrição de outras atividades relacionadas às áreas de conhecimento em exame; III - as perspectivas de trabalho, projetos acadêmicos e possíveis contribuições para o desenvolvimento institucional. 7.9.2. A defesa do Memorial terá duração de até 3 (três) horas. 7.9.2.1. O candidato deverá dispor de um prazo máximo de 60 (sessenta) minutos para a apresentação do Memorial e os membros da Comissão Julgadora deverão dispor de até 20 (vinte) minutos, cada um, para seus questionamentos, sendo garantido ao candidato tempo equivalente para suas respostas. 7.9.2.2. A defesa do Memorial deverá ser gravada em áudio ou áudio/vídeo para efeito de registro. 7.9.3. No julgamento do Memorial, os membros da Comissão Julgadora pesarão, levando em conta o cargo visado: I - a relevância da vida acadêmica e profissional do candidato e sua dedicação a essa atividade; II - a coerência da trajetória percorrida pelo candidato na sua vida acadêmica; III - o domínio e a atualização do candidato quanto ao tema do concurso; IV - a capacidade de liderança universitária do candidato; V - a capacidade de contribuir para o desenvolvimento institucional. 8. Da Comissão Julgadora 8.1. Nos concursos referentes aos cargos de Professor Auxiliar e Professor Assistente, as Comissões Julgadoras serão compostas por três professores ou ex-professores de instituições de ensino superior ou de pesquisa, de classe superior à do concurso, que lecionem ou lecionaram componentes curriculares na área de conhecimento do concurso, previstos dois suplentes, sendo que dois membros titulares e um dos suplentes serão de outras instituições.

4.9. Será cancelada a inscrição do candidato que tenha efetuado pagamento do valor da inscrição através de cheque e este seja devolvido, por qualquer motivo. 4.10. A qualquer tempo poderão ser anuladas a inscrição, as provas, a nomeação e a posse do candidato, quando constatada a falsidade em qualquer declaração prestada e/ou qualquer irregularidade nas provas ou em documentos apresentados. 4.11. Em nenhuma hipótese haverá devolução da quantia paga a título de inscrição, salvo em caso de cancelamento do concurso por conveniência da Administração ou motivo de força maior. 4.12. Não será válida a inscrição cujo pagamento seja realizado em desacordo com as condições previstas neste Edital. 4.13. A homologação das inscrições aprovadas pela Congregação será imediatamente publicada em local visível da Unidade Universitária, bem como inserida no endereço www.concursos.ufba.br 4.14. O candidato poderá interpor recurso, devidamente fundamentado, indicando com precisão os pontos a serem examinados, mediante requerimento dirigido ao Diretor da Unidade Universitária e protocolizado na Secretaria da Unidade, no prazo de 10 (dez) dias, a partir da publicação da homologação de inscritos, no endereço www.concursos.ufba.br. 4.14.1. Os recursos serão julgados pela Congregação de cada Unidade Universitária. 4.14.2. Não será aceito recurso via postal, via fac-símile ou correio eletrônico. 4.14.3. Recursos inconsistentes e extemporâneos serão indeferidos preliminarmente. 4.14.4. O resultado dos recursos estará à disposição dos interessados na Secretaria de cada Unidade Universitária. 5. Dos Requisitos Básicos para a Investidura nos Cargos 5.1. O candidato deverá: a) ter sido aprovado no concurso público; b) ser brasileiro nato ou naturalizado ou ainda, no caso de estrangeiro, estar em situação regular no país, por intermédio de visto permanente que o habilite inclusive a trabalhar no território nacional. No caso de ter nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, nos termos do § 1º do art. 12 da Constituição Federal. c) ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo; d) não acumular cargos, empregos e funções públicas, assegurada a hipótese de opção dentro do prazo para posse previsto no art. 133 da Lei n° 8.112/90; e) estar quite com as obrigações militares e eleitorais; f) estar em gozo dos direitos políticos; g) possuir o diploma de graduação e a titulação de pósgraduação específica para a classe a que concorre. h) não ter sofrido, no exercício da função pública, penalidade incompatível com a investidura em cargo público federal, prevista no art. 137, parágrafo único, da Lei nº 8.112/90; i) não ter sofrido, no exercício da função pública, as penalidades previstas nos art. 117, IX e XI, da Lei n nº 8.112/90, que incompatibilizam o ex-servidor para nova investidura em cargo público federal pelo prazo de cinco anos; j) não estar em débito com o erário; k) não receber proventos de aposentadoria que caracterizem acumulação ilícita de cargos, na forma do art. 37, inciso XVI, da Constituição Federal; l) no momento da posse, possuir os títulos exigidos, emitidos por instituição de ensino superior, reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC); ou por instituição de ensino superior estrangeira, devidamente revalidados e registrados no Brasil. 5.2. O candidato de nacionalidade estrangeira deverá ter fluência na língua portuguesa comprovada mediante a apresentação de certificado de proficiência em língua portuguesa fornecido pelo CELPE-BRAS (MEC - Ministério da Educação- http://portal.mec.gov.br/sesu/). 6. Do Processo Seletivo 6.1. O concurso constará das seguintes provas 6.1.1. para a classe de Professor Auxiliar: I - teórico-prática ou escrita, com peso quatro e de caráter eliminatório e classificatório; II - didática, com peso quatro e de caráter classificatório; III - de títulos, com peso dois e de caráter classificatório. 6.1.2. para as classes de Professor Assistente e de Professor Adjunto: I - teórico-prática ou escrita, com peso três e de caráter eliminatório e classificatório; II - didática, com peso três e de caráter classificatório; III- de títulos, com peso dois e de caráter classificatório; IV - defesa de Memorial, com peso dois e de caráter classificatório. 7. Da Realização das Provas 7.1. Os concursos serão realizados na UFBA, em datas a serem divulgadas, através do endereço www.concursos.ufba.br, respeitando-se o período de 30/10/2012 a 31/12/2013. 7.2. Para as provas teórico-prática, escrita e didática, a Congregação aprovou, ver anexo II, lista de seis a dez pontos, versando sobre itens dos programas de disciplinas da área de conhecimento do concurso. 7.3. Os candidatos portadores de necessidades especiais devem informar à Direção da Unidade Universitária, com antecedência mínima de 10 (dez) dias úteis, do início da primeira prova, sobre qual(is) cuidado(s) deve(m) ser planejado(s) ou previamente executados para garantia do pleno atendimento dos seus direitos, desde que estes não interfiram ou alterem a equidade do concurso em relação aos outros candidatos.

Este documento pode ser verificado no endereço eletrônico http://www.in.gov.br/autenticidade.html, pelo código 00032012091700092

Documento assinado digitalmente conforme MP n o 2.200-2 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil.

Nº 180, segunda-feira, 17 de setembro de 2012
8.1.1. Os membros titulares e seus suplentes serão escolhidos pela Congregação da Unidade Universitária, a partir de uma lista de oito nomes sugeridos pelo Departamento proponente ou instância equivalente, sendo três da UFBA e cinco de outras instituições. 8.2. Nos concursos referentes ao cargo de Professor Adjunto, as Comissões Julgadoras serão compostas por três professores ou exprofessores de instituições de ensino superior ou de pesquisa de classe superior ou equivalente à do concurso, que lecionem ou lecionaram componentes curriculares na área de conhecimento do concurso, previstos dois suplentes, sendo que dois membros titulares e um dos suplentes serão de outras instituições. 8.2.1. Os membros titulares e seus suplentes serão escolhidos pela Congregação da Unidade Universitária, a partir de uma lista de oito nomes sugeridos pelo Departamento proponente ou instância equivalente, sendo três da UFBA e cinco de outras instituições. 8.3. A participação de docentes e/ou ex-docentes nas bancas examinadoras, previstas nos itens 8.1 e 8.2, pertencentes à carreira de magistério diferente de Magistério Superior ou da classe de Professor Titular do Sistema Federal de Educação será possível quando houver equivalência da titulação, por proposta do Departamento proponente ou instância equivalente e decisão da Congregação. 8.4. Não poderá participar de Comissão Julgadora: I - cônjuge ou companheiro de candidato, mesmo que divorciado ou separado judicialmente; II - ascendente ou descendente de candidato ou colateral até o terceiro grau, seja o parentesco por consanguinidade, afinidade ou adoção; III - sócio de candidato em atividade profissional ou co-autor de trabalho científico ou profissional ; IV - orientador ou co-orientador acadêmico do candidato, em nível igual ou superior ao de Mestrado; V - outras situações de impedimento ou suspeição previstas na legislação vigente. 8.4.1. Cada membro da Comissão Julgadora deverá firmar declaração escrita de que não se enquadra em nenhuma das condições de impedimento descritas no item 8.4. 8.5. A Comissão Julgadora terá sua composição divulgada no endereço eletrônico da UFBA com antecedência mínima de 20 (vinte) dias da realização das provas. 8.5.1. Os candidatos terão até 10 (dez) dias após a divulgação da composição da Comissão Julgadora para solicitar o impedimento de algum membro da mesma, devidamente fundamentado, via Protocolo da Secretaria da Unidade Universitária, exclusivamente com base no estabelecido no item 8.4. 8.5.2. Caso a Congregação da Unidade Universitária dê provimento, em grau de recurso, ao impedimento, deverá de imediato proceder à substituição do membro da Comissão Julgadora, respeitando o estabelecido no item 8.4. 8.5.3. Será considerada definitiva a Comissão Julgadora quando a solicitação de impedimento não tiver provimento ou quando, ultrapassado o prazo indicado no item 8.5.1, não tenha ocorrido arguição contra sua composição. 9. Da Avaliação das Provas e da Classificação 9.1. Para cada uma das provas, os examinadores atribuirão notas, obedecendo à escala de 0 (zero) a 10 (dez), que serão consignadas em cédulas apropriadas, e emitirão pareceres por escrito, que deverão ser divulgados em sessão pública da Congregação. 9.2. A apuração das notas para habilitação e classificação dos candidatos que tenham sido aprovados na prova eliminatória (teóricoprática ou escrita) obedecerá às seguintes normas: 9.2.1. Será considerado habilitado o candidato que alcançar, da maioria dos examinadores, a nota final mínima 7 (sete); 9.2.2. Cada examinador fará a classificação dos candidatos, de acordo com as notas finais por ele atribuídas; 9.2.3. A nota final atribuída a cada candidato por cada examinador será a resultante da média ponderada das notas das provas, considerados os pesos previstos nos itens 6.1.1. e 6.1.2.; 9.2.4. Para efeito do disposto no item 9.2.2. o próprio examinador decidirá a sua classificação no caso de haver empate em notas finais atribuídas a candidatos distintos; 9.2.5. Será indicado como primeiro colocado o candidato que obtiver o maior número de indicações como primeiro lugar entre os examinadores; 9.2.6. Em caso de empate no número de indicações, será considerado como primeiro colocado o candidato que obtiver a maior média aritmética das notas finais atribuídas pelos examinadores; 9.2.7. Persistindo o empate, o desempate será efetuado a partir da média aritmética das notas atribuídas às provas ordenadas abaixo, utilizando-se a prova seguinte somente quando persistir empate pelo critério da prova anterior: a) prova escrita ou teórico-prática; b) prova didática; c) defesa de Memorial; d) defesa de Tese ou Conferência; e) prova de títulos. 9.2.7.1. Caso ainda persista o empate, a indicação do primeiro colocado será feita pela Congregação, de acordo com a legislação em vigor; 9.2.8. Excluído o primeiro colocado, será adotado o mesmo procedimento para definir, sucessivamente, as demais classificações dos candidatos aprovados. 9.2.9. Todos os cálculos utilizados para obter a nota final atribuída a cada candidato serão considerados até a segunda casa decimal, desprezando-se as demais casas. 10. Da Homologação do Resultado das Provas e dos Recursos 10.1. A Comissão Julgadora elaborará relatório final contendo as diversas avaliações e pareceres dos seus membros, referentes aos candidatos e, em exposição sucinta, narrará os fatos e as provas do concurso, justificando a(s) indicação(ões), se houver.

3
10.2. O relatório final da Comissão Julgadora deverá ser submetido à Congregação da Unidade Universitária para aprovação. 10.2.1. O relatório final poderá ser recusado pelo voto da maioria absoluta dos membros da Congregação em votação aberta. 10.2.2. Na hipótese da recusa, o relatório final será devolvido à Comissão Julgadora para retificação, importando em recusa definitiva e não homologação do concurso se mantido o relatório anterior. 10.3. O candidato poderá interpor recurso, devidamente fundamentado, indicando com precisão os pontos a serem examinados, mediante requerimento ao Diretor da Unidade Universitária e protocolizado na Secretaria, no prazo de 10 (dez) dias, a partir da publicação do resultado das provas. 10.3.1. Os recursos serão julgados pela Congregação da Unidade Universitária. 10.3.2. Não será aceito recurso via postal, via fac-símile ou correio eletrônico. 10.3.3. Recursos extemporâneos serão indeferidos preliminarmente. 10.3.4. O resultado dos recursos estará à disposição dos interessados na Secretaria da Unidade Universitária em até 30 dias. 11. Do Resultado Final e da Nomeação e Posse 11.1. O relatório final homologado pela Congregação da Unidade Universitária será encaminhado à Comissão Permanente de Pessoal Docente - CPPD, para análise e parecer sobre os aspectos formais do concurso. 11.2. A UFBA homologará e publicará, no Diário Oficial da União, a relação dos candidatos aprovados no certame, de acordo com o Anexo II do Decreto nº 6.944/09, por ordem de classificação. 11.2.1. Os candidatos não classificados no número máximo de aprovados de que trata o Anexo II do Decreto nº 6.944/09, ainda que tenham atingido nota mínima, estarão automaticamente reprovados no concurso público. 11.2.2. Nenhum dos candidatos empatados na última classificação de aprovados serão considerados reprovados. 11.3. Os candidatos classificados no concurso e devidamente homologados serão nomeados no nível inicial do respectivo Cargo da Carreira do Magistério Superior, mediante Portaria publicada no Diário Oficial da União, consideradas as vagas existentes na área do conhecimento a que concorreram, seguindo rigorosa ordem de classificação. 11.4. Somente poderá ser empossado o candidato selecionado e homologado que for julgado apto física e mentalmente para o exercício do cargo, pela Perícia Médica da UFBA, na inspeção de saúde, de caráter eliminatório. 11.4.1. Serão convocados para a inspeção de saúde os candidatos homologados até o limite das vagas oferecidas para o seu cargo. 11.4.2. Os candidatos homologados convocados para nomeação deverão agendar o comparecimento ao Serviço Médico Universitário Rubens Brasil - SMURB. 11.4.2.1. Ao comparecer à inspeção de saúde para realização da avaliação clínica, psicológica e funcional, o candidato deverá estar munido dos seguintes exames complementares: a) para todos os candidatos: hemograma completo; glicemia de jejum; TGO; TGP; Gama GT; VDRL; Uréia; Creatinina; AgHbs, Anti-Hbc, Anti-Hcv, sumário de urina, exame oftalmológico completo; b) para as candidatas do sexo feminino: também, preventivo ginecológico e ultrassonografia pélvica; c) para os candidatos da área de saúde: também, Anti-HBS; AgHBS; anti-HCV; Rx de Tórax em PA. d) para as candidatas do sexo feminino, acima de quarenta anos: também, ECG, mamografia. e) para os candidatos do sexo masculino, acima de quarenta anos: também, PSA. 11.4.3. Os exames hematológicos, oftalmológico, ECG, preventivo ginecológico, ultrassonografia pélvica, devem ter sido realizados até 30 (trinta) dias antes da data do comparecimento ao SMURB, para realização da Perícia Médica. Os exames de imagem serão aceitos com até 90 dias da sua realização. 11.4.4. Durante a inspeção de saúde, poderão ser solicitados outros exames complementares, na dependência da necessidade de esclarecimento diagnóstico a critério da equipe de avaliação médica, bem como nas situações de exposição a riscos ocupacionais. 11.5. O candidato nomeado será convocado para a posse, que deverá ocorrer no prazo de 30 (trinta) dias, contados da publicação do ato de sua nomeação. 11.5.1. O candidato só poderá tomar posse mediante apresentação dos documentos originais a seguir relacionados: a) diploma de graduação, para todas as classes; b) no mínimo, o título de Mestre para a classe de Professor Assistente; c) título de Doutor ou de Livre-Docente para a classse de Professor Adjunto; d) documento oficial de Identidade, para brasileiros; e) prova de quitação com o serviço militar, para brasileiros; f) título de eleitor e prova de quitação com as obrigações eleitorais, para brasileiros; g) documento comprobatório de permanência regular no Brasil, para estrangeiros; h) os diplomas de graduação e os títulos de Mestre e Doutor expedidos por instituições de ensino superior nacionais, reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC), devidamente registrados, ou por universidades estrangeiras, devidamente revalidados e registrados; i) os títulos de Doutor obtidos na forma da legislação anterior à Lei nº 5.540, de 28/12/68; j) os títulos de Livre-Docente expedidos por instituições de ensino superior reconhecidas pelo Conselho Nacional de Educação;

ISSN 1677-7069

93

11.5.2. O candidato nomeado que não tomar posse no prazo estipulado terá sua nomeação tornada sem efeito, sendo convocado para substituí-lo o próximo candidato, obedecida a rigorosa ordem de classificação. 11.6. Os candidatos aprovados e nomeados deverão participar, obrigatoriamente, de curso de didática, programada pela CDH. 11.6.1. Serão dispensados de participar do curso, os candidatos que comprovarem formação na área de didática ou de metodologia de ensino. 12. Das Disposições Gerais 12.1. O candidato que não comparecer a qualquer uma das etapas do concurso será considerado desistente, sendo automaticamente reprovado no concurso. 12.2. O prazo de validade do concurso será de 1 (um) ano contado a partir da data da publicação da homologação do concurso no Diário Oficial da União, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Administração. 12.3. É de responsabilidade do candidato homologado, tomar conhecimento deste Edital, seus aditivos, suas retificações, convocações, e ainda, manter o endereço atualizado junto à Coordenação de Desenvolvimento Humano pelo email: cdh@ufba.br 12.4. Os candidatos nomeados para as Áreas de Conhecimento constantes no Anexo I deste Edital poderão ministrar aulas em disciplinas consideradas afins, a critério da Unidade Universitária. 12.5. O candidato, aprovado, homologado, nomeado e empossado, logo, servidor, somente poderá ser removido e/ou redistribuído depois de decorridos três anos de efetivo exercício e/ou ter adquirido a estabilidade nos termos do artigo 21 da Lei nº 8.112/90, com a nova redação dada pela Emenda Constitucional nº 19, salvo conveniência e interesse da administração. 12.6. O candidato homologado e não nomeado, poderá ser aproveitado por outra Instituição Federal de Ensino Superior, somente a critério desta Universidade. 12.7 Os candidatos não aprovados deverão retirar, no local de aplicação das provas, a documentação entregue por ocasião da inscrição, no prazo de até 60 dias após a publicação da homologação no Diário Oficial da União. Após esta data, serão incinerados. 12.8. Os casos omissos serão resolvidos pela Congregação da respectiva Unidade Universitária. 12.9. A íntegra deste Edital está disponível na Internet, no endereço www.concursos.ufba.br. DORA LEAL ROSA ANEXO I Campus de Barreiras INSTITUTO DE CIÊNCIAS AMBIENTAIS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL - ICADS Área de Conhecimento: Geografia Física Classe: Assistente RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação em Geografia e Mestrado em Geografia ou áreas afins. Área de Conhecimento: Ensino de Química/Química Geral Classe: Assistente RT: DE Vagas: 01 Titulação: Licenciatura em Química e Mestrado em Química com trabalhos na área do concurso ou Mestrado em Ensino de Química ou Mestrado em Ensino de Ciências com área de concentração em Ensino de Química ou Mestrado em Educação com dissertação defendida na área de Ensino de Química. Área de Conhecimento: Filosofia Geral Classe: Assistente RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação em qualquer área do conhecimento e Mestrado em Filosofia. Área de Conhecimento: Psicologia Geral Classe: Assistente RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação em Psicologia e Mestrado em Psicologia ou áreas afins. Área de Conhecimento: Estruturas Classe: Assistente RT: DE Vagas: 02 Titulação: Graduação em Engenharia Civil e Mestrado na área do concurso. Área de Conhecimento: Projetos de Saneamento Classe: Assistente RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação em Engenharia e Mestrado em Saneamento ou áreas afins. Área de Conhecimento: Construção Civil Classe: Assistente RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação em Engenharia Civil e Mestrado na área do concurso. Área de Conhecimento: Matemática Classe: Assistente RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação em Matemática ou áreas afins e Mestrado em Matemática Pura ou Matemática Aplicada. Área de Conhecimento: Matemática/Estatística Classe: Assistente RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação em Matemática ou áreas afins e Mestrado em Estatística ou Estatística Experimental ou Modelagem Computacional. Área de Conhecimento: Física Geral Classe: Assistente RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação em Física e Mestrado em Física. Área de Conhecimento: Física Geral/Ensino de Física Classe: Assistente RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação em Física e Mestrado em Ensino de Física ou Ensino de Ciências ou Ensino ou Educação ou Educação para Ciências ou Astronomia ou Física. Campus de Vitória da Conquista

Este documento pode ser verificado no endereço eletrônico http://www.in.gov.br/autenticidade.html, pelo código 00032012091700093

Documento assinado digitalmente conforme MP n o 2.200-2 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil.

94

ISSN 1677-7069

3
ESCOLA DE MÚSICA DEPARTAMENTO: MÚSICA Área de Conhecimento: Música/Oboé Classe: Auxiliar RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação em Música ESCOLA POLITÉCNICA DEPARTAMENTO: ENGENHARIA MECÂNICA Área de Conhecimento: Sistemas Mecânicos Classe: Adjunto RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação em Engenharia Mecânica. Doutorado em Engenharia Mecânica. DEPARTAMENTO: CIÊNCIA E TECNOLOGIA DOS MATERIAIS Área de Conhecimento: Materiais de Construção Classe: Assistente RT: 20h Vagas: 01 Titulação: Graduação em Engenharia ou áreas afins. Mestrado em Engenharia ou áreas afins. DEPARTAMENTO: CONSTRUÇÃO E ESTRUTURAS Área de Conhecimento: Construção Civil Classe: Adjunto RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação em Engenharia Civil. Doutorado em Engenharia Civil ou áreas afins. FACULDADE DE FARMÁCIA DEPARTAMENTO: ANÁLISES BORMATOLÓGICAS Área de Conhecimento: Bromatologia Classe: Adjunto RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação em Farmácia, Doutorado em Ciência de Alimentos ou áreas afins. FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO: CIÊNCIA POLÍTICA Área de Conhecimento: Teoria Política Classe: Adjunto RT: DE Vagas: 01 Titulação: Doutorado em Ciência Política ou áreas afins. DEPARTAMENTO: SOCIOLOGIA Área de Conhecimento: Teoria Social Contemporânea com ênfase em sociologia urbana Classe: Adjunto RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação em Ciências Sociais ou áreas afins. Mestrado e doutorado em Ciências Sociais. FACULDADE DE MEDICINA DA BAHIA DEPARTAMENTO: MEDICINA E APOIO DIAGNÓSTICO Área de Conhecimento: MED-224 - Imunologia Classe: Assistente RT: 20 H Vagas: 01 Titulação: Graduação e Mestrado em Medicina ou título superior. DEPARTAMENTO: PEDIATRIA Área de Conhecimento: MED-231 - Internato I em Pediatria, com ênfase em Saúde Mental Infanto-Juvenil Classe: Auxiliar RT: 40H Vagas: 01 Titulação: Especialização na área de Psiquiatria. Área de Conhecimento: MED-245 - Internato II em Pediatria, com ênfase em Cardiologia Pediátrica Classe: Assistente RT: 20 H Vagas: 01 Titulação: Mestrado em Medicina. FACULDADE DE ODONTOLOGIA DEPARTAMENTO: PROPEDÊUTICA E CLÍNICA INTEGRADA Área de Conhecimento: Clínica Integrada/Endodontia Classe: Adjunto RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação em Odontologia, Doutorado em Endodontia ou Doutorado em Odontologia com área de concentração e/ou especialização em Endodontia. DEPARTAMENTO: CLÍNICA ODONTOLÓGICA Área de Conhecimento: Prótese Dentária Classe: Assistente RT: 40H Vagas: 02 Titulação: Graduação em Odontologia, Mestrado ou Doutorado em Prótese Dentária ou Mestrado ou Doutorado em Odontologia com área de concentração e/ou especialização em Prótese Dentária, Reabilitação Oral ou Prótese Bucomaxilofacial. INSTITUTO DE BIOLOGIA DEPARTAMENTO: BOTÂNICA Área de Conhecimento: Sistemática de Criptogamas Classe: Adjunto RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduado em Ciências Biológicas, Doutorado em Botânica, Área de Sistemática de Criptogamas, e que tenha publicações na área do concurso que perfaçam 300 pontos na área de Biodiversidade da CAPES, nos últimos 5 anos. DEPARTAMENTO: ZOOLOGIA Área de Conhecimento: Ecologia e Conservação de Vertebrados Classe: Adjunto RT: DE Vagas: 01 Titulação: Doutor com tema de tese de doutorado e produção acadêmica na área do concurso. Área de Conhecimento: Sistemática e Biogeografia de Aves e Mamíferos Classe: Adjunto RT: DE Vagas: 01 Titulação: Doutor com tese e produção dos últimos 05 (cinco) anos na área do concurso. INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO: BIOFUNÇÃO Área de Conhecimento: Instrumentalização e Tecnologia da Informação Científica: Bioestatística e Planejamento Experimental, Informática Aplicada à Fisioterapia e Metodologia da Pesquisa Científica. Classe: Assistente RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação em Fisioterapia e Pós-graduação Stricto Sensu nas áreas de Ciências da saúde

Nº 180, segunda-feira, 17 de setembro de 2012
DEPARTAMENTO: BIOMORFOLOGIA Área de Conhecimento: Anatomia e Neuroanatomia Humanas Classe: Adjunto RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação em Ciências da Saúde ou Ciências Biológicas. Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências Morfológicas ou Ciências da Saúde com publicação científica e experiência acadêmica comprovada na matéria do concurso. Área de Conhecimento: Anatomia Humana Classe: Assistente RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação em Ciências da Saúde ou Ciências Biológicas, Mestrado em Ciências Morfológicas ou Ciências da Saúde com experiência didática comprovada na área de Anatomia Humana. INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS DEPARTAMENTO: OCEANOGRAFIA Área de Conhecimento: Pedologia Classe: Adjunto RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação em Geologia, Geografia ou Engenharia Agronômica, com doutorado em áreas afins, com pesquisa e produção nas áreas de Pedologia e/ou Geomorfologia. INSTITUTO DE HUMANIDADES, ARTES E CIÊNCIAS PROFESSOR MILTON SANTOS Área de Conhecimento: Campo da Saúde, saberes e Práticas Classe: Adjunto RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação e Doutorado em Saúde ou áreas afins. Área de Conhecimento: Métodos Quantitativos em Ciência e Tecnologia Classe: Adjunto RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação em Física, Matemática ou Engenharia, com Doutorado na área de Ciências Exatas. Área de Conhecimento: Fundamentos de Computação Classe: Adjunto RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação em Ciência da Computação ou Engenharia da Computação ou Sistemas de Informação, com Doutorado na área de Ciências Exatas. INSTITUTO DE MATEMÁTICA DEPARTAMENTO: MATEMÁTICA Área de Conhecimento: Matemática Classe: Assistente RT: DE Vagas: 01 Titulação: Mestrado em Matemática ou Doutorado em Matemática. Área de Conhecimento: Álgebra e Lógica e Teoria dos Conjuntos Classe: Adjunto RT: DE Vagas: 02 Titulação: Doutor em Matemática ou Doutor em Lógica (Lógica Matemática) ou Doutor em Filosofia (Lógica Matemática). Área de Conhecimento: Geometria Diferencial, Sistemas Dinâmicos e Teoria Matemática da Probabilidade Classe: Adjunto RT: DE Vagas: 03 Titulação: Doutor em Matemática. Área de Conhecimento: Matemática Aplicada e Análise Classe: Adjunto RT: DE Vagas: 02 Titulação: Doutor em Matemática ou Doutor em Matemática Aplicada. DEPARTAMENTO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Área de Conhecimento: Mídias Computacionais e Web Classe: Adjunto RT: DE Vagas: 01 Titulação: Doutorado em Ciência da Computação, Informática, Sistemas de Informação ou áreas afins. DEPARTAMENTO: ESTATÍSTICA Área de Conhecimento: Estatística Matemática e Modelagem Classe: Assistente RT: DE Vagas: 02 Titulação: Graduação, Mestrado ou Doutorado em Estatística ou áreas afins. ANEXO II Campus de Barreiras INSTITUTO DE CIÊNCIAS AMBIENTAIS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL - ICADS Área de Conhecimento: Geografia Física Pontos: 1. Fatores e processos de formação dos solos; 2. Manejo e conservação do solo e da água em bacias hidrográficas; 3. Pedogeomorfologia na distinção de ambientes; 4. Domínios morfoclimáticos e sustentabilidade ambiental 5. Geografia Física e seus fundamentos teóricos e metodológicos; 6. Os processos climáticos atuantes e sua importância na formação do relevo; 7. Dinâmica de ambientes fluviais e análise de bacias hidrográficas; 8. Formação geológica e megageomorfologia do território brasileiro 9. Mapeamento geomorfológico: métodos, análise e aplicações; 10. Geomorfologia do Quaternário no Brasil. Área de Conhecimento: Ensino de Química/Química Geral Pontos: 1. Novas tecnologias e o Ensino de Química; 2. A experimentação no Ensino de Química; 3. Formação inicial e continuada de professores: realidades e perspectivas; 4. A abordagem epistemológica das ciências e sua importância na formação do professor; 5. O papel do livro didático no ensino de Química e de Ciências

INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR EM SAÚDE - IMS Área de Conhecimento: Nutrição Dietética e Nutrição Clínica Classe: Adjunto RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação em Nutrição e Doutorado em Ciências da Saúde ou Nutrição, com experiência mínima de um ano na área clínica. Campus Salvador ESCOLA DE BELAS ARTES DEPARTAMENTO: I - HISTÓRIA DA ARTE E PINTURA Área de Conhecimento: História da Arte; Área de concentração: História da Arte; Sub-área: História da Arte Classe: Assistente RT: DE Vagas: 02 Titulação: Mestre em artes visuais. Provas: Prova escrita, prova didática, defesa de memorial e prova de títulos. Área de Conhecimento: Desenvolvimento do Projeto de Decoração Ambiental; Área de concentração: Design; Sub-área: Design de Interiores Classe: Auxiliar RT: DE Vagas: 01 Titulação: Bacharel em Decoração, Design de interiores ou Composição de interiores Provas: Prova teórico-prática, prova didática e prova de títulos. Área de Conhecimento: Pintura; Área de Concentração: Artes Plásticas; Sub-Área: Pintura Classe: Auxiliar RT: DE Vagas: 01 Titulação: Bacharel em Artes Plásticas, Artes Visuais, Licenciado em Desenho e Plástica e Educação Artística. Provas: Prova teórico-prática, prova didática e prova de títulos. DEPARTAMENTO: II - EXPRESSÃO GRÁFICA E TRIDIMENSIONAL Área de Conhecimento: Desenho de Observação; Área de Concentração: Artes Plásticas; Sub-Área: Desenho de Observação Classe: Auxiliar RT: DE Vagas: 02 Titulação: Bacharel em Artes Plásticas, Artes Visuais, Licenciado em Desenho e Plástica e Educação Artística. Provas: Prova teórico-prática, prova didática e prova de títulos. Área de Conhecimento: Gravura; Área de concentração: Artes Plásticas; Sub-área: Gravura Classe: Auxiliar RT: DE Vagas: 02 Titulação: Bacharel em Artes Plásticas, Artes Visuais, Licenciado em Desenho e Plástica e Educação Artística. Provas: Prova teórico-prática, prova didática e prova de títulos. Área de Conhecimento: Fotografia; Área de concentração: Design e Artes Visuais; Sub-área: Fotografia Classe: Auxiliar RT: DE Vagas: 01 Titulação: Bacharel em Design, Desenho industrial, Publicidade, Bacharel em Artes Plásticas, Artes Visuais, Licenciado em Desenho e Plástica e Educação Artística. Provas: Prova teórico-prática, prova didática e prova de títulos. Área de Conhecimento: Cerâmica; Área de concentração: Artes Plásticas; Sub-área: Cerâmica Classe: Auxiliar RT: DE Vagas: 01 Titulação: Bacharel em Artes Plásticas, Artes Visuais, Licenciado em Desenho e Plástica e Educação Artística. Provas: Prova teórico-prática, prova didática e prova de títulos ESCOLA DE ENFERMAGEM DEPARTAMENTO: ENFERMAGEM COMUNITÁRIA (DECOM) Área de Conhecimento: Saúde Coletiva com ênfase em Gestão Classe: Adjunto RT: DE Vagas: 01 Titulação: Enfermeiro (a), doutor(a), com pelo menos uma pós-graduação na área de Gestão. Área de Conhecimento: Saúde Coletiva e o Cuidado em Enfermagem Classe: Assistente RT: DE Vagas: 02 Titulação: Enfermeiro (a), mestre, com pelo menos uma pósgraduação na área de Saúde Coletiva. DEPARTAMENTO: ENFERMAGEM MÉDICO-CIRÚRGICA E ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM (DEMCAE) Área de Conhecimento: Enfermagem no Cuidado à Saúde Mental Classe: Assistente RT: DE Vagas: 02 Titulação: Enfermeiro (a), mestre, com pelo menos uma pósgraduação na área de Saúde mental. ESCOLA DE MEDICINA VETERINÁRIA DEPARTAMENTO: PRODUÇÃO ANIMAL Área de Conhecimento: Anestesiologia de animais domésticos/Anestesiologia Veterinária Classe: Adjunto RT: DE Vagas: 01 Titulação: Graduação em Medicina Veterinária. Tema de Tese de Doutorado e produção científica na área do concurso. Provas: Prova teórico-prática, prova didática, prova de títulos, defesa de memorial

Este documento pode ser verificado no endereço eletrônico http://www.in.gov.br/autenticidade.html, pelo código 00032012091700094

Documento assinado digitalmente conforme MP n o 2.200-2 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil.

Nº 180, segunda-feira, 17 de setembro de 2012
6. O papel das teorias de aprendizagem no ensino de Química e de Ciências; 7. Análise crítica de currículos, programas e materiais de ensino de Química; 8. Forças intermoleculares, solubilidade, tensão superficial e viscosidade 9. Teorias de ácido e base; 10. O Movimento Ciência, Tecnologia, Sociedade e Ambiente (CTSA). Área de Conhecimento: Filosofia Geral Pontos: 1. Relação entre filosofia e ciência; 2. Visões clássicas da ética e da moral: eudemonismo, deontologia e utilitarismo; 3. Problemas contemporâneos de ética: bioética, ética animal e ética ambiental; 4. Filosofia e interdisciplinaridade; 5. Problemas de filosofia da educação; 6. Questões de antropologia filosófica; 7. Subjetividade e cultura em uma perspectiva filosófica; 8. Filosofia e arte. Área de Conhecimento: Psicologia Geral Pontos: 1. Fundamentos histórico-epistemológicos da psicologia; 2. Principais aspectos da Teoria da Cognição Social; 3. Teoria das representações sociais; 4. Sujeito, Subjetividade e Contemporaneidade; 5. A psicologia e os direitos humanos; 6. Processos socioculturais: principais abordagens e implicações nas práticas psicológicas; 7. Aprendizagem em diferentes contextos de intervenção psicológica; 8. Psicologia social contemporânea na perspectiva interdisciplinar; 9. A construção das subjetividades segundo as principais abordagens teóricas em Psicologia; 10. O papel da Psicologia na formação de professores Área de Conhecimento: Estruturas Pontos: 1. Ações, combinações e concepção da estrutura; valores e critérios para o pré-dimensionamento das estruturas de concreto armado; 2. Lajes maciças em concreto armado: definição, tipologias, métodos de cálculo, dimensionamento, detalhamento; 3. Vigas de concreto armado: definição, tipos, dimensionamentos à flexão e ao cisalhamento, detalhamento (armadura); 4. Torção em vigas: modelo resiliente, dimensionamento e verificações, detalhamento (armadura); 5. Pilares de concreto armado: definição, tipos, dimensionamentos, detalhamento (armadura); 6. Projeto de estruturas de aço e de madeira: estados limites últimos; solicitações normais, axiais e tangenciais. Área de Conhecimento: Projetos de Saneamento Pontos: 1. Projetos de sistemas de captação, adução e reservação de água de abastecimento; 2. Projetos de redes de distribuição de água de abastecimento; 3. Projetos de sistemas de tratamento de água de abastecimento; 4. Projetos de sistemas de coleta, transporte e destinação de águas residuárias; 5. Projetos de sistemas de tratamento de águas residuárias; 6. Aspectos construtivos de obras de saneamento. Área de Conhecimento: Construção Civil Pontos: 1. Concepção de projeto arquitetônico e sistemas construtivos para as edificações: vedações verticais e esquadrias; 2. Coberturas: estruturas e telhamentos; 3. Pinturas, impermeabilizações e revestimentos; 4. Empreendimento na construção civil e organização do canteiro de obras; 5. Planejamento, controle e orçamento de obras; 6. Relação das construções com o ambiente natural: construções ecológicas; 7. Construção energética, hidráulica, térmica e acusticamente eficiente. Área de Conhecimento: Matemática Pontos: 1. Homomorfismo de grupos; 2. Teorema Fundamental do Cálculo; 3. Topologia da reta; 4. Séries numéricas; 5. Espaço com produto interno; 6. Teoria Local das Curvas: Triedro de Frenet. Área de Conhecimento: Matemática/ Estatística Pontos: 1. Modelos lineares generalizados; 2. Teorema Fundamental do Cálculo; 3. Inferência estatística; 4. Análise de regressão; 5. Teoria das Probabilidades; 6. Diagonalização de operadores; 7. Séries numéricas. Área de Conhecimento: Física Geral Pontos: 1. Formalismo Lagrangeano; 2. Leis da termodinâmica; 3. Teoria Cinética dos gases; 4. Equações de Maxwell e ondas eletromagnéticas;

3
5. Equação de Schrödinger: interpretação e aplicações; 6. Bases experimentais da teoria da relatividade especial e postulados. Área de Conhecimento: Física Geral/ Ensino de Física Pontos: 1. Física Moderna e Contemporânea no Ensino Médio: tendências de investigação e perspectivas de abordagem em sala de aula; 2. Contribuições da História e da Filosofia da Ciência para o Ensino de Física; 3. Utilização da transposição didática no laboratório de Ensino de Física; 4. Princípios de Conservação na Mecânica Clássica; 5. Leis da termodinâmica; 6. Equações de Maxwell e ondas eletromagnéticas. Campus Vitória da Conquista INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR EM SAÚDE - IMS Área de Conhecimento: Nutrição Dietética e Nutrição Clínica Pontos: 1. Aplicações dos valores de Ingestão Dietética de Referência (DRI) no planejamento e avaliação dietética; 2. Biodisponibilidade de vitaminas e Minerais; 3. Alimentos funcionais e nutracêuticos: definições, Legislação e benefícios à saúde; 4. Guias alimentares e suas aplicações na alimentação saudável; 5. Aspectos nutricionais no processo do envelhecimento; 6. Metabolismo de proteínas e manejo nutricional na falência renal; 7. Imunonutrição e sua aplicabilidade na prática clínica; 8. Terapia nutricional em oncologia; 9. Metabolismo de Lipídios e manejo nutricional nas doenças cardiovasculares; 10. Fisiopatologia e abordagem nutricional nas doenças inflamatórias intestinais. Campus Salvador ESCOLA DE BELAS ARTES DEPARTAMENTO: I - HISTÓRIA DA ARTE E PINTURA Área de Conhecimento: História da Arte; Área de concentração: História da Arte; Sub-área: História da Arte Pontos: 1. A produção artística no Nordeste brasileiro considerandose as grandes linhas historiográficas sobre o Barroco Ocidental; 2. Discursos da arte moderna latino-americana e sua vigência como ruptura, resistência, transgressão e inovação; 3. Tradição acadêmica e formação artística entre fins do século XIX e primeiras décadas do XX; 4. Aproximações e divergências das produções artísticas do paleolítico superior na Europa e no Brasil; 5. Bases estético-filosóficas da linguagem clássica no olhar e fazer artístico ocidental; 6. A trajetória das práticas artísticas colaborativas no Brasil e suas articulações sociais, políticas e filosóficas com a cena contemporânea; 7. O Concretismo nas Américas e suas relações com os contextos políticoideológicos circunstanciais; 8. O corpo como tema e suporte na arte ocidental; 9. O "Glocal" na arte baiana da modernidade à contemporaneidade; 10. Repertórios, conceitos e recursos nas relações entre arte e tecnologia. Obs. Para a prova escrita será sorteado um ponto comum para todos os candidatos, sendo este automaticamente eliminado do conjunto de pontos para que não se repita na prova seguinte, a didática, onde cada candidato sorteará um ponto, podendo repetir-se. Área de Conhecimento: Desenvolvimento do Projeto de Decoração Ambiental; Área de concentração: Design; Sub-área: Design de Interiores. Pontos: 1. Design de interiores e decoração: conceitos e aplicações; 2. Etapas de elaboração projetual: referencial teórico, instrumental e produtos finais; 3. Etapas de execução do projeto de interiores em espaços residenciais, comerciais e de serviços: a obra e seus responsáveis; 4. O design de interiores na atualidade: o mobiliário e a aplicação dos materiais de confecção e acabamento e dos complementos decorativos; 5. O conforto ambiental e os recursos para sua maximização; 6. Design de interiores e suas interfaces com as artes visuais, cênicas, design gráfico e a museografia; 7. As cores e a iluminação aplicadas ao projeto de design de interiores; 8. A sustentabilidade e as tendências atuais no design de interiores; 9. A ergonomia no projeto de design de interiores; 10. Tradição, moda e anti-modismo no design de interiores. Área de Conhecimento: Pintura; Área de Concentração: Artes Plásticas; Sub-área: Pintura Pontos: 1. A cor: aspectos físicos, químicos e simbólicos; 2. Pigmentos, aglutinantes, veículos, cargas e suportes: da pré-história aos desafios da atualidade; 3. Técnicas aquosas e técnicas oleosas: história, conceitos, definições e procedimentos técnicos;

ISSN 1677-7069

95

4. O corpo humano, a fotografia e a pintura: diálogos possíveis na criação pictórica; 5. A natureza como referência na arte e no design: o modular e o não modular; 6. A pintura e a cidade; 7. A repetição modular como recurso na obra pictórica; 8. A modularidade na criação e produção artística em espaços públicos; 9. Materiais não tradicionais na pintura contemporânea. 10. Materialidade e imaterialidade na pintura. DEPARTAMENTO: II - EXPRESSÃO GRÁFICA E TRIDIMENSIONAL Área de Conhecimento: Desenho de Observação; Área de Concentração: Artes Plásticas; Sub-Área: Desenho de Observação Pontos: 1. Desenho de Observação. Conceito e princípios básicos para a sua construção. Planejamento, esboço e croquis. Fidelidade ao Modelo; 2. Composição do desenho. Organização dos elementos plásticos, construção da forma, concepção e compreensão do espaço; 3. Os elementos do desenho e sua aplicação na composição. Ponto, linha, cor, mancha, textura, ritmo equilíbrio; 4. Desenho da figura humana. Construção do esboço: proporção, movimento. Subjetividade entre a fidelidade ao modelo e o olhar de quem olha; 5. Desenho de Observação. As técnicas expressivas e relações entre o modelo e sua representação; 6. Construção das formas geométricas e arquitetônicas. Perspectiva, luz -sombra, cor; 7. Construções de formas geométricas. Aplicação dos elementos do desenho: Ponto, linha, cor, mancha, textura. Área de Conhecimento: Gravura; Área de concentração: Artes Plásticas; Sub-área: Gravura Pontos: 1. Técnicas de gravura: procedimentos e contribuições para a arte contemporânea; 2. A gravura na modernidade brasileira e suas relações com a arte internacional; 3. O "Atelier de gravura" do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro no final da década de 50 e início dos anos 60. Contribuições para a gravura brasileira contemporânea; 4. Contribuições dos artistas imigrantes para a gravura brasileira; 5. As técnicas de gravura e suas aplicações no design brasileiro; 6. A hibridização das técnicas da gravura no campo ampliado das novas tecnologias e da interdisciplinaridade; 7. A gravura na Bahia entre 1960 e 1970. Permanências, rupturas, contribuições à gravura no Brasil; 8. A gravura tradicional e a gravura expandida no âmbito da arte contemporânea e o diálogo entre a preservação e a renovação; 9. A gravura e a reprodutividade da imagem no mercado de arte na era das novas tecnologias; 10. A gravura Brasileira na contemporaneidade. Área de Conhecimento: Fotografia; Área de concentração: Design e Artes Visuais; Sub-área: Fotografia Pontos: 1. A câmera fotográfica: classificação e conceitos para analógicas e digitais; 2. Objetivas e filtros: classificação e características; 3. Iluminação natural e artificial: o processo de domínio da luz e os efeitos sobre a imagem; 4. Estúdio Fotográfico: espaço, equipamentos e produção da cena para construção da imagem; 5. A cópia fotográfica e os suportes do passado e presente; 6. Fotografia moderna e contemporânea: bases técnicas e conceituais. Abordagens teóricas na análise de fotografia a partir dos anos oitenta; 7. O processo fotográfico em base química e em base digital. Possibilidades técnicas e expressivas dos dois processos. Reconfigurações práticas teóricas com o advento da tecnologia digital; 8. A fotografia como suporte de informação nas rotinas produtivas da publicidade e do design; 9. Memória, arquivo e inventário. A fotografia como documento. Preservação e conservação; 10. Compreensão dos processos de produção fotográfica relacionada ao design gráfico: adequação técnica da fotografia para publicação em diferentes suportes. Área de Conhecimento: Cerâmica; Área de concentração: Artes Plásticas; Sub-área: Cerâmica Pontos: 1. Cerâmica artística e sua importância para o sistema das artes. História e procedimentos contemporâneos; 2. A cerâmica e a arte contemporânea. Tradição, atualização conceitual e tecnológica; 3. A cerâmica artística, popular, utilitária e decorativa. Conceitos e procedimentos técnicos; 4. Tratamento de superfície em objetos cerâmicos. Sua importância para objetos em design de produto e poéticas artísticas; 5. Os métodos de construção e o processo de sinterização aplicados à cerâmica. Implicações conceituais, ergonômicas, artísticas, utilitárias e toxicológicas; 6. A imagem da cerâmica artística e escultórica. Gênese e classificação tipológica; 7. A cerâmica contemporânea e sua contribuição para as linguagens artísticas híbridas; 8. Cerâmica artística e design do produto cerâmico. Classificação, importância e desenvolvimento;

Este documento pode ser verificado no endereço eletrônico http://www.in.gov.br/autenticidade.html, pelo código 00032012091700095

Documento assinado digitalmente conforme MP n o 2.200-2 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil.

96

ISSN 1677-7069

3
3. Metodologias de ensino para Oboé: alunos iniciantes e alunos avançados; 4. O Oboé no repertório orquestral; 5. O Oboé no repertório camerístico; 6. O Oboé no repertório solístico; 7. O repertório do Oboé nos séculos XX e XXI: técnicas e estilos. ESCOLA POLITÉCNICA DEPARTAMENTO: ENGENHARIA MECÂNICA Área de Conhecimento: Sistemas Mecânicos Pontos: 1.Modelagem matemática de sistemas mecânicos; 2.Vibrações livres e forçadas; 3.Transmissibilidade e isolação de vibrações; 4.Dinâmica de Mecanismos; 5.Resistência à fadiga dos metais; 6.Teoria de falhas por fadiga; 7.Eixos, mancais, engrenagens, molas, embreagens, freios e transmissões flexíveis; 8.Mecanismos articulados planos; 9.Cinética dos corpos rígidos nos movimentos planos e espaciais; 10.Dinâmica de sistemas mecânicos. DEPARTAMENTO: CIÊNCIA E TECNOLOGIA DOS MATERIAIS Área de Conhecimento: Materiais de Construção Pontos: 1.Estrutura cristalina e sua caracterização; 2.Imperfeições em sólidos cristalinos; 3.Propriedades mecânicas: testes de tração, dureza e impacto; 4.Mecânica da fratura, fadiga e fluência; 5.Mecanismos de elevação da resistência mecânica de materiais metálicos; 6.Princípios e aplicações da solidificação; 7.Diagramas de Fases e transformações de fases em metais; 8.Tratamentos térmicos e tratamentos termoquímicos de ligas metálicas; 9.Ligas metálicas não ferrosas; 10.Aços inoxidáveis e ferro fundido. DEPARTAMENTO: CONSTRUÇÃO E ESTRUTURAS Área de Conhecimento: Construção Civil Pontos: 1.Indicadores de Qualidade e Produtividade; 2.Gerenciamento de Obras; 3.Canteiro de Obras; 4.Execução de Estruturas de Concreto Armado (Infra e Superestrutura); 5.Revestimento e Pavimentação (Execução) 6.Orçamento de Obra; 7.Elementos de Vedação; 8.Coberturas; 9.Patologia das Construções; 10.Segurança na Construção. FACULDADE DE FARMÁCIA DEPARTAMENTO: ANÁLISES BORMATOLÓGICAS Área de Conhecimento: Bromatologia Pontos: 1. Estudo químico dos alimentos glicídios, importância funcional na saúde e principais métodos de análise; 2. Estudo químico dos alimentos lipídios, importância funcional na saúde e principais e métodos de análise; 3. Estudo químico dos alimentos protéicos, importância funcional na saúde e principais métodos de análise; 4. Estudo químico dos minerais e sua importância funcional na saúde e principais métodos de análise; 5. Estudo químico das vitaminas e sua importância funcional na saúde e principais métodos de análise; 6. Principais métodos de análise usados no controle de qualidade de alimentos como queijo, leite, óleos e gorduras, mel, farináceos, carnes em geral, café, vinho e vinagres, pescados entre outros; 7. Substâncias bioativas em alimentos e bebidas e principais métodos de análises; 8. Contaminantes químicos em alimentos, implicações na saúde e principais métodos de identificação e quantificação; 9. Padrões de identidade e qualidade de alimentos e bebidas (PIQ); 10. Aditivos alimentares, implicações na saúde, legislação e principais métodos de análise. FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO: CIÊNCIA POLÍTICA Área de Conhecimento: Teoria Política Pontos: 1. Corporativismo e liberalismo na representação política; 2. Soberania e legitimidade na Teoria Política Moderna; 3. Direito e democracia nas sociedades contemporâneas; 4. Instituições e cultura política com condicionantes da democracia; 5. Eleições e processo decisório: papel dos partidos políticos; 6. Competição e participação na Teoria Democrática Contemporânea;; 7. O princípio da maioria e a lógica do consenso nos sistemas políticos contemporâneos; 8. República e democracia na Teoria Política.

Nº 180, segunda-feira, 17 de setembro de 2012
DEPARTAMENTO: SOCIOLOGIA Área de Conhecimento: Teoria Social Contemporânea com ênfase em sociologia urbana Pontos: 1. Concepções de sujeito e estrutura na teoria social contemporânea; 2. A questão da reflexividade na teoria social contemporânea; 3. Tempo, espaço, locias e fluxos na contemporaneidade; 4. O poder e o conflito na teoria social contemporânea; 5. Problemas de investigação em sociologia urbana; 6. Trajetórias dos estudos urbanos no Brasil; 7. Produção e reprodução do espaço urbano. FACULDADE DE MEDICINA DA BAHIA DEPARTAMENTO: MEDICINA E APOIO DIAGNÓSTICO Área de Conhecimento: MED-224 - Imunologia Pontos: 1. Alergia alimentar; 2. Alergia a medicamentos; 3. Anafilaxia; 4. Asma; 5. Corticosteróides, Imunossupressores e Anti-Histamínicos; 6. Epidemiologia e Prevenção das Doenças Alérgicas; 7. Imunização e Imunoterapia; 8. Imunopatogênese e Diagnóstico do Lupus Eritematoso Sistêmico; 9. Imunopatogênese e Imunoterapia da Artrite Reumatóide; 10. Rinite Alérgica. DEPARTAMENTO: PEDIATRIA Área de Conhecimento: MED-231 - Internato I em Pediatria, com ênfase em Saúde Mental Infanto-Juvenil Pontos: 1. Abordagem da criança e do adolescente com transtornos alimentares; 2. Abordagem da criança e do adolescente com transtornos da aprendizagem; 3. Abordagem da criança e do adolescente com transtorno de ansiedade; 4. Abordagem da criança e do adolescente com transtorno de déficit de atenção; 5. Abordagem da criança e do adolescente com transtorno global do desenvolvimento; 6. Abordagem da criança e do adolescente com retardo mental; 7. Abuso de substâncias na adolescência; 8. Desenvolvimento cognitivo da criança e do adolescente; 9. Emergências em Psiquiatria da infância e adolescência; 10. Maus tratos e negligência na criança e adolescente. Área de Conhecimento: MED-245 - Internato II em Pediatria, com ênfase em Cardiologia Pediátrica Pontos: 1. Arritmias Cardíacas; 2. Cardiopatias Congênitas Acianogênicas; 3. Cardiopatias Congênitas Cianogênicas; 4. Febre Reumática; 5. Hipertensão Arterial Sistêmica; 6. Insuficiência Cardíaca Congestiva; 7. Manifestações Cardíacas de Doenças Sistêmicas; 8. Peculiaridades dos exames complementares em Cardiologia; 9. Semiologia Cardiológica; 10. Síndrome Metabólica. FACULDADE DE ODONTOLOGIA DEPARTAMENTO: PROPEDÊUTICA E CLÍNICA INTEGRADA Área de Conhecimento: Clínica Integrada/Endodontia Pontos: 1. Biologia, diagnóstico e tratamento das alterações pulpares e periapicais; 2. Endodontia e a interrelação multidisciplinar; 3. Anatomia endodôntica e o preparo coronário; 4. Microbiologia e farmacoterapia aplicadas ao controle das infecções endodônticas; 5. Tratamento conservador da polpa dentária; 6. Obturação dos sistemas de canais: o seu papel no tratamento endodôntico e as diferentes modalidades; 7. A endodontia e os recursos tecnológicos atuais; 8. Urgência em endodontia; 9. Soluções irrigadoras e medicações intracanal no tratamento endodôntico; 10. Retratamento endodôntico. DEPARTAMENTO: CLÍNICA ODONTOLÓGICA Área de Conhecimento: Prótese Dentária Pontos: 1. O uso do delineador em Prótese Parcial Removível; 2. Princípios biomecânicos aplicados à Prótese Parcial Removível; 3. Sistemas de retenção em Prótese Parcial Removível; 4. Biomateriais empregados em Prótese Bucomaxilofacial; 5. Formas de retenção em Prótese Bucomaxilofacial; 6. Tratamento protético para comunicações bucomaxilofaciais; 7. Ajustes de plano de cera e registros intermaxilares; 8. Reabilitação em pacientes mutilados de face com uso de implantes osteointegrados.

9. Massa para cerâmica. Definição, uso e especificidade conceitual e técnica; 10. Profissionais da cerâmica e a cerâmica artística. Princípios técnicos, conceituais e históricos. ESCOLA DE ENFERMAGEM DEPARTAMENTO: ENFERMAGEM COMUNITÁRIA (DECOM) Área de Conhecimento: Saúde Coletiva com ênfase em Gestão Pontos: 1. A gestão no SUS: políticas, financiamento, controle social; 2. Planejamento em Saúde: conceitos, modelos; 3. Programação em serviços de saúde; 4. Avaliação em serviços e programas de saúde; 5. Concepções teóricas no campo da administração e da organização dos serviços de saúde e de enfermagem; 6. A organização do processo de trabalho em saúde e enfermagem: foco na atenção básica; 7. A gestão de pessoas: política de pessoal; bases legais do trabalho em saúde e enfermagem; relações de trabalho; 8. Educação permanente em saúde: conceitos básicos e a Política Nacional de Educação Permanente em Saúde; 9. A função gerencial em serviços de saúde e de enfermagem: foco na atenção básica; 10. Gestão do cuidado em enfermagem: ética e gerência. Área de Conhecimento: Saúde Coletiva e o Cuidado em Enfermagem Pontos: 1. Determinantes da situação de saúde da população brasileira; 2. O movimento da Reforma Sanitária e as políticas de saúde no Brasil: foco na Política Nacional de Atenção Básica e Política Nacional de Educação Permanente; 3. Sistema Único de Saúde: origem, estrutura, perspectivas e problemas atuais; 4. O campo da Saúde Coletiva e a inserção do(a) enfermeiro(a); 5. Educação permanente e gestão do processo de trabalho em Enfermagem no campo da atenção básica; 6. Atuação do(a) enfermeiro(a) na estratégia de saúde da família; 7. Atuação do(a) enfermeiro(a) nas medidas de prevenção e controle das doenças transmissíveis; 8. Atuação do(a) enfermeiro(a) nas medidas de prevenção e controle das doenças não transmissíveis; 9. Atuação do(a) enfermeiro(a) nas medidas de prevenção e controle dos agravos por causas externas; 10. Programa Nacional de Imunização: gerenciamento da rede de frio; organização e gerenciamento da sala de vacina; organização do processo de trabalho em enfermagem na sala de vacina. DEPARTAMENTO: ENFERMAGEM MÉDICO-CIRÚRGICA E ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM (DEMCAE) Área de Conhecimento: Enfermagem no Cuidado à Saúde Mental Pontos: 1. Políticas Públicas em Saúde Mental e a Reforma Psiquiátrica no Brasil; 2. Relacionamento Terapêutico na Atenção do(a) Enfemeiro(a) em Saúde Mental; 3. Cuidado de Enfermagem em Saúde Mental; 4. Dimensões ético-legais no Cuidado de Enfermagem em Saúde Mental; 5. Cuidado de Enfermagem à Família no Contexto de Saúde Mental; 6. Cuidado de Enfermagem em Situações de Transtornos de Humor; 7. Cuidado de Enfermagem em Situações de Transtorno Psicótico; 8. Papel do Enfermeiro(a) nos Serviços de atenção à Saúde Mental; 9. Cuidado de Enfermagem a pessoas usuárias de álcool e outras drogas; 10. Cuidado de Enfermagem ao indivíduo em uso de Psicofármacos. ESCOLA DE MEDICINA VETERINÁRIA DEPARTAMENTO: PRODUÇÃO ANIMAL Área de Conhecimento: Anestesiologia dos animais domésticos/Anestesiologia Veterinária Pontos: 1. Medicação pré-anestésica; 2. Monitoramento na anestesia: parâmetros fisiológicos e planos anestésicos; 3. Anestesia intravenosa: fármacos e técnicas; 4. Anestesia geral inalatória: farmacologia dos agentes inalatórios e circuitos anestésicos; 5. Emergências anestésicas e ressurreição cardio-pulmonar; 6. Anestesia local e regional: farmacologia e técnicas; 7. Anestesia em pacientes de alto risco; 8. Anestesia em cesarianas dos animais domésticos. ESCOLA DE MÚSICA DEPARTAMENTO: MÚSICA Área de Conhecimento: Música/ Oboé Pontos: 1. As diferentes escolas de corte de palhetas: estilos e técnicas; 2. Evolução histórica de Oboé: instrumento, técnica e repertório;

Este documento pode ser verificado no endereço eletrônico http://www.in.gov.br/autenticidade.html, pelo código 00032012091700096

Documento assinado digitalmente conforme MP n o 2.200-2 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil.

Nº 180, segunda-feira, 17 de setembro de 2012
INSTITUTO DE BIOLOGIA DEPARTAMENTO: BOTÂNICA Área de Conhecimento: Sistemática de Criptogamas Pontos: 1. Evolução e Diversidade dos Filos Marchantiophyta, Bryophyta e Anthocerotophyta; 2. Padrões Disjuntos em Briófitas: Vicariância ou Dispersão? 3. Origem e Diversidade de Lycophyta 4. Filogenia e Diversidade Morfológica das Monilófitas; 5. Aquisição e estrutura dos plastídios nas algas: linhagens evolutivas; 6. Filogenia e Classificação dos Fungos; 7. Filogenia e Evolução de Cyanobactéria; 8. Arquitetura do talo nas algas e suas implicações taxonômicas; 9. Phaeophyceae: Diversidade e Filogenia; 10. Diversidade e Filogenia de Archaeplastida. DEPARTAMENTO: ZOOLOGIA Área de Conhecimento: Ecologia e Conservação de Vertebrados Pontos: 1. Uso de teorias de extinção na confecção de listas de espécies ameaçadas de vertebrados; 2. Bases ecológicas para programas de monitoramento de populações de vertebrados aquáticos; 3. Áreas protegidas como estratégia de conservação de vertebrados; 4. Técnicas de amostragem para comunidades de vertebrados terrestres e aquáticos; 5. Ecologia da paisagem aplicada à gestão de aves e mamíferos; 6. Resiliência de ecossistemas e conservação de vertebrados. Área de Conhecimento: Sistemática e Biogeografia de Aves e Mamíferos Pontos: 1. Filogenia e biogeografia de Mammalia; 2. Evolução de Aves: a perspectiva filogenética; 3. Taxonomia integrativa; 4. Cladística: contexto histórico e avanços metodológicos; 5. Filogeografia: estrutura conceitual e aplicações no estudo dos vertebrados; 6. Biogeografia histórica: base conceitual e arcabouço metodológico. INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO: BIOFUNÇÃO Área de Conhecimento: Instrumentalização e Tecnologia da Informação Científica: Bioestatística e Planejamento Experimental, Informática Aplicada à Fisioterapia e Metodologia da Pesquisa Científica. Pontos: 1. Conceitos básicos em amostragem: população e amostra. Medidas de posição, tendência, variabilidade e correlação; 2. Pesquisa bibliográfica, acesso à literatura e bases de dados em Fisioterapia; 3. Desenhos experimentais: inteiramente ao acaso e em blocos ao acaso; 4. Interação de fatores experimentais; inferência estatística; conceitos e intervalo de confiança; 5. Associação de variáveis quantitativas, regressão e correlação; 6. Bases do raciocínio científico, teoria, hipótese, dedução, indução, análises e síntese; 7. Planejamento experimental: construção de um projeto de pesquisa em Fisioterapia; 8. Medidas e instrumentos de coletas de dados em Fisioterapia; 9. Pesquisa qualitativa e quantitativa em Fisioterapia e suas aplicações; 10. Preparo de banco de dados, técnicas informatizadas de tratamento de dados e informações de dados em saúde. DEPARTAMENTO: BIOMORFOLOGIA Área de Conhecimento: Anatomia e Neuroanatomia Humanas Pontos: 1. Nervos cranianos; 2. Vias aferentes do sistema nervoso central; 3. Vias eferentes do sistema nervoso central; 4. Neuroanatomia da memória, atenção e humor; 5. Estrutura funcional do tronco encefálico; 6. Plexo braquial e inervação dos membros superiores; 7. Vasos da base do coração; 8. Fígado, sistema porta e vias biliares; 9. Vascularização da cabeça e pescoço; 10. Sistema urinário. Área de Conhecimento: Anatomia Humana Pontos: 1. Sistema esquelético: ossos dos membros superiores e inferiores; 2. Sistema esquelético: coluna vertebral; 3. Sistema tegumentar; 4. Sistema respiratório: pulmão e pleura; 5. Sistema circulatório: coração e vasos da base; 6. Sistema nervoso central: tronco encefálico; 7. Sistema genital masculino; 8. Anatomia de superfície; 9. Músculos do tronco; 10. Glândulas anexas do sistema digestório.

3
INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS DEPARTAMENTO: OCEANOGRAFIA Área de Conhecimento: Pedologia Pontos: 1. O intemperismo e a gênese dos minerais de argila; 2. Fatores da formação do solo e sua relevância para predição de propriedades do solo; 3. A influência das rochas sobre as características do solo; 4. O uso da morfologia para inferência de propriedades físicas e químicas importantes do solo; 5. O efeito da mineralogia da fração argila sobre propriedades físicas e químicas de solos; 6. O efeito das características físicas e químicas do solo sobre a recarga e vulnerabilidade de aquíferos; 7. O sistema brasileiro de classificação de solos: principais limitações e potencialidades das classes do primeiro nível categórico; 8. Levantamento de solos como base para recomendação do uso da terra. INSTITUTO DE HUMANIDADES, ARTES E CIÊNCIAS PROFESSOR MILTON SANTOS Área de Conhecimento: Campo da Saúde, saberes e Práticas Pontos: 1. A historicidade do conceito de saúde; 2. Situação de saúde da população brasileira; 3. Sistemas e saúde no Brasil: problemas e perspectivas; 4. O cuidado à saúde: alternativas e perspectivas; 5. Promoção da saúde: histórico e perspectivas; 6. Interdisciplinaridade em saúde: da biologia à cultura; 7. A formação em saúde numa perspectiva inter e transdisciplinar. Área de Conhecimento: Métodos Quantitativos em Ciência e Tecnologia Pontos: 1. O estudo das funções e suas relações matemáticas e físicas; 2. Técnicas de ensino-aprendizagem com modelagem matemática; 3. Programas computacionais e suas aplicações na solução de modelos matemáticos; 4. O Cálculo diferencial e seu uso em solução de problemas aplicados; 5. O Cálculo integral e seu uso em solução de problemas aplicados; 6. Empreendedorismo, Inovação e Multidisciplinaridade com as ciências exatas. Área de Conhecimento: Fundamentos de Computação Pontos: 1. Redes de Computadores; 2. Algoritmos e Estrutura de Dados; 3. Engenharia de Software; 4. Interação Homem-Computador; 5. Sistemas Digitais e Arquitetura de Computadores; 6. Empreendedorismo, Inovação e Multidisciplinaridade em Computação. INSTITUTO DE MATEMÁTICA DEPARTAMENTO: MATEMÁTICA Área de Conhecimento: Matemática Pontos: 1. Teoremas da Função Inversa e da Função Implícita e Aplicações; 2. Teoremas de Sylow e Aplicações; 3. Teorema de Gauss-Bonnet e Aplicações; 4. Teorema de Cauchy-Goursat e Aplicações; 5. Teorema de Poincaré-Bendixson e Aplicações; 6. Teorema de Stokes e Aplicações. Área de Conhecimento: Álgebra e Lógica e Teoria dos Conjuntos Pontos: 1. Teorema Fundamental dos Grupos Abelianos finitamente gerados; O modelo construtivo de Gödel e a hipótese generalizada do contínuo; 2. Teorema de Schur-Zassenhaus; Lógica Intuicionista de Brouwer-Heyting e seus modelos; 3. Ação de grupos, Teoremas de Sylow e aplicações; Teorema de completude para Lógica de 1ª ordem com aplicações; 4. Correspondência fundamental de Galois; Ultraprodutos, Construção de Modelos, Teorema da Compacidade e aplicações; 5. Teorema da base de Hilbert e aplicações; Teoremas de Löwenheim-Skolem, Submodelos elementares e aplicações; 6. Teorema de Krull-Schmidt; Dualidade de Stone, Espaços Booleanos e Propriedades do Espaço dos Ultrafiltros sobre os Naturais. Área de Conhecimento: Geometria Diferencial, Sistemas Dinâmicos e Teoria Matemática da Probabilidade Pontos: 1. Variedades Riemannianas completas e o Teorema de Hopf-Rinow; Entropia; Cadeias de Markov em espaço de estados finitos (classificação de estados e convergência em variação total); 2. Teorema de Bonnet-Myers; Teorema de Grobman-Hartman; Martingais a tempo discreto e Desigualdade de Doob; 3. Teorema de Preissmann; Teorema de Birkhoff e ergodicidade; Teorema Central do Limite; 4. Teoremas Fundamentais das Imersões Isométricas; Teorema de Decomposição espectral para difeomorfismos Axioma A; Convergência fraca e Teorema de Prohorov; 5. Teorema de índice de Morse; Existência de SRB para sistemas uniformemente expansores; Teorema de Donsker e Movimento Browniano;

ISSN 1677-7069

97

6. Variedades homogêneas; Teorema de Decomposição Ergódica; Lei do logaritmo iterado. Área de Conhecimento: Matemática Aplicada e Análise Pontos: 1. Teorema de Baire e consequências; Métodos numéricos para equações diferenciais parciais; 2. Teorema de Representação de Riesz; Métodos numéricos para aproximação de autovalores; 3. Teorema de Banach-Alaoglu; Transformada de Fourier e Teorema da Amostragem do Shannon-Whittaker; 4. Teorema Espectral para operadores compactos autoadjuntos; Métodos numéricos para equações diferenciais ordinárias; 5. Teorema do mapeamento espectral e componente espectrais; Métodos numéricos para sistemas lineares; 6. Imersões de Sobolev; Decomposição em valores singulares e Método dos mínimos quadrados. DEPARTAMENTO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Área de Conhecimento: Mídias Computacionais e Web Pontos: 1.Captura e Representação Digital de Mídias; Mineração na Web (Web Mining); 2.Compressão Multimídia; Mecanismos de Busca na Web (Web Search); 3.Áudio digital: fundamentos e padrões; Extração da Informação na Web; 4.Vídeo digital: fundamentos e padrões; Desenvolvimento Web; 5.Autoria Multimídia; Usabilidade na Web; 6.Sincronização Multimídia; Serviços Web; 7.Recuperação e indexação de dados multimídia; Web Semântica; 8.Qualidade de serviço; Web das Coisas (Web of Things); 9.Serviços Multimídia em Redes; Web dos Dados (Linked Data); 10.TV digital e interatividade; Engenharia Web. DEPARTAMENTO: ESTATÍSTICA Área de Conhecimento: Estatística Matemática e Modelagem Pontos: 1. Estimação Pontual: Propriedades dos Estimadores. Métodos de estimação. Estimadores não viciados uniformemente de mínima variância. Teorema de Lehmann-Scheffé; 2. Estimação intervalar: Distribuição amostral dos estimadores. Método de quantidade pivotal. Intervalos assintóticos; 3. Testes de hipóteses paramétricos: Função poder. Lema de Neyman- Pearson. Testes Uniformemente mais poderosos. Testes da razão Verossimilanças Generalizado; 4. Modelos Lineares Generalizados: Distribuição da família exponencial e suas propriedades. Inferência. Técnicas de Diagnósticos; 5. Modelos de Regressão Linear: Inferência. Técnicas de diagnóstico; 6. Planejamento e Análises de experimentos: Principais delineamentos experimentais (inteiramente casualizados, blocos, quadrado latinos).

SUPERINTENDÊNCIA ADMINISTRATIVA
AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO Nº 30/2012 - UASG 153038 Nº Processo: 23066029864/12-15 . Objeto: Pregão Eletrônico - Registro de preços, pelo prazo de 12 (doze) meses, para eventual aquisição de material permanente laboratorial, para atender às necessidades das Unidades/Órgãos da Universidade Federal da Bahia UFBA Total de Itens Licitados: 00014 . Edital: 17/09/2012 de 08h00 às 12h00 e de 13h às 17h00 . Endereço: Rua Barão de Jeremoabo, S/n, Campus Universitario de Ondina Ondina - SALVADOR - BA . Entrega das Propostas: a partir de 17/09/2012 às 08h00 no site www.comprasnet.gov.br. . Abertura das Propostas: 05/10/2012 às 14h00 site www.comprasnet.gov.br. AIRAN AIRES ANDRADE Pregoeiro (SIDEC - 14/09/2012) 153038-15223-2011NE800174

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE
AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO Nº 36/2012 - UASG 158195 Nº Processo: 23096014045/12-98 . Objeto: Pregão Eletrônico - Contratação de empresa especializada na prestação de serviços de agente embarcador e desembaraço alfandegário. Total de Itens Licitados:

Este documento pode ser verificado no endereço eletrônico http://www.in.gov.br/autenticidade.html, pelo código 00032012091700097

Documento assinado digitalmente conforme MP n o 2.200-2 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil.