You are on page 1of 13

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO

Agregando valor aos sistemas ISO 9000
Francesco De Cicco Diretor-Executivo do QSP Certificadas ou não segundo as ISO 9000 (na verdade, isso é indiferente), milhares de empresas em todo o mundo estão descobrindo que os seus Sistemas de Gestão da Qualidade também podem ser utilizados como base para o tratamento eficaz das questões relativas ao Meio Ambiente e à Segurança e Saúde no Trabalho (SST). Afinal, com a publicação da norma internacional ISO 14001 para Sistemas de Gestão Ambiental, e da especificação OHSAS 18001 para Sistemas de Gestão da SST, essa utilização do Sistema de Gestão da Qualidade está bastante facilitada. Aliás, tanto a norma ISO 14001 como a OHSAS 18001 foram feitas, propositalmente, para serem "acopladas" aos sistemas baseados na ISO 9001. Os SIGs – Sistemas Integrados de Gestão, como nós os denominamos, têm contemplado a integração dos processos de Qualidade com os de Gestão Ambiental e/ou com os de Segurança e Saúde no Trabalho, dependendo das características, atividades e necessidades da organização. Com a crescente pressão nas empresas para se fazer mais com menos, várias delas estão vendo a integração dos Sistemas de Gestão como uma excelente oportunidade para reduzir custos com o desenvolvimento e manutenção de sistemas separados, ou de inúmeros programas e ações que, na maioria das vezes, se superpõem e acarretam gastos desnecessários. Hoje em dia, está cada vez mais difícil e dispendioso manter 3 sistemas separados (Qualidade, Meio Ambiente e SST), tanto para uma empresa com 35 funcionários como para uma grande multinacional. Além disso, está ficando cada vez mais evidente que não faz muito sentido ter procedimentos similares para os processos de planejamento, treinamento, controle de documentos e dados, aquisição, auditorias internas, análise crítica etc. Talvez o principal argumento que tem compelido as empresas a integrar os processos de Qualidade, Meio Ambiente e de Segurança e Saúde no Trabalho é o efeito positivo que um SIG – Sistema Integrado de Gestão –pode ter sobre os funcionários. As metas de produtividade, progressivamente mais desafiadoras, requerem que as organizações maximizem sua eficiência. Múltiplos Sistemas de Gestão, onde somente um bastaria, são ineficientes, difíceis de administrar e difíceis de obter o efetivo envolvimento das pessoas, que invariavelmente questionam "ou nós damos prioridade à produção, ou nos envolvemos com todos esses sistemas". No nosso modo de ver, é muito mais simples obter a cooperação dos funcionários para um único sistema do que para 3 sistemas separados. Além do mais, a sinergia gerada pelo SIG tem levado as organizações a atingir melhores níveis de desempenho, a um custo global muito menor.

o PCMSO – Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional. poderia ser enquadrado o sistema que integrasse os processos de SST e de Gestão . a Legislação Ambiental e as NRs – Normas Regulamentadoras de Segurança e Medicina do Trabalho. a CIPA. Deve-se notar que. atividades e serviços. Meio Ambiente e SST. o Programa de Atendimento a Emergências. na figura.Outros benefícios Como todos sabem. De uma maneira simples e esquemática. um Sistema de Gestão que integra os processos de Qualidade. nessa segunda categoria. em suas várias unidades operacionais. o SESMT. bem como não são adequadamente sistematizados nem "amarrados" através de um verdadeiro Sistema de Gestão. tanto os programas exigidos pela legislação como os programas corporativos são implementados de forma isolada. como o PPRA – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais. Já um SIG parcial abrangeria os processos de Qualidade e Meio Ambiente. as organizações de grande porte devem também desenvolver programas corporativos. entre outros requisitos legais. Para a empresa que tem um Sistema de Gestão da Qualidade corretamente implantado e que pretende agregar valor a ele estendendo-o às questões ambientais e de SST. Fora todas essas obrigações. Obviamente. ou os de Qualidade e Segurança e Saúde no Trabalho. obrigam as empresas a implementar inúmeros programas. isto é. a figura a seguir mostra como enxergamos alguns dos aspectos acima mencionados. esquematizamos um SIG total. os SIGs – Sistemas Integrados de Gestão – são uma excelente oportunidade para sanar todos esses problemas – incluindo-se aí a identificação e o acesso estruturado aos requisitos legais e a outros requisitos subscritos pela organização. e muito mais. com pouca participação de outras pessoas além dos especialistas em Meio Ambiente e SST. Via de regra.

a partir da Análise Crítica Inicial realizada. na prática. Riscos e Impactos Ambientais: • Identificar e avaliar os aspectos e impactos ambientais significativos. de um coordenador que irá acompanhar e supervisionar todos os trabalhos relativos à implantação do SIG – Sistema Integrado de Gestão. pelo principal executivo da empresa. • • VI. que poderemos discutir numa próxima oportunidade (veja abaixo a pesquisa inédita sobre os SIGs). baseada nas normas ISO 14001 e OHSAS 18001. Análise de Perigos. II. Oficialização do Plano de Implantação do SIG: • • Formalizar a estrutura de funcionamento e divulgar o Plano para as pessoas que estarão diretamente envolvidas na implementação do mesmo. integrado à ISO 9001. Entretanto. a partir da premissa de que a organização já tem um Sistema de Gestão da Qualidade adequadamente estruturado (se não o tiver. discutindo cada elemento da ISO 14001 e da OHSAS 18001. com 2 a 4 horas de duração cada palestra. a metodologia adotada pelo QSP para a implementação de um Sistema Integrado de Gestão (SIG total) é composta pelas etapas a seguir enumeradas. avisos etc).. III. quase sempre a partir de Sistemas de Gestão da Qualidade estruturados em conformidade com as normas ISO 9000.). com 40 horas de duração. como já ressaltamos anteriormente. as tentativas de integração desses processos têm ocorrido de forma não-sistêmica. circulares. pelo que temos observado na grande maioria das empresas brasileiras. IV. Realização de Treinamentos: • • Palestra de 4 horas sobre o SIG para os membros da alta direção da empresa. Elaboração do Plano de Implantação do SIG. Metodologia de implantação do SIG De uma forma geral. o caminho a percorrer será bem mais longo. por diversos motivos. V. Curso de Formação de Auditores Internos do Sistema Integrado de Gestão. No nosso entender. Gerar material de divulgação do Plano para todos os funcionários (jornal interno. Curso de 24 horas para o Comitê Executivo de Implantação do SIG. I. Palestras de motivação e disseminação do SIG para toda a empresa. obviamente. a integração efetiva dos Sistemas de Gestão tem ocorrido e ocorrerá. Indicação. . Realização de uma Análise Crítica Inicial da Gestão Ambiental e da Segurança e Saúde no Trabalho. através de programas isolados. com o respectivo cronograma de desenvolvimento das ações discriminadas nos itens a seguir.Ambiental..

VIII. XI. Realizar análises críticas e homologações dos documentos. Elaboração da Documentação do SIG: • • • • Definir o modelo do Sistema (quais serão os documentos). IX. Ambiental e da Segurança e Saúde no Trabalho. Implementação dos Documentos: • Montar cronograma de implantação para cada área e documento aplicável. Adotar providências para o gerenciamento integrado. obrigações legais e exigências de clientes e de outras partes interessadas requeiram o equacionamento eficaz das questões relativas a essas 3 áreas. Designar grupos de trabalho para a elaboração ou adequação de cada documento. Hoje. Certificação: • Solicitar a um Organismo Certificador Independente. na era da globalização. Analisar e comparar com a legislação pertinente e com outros requisitos. Adotar as ações corretivas necessárias para o Sistema operar de forma completa. no mínimo. Ajuste do Sistema: • • • Realizar a Análise Crítica pela Administração. recomendamos fortemente a implementação do SIG total. duas auditorias internas. Definir os objetivos. variando. poucos como nós acreditavam na integração dos Sistemas de Gestão. ISO 14001 e OHSAS 18001. Política e Manual: • • • Revisar e reciclar a Política unificada de Gestão da Qualidade. como não poderia deixar de ser. Conclusão Há mais de dez anos. De qualquer forma. somente na abrangência e em detalhes específicos. para as organizações cujas atividades. A metolodogia do QSP para a implantação de um SIG parcial (Qualidade + Meio Ambiente ou Qualidade + Segurança e Saúde no Trabalho) é bastante similar à acima descrita. XII. a certificação conjunta do SIG conforme as ISO 9001. Montar cronograma por documento.• • • Identificar e avaliar os perigos e riscos à segurança e saúde dos trabalhadores. com as normas internacionais ISO 9001 e . VII. metas e indicadores do Sistema. Definir a estrutura necessária para a manutenção do Sistema. Auditorias do Sistema: • Realizar. X. por todas as razões e benefícios anteriormente apresentados. caso seja de interesse da empresa. Adequar a estrutura organizacional/matriz de responsabilidades ao SIG.

Sem esquecer que. CIPA etc). Apoio a empresas Organizações interessadas em receber apoio do QSP para a implementação dos SIGs poderão contatar nossa Divisão de Consultoria e Auditoria. procedimentos. norte-americanas e também brasileiras. atendimento estruturado e sistematizado à legislação (Ambiental. Benefícios concretos podem ser obtidos com os SIGs – Sistemas Integrados de Gestão: redução de custos (com certificações. treinamentos etc). instruções de trabalho e registros). para milhares de empresas européias. Conheça nossas publicações no endereço: www. finalmente. essa integração é irreversível.ISO 14001 e com a OHSAS 18001. as questões relacionadas ao meio ambiente e à segurança e saúde dos trabalhadores ganham.org.qsp.. auditorias internas..org. OHSAS 18001 e OHSAS 18002. PCMSO. em acidentes do trabalho. a devida e necessária importância que sempre deveriam ter tido – especialmente no Brasil. Leitura complementar Para os interessados no tema. com os SIGs.br. recomendamos como leitura complementar os 3 volumes do Manual sobre Sistemas de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho. através do e-mail: consultoria@qsp.br. PPRA. considerado por muitos o país campeão do mundo. simplicação da documentação (manuais. . comercializados pelo QSP sobre a BS 8800.

estavam registradas 103 organizações certificadas segundo a BS 8800 / OHSAS 18001 (para Sistemas de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho).4% empresas de serviços e 3. Acreditamos que as informações aqui apresentadas serão úteis para empresas e profissionais. O QSP efetuou o cruzamento dos dados existentes nessas três bases e. nesta segunda edição da pesquisa sobre os SIGs. exclusiva do QSP. estavam nessa mesma época cadastradas apenas 238 empresas certificadas ISO 14001. Desse total de 442 e-mails enviados.3% do total) participaram efetivamente da Pesquisa 2003 sobre Sistemas Integrados de Gestão. em março de 2003. Os resultados do levantamento permitem conhecer diversos aspectos relacionados à implantação. No site “oficial” do INMETRO.6% dos respondentes foram do setor industrial. o total de 610 organizações que possuíam seus Sistemas de Gestão Ambiental certificados segundo essa norma internacional. bem como podem servir de balizadores para as organizações que se preparam para efetuar ou incrementar a integração de seus Sistemas de Gestão. Meio Ambiente. pois fornecem uma análise abrangente do desenvolvimento desse tema no mercado brasileiro. conforme pode ser observado no gráfico a seguir. certificação e manutenção dos Sistemas Integrados de Gestão. Quem participou do levantamento? A base de dados “não-oficial” do QSP sobre as empresas certificadas ISO 14001 no Brasil registrava.0% organizações de outros setores (serviço público e construção civil). obteve os endereços eletrônicos de 442 organizações. as quais foram convidadas para tomarem parte do levantamento.Pesquisa 2003 sobre Sistemas Integrados de Gestão O QSP – Centro da Qualidade. Segurança e Produtividade para o Brasil e América Latina – nasceu da necessidade de difundir conhecimentos e informações sobre a integração dos conceitos e atividades nas áreas de Qualidade e Produtividade. 22. 134 empresas (ou 30. . 74. por meio de sua lista interna de e-mails. Segurança e Saúde no Trabalho. Em outra base de dados. o QSP contou com o apoio de mais de 130 empresas certificadas no Brasil que responderam ao questionário. Mais uma vez. e Responsabilidade Social Corporativa.

Ambiental e da Segurança e Saúde no Trabalho se adaptam perfeitamente a organizações de qualquer tamanho.7%) é formada por empresas de pequeno e médio porte. indicando que os Sistemas de Gestão da Qualidade. .Porte das empresas participantes e certificações obtidas A maioria das organizações que participaram da pesquisa (56.

.O que mais chamou nossa atenção no quesito "certificações obtidas" foi o fato de que praticamente a metade das organizações que tomaram parte da pesquisa (49. ou seja.3%) eram certificadas segundo a ISO 9001:2000. 44. relacionam-se à Responsabilidade Social Corporativa. O gráfico a seguir mostra quais foram as normas mais citadas pelas organizações que participaram da pesquisa.8% desejam se certificar conforme a OHSAS 18001 e 26. situava-se ao redor de 30% apenas! Futuras certificações Além da transição para a ISO 9001:2000. adicionalmente às já conquistadas. em março de 2003 e em nível mundial. quando esse índice. as principais certificações de Sistemas de Gestão que as empresas pretendem obter.9% segundo a SA 8000.

. Das 82 organizações participantes da pesquisa que possuem sistemas integrados.2% das empresas que tomaram parte da pesquisa informaram que seus Sistemas de Gestão estão integrados. e 27% integraram seus Sistemas de Gestão Ambiental. conforme ilustrado no gráfico abaixo. 63% delas unificaram o SGA ao SGQ.Abrangência dos sistemas integrados 61. da Qualidade e da Segurança e Saúde no Trabalho.

Daqui a 6 meses 12 meses 18 meses 24 meses Outro período Nº de empresas 3 17 1 13 2 % 8.2% 2. As 36 empresas restantes (ou 69%) responderam que desenvolverão seus SIGs de acordo com a tabela a seguir.1% 5.6% .8% 36.3% 47.Futuras integrações Dentre as 52 empresas participantes da pesquisa que não possuem sistemas integrados. 16 delas (ou 31%) informaram que não pretendem unificar seus Sistemas de Gestão.

Conceitos diferentes envolvidos no SIG. Estrutura diferente das normas. Esses elementos estão listados no quadro a seguir e estão classificados em função de seu “grau de integração”. Elementos unificados do SIG As empresas que possuem Sistemas Integrados de Gestão informaram quais os elementos do SIG que foram unificados. dentre os quais destacamos os itens relacionados abaixo. A resistência pelo desconhecido.Principais obstáculos Os participantes da pesquisa apontaram diversos obstáculos que tiveram que superar para implantar o SIG. Componente Controle de documentos Controle de registros Competência. • • • • • • • • Treinamento e conscientização de funcionários de unidades descentralizadas. conscientização e treinamento Auditoria interna Manual do SIG Controle de dispositivos de medição e monitoramento Ação corretiva Ação preventiva Responsabilidade e autoridade Melhoria contínua Comprometimento da direção Comunicação interna Aquisição Políticas Representante da direção Provisão de recursos Medição e monitoramento de processos Grau de integração 100 97 95 95 93 93 93 93 91 91 88 86 86 84 82 82 82 . Dificuldade de quebrar o paradigma de que um sistema é mais importante que outro. Não-uniformidade de procedimentos em toda a empresa. calculado a partir da incidência das respostas fornecidas pelos participantes da pesquisa. Não-comprometimento de gerentes e funcionários. Dificuldade na interpretação e correlação das normas.

Análise crítica pela direção Planejamento Objetivos Comunicação com o cliente Determinação de requisitos relacionados ao produto Controle e validação dos processos de produção e fornecimento de serviços 80 77 73 71 57 55 Benefícios para as empresas Os benefícios mais significativos proporcionados pelo SIG para as organizações que tomaram parte da pesquisa foram: • • • • • Otimização de atividades de conscientização e treinamento. Maior comprometimento da direção. Melhoria na gestão de processos. Mais benefícios 1º Otimização de atividades de conscientização e treinamento Melhoria na gestão de processos Análises críticas pela direção mais eficazes Maior comprometimento da direção Redução de documentos Utilização mais eficaz de recursos internos e infra-estrutura Melhor comunicação com as partes interessadas Redução da burocracia Redução de custos de manutenção do sistema Redução de custos de certificação Redução de custos de desenvolvimento e implementação do sistema Outros benefícios 7% 14% 13% 11% 10% 10% 3% 7% 9% 7% 5% 4% 2º 11% 14% 7% 11% 9% 6% 12% 5% 10% 8% 7% 0% 3º 19% 6% 11% 8% 11% 11% 11% 10% 3% 4% 3% 3% Total 37% 34% 31% 30% 30% 27% 26% 22% 22% 19% 15% 7% Considerações finais De uma forma geral. Análises críticas pela direção mais eficazes. nossa experiência tem mostrado que as organizações mais pró-ativas têm aproveitado a oportunidade de fazer uma melhor integração de seus Sistemas de Gestão durante o processo de transição da ISO 9001/2:1994. Isso faz sentido porque tanto a ISO 14001 como a ISO 9001:2000 são normas orientadas para processos. O quadro a seguir dá uma visão geral dos principais benefícios com o SIG apontados pelas empresas. exigindo ambas o mesmo tipo de planejamento e método de implementação. . Redução de documentos.

Também percebemos diferenças de abordagem dependendo da organização e da quantidade de recursos e especialistas disponíveis. notamos que as unidades maiores têm a maioria dos recursos e especialistas disponíveis na própria empresa (isto é. Contudo.br. meio ambiente e segurança e saúde no trabalho).org. essas unidades menores normalmente não possuem disponibilidade de recursos. Por outro lado. além de ter apontado com maior precisão o quanto. . como o representante da direção da área da qualidade. A Pesquisa 2003 sobre Sistemas Integrados de Gestão. mas também outros sistemas. em termos relativos. percebemos que essas organizações adotam e integram mais rapidamente não apenas a ISO 9001:2000 e a ISO 14001. cada elemento foi unificado. o que faz com que tenham de delegar o sistema integrado para um único indivíduo.Sistemas Integrados de Gestão . Embora seja normalmente mais difícil implementar os Sistemas de Gestão em empresas maiores. mostrou um “grau de integração” dos elementos do SIG bem superior ao obtido no primeiro levantamento realizado no ano 2000. Mais informações sobre a implantação nas empresas dos SIGs .podem ser obtidas através do e-mail: consultoria@qsp. por haver um número menor de funcionários para serem treinados e menos operações para serem incluídas no SIG. Por isso. as empresas de pequeno e médio porte levam menos tempo para integrar os sistemas simultaneamente. como principalmente aqueles baseados na OHSAS 18001. o que permite aos leitores terem uma idéia mais apurada das vantagens de se integrar os diversos Sistemas de Gestão de uma organização. para o desenvolvimento e a integração de seus Sistemas de Gestão. desenvolvida com exclusividade pelo QSP. departamentos e gerentes da qualidade. Outro aspecto de destaque da pesquisa deste ano foi a ponderação dos benefícios proporcionados pelo SIG.