PSCOLOGIA 1ª) Quem é o fundador do Behaviorismo e quais as diferentes denominações dessa tendência teórica?

2ª) Qual é o objeto da psicologia para o Behavioristas e como ele é caracterizado?

3ª) o que significa teoria S-R?
A teoria de aprendizado de Thorndike representa a estrutura original S-R da psicologia comportamental: o aprendizado é o resultado de associações formadas entre estímulos e respostas. Tais associações ou "hábitos" se tornam fortalecidas ou enfraquecidas pela natureza e frequência dos pares S-R. O paradigma para a teoria SR foi o aprendizado tentativa e erro, no qual certas respostas vêm a dominar outras devido a recompensas. O cunho do conectivismo (como toda teoria comportamental) foi que o aprendizado pode ser adequadamente explicado sem se referir a quaisquer estados internos não observáveis.

4ª) como o homem é estudado pelo Behaviorismo?

5ª) qual o mais importante teórico do Behaviorismos?

6ª) o que é comportamento reflexo ou respondente? De exemplos.
O comportamento respondente ou reflexo inclui todas as respostas dos seres humanos, e de muitos organismos, que são eliciadas por modificações especiais de estímulos do ambiente. Manifesta-se sempre que a pupila dos olhos se contraem ou se dilatam em resposta à modificação na iluminação do ambiente; sempre que a boca enche de água ao degustar um petisco; sempre que uma lufada de ar frio arrepiar a pele, sempre que derramarmos lágrimas ao descascar cebolas; dentre muitas outras maneiras.

7ª) Como pode ser considerado o comportamento respondente? De exemplos.
O Comportamento Respondente é um tipo de interação em que a resposta é emanada imediatamente após a apresentação do estímulo. Ivan Pavlov descreveu a obtenção do comportamento respondente condicionado como sendo formado por estímulos pareados que têm certa resposta. A forma mais simples do comportamento respondente é reminiscente ao que Aristóteles chamava de lei de contiguidade, que diz: "Quando duas coisas ocorrem juntas, o aparecimento de uma irá trazer a outra à mente". O Comportamento respondente foi originalmente focado no comportamento respondente incondicionado, apresentado por inúmeras espécies. Qualquer reflexo pode ser condicionado a responder a um estímulo anteriormente neutro. É marcado por respostas desencadeadas por eventos que imediatamente as precedem (o estímulo eliciador) e relacionado com o Sistema nervoso periférico (ou autônomo). Todos os comportamentos respondentes apresentam as seguintes características: - Surgem involuntariamente; - São controlados pelos eventos que o precedem, os estímulos eliciadores; - Não são aprendidos, são universais.

chamado estímulo discriminativo. O indivíduo aprende qual o comportamento desejável para alcançar determinado objetivo. O comportamento operante é modelado a partir de nosso repertório inato. tendem a aumentar de frequência e se estabelecer no repertório. As respostas que gerem mais reforço em média. Para exemplificar o reforço positivo consideremos um experimento onde um rato é privado de comida. Quando este puxa determinada alavanca (comportamento desejado) é disponibilizado o alimento (elemento de recompensa). chama-se reforço. se for punitiva. 12ª) O que é punição? De exemplo. quando a resposta emitida remove algum estímulo aversivo. se a consequência for reforçadora. Com o passar do tempo o rato ao sentir fome irá puxar a alavanca para receber o alimento. A punição é muitas vezes confundida com o reforço negativo pois o elemento punitivo encontra-se inserido neste. O conceito de Comportamento Operante difere do conceito de Comportamento respondente. Ambos têm como escopo ensinar e reforçar um determinado comportamento. ou seja. Este tipo de comportamento que tem como consequência um estímulo que afete sua frequência é chamado “Comportamento Operante”. É onde a resposta gera uma consequência e esta consequência afeta a sua probabilidade de ocorrer novamente. O reforçamento negativo. Após algum tempo o rato associa o ato de puxar a alavanca a extinção de seu desconforto e sempre que a corrente elétrica é ligada vai direto a alanvanca. é retirado. retirar o braço diante de uma agulhada. O reforço pode ser positivo. Uma resposta fisiológica a um estímulo. Neste exemplo o choque elétrico é colocado como elemento punitivo que é eliminado ao conseguir o comportamento almejado. Como no reforço positivo. além de diminuir a probabilidade de sua ocorrência futura. ou seja. a probabilidade de ele ocorrer novamente diminui. Este refere-se ao procedimento através do qual é modelada uma resposta no organismo através de reforço diferencial e aproximações sucessivas. etc. e gera um estímulo que afeta a probabilidade dele ocorrer novamente. 11ª) O que é extinção? De exemplo. ao contrário do reforçamento negativo. Quando puxada uma alavanca (comportamento desejado) a corrente elétrica é desligada. estudado por Pavlov. o negativo visa que o indivíduo aprenda o comportamento adequado a determinada situação. em um contexto semelhante tendem a ser novamente emitidas. passa a idéia de uma obrigação: um rato pode puxar uma alavanca (comportamento) para desligar uma corrente elétrica que o esteja infligindo um desconforto (reforço negativo). Porém. que a pessoa tende a evitar. Ambos utilizam de estímulos aversivos. O reforçamento negativo. porque o primeiro ocorre em um determinado contexto. como fechar o olho diante de algo que se aproxima dele. o segundo é diretamente eliciado por algum estímulo e é uma reação fisiológica do organismo. Esta corrente provoca um desconforto ao animal (elemento punitivo). O tipo de consequência que aumenta a probabilidade de ocorrência da mesma função de resposta em contextos semelhantes. 10ª) o que é reforçamento negativo e reforçamento positivo? De exemplo. com o passar do tempo. aumenta a probabilidade. o objetivo da punição é levar à extinção do comportamento. ou negativo. quando há a adição de um estímulo no ambiente que resulte no aumento da frequência da resposta que o gerou. do ambiente. ou seja. 9ª) como se condiciona o comportamento operante? De exemplo. O conceito de “Condicionamento Operante” foi criado pelo escritor e psicólogo Burrhus Frederic Skinner. Existem duas formas de reforço que são: o positivo e o negativo. não é um evento punitivo: é a remoção de um evento punitivo. No reforço positivo quando o comportamento desejado é alcançado um elemento de recompensa é adicionado. . gera outros efeitos colaterais.8ª) o que é comportamento operante? De exemplo. Para exemplificar temos novamente um experimento com um rato onde é colocada uma corrente elétrica ligada a sua gaiola. Já no reforço negativo um elemento punitivo é adicionado ao ambiente e quando o comportamento desejado é alcançado este. Desta forma o indivíduo exposto ao reforço positivo aprende o comportamento adequado.

13ª) O que é generalização? De exemplo. Proibir homossexual de entrar em algum ambiente ou lugar. Discriminação seria mencionar uma diferença de forma negativa. . por causa de sua sexualidade é discriminação. segregar um indivíduo dos demais por alguma razão específica como raça. quando experiências aversivas são adicionadas. 14ª) O que é discriminação? De exemplo. sexualidade.As punições podem ser de dois tipos: por adição (punição positiva). Ambas as técnicas levam a aquilo que chamamos de extinção. etc. ou por subtração (punição negativa). separar. quando facilitadores do comportamento são subtraídos.

Ciência e comportamento humano. F. ISBN 8531603609 Keller. (1974) em "Sobre O Behaviorismo" São Paulo: Editora Cultrix ↑ Skinner. (1973). São Paulo: Martins Fontes.REFERÊNCIA: http://teoriasdaaprendizagem. 11 ed. B. 489 p. ↑ Skinner. Aprendizagem: Teoria do Reforço.vilabol. (1901).F.slideshare.br/Trondicke. B. Psychological Review Monograph Supplement. (1971) em "Para Além da Liberdade e da Dignidade" Lisboa: Edições 70 .net/afcechin/behaviorismo Skinner. B. F. Rio de Janeiro: LTC . 2003. São Paulo: Cultrix.Livros Técnicos e Científicos Editora S. 2006.A. E. pg 9.uol. D (1999) em "Introdução a Psicologia Geral". 16 ed.F. F. ↑ Thorndike. 216 p. ISBN 8533619359 Skinner. 2. São Paulo: EPU. Sobre o Behaviorismo.S. ↑ a b c d Myers. 1109.com. L. Animal intelligence: An experimental study of the associative processes in animals.htm http://www. B.