TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

ESTRUTURA DE COMANDO
A ilustração abaixo mostra as partes principais da janela do AutoCAD:
1 2 3

4

5 9

8

7 7 6

1. Barra de Título 2. Barra de Menu – Nela você pode executar praticamente todos os comandos do AutoCAD. 3. Barra de Ferramentas Padrão – Representam comandos freqüentemente utilizados. 4. Cursor de Mira – Cursor padrão utilizado na área de AutoCAD. 5. Barra de Rolagem – região utilizada para deslocar a área de trabalho. 6. Barra de Status – É uma região de informações, que exibe a posição absoluta do cursor a cada instante, em coordenadas cartesianas ou polares. Esta região também permite configurar uma série de outros parâmetros de trabalho que serão discutidos mais adiante. 7. Linhas de Comando – É o lugar que, alem de nos mostrar o que se digita pelo teclado, também exibe o que o AutoCAD usa para se comunicar com você. Ela é composta pela atual e pelo histórico de comandos (tecla F2), que são registrados os comandos previamente digitados. 8. Ícone de UCS – UCS, significa sistema de coordenada do usuário. Serve para indicar a direção dos eixos X e Y correntes. 9. Barra de Ferramentas – Caracterizada por ícones, representam algumas ferramentas flutuantes (que ficam solta na tela).

Mouse
1- O botão da esquerda serve para seleção do(s) objeto(s), desenhar ou para realizar ações de menus e comandos de tela.
1 2 3

2-

Ativa a aplicação de PAN em tempo real.

3-

O botão direito serve como pressionar um ENTER do teclado.

3

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

Funções de Acesso e cancelamento de comandos
Para qualquer ação no CAD teremos sempre a mesma seqüência de abertura, desenvolvimento e conclusão do comando. Passo a passo: 1. 2. 3. 4. Primeiro damos entrada no comando através do teclado; O CAD nos pede dados necessários a execução do comando; Fornecemos os dados através do teclado ou do mouse (cursor); O CAD executa o comando e nós o finalizamos.

EXEMPLO - Executando o comando Line - L

1. Damos entrada no comando Line, digitando a letra L e ENTER ou L e BARRA DE ESPAÇO.

2. O CAD entende que o L aciona o comando LINE (linha), e pede para que você especifique o primeiro ponto, que você pode marcar com o cursor em qualquer ponto da tela.

3. Clicando em qualquer local da tela, fornecemos a coordenada do primeiro ponto para construção de uma linha. Imediatamente o CAD pede para que você especifique o próximo ponto. – Observe que cada paço seguido vai ficando registrado na barra de comandos.

4

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

4. Clicamos em outro ponto qualquer, fornecendo a coordenada do segundo ponto, necessária para construção da linha. Imediatamente o CAD pede para que você especifique o próximo ponto. Então podemos concluir o comando ou dar continuidade, criando novos segmentos.

5. Neste exemplo optamos por concluir o comando, teclando ENTER. Observe que a linha está construída e a barra de comandos está livre para um novo comando.

☺A partir de agora se você teclar outro ENTER ou o botão esquerdo do mouse, o CAD
automaticamente dá entrada no último comando acessado, que no caso é o comando line

☺Para sair ou cancelar qualquer comando durante sua execução, basta teclar ESC ou o
botão direito do mouse.

☺Para desfazer o último comando basta teclar U e ENTER (undo). A partir daí a cada
novo ENTER você volta um comando.

☺A Barra de Espaço também serve como ENTER.
De uma forma geral todos os comandos seguem esta mesma seqüência. No nosso caso o comando line, que é um dos mais simples, o CAD pede apenas a informação das coordenadas dos pontos que formarão a linha. Existem comandos que, quando acessados, o CAD abre um leque de opções dentro do próprio comando, podendo também pedir várias informações para executar uma única ação. Os comandos podem abrir grandes “parênteses” mas seguem a mesma estrutura básica. É importante que o iniciante acompanhe cada paço dado lendo a barra de comando. A barra poderá ajudá-lo caso tenha dúvida sobre o próximo passo a ser tomado, visto que o CAD todas as opções na seqüência correta para execução do comando. ■

5

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

SELEÇÃO DE OBJETOS
No CAD temos cinco formas básicas de selecionar objetos de desenho: 1. A primeira delas e mais simples, é um clique no próprio objeto. Observe que o objeto selecionado torna-se tracejado como no exemplo abaixo. Além do tracejado podemos notar que aparecem “pontos magnéticos”, na cor azul, nas extremidades e no meio do segmento. 2. O segundo caso de seleção é o SELECT ALL que seleciona todos os objetos de desenho do arquivo. 3. O terceiro é o SELECT PREVIOUS que seleciona automaticamente o último objeto selecionado do desenho. 5. SELEÇÃO PELA DIREITA

1. Clicando em qualquer lugar da tela e abrindo uma janela de seleção da direita para esquerda, selecionaremos todo objeto que for tocado pela janela de seleção. 6. SELEÇÃO PELA ESQUERDA

2. Observe, no exemplo acima, que todos os objetos tocados mesmo que não tenham sido completamente envolvidos pela janela foram selecionados.

1. Abrindo uma janela da esquerda para direita, selecionamos apenas o que foi totalmente envolvido pela janela.

2. Note que o círculo não foi totalmente envolvido, logo, não foi selecionado.

6

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

CONFIGURAÇÃO DE ATALHOS
Para cada comando você pode ter um atalho, para configura-los precisamos estar com o AutoCAD fechado e entrar em ARQUIVOS DE PROGRAMA. Em seguida AUTOCAD e SUPPORT.

Depois de abrir a pasta de SUPPORT você abre o acad PGP. Aparecerá então uma janela do Bloco de Notas, pela barra de rolagem você encontra a configuração dos atalhos, podendo acrescentar algum, ou modifica-los.

☺Lembrando: As letras devem estar MAIÚSCULAS. ☺Depois do atalho sempre uma VIRGULA (,). ☺Antes do comando sempre um ASTERISCO (*).

7

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

VIEW > VIEWPORT
Para configurar a sua área gráfica, você pode ir na barra de menu no item VIEWS > VIEWPORT > NAMED VIEWPORT ... que irá aparecer uma janela de opções para sua tela. Para aplicar basta selecionar o tipo de área gráfica e apertar o OK. Para voltar a tela padrão faz-se o mesmo processo.

COMANDOS DE VISUALIZAÇÃO VIEW > ZOOM > EXTENTS – Z

E

Os comandos ZOOM ampliam ou reduzem a imagem da tela. Podemos acessar todos os comandos do ZOOM pelo teclado ou pela barra de atalho. Todos os comandos ZOOM podem ser ativados durante a execução de qualquer outro comando. O comando ZOOM EXTENTS enquadra todo o desenho construído na tela. Isto é, visualiza todo o desenho feito no arquivo. Teclando Z e ENTER, entramos no comando ZOOM. Observe que a barra de comando abre um parêntese com várias opções dentro do ZOOM. Teclando a opção E e ENTER executamos o ZOOM EXTENTS.

No exemplo acima, na primeira figura, temos um desenho de uma planta qualquer. Executando ZOOM EXTENTS, visualizamos toda a planta, conforme segunda figura. ■

8

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

VIEW > ZOOM > REAL TIME – Z
O comando ZOOM REAL TIME, ativa uma “lupa” que nos possibilita ampliar ou reduzir a imagem. Teclando Z e dois ENTER, entramos no ZOOM REAL TIME. Assim que aparecer a lupa, segure o botão direito do mouse. Se deslizarmos o mouse para baixo, reduzimos a imagem da tela. Se deslizarmos o mouse para cima, ampliamos a imagem. Para sair do ZOOM REAL TIME basta teclar ESC ou o botão direito do mouse e em seguida EXIT.

No exemplo acima deslizamos o mouse para baixo e reduzimos a imagem. No primeiro quadro visualizamos uma porta. No segundo, após o ZOOM REAL TIME, visualizamos mais elementos da planta. Por fim, no terceiro quadro visualizamos toda a planta. ■

VIEW > ZOOM > WINDOW – Z

W

O comando ZOOM WINDOW, amplia um campo delimitado. Teclando Z e ENTER e em seguida W e ENTER, entramos no comando. A partir daí abrimos uma janela com o mouse clicando dois pontos aleatórios. O ZOOM WINDOW vai enquadrar na tela o espaço delimitado. O atalho, como na figura acima, serve para ativar o ZOOM WINDOW durante a execução de qualquer outro comando.

Na primeira figura entramos no comando ZOOM WINDOW e abrimos um janela, indicada pela seta. Na segunda figura, clicamos o segundo ponto da janela e imediatamente visualizamos o trecho selecionado enquadrado na tela. ■

9

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

VIEW > ZOOM > PREVIOUS – Z

P

O comando ZOOM PREVIOUS, serve para retornar à visualização anterior. Você pode restaurar até 10 visualizações. Pode ser acessado teclando Z e ENTER, P e ENTER, ou na barra de atalho pelo ícone ao lado. ■

VIEW > PAN – P
Os comandos do VIEW servem para visualização. O VIEW PAN, tem função de percorrer a tela sem alterar o ZOOM do desenho. Pode ser acessado teclando P e ENTER, ou na barra de atalho conforme a indicação abaixo. Observe que os comandos do VIEW são uns dos poucos que deixamos atalhos. Isto porque podemos entrar em comandos VIEW durante a execução de qualquer outro comando.

Desta forma podemos, por exemplo, construir uma linha e após o primeiro ponto entrar em qualquer comando VIEW para facilitar a marcação do segundo ponto.

Para sair do comando basta teclar ESC ou clicar no botão direito do mouse. No segundo caso aparece um quadrinho de comandos (indicada ao lado) com a opção de EXIT ou de acessar qualquer outro comando do VIEW. Aconselhamos acessar qualquer comando do VIEW sempre pelo teclado. Só utilizaremos a barra de atalho do VIEW para aplica-lo durante a execução de qualquer outro comando.

Outras opções para percorrer todo o desenho são as barras de rolagem indicadas na figura acima pelas setas verdes. Esta opção também pode ser utilizada durante a execução de qualquer comando.

10

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

VIEW > REGEN – RE
O comando REGEN “regenera” a imagem da tela. Este comando se faz necessário porque o CAD simplifica a resolução da imagem das formas geométricas da tela para economizar memória. Na primeira figura abaixo, podemos identificar três segmentos que formam o arco. Na segunda figura, após o REGEN, o arco aparece mais definido que no exemplo anterior.

VIEW > DISPLAY > UCS – OB
No AutoCAD você pode girar o cursor de mira para facilitar desenhos na diagonal. Digitando UCS e ENTER, OB e ENTER na linha de comandos, e selecionando um objeto que tenha a inclinação desejada, automaticamente o cursor muda e o ícone de coordenadas também. Veja no exemplo:

☺Para voltar a posição de origem basta digitar UCS, ENTER e ENTER de novo. ☺Para fazer com que o ícone de UCS desapareça, acesse VIEW na barra de menu em
seguida DISPLAY > UCS Icon > ON ■

11

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

FORMAT > LAYER
À medida que avançamos na construção de desenhos, a complexidade e diversidade de objetos nos obrigam a organizar nosso trabalho. Esta é a função dos LAYERS: a organização dos objetos de desenho. Tudo que desenhamos no CAD está contido em algum LAYER. A princípio trabalhamos apenas com o LAYER “0”. Podemos acessar este comando, através da barra de menu ou pelo atalho indicado pela seta. O quadro de configuração dos LAYERS, inicialmente apresenta apenas um LAYER especificado como “0”. Podemos criar LAYERS para separar, por exemplo, objetos de desenho. Um LAYER onde serão desenhados apenas círculos, outro que contenha apenas polígonos. Existem várias formas de organizar os objetos de desenho. Os LAYERS são grandes grupos de objetos de desenho. O critério de agrupamento é aleatório com objetivo de facilitar ao máximo a construção do desenho. CRIANDO LAYERS

Clicando na opção NEW, indicada pela seta, aparecerá um novo LAYER no quadro. Podemos renomear digitando o nome desejado no quadrinho “Layer1”. Observe três opções que vão fazer parte da configuração do LAYER. COLOR – Cor dos objetos deste LAYER – (azul, vermelho, amarelo, etc); LINETYPE – Tipo de linha dos objetos deste LAYER – (contínua, tracejada, etc); LINEWEIGHT – Espessura ou “pena” das linhas deste LAYER – (0.5mm, 0.7mm, etc). O melhor critério de organização dos LAYERS é em função da PLOTAGEM ou impressão do desenho. Isto porque na plotagem, cada cor de linha da tela corresponderá a uma espessura ou “pena”. Organizando os LAYERS, desta forma também facilitamos o trabalho de plotagem.

12

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

COLOR – cor dos objetos do LAYER Clicando no quadrinho ou no texto referente a cor, do novo LAYER, abrimos um quadro de seleção de cores. Podemos escolher qualquer cor deste quadro, lembrando que todos os objetos de desenho construídos dentro deste novo LAYER, terão esta mesma cor. No nosso exemplo, vamos optar pela cor vermelha. Clique em OK para fechar o quadro.

LINETYPE – Tipo de linha dos objetos deste LAYER Clicando no texto referente ao tipo de linha, do novo LAYER, abrimos um quadro de seleção de linhas. Nele constará apenas a linha do tipo contínua. Para procurar outros tipos de linha clique em LOAD. Vão aparecer vários tipos de linha. Os mais utilizados são o HIDDEN (tracejada) e DASHDOT (ponto e linha). Uma vez selecionados eles farão parte do quadro de seleção. Optamos pela linha HIDDEN (tracejada) e clicamos OK para fechar o quadro. LINEWEIGHT – Espessura ou “pena” das linhas deste LAYER Clicando no texto referente a espessura da linha, do novo LAYER, abrimos um quadro de seleção de “penas”. Vamos optar pela “pena” 0.5mm, e clicar em OK para fechar o quadro.

Desta forma, todo objeto construído neste novo LAYER terá cor vermelha, linha tracejada e suas linhas serão impressas com 0.5mm de espessura.

13

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

PADRÃO DE LAYERS A seguir temos uma proposta de configuração de LAYERS adaptada para desenhos de arquitetura.

Experimente trabalhar com esta configuração e observe os seguintes aspectos: Facilitando a visualização: 1. as cores de maior contraste com a tela devem coincidir com as de maior espessura – porque é mais fácil associar a “pena” ao contraste visual. 2. observe que as cores de objetos especiais como COTAS, por exemplo, não devem ser repetidas. Evite repetir cores que possam confundir a imagem visualizada. Separando objetos: 1. Os objetos devem ser separados por etapa de construção. Imagine um passo a passo do seu desenho e agrupe os LAYERS de acordo com as etapas. Desta forma podemos trabalhar melhor as FUNÇÕES LAYERS que veremos a seguir. ESCOLHENDO O LAYER

Durante a construção de qualquer desenho, podemos alterar o LAYER através da barra de atalhos. Basta clicar na barra de rolagem e escolher o LAYER desejado. É indicado também o atalho para o gerenciador dos LAYERS. Nota: L-mfi – linha muita fina L-fi – linha fina L-gr – linha grossa L-mgr – linha muito grossa

HATCH – hachura L-PROJ - projeção

14

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

FUNÇÕES LAYER Observe que existem quatro figuras antes de cada LAYER dentro da barra de atalhos: uma lâmpada, um sol, um sol sob um quadrado e um cadeado. 1. A lâmpada: representa a função ON-OFF do LAYER. Este função torna os objetos desenhados no LAYER visíveis ou invisíveis. Pode ser utilizado para se trabalhar dentro de um LAYER sem a interferência dos objetos de outro LAYER. 2. O cadeado: representa a função LOCKUNLOCK do LAYER. Ativando esta função os objetos do LAYER permanecem visíveis mas não podem ser modificados. 3. O sol: representa a função FREEZE. Esta acumula as duas últimas funções. Ativando o FREEZE - congelando, os objetos do LAYER ficam invisíveis e também não podem ser modificados. 4. O sol sob o quadrado: não representa função. Apenas indica em que MODEL você está trabalhando.

FORMAT > TEXT
Tem função de formatar os textos. É basicamente utilizado para alterar a fonte utilizada pelo editor de texto. Uma vez alteradas as características do FORMAT TEXT, o editor SINGLE LINE TEXT fará textos com as novas configurações. Além de alterar as fontes também trás algumas opções de efeitos.

15

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

FORMAT > DIMENSION
Tem função de formatar as cotas. Abrindo o quadro de formatação das cotas, você visualiza os estilos de cotas existentes – indicado pela seta. À direta temos cinco botões na vertical dos quais estudaremos os três primeiros.
SET CURRENT, ativa qualquer estilo da lista indicada pela seta. Basta selecionar o estilo e clicar SET CURRENT. NEW, serve para criar novos estilos de cotas a partir de um modelo existente. MODIFY, modifica estilo de cota. um

Passo a passo: 1. Clicando em NEW aparece um quadro que pede três informações: a) O nome do estilo de cota a ser criado; b) START WITH – a partir de que estilo você deseja criar seu novo modelo. c) USE FOR – quais as aplicações que o novo estilo vai abranger. Opte ALL. Para seguir adiante clique em CONTINUE. Entramos no quadro principal de configuração. A primeira página LINES AND ARROWS diz respeito ao conjunto de linhas que compõem o bloco COTA. DIMENSION LINES – são as linhas de extensão das cotas; EXTENSION LINES – são as linhas que ligam as dimension lines ao desenho. ARROWHEADS – no exemplo ao lado representa o pequeno traço diagonal nas extremidades da cota.

16

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

TEXT A próxima página TEXT, é para configuração do texto da cota. TEXT APARENCE – diz respeito ao estilo do texto. Aqui escolhemos cor e fonte. TEXT PLACEMENTE – configura a posição do texto em relação a linha de cota. TEXT ALIGMENT – formas de alinhamento do texto.

FIT Na terceira página, nos interessa a parte destacada referente ao fator de escala da cota que deve variar de acordo com a escala em que for impresso o desenho.

PRIMARITY UNITS Diz respeito à precisão da cota. Nos interessa o primeiro quadro que mostra quantos zeros termos após a vírgula. No segundo quadro você elimina os zeros.

FORMAT > POINT STYLE
Esta função permite a mudança de estilo de ponto. Após a mudança do estilo de ponto, O AutoCAD regenera automaticamente o desenho modificando os pontos para o estilo corrente. Basta selecionar e clicar OK. ■

17

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

TOOLS > OPTIONS
Este comando serve para configurar o CAD. Esta área do OPTIONS é muito vasta e neste treinamento básico, aprenderemos as seguintes funções: OPTIONS > DISPLAY - (configurando a tela de trabalho)

Observe nos quadros WINDOW ELEMENTS e LAYOUT ELEMENTS as lacunas que estão clicadas. Mantenha o CROSSHAIR SIZE em 100. O restante do quadro DISPLAY, permanece como está.

Clicando em COLORS você pode alterar as cores do MODEL TAB e do LAYOUT TAB. É aconselhado colocar a cor preta nas duas planilhas para facilitar o contraste com as cores das linhas. Este procedimento melhora a visualização do desenho e não força tanto os olhos.

Note que quando você configura a tela com a cor preta, para efeito de PLOTAGEM, toda cor branca será impressa preta.

18

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

OPTIONS > DISPLAY - (salvando o arquivo)

Na opção OPEN AND SAVE na janela do FILE SAVE, coloque sempre a opção de salvar como arquivo do AutoCad R14, visto que a versão 14 do CAD foi uma das mais vendidas e até hoje é muito utilizada. Isto possibilita que o seu arquivo feito no CAD 2002, seja aberto pela versão R14 e 2000. Na janela FILE SAFETY PRECAUTIONS automaticamente a cada 10 minutos. ajuste seu computador para salvar

OPTIONS > USER PREFERENCES - (processo de construção) Na janela do WINDOW STANDARD BEHAVIOR clique na primeira opção – ACELERETOR KEYS. A opção de ACELERETORS agiliza o processo de construção do desenho, Eliminando as janelas de opções de comandos. A partir de agora lembre que toda vez que você teclar ENTER estará ativando o ultimo comando executado. Estas são as opções básicas de configuração. Para confirmá-las clique em APPLY e OK.

19

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

TOOLS > DISPLAY ORDER
O comando DISPLAY ORDER do item TOOLS, serve para ordenar os objetos de desenho. Temos quatro alternativas, sendo as duas primeiras freqüentemente utilizadas em hachuras. DISPLAY ORDER > BRING TO FRONT

SEND TO BACK

1. O HATCH quase sempre fica sobreposto ao desenho. Na figura acima não é possível visualizar as linhas do desenho.

2. Aplicando o SAND TO BACK, conseguimos visualizar as linhas que antes estavam “sob” o HATCH.

São comuns vários HATCHS em um mesmo desenho. Para não entrar várias vezes no SEND TO BACK conclua todos os HATCHS, congele os outros LAYERS e aplique o comando para todos os HATCHS de uma só vez.

TOOLS > DISTANCE -

D

O comando DISTANCE ou apenas DIST, mede a distância entre dois pontos. Teclando D e ENTER, em seguida especificando o primeiro e o segundo ponto respectivamente. O resultado é apresentado na barra de comando.

TOOLS > AREA -

AA

O comando AREA calcula a área e o perímetro de objetos de desenho. Teclando AA e ENTER, entramos no comando e em seguida podemos especificar pontos que formem um desenho qualquer e clicando no botão direito do mouse o resultado será exposto na barra de comando.

No caso de circunferências e polígonos, podemos teclar a opção OBJECT, dentro do comando AREA e apenas dar um clique no objeto. Estes dois comandos DIST e AREA devem ser executados com o auxílio dos comandos de precisão do OSNAP.

20

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

TOOLS > PROPERTIES -

CONTROL + 1

O comando PROPERTIES serve para configurar as características de um objeto de desenho. Acessamos este comando selecionando o objeto e teclando CONTROL + 1 ou pela barra de atalhos. A princípio usaremos este comando apenas para alterar o fator de escala de alguns tipos de linha. Veja o exemplo abaixo:

1. O círculo acima foi construído com uma linha do tipo HIDDEN – tracejada. Por algum problema de escala, não conseguimos visualizar o tracejado.

2. Selecionando o círculo e teclando CONTROL + 1, aparece o quadro de propriedades. Nele a opção de escala que pode ser alterada. 3. Alterando seu fator de escala já podemos visualizar a linha do círculo tracejada. Parâmetro: a) Num segmento do tipo HIDDEN com 1 unidade de medida, será possível visualizar o tracejado a partir do fator de escala 0.1. b) Num seguimento do tipo DASHDOT – ponto e linha - com 1 unidade de medida, será visualizado a partir do fator de escala 0.03.

UNDO/ REDO > U

e REDO

Para desfazer a ação mais recente – no menu EDIT, escolha a opção UNDO, (seta do lado). Você pode também digitar o atalho U e ENTER quantas vezes quiser, retornando passo á passo, até que o desenho esteja em seu estado original. Quando uma operação não pode ser desfeita, o AutoCAD apresenta o nome do comando, mas não realiza qualquer ação. As operações externas ao desenho atual, como plotagem ou gravação para um arquivo, não podem ser desfeitas. Se você desfizer um comando durante o qual ocorreram alternâncias de modos ou utilização de comandos transparentes, seus efeitos serão desfeitos juntamente com o comando principal. No menu EDIT, escolher a opção REDO (figura), ou pela linha de comando, digite REDO e ENTER. Esse comando refaz uma ação do UNDO.

21

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

TOOLS > DESIGN CENTER – CONTROL + 2
O comando DESIGNCENTER serve para você encontrar e inserir algum conteúdo de um arquivo existente em seu arquivo corrente. Com ele você pode incluir blocos, fontes, hatches, layers, etc. Acessamos este comando pelo ícone na barra de ferramentas padrão ou pela linha de comandos, digitando CONTROL 2 + ENTER. Passo a passo: 1. Quando entramos nesse comando aparece este quadro ao lado, com as pastas FOLDERS, OPEN DRAWINGS, HISTORY e CD ONLINE. 2. Em FOLDERS o quadro vermelho é onde você localiza os arquivos (semelhante ao explorer), e o quadro amarelo mostra as configurações do arquivo que você pode inserir em seu arquivo corrente.

3. O OPEN DRAWING mostra todos os desenhos da seção correntes dentro do AutoCAD, incluindo o desenho minimizado no ícone, basta arrastar para a sua área gráfica que as propriedades serão copiadas. 4. No HISTORY você visualiza uma lista dos arquivos que você abriu dentro do DesignCenter. 5. Pelo DC ONLINE você pode baixar configurações de arquivos ONLINES. Quando você estabelece um contato WEB, irão aparecer dois planos na página inicial. Do lado esquerdo contem os símbolos das bibliotecas, o site fabricante, e conteúdos de bibliotecas adicionais. Quando o símbolo for selecionado, o display do lado direito pode baixar (copiar) para dentro de seu desenho. ■

22

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

OSNAP – FERREMENTA DE PRECISÃO – F3
As ferramentas de precisão são muito úteis na construção de desenhos. Acessamos sua pasta teclando OSNAP e ENTER na barra de comando. A configuração desta pasta permanecerá a mesma para qualquer arquivo CAD até que seja alterada. Esta ferramenta funciona como “pontos magnéticos” que facilitarão a construção dos desenhos. Dentro da pasta OSNAP em OPTIONS ou se clicarmos com o botão direito do mouse em cima da função, aparece a opção SETTINGS e nela podemos personalizar os símbolos representantes dos pontos de precisão. Temos 13 opções nesta ferramenta de precisão das quais usaremos 6 delas com mais freqüência. Clicando em Endpoint, Midpoint, Center, Node, Interssection e Perpendicular, e em seguida OK, deixamos ativas estas opções. Para ativar ou desativar a ferramenta OSNAP, basta teclar F3. Trabalhar com todas as opções ativadas ao mesmo tempo, pode atrapalhar a construção do desenho.

☺ ☺

Cada opção será representada na tela por uma figura da mesma forma que está representado na pasta da ferramenta osnap.

A ferramenta OSNAP será utilizada constantemente tanto na construção de linhas, círculos, polígonos ou arcos quanto em todos os comandos do MODIFY, vistos mais adiante.

☺ O OSNAP pode ser ativado ou desativado durante a execução de qualquer comando.
Desta forma durante a construção de uma simples linha, podemos ativar o OSNAP para clicar o primeiro ponto e desativá-lo sem sair do comando line para marcar o segundo ponto.

23

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

EXEMPLO – Construindo linhas com ferramenta OSNAP.

1. Na figura acima se deseja construir 3 linhas que partam do centro do círculo para as extremidades e o meio do segmento de reta.

2. Entrando no comando line e aproximando o cursor do círculo, visualizamos uma figura e uma legenda indicando o centro – CENTER – do círculo.

3. Clicamos o primeiro ponto para construção da linha e aproximamos o cursor da extremidade do segmento de reta. Visualizamos outra figura representando o ponto final do segmento – ENDPOINT.

4. Clicamos o ENDPOINT concluindo a construção do primeiro segmento. Teclamos ENTER para sair do comando LINE.

5. Iniciamos o segundo segmento no ponto médio – MIDPOINT – do segmento vertical. Visualize o símbolo.

6. Marcado o primeiro ponto levamos o cursor para o círculo. Outra vez o símbolo CENTER.

24

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

7. Concluindo o segundo marcando o ponto e ENTER.

segmento

8. Aproximando o cursor do círculo agora pegamos o ENDPOINT dos dois segmentos já construídos – coincidem com CENTER do círculo.

9. Clicamos o primeiro ponto e levamos o cursor para extremidade do segmento vertical.

10. Concluímos nossa figura clicando no ENDPOINT e ENTER.

☺ Ainda na mesma figura, dê entrada no comando line, por exemplo, e deslize o mouse
devagar sobre a figura construída a fim de visualizar todas as opções de precisão do comando OSNAP que aparecerão sobre a figura. Experimente desativar F3.

11. Construindo uma quarta linha, na mesma figura, visualizamos um “X” indicando INTERSECTION entre círculo e segmento.

12. Clice o primeiro ponto e visualize o segundo na PERPENDICULAR deste novo segmento para a reta vertical.

25

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

ORTHO – MÓDULO ORTOGONAL – F8
O módulo ortogonal pode ser utilizado na construção de linhas ou qualquer desenho primário. Também podemos utilizar esta função em qualquer comando do MODIFY. Exemplos: Construindo segmentos: 1. O primeiro segmento foi traçado com o módulo ortogonal ativado (entre o primeiro e o segundo ponto). 2. Entre o segundo e o terceiro ponto desativamos o F8, e conseguimos traçar um segmento inclinado. 3. A partir do terceiro ponto voltamos a ativar o F8. Já podemos visualizar a projeção do próximo segmento ortogonalmente.

Construindo um triângulo:

1. Na primeira figura vemos a construção de um triângulo com o módulo ortogonal ligado. 2. Na segunda figura desativamos o F8.

Observe que você pode ativar e desativar o F8 dentro de um mesmo comando, quantas vezes for necessário.

Modify MOVE

1. Movendo um triângulo com o módulo ortogonal ativado.

2. Movendo um triângulo com o módulo ortogonal desativado.

26

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

POLAR TRACKING - FERRAMENTA DE PRECISÃO - F10
A função POLAR : liga e desliga o modo polar do Auto Track. Em outras palavras, quando esta função é ativada, ao deslocar o mouse na solicitação dos pontos, o AutoCAD atrai o cursor para um ângulo notável, toda vez que o cursor passar por perto do ângulo citado. Será apresentada visualmente na tela uma linha pontilhada chamada Track (trilha), indicando a direção escolhida e um tooltip, indicando o ângulo e a distância. Essa função é boa para desenhar ângulos com exatidão. O POLAR pode ser ligado ou desligado digitando POLAR e ENTER na linha de comandos ou pelo atalho com a tecla F10. Assim como no OSNAP, apertando o botão direito do mouse em cima do POLAR na barra de status, e em seguida SETTINGS... irá aparecer o Drafting Settings, onde você pode definir o intervalo de ângulos.

☺ Da mesma forma do ORTHO e do OSNAP você pode ativar e desativar o F8 dentro de
um mesmo comando, quantas vezes for necessário. ■

GRID – MODULO DE GRADE – F7
O GRID é uma grade retangular padrão de pontos, na qual você pode ajustar de acordo com a área de desenho que você irá trabalhar. O GRID pode ser ligado ou desligado digitando GRID e ENTER na linha de comandos ou pelo atalho com a tecla F7. Com o GRID ativado é como se você utilizasse uma malha por baixo do desenho para facilitar em alinhamentos de objetos e para visualizar melhor à distância entre eles.

27

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

Para ajusta-lo você pode digitar GRID na barra de comandos ou clicar com o botão direito do mouse em cima da função e selecionar SETTINGS, que aparecerá a tela de DRAFING SETTINGS.

No quadro vermelho indicado ao lado, você ajusta a distancia entre os pontos do GRID.

☺O GRID não aparece na plotagem. ☺Neste mesmo quadro podemos definir
as distancias entre o SNAP (quadro em amarelo). ■

SNAP – FERRAMENTA DE PRECISÃO – F9
O módulo SNAP restringe o movimento do cursor em intervalos, que podem ser definidos por você, pelo mesmo processo do GRID. O SNAP pode ser ativado pelo atalho F9 ou digitando SNAP pela linha de comandos e confirmando com um ENTER. Quando ele é ativado, o cursor adere a uma grade retangular invisível. Ele é utilizado para especificar pontos precisos do cursor ou para divisões. Quando estiver trabalhando com o GRID, é interessante ativar o SNAP. Não sendo necessário eles terem o mesmo espaçamento. Por exemplo, você pode ter o GRID com espaçamento de 10 em 10 metros e ajustar o SNAP para ter espaçamentos de 5 em 5 metros. Dentro do SNAP você pode também especificar um ângulo qualquer. A rotação do cursor na tela será para encontrar o novo ângulo definido e automaticamente o GRID rotaciona também. No exemplo a seguir podemos ver melhor como isso funciona.

Só podemos construir o desenho, de acordo com os pontos do GRID ou com a distancia estabelecida pelo SNAP (metade da distancia do GRID) com a angulação estabelecida.

28

TREINAMENTO BÁSICO

AUTO CAD 2002

LWT – FERRAMENTA DE VISUALIZAÇÃO
A ferramenta LWT serve para você visualizar as linhas grossas e finas do desenho.

Com o comando desativado.

Com o LWT ativado.

Da mesma forma das demais funções ele pode ser ajustado pela linha de comandos ou com um click do botão direito do mouse em cima da função selecionando o SETTINGS.

Aparecerá esta tela do LINEWEIGHT SETTINGS. Onde você poderá ajusta-la. ■

29