DIREITO ADMINISTRATIVO III: 1. O fundamento do M.S não é o artigo 5º, INCISO LXIX da CR c/c a lei 12026/09. ( ) 2. O M.

S poderá ser individual e não coletivo. ( ) 3. Visa à proteção de direito líquido e certo, ou seja, respaldado em fato certo ou incontroverso. ( ) 4. O M. S não protegerá o impetrante nos atos concretos, ou seja, aqueles que se esgotam no caso, e sim no ato abstrato. ( ) 5. No M.S aplica-se o princípio da subsidiariedade – caberá quando não couber H.D e HC. (V) 6. A controvérsia sobre matéria de direito impede concessão de mandado de segurança, nos termos da súmula 625. ( ) 7. O que impede o M. S é a controvérsia fática. ( ) 8. O ato abstrato admite várias aplicações pelo uso repetido da norma, e por isso não admite o M.S ( ) 9. Não há vedação de M. S contra lei em tese, nos termos da súmula 266 do STF. ( 10. O ato praticado deverá ser de autoridade para que caiba o M.S. ( ) 11. O ato de agente público ou de pessoa privada em uma função pública são passíveis de serem analisadas em M.S. ( ) 12. Não cabe mandado de segurança contra ato praticado em licitação promovida por sociedade de economia mista ou empresa pública, nos termos da súmula 266 do STJ. ( ) 13. A existência de recurso administrativo com efeito suspensivo não impede o uso do mandado de segurança contra omissão da autoridade, nos termos da súmula 429. ( ) 14. A legitimidade ativa no M. S ocorrerá em substituição processual, por exceção. ( ) 15. Quem deverá impetrar M.S em regra é o titular do Direito ou seu substituto sempre. ( ) 16. A legitimidade passiva acontecerá através de um litisconsórcio ativo necessário – autoridade coatora e pessoa jurídica que sofrerá os efeitos da decisão. ( ) 17. O recurso no M.S acontecerá quando a mesma for concedida, e não da decisão que o denega. ( ) 18. Não caberá liminar no M.S nunca, exceto quanto ao que tenha por objeto a compensação de créditos tributários, a entrega de mercadorias e bens provenientes do exterior, a reclassificação ou equiparação de servidores públicos e a concessão de aumento ou a extensão de vantagens ou pagamento de qualquer natureza. ( ) 19. O reexame necessário acontecerá na concessão do M.S, nos termos do artigo 14,§1º da lei 12016/09. ( ) 20. O prazo de 120 dias caberá para ato comissivo ou omissivo, e por este ser decadencial não será interrompido ou suspenso. ( ) 21. O Superior Tribunal de Justiça não tem competência para processar e julgar, originariamente, mandado de segurança contra ato de outros tribunais ou dos respectivos órgãos, nos termos da súmula 41 do STJ. ( ) 22. Quanto aos direitos coletivos não terá legitimidade para impetração de mandado de segurança coletivo: a) partido político com representação no Congresso Nacional; b) organização sindical, entidade de classe ou associação legalmente constituída e em )

( ) 28. No H.( ) 43.D. O procedimento do HD não será assim: petição.S em face de ato difuso por falar de situação fática. embora a OAB tenha exigido o valor da causa em uma peça de H. A causa no Mandando de Injunção é a presença de norma regulamentadora e o efeito é tornar inviável o exercício de um direito. ( 40. ( ) 39. ( ) ) ) 41.D se exige advogado pelo princípio da indispensabilidade de advogado. atualização e cancelamento ou supressão de informações.D É uma ação pessoal. O mandado de injunção terá o mesmo procedimento do M.funcionamento há pelo menos um ano.D. Os pressupostos do HD são: comprovação de recusa – tácita (10 dias) ou expressa e prova pré-constituída do direito líquido e certo. O mandado de injunção quer acabar com a síndrome da inefetividade da constituição. inciso LXXII da CR c/c com a lei 9507/97. O objeto do Mandado de injunção é falta de norma regulamentadora que torne inviável o Direito. ( ) 29. ( ) 27. A entidade de classe tem legitimidade para o mandado de segurança ainda quando a pretensão veiculada interessa apenas a uma parte da respectiva categoria. ( ) ) . S.D. ( ) 24. A decisão no mandado de injunção não quer colmatar ou preencher a lacuna por analogia. O H. ( ) 37. A ação do HD é gratuita. informações. O MP terá legitimidade recursal ou subsidiária no M. O objeto do HD é a falta de acesso e a de informações – modificação em caso de falsidade. e não suspensivo no H. Exige-se o caráter público do órgão público em face de quem será impetrado o H. ( ) 26. A fundamentação do Mandado de injunção é artigo 5º LXXI da CR. No H. Essa atuação coletiva ocorrerá em substituição processual. ( 32. ( ) ) 31. e também em face de direito coletivo ou individual homogêneo. inciso LXX da CR. ( ) 38. A sentença do HD não poderá conceder ou denegar a solicitação.D será agente público autoridade coatora que deu acesso a informação. ( ) 33. ( ) 30. MP (5 dias). O HD terá sua fundamentação no artigo 5º. ( 44. ( ) 35. exceto para o cônjuge que queira proteger o interesse ou memória do de cujus. ( ) 23. ( ) 25. nos termos do artigo 5º. além de outro. ( 42. nos termos da súmula 630 do STF. ( ) 34.I. conclusão e sentença. ( ) 36. A norma de eficácia plena torna inviável a produção de efeitos positivos que poderiam exsurgir da mesma. Caberá M. em defesa dos interesses de seus membros ou associados. A apelação terá efeito devolutivo. e por isso não se exige autorização individual dos associados – súmula 629.