2.

6 - MANUFATURA INTEGRADA POR COMPUTADOR - CIM O avanço das pressões competitivas no ambiente da produção industrial suscitaram a descoberta de tecnologias e métodos modernos de manufatura, conforme indicam as seções precedentes. Entre essas inovações no mundo da manufatura, duas estratégias dominantes têm emergido: o sistema de manufatura just-in-time (JIT) e a abordagem da manufatura integrada por computador (CIM). Uma exposição sobre a concepção, implementação e desempenho dos sistemas CIM, impõe necessariamente uma cuidadosa leitura da escassa bibliografia disponível, como forma de evitar as freqüentes confusões de conceitos e técnicas que normalmente são endereçadas ao assunto. Desse modo, uma definição dos sistemas CIM pressupõe a articulação obrigatória e à príoil de três elementos básicos desses sistemas: os serviços de informação computacional, os mecanismos de integração das atividades operacionais e, por último, as tecnologias avançadas de produção. Nesse sentido, Vaii (l992) apud Johnson e LaBarre (l993) descreve o CIM como sendo uma filosofia gerencial. De acordo com suas observaçoes, todas as técnicas, os hardwares, os componentes, as estruturas de dados, a programação e todos os outros equipamentos utilizados em um ambiente CIM, estão baseados em tecnologia já conhecidas e estabelecidas, não existindo nada de revolucionário que possa ser encontrado nesse sistema. A partir destas considerações, o sistema CIM é tratado muito mais como uma filosofia de gerenciamento operacional, que integra as atividades organizacionais em sua totalidade, do que mesmo como um conceito meramente tecnológico. Duimering et ai. (l993) apresentam o CIM como um sistema que utiliza mecanismos de informação computacional, com o objetivo de integrar ilhas de automação e ilhas de informação, bem como tecnologias de produção flexível e avançada, através do sistema organizacional de manufatura. Os autores sustentam que existe bastante similaridade entre os objetivos do CIM e os do JIT, principalmente no que diz respeito aos benefícios esperados de cada um destes sistemas. Conforme argumentação desenvolvida através de trabalho recente, no qual são feitas algumas comparações entre os dois sistemas, o CIM apresenta características bastantes específicas do seu modo de operação. Essas características podem ser descritas resumidamente em dois pontos, como segue: • O sistema CIM permite a integração completa da organização, utilizando processos específicos de automatização dos fluxos de informações. Os autores argumentam que essa automatização ocorre tanto sobre os dados relacionados com os processos operacionais, como àqueles concernentes às funções organizacionais (ilhas de automação). Visando obter esta integração de atividades e funções correlatas, o sistema utiliza maciçamente as tecnologias avançadas de produção, mais precisamente os equipamentos se as máquinas de comando numérico. • O sistema CIM utiliza um conceito bem mais amplo de redução dos tempos operacionais, incluindo não apenas o tempo de processamento da produção, mas também o tempo de elaboração das atividades gerenciais e administrativas. Esse último diz respeito aos tempos de processamento das ordens de fabricação, de desenvolvimento do produto, etc. O uso de tecnologias de informação computacional, que transmite informações instantâneas para o sistema, por exemplo, permite uma redução drástica desses tempos. Analisando os aspectos estratégicos do CIM, Cunha (l989) sugere que este conceito designa um sistema computacional, que coordena um fluxo de informações voltado para o planejamento, controle, organização e execução do processo produtivo. Este fluxo de informações, por sua vez,

através de uma classificação que considera características geométricas e processos de fabricação. o CIM é estruturado a partir de um conjunto de recursos computacionais. representação final.1 5.CAD/COMPUTER DESIGN AIDED FIGURA 2. Tecnologia de Grupo . Essa atribuição ocorre através da introdução de controles na linha de produção. transporte e armazenagem. o CIM é definido por Aguiar et ai.Refere-se ao sistema que trata do planejamento RC. desde o pedido de vendas até a entrega do produto. simulação e testes. dimensionamento. apoiando dessa forma.6 . RC.1 . auxiliar o processo de projeto nos aspectos de concepção. O sistema é bastante utilizado no monitoramento das funções de MANUFACTURING produção.Trata-se de um sistema que permite. Projeto Auxiliado por Computador . o processo de integração das atividades organizacionais. Do ponto de vista de seus elementos estruturais. a partir de informações geradas pelos QUALITY ASSURANCE sistemas CAD. Para atender à esta proposição de objetivos. RC. CAM e CAP. (1989).CAPPICOMPUTER AIDED computacional das atividades inerentes ao processo produtivo e à sua seqüência.Corresponde à um sistema RC. Planejamento do Processo Auxiliado por Computador . bem como do tratamento dos dados para o controle das atividades de um sistema CAM. Sistemas de Gerenciamento da Produção Integrados por Computador . bem como MANAGEMEN SYSTEMS através das técnicas do MRP.15 .Trata-se de um sistema computacional orientado RC. da escolha dos métodos PROCESS PLANNING de fabricação e montagem.CAMICOMPUTER AIDED comandadas por computador (CNC). Manufatura Auxiliada por Computador . apud Cunha (l989) como sendo a integração logística. informacional e técnica de todas as áreas de uma organização industrial.5 .GT/GROUP TECHNOLOGY produzidos.CAQ/COMPUTER AIDED para o planejamento e a execução do controle de qualidade. manipulação. análise. através de suas facilidades de hardware e software. os quais podem ser definidos sucintamente de acordo com o esquema da Figura 2.ELEMENTOS ESTRUTURAIS DO SISTEMA CIM FONTE: Dados da pesquisa realizada .É um sistema baseado em máquinas de controle numérico.É um sistema que procura reunir peças ou subconjuntos semelhantes à serem RC.4 .2 .constitui um vetor de dados à disposição do usuário (máquina ou operador humano) no momento necessário. Garantia da Qualidade Auxiliada por Computador .3 CIPM/COMPUTER computacional que permite atribuir características de mobilidade e flexibilidade às funções tradicionais INTEGRATED PROUDCTION do PCP. validação.

consideram que o conceito moderno de CIM passa a ser um conceito funcional. as quais tanto podem ser de natureza técnica. para chegar à integração da manufatura. Conforme explícita Cunha (l989). onde a integração global da manufatura precisa ser entendida como um objetivo. entre outros. V5 . devido à diminuição dos estoques de matérias-primas. essas vantagens podem ser descritas como segue: V1 . tais como o CAD. o CAM. De um modo geral.Segundo as considerações apresentadas por Cziulik e Rosa (1988).Redução do chão de fábrica necessário. de modo que há uma modificação em curso em relação ao conceito de CIM. o CIPM.Sinergia e aprendizado pelo contato com novas tecnologias. Estas condições estão ilustradas na Figura 2. a implantação de um sistema CIM ocorre de forma gradual. . começa a haver uma percepção de que a indústria não precisará de todas estas peças. vão sendo instalados gradualmente pela companhia. do pequeno lote de produção e da relativa flexibilidade do sistema de manufatura.Definição de um controle permanente de qualidade. em função do menor tempo de preparação dos pedidos.Aumento da capacidade de adaptação e ajustamento ao mercado. V6 . devido a integração das diversas etapas do processo produtivo. V2 . V4 . V3 . com outras unidades produtoras e dentro da própria fábrica.Diminuição dos estoques. onde os diversos recursos ou elementos. como conseqüência de uma melhor comunicação com os clientes. quanto de ordem organizacional. produtos em processo e produtos acabados. Conforme os autores. que consiste em fazer a organização trabalhar como um conjunto harmônico e eficiente. Normalmente. conforme os interesses e condições da organização proponente. até que se organize as condições necessárias para a instalação completa do CIM. todos esses recursos estão integrados entre si e trabalham em torno de uma mesma base de dados.Redução do tempo de produção.16. A literatura disponível sugere uma metodologia de implantação modular do sistema. Nesse sentido. CONDlÇÕES PARA IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA CIM As vantagens decorrentes da implantação do sistema CIM são largamente conhecidas. com alta velocidade de resposta às demandas do mercado onde atua. a implantação de sistemas CIM impõe o atendimento de algumas condições.