Título: Agenesia renal unilateral em cão – relato de caso

Número: 2028

Curso: Medicina Veterinária

Categoria: Investigação Científica Formato: Painel

Autoria: Aline Bezerra Nacamori, Bianca Fiuza Monteiro, Lidiane Monteiro Penas Britto, Marco Bernstein, Priscila Aparecida Loli e Tania Parra Fernandes Contato: pri_loli_vet@hotmail.com Orientação: Milton Kolber Instituição: Universidade Metodista de São Paulo

Palavras-chave: Agenesia renal, insuficiência renal, hemodiálise

Introdução A agenesia renal bilateral é ausência completa de ambos os rins, quadro incompatível com a vida e observado em fetos, neonatos ou natimortos, ou ausência de um só rim, com a qual o animal poderá viver de forma bastante satisfatória. Os meios diagnósticos recomendados são: ultra-sonografia e urografia excretora, porém o exame radiográfico simples já pode muitas vezes evidenciar a presença de apenas um rim hipertrofiado. Objetivos: Descrever um caso de agenesia renal unilateral com insuficiência do rim contra lateral. Metodologia: Uma cadela, SRD, 5 anos, atendida no Centro de Diagnóstico e Hemodiálise RenalVet apresentava sinais compatíveis com insuficiência renal crônica. Os exames laboratoriais evidenciaram: anemia moderada, leucocitose com neutrofilia, uréia e creatinina com valores acima dos normais e hipoalbuminenia. Foi realizado um ultrasom que constatou a ausência do rim esquerdo. Tratava-se de um caso de agenesia renal unilateral com insuficiência crônica do rim contra lateral. O animal foi submetido a uma sessão de hemodiálise que durou em torno de 2 horas, ao final foi repetido o perfil renal. Pelos resultados, constatou-se a necessidade de mais 2 sessões, em dias consecutivos.

foi realizado um ultra-som. metoclopramida. para buscar alterações anatômicas. D. alguns pacientes podem desenvolver insuficiência renal. Maria Lucia Zaidan Dogli. D. 3. THRALL. Juan Urrusti. Laboratório clínico en medicina veterinária. o ultra-som para constatação da agenesia renal unilateral é imprescindível. L. Diante dos sintomas de insuficiência renal e da confirmação com os exames bioquímicos de rotina. c1959.B. acetilcisteina xarope. 1993. tornando-se incapazes de manter a homeostasia. ceftriaxona sódica. sucralfilm® e Royal Canin Renal Canina com clara de ovo. No momento do exame constatou-se a ausência do rim esquerdo e o rim direito apresentava-se insuficiente. R. Saunders Company. eritropoetina. Tradução de Jose Santibanez M. Tradução de Cid Figueiredo. T. ed. Philadelphia: W. Pediatria veterinária: cães e gatos até 6 meses de idade. Referências: JONES. D. ed. . Tradução de Francisco Javier Hernandez Blazquez. Pediatria veterinária: cães e gatos do nascimento aos seis meses. 6. HUNT.. J. como no caso relatado. 2000. E. KING. c1998. São Paulo: Manole.. Patologia veterinária.Concomitante à hemodiálise foi realizado protocolo terapêutico para insuficiência renal com fluidoterapia. lotensin®. HOSKINS. cloridrato de ranitidina. 2. Rio de Janeiro: Interlivros. Portanto. ed. São Paulo: Manole. já que além da agenesia renal unilateral o rim contra lateral encontrava-se insuficiente. D. Com todos os dados foi possível optar por um tratamento mais seguro. uma vez que os exames bioquímicos somente detectariam alterações na função renal. HOSKINS. Tradução de Fernando Gomes do Nascimento. 1997. Ciudad del Mexico: La Prensa Medica Mexicana.. COFFIN. D. J.W.. Textbook of veterinary diagnostic radiology. C. N. Principais resultados: Apesar do rim contra lateral sofrer uma hipertrofia compensatória. mylanta plus®.