Lista 06 AFO A lei orçamentária anual (LOA), a lei das diretrizes orçamentárias (LDO) e o plano plurianual (PPA) são

instrumentos de planejamento da ação governamental. Com relação às características desses instrumentos, julgue os itens a seguir. 1. (SERPRO ANALISTA GESTÃO FINANCEIRA 2008) As emendas ao projeto de LDO não poderão ser aprovadas quando forem incompatíveis com o PPA. 2. (SERPRO ANALISTA GESTÃO FINANCEIRA 2008) É vedado o início de programas ou projetos não incluídos na LOA. 3. (SERPRO ANALISTA GESTÃO FINANCEIRA 2008) Nenhum investimento cuja execução ultrapasse um exercício financeiro poderá ser iniciado sem a prévia inclusão no PPA ou lei que autorize a inclusão. De acordo com o art. 165 da Constituição Federal, a LOA compreenderá o orçamento fiscal, o orçamento de investimentos das empresas estatais e o orçamento da seguridade social. A respeito do orçamento de investimentos das empresas estatais, julgue o item abaixo. 4. (SERPRO ANALISTA GESTÃO FINANCEIRA 2008) Terá entre suas funções a de reduzir as desigualdades interregionais, segundo critério populacional. A Lei n.º 4.320/1964 dispõe que a LOA conterá discriminação da receita e da despesa observando os princípios da unidade, universalidade e anualidade. Acerca desses princípios, julgue os itens a seguir. 5. (SERPRO ANALISTA GESTÃO FINANCEIRA 2008) Em atendimento ao princípio da unidade, a LOA não conterá dispositivo estranho à previsão da receita e à fixação da despesa. 6. (SERPRO ANALISTA GESTÃO FINANCEIRA 2008) Segundo o princípio da universalidade, as despesas devem ser classificadas de forma detalhada, para facilitar sua análise e compreensão. 7. (SERPRO ANALISTA GESTÃO FINANCEIRA 2008) Segundo o princípio da anualidade, as previsões de receita e despesa devem fazer referência, sempre, a um período limitado de tempo. 8. (SERPRO ANALISTA TI 2008) Na concepção integradora dos processos de planejamento e de orçamento, adotada no modelo institucional brasileiro, o plano plurianual (PPA) constitui um guia para as autorizações orçamentárias anuais, os planos e programas nacionais, regionais e setoriais estão em consonância com o PPA, e a lei de diretrizes orçamentárias (LDO) destaca, da programação plurianual, a etapa anual caracterizada pelo orçamento. 9. (SERPRO ANALISTA TI 2008) Novos tributos ou aumentos nos já existentes, que não as alterações que constituem prerrogativa do Poder Executivo, devem estar previstas na LDO, o que equivale dizer que, além dos princípios da anterioridade e

da noventena, a introdução ou majoração de tributos depende, também, de obediência ao princípio da anualidade. Com referência a administração financeira e orçamentária, julgue os itens a seguir. 10. (SERPRO ANALISTA TI 2008) Embora as normas gerais de gestão financeira sejam aplicáveis a todos os entes da Federação, a obrigação de elaborar e aprovar o PPA e a LDO constitui regra legal especificamente destinada à União. 11. (SERPRO ANALISTA TI 2008) Os planos e programas gerais, setoriais e regionais elaborados no âmbito do governo federal, ainda quando devam ser submetidos ao exame do Congresso Nacional, precisam, antes, ser aprovados do presidente da República. 12. (SERPRO ANALISTA TI 2008) O órgão central do sistema de planejamento e de orçamento federal é a Secretaria de Orçamento Federal. 13. (SERPRO ANALISTA TI 2008) Se as previsões de receita incluídas pelo Poder Executivo na proposta de lei orçamentária anual (LOA) estiverem de acordo com a metodologia de cálculo e com as premissas básicas demonstradas em anexo à proposta, é vedado ao Poder Legislativo realizar reestimativa da receita orçamentária. 14. (SERPRO ANALISTA TI 2010) Todas as ações orçamentárias do governo devem estar discriminadas no PPA. 15. (SERPRO ANALISTA TI 2010) O projeto do próximo PPA será encaminhado ao Congresso Nacional até agosto de 2010, para vigência até o final do último exercício financeiro do próximo mandato presidencial. A respeito da administração financeira e orçamentária, julgue os itens que se seguem. 16. (MJ/DPF ESCRIVÃO 2009) É função do Ministério da Justiça fazer que o governo federal contemple em seu orçamento, que terá vigência de quatro anos, os recursos necessários ao pleno funcionamento do Departamento de Polícia Federal. 17. (TJDFT ANALISTA 2007) O princípio orçamentário da exclusividade implica que o TJDFT deve elaborar um único orçamento a cada ano. 18. (TJDFT ANALISTA 2007) A fixação de diretrizes orçamentárias tem entre seus objetivos fixar as prioridades e metas da administração pública e orientar a elaboração da lei orçamentária anual. 19. (ANEEL TÉC. ADM 2010) A lei orçamentária anual compreende três tipos de orçamento: fiscal, seguridade social e de investimentos. 20. (ANEEL TÉC. ADM 2010) O orçamento público federal pode ser utilizado como ferramenta de controle econômico, pois possui função alocativa, ou seja, busca ajustar o nível geral de preços e de empregos do mercado.

Em relação a orçamento público, julgue os itens que se seguem. 21. (ANA ANALISTA ADM. 2006) A execução da receita pública compreende três estágios: o lançamento, a arrecadação e o recolhimento. 22. (ANA ANALISTA ADM. 2006) A arrecadação é o segundo estágio da receita, que se materializa pelo recebimento da receita principal, da multa, dos juros e das correções, por agente da arrecadação devidamente autorizado, dando-se, então, como cumprida a obrigação tributária pelo devedor do tributo. 23. (ANA ANALISTA ADM. 2006) São princípios orçamentários fundamentais os da legalidade, da periodicidade, da exclusividade, da unidade e da universalidade. 24. (ANA ANALISTA ADM. 2006) O princípio da exclusividade determina que a Lei do Orçamento não contenha qualquer matéria estranha à estimativa de receita e à fixação da despesa. 25. (ANA ANALISTA ADM. 2006) O princípio da unidade determina que o orçamento deve abranger todo o universo das receitas a serem arrecadadas e das despesas a serem executadas pelo Estado. 26. (ANA ANALISTA ADM. 2006) É vedada a aplicação da receita de capital derivada da alienação de bens e direitos que integrem o patrimônio público para o financiamento de despesa corrente, salvo se destinada por lei aos regimes de previdência social, geral e próprio dos servidores públicos. 27. (ANTAQ CONTADOR 2009) Considere a seguinte situação hipotética. Em meados de dezembro, ao se constatar, em determinado ente, a necessidade de suplementação para a conclusão de um programa, verificou-se que a arrecadação desse ente havia ultrapassado, em R$ 450.000,00, a previsão inicial, que havia um saldo de dotações de R$ 380.000,00, que não seria utilizado e um crédito especial de R$ 270.000,00, aberto em outubro, que provavelmente só seria usado no exercício seguinte. Nessas condições, concluiu-se haver disponibilidade para a abertura de crédito suplementar no valor de R$ 1.100.000,00. Com relação às receitas e despesas públicas, julgue os itens a seguir. 28. (ANTAQ CONTADOR 2009) O pagamento dos tributos devidos pelos contribuintes constitui o estágio do recolhimento da receita. A arrecadação realiza-se com a transferência desses recursos para a conta única de cada ente, em prazos definidos contratualmente, com cada instituição. 29. (ANTAQ CONTADOR 2009) Suponha que a ANTAQ, de acordo com o orçamento aprovado, efetue uma transferência para determinada unidade da Federação, com vistas à realização, por essa unidade, de investimentos no setor aquaviário. Nesse caso, a transferência efetuada constitui uma despesa orçamentária de capital efetiva.

Acerca da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), julgue os itens a seguir. 30. (ANTAQ CONTADOR 2009) O montante previsto para as receitas de operações de crédito pode ser superior ao das despesas de capital, desde que o excesso seja aprovado pelo Poder Legislativo por maioria absoluta.

GABARITO

1 C 11 C 21 E

2 C 12 E 22 E

3 C 13 E 23 C

4 C 14 E 24 C

5 E 15 E 25 E

6 E 16 E 26 C

7 C 17 E 27 E

8 C 18 C 28 E

9 C 19 C 29 C

10 E 20 E 30 C