Plano Cronológico de Leitura Bíblica

Este plano de leitura bíblica segue a ordem da história. Assim fica mais fácil compreender 1. Primórdios: Gênesis 1-11 2. Os Patriarcas: Gênesis 12-36 3. Descida Para o Egito: Gênesis 37-50 4. Êxodo (Cap. 1-20 5. A Dádiva da Lei: Êxodo 21-40; Levítico 6. Números 7. Deuteronômio 8. Josué 9. Juizes e Rute 10. Samuel: I Samuel 1-15 11. Davi: I Samuel 16 - II. Samuel; I Crônicas 12. Salmos - Salmo 1-89 13. Jó: Jó 1-42 14. Salomão: I Reis 1-11; 2 Crônicas 1-9; Pv; Ec; Ct. 15. Elias: O iniciador das Profecias - I Reis 11-22; II Crônicas 1020 16. Eliseu: II. Reis 1-14; II Crônicas 21-26 17. Contemporâneos de Eliseu - Amós e Jonas 18. Isaías: O Profeta Evangélico - II. Reis 15-20; II. Crônicas 2732; Is. 1-39 19. Contemporâneos de Isaías - Oséias e Miquéias 20. Hilquias: O sacerdote que salvou o reino - II. Reis 21-23; II. Crônicas 33-35; Sofonias 21. Jeremias: O profeta da queda - II. Reis 24,25; II. Cr 36; Jr; Lm; Na; Hc 22. Profetas do Cativeiro: Is. 40-66; Jr. 40-52; Ez; Dn; Jl; Ob. 23. A Restauração: Esdras, Neemias, Ester, Ageu, Zc; Ml. 24. Hinários do Segundo Templo: Salmo 90 - 150 25. Transição do Antigo ao Novo Testamento: Malaquias; Mt 1, Mc 1; Lc 1; Jo 1. 26. Precedentes ao Ministério de Jesus: Mt 1:1-2:23; Lc 1-2:52; Jo 1:1-14 27. Estabelecimento do Ministério: Mt 3:1-4:25; Mc 1:1-20; Lc. 3:1-4:32; Jo 1:15-4:42 28. Ministério do Norte: Mt 14:13-18:35; Mc.6:30-9:50; Lc.9:110:62; Jo 6:1-7:10 29. Ministério da Peréia: Mt.19:1-20:34; Mc 10:1-52; Lc 10:119:28; Jo 7:11-11:57 30. A Última Semana: Mt 21:1-27:66; Mc 11:1-15:47; Lc 19:2923:56; Jo 11:55-19:42 31. Ressurreição e os 40 Dias: Mt 28; Mc 16; Lc 24; Jo 20,21; At 1:1-14; I Co 15:1-8 32. A Igreja em Jerusalém: Atos 1:1- 8-1 33. A Dispersão da Igreja até Antioquia: Atos 8:1 - 13:1 34. Primeira Viajem Missionária: Atos 13:1 - 14:28 35. Segunda Viajem Missionária: Atos 15:1 - 18:22; I e II. Tessalonicenses 36. Terceira Viajem Missionária: Atos 18:23 - 21:17 37. Cartas da 3ª Viagem (Parte 1): Gálatas; I. e II. Coríntios 38. Cartas da Terceira Viagem (Parte 2): Romanos 39. De Jerusalém a Roma: Atos 21 - 28 40. Cartas da Prisão: Colossenses; Efésios; Filemom; Filipenses 41. Primeira Parte: Cartas Pastorais - I e II Timóteo; Tito 42. Segunda Parte: Carta aos Hebreus - Hebreus 43. Epístolas Gerais: Tiago; I. e II. Pedro; I. II. e III. João; Judas. 44. Apocalipse

Instruções para os Estudantes
Conheça a sua Bíblia
• Cada período bíblico será estudado separadamente e em ordem cronológica. • Serão apresentados alguns recursos para decorar (decorar é aprender) como a apresentação de gráficos, mapas e palavras chaves. • O estudo visa à busca de aplicações espirituais nos períodos bíblicos e não pormenores, muitas vezes serão lidos vários livros e outras pequenas passagens. • Poderemos esclarecer dúvidas dos irmãos em aulas posteriores para um maior embasamento, duvidas por escrito se possível, que terão resposta falada e escrita. • O curso é popular, não erudito. Pois seria pretensioso em tão pouco tempo estudarmos exegeticamente todos os livros. • O alvo é ler a Bíblia, não ouvir somente os estudos.

1. Preparação
• Busca de um local e momento de tranqüilidade para devida concentração, ler em voz alta pode ajudar. • Ore e peça a ajuda de Deus, antes de cada lição.

2. Materiais de Estudo
• A Bíblia. • Um dicionário para encontrar o significado de uma palavra que você não compreenda. • Lápis ou caneta para sublinhar o que parece mais importante, ou algo que queremos entender melhor

3. Método de Estudo
• • • • • Leia a passagem bíblica que está indicada para cada lição. Assista a lição, chegando bem cedo na Igreja. Estude a lição em casa semanalmente. Memorize os versículos sugeridos. Medite nos ensinamentos de cada lição e ponha-os em prática na sua vida. Ore para que Deus te mostre como utilizar essas verdades em uma vida agradável a Ele. • Teste: Toda semana responda as perguntas sugeridas na Folha. • Leia a passagem bíblica da próxima lição, se possível esteja sempre adiantado na leitura. Você deve lembrar que estudar a Palavra de Deus é a forma mais sábia de investir o seu tempo. 1

História Sagrada
De Éden a Éden transcorre a história da ação de Deus, vivida entre os homens. A Bíblia é o único livro que vai, de modo completo do princípio ao fim; começa pela menção das coisas criadas e termina na consumação do mundo. Entre esses extremos que representam à inserção do tempo na eternidade, temos a História Sagrada, que pode ser sintetizada nas seguintes palavras: Israel, Cristo, Igreja.

Lição 1 - Primórdios (Gênesis 1-11)
Quanto a este período inicial, de 1 a 11 de Gênesis, nós o dividimos em três fases: Éden, Dilúvio e Babel. Estamos designando pela palavra Éden, não apenas a citação geral e a criação do homem, mas também a descrição do Éden, a Queda, a mensagem aos descendentes imediatos de nossos primeiros pais, até o capitulo cinco, em que há uma genealogia. Tal é o que queremos englobar nesta palavra: Éden: cap. 1 a 5. A fase do Dilúvio, vai do cap.6 ao 10. Além da narração referente à corrupção do gênero humano e o anúncio do dilúvio, conta-se como Noé e sua família entram na arca e como descem as águas do Dilúvio. Há experiência de Noé para ver se realmente a arca já repousava em terra, até que sai da arca. No capitulo nove há menção do pacto que Deus fez com ele e alguma narrativa subseqüente sobre sua biografia. No cap. 10, seus descendentes, o que constitui uma nova genealogia. A história da Babel está no cap. 11. A terra tinha, até então, a mesma língua; acontece a confusão de línguas e conseqüente fracasso da humanidade em entender-se. Os primeiros 11 capítulos de Gênesis constituem uma parte distinta do livro, e uma das fases distintas da história. São os primórdios, os princípios de todas as coisas. Do capítulo 12 em diante, inicia-se, propriamente a história do povo de Israel, com a vida dos patriarcas. Abrão é o ponto de partida. A mensagem Espiritual: Embora Deus seja o criador de todas as coisas, a Bíblia não é uma revelação de todas as coisas, a Bíblia vem nos trazer uma mensagem a nós. É a história dos homens, do seu pecado e da salvação. A Bíblia cuida do homem. O Homem: A respeito do homem se diz: que ele foi colocado no Paraíso, que Deus lhe deu uma companheira, que houve a queda. Os efeitos da queda logo se fizeram sentir. Um irmão mata o outro. Há referencias no capitulo 4, aos descendentes de Caim, que se notabilizaram pela sua maldade. Há informações a respeito do homem em sua relação com Deus. O Centro da História: Podemos imaginar Adão, Eva, Caim, Abel, Lameque, Matusalém, etc., todos os nomes mencionados nestes primeiros capítulos, como que girando em torno do verdadeiro centro, que é Deus. Deus fez o homem, não foi para que este pretendesse ser o centro, mas para que girasse em torno do centro, que é Deus. Um Novo Começo: Deus viu a corrupção do homem e fez solene advertência: os homens não deviam continuar com espírito egocêntrico. Apesar de avisos divinos, apesar de providências tomadas, nós temos a história do dilúvio, a luta de Deus com a humanidade corrupta e pecaminosa. Deus a destruiu, para que houvesse um novo começo. Uma família só, mas uma família providencialmente salva. E logo que continua a história, apesar do pacto reestruturado, apesar de novas promessas, o que encontramos é ainda o pecado, pecado na própria vida de Noé. A história de Babel ainda nos vem demonstrar, de uma maneira patética o que é o egocentrismo. Babel representa a vaidade humana, a inteligência aplicada ao mal. Deus traz o castigo, traz a confusão de línguas. A história de Babel demonstra a pretensão humana de querer realizar uma obra divina. Versículos para decorar: Gênesis 1.27-28 Lição da próxima semana: Os patriarcas (Gênesis 12-36) QUESTIONÁRIO 1. Quais são as três partes em que podemos dividir o estudo do livro de Gênesis? _________________________________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________________________ 2. Por que dizemos que o livro de Gênesis é o livro dos começos? _______________________________________________________________________________________________ 3. A quem está dirigida a mensagem da Bíblia? _________________________________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________________________ 4. Deus fez o homem, não para que este fosse o centro. Quem então, deve ser o centro de tudo? _______________________________________________
2

Respostas às Perguntas da Lição 1 1. a) Princípios ou começos (caps. 1-11); b) Patriarcas (caps. 12-36); c) A Descida para o Egito (caps. 37-50). 2. Porque narra o princípio de todas as coisas. 3. Para o ser humano, para o homem da terra. 4. Deus

Lição 2 - Os Patriarcas (Gênesis 12-36)
Do capítulo 12-36 de gênesis encontramos três biografias: de Abraão, de Isaque e de Jacó. ABRAÃO A promessa é que em Abraão seriam benditas todas as nações da terra: teria ele descendência como a areia do mar e estrelas do céu. Levado para Canaã, morava em cabanas; era um estrangeiro. Ali estava em obediência a palavra de Deus. Recebia a inspiração de deixar os seus e ir para uma terra distante; depois desceu ao Egito. O incidente com Ló é muito conhecido: avançaram para o Vale do Jordão, perto do Mar Morto, planície fértil. Ambos tinham rebanhos e foi preciso que eles tomassem decisão a respeito das terras; estava havendo lutas entre os auxiliares deles. Abraão tem um gesto de generosidade: “se tu escolheres à direita eu escolherei a esquerda”. Permitiu que Ló escolhesse o aparentemente melhor. Pagou Dízimos a Melquisedeque, rei da Paz. Instituiu a cerimônia da circuncisão, a mandado de Deus, e como marco do pacto feito. Intercedeu por Ló, por sua família, pelas cidades impenitentes. Visitou Abimeleque, rei que, enganado, quis tomar-lhe a esposa. Abraão infelizmente apesar de toda a sua grandeza de alma, mostrou-se humano; caiu na fraqueza da mentira. Depois desses acontecimentos, cumpri-se a promessa Deus lhe dá o filho. Mas Deus mesmo é quem, depois, vem pedir-lhe o filho. Este é o ponto culminante da biografia de Abraão. ISAQUE Passemos à biografia de seu filho Isaque. O exemplo de Isaque como pacifista é a nota saliente de sua biografia. Comparada à do Pai, sua vida é de menor importância. Os vultos de seu pai Abraão e de seu filho Jacó são tão notáveis que, certa maneira, a figura de Isaque fica apagada. Entre parêntesis: conta-se que Mendelson, o banqueiro, era muito conhecido, sendo seu filho sempre apresentado como filho de Mendelson. O neto se tornou musicista célebre. O filho, depois de velho, passou a ser apresentado como pai de Mendelson. Certa vez perguntaram-lhe quem era. Respondeu: “Eu, a princípio, era o filho de meu pai; depois passei a ser o pai de meu filho eu mesmo não sou ninguém”. Isaque, a princípio, era o filho de Abraão; depois, passou a ser o pai de Jacó. JACÓ Obtendo o direito de primogenitura por um prato de lentilhas; ganhando a bênção do Pai por um guisado feito às pressas; fugindo das iras do irmão mais de uma vez logrado, apesar dos prováveis remorsos, de sua mãe protecionista; indo para a região onde estavam os parentes; trabalhando, conforme os costumes da época para receber o seu sogro às filhas em casamento; enganando o próprio Labão ao qual deixa sem aviso, termina por voltar afinal ao vale de Jaboque, o vale da decisão. Ali Jacó que nada valia a sua atitude enganadora, pois que, cedo ou tarde, chegava o ajuste de contas. Encontrou-se e reconciliou-se com seu irmão. Algumas Lições Essenciais: Abraão é o exemplo do homem de fé. O pedido do sacrifício de Isaque, parece absurdo. Ele não discute; obedece crendo que “Deus proverá”. Isaque é o exemplo do homem pacifista. O incidente máximo esta registrado no cap. 26. “E cavou outro poço”. Os inimigos avançaram sobre o que era dele. Para não questionar, ele deixava o posso e cavava outro. Jacó é o exemplo de homem convertido. O suplantador transformou-se num “príncipe de Deus”. Jacó passa a chamar e ser Israel. Versículos para decorar: Gênesis 12.1-3 Lição da próxima semana: Descida para o Egito (Gênesis 37-50) QUESTIONÁRIO 1. Dos capítulos 12 ao 36 de Gênesis temos as biografias de três personagens, quem são? _______________________ 2. Qual é o ponto culminante na vida de Abraão? ________________________________________________________ 3. Porque a vida de Isaque quase passa por despercebida? _________________________________________________ 4. Porque podemos dizer que o nome Jacó era apropriado para o personagem que o possuía? _______________________________________________________________________________________________ 5. Quando foi trocado o nome de Jacó? ________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 2
3

1. Abraão, Isaque e Jacó. 2. O pedido do sacrifício do filho. 3. Pela importância das vidas de Abraão, seu pai; e de Jacó, seu filho. 4. Porque enganava a todo mundo 5. Quando se encontrou com Deus

Lição 3 - Descida para o Egito (Gênesis 37-50)
JOSÉ Embora todo mundo saiba a biografia de José, por ser uma das histórias bíblicas mais emocionantes, vamos repeti-la, em linhas gerais, com o objetivo de chamar a atenção para os caminhos da Providência. José atirado ao poço, depois vendido, deveria pensar consigo mesmo: O que está acontecendo? Só por contar um sonho a meus irmãos ficam tão enraivecidos? Dura para ele a experiência de vir a um país estrangeiro, vendido como escravo, sendo como era, até então, filho predileto. Era uma das experiências mais tremendas por que um adolescente poderia passar. Foi para a casa de Potifar. Mostrou-se, contudo, tão diligente, que dentro de algum tempo Potifar lhe deu as honras de mordomo. Ele tomou conta de todas as propriedades do grande político do Egito. JOSÉ NA PRISÃO Ë conhecida a traição da própria mulher de Potifar; naturalmente, as iras de Potifar se voltaram contra José. Nada fizera de mal. Difícil, contudo, lhe seria a reabilitação visto que fora mandado à cadeia por um homem importante. No estrangeiro, se comporta bem, a ponto de se ter tornado mordomo de Potifar; na prisão, conseguiu em breve, do carcereiro que lhe desse as chaves da prisão. Inspira confiança. Outro diria na prisão: “Deus é injusto. Não vê que cometem contra mim injustiças? Os meus irmãos. O meu patrão. Estou abandonado”. Quase todos explicam fracassos em virtude da maldade alheia. José, em vez de levantar - se e ficar remoendo injustiças de parentes e de estranhos, foi se impondo, pelo espírito de disciplina e de trabalho. Lá estão um copeiro e um padeiro do rei. José interpretou os sonhos, mostrando que daí a 3 dias iam ser retirados da cadeia. Infelizmente o padeiro seria enforcado, mas o copeiro ai voltar à dignidade antiga. Disse - lhe José “Lembra-te de mim!” O Rei sonhou e ficou perturbado. No sonho viu sete vacas gordas e sete vacas magras, sete espigas grandes sete espigas chochas. Ninguém era capaz de interpretar o sonho. Só então o copeiro - mor se lembrou de José. José buscado interpretou o sonho: vacas e espigas significavam a mesma coisa, a saber, um período de sete anos em que haveria fartura e um período de sete anos em que haveria miséria. O rei dissera: “A quem porei sobre o reino? Quem é que tem para tal, suficiente sabedoria?”. Ninguém havia, efetivamente, comparável a José. Os caminhos da providência só eram tortos na aparência: na realidade Deus guiara a José para a exaltação. EXALTAÇÃO Chegara a hora da providência. Um conjunto grande de circunstâncias contribuiu para fazer dele o homem mais influente, no mais influente pais do mundo. Estava José acima de tudo. A ele competia encaminhar os expedientes, dar ordens, tomar decisões. Quem sabia o que se passava era José. O grande perigo porque passou José, em tais circunstâncias, foi exatamente este: o de se endeusar, mas nas alturas ele era ainda o servo de Deus. Passou um susto nos irmãos, mas nada fez de mal; estes bem que precisavam de um sustozinho para despertamento da consciência cauterizada. Estava num lugar de exaltação, mas não se perdia na exaltação. Versículo para decorar: Hebreus 11.21,22 Lição da próxima semana: Êxodo (Êxodo 1-20) QUESTIONÁRIO 1. Em que circunstâncias chegou José ao Egito? ________________________________________________________ 2. Porque José foi preso no cárcere? _________________________________________________________________ 3. Qual foi a recompensa que José recebeu quando interpretou o sonho de Faraó? _______________________________________________________________________________________________ 4. Por estar ocupando uma privilegiada posição no Egito, que pôde José fazer pela família? ________________________________________________________________________________________________ 5. Qual era a convicção dos patriarcas com relação aos acontecimentos que lhes ocorriam? _______________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 3
4

de uma hora para outra. Preservar-lhes a vida mantê-los. Cuidamos de aceitar o milagre. Depois dessa transição um povo perseguido de Faraó. foi parar no deserto e viver como pastor. Ex. Ele quer que sejamos bem preparados para o que temos que fazer. dá codornizes. Deus providencialmente o liberta e o dirige. a essa altura. no memorial há. em que era preciso partir. Primeira fase: Moisés na corte. Versículo para decorar: Êxodo 2:24-25. De Gênesis a Êxodo temos um período de 400 anos. Os magos disseram: “Isso é o dedo de Deus” Este episódio mostra os limites da possibilidade humana com a soberania divina. 3. Mas. veio a resolver o problema de sua manutenção. 2. não havia tempo a perder. pois. A Páscoa é. mas dirige e sustenta: dá água. preparando-o para uma missão especial. Segunda fase: Nesses outros quarenta anos Moisés viveu uma vida diferente. A vida de Moisés dividisse em três fases. Moisés: Surge. Este sangue é um sinal de libertação. da proteção de Jeová. apontamos o contraste entre os recursos humanos e os recursos divinos. para depois usá-lo 40 anos. As Pragas: Dispensando-nos de descer a pormenores. Que estavam sendo dirigidos pela providência divina. dá maná. A Páscoa: A Páscoa veio a se tornar a festa máxima dos judeus. Chegou porem o momento em que eles nada mais puderam fazer. Foi feito governador do Egito. Vai dar-lhe instruções através da Sua Lei. Era como filho da filha de Faraó. Não cuidamos de explicar o milagre. não houve jeito senão de deixar o povo ir. a festa em que se tomam os elementos simbólicos da libertação. 5. Deus sabe como é que ele fez. e no qual importava tomar rápidas providências. porém faraó se arrependeu. José não havia feito nada de errado. Deus providencialmente mantivera o povo de Israel no Egito até a hora oportuna. somente os varões. teve de caminhar por uma região deserta. Como escravo foi vendido pelos seus irmãos. 4. Deus prepara um homem 80 anos para. em que o coração do povo se lembra com gratidão da grande bênção de Deus. os israelitas fabricavam tijolos como escravos. após transposto o mar. “afogaram-se”. Acontece a passagem do Mar Vermelho. diz-nos a Escritura. para que o anjo da destruição não consumisse os primogênitos dos israelitas. inicialmente. A Páscoa consiste no oferecimento de cordeiro de um ano.8:19. Lição 4 . Uma preparação de acordo com a cultura dos Egípcios. etc. Porque foi acusado falsamente pela mulher de Potifar. Que lições aprendemos com o fato de que Deus enviara Arão junto com Moisés? _______________________________________________________ ________________________________________ 4. O Pão levedado exigiria espera. além de libertá-lo do Egito? ___________________________________________ 5 . Deus.Êxodo (Cap. e quando os egípcios quiseram passar. Eis ai o contraste. A Passagem do Mar Vermelho: Após as pragas descritas até o capítulo 12. Quais são as três etapas em que se pode dividir a vida de Moisés?_________________________________________ _______________________________________________________ ________________________________________ 3. e partir apressadamente. O fato é que o mar se abriu e o povo passou.1. O cordeiro e o pão lhes foram o sustento até que no deserto. sem defeito. Dirige-o e sustenta-o porquê quer instruí-lo. Daí o pão sem fermento. Nada de comodismo. Que detalhe importante deve recordar o leitor ao passar de Gênesis a Êxodo? _______________________________________________________________________________________________ 2. os guiava mediante uma nuvem. numa hora angustiosa. 19:5-6 Lição da próxima semana: A dádiva da Lei (Êxodo 21-40. Deus não tem pressa. Que fez Deus pelo povo de Israel. Os magos puderam realizar. prover alimento na época da fome. Por quê? No dia da libertação fizera-se marca de sangue na porta. Uma família protegida de Faraó numa terra privilegiada. Deus não só liberta. Não era possível dispensar provimento para a primeira caminhada. de outro modo. Mesmo depois de deixar o povo ir. por mera sugestão. 1-20) De Família a Povo: Em Gênesis 46:26 nos diz que são umas setenta pessoas. de redenção. cada qual de quarenta anos. se mencionam 600.000 de pé. A primeira Páscoa se fez no dia em que os Israelitas saíram do Egito. Deus providencialmente mostrara o Seu poder perante os Egípcios. Moisés o grande líder. e que foi sinal distintivo. E mais: Na Páscoa se toma também o pão sem fermento. as mesmas pragas. Levítico) QUESTIONÁRIO 1. No Deserto: O povo de Israel. Em Êxodo 12:37. sempre. Por isso mesmo. Do palácio. Era educado segundo a ciência dos egípcios. o sacrifício do cordeiro para lembrar o sacrifício que então se fez.

3. tabernáculos. 3. Zelo pela saúde física e espiritual. Ali só entrava o sumo sacerdote. o SENHOR. Há leis especificas sobre toda a estrutura do tabernáculo. Estava dividido em duas partes. O Tabernáculo: Êxodo. direção. defesa. sou santo. alimentação. Primeira etapa. contém a descrição do tabernáculo. segunda etapa. uma vez por ano. “Portanto. Solenidades (23-25): Trata das grandes festas de Israel. Mas o sacrifício deve ser prestado no tabernáculo. seguem-se as leis a respeito dos sacrifícios. volta Moisés ao topo do morro e recebe novas tábuas. A ordem é. Que de Gênesis a Êxodo transcorre um período de 400 anos. Do capítulo 35 de Êxodo ao fim de Levítico. que lá estava de dia. sempre fechada. 6 . À tribo de Levi cabia cuidar do tabernáculo. seu irmão. santificai-vos e sede santos.” Etc. Deus acrescenta instrução. Como se manifestava a presença de Deus no Tabernáculo?______________________________________________ _______________________________________________________________________________________________ 3. afinal. O pátio.20:7.26 Lição da próxima semana: Números (Números 1-36) QUESTIONÁRIO 1. no deserto.Descreva detalhadamente o que aconteceu no mente Sinai? ______________________________________________ _______________________________________________________________________________________________ 2. ofertas e holocaustos. Deus o libertara miraculosamente e agora o separava para ser povo seu. e ali recebeu a lei. Serviço (cap. Que Deus usa várias pessoas.11-15): Alguns cuidados a respeito da saúde. recebeu instruções quanto ao tabernáculo. que Deus lhe dá.1-7) . porque eu sou o Senhor vosso Deus. parto e sexo. ponto de referência da vida religiosa deles. Levítico) Israel no Sinai: Moisés sobe ao monte e ali recebe as tábuas da lei. todas as atividades religiosas. fazendo conforme o Senhor lhe ordenara.Respostas às Perguntas da Lição 4 1. Deus instrui o Povo: Formando o povo por circunstâncias especiais. temos uma enumeração da Lei de Deus. Numa. Quebradas as tábuas da lei.Sobre que tema o livro de Levítico da ênfase repetidas vezes? ____________________________________________ _______________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 5 1. que lá estava de noite. e vos separei dos povos.A Dádiva da Lei (Êxodo 21-40. Mesmo fora do tabernáculo havia um altar para ofertas mais comuns. O centro da vida de Israel: O centro da vida de Israel era a presença de Deus. sacrifícios. 2. Torna com todas as instruções de Deus: a descrição do tabernáculo que deveria construir. Na parte anterior entravam os sacerdotes.16.8-10): Os sacerdotes faziam os sacrifícios . que dimensão tem. Santidade (cap. terceira etapa guiando o povo na viagem. Sacerdotes (cap. Lição 5 . e sacerdotes. Bênçãos e castigos (26 e 27): Quem obedecer às leis só pode receber grandes bênçãos e quem se mostrar desobediente será castigado. Deus fez sentir Sua presença. nos capítulos 35 a 40. e seus pertences. porque eu.20:7. e pelo fogo. Quem fará o sacrifício ? Há uma classe separada para isso. Ele se mostrava através de nuvem sobre o tabernáculo. É a dos sacerdotes. ou que Deus não usa uma só pessoa. Versículo para decorar: Lv. lugar para o qual constantemente voltava Israel sua atenção. há uma ordem centrífuga. Segue-se o cuidado a respeito do povo. ficava a arca do concerto. Vimos que lhe dera proteção. para abrigo das 12 tribos de Israel. para serdes meus. Saúde (cap. “povo adquirido”. foi coroada com a presença de Deus simbolizada através dessa nuvem. pois. Moisés desce. A obediência de Moisés. 22:2. De que maneira é. 21:23. completamente cercado. encontra o povo guiado erradamente por Arão. e que uma pessoa complementa a outra. 4. O tabernáculo era de madeira e coberto de pano. no palácio. cuida Deus de sua instrução. Preocupação e cuidado com o ser humano.19-20): Repetição da lei. alimento. o que continha. tinha em torno uma série de tendas. Esse é o povo que sabe adorar o Deus verdadeiro. Dirigiu. o sistema de culto que deveria estabelecer. Levítico: O livro tem esse nome por causa da tribo de Levi.trata dos sacrifícios. dadas por Moisés. Ele se divide em 6 partes: Sacrifícios (cap. Leiam-se os seguintes textos: Lv. Há um ponto que centraliza a religiosidade do povo: é o tabernáculo. sustentou e instruiu o povo. Se bem observada a enumeração.26. Êxodo 40:16.” “E ser-me-eis santos.16-18): Todo cuidado de separação do que é abominável. infelizmente. Moisés subiu ao monte.

mais fortes que Israel. Os dez outros espias. que fica à entrada da terra . levariam de dois a três meses. Um é o rei de Moabe. 11-13. carregados por duas pessoas. Caps. Há gigantes. Deus mandou que Moisés separasse um representante de cada tribo. sabemos que ficaram dois anos. cercadas de muros. Estas peregrinação são exatamente por causa do medo. Os Dois Censos: O livro de Números tem esse nome em virtude da menção que se faz nele a dois recenseamentos. Preparativos: O conteúdo do Livro está resumido no esquema do seguinte modo: o itinerário do Sinai a Cades-Barnéia. 21-26. É verdade que as cidades são fortes. Que tipo de informações deram os espias que foram reconhecer a terra? ____________________________________ 2. ao todo. Luta contra Reis: São três grandes reis que vieram a ser vencidos sucessivamente. perto do Sinai. No Sinai. Leis (Apêndice a Deuteronômio).36) Caps. Mas quem nos mandou vir. Havia os enaquins. acampando-se em CadesBarnéia. 1-10. temos que confiar nEle. O Senhor será conosco”. e a parte final até o monte Nebo. Em Cades-Barnéia: Ali chegando. Até Cades Barnéia. O Desafio espiritual: O desafio espiritual dado pelo livro de Números é a respeito da Providência e de nossa confiança n’Aquele que nos dirige em peregrinações. Foram vitórias inesperadas. de modo pessimista. A alma do povo se angustiou nesse caminho. porém.. Qual foi o maior castigo que Deus impôs ao povo de Israel? _____________________________________________ 3. Restam pois. outro é o rei dos amorreus. Estas batalhas se tornaram célebres na história do povo de Israel. Seria necessário tanto tempo? O que se faz hoje de trem de um dia para o outro. Uma coluna de nuvem durante o dia. chamado Balaque. Quantos anos tinha Moisés quando chegou ao monte Nebo?______________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 6 7 . Até Cades-Barnéia: Irrompem os israelitas na marcha. Haveria mesmo necessidade dessa viajem demorar tanto? Durou. 38 anos de peregrinação. Se tivessem viajado. 40 anos. há o incidente dos espias.Josué e Calebe . na maioria. Leis: Na parte final de Números (26-36) temos algumas leis que vão entrar na classificação junto com o livro de Deuteronômio.2. Tais povos eram. 27-36. Atravessaram os três desertos. Mas não temos o que fazer senão avançar. até EziomGeber. Verdade é que dois dos espias . Versículo para decorar: Números 21:9 Lição da próxima semana: Deuteronômio QUESTIONÁRIO 1. chamado Siom. Lutas contra reis. Caps. senão o Senhor ? Se Deus nos tirou do Egito e nos trouxe até aqui. havia cidades fortes. Qual o resultado ? Reconheceram que a terra era fértil. tentavam os israelitas outros caminho. Preparativos e leis. O relatório dos espias foi. realmente. disseram: Não! Não há possibilidade de vencer está gente”. que a produção era excelente. Santificação e separação. é verdade que o povo é bem organizado. senão somente os dois: Josué e Calebe. uma raça agigantada.deram uma impressão favorável: “O povo é forte. o deserto de Parã. depois. as peregrinações pelo deserto. diretamente. o deserto de Zin. Deus promete a terra mais não promete a inexistência de gigantes. Lição 6 . Em Cades. Não tendo conseguido entrar por Cades-Barnéia. mais ao sul. ao sul da Palestina. de onde foram enviados os espias.Números (Números 1.. outro é o rei de Bazã. indo diretamente do Sinai a Palestina. Coisa maravilhosa. em retrocesso. pessimista. no meio. 3. e uma coluna de fogo durante a noite. que havia cachos de uvas muito grandes. Caps. Feito isso. mais ao norte. lá se foram os doze para ver a terra. Mas Deus aborrece os que olham para trás: todos os maiores de vinte anos não entrariam na terra. o deserto de Sin. 14-20. chamado Ogue. Caps. Nesse lugar vieram-se a dar ocorrências registradas em Deuteronômio o que será estudado posteriormente. os israelitas levaram 40 anos. Mas também havia gente forte.

pois ele é a tua vida e a lonjura dos teus dias. Era preciso que eles influenciassem e que não fossem influenciados (Dt. porém existem gigantes. Moisés nomeia seu sucessor. Vers.. estava ele às portas da terra. para que fiques na terra que o Senhor jurou a teus pais. repetimos. “O Senhor”. “Agora. Lição 7 .34) Retrospecto do Passado: Em Deuteronômio 1 a 10 encontramos Moisés exortando o povo. escrevi este cântico e ensinai-o aos filhos de Israel. Nos caps. não porque fosse diferente. No capítulo 6 repetem-se informações a respeito do cuidado com as novas gerações. dos cuidados que o povo deveria ter para manter características de um povo especial. a vida. A terra é boa. sentia as maravilhas que Deus iria fazer pelo Seu povo..até hoje onde teria sido a sua sepultura. tu e tua semente. 11. na necessidade de culto a Deus. Cada tribo recebe uma bênção (Dt. 34. a Abraão. lembrando-lhes várias circunstâncias relativas às conquistas obtidas. mas porque o Senhor vos amava e para guardar o juramento que jurara a vossos pais”. 120 Anos. para que este cântico seja por testemunho”. Quem foi nomeado sucessor de Moisés? _____________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 7 8 .diz o texto .1. a Jacó. Maravilhosa demonstração de sua confiança em Deus. Versículo para decorar: Deuteronômio 6. Registra-se o cântico de Josué. 18:9). Homem velho. que eles fizessem a sua parte! O trecho fala da fertilidade da terra. Ponde-o na sua boca. 7 e 9. diz ele no cap. temos o reflexo do estado de coisas presente na ocasião. em relação aos fatos registrados. 120 anos. dando ouvidos a vós e te achegando a Ele. na futura vida na terra em que estavam para entrar." Seguem-se as bênçãos sobre as várias tribos. No cap. No final do capítulo 30 encontramos uma linda passagem: “Os céus e a terra tomo hoje por testemunha contra vós. “não tomou prazer em vós e vos escolheu porque a vossa multidão fosse maior do que a dos outros povos. 7.Deuteronômio (Deuteronômio 1.24). pois vós éreis menos em número de que os outros povos. 32). que te tenho proposto a vida e a morte. até o mar ocidental”.. tendo realizado toda obra que bem conhecemos. desde o rio. Como deviam se comportar os israelitas ao entrar em contato com os povos pagãos? _______________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________________ 3. vers. O problema é que os Israelitas deveriam entrar em contato com gente de costumes diferentes e de religiões adversas. 4. Dez homens disseram: “Não podemos possuí-la” e dois outros disseram: “Sim. mas pela impiedade destas nações que o Senhor teu Deus as lança fora de diante de ti.33). Os capítulos 2 e 3 consistem no registro de uma recordação das vitórias que Deus tinha ganho para eles e por meio deles. Moisés subiu ao Monte Nebo viu a terra prometida e depois desapareceu. 31. 2.9. já na parte final do livro. O presente. Não se sabe .4-9 Lição da próxima semana: Josué (Josué 1-24) QUESTIONÁRIO 1. e bênção e a maldição. nós podemos”. chegara a vê-la. E no cap. para que vivas. Uma grande promessa: “Desde o deserto e desde o Líbano. a Isaque.” E o texto final . 3. Segue-se o último cântico de Moisés (Dt. Deixar o povo à sua própria sorte. “Estas palavras intimarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa”. 7 vers. No capítulo 5 há uma repetição dos mandamentos. Deus os viera providencialmente guiando. Porque não devemos desprezar nenhum dos documentos. dos 10 mandamentos. do perigo dos falsos profetas. são aqui relembradas em relação ao futuro. pois. “Amando ao Senhor teu Deus. 5 “Não é por causa da tua justiça nem pela retidão do teu coração que entraste a possuir esta terra.. Todas as leis previamente dadas a respeito do comportamento do povo. é descrito e desfecho da vida de Moisés. pois." Perspectiva do Futuro: No capítulo 11 é que a atenção se volta para a terra de Canaã e para o futuro que esperava Israel. então. escolhe. o rio Eufrates. mesmo quando Números e Deuteronômio se referem à mesma situação histórica? __________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________________________ 2. “O lugar que pisar a planta do vosso pé será vosso” (Dt. diz que o povo não devia dizer: “Por causa da minha justiça o Senhor me trouxe a esta terra para a possuir”. Situação no Presente: A partir do cap. o autor diz que Deus escolheu o povo de Israel. Deus dá a Josué o encargo do povo.

Podemos recordar o conteúdo do livro de Josué com varias palavras que começam com a letra “P” . esse homem viu-se seduzido por uma capa babilônica. Os que iam com a arca ficaram no meio enquanto os demais seguiram. O que fez Josué quando a terra já havia sido conquistada e repartida? ____________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 8 1. Josué fez um pacto de não destruí-los. Jericó foi destruída depois que o povo a cercou várias vezes. Partilha. Ser diferente. Depois de ter conquistado a terra. isso não é absolutamente exato. porque Levi não entra na conta. Os levitas tinham direito de usar de ofertas que lhes eram trazidas. O povo responde: “Ao Senhor serviremos” Versículos para decorar: Josué 1:8-9 Lição da próxima semana: Juizes e Rute QUESTIONÁRIO 1. Passagem: Os caps. 3. Trata da entrada do povo de Israel na terra de Canaã. porem. Partilha: Nos caps. 3 a 5 relatam a chegada dos israelitas ao Rio Jordão. no entanto. Ora. Josué se mostra consciente de que a natureza humana precisa sempre de novos apelos. Prélios: As batalhas. o povo. Não convinha. Pacto: Agora passamos a considerar os capítulos 23 e 24. Trata-se realmente da renovação do Pacto. cada uma relativa a uma tribo. 2. Não são. Surge o incidente com os gibeonitas. trazendo coisas velhas e roupas rasgadas. “Escolhei. Quando uma pessoa estava sendo perseguida. Quais são estas palavras? _______________________________________________________________________________________ 2. pois. que a tribo de Levi recebesse partilha. da cidade de Gibeon. Josué errou não destruindo os habitantes da cidade Gibeon. acumuladas para o lado de cima. entende que é útil renovar o Pacto. mas reorganizou-se e por meio duma emboscada. E não entra porque sendo a tribo que tinha a missão religiosa. de modo que pudessem passar a pé enxuto. E. Perderam-na.24) Uma serie de palavras começadas com a letra P nos ajuda a guardar todo o conteúdo do livro de Josué. como marco desta passagem miraculosa. não contaminar-se. gritou o povo em grande grito e o muro caiu abaixo” (Js. cujos relatos se registram nos capítulos 6 a 12. chegou a tomar a cidade de Ai. “Aquele que cuida do altar deve viver do altar”. A ordem expressa de Deus dizia. É o caso de perguntarmos se todos os que estão ali enumerados são filhos de Jacó. pois. das próprias bênçãos que recebemos. Havia 40 cidades que pertenciam aos Levitas. tocando os sacerdotes as buzinas. Preparação: Os caps. 9 . habitantes como se vê. àquela gente. Reduziu-os a rachadores de lenha e pegadores de água para toda a congregação de Israel. depois com outras cidades e reinos. Destas. Foi feita a partilha por um critério de eqüidade. Retiraram de lá doze pedras. “Gritou. Josué. 6:20). tinha o direito de refugiar-se numa delas. infligiu-lhes severo castigo porque o tinham enganado. nós nos esquecemos das próprias promessas que fizemos. por causa do pecado de um certo Acã. O povo perdeu a batalha. seis eram consideradas de refúgio. Passagem. nem da criação. 1 e 2 tratam da preparação do líder e do povo para a passagem do rio Jordão e a conseqüente entrada na terra. não teria tempo de cuidar da agricultura. Roubou-a. Diz. daria treze. Embora tenha cumprido sua palavra. netos de Jacó. Prélios. Segue-se a batalha contra Ai. Que critério foi usado para a repartição da terra? _____________________________________________________ 3. Porque contém novas informações. quando as águas foram retidas. São contudo doze tribos. Pacto. Qualquer parte que uma tribo ganha-se. Nossa natureza é tão falha que se não estivermos vigilantes. Lição 8: Josué (Cap. que deveria destruir a todos. Em vez de aparecer o nome de José. 13 a 22 encontramos a partilha ou a repartição da terra entre as diferentes tribos. 1. não resistiu à tentação. Embora tenhamos o costume de dizer que as tribos correspondem aos doze filhos de Jacó. são travadas primeiro com a cidade de Jericó. influenciar e não ser influenciado. Porque a tribo de Levi não consta no mapa das tribos de Israel? _________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ 4. e essas pedras ficaram em um montão. A ordem era que ninguém lançasse mão dos despojos. Fingiram ter vindo de longo. trocando José por dois de seus filhos. equivalera ao que outra iria receber. e sucedeu que ouvindo o povo o sonido da buzina. a quem haveis de servir”. aparecem os nomes dos dois filhos dele: Manassés e Efraim. hoje. Eles partiram do pé do monte Nebo rumo à Canaã. que tinha de medir bem a responsabilidade assumida. Preparação. Levi não consta no mapa.1.

Há referência ainda a um incidente ocorrido com o seu filho. de acordo com o valor da terra. pois tentaram dominar a Israel. porque a influência dos cultos estranhos perturbou a pureza do culto de Israel. No fim do livro de Rute (cap. o próprio Baraque não se sentira encorajado a enfrentar o inimigo. 3. Infelizmente o povo de Israel não pisou com a “planta do pé” em toda a porção prometida por Deus. Quanto a alguns deles as informações são poucas. E com seus trezentos companheiros realizou uma façanha semelhante à de Josué. Rute entra. Gideão: Gideão tem uma biografia mais desenvolvida. Quando ouve a invasão dos cananitas. Sem haver um líder espiritual para guiá-lo. Quando o povo avançou para Jericó. fazendo cair o templo filisteu. É a história de uma conversão. tornado escravo. Versículo para decorar: Rute 1. Algumas nações ficaram e provaram a Israel. ou para Ai. Quando o povo confiou nas promessas divinas e resolveu atravessar o Jordão. então perdeu a chance de conquistar. matando-o à traição. como disse a Moisés” (Js. visto que a respeito deles não se diz nada. onde era procurada por causa de suas sábias respostas. Um critério de igualdade.4:17). e algumas vezes o conseguiram. Venceu o rei Eglon. de contínua opressão e reação. Se Deus prometeu a Israel “todo lugar que pisar a planta de vosso pé”.2. Há uma série de escravizações do povo de Israel por parte dos povos vizinhos e ao mesmo tempo uma série de reações. e usa as próprias deficiências do povo para um plano Seu. comandante do exército não se sentia animado a marchar para a guerra. E foi a própria filha.. Repetiu e renovou o pacto. ficaram 10000. de acompanhá-lo e de cooperar com ele na realização da batalha. cada um fazia o que bem lhe parecia. Houve a primeira seleção. sem o compromisso formal da parte de Débora. A respeito de Eúde sabemos pouco. quando cercou a cidade de Jericó.1. ao mesmo tempo responsabiliza o povo de Israel por suas deficiências. Ficamos a pensar no vigor moral de Débora. Débora: Segue-se Débora. Disse que sacrificaria a primeira pessoa que encontrasse ao voltar para casa. Era a tribo que tinha uma missão religiosa. por que algumas nações pagãs permaneceram na terra prometida? _______________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 9 1. verificamos que ela veio a ser ascendente de Davi. porque somente através de som. Depois a segunda seleção. sabemos que foi irmão de Calebe.3). um ou outro nome. e não teria tempo para dedicar-se à agricultura e à criação de rebanho. mas para mostra como é que Rute passou a fazer parte do povo de Deus. Não foi só tentação religiosa . não houvesse a força moral dessa mulher excepcional. visto que o próprio general. graças a lideranças dos Juízes. Eram 32000 homens. Foram antes de tudo uma tentação. Conseguiu depois vingar-se.Apêndice de Juízes: A história de Rute é narrada. a profetiza. por esta razão. de quem sabemos que se assentava à sombra de uma palmeira.. conseguiu vencer os inimigos. Sansão foi traído por Dalila. Todos se lembram certamente da seleção por ele ordenada. Desprezamos. ficaram ainda por ser dominados alguns povos que vieram a se constituir em inimigos de Israel.16 Lição da próxima semana: I Samuel 1-15 QUESTIONÁRIO 1. reduziram-se os seus companheiros a 300. Deus permitiu a ele que o fizesse a pé enxuto. Mas na medida em que este povo se recusou a avançar. Biografia dos Juízes: Quanto às biografias dos Juízes. nem tanto pelo romance em si. e reduzido apenas a impulsionador de roda do moinho. na própria genealogia de Jesus. sempre de maneira espetacular. Ela disse: “Posso ir. sem uso propriamente de armas. Rute . “O teu povo é o meu povo. Otoniel e Eúde: Do primeiro juiz Otoniel. todos as conhecem. Sansão: A biografia de Sansão é muito conhecida. Lição 9: Juízes e Rute Reportemo-nos à ordem da conquista: “Todo o lugar que pisar a planta do vosso pé vô-lo tenho dado. 4. o teu Deus será o meu Deus”. senão também que se constituíram em inimigos. Fez ele um voto precipitado. Temos sempre encontrado esse mistério: é que Deus. preso. O Livro dos Juízes descreve tal época. qual foi a situação do povo de Israel? _____________________________ ________________________________________________________________________________________________ 2. retendo às águas. Quem tinha problema ia procurá-la. E dessa maneira. na enumeração. mas a glória não será sua.” Jefté e Seu voto precipitado: Quanto a Jefté (ou Jeftá) há uma informação. 10 . Decadência. depois de ter ganho uma batalha.

Eis o primeiro choque entre o próprio povo e seu rei. A maldição recaiu sobre ele. sendo ainda mancebo”. “Fala Senhor. Havia desagrado da parte do povo. tomando-lhe a arca. uma vida de sucesso. Saíra da casa do Pai em busca de jumentas perdidas. se cruzam. Jonatas sem o saber. o velho sacerdote. Saul. por desobedecerem à ordem de tomar posse de toda a terra.II Samuel. I Crônicas) QUESTIONÁRIO 1. e depois de ter procurado mais de um dia. Por causa da incredulidade do povo. Samuel estava no templo. morando com Eli. que . a vara de Arão. a mãe de Samuel. Fazia oração pedindo a Deus um filho. por ocasião da luta contra os amalequitas Saul se mostra desobediente. fazendo de conta que não vê.como diz o texto . Colocada no “Santo dos Santos”. Realizara a importante tarefa da libertação. Até que Samuel Deixou o Cargo: Inicia-se no cap. A arca era o receptáculo dos objetos sagrados: as tábuas da Lei. 9 a biografia de Saul. não obstante a severa mensagem de Deus. Na luta contra amalequitas. Saul violentou barreiras. porem. deixa que o povo separe o melhor das ovelhas e das vacas tomando os despojos que eram proibidos. defendendo-o do ataque dos amonitas. que florescera. Em todo caso a ordem divina era que se providenciasse conforme o pedido do povo. Os filisteus tinham levado a arca. porque o pai. Samuel. caído no deserto. Que significado tinha para Israel o fato dos filisteus terem levado a arca? _______________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________________ 3. quando foi chamado por Deus em sonho. disse ao empregado: “Vamos voltar”. Os filhos eram devassos e venais. de Samuel e de Saul. cumpria advertir a casa de Eli. Há intercalado. diz ele: “Violentei-me o ofereci holocausto”. Com a desculpa de que Samuel estava demorando. o que significava a ausência do Senhor. foi ele severamente repreendido. Exatamente por causa disto. E Saul. Recebeu a bênção do filho e dedicou-o ao serviço de Deus.“ministrou perante o Senhor. exercendo função de sacerdote. que passou a ser aclamado. Ora. O motivo pelo qual este povo pede um rei parece que é muito precário. Foi precipitado. Foi só em virtude de ação posterior de Saul em favor do povo. tomara um pouco de mel.2. Até Um pedido de Um Rei: Por essa altura. A carreira de Saul se torna cada vez mais desastrosa. Depois no capítulo 15. não tinha ainda o reconhecimento do povo. a mensagem divina não era agradável. Versículo para decorar: 1 Samuel 15:22 Lição da próxima semana: Davi (I Samuel 16 . agora. o desamparo de Deus ao seu povo e um castigo pela sua iniqüidade. Samuel exortava o povo de Israel ao arrependimento. Deus lhe diz que antes de o rejeitarem a ele (Samuel) o povo tinha rejeitado a Deus. Foi esse um reconhecimento que era líder militar. Samuel anuncia-lhe. Há separação entre Saul e Samuel. julgo-a bêbada. Fisicamente era notável. embora ungido. fosse bem piedoso. Saul era homem alto: “desde os ombros para cima sobressaía a todo o povo” (v. O próprio Samuel fica decepcionado. O povo de Israel pede um rei. Ela. E era esta. A sua vida é uma contínua decadência. 11 . tinha orado no templo pedindo que Deus lhe desse um filho. Que fez Saul que causou a separação entre ele e Samuel? _________________________________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 10 1. porque teu servo ouve”. exatamente. A essa altura Samuel renunciou o seu cargo. Lição 10: I Samuel 1-15 Até a convocação de Samuel: Ana. era o sinal da presença de Deus. Eli. trazendo Samuel. pelo que mais tarde veio a reaparecer. o sacerdote. Seria melhor voltar. filho de Saul. Até a Separação de Samuel e Saul: Do capítulo 8 a 12 as duas biografias. Tinha feito este um voto atrevido. abriu-lhe o coração e mostrou que tinha a alma angustiada. o velho. O encontro entre Samuel e Saul assinala a unção deste. Qual é o contraste que se nota no livro de Samuel entre a vida de Samuel e a de Saul? _________________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ 2. uma vasilha com maná. um incidente da vida de Jonatas. Embora Eli. descuidara-se da vida de sua família. os filisteus tinham enfrentado o povo de Israel. em vez de estar preocupado com as jumentas.2). uma das grandes advertências que a Samuel cumpria fazer. uma vida decadente. estaria preocupado com o próprio filho. que atingiu o próprio filho. Voto que ninguém poderia comer absolutamente nada. Pede um rei porque outros povos o têm.

Davi avançou com a funda e algumas pedras retiradas do regato. I Crônicas) A unção de Davi: Davi era filho de Jessé. Davi foi aclamado Rei. foi levada a efeito pelo seu filho Salomão. rejeita os filhos mais velhos. pediu ao pajem que o matasse. Que conseqüências teve nos filhos o mal exemplo de Davi? _____________________________________________ ________________________________________________________________________________________________ 4. Serviu-o como homem público. conta-nos também as conseqüências de seu erro. A Bíblia não nos conta apenas o erro de Davi.2. Escândalos se sucederam em sua família. visto que só os sacerdotes podiam fazê-lo. Se Deus dependesse de homens perfeitos para a execução de planos na terra. chega rebaixar-se a ponto de procurar uma das expatriadas. jamais. Fim trágico. Tremendo é pensar a que desespero chegou Saul. Várias vezes Davi teve oportunidade de vingar-se mas não o fez pois Saul era um ungido do Senhor. mas “Deus não vê como vê o homem. Lição 11: Davi (I Samuel 16 . Que Deus já não estava com o Seu povo. põe-se em desespero e vai consultar a feiticeira da cidade de Endor. afinal. 12 . serviu ainda Davi aos propósitos divinos. Que nos mostra o fato de Saul ter ido consultar uma adivinha? ___________________________________________ _______________________________________________________________________________________________ 3. tendo o pajem se recusado a tirar-lhe a vida. não está dissociada da vida coletiva e os homens de maior capacidade tem maior responsabilidade. a construção do templo. Terminando. As Lições Espirituais: Davi embora humano e falho. E. Davi: o Homem e o Rei: Davi como homem aparece em II Samuel. diremos que não há vida completa. pode ter função importante. Parece que não tinha nem mesmo coragem de o fazer ele mesmo. “ruivo e de gentil aspecto” Segue-se o incidente da luta com Golias. O que Davi planejou e para o que reuniu material. certamente conhecia um homem daquele tamanho. na alma de Saul tremendo ciúme. Quando Samuel vai à casa deste. de novo. Sua decadência espiritual. O homem vê o exterior. Percebendo que não havia mais saída e que os filisteus haviam de abusar dele. Davi proclamado Rei: Com a morte de Saul. da reconstituição do culto. não teriam estes um lugar. porém. As mulheres começaram a cantar que Saul tinha matado milhares. Davi como rei aparece em I Crônicas. na história. A Decadência Final de Saul: Saul. Iniciaram-se perseguições atrozes contra Davi.Como reagiu Saul ante o triunfo de Davi sobre Golias e a fama que alcançou com essa vitória? _________________ ________________________________________________________________________________________________ 2. Rejeita-a. Ficou cheio de ciúmes e inveja. De início ele mesmo mandara expulsar as feiticeiras de Israel e agora. 2. mas Deus vê o que está no coração. Temos muito que aprender com ele neste terreno. mas também aos propósitos de Deus. Obteve estrondosa vitória e grande fama. ou que a presença de Deus já não estava em Israel. Davi Perseguido por Saul: O assunto é descrito como verdadeira tentação satânica. O sentido da política de Davi foi o da exaltação ao Senhor. Versículo para decorar: 1 Samuel 16:7 Lição da próxima semana: (Salmo 1-89) QUESTIONÁRIO 1. Perdoado. Como homem público. Saul em alguns momentos tinha bons propósitos mas sempre aparecia a tremenda onda de ciúme e ele. 3.” É ungido rei o menor. caiu Saul sobre a sua espada e morreu. A pitonisa disse palavras que trouxeram ao rei maior aflição. na sua decadência espiritual. logo a seguir. mas Davi dezenas de milhares. começou a persegui-lo. Davi toma emprestada a armadura de Saul. ou que Deus havia abandonado o Seu povo. Contudo. Todos eram de bela aparência. Não há pecado sem conseqüências desastrosas. desencadeou-se. profetizando-lhe que seria vencido na batalha de Gilboa. A Bíblia fala-nos ainda do arrependimento de Davi e de como Deus lhe perdoou o pecado. com seus altos e baixos. Que fez Davi depois de ser perdoado? _______________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 11 1. Aproveitou-se ela da oportunidade para vingar-se. A vida espiritual. do regresso da Arca. fazia plano de perseguição. Davi não apenas serviu ao seu povo. Ofereceu holocausto. através dos preparativos do templo.. Reinou em Hebrom (7 anos) e depois em Jerusalém (33 anos).. então.II Samuel.

A esta característica se tem chamado paralelismo. o salmo 119 é o mais longo.Cantos Atribuídos a Davi: Abrindo a Bíblia no livro de Salmos. que podem ser aplicadas a todos os Salmos por igual. o mais influente. 2. Uns expressam arrependimento de quem está escrevendo. de 42 . salmos atribuídos a Asafe. Como eram usados principalmente os Salmos? ________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 12 1.106 é o quarto. No entanto. outros fazem referência ao sofrimento que o escritor passava em determinado momento. Caráter Devocional: Todos são cantos. os títulos que levam cada Salmo não são parte dos manuscritos originais. no entanto. Em forma devocional. de 107 . A diferença que aparece neste caso é referente ao uso da palavra Deus. Uns se referem à natureza. os que existiram desde os tempos de Davi. em hebraico. as frases explicativas são partes dos manuscritos hebreus. há pelo menos duas características. sendo muitas das composições escritas pelo próprio Davi. Seguiu servindo aos propósitos divinos. em larga freqüência.41) e a de Asafe (73 . De 1 .89) A primeira parte de Salmos é. e compostos por diferentes autores. como o são. Comparemos o Salmo 14 com o 53. Porque é fácil identificar-se com o escritor e seus sentimentos. temos na sua maioria. têm sido usados amplamente para as devocionais pessoais. No entanto. e dependerá unicamente do critério que adote a pessoa que intenta fazer tal classificação. no culto. que o pensamento do segundo versículo.47) e outros a Davi (51 . porém. Coleções de Cantos: O livro de Salmos é uma coleção de hinários formado por um conjunto de hinos que os Israelitas cantavam no templo. Foram adicionados pelos revisores. Um detalhe interessante é que os salmos.Salmos ( Salmo 1. contém certa semelhança com o que está expresso no primeiro verso: Às vezes a semelhança é entre a primeira estrofe e a segunda. descobrimos que muitos dos cantos têm uma frase explicativa antes do começo da poesia propriamente dita. de 73 . Seus filhos fizeram vários escândalos.41 é o primeiro hinário. Assim mesmo. Asafe.89) há uma série em que alguns são atribuídos a Coré (42 . e folheando-o na primeira parte. Qualquer classificação que se faça dos Salmos. e também as suas limitações. Ele foi. de 90 .Cantos Atribuídos a Asafe: Ora. Paralelismo: Ao ler os Salmos você notará.89 é o terceiro. A palavra que designa Deus neste segundo hinário é Eloim (Elohim). A que outros personagens além de Davi se atribuem muitos dos Salmos que estudamos? _______________________________________________________________________________________________ 2.70) . É como se houvesse um hino que está no “Cantor Cristão” e está também nos “Salmos e Hinos”. 4. Há pequena diferença entre o hino em um hinário e em outro. Lição 12 . para expressar a relação do adorador com Deus.150 é o quinto. ao passo que na primeira é Jeová (Senhor). A expressão “filhos de Asafe” pode não significar necessariamente filhos. salvo duas exceções. outros se referem ao culto. uma coleção de diversos cantos. toda classificação terá os seus pontos fortes. ajudando a identificar o tema de cada poesia. e todos foram compostos para exaltar a Deus. Terceira Coleção . Versículo para decorar: Salmo 23:1-3 Lição da próxima semana: Jó 1-42 QUESTIONÁRIO 1. atribuída a Davi. será feita de forma arbitrária. O Salmo é o mesmo. dentre os poetas do povo de Israel. Uns salmos são curtos.Cantos de Coré e Davi: Entre a coleção de Davi (1 . apenas dois versículos. Coré. Algumas características dos Salmos: Sendo. e outros muito longos. precisamente por seu caráter devocional. pois a palavra “filho”. um pertence ao primeiro hinário e o outro ao segundo. Segunda Coleção . Os três primeiros são provavelmente os mais antigos. do Salmo 73 ao 89. Primeira Coleção . 13 . O salmo 117 é o menor. É oportuno dizer que. contendo 176 vers. os Salmos de 73 a 83 estão todos relacionados com o nome de Asafe.3. e para relatar alguma experiência que levava o autor a acercar-se mais de Deus.72 é o segundo . De qualquer modo. se já não notou antes. principalmente. e é uma das peculiaridades da poesia hebréia. tem um sentido mais amplo que em português. a saber: todos contêm um paralelismo poético e todos têm um caráter devocional. os salmos contêm uma ampla diversidade de formas e estilos. seu filho Absalão se rebelou contra ele.

disse que Jó era justo porque não era provado. Quando alguém nos pergunta qual é a maior dor. Grande consolo! Como que dizia a Jó: Você se queixa porque chegou a sua vez. Jó Submetido à Prova: A primeira parte de Jó é um contraste entre prosperidade e provação. Deus lhe permite submeter Jó à provação da pobreza. Os Amigos de Jó: Aparecem três supostos amigos de Jó: Elifaz.42) O problema do sofrimento: O grande problema do livro de Jó. Satanás. Ao Todo Poderoso não podemos alcançar”. As provações de nossa existência não estão fora da alçada divina. é que o sofrimento está ligado ao pecado. depois à do isolamento. é o drama de todo o ser humano.. Sobre tudo ainda trazia a dor de impiedosas observações: “Porque zombas de Deus ?” “Queres ocultar de Deus a realidade?”. Mas Jó estava dentro da experiência da própria dor. tão antigo. Elifaz . Deus permite que o justo seja provado. e qual foi o resultado? _________________________________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 13 1.A Voz da Juventude . O terceiro diz: “Você. Você não deve queixar-se tanto. mas o difícil é o meu sofrimento”. 18 e 25. O maior perigo é não ter a companhia de Deus quando estamos isolados dos homens. tem permitido através dos séculos. Quem não está sofrendo não está pecando. Quem sofre é porque pecou. O que é pior: perdeu o próprio contexto humano. Que o pecado causa sofrimento não há dúvida.A Voz da Experiência . riqueza. Ct. além de ser um grande pecador. O que é que a experiência diz? O sofrimento é inevitável. Que fez finalmente Jó. ter perdido saúde. Como os “amigos” explicaram o sofrimento de Jó? _________________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ 3. O problema do sofrimento. Eliú. Bildade e Zofar. É a voz da intolerância. O outro diz “Você está sofrendo porque é um grande pecador”. Apresenta-se Jó com um bom caráter e uma família unida e amiga. 22. sei que isto é a experiência da Humanidade. em sua condição humana. O sofrimento do justo é um problema que. Bildade . Versículo para decorar: Jó 19:25 Lição da próxima semana: Salomão (I Reis 1-11.” Eliú . Pv. Não há vida neste mundo que decorra sem sofrimento.A Voz da Intolerância . devíamos responder que a pior é aquela pela qual nós estamos passando. Mas tenho consciência de que não houve um pecado especial para explicar minha situação”. Qual problema universal do ser humano é tratado no livro de Jó? _________________________________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________________________ 2. Ec. Queres ser o único a evitá-lo?"E Jó responde: eu sei disso. Há desejo de descobrir a causa do sofrimento: o máximo que o homem pode descobrir.. Zofar: mereces sofrer muito mais. Mas é que eu estou sofrendo! Eu sei que todo mundo sofre. Por maiores que sejam as forças do mal. Zofar . Elifaz: O sofrimento é inevitável. aqui não há observações de que todo mundo sofre.. reflete a voz da sabedoria humana. Dura realidade. Mas tem chagado a vez dos outros. Como se não bastasse ter perdido propriedades. Temos de suportá-lo. Estes trazem explicações humanas para o problema da dor que Jó estava enfrentando. Poder-se ia dizer: “Eis aí o homem feliz”.) QUESTIONÁRIO 1. saúde. Este erro de Bildade.Suas palavras são registradas nos capítulos 5.Os registros estão nos capítulos 11 e 20. 32:5 “Vendo. mas é a realidade da qual se pode tirar grande lição de ordem espiritual. não são maiores que as forças divinas. II Cr. que não havia resposta na boca daqueles três homens. ainda está procurando esconder seu erro. Jó responde: “Eu sei disso. racionalmente. não tem explicação. É verdade. O erro de Bildade e da sabedoria humana não é dizer que o pecado traz sofrimento. Jó perdeu o que tinha: família. pois. 2. Além de não explicar nada acrescentava dor a Jó. filho de Baraquel e disse.A Voz da Sabedoria Humana .Conforme o registro dos capítulos 8. um conceito falso acerca do sofrimento. O primeiro diz: “você precisa sofrer”. 15. porém. Não há outra pior. Bildade: tu sofres porque tens pecado. que pecado traz sofrimento. Há razões que superam as nossas razões.Lição 13: Jó ( Jó 1. É pensar que nós podemos medir o pecado pelo sofrimento. propriedade e prosperidade. acendeu-se a ira de Eliu. O sofrimento é inevitável.. o problema do sofrimento.Cap. ainda vinha este irreverente para zombar dele. 1-9. Isto é. 14 . depois à da enfermidade. A esta altura.: Eu sou de menos idade e vós sois idosos . ter perdido família e o círculo de amigos.

se apresenta o construtor em II Crônicas. Se humilhou diante de Deus. se transformado em objeto de outra idolatria. e a visita da rainha de Sabá. Salomão . O Político e o crente. Eclesiastes: Logo no 1º capítulo encontramos a seguinte declaração: “Palavras do pregador.O Iniciador das Profecias (I Rs. Por isso é que. O outro lado. Este livro escrito na velhice. toda esta narrativa do livro de Reis ( e o que fizemos não é senão o resumo dele) consiste na apresentação da vida de Salomão sob o prisma da grandeza humana. ser sábia. o contato com Hirão. a sabedoria do viver. te não poderiam conter. com grande imponência e apresentou o Templo a Deus. só tem a ganhar. Quais dos dois aspectos da vida de Salomão se destacam nas passagens bíblicas que estudamos? _______________________________________________________________________________________________ 2. Salomão. o julgamento entre duas mães. habitaria Deus na terra ? Eis que os céus. Como crente é que desejou levar a efeito os propósitos do pai. figurada. parte natural e essencial do ser humano criado à imagem de Deus. E este livro de Provérbios é exatamente o que expressa a natureza desta sabedoria. diz o pregador”. e logo foi exaltado.27). O sexo. tudo do melhor. Sábia no sentido de ter bom senso. Salomão chegara à dura experiência de desenganos em face das expressões da grandeza aqui na terra. As riquezas de Salomão. contanto que reconhecesse ele a limitação de sua própria obra.) Em 1 Reis: A coroação de Salomão.8. a escolha de conselheiros.” (I Rs. em contraste com o político em I Reis. Temer a Deus e guardar Seus mandamentos. rei em Jerusalém. O livro exalta a beleza do amor conjugal. 11-22. muito bom acabamento. De que aspecto geral fala o livro de Provérbios? ______________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 14 1. II Cr. 2. 3. No livro de Eclesiastes vemos que Salomão se tinha desviado pelos caminhos dos desviados. Em Salomão o político sobrepujou o crente. qual é o fim principal do homem? ________________________ 3. 15 . Mas. Ec. reuniu o povo todo. Da sabedoria prática. Quando Salomão completou a obra maravilhosa. Versículo para decorar: II Crônicas 7:14 Lição da próxima semana: Elias . e os preparativos do culto é que preocupam o autor de Crônicas. e até o céu dos céus. “Mas na verdade. portanto. O Templo de Salomão: Algo nos chama. Vaidade de vaidades. a atenção quanto ao templo de Salomão: muita pureza. desde logo. A pessoa que entra pelo caminho da sabedoria prática. Ct.Crente e o Político: Observamos que no tempo de Josué os israelitas não tinham ocupado toda a terra prometida. 1-9. os seus vasos de ouro. não devemos divinizá-lo. Precisamos levar em conta que o que é material será sempre material. O lado mais religioso da sua vida. é muito mau. no entanto. impôs maiores tributos e se deixou levar pelo fascínio da grandeza. de tomar atitude conveniente. II Crônicas 10-20) QUESTIONÁRIO 1. Provérbios: Fala da sabedoria prática. de saber relacionar-se com as pessoas com as quais está vivendo. Sua obra seria motivo de glória para Deus. Como político e mundano se deixou levar por mulheres estranhas como também pela idolatria. Ora. Essa estranheza se explica em parte por se tratar de uma linguagem poética e. a sabedoria de viver. e a maneira pela qual a madeira veio do País vizinho. porém expandiu as fronteiras do seu país. Tais aspectos da vida do mesmo homem não são apresentados com exclusividade. Uma pessoa pode até não ter cultura. dessa personalidade é focalizado muito mais no livro de 2 Crônicas. Salomão estava consciente disso. porque aceitou o culto dos deuses estranhos. Seu fundamento é o “Temor do Senhor”. quanto menos esta casa que eu tenho edificado. da sensatez moral. as belezas do seu palácio. é enaltecido e pintado em cores vivas. é como uma expressão de arrependimento dele. suas cavalarias. Apesar de toda beleza de um templo. etc. Mas empolgado pelas suas conquistas pelo desenvolvimento do seu reino. O templo é muito bom. rei de Tiro. Pv. filho de Davi. Segundo o que Salomão expressou em Eclesiastes. não estar com a cabeça cheia de informações e. Com preparativos para o Templo. que ficou encantada com toda a sua expressão de sabedoria e de poder demonstram bem o perigo das tentações políticas. Cantares: “Cântico dos Cânticos” parece um livro estranho. apesar de seu valor. a sua maior preocupação com a construção do Templo. Lição 14: Salomão (I Reis 1-11. a velhice de Davi. vemos que a influência política de Salomão teve conseqüências religiosas. mas com predominância.3. construtivo. a rebelião de Adonias.

Elias respondeu: Vai e usa o azeite. depois de ter sido separado de Eliseu. e o altar apesar de molhado. e Elias. clamavam. Com grande coragem dá seu testemunho contra o Rei Acabe. Aser Naftali. Eliseu. Deus trazia provações sobre Israel. pensando que estamos sozinhos. que lhe traziam pão e carne no deserto. Elias. Tratava-se de fazer com que os sacrifícios oferecidos. surgiu a revolta. II Cr. prepara primeiro o alimento para o Profeta. por morte de seu pai. dizia que deviam clamar mais alto. Que não estava só. Manassés. 3. oravam. ficaram com Roboão. porque o deus deles estava dormindo. o fogo que consumiu o holocausto. e que tomaram o nome de reino de Israel. por sua vez. Gade. fossem consumidos pelo fogo dos céus. a suplícios. indo até o monte Horebe. diz: “Eis ai o perturbador de Israel”. Jeremias são os nomes que devem ser guardados. E os 400 homens de Baal se impunham disciplinas. que consome a oferta. Isaías. Acabe. 16 . não devemos ficar desanimados. Era grande a fome na terra. Mencione três eventos milagrosos na vida de Elias? ____________________________________________________ ________________________________________________________________________________________________ 3. recebe o fogo do céu. respectivamente ao deus Baal e ao Deus Israel. ficaram sob o poder de Jeroboão. por uma carruagem de fogo. Deus o Anima: Tendo sido atrozmente perseguido por Jezabel. mas a de perceber como esses reis se classificam em duas categorias: os que colaboraram com os homens de Deus para a implantação dos propósitos divinos. ora. Os impostos pesados. porém. 2. as restantes (Benjamim. O azeite da viúva não se acabou enquanto durou a fome. submetiam-se a provas. se eu mesma e o meu filho estamos aqui a perecer? Este é o resto de azeite que temos”. e que havia sete mil pessoas que não haviam adorado a Baal. porque Deus sabe realmente onde estão os nossos companheiros e quando no-los deve revelar. quando Deus lhe disse que havia 7000 em Israel que não tinha dobrado os seus joelhos a Baal. a viúva simplesmente submeteu-se à ordem. e os que se opuseram a isso. o rei de Israel. Disse ela: “Como é que posso tomar providências. Daí percebermos a grande prova porque passou a viúva de Sarepta. 10-20) A preocupação do leitor não deve ser a de guardar na memória os nomes dos reis que aparecem em grande quantidade. tendo 400 profetas. também a resposta de Roboão quando o povo lhe pediu que baixasse os impostos. Elias. Como respondeu Deus a Elias quando o profeta se queixou de haver ficado sozinho? _______________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 15 1. que estavam ao norte. II Crônicas 21-26) QUESTIONÁRIO 1. visto que chegou o profeta e pediu que providenciasse alimento. O Desafio do Monte Carmelo: Houve um desafio espetacular. etc. mas até cobrar mais para poder realizar maiores planos. Efraim.Lição 15: Elias . A Transição de Autoridade e a Divisão do Reino Na transição de Salomão para o seu filho Roboão houve uma divisão do reino. Quando o povo retornou e ele disse que imporia carga mais pesada. Elias Conforta Acabe: Elias é enviado especificamente por Deus a Acabe. Os insatisfeitos eram muitos. Ele fugiu. por causa de sua iniqüidade. Elias: O Iniciador das Profecias Elias e a Fome: A vida de Elias é registrada a partir da circunstância de ter sido miraculosamente sustentado por Deus através de corvos. e foram capitaneados por Jeroboão. em numero de 10. Jesabel. O que importa é acompanhar o grande drama da ação de Deus no mundo por meio dos israelitas e a ação de Deus entre os israelitas por meio dos profetas. A mulher do Rei. era adepta do culto de Baal. Versículo para decorar: I Reis 18:21 Lição da próxima semana: Eliseu (II Reis 1-14. seu sucessor.). Elias. Afinal Elias foi arrebatado num redemoinho. o azeite da viúva não se acabou. 12-22.O Iniciador das Profecias (I Rs. A fidelidade deve ser sempre exercida. vieram pedir-lhe que diminuísse os impostos e aliviasse a carga pesada que Salomão fizera cair sobre o povo. Estava ele desanimado e alegando estar sozinho. Elias Fica Desanimado. muito ironicamente. Qual foi a causa imediata para a divisão do Reino? _____________________________________________________ ________________________________________________________________________________________________ 2. quando Roboão subiu ao poder. disse que o perturbador era o próprio rei. que serviam no templo desse deus. Eram ao todo doze tribos. Sustentado por corvos. Hilquias. Roboão consultou os velhos conselheiros de seu pai e estes entenderam que ele devia não só receber os impostos. estava procurando Elias e quando o vê caminhando pela estrada. porém. As tribos de Simeão e de Judá no sul.

ambos foram dotados de grande poder de operar maravilhas. Enquanto preparavam a comida para um grupo de discípulos dos profetas. A menina observando a moléstia do senhor disse: “Na minha terra há profeta. teve febre e morreu. Porção dobrada de seu espírito. A Mulher Sunamita: Uma senhora hospitaleira pedira ao marido que fizesse um quarto especial para receber o profeta. Eliseu o admirava muito e o acompanhou em uma de suas viagens até o Jordão. relativo à biografia de Elias.. Salva três reis. era para pagar as dívidas da viúva. lava-te sete vezes no rio Jordão”. Uma das meninas escravas. seqüência quase ininterrupta de maravilhas. Em ambos os casos houve grande demonstração de fé e grande demonstração de poder. quando um instrumento caiu no Jordão. segue Elias. Foram para a cidade contar o que havia acontecido. Atravessando o rio. mas este não quis aceitar. investido das funções proféticas. Entre o tempo de Malaquias e o tempo de Jesus. Que fizeram os leprosos quando descobriram que o sírios que sitiavam Samaria haviam fugido? _________________________________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 16 1. “Coisa dura pediste. A mãe ficou desesperada. de longe mesmo mandou o empregado. O profeta anuncia a vinda de um filho àquela senhora. dizendo: “Vai. O Contraste no Período dos Milagres: Elias e Eliseu. lhe dava um lugar de repouso. 2. Contemporâneos de Eliseu QUESTIONÁRIO 1. Eliseu. é quem foi. contra as ordens de Eliseu. De novo dá vida ao filho da Sunamita. o empregado ambicioso.” Mudando de parecer.. foi. Quis dar presentes a Eliseu. Eliseu fez o machado flutuar. Salva Três Reis: Eliseu. do contingente israelita. No 2º caso. 3. Versículo para decorar: II Reis 5:14 Lição da próxima semana: Amós e Jonas. barrento. Recebeu o presente da lepra. Caiu a capa de Elias e Eliseu a tomou. Tomou-a no sentido literal. alguém colocou uma erva desconhecida na panela. de Elias. O machado que flutua: Segue-se logo um incidente narrado em poucos versículos a respeito de um machado. Que disse Eliseu a Naamã para que fosse curado? _____________________________________________________ ________________________________________________________________________________________________ 3. Naamã. realiza grande tarefa.. pelo que nem há livros canônicos então escritos. o milagre se deu para alimentar a ele. E já está disposto Naamã a retirar-se quando alguém lhe disse: “Se fosse algum expediente muito difícil. quando o menino era crescido. Geazi. Em suas peregrinações evangelísticas encontrou Eliseu essa mulher zelosa. tinha grande posição e grande tino militar. bem poderia ele curar o meu senhor”.” O Jordão é um rio sujo. A diferença principal é essa: que no 1º caso. às escondidas.. Vê-se que a função profética deste homem lhe deu poder de influir sobre os acontecimentos da época. Eliseu. Se me vires no momento de ser arrebatamento. cortando madeira. o Leproso: Naamã general da Síria. Não é sempre na Bíblia que encontramos. pedir presente. lavou-se e ficou limpo. tinha sido vendida à casa de Naamã. que com simplicidade..Eliseu (II Reis 1-14. não consta ter havido milagres especiais. II Crônicas 21-26) A Capa de Elias: Eliseu. O que Elias deixou para Eliseu de herança ? __________________________________________________________ 2. porém. Mandou que ele banhasse sete vezes no Jordão. O general ficou furioso: "Há tantos rios de águas claras na minha terra. A Morte na Panela: Fala-se a seguir da “morte na panela”. outro relativo à biografia de Eliseu.Lição 16 . mas era leproso. num período de quatrocentos anos. Elias lhe disse: “Pede-me o que queres. um homem maduro. como castigo da sua ambição.” Ele de fato viu o maravilhoso arrebatamento. Estavam os profetas trabalhando. O Azeite da Viúva: Há dois incidentes parecidos. por coincidência voltara de uma viagem. como no caso destes dois profetas. mocinho ainda. 17 . então. que tratam de viúva e azeite: Um.. Naamã vem procurar Eliseu. Tal promessa foi motivo de grande alegria. Seria algum veneno? Talvez! O profeta manda colocar outras ervas na panela e desfaz o veneno. antes que eu seja levado de ti”. De uma hora para outra.

Lamentações 3:55. Qual foi o resultado da Pregação de Jonas? ___________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 17 1. Dizem que essa história de peixe que engoliu um homem só pode ser um símbolo e nada mais. não serão mais arrancados da sua terra que lhes dei. A pergunta que surge logo em nosso espírito é a seguinte: Será que Jonas. mas a nota final é otimista: há possibilidade de restauração.” Jonas finalmente foi. O perigo do cativeiro. como profeta e filho de profeta. É uma explicação aceitável. porém. Não pode ter equilíbrio fora do prumo. porque a sua malícia subiu até mim. além do de Isaías. o de Isaías. Jonas ficou profundamente desgostoso porque Deus havia perdoado a Nínive. induziu o rei a deixar que ele fizesse reformas no templo. e clama contra ela. E das porções lembrou-se depois para o registro. Podemos identificar a época em que Jonas viveu: foi no reinado de Jeroboão II. por seu uma história pitoresca e até exótica. Então. 18 . que sabia porções de cor ? Nós nos momentos de aflição. o de Hilquias e o de Jeremias. filho de Amitai. É realmente bela a nota final de esperança. QUESTIONÁRIO 1. Assim.Lição 17 . O capítulo 2 contém a oração que o profeta fez. No final do último capítulo diz: “Removerei o cativeiro do meu povo Israel. Mais comum.1. Entendemos que Jonas foi uma pessoa real. A advertência era severíssima. rei de Juda. o cesto de frutas de verão. diz o Senhor”. que é da mesma época. filho de Joás. No reino do norte a vida independente durou apenas mais um período. então apresenta a mensagem propriamente dita. que pode ser sintetizada nesta expressão: “O perigo do cativeiro”. e entregou a mensagem. O Profeta Evangélico (2 Reis 15-20. Hora de ajuste. Deus não os castigaria. no coração dos mares”. O capítulo 3 registra a pregação: “Ainda quarenta dias. Os Símbolos do Cativeiro: A multidão dos gafanhotos está naturalmente representando o exército de estrangeiros. a qual é interrompida quando Jonas termina no ventre de um grande peixe. 2 Crônicas 27-32. A destruição da cidade de Nínive. É muito sugestiva a imagem. Salmos 31:22. e Nínive será subvertida. Jonas foi um Personagem Histórico: Há muita gente que não gosta da história de Jonas. O Profeta Jonas: Passemos a Jonas. Deus repreende o profeta por causa do seu estranho e profundo desgosto. nos lembramos de versículos. 118:5 e 120:1. estava tão familiarizado com as Escrituras de seu tempo. Jonas haveria de ir do ocidente ao oriente.2 Lição da próxima semana: Isaías. dizendo: Levanta-te. A cidade de Nínive se arrependeu de suas maldades. Versículo para decorar: Jonas 2. no culto e nos costumes. levando a mensagem do reino da Assíria. beberão vinho. O fato é que essa alma sentiu a vibração da palavra de Deus na hora amarga. que é a ameaça que se abate sobre Israel. O Resumo do Livro: O livro de Jonas é muito mais conhecido. O capítulo 1 º trata da fuga. embora o do sul tenha vivido mais dois períodos. O resumo do livro é muito simples. Contemporâneos de Eliseu O Profeta Amós: Depois de chamar a atenção àqueles a quem dirige a palavra. significa colheita. farão pomares e comerão seus frutos e os plantarei na terra. por meio de uma rama de aboboreira. Bom hábito o de decorar textos da Escritura. 4. O prumo é o símbolo da retidão. é o cap. Quando procuramos as referências. porém não menos forte é a imagem do fogo. O Sacerdote Joiada. vemos que há nessa oração um conjunto de citações. 2.Quem foi a pessoa mais influente em Judá durante o reinado de Joás. Qual era a mensagem que Jonas devia entregar na cidade de Nínive? ________________________________________________________________________________________________ 4. A Promessa de Restauração: São muitas as ameaças contra Israel.Amós e Jonas. Não entendemos assim. era filho de Amitai. Contém uma oração de Jonas no ventre do peixe. “Palavras do Senhor a Jonas. Esta é a advertência. Que frase resume o conteúdo da mensagem do profeta Amós? ____________________________________________ 3. vai à cidade de Nínive. que começou a reinar no décimo quinto ano de Amazias. lembrando-lhes o perigo de sua impiedade. e reedificarão as cidades assoladas e nelas habitarão. se houvesse arrependimento em tempo. 3.” Apesar de sua timidez. Isaías 1-39). pois tu me lançaste no profundo. na aflição. e como influenciou o rei? ________________________________________________________________________________________________ 2. A Oração de Jonas: O que há de mais interessante. “Na minha angústia clamei ao Senhor e ele me respondeu: do ventre do inferno gritei e tu ouviste a minha voz. 2. Podia dar-se a caso de Jonas. O capítulo 4 registra a contenda. plantarão vinhas. recordar as porções bíblicas que havia decorado.

era loucura a resistência. o profeta. Como é que uma cidade como Jerusalém. com as quais os servos do rei da Assíria de mim blasfemaram. por ele voltará. No norte. se foi e voltou a Nínive. Contemporâneos de Isaías. feriu o arraial dos assírios.1-39). Isaías. Salmaneser 2. Coisa maravilhosa! Quando todos estavam em aflição.Lição 18 . Este lhes disse: “Assim direis ao vosso amo: Assim diz o Senhor: não temas as palavras que ouviste. O Cativeiro: É necessário. Também os ferreiros . e já sem recursos. Chegou frente a Jerusalém o exército assírio e alguém começou a gritar. Rabsaqué. Porei neles um espírito. contrastemos a situação do norte com a do sul.. Salmanecer. tais como espadas e escudos. O cativeiro foi inevitável ao reino do Norte. que isso dizia. Ezequias foi ao templo.” Então saiu o anjo do Senhor. ajoelhou-se. e também mandou buscar Isaías. Pelo caminho por onde vier. Porque os políticos. o inimigo. com muitos milhares de habitantes. conspirações. Oséias foi o último rei do norte. O Profeta Evangélico (2 Rs 15-20. a quem o rei da Assíria enviou para afrontar o Deus vivo. Mas finalizando. ou levantará contra ela trincheira. A influência de Isaías é o que explicava tal resistência moral e espiritual. o machado. Porque eu amparei esta cidade para a livrar. QUESTIONÁRIO 1. acostumado à guerra? Militarmente falando. 19 . o atacou. 3. para vituperar com palavras que o Senhor teu Deus tem ouvido ? “Faze oração pelo resto que ficou” E os servos do rei Ezequias vieram a Isaías. que não deviam estar confiados no rei Ezequias. por amor de mim e por amor de meu servo Davi. pois que ele apenas estava enganando o povo de Jerusalém. Foi ao templo para apresentar o seu caso a Deus. 27-32. o último dos reis de Israel. nada puderam fazer senão voltar-se para um homem. a enxada. Estava cheio de paz e esperança. Isaías: Então levanta-se o homem de Deus. fá-lo-ei cair morto à espada em sua terra” (Isaías 37:4). nem lançará nela flecha alguma. Tão pouco virá perante ela com escudo. Adremeleque e Sarezer. A derrota do Reino do Norte: Não seria possível aos reis do norte oferecer resistência estável aos fortes ataques de Salmaneser. Que fez Ezequias quando recebeu as cartas que continham ameaças do rei da Assíria? _______________________________________________________________________________________________ 3. seu deus. “Assim Senaqueribe se retirou. Isaías. a 185 mil. O que profetizava parecia completamente impossível. observar que o cativeiro dos babilônicos consistia em transplantarem de um país dominado os políticos e os ferreiros. Por influência de Isaías. diz o Senhor. Salmaneser realmente levou em cativeiro a Oséias. seus filhos. O Deus de Jerusalém também não poderia fazer nada. O próprio rei que devia ser líder. porque naquele tempo o ferreiro é que fazia a foice. o assunto é levado à presença de Deus. o preposto assírio. No meio daquela tempestade tremenda. estava em aflição tremenda. E sucedeu que estando ele prostrado na casa de Nisroque. Is.Como se chamava o rei da Assíria que conquistou Samaria e o reino do Norte? ______________________________ 2. e também as armas. Afinal de contas. estava cheio de paz e de esperança. em oração. é que poderiam guiar o povo para fazer revolução. No sul havia ainda resistências. das figueiras e os criadores do gado ficavam. Não havia saída alguma. Quem poderia resistir ao rei da Assíria ? Vã a confiança no rei do Egito! Não seria mais do que “uma vara quebrada”. etc. Os cultivadores das vinhas. como mentores do povo. Este foi ao templo. O Reino do Sul: Ezequias foi o rei mais influente dos contemporâneos de Isaías. ouvirão um rumor e voltarão para sua terra. um levante militar dependia apenas de ferreiro e de político. 2 Cr. “Não vos engane o rei Ezequias”. rei da Assíria. mas nessa cidade não entrará. Que atitude teve Isaías em meio à tormenta que o ameaçava? ____________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 18 1. Ao rei da Assíria nenhum Deus oferecera resistência. Versículo para decorar: Isaías 1:18 Lição da próxima semana: Oséias e Miquéias. Deus enviou mensagem a Ezequias por intermédio de Isaías. Deus Livra Judá: Rabsaqué voltou a enviar cartas e ameaçar Ezequias. “Assim diz o Senhor a respeito do rei da Assíria: Não entrará nessa cidade.Isaías. em língua hebraica. o feriram à espada e eles fugiram para a terra de Ararate”. ia conseguindo minar a confiança do povo. e enviou mensagem a Isaías: Porventura o Senhor teu Deus terá ouvido as palavras de Rabsaqué. e abriu a carta com as ameaças diante de Deus. iria oferecer resistência ao exército da Assíria.

Os cultos idólatras. como se registra nos capítulos 6 e 7. Oséias: Uma Analogia do Casamento Começa de modo chocante. Se não houver. como se entregava ele a outros cultos? É esse o pecado de Jeroboão. então castigo. desviando-se diz o Senhor”. Isto é importantíssimo para compreensão da mensagem de Isaías. Que analogia usa Oséias para indicar a relação de Deus a Seu povo? ________________________________________________________________________________________________ 3. o sacerdote que salvou o Reino (2 Reis 21-23. “Disse pois o Senhor a Oséias: Vai e toma uma mulher de prostituição e filha de prostituição. de ti sairá o que será Senhor em Israel. haverá perdão. porque. verificamos que não é apenas o primeiro versículo que contém o mesmo cabeçalho. A prosperidade material era índice de bênção de Deus. podemos nos aproximar da ilustração inicial de Oséias com o devido respeito.54.7). o profeta apresenta a esperança messiânica (cap.5). “Fizeram Israel pecar” porque o desviaram do culto verdadeiro. que é fundamental. Aprovação e Desaprovação Divina Naquela época a prosperidade nacional tinha significação não puramente terrestre. Culto carnavalesco. 2 Cr. O Casamento. Não é hora de ressaltar que a mensagem dos profetas tinha razão de ser. contemporâneos de Isaías. Entre os orientais e mais especialmente entre os israelitas. no Apocalipse. posto que pequena entre milhares de Judá. caso ela estivesse disposta a se arrepender. Se compararmos os capítulos iniciais de Oséias. especialmente nos profetas. foi o grande pecado dos sucessores de Jeroboão.T. Versículo para decorar: Miquéias 6:8 Lição da próxima semana: Hilquias. E esse. Não é nem uma nem duas vezes que Deus se apresenta como o marido da nação israelita. Se é Deus quem diz a Oséias: “Vai e toma uma mulher de prostituições” o assunto é de máxima seriedade. Ele estava disposto a perdoar a nação israelita. é apresentada como noiva que desce dos céus adereçada para o seu marido. “E tu. .Que significado tinha para o povo de Israel a prosperidade material? ________________________________________________________________________________________________ 2. Provavelmente a mulher de Oséias lhe tinha sido infiel. o fato de ser ele levado para o cativeiro. O cativeiro veio a ter profunda significação espiritual na vida de Israel. 3. Deus está querendo apresentá-lo de maneira vívida. desde os dias da eternidade” (5:2). Israel fora constituído para ser um povo separado. Há um texto em que diz: “Eu sou o teu marido”(Is. Há referências constantes do V. o que estava acontecendo entre Deus e Israel era exatamente isto. vinham todos os inconvenientes. Convém lembrar a significação dessa ilustração. reconciliação.Lição 19: Oséias e Miquéias. É que faziam altares no topo dos morros. Como o registro não entra em certos pormenores o leitor também não pode ter uma explicação total do problema. mas espiritual também. A polêmica com o povo surge igualmente. pagãos eram acompanhados de toda a sorte de imoralidade. mas queria que ela estivesse disposta a receber o perdão. Belém Efrata. O término é exatamente igual ao de Oséias. “aos bosques e aos lugares altos”. poderia ele estar disposto a perdoar a esposa. porque a terra se prostituiu. Se houver arrependimento. Ora. Se havia em seu coração verdadeiro afeto. Miquéias Deus considera o idólatra como alguém que comete prostituição (1. e estivesse querendo voltar para o lar. Sofonias) QUESTIONÁRIO 1. mediante arrependimento. mas a dissertação da decadência de costumes é do mesmo teor. É uma infidelidade que Deus não desculpa.3-5). era uma tremenda lição. e havendo perdão. fora do culto verdadeiro não há resistência moral. Entre as sugestões que tem sido feitas. 2.33-35.Como Deus considera a idolatria? ________________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 19 1. em geral havia muita orgia. Atrás desse desvio idólatra. a que mais me parece razoável é a seguinte. Depois dessa descrição em Miquéias (1-2). cujas saídas são desde os tempos antigos. O desaparecimento do povo de Israel. Como Prostituição 20 . Era sinal da bênção de Deus. Miquéias e Isaías. Também no Novo Testamento a relação de Deus com a sua Igreja no mundo aparecem em termos de união conjugal! A própria Jerusalém. de seus contemporâneos. e de seus sucessores. as bênçãos materiais eram tomadas como bênçãos espirituais. Tendo-se em vista esta analogia.

Habacuque) QUESTIONÁRIO 1. e não primeiramente profeta. verificamos como os apelos ao reino do sul deveriam ser veementes. não tinha havido festa espiritual semelhante. A idéia do remanescente. ou não se firma e o dia do Senhor virá. Naum. Deus soube dar lição a Manassés e ele soube recebê-la. Amon e Josias. Ele é que foi enviado a Hulda. Josias começou a reinar. O profeta da Queda (2 Reis 24-25. Que achado importante marcou o início do Avivamento nos tempos de Hilquias? ____________________________ 2. Diz o texto: “Conspiraram contra ele os seus servos e o mataram na sua casa”. o causador do reavivamento. Mas. O livro só foi achado quando se reparava o templo. Versículo para decorar: Sofonias 3:17 Lição da próxima semana: Jeremias. como não houvera desde os tempos do profeta Samuel. Pelo menos no princípio. 4. embora tivesse tido tal pai. foi um homem de confiança. A ele foi entregue. acha o livro da lei. Sofonias: Sofonias profetizou nos dias de Josias. Davi. Salomão. Por isso aparece. eis porque. o Promotor do Avivamento: Hilquias. O reino do norte já havia sido levado cativo. filho de Ezequias. de certo modo. O livro da lei. O Rei Josias: No 8º ano de sua vida. Foi assassinado. filho de Amon. fatalmente”. Foi grande a influência desse velho piedoso. rei de Judá (1:1). e de Eliseu e mesmo de Isaías. Os registros de 2 Reis 21 e 2 Crônicas 33. todas as rédeas do movimento. não apenas o dinheiro para reconstrução da casa de Deus. Este foi o grande acontecimento. é aquele em que a ação divina se faz sentir através do grande sacerdote. Aos 26 anos de idade começou a reparação do templo. Viu-se intensa vibração coletiva. 2. já no ano 8º do reinado. depois de achado o livro. Josias lhe fez guerra e foi morto na batalha.Lição 20 . Aparece em poucos capítulos. Durante todo o tempo de Saul. e por correios especiais. 3. foi ele. O terceiro Rei do período foi Josias. 2 Crônicas 36. Se nos lembrarmos que o cativeiro já viera para o reino do norte e que estavam frescas as impressões da sua queda. São três: Manasses. 21 . será dia do Senhor. Apesar da situação desastrosa. foi um mau rei. nesse caso. quem esteve à frente do movimento religioso. no esquema. Hilquias. assim o comprovam. dia do castigo. Judá correndo o mesmo perigo. o sumo .33-35. Certo que nos outros períodos não deixou de haver expressões de espiritualidade. Ressalta a importância de Judá tomar consciência de sua situação e de sua necessidade de arrependimento. Esse período não é grande em numero de anos. dia de ajuste de contas. o sacerdote que salvou o Reino (2 Reis 21-23. 2 Cr. a profetiza (2 Cr. Eram feitos de tal maneira que poderíamos resumi-lo assim: “Israel já se foi. O povo todo vibrou. Fora de dúvida. houve um despertamento espiritual. Talvez outras partes da Bíblia despertassem. Que idéia especial surge em Sofonias com respeito ao povo escolhido? ____________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 20 1. já houvesse preocupação com o problema da vitalidade espiritual do povo. Hilquias. O filho dele teve reinado rápido. Por que razão eram especialmente gráficas e veementes as apelações de Sofonias ao reino do sul? ________________________________________________________________________________________________ 4. O reino de Israel fora levado ao cativeiro. a ser agora estudado. Manassés. a vibração teve âmbito nacional. “Dia do Senhor”. Jeremias. como se vê pelo nome com que o temos designado. é do mesmo período de Hilquias. E esse dia de Judá como o de Israel. Hilquias. O rei mandou juntar bastante animais para os sacrifícios. a libertação). a expressão “dia de Judá”. e qual foi o resultado dessa decisão? ________________________________________________________________________________________________ 3. mesmo antes do achado deste livro. a vibração espiritual do sacerdote Hilquias.Hilquias. É digno de nota que. Embora sacerdote . No 8º ano de seu reinado. Sofonias) Os Reis da Época: O Período de Hilquias. agora. durante todo período de Elias. o segredo da vida espiritual da época. que levou a cabo interessante reavivamento. “Não se humilhou como Manassés seu pai”. corresponde a “dia do juízo”. aparecem os reis apenas do sul. 32-34). ou Judá se firma (e Deus promete. Que fez Josias ante a advertência de Faraó Neco de não opor-se a ele.sacerdote. convocou todo o povo à Páscoa. mas também.

46-51) . o Senhor das nações. mas ao reino do Sul da Mesopotâmia. DEPOIS DA QUEDA (cap. Dn. VI. Finalmente. Moabe. Jl. Que igualmente a soberba de Judá seria inútil. Versículo para decorar: Jeremias 29:12-13. Ez. Jr 40-52. ainda que a figueira não floresça. à Caldeia.2 e 3). acrescentar cap. Nabucodonosor entraria triunfalmente sobre Jerusalém.29): Carta do profeta aos que estavam dispersos. Além da advertência do cativeiro que se aproxima. III. Jeremias. maravilhosos livros da Escritura. o capítulo 2 registra o castigo que viria sobre eles. A confiança em Deus. Lição 22 .Profetas do Cativeiro (Is 40-66. Babilônia. Próxima Lição: Profetas do Cativeiro (Is 40-66. todas as indicações parecessem ao contrário.Lição 21: Jeremias.Mensagem às diversas nações: Egito. O conteúdo do Livro de Habacuque pode ser resumido da seguinte maneira: em primeiro lugar. que classe de mensagem pronunciou Jeremias no tempo de Zedequias? ______________________________________________________________________________________ 3. Deu-lhe oportunidade de escolher aonde queria ir viver. Jr 40-52. Dn.1-12): Chamado do profeta e primeiras mensagens junto ao templo restaurado. Para finalizar. todavia eu me alegro no Senhor. os campos não produzam mantimento. encontramos a ameaça. devido à própria iniqüidade da nação a ser destruída.18). Amom. acrescentar cap. “Portanto. no capítulo 3 temos a oração de Habacuque. Luta contra os príncipes e o próprio rei. 21-28. o castigo de Nínive (caps. a simples lembrança de que os reis da Caldéia tinham superado o poderio político da Assíria nos leva a perceber quão significativa era a mensagem de Naum. Dirige-se ele. Traz ela uma demonstração prática de como Deus é o Senhor das nações. Que lição Deus dava a Judá por meio da ilustração do cinto podre? ________________________________________________________________________________________________ 2. 2. no sentido espiritual. e o ponto chave. no momento. Deus é o Senhor. não aparece na Bíblia em ordem cronológica. Ora. Os caldeus são considerados uma nação poderosa e cruel. Edom. Sugerimos a seguinte ordem. 35.) Joel e Obadias 22 . espécie de síntese de todo esse período. IV. NO TEMPO DE JEOAQUIM (caps. Naum. Não somente Naum e Habacuque lançam luz sobre Jeremias e os capítulos finais dos livros históricos. exultarei no Deus da minha Salvação”(Hb. Elão. Damasco. as ovelhas da malhada sejam arrebatadas e nos currais não haja vacas. no capítulo 1. visto que nós percebemos melhor a significação desses dois pequeninos. II. NO TEMPO DE ZEDEQUIAS (caps. 2 Crônicas 36. acrescentar cap. não ao reino do Norte da Mesopotâmia. Ez. I. Hazor. Ob.) Mensagens sobre o cativeiro e promessas de restauração. O livro de Jeremias. Habacuque). O que acontecera com Salmaneser e Senaqueribe. MENSAGEM ÀS NAÇÕES (caps.1).Ob) QUESTIONÁRIO 1. O profeta da Queda (2 Reis 24-25. 37.17. o produto da oliveira minta. Em segundo lugar. 30-34. Comparar com Esdras 1. aconteceria também com Nabucodonosor. agora vitoriosa. Quedar. NO TEMPO DE JOSIAS (caps. Filistia. à Assiria. porém. As promessas da restauração. 13-20. nem haja fruto na vide. que pode resumir-se na frase: “Os caminhos de Deus são eternos” (v. leiamos a apoteose do livro de Habacuque. Pois não tinha sido a própria Assíria que conquistara Israel ? Que levara em cativeiro os componentes do Reino do Norte ? Não era ela que estava sofrendo. 52): Rebelião final e descida para o Egito. como muitos outros. DESFECHO (39-44. 3. 38. 36 e 45). mas o inverso também é verdade. agora. ainda que. Jl.3. NAUM Resumimos o livro de Naum da seguinte maneira: a apresentação de um Senhor zeloso (cap. Esta mensagem constituía grande consolação para os que viam a espada de Nabucodonosor descer a cidade de Jerusalém. HABACUQUE Muito semelhante é a mensagem de Habacuque.1 V. nas mãos dos conquistadores do sul da Mesopotâmia ? Eis a comprovação de como Deus é o Senhor das nações.6). Que fez Nabucodonosor com Jeremias quando o resgatou do cárcere? ________________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 21 1.

3. Esses dois profetas se referem ao dia do Senhor ou dia de Jeová. Por sua desobediência. Isaías 40-66 Isaías evidentemente não viveu nesta época. Pecado traz conseqüências. a quem Deus ungiu e por quem disse que restauraria Jerusalém. Sua vocação espiritual. Versículo para decorar: Isaías 55:6. Tendo sido um homem que viveu muito. Em 44:28 e em 45:1 menciona-se o nome de Ciro. A advertência não se aplica só a Israel. Quem colecionou e deu forma ao livro. É um livro dos mais conhecidos. Lição 23: A Restauração (Esdras. Logo no início do seu livro (1:13). Ageu. saudosos de Jerusalém e de tradições religiosas. não só através da estrutura nacional. Vocação. Joel fala do dia terrível do Senhor. mas sem dúvida foram seus contemporâneos.Segundo Ezequiel. nós sabemos que foi um rei da Pérsia. Os intérpretes têm entendido que tais mensagens. Deus terá. Malaquias) 23 . afinal chegara. 1-3). As profecias de Obadias e Joel tiveram cumprimento quase que imediato na própria destruição de Jerusalém por Nabucodonosor. mas através da dispersão do cativeiro. Ester. É uma expressão bíblica para o dia de ajuste de contas. Malaquias) QUESTIONÁRIO 1. Foram lançados em um forno de fogo ardente. Deus educava de várias maneiras. aplicar-se a Israel. 2. pois suas histórias. tal como está ? Há quem diga que o livro de Daniel não é da época de Daniel. encontramos referências à restauração. Castigo (caps. Nada sabemos da vida desses dois profetas. e ali profetizava. por serem dramáticas. Foi levado para o cativeiro. Ester. Não obstante. se referem exatamente ao grande ajuste do cativeiro. Neemias. Esses capítulos de Isaías se consubstanciam na mensagem do Servo. são mais repetidas. 40). a grosso modo. Lidas essas mensagens no contexto dos demais profetas do cativeiro. Restauração (caps. para aqueles corações quebrantados. O texto pode. Neemias. certamente terão sabor especial. Vocação (caps. O livro de Ezequiel divide-se em três grandes partes: 1. em grande parte. Os últimos capítulos de Ezequiel consistem principalmente em longa descrição do templo. Leiam-se os textos: Joel 2:31 e Obadias 1:15. Que aconteceu aos companheiros de Daniel quando recusaram adorar a estátua de ouro que o rei havia mandado construir?________________________________________________________________________________________ 2. poder para restaurar o povo. A destruição tantas vezes profetizada e anunciada. 4-35) 3. mas à Babilônia. 2. não consta propriamente que tenham tido experiências iguais às de Daniel e de Ezequias. agora desfeitas. os capítulos seguintes mostram que o povo não estava disperso sem razão. Sua influência foi enorme na própria corte de Nabucodonosor e na de seus sucessores. contudo. Começara a profetizar no reinado de Uzias. Tal ocorrera como fruto de sua desobediência. Os primeiros capítulos tratam da vocação do profeta. que devia ser mais importante que a estrutura política nacional? ________________________________________________________________________________________________ 3. dois séculos antes. “O dia do Senhor está perto”.Para Israel. Ezequiel já devia ter sido levado para o cativeiro.De Joel e Obadias. Ele preparava o povo. porque o povo de Israel foi castigado com o cativeiro? ________________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 22 1. Houve diferentes ocasiões em que exércitos inimigos levaram contingentes cativos. há identificação da época e do lugar em que o profeta falou. Quando Jeremias estava ainda vivo em Jerusalém. restauração. Foi ele quem adotou uma política que possibilitou a restauração (Esdras 1:1). pequeninas. a última parte de Isaías (a partir do cap. O Servo é apresentado como luz dos gentios. alcançou também reinados de outros déspotas que conquistaram a Babilônia. Ezequiel Esse mesmo tipo de mensagem é o de Ezequiel. castigo. Ora. Zacarias. deve ter sido profundamente consoladora a palavra do cantor do Rio Quebar. Ageu.7 Lição da próxima semana: A Restauração (Esdras. Joel 1:15 ou Obadias 1:20 são passagens impressionantes. 36-48). Daniel profetizou a respeito da sucessão de reinos até o Messias. Zacarias. Daniel A vida de Daniel é mais conhecida. considerando.

bem como as armas de guerra. A terceira parte trata do governo de Deus sobre as nações (Capítulos 7-14). de que o povo se santificasse.Zorobabel: Foi ele um líder militar que primeiro trouxe israelitas para a Palestina. primeiro cada qual se punha a edificar casa estucada. com isso. Malaquias: A expressão Malaquias em Hebraico significa “meu mensageiro”. Segundo Ageu. que faziam os israelitas em lugar de dedicarem-se à reconstrução do templo e ao culto a Deus? ________________________________________________________________________________________________ 3. Ageu demonstra que não se fez a reconstrução dos muros. pois que Deus usava ali Seu mensageiro. porém. dos esforços de Zorobabel e Josué. e mesmo de Esdras. licença de voltar à sua pátria. Neemias obtém do Rei. como bem o diz o próprio título em português. ou seja.1). (Ag. a luta que os israelitas tiveram que travar.1.T. Lição 24: Hinários do Segundo Templo (Salmos 90-150) Os Salmos são hinos e cantos de gratidão a Deus. Há. nos apresenta exaltação da Igreja. O grande renovo é o Messias. havia amigos como Sambalá e outros. onde se colocassem os vasos sagrados. apresenta Deus em pleito com o Seu povo. apesar dos esforços prévios de Zorobabel. Seja ela o nome do profeta. Havia casamento com mulheres gentias e. isto é. Em segundo lugar (1:7 a 6:15) a restauração se dá pelo renovo. Dedicaram-se a cuidar de seus interesses pessoais. Nunca se pode dizer que a nação israelita teve significação política notável na História da Humanidade. a ação de Deus através de seu filho. Entre Malaquias e os Evangelhos há um período de 400 anos. O problema não era apenas do local do culto. que sempre lutaram contra a restauração. sem que houvesse o arrependimento no coração dos israelitas. 24 . sacerdote (Ag. 2. Esta restauração política foi. Israel devia ser o elemento santificante. Copeiro era cargo de muita confiança junto das cortes orientais. de novo trazidos para Jerusalém. Jerusalém. sem desejo da parte do Senhor. para a sua comodidade pessoal. É de se notar a profunda significação religiosa da restauração política de Israel. A parte final de Zacarias (14. Versículo para decorar: Malaquias 3:10 Lição da próxima semana: Hinários do Segundo Templo (Salmo 90-150) QUESTIONÁRIO 1. Os Profetas da Restauração Ageu: Sua mensagem é a reconstrução do Templo de Jerusalém . nem mesmo conveniência de um restabelecimento nacional de Israel. O problema não era apenas o de um templo. a designação genérica. Ele é contemporâneo da primeira fase da restauração. Não cumpriam suas obrigações com a contribuição da casa de Deus. mas cultural e espiritual. Como seria possível realizar a vontade de Deus ? Neemias: Era copeiro do Rei Artaxerxes. Neemias recebera notícias desanimadoras da situação de Jerusalém. nos registros bíblicos. Esdras: Foi ele quem tratou de uma reconstrução não material. Não haveria possibilidade nenhuma de restauração.1:4-5) Zacarias: Há em primeiro lugar um convite ao arrependimento. Ao lado de Zorobabel temos a figura influente de Josué. O esforço que veio a ser desenvolvido para o restabelecimento do culto em Jerusalém. O culto não estava sendo prestado com a devida sinceridade. sendo obrigados a ter em mão as ferramentas de pedreiro. Logo que chega inspeciona todo o serviço. A igreja é o instrumento de Deus na terra. que constituirá a afirmação da vocação espiritual de Israel em toda a sua plenitude. o rei gentio que servira de instrumento nas mãos de Deus para a restauração dos judeus. limitada.. o fato é que esta pequena mensagem que ocupa o último lugar no V. Não. A ordem fora dada por Ciro. 3.16-21). fez com que se lhes permitisse até mesmo trazer do Oriente vasos que Nabucodonosor levara. Que outro significado. A que personagem do Novo Testamento se refere Malaquias quando menciona o profeta Elias? ________________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 23 1. tinha a restauração política de Israel? ________________________________________________________________________________________________ 2. expressão de reconhecimento por Sua bondade e grandes feitos. pois. mais importante. A João Batista. Havia entre os israelitas quem. era de culto mesmo. O Significado de Ordem Religiosa. A sua significação notável é religiosa. misturas inconvenientes. em vez de se preocupar primariamente com o templo e com a reconstrução espiritual cuidasse apenas de seus interesses pessoais.

inclusive sugerem que o cativeiro já havia terminado. Porque podemos dizer que a segunda parte do livro de Salmos é posterior ao cativeiro? ________________________ ________________________________________________________________________________________________ 2. e os entregou ao poder das nações. Junto com a oração se expressa a fé que espera o cumprimento do retorno. o poeta fala desde o ponto de vista de alguém que sabe os eventos históricos. I.Comprovamos que a última parte do livro de Salmos é posterior ao cativeiro.134) Salmo típico: 126 São pequenos salmos litúrgicos que refletem as alegrias da restauração do segundo templo. ao notar alguns trechos especiais. De entre toda esta série. Nestes textos podemos notar que o cativeiro é algo que já havia acontecido. portanto. pela libertação de Israel.” (Sl. Porque muitos dos Salmos mencionam especificamente o cativeiro como algo que já havia acontecido. segundo a multidão de suas misericórdias.150) Salmo típico: 147 São todos convidados a tomar parte na orquestra de reconhecimento ao Senhor. tu me sondas e me conheces” (v. 106 -119) Salmo típico: 106 Todos indicam que Deus é o Senhor das Nações. O versículo 2 diz: “ Então entre nações se dizia: Grandes cousas o Senhor tem feito por eles”. lembrando-nos de Sião”(v. Era uma época de restaurar o culto e. sobre cujo poder foram subjugados. neste caso particular do Salmo 106. e lhes ouviu o clamor. como por exemplo Salmo 106. SALMOS DE LIVRAMENTO E LOUVOR (Sl. e os poetas procuravam demonstrar. A isto se tem denominado a diáspora. Fez também que lograssem compaixão de todos os que levaram cativos. Em que tema geral podemos agrupar a última coleção de Salmos? ________________________________________ ________________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 24 1. O que houve foi uma dispersão. mas eles o provocaram com os seus conselhos e. 41. e ele abominou a sua própria herança.1). e congrega-nos de entre as nações” (106. Deus Se mostrava grandioso com a restauração do povo. Senhor. por meio de seus cantos. II. Note especialmente os versículos 1.Transição do Antigo ao Novo Testamento (Malaquias. Porém. O povo de Israel não foi levado ao cativeiro a um só lugar. “Às margens dos rios de Babilônia nós nos assentávamos. Assim terminamos o estudo do Antigo Testamento com a nota de louvor e adoração. Livramento e louvor. Alguns dos salmos. e que passava a sentir o poder de Deus sobre seus opressores.2 e 3. O SENHOR DAS NAÇÕES (Sl. Diz o texto: “Acendeu-se. 135 .1). a favor deles. III. 40. Marcos 1. Em outro canto o salmista clama a Deus pedindo que faça voltar os que estavam em cativeiro (126. Mateus 1.3 se indica que Deus “os congregou de entre as terras.1). Por que razão se diz que os Salmos 120 a 130 são litúrgicos? ____________________________________________ _______________________________________________________________________________________________ 3.106:40-46). Lição 25 . contra o seu povo. de voltar a entoar hinos novos e velhos. entre os quais assinala o cativeiro. 3. Olhou-os contudo quando estavam angustiados. Experiência semelhante é a descrita no Salmo 137. de sua aliança e se compadeceu. tal como deve ser feito. João 1) 25 . dizendo: “Salva-nos. por sua iniqüidade. mas diferentes contingentes foram levados a diferentes lugares. Lucas 1. reconhecem os poetas de Israel que Deus é o Senhor das Nações e convidam o povo à restauração do culto e da lei. No Salmo 107. É o Salmo da onisciência e da onipotência divinas: “Senhor. Libertos da angustia do cativeiro. É por isto que o salmista eleva seu clamor. nosso Deus. Reconhece que o Senhor havia trazido o castigo a Seu povo. Versículo para decorar: Salmo 117:1-2 QUESTIONÁRIO 1. do Norte e do mar”. a ira do Senhor. por isso.47). lembrou-se. Muitas vezes os libertou. mais adiante. reduzido a situação de escravos. foram abatidos. talvez o mais notável seja o 139. 120 . Porque foram escritos especialmente para o culto. 2. do Oriente e do Ocidente. SALMOS DE DEGRAUS (Sl. seu contentamento e seu reconhecimento. O povo cantava estes salmos pelas ruas à caminho do templo. Era impressionante a experiência de um povo pequeno. 44 e 47.

Assim estamos preparados para compreender o Novo Testamento. família. cujo estudo vamos iniciar com a apresentação do Messias. primeiramente ao norte. mas para ser a luz dos gentios. através de epístolas. Como se denomina o espaço de tempo que existe entre o livro de Malaquias e o de Mateus? _______________________________________________________________________________________________ 2. Serviço. O Cativeiro e a Restauração: Há a restauração que se dá em três grandes etapas: Zorobabel. chamamos de Período Intertestamentário. Hilquias e Jeremias). e todas as grandes e gloriosas promessas de Deus atingem o seu ápice na Jerusalém Celestial. época em que a vida de Israel realmente se confundiu com a sua organização nacional. na transformação final da presente ordem das coisas. depois. o desenvolvimento inicial da Igreja. através do deserto. Dividimos esta fase em cinco partes (Elias. no Apocalipse. Pacto. o reino de Judá entra. O Novo Testamento: Mudando a página. também. entramos no Novo Testamento. mostra-nos a ação de Deus através de indivíduos. Êxodo > A saída do povo de Israel do Egito. levado ao cativeiro no tempo de Salmaneser. A Visão Global da Bíblia: A Bíblia é livro maravilhoso. Isaque e Jacó / José. 3.O Período entre os dois Testamentos: De Malaquias para Mateus temos um período de quase 400 anos. para levar-lhes a mensagem de um Deus que supera as nações e as domina. Partida. Passagem. Não é verdade que a primeira parte do Novo Testamento é a apresentação do Messias. que começa com raízes de eternidade do passado e que termina com essas flechas que apontam para a eternidade no futuro. o período entre os dois Testamentos. e para mostrar que acima dos reinos terrenos. o serviço do culto. o fim da carreira de Moisés. Todas as grandes implicações da vinda de Jesus Cristo ao mundo são levadas às últimas conseqüências.2:23. O estabelecimento na Terra Prometida: Josué > Preparação. Foi escolhido não para ter uma grandeza própria. duas ao sul. Samuel foi o último dos Juizes. Período intertestamentário. Números > O itinerário se desenvolve em forma de N. como é o caso se Simeão e de Ana. Levítico > Dádiva da lei. Eliseu. Lc 1:1 . Será a parousia. Templo. A Bíblia não contém nenhuma informação quanto a esse espaço de tempo. Deuteronômio > Apresenta a repetição das leis. 2. Jo 1:1-14) 26 . em decadência sendo levado em cativeiro por Nabucodonosor. Israel: Escolhido Para Servir: Toda história de Israel está relacionada com a chamada de Abraão e a constituição de uma família de filhos de Deus. e que as partes subseqüentes descrevem o desenvolvimento inicial da Igreja ? Seguem-se as instruções dadas a ela pelos apóstolos. (Mt 1:1 . Isaías. teremos a perspectiva dessa história espiritual da humanidade. nacional. Qual foi o objetivo de Deus na escolha de Israel? _____________________________________________________ 3. está um reino espiritual. de Zacarias e de João Batista. desde a era apostólica até à consumação de todos os tempos. Só na parte final. no princípio da criação de Deus e vai até o fim de todas as coisas.2:52. Versículo para decorar: João 1:1-3 QUESTIONÁRIO 1. Prélios. apesar de algumas reformas.Redentor. Uma história de decadência. Apresentação do Messias. Juizes > Enumeração de grandes Juizes. Davi e Salomão. o próprio precursor de Jesus Cristo. e Neemias. Dilúvio e Babel / Abraão. o Deus encarnado. (Período entre os dois testamentos). Israel foi escolhido para servir. Quais são os grandes temas que encontramos no Novo Testamento? ______________________________________ _______________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 25 1. Lei e Muros. O Reino Unido: Saul. Esdras. até sua completa identificação com a humanidade na pessoa do Messias . no reino de Israel. Vamos encontrar exatamente expressões dessa relíquia espiritual. A Bíblia. fim do mundo. Lição 26: Precedentes ao Ministério de Jesus e Composição dos Evangelhos. Resumo geral do Antigo Testamento Pentateuco: Gênesis > Éden. o de Judá. O Reino Dividido: Dez tribos ao norte constituíram o reino de Israel. as instruções para a Igreja. É o único que principia no começo de todas as coisas. a consumação. que ungiu o primeiro rei. povo.

Lucas: Lucas não foi escrito nem para romanos. Os três primeiros evangelhos são chamados Sinóticos. Sua conclusão: “Todo poder me é dado. as partes dos diferentes Evangelhos que tratam dos mesmos eventos. Mateus usa linguagem mais especificamente judaica. Lição 27 . Quem quer que se dê ao cuidado de verificar as citações do Velho Testamento em Mateus.1:15-4:42) 27 . aquele que age a serviço dos homens. Marcos: O menor dos evangelhos. 3. porque muitas vezes faz identificação de termos.Nos evangelhos podemos observar que grande parte dos eventos se repetem. Parece-nos que Marcos pensava nos Romanos quando escrevia o seu Evangelho. 28:18). Ora.” (Mt. nem séries de parábolas. E isso nos 2 primeiros capítulos de cada um deles. esta apresentação não é caprichosa. Há uma apresentação em contraste com todas as pretensões de um reino humano. como o sermão do monte.. em forma sinótica. pois o evangelho de João é o que mais acentua a divindade de Cristo. é o que nos mostra Jesus Cristo em ação. Jesus é o Servo. Preservar e divulgar o que se pregava acerca de Jesus ou o que haviam presenciado em Jesus. o sermão profético ou a série de parábolas. e Lucas. como os outros dois. Se o boi é o animal que serve. e sobretudo. e usa uma linguagem mais própria para pessoas que não eram judias. por isso sugerimos que é muito mais proveitoso ler em forma paralela. verá como os quatro Evangelhos estão ali apresentados simbolicamente na figura de quatro animais. Lc. porque têm uma boa dose de material em comum. mas para os gregos. Porque apresentam a vida de Jesus como um conjunto. porque faz em quantidade notável. A sugestão é da própria Escritura. Nascimento e infância do Messias: Apenas os evangelhos de Mateus e Lucas tratam da infância do Messias. vê tudo e vê de cima. onde há referências a quatro animais. Corresponde. Teófilo. A frase “filho do Homem” aparece aí muitas vezes não sem razão. O Evangelho de João é representado pela águia.1:1-20. senão num só caso (multiplicação dos pães).. O homem para o grego. O Que impulsionou os evangelistas a escrever as histórias acerca de Jesus? ________________________________________________________________________________________________ 3. não só é um Evangelho mais longo. Marcos abstém-se de qualquer informação prévia ao início do ministério. Marcos não registra grandes discursos como faz Mateus. João: João não repete.3:1-4:32.. Serve sem queixa. Porque nos permite ter uma visão mais coerente do conjunto. no Apocalipse. mas do próprio Novo Testamento. é a medida de todas as coisas. que gostavam da harmonia nas artes e no pensamento filosófico. A civilização Grega é antropocêntrica. faz apresentação de Jesus Cristo como o homem perfeito. Mateus: Diferentemente de Marcos. mas por um leão. O Tema dos Evangelhos é a habitação de Deus entre os Homens. é muito sugestiva. Se alguém se der ao trabalho de verificar o texto de Apocalipse (4:7).. à profecia de Ezequiel (1:10). Por que se chamam Sinóticos os Evangelhos de Mateus Marcos e Lucas? ________________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 26 1. nem para judeus. serve sempre e serve muito. Porque é conveniente uma leitura paralela dos Evangelhos ? ________________________________________________________________________________________________ 2. Versículo para decorar: João 1:11-12 QUESTIONÁRIO 1.Parte 1: Estabelecimento do Ministério (Mt 3:1-4:25. mas estabelece cronologicamente o itinerário do ministério de Jesus. O boi é o símbolo do serviço. A apresentação de Jesus Cristo é feita do ponto de vista de sua realeza. o leão é o animal que reina. verá que há nesse Evangelho verdadeiro estribilho: “Para que se cumprisse o que foi dito pelo profeta. mas caracteriza-se pelo registro de grandes discursos. O Evangelho de Marcos tem sido representado pela figura de um boi. contem apenas uma apresentação da ação de Deus encarnado. porque se abstém de fazer identificações que seriam inúteis. Sinótico significa visto em conjunto. João fora um dos íntimos de Jesus. registradas no capítulo 13. os milagres narrados nos Evangelhos sinóticos. citações do Velho Testamento. medidas e distâncias. alias. que diz. Mc. não só de livros proféticos do Velho Testamento. Jo. 2. que escreve para o seu amigo grego. Águia é ave que voa muito alto e que tem olhos penetrantes. Evidentemente escrevia a gentios e não a judeus.” Mateus não nos é representado por um boi.

Marcos (4). Qual era a tarefa que havia sido designada ao “Elias que havia de vir”? ____________________________________________________________________________________________ 2. Devido às curas numerosas. O Batismos de Jesus: João Batista foi quem batizou Jesus. Fundamentos. Marcos: Os mesmos. Marcos: Apenas “Senhor do Sábado” e “Mão Mirrada”. Preparar o caminho para o Senhor. Árvores e Frutos. As Tentações: A preparação não deve ser apenas exterior. O SERMÃO DO MONTE Mateus: Bem-aventuranças. Jo. As Genealogias: Além da chamada dos primeiros discípulos. vai chegar ao auge na última semana. Tesouro. 2. por isso mesmo. que detalhe importante indica João com respeito às pessoas que seguiam a Jesus? _______________________________________________________________________________________ 3. Seguir a Jesus. Lc 9:10-62. Jejum. Temos nesse reavivamento a preparação para a obra de que Jesus havia de levar a efeito. Mc 6:30-9:50. queriam saúde e comida. mas das viagens a Jerusalém. mais “Discípulos de João Batista”. no texto de Lucas. por exemplo. Mc. Com que propósito tiveram lugar as curas que Jesus realizou? _____________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 27 1. PARÁBOLAS: O grupo de parábolas aqui mencionadas é distinto de outros que ainda vão surgir. Estas são chamadas as “Parábolas do Reino”. notável a fama de Jesus. Cidades Impenitentes. por isso. Lucas (8). Bem .4:43-5:47) A fase da Popularidade: Cidades mencionadas  Nazaré. MILAGRES: Foram eles numerosos. Acréscimo: Endemoniado. Jejum. Jesus atraiu grandes multidões e. e tornaram.1:21-6:29. Lição 28: Ministério do Norte (Mt 14:13-18:35. Lucas: As mesmas que em Marcos. Daí ser essa a fase da popularidade. Paralítico. senão também interior. o ministério da Galiléia é também conhecido como a fase da “popularidade”. Mateus: Leproso. menos “seguir a Jesus” e “cegos”. fazer voltar os corações dos pais nos filhos. e então a perseguição que. Cafarnaum. como o “Elias que havia de vir”. vulto precursor do Messias. Cafarnaum. temos nessa parte dos Evangelhos. com especiais instruções aos discípulos (Ministério do Norte).Aventuranças.4:33-9:9. Começa a fase do retiro. Ao registrar a multiplicação dos pães. Gadareno. uma genealogia que mostra o aspecto humano de Jesus. Mão Mirrada. Magdala. Os Primeiros Discípulos: A chamada dos primeiros discípulos revela que nosso Senhor Jesus Cristo tinha já um plano. Jesus é o segundo Adão. Jugo. Escolha e Missão dos Doze: Registrada nos 3 Evangelhos Sinóticos.1:15. Julgamento. Oração. Temos nos quatro Evangelhos o registro deste fato. como ele mesmo disse. Mulher com Fluxo. O Fim da Popularidade: A última seção do ministério da Galiléia fala-nos da morte de João Batista e da multiplicação dos pães. É o que nos aparece descrito nas três conhecidas tentações. Vejam-se. a fim de “cumprir toda a justiça” (Mt. Jesus Cristo era o homem ideal. Tempestade. 3:15). ADVERTÊNCIAS Mateus: Discípulos de João Batista.O Precursor: João Batista. ou para que Sua missão pudesse ser reconhecida. Versículo para decorar: Jo.3:16 QUESTIONÁRIO 1. O batismo se impunha como parte da submissão total à Lei. Sogra de Pedro. Parte 2: Ministério na Galiléia.5:1-14:12. mais duas ressurreições: Filho da Viúva de Naim e Filha de Jairo. Demonstrar o seu poder. Betsaida. Número de Parábolas: Mateus (13). Lc. Lucas: Os mesmos que em Marcos. Jo 6:1-7:10) 28 . Corazim. Marcos: Jejum Lucas: Síntese. as expressões do final do capítulo quatro de Mateus. Estes dois eventos marcam o fim da popularidade de Jesus. quando proclamou: “Arrependei-vos e crede no Evangelho” Mc. 3. Esmolas. acercou-se daqueles que haviam de implantar no mundo Sua mensagem. Milagre Jonas. (Mt. fora apontado no Velho Testamento na última página de Malaquias. como sabemos. A multidão o seguia de modo interesseiro. Jesus submeteu-se ao batismo. JOÃO: Não trata do Ministério da Galiléia. Senhor do Sábado. Lei.

seleção de discípulos. aí é que houve um encontro sério de Jesus com os discípulos. Jesus vendo que os discípulos tinham dado um passo.10:1-19:28. significação de Sua pessoa. e diz: “Senhor. que dizem respeito ao método divino da redenção. À medida que introduz essas noções. Aparecem ali Moisés e Elias. 2. mas de vitória. tetrarca daquela região). viajou pelo norte. Mc. A Pedra Fundamental: Uma vez definida a significação de Sua missão. “Nós temos crido e conhecido que tu és o Cristo” (Jo. Ora.10:1-52. bem como à natureza dessa fase. de maneira nenhuma te acontecerá isto.11:9 QUESTIONÁRIO 1. O fato de que Ele vai ser sacrificado ou crucificado. Jo. desafio do sofrimento. no espírito dos discípulos. mostrando o que estava para acontecer em termos de sofrimento. Tem-se. mas com os discípulos a quem tenta levar a compreender mais profundamente o significado da Sua missão. há notável diferença. Entre a fase anterior. típico das duas partes do Velho Testamento. tenho algo mais a dizer. 3. seguindo-se a viagem de regresso. A voz de Deus diz que Cristo que é o Seu amado. contudo. uma relação curiosa.Ministério da Peréia (Mt. de instrução mais específica dada aos que permaneceram fiéis. Com que outro nome se identifica o ministério do Norte? Por quê? ________________________________________________________________________________________________ 2. procura mais um. Diz Jesus das primeiras palavras que tinham sido comunicadas pelo Pai. A fase do retiro. Sente-se na obrigação de despertar. Quem é o centro que devemos considerar ao interpretar o ensinamento sobre a pedra fundamental ? _______________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 29 1. com a atração dos milagres e a presente. Observemos. Pedro reconhecera algo de divino na missão de Cristo. acrescenta-se o Evangelho. Versículo para decorar: Lc. Segundo nos informam os Evangelhos. Que ensinamento especial deu Jesus a Seus discípulos. Jesus como que diz: Uma vez que já compreenderam a significação divina de minha pessoa e de meu ministério.A Fase do Retiro: O Nome “retiro” dado ao ministério do Norte se deve ao fato de desaparecerem as grandes multidões. Cristo. com um grupo mais selecionado de discípulos.6:69). Lc. Cesaréia de Filipe: Jesus separou-se das multidões e. dá-se o incidente com a mulher Cananéia. mas não compreendera ainda que o método de Deus era escandaloso para o homem: O método da Cruz. uma visão satisfatória dele e dos característicos dessa fase do ministério de Jesus. diz que Pedro não estava compreendendo as coisas que são de Deus. Lição 30 . A questão é levantada quando conversa com Pedro e os discípulos.16:22). Porque desapareceram as multidões e Ele se retirou com Seus discípulos. depois que Pedro O reconheceu como o Cristo? _______________________________________________________________________________________________ 3. A mensagem toda revelada por Deus está presente. que é divina. a atenção para o fato de que Ele vai ser sacrificado. Ele se encaminha para o fim. a Lei e à Profecia.7:11-11:57) 29 . Quando passam pela Fenícia. Chama-se essa região Tetrarquia Felipe. É preciso que a situação se defina. Entre suas duas expressões há diferença fundamental. a última palavra de Deus não de derrota. Jesus vem completar o quadro. no extremo sul do Líbano. Em Tetrarquia de Filipe havia uma cidade chamada Cesaréia (de César) de Felipe (por causa de Felipe. na dupla atitude de Pedro e dupla reação de Jesus. E nota-se a seqüência: atração de multidões. A Transfiguração: Se mediante a confissão de Pedro.19:1-20:34.” (Mat. Não temos recursos para o levantamento desse itinerário em todos os seus pormenores. Daí a reação que provoca da parte dos que acompanham. Pedro se torna o conselheiro de Jesus Cristo. devo ir para Jerusalém e ser entregue nas mãos das autoridades e padecer.16:13-16). Embora o método de Deus tenha aspectos paradoxais de sofrimento. o filho de Deus vivo” (Mt. o anúncio da cruz. no qual Ele os interpela: “Quem dizem os homens que eu sou?” E então a resposta de Pedro: “Tu és o Cristo. Depois de terem passado pela Cesaréia é que se deu a transfiguração do Hermon. na transfiguração mostrou aos mais íntimos o outro lado da realidade: A glorificação. mas as que são dos homens. no segundo caso. O seu contato não é com grandes multidões. Jesus procurou abrir diante dos discípulos.

e das parábolas do juízo. senão como já dissemos. o juiz iníquo. hidrópico. Advertências é um rótulo que talvez possa ser usado para essa porção do Evangelho. a providência. mas é inegável que estas diferentes ênfases podem ser encontradas. e do divórcio. o grão de mostarda. Lição 31 .19:29-23:56. Marcos exclui unicamente o do credor sem misericórdia e a parábola dos trabalhadores. “Deixai vir a mim. Poderíamos enumerar Suas discussões com os judeus: a dissensão. em Mateus 24 e 25. Versículo para decorar: Lc. de encontros havidos entre Jesus e os judeus em Suas viagens periódicas a Jerusalém.21:1-27:66. 11:10 Lição da próxima semana: A Última Semana (Mt. Por que podemos chamar parábolas evangélicas às registradas por Lucas? ________________________________ 2.11:1-15:47. Jo. Lc. a mulher encurvada. O evangelho de João João não trata especificamente do ministério da Peréia. Marcos e Mateus se limitam a registrar os seguintes incidentes: o do credor incompassivo. galileus de Silóe. sinais dos tempos. a dracma perdida. senão que são narrados apenas por Lucas. a parábola dos trabalhadores. e os cegos de Jericó. expressando o verdadeiro espírito do crente.”e o do jovem rico.Em virtude da hostilidade entre os judeus e samaritanos. que surgem no sermão profético. não de muito. 11:55-19:42) QUESTIONÁRIO 1. o jovem rico. Ele sabe que vai morrer. como não o fez em relação a períodos anteriores do ministério de Jesus. Lucas registra uma grande série de parábolas e um certo número de incidentes que lhe são peculiares. Um sentido de urgência. que há certo tom de urgência. Jesus se encaminhava a Jerusalém e ali O esperava a cruz.A Última Semana (Mt. o rico e Lázaro. pois bem sabia que caminhava para o fim. Foi assim a viagem de Jesus com Seus discípulos. as viagens dos galileus a Jerusalém eram feitas normalmente. É sua última viagem. o amigo importuno. e a referência sobre a mulher de Ló. são as seguintes: o bom samaritano. Notamos que são todas peculiares a Lucas. tremendas advertências. a grande ceia. a do fariseu e do publicano e a das dez minas. Veremos que as parábolas do juízo são. Lucas registra somente o evento que temos chamado” Deixai vir a mim. evitando assim passar por Samaria. Não há propriamente um característico comum entre eles. Estava decidido a terminar a Sua obra. escândalos. As Parábolas As parábolas de Lucas.21:1-27:66. onde estão três delas. a ovelha perdida. precedem ou sucedem. a figueira estéril. nas parábolas evangélicas. o cego. Conclusão: A fase do retiro e do aconchego com os discípulos chegara ao fim. dracma e filho perdido. 2.”. A Escritura declara que Jesus estava determinado a ir a Jerusalém (Lc. o bom pastor. Incidentes Peculiares a Lucas Estes incidentes são os seguintes: Os setenta.11:55-19:42) 30 . é que o ministério em Peréia está registrado com mais detalhes por Lucas. o capítulo 15. Em compensação. A primeira observação de importância a ser feita. Porque acentuam o oferecimento da graça divina e a necessidade de aceitação do Evangelho. o acontecimento sobre os filhos de Zebedeu. a discussão sobre os primeiros lugares. a adúltera. Que aspecto especial se nota nos episódios dos cegos de Jericó e Zaqueu? Por quê? ______________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 30 1. via Peréia. as mais notáveis: ovelha.. rumo ao sul. Os discípulos deviam estar com o espírito preparado para os grandes acontecimentos do fim. Mc. No grupo das parábolas do reino há apenas uma caracterização geral do reino de Deus. o rico insensato. Lc. acentua-se o oferecimento da graça divina e a necessidade de aceitação do Evangelho. referidas principalmente em Mateus 13. como o nome indica. o filho pródigo. Disto já advertira a Seus discípulos durante o retiro ao norte. Herodes. contudo. o mordomo infiel.. Jo. leprosos.19:29-23:56. Nota-se.. blasfêmias dos fariseus. Naturalmente que não há diferença irredutível entre os três tipos de parábolas. Nós chamamos de parábolas evangélicas para distingui-las das parábolas do reino. Tais incidentes é que deveriam provavelmente ser colocados neste período.. Mc. que se espalham em vários capítulos do meio do livro. 11:1-15:47.9:51). o servo vigilante.

ou a dos saduceus sobre de quem seria. a negação de Pedro.28. que poderiam utilizar para acusá-lo. preço traição. Polêmicas: Em Jerusalém.1:1-14. oração sacerdotal. A prisão. o julgamento diante do Sinédrio. o Espírito Santo. Por que os Evangelhos dedicam mais espaço aos eventos da última semana que aos outros trinta e três anos da vida terrena de Jesus? ________________________________________________________________________________________________ 2. Porem. sete maridos.Entendemos que os Evangelhos dão maior quantidade de informações a respeito desta última semana porque ela é mais significativa. A Prisão. cruz. Com essa intenção e atitude de ódio. Versículo para decorar: Mc. oferta viúva pobre. João. negação de Pedro. desperta respostas sábias e imediatas do Mestre. no além. bodas. e ressuscitou no primeiro dia da semana. Passou o sábado no sepulcro. assim como o tributo a César. conta que foi na noite anterior à entrada triunfal de Jesus. Por isso a tradição comemora o “Domingo de Ramos”.15. lavradores maus. levaria Jesus a cair em alguma contradição. (Mt. At. unção. Jesus enfrentou uma série de polêmicas com os judeus. que não tinha realmente autoridade política. / Sexta: Prisão Sinédrio. agora buscam a aquiescência da odiada autoridade. palestras íntimas. neste caso. simplesmente para acabar com o Mestre. Os religiosos que resistiam de forma intransigente à autoridade do conquistador pagão. Então Jesus censura a ignorância deles. novo mandamento.feira. tribunal religioso judeu. os inimigos se uniram pois queriam eliminar o que consideravam um adversário comum. mas os mandamentos que se resumiam em amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo. não somente pelos sofrimentos porque Jesus passou. Eventos Antes da Prisão: Na quinta-feira Jesus se reúne com seus discípulos para a última páscoa. à crucificação. Quem enviaria Jesus para que tomasse Seu lugar para guiar aos discípulos? ________________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 31 1. Porque essa última semana tinha maior significado. Ungido em Betânia: O que aconteceu em Betânia certamente foi na quarta . advertência a Pedro.1-8) QUESTIONÁRIO 1.Batismo de João. fariseus e saduceus eram três dos grupos religiosos judeus desse tempo. pelos ensinamentos que deixou aos discípulos neste período. gregos / Quinta: Última Páscoa. 4. As perguntas sobre a natureza do batismo de João. mas. Dali o levaram a Jerusalém e o apresentaram ao Sinédrio. Lc. / Quarta: Jantar em Betânia. A Entrada Triunfal: A entrada triunfal se deu num domingo. anúncio traição. Dali o Senhor estabelece a cerimônia que é conhecida como a ceia do Senhor. lava-pés. 31 . De volta a Pilatos. Sabendo Jesus que eram Suas últimas horas com Seus discípulos. Mc. dois filhos. a esposa de sete maridos. Herodianos. suicídio de Judas / Sábado: No sepulcro / Domingo: Ressurreição. Era uma homenagem que tributavam ao mestre. Pilatos. foi levado de Herodes a Pilatos. Sabemos que foi encaminhado do Sinédrio a Pilatos.feira. 3. Jo. I Co. sepulcro. Jesus foi entregue por este para ser crucificado. Propuseram algumas perguntas que. porque jogaram ramos e folhas na estrada por onde Jesus iria passar.12:30 Lição da próxima semana: A Ressurreição e Os Quarenta Dias. Foi pregado na cruz na sexta . e dali a Herodes. um memorial perpétuo de Sua morte e ressurreição. tributo a César. queriam pegá-lo em uma armadilha. a maneira de pensar deles. 2. o Juízo e a Crucificação: Jesus é preso no jardim do Getsêmani. Ao outro consolador.24. sim. Estes tratavam de surpreendê-lo em alguma contradição.16. observavam e perseguiam o Mestre. Getsêmani. à sepultura. grande mandamento. sermão profético “Ais”. Dando instruções especiais a Seus discípulos mais íntimos. Quais os eventos que aconteceram no dia da crucificação? ________________________________________________________________________________________________ 4. como as utilizou? ________________________________________________________________________________________________ 3. O mais importante não eram aquelas especulações. Nesta cena tem lugar a unção por parte de Maria de Betânia.20-21. no entanto. e colocado em um túmulo novo. e eram antagônicos entre si. consolador. A Última Semana  Domingo: Entrada Triunfal / Segunda: Figueira purificação do Templo / Terça: Polêmicas .

e não a todo mundo? _________________________ 2. Jo. a ordem da grande comissão. Também podemos mencionar a aparição anotada em At. através desses aparecimentos. Porque Jesus apareceu só a um grupo selecionado de pessoas. os quais dizem: “O Senhor ressuscitou. Os quarenta dias constituem um período intermediário. Só bem de manhã. João. varões. Lc. Em I Co. em Lucas.28. no monte da Galiléia. Não tinham tido tempo de fazer isso na sexta-feira.Lição 32 .. Outras Aparições: At. Ali receberam eles. quando ainda escuro. 1:1-14 e I Co.24:33-35) A Dez Discípulos: João 20:19-24 nos relata que Jesus apareceu a dez discípulos . dizendo que Aquele a quem elas procuravam não estava ali. Porque apareceu só aos que estavam preparados para essa manifestação especial.23:56). O detalhe curioso é que Tomé não estava presente. no 1º dia da semana.A Ressurreição e Os Quarenta Dias. Segue-se a referência às mulheres que foram ao túmulo para a unção do corpo. 28:1-10 nos conta que Jesus apareceu logo a outras mulheres.20-21. ouvindo falar do sepulcro vazio.24.16.A Igreja em Jerusalém (Atos 1:1 .cujo nome seria Paulo . se deteve. 2. Costumamos dizer que foram doze vezes.1-8) Os Quarenta Dias: Atos 1:3 nos indica que Jesus Se apresentou vivo depois de Sua ressurreição. chegando perto do túmulo. uma referência a essa aparição. e a chama por seu nome. 15:8) Versículo para decorar: Jo. quando Jesus Se dirige a ela. fornece recursos de que o Espírito Santo se serviria posteriormente. Em Emaús consente ficar com eles.15. de um jovem. come com eles a ceia. “aparecendo-lhes durante quarenta dias”. Em seguida se registra a restauração de Pedro.1:2-9. Porém Pedro entrou para ver como estavam as coisas. Lição 33 . é que foram para realizar essa tarefa piedosa da unção. Em primeiro lugar temos a referência ao fato de que anjos estavam junto ao túmulo: em Mateus. (Mt. dos lábios de Jesus. no sábado repousaram.“como um aborto”. evento que a igreja católica .. no entanto. trata-se de um anjo. I Co. em Marcos. Cristo foi o único que ressuscitou para nunca mais morrer e com um corpo glorificado.8:1) QUESTIONÁRIO 1.8:1) 32 . Jesus lhes ordena que levem as boas notícias aos discípulos. na Galiléia: Mateus 28:16-20 relata a aparição de Jesus aos onze. em que nosso Senhor Jesus Cristo. chegou primeiro. Apareceu a mais de quinhentas pessoas de uma só vez. foram correndo até lá. A Sete Discípulos no Mar da Galiléia: Em João 21:1-24 se menciona a aparição de Jesus ressuscitado a sete discípulos no mar de Tiberíades. a quem tem sido identificada com a aparição aos discípulos que viajavam para Emaús. e em seguida se registra que apareceu a Tiago.1:1-14. Iam para Emaús Cléopas e um outro discípulo. Pode ter sido a mesma ocasião na qual ele e João. ela O reconhece e O adora. e só no momento de dar graças é que O reconhecem. Jesus se aproxima deles e os acompanha pelo caminho. segundo suas próprias palavras (I Co. Mc.romana diz equivocadamente tratar-se de investidura. conforme a Escritura (Lc. Voltam depressa para Jerusalém para dar a grande notícia de que haviam visto a Jesus Cristo. Aos onze. A Outras Mulheres: Mt. Qual a diferença fundamental entre a ressurreição de Cristo e as outras registradas na Bíblia? _________________ Respostas às Perguntas da Lição 32 1. A Pedro: Logo se registra o fato de que Jesus apareceu a Pedro. mas. Ele vive! A Maria Madalena: Ela pensa estar falando com o jardineiro. mais jovem. iluminando-os para dar todo o sentido da obra redentora. At.15:1-8. As Aparições de Jesus Cristo: Não temos a possibilidade de identificação plena dos aparecimentos de Jesus. na qual foi visto pelos onze apóstolos no dia da ascensão. Finalmente se registra a aparição a Saulo . Encontraram o anjo à porta do túmulo. Não nos parece que se tratasse de realidades diferentes. conforme o costume. A Dois Discípulos: Em Marcos se menciona a aparição a dois deles.20:31 Lição da próxima semana: A Igreja em Jerusalém (Atos 1:1 . Aos Onze: Oito dias depois acontece uma nova aparição aos discípulos e desta vez Tome está presente. e a Seus discípulos.” (Lc. Em Jerusalém encontram os onze. ainda.15:4-7 há.

exterioriza a realidade social do grupo e.” (v. demonstra. Não foi apenas no dia de Pentecoste que Pedro pregou..38). quando curou um paralítico. Judéia. logo a Samaria. mas passaram a construir o que chamamos de instituição (v.21. a ressurreição é o grande fato sobre que se assenta a Igreja. Ser testemunhas da ressurreição de Jesus Cristo.1). ainda nos tempos do Novo Testamento. Só desta maneira a Igreja começou a levar a efeito a grande missão: “Ide por todo mundo e pregai o Evangelho a toda criatura”.6:13) No capítulo 1 de Atos. Ele disse: “É necessário. Qual era a função primordial dos apóstolos? _______________________________________________________________________________________________ 3. nos versículos 14 a 37. A bênção do Espírito Santo vem com o Pentecoste. pois. O Pentecoste.Qual é o fundamento da Igreja? ____________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 33 1. Na dupla espécie de oficiais temos o duplo aspecto da Igreja. na porta Formosa. No capítulo 4 a mesma mensagem aparece. em pequeno discurso. neste caso se refere àqueles a quem Jesus chamou e enviou (Lc. Lição 34: A Dispersão da Igreja até Antioquia (Atos 8:1 -13:1) 33 . 2. A palavra apóstolo quer dizer enviado.” (v. Jerusalém. Os Apóstolos. no templo. Os Oficiais. e nos dá o penhor dessa vitória. Os que os ouviram falar.2:41). (v. “Deus o ressuscitou dos mortos”(v. começando com o batismo de João. Por isso Ele é a salvação para nós: “Porque em nenhum outro há salvação” (v. Versículo para decorar: Aos 4:12 Lição da próxima semana: A Dispersão da Igreja até Antioquia (Atos 8:1 -13:1) QUESTIONÁRIO 1. que. e sentiram a necessidade de arrepender-se (v. um destes se torne testemunha conosco da sua ressurreição. O resultado foi a conversão e o batismo de três mil pessoas. sem que haja culto. em trecho precioso. Os dois aspectos se complementam. e finalmente alcançou a Europa. trata da descida do Espírito Santo sobre os discípulos. O evento de Pentecoste. por assim dizer. onde há instituição dos diáconos (vs. não há Igreja. Houve sermão. Pedro e João se apresentam sendo que Pedro. até o dia em que dentre nós foi elevado às alturas. A fé num Deus que vence a morte. sem que haja sede.12). então perante o Sinédrio. Os bens. sobre um fundamento dos apóstolos (Ef. as suas convicções.2:20).. Partindo de Jerusalém se estendeu a Judéia. Mas a Igreja está colocada. Tais são os aspectos essenciais da mensagem cristã. Ora. os discípulos receberam a habilidade de falar em outros idiomas e dialetos. dos homens que nos acompanharam todo o tempo que o Senhor Jesus andou entre nós. Não podemos imaginar Igreja Cristã sem que haja reuniões. o que tomava sempre a palavra. E isso implica na existência de bens materiais. Pedro nos dá interessante caracterização do Apóstolo. Ao serem cheios com o poder do Espírito. De novo se anuncia a mensagem do arrependimento de pecado e da fé em Jesus Cristo.. O Ensino. indiretamente. Onde não houver a crença na ressurreição.8). Os apóstolos e todos os que se converteram. E assim chegamos ao capítulo 6 de Atos. Samaria.22). diziam: “. largados daqui e dali.1-7). Chamados pelas autoridades.10). A Igreja é um conjunto de pessoas que crêem em Jesus Cristo. A grande perseguição contra a Igreja que estava em Jerusalém foi o motivo da dispersão inicial.. cada um em nossa própria língua materna. conforme o capítulo 3.como os ouvimos falar. diz a Escritura. As pessoas entenderam ao que os apóstolos pregavam. não ficaram amorfos. É fundamento porque venceu a morte. 3. os quais se achavam reunidos (v. A função dos apóstolos é inconfundível pelo fato de terem sido testemunhas da ressurreição.41). O fundamento dos apóstolos é a fé na ressurreição. que Jesus é o fundamento da Igreja.O curso da Expansão da Igreja. até os confins da terra. e esse acontecimento é a vida da Igreja. registrado no capítulo 2 de Atos. Jesus Cristo ressuscitado. A seguir registra-se o sermão de Pedro. Quais são as quatro áreas ou etapas de expansão da Igreja? _______________________________________________________________________________________________ 2. A estrutura material. não se excluem.

Saulo. Lição 35: Primeira Viagem Missionária (Atos 13:1 -14:28) 34 . o que. de Felipe e o eunuco deixa ver que este último.19-30). e uma voz lhe dizia: “Mata e come”. Sua conversão fora apenas aparente.Que não desprezasse aquele que Deus já havia purificado. porém se identifica com Sua Igreja. aspecto impressionante. A população era supersticiosa e ele mesmo. traduzido. Ele invejava os dons dos apóstolos e entendia poder comprar o dom do Espírito Santo (vs. dando-lhe a mão. a magia e a superstição. mas a ignorância. ou. e voltando-se para o corpo. isto é.36). Filipe sobe ao carro em que está o eunuco. Deus lhe disse: “Ao que Deus purificou não consideres comum. porque me persegues?” (v. O Caminho de Cesaréia: Pedro tem da parte de Deus. era ignorante. e ali cura um crente paralítico chamado Enéias (vs. Para a expansão do Evangelho. o que seria impossível para um Judeu. A missão da Igreja é a de lutar contra a superstição e também contra a ignorância. para que o Evangelho saísse de Jerusalém. A visão era simbólica. Ia ele para Damasco com a intenção de eliminar os crentes daquela cidade: “Respirando ameaças e morte.13). quer dizer Dorcas (v. o qual chega à cidade de Lida. Trata-se do incidente conhecido da conversão de Saulo. não raro a Igreja tem de enfrentar ameaças. Ela abriu os olhos e. As ameaças do mundo não são a última palavra. apresentou-lha viva. “Como poderei entender?” Embora mais simpático do que Simão – o do caminho anterior – o eunuco não deixa de estar do outro lado de uma barreira: “Como poderei entender. O trabalho missionário começou com os leigos. devia ser temível. A ignorância 3.31). 18-19). que esta irmã morreu e a Igreja toda chorava sua morte. 26-40).. Ele. mostrou certo entusiasmo (v. pergunta-lhe se entendia o que lia.” (vs. Um discípulo chamado Ananias é o instrumento humano enviado por Deus para ajudar Saulo em sua conversão. levantou-a e. o caminho de Antioquia (vs. respondeu ele. Pedro era convidado a ir à casa de um gentio. A fama destas coisas veio à Igreja mãe. vendo a Pedro. às vezes. á beira-mar. Não obstante o seu problema. Perseguir a Igreja é perseguir a Cristo.. Este homem que se entregava as artes mágicas. Versículo para decorar: Atos 8:4 Lição da próxima semana: Primeira Viagem Missionária (Atos 13:1 -14:28) QUESTIONÁRIO 1. Além de ignorância e superstição. 2. logo ele ficou em evidência. 10-19). a visão de um lençol.1). A dificuldade agora não é a superstição. dentro do qual como que desciam do céu animais de toda a espécie.4). apesar de sua boa vontade. Felizmente há poder acima das ameaças humanas. O Caminho de Damasco: Segue-se o caminho de Damasco (9:1-19). bastante conhecido. Estava cheia de boas obras e de esmolas que fazia. Simão. os quais falaram do Evangelho com fidelidade. O Caminho de Antioquia: Segue-se ainda no capítulo 11. sentou-se. pôs-se de joelhos e orou. “De modo nenhum”. (vs. naqueles dias. se alguém não me ensinar?” (v. gazela. disse: Tabita. mandaram um homem de confiança que era Barnabé. O Caminho de Jope: O Relato volta a Pedro.O Caminho de Samaria: Um incidente se dá com Simão (8:9-24). “Pedro. Essas assumem.” (v. Depois vai à cidade de Jope. Preparado e influente. A luta ali travada foi entre o Evangelho. “Saulo. tendo feito sair a todos. Mas vence o preconceito e faz a vontade de Deus. chamando os santos e as viúvas. Era uma discípula chamada Tabita. há alguém que tem uma palavra acima do mundo. 32-34). Qual foi o obstáculo que enfrentou o cristianismo no caminho para Gaza? ________________________________________________________________________________________________ 3.13-15). com apresentação das autoridades.Que lição Deus deu a Pedro através da visão do lençol e dos animais? ________________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 34 1. O Caminho de Gaza: Passemos ao caminho de Gaza (vs. Aconteceu. ao ouvir de Felipe a pregação do Evangelho.Por que foi necessária a dispersão produzida pela perseguição? ___________________________________________ _______________________________________________________________________________________________ 2. Jesus Cristo. como no caso em que Saulo era o perseguidor. “porque jamais como coisa comum e imunda”. O incidente. era interesseiro. Onde o evangelho foi anunciado pela primeira vez aos gregos. Ali em Jope havia alguém de muita simpatia e de capacidade de trabalho. levanta-te.” (9:40-41).

Este o feriu de cegueira.13:2-3 Barnabé: Coloca-se ao lado de Paulo e garantiu-lhe a aceitação por parte até dos apóstolos. e os missionários tiveram de fugir. para dar um brilhante testemunho do poder de Deus. outras reagiram de forma totalmente oposta. um judeu chamado Barjesus. para pregar à gente dele o Evangelho. oraram e lhes impuseram as mãos. sem ter tido o mesmo privilégio. Sérgio Paulo mostrou-se interessado pelos assuntos religiosos. Sérgio Paulo. Havia. chegando à ilha de Chipre. e chegam a Perge. separa alguns de seus membros para o trabalho missionário: “Enquanto eles ministravam perante o Senhor e jejuavam. • Antioquia da Pisídia . Foi visitar parentes. a capital. O Roteiro: Separado pelo Espírito Santo. No retorno da viagem puderam dar um relatório informando sobre suas experiências o que foi muito importante para a edificação do povo. que faz ele? Não era Chipre sua terra? Ali vendera sua propriedade para colocar aos pés dos apóstolos. suportando pedras.Há os “judeus invejosos” e os gentios que glorificavam a Deus. A partir da conversão de Paulo. Qual é o contraste entre Barjesus e Sérgio Paulo? ________________________________________________________________________________________________ 3.12). Paulo.. Apresentaram um bom relatório. sobrinho de Barnabé. Pedro desaparece e Paulo é a figura central. um procônsul por nome Sérgio Paulo. metido em artes mágicas. Uma Igreja missionária ora. outros pelos apóstolos”. Então.Atos 14:4 nos diz que ali “. O que Deus fizera por eles. Paulo se dirigia aos gentios (ministério da incircuncisão). enfrentando magos. Versículo para decorar: Atos 13:2. depois que jejuaram. se entregava às mágicas.. Daqui é que volta João Marcos. Proveitosas Lições: Quem abre a porta é Deus. e depois: Listra. foi levar o grande líder que ele encontrara. Lição 36 .18:22. estando em Antioquia. convertendo gente. Barjesus. mostrou-se interessado no evangelho e aceitou a mensagem.Segunda Viagem Missionária (Atos 15.1 . • Listra . embora temporariamente. 1 e 2 Tessalonicenses) QUESTIONÁRIO 1. apesar de ter educação religiosa. 1 e 2 Tessalonicenses) 35 .Barjesus que tinha tido uma educação religiosa e. foi simples: Antioquia (da Pisídia). Cumpriram a comissão. disse o Espírito Santo: Separai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado. Muitos tinham medo de Paulo porque não sabiam se a sua conversão era verdadeira ou falsa.uns eram pelos judeus. O Chamado e a comissão: Os primeiros versos do capítulo 13 constituem trecho típico de uma separação e comissão de missionários.10). 3.Parecia que as coisas iam correr bem melhor. atravessaram a ilha e estiveram em Pafos. Icônio e Derbe. Alguns responderam favoravelmente. naquele lugar. no entanto. instigando as multidões e apedrejaram Paulo. Este é um porto na Panfília. 2. houve um contraste na reação das pessoas.18:22. os despediram. junto com Saulo. Sérgio Paulo.1 . O sinal foi suficiente para que o governador da ilha cresse (v. como abrira aos gentios a porta da fé. Passaram a imediatamente a querer oferecer-lhes sacrifícios de animais.” At. Vieram judeus de Antioquia e Icônio e. ainda por mar. cheia do Espírito Santo. quis opor-se à mensagem de Paulo.Qual é a diferença ou contraste entre o enfoque da pregação de Pedro e a pregação de Paulo ? ________________________________________________________________________________________________ 2. Chegados a Salamina. no entanto. Pois. Contrastes: Em cada cidade onde os missionários pregavam o Evangelho. se entregou à magia. instruindo procônsules. Embora homem ilustre e comandante geral da ilha. Que fizeram os missionários quando regressaram à igreja que os comissionou? ________________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 35 1. Pedro é a figura de 1a. para uma viagem missionária. a primeira reação dos habitantes foi ter Paulo e Barnabé como encarnação dos seus deuses.Na primeira metade do livro de Atos. antigos vizinhos. Júpiter e Mercúrio. Houve uma perseguição. Mas. desce ao mar e navega até Salamina. O itinerário. ainda que sem instrução religiosa aceitou a mensagem do Evangelho.3 Lição da próxima semana: Segunda Viagem Missionária (Atos 15. Pedro se dirigia aos judeus (ministério da circuncisão). Não aceitaram os sacrifícios e foram sacrificados. • Pafos . Quando Paulo curou um homem coxo (v. e por ordem dele. • Icônio . através da Panfília. grandeza. Prosseguem.

que faz com que se viva à custa de outros. Em Beréia havia boa vontade. Os missionários.21:17) 36 . As Cartas aos Tessalonicenses: Os crentes estavam precisando de certa orientação. Paulo escreve logo uma segunda carta para corrigi-los. revistando os crentes em Derbe. Muito conceituado. Tal expectativa da vinda do Senhor. Como não podiam viver sem comer e não aprontavam a comida. caminhou para a Licaônia. Houvera tribulações (I Ts. por assim dizer. 2. Versículo para decorar: Atos 16:31 Lição da próxima semana: Terceira Viagem Missionária (Atos 18:23 . passando pela Cilícia. Lição 37: Terceira Viagem Missionária (Atos 18:23 . Chega à outra Antioquia.4:17 ainda que não tenhamos morrido. Paulo dissera: “nós. Paulo toma Silas e refaz o itinerário da 1a. a forma de apresentar o Evangelho aos gentios. sua pátria. nem de que Cristo só poderia vir naquela geração. as pessoas eram mais nobres. foi ele quem presidiu o Concílio.Paulo saiu de Antioquia da Síria. Alguns tinham dito: "Jesus está por chegar mesmo. os “judaizantes” insistiam em que sua própria experiência era o modelo para todos. Paulo se sente confortado com a boa notícia. Paulo foi o homem que a providência reservou para anunciar o Evangelho nos meios mais exigentes do ponto de vista intelectual. confirmando as igrejas e comunicando as decisões do Concílio de Jerusalém (16:4-5). e. E o concílio chegou à conclusão. Esperavam-no. Pedro teve uma participação importante dando seu testemunho na pregação a Cornélio. de disciplina e de piedade. sabendo destas notícias. era o foco missionário. 3. Os de Tessalônica perseguiram os missionários. Por que Paulo e Barnabé não foram juntos na segunda viagem missionária? ________________________________________________________________________________________________ 3. porém. Passa por Cencreia que é uma cidade próxima de Corinto. viagem. O primeiro concílio da história: O concílio de Jerusalém. após a 1a. Listra e Icônio. ou. de correção. (I Ts. Avançando: O primeiro ponto da Europa ocupado foi efetivamente a Macedônia sendo a primeira igreja a de Filipos. no mar Egeu. Para eles os gentios deveriam ser dispensados do peso da Lei. os vivos. os que ficarmos. Que diferença se nota entre as pessoas de Tessalônica e as de Beréia? ________________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 36 1. uma grande polêmica entre os missionários e os judaizantes. porém. como sabemos. fica aflito e manda Timóteo até lá. Tiago. vamos esperá-lo”. levou os Tessalonicenses a uma certa confusão. o sobrinho deste último. que. (Atos 15:22-29) Confirmando: Paulo e Barnabé se desentenderam por causa de João Marcos. que é a da Pisídia. Infelizmente. porém. apesar das perseguições aquela gente estava firme. Essa não era garantia de que não morreriam até a vinda do Senhor. não no sentido bíblico de uma vida de trabalho. Mas os Tessalonicenses.3:1-3). caíra no erro de abandonar as obrigações quotidianas para aguardar a 2a.” I Ts. que foi necessário convocar uma reunião geral. A volta é descrita em poucos versículos: do 18 ao 22 do mesmo capítulo 18. A primeira carta. o chefe da Igreja local.. iam comer na casa do vizinho. irmão de Jesus era. não é correta. Regressando: De Corinto inicia Paulo sua volta. “seremos arrebatados”. Nesta fase da viagem Paulo nada faz senão “confirmar as igrejas” O Concílio de Jerusalém: Surgira.. mais a favor dos missionários.Qual foi o problema básico que motivou a reunião do Concílio de Jerusalém? ________________________________________________________________________________________________ 2. enquanto Barnabé e João Marcos voltam a Chipre. Paulo ainda na Acaia.21:17) QUESTIONÁRIO 1. Houve tal contenda. tomando a carta num sentido diferente do ensino de Paulo quando lá estivera. Porque não chegaram a um acordo quanto a levar João Marcos na viagem. Passa por Éfeso e vai a Cesaréia e a Jerusalém. Assim.3:6-8). vinda. estavam interessados em adaptar a mensagem aos gentios. e que queriam entender melhor os ensinamentos que recebiam. viagem. Paulo e Barnabé. onde já estivera. Os métodos de evangelização. Também fundaram novas igrejas.

E acompanhavam-no até o navio. foi escrita pelo apóstolo aos crentes da Galácia.20:2). O endemoninhado os atacou e tiveram de fugir desnudos e feridos. Lição 38: Cartas da Terceira Viagem Missionária Primeira Parte (Gálatas. a Igreja de Filipos. e “tendo havido uma conspiração por parte dos judeus contra ele. pois. Estadia na Grécia A mesma curiosidade sentimos por saber seu trabalho na Grécia: Demorou ali três meses. “Então ouve grande pranto entre todos e. falava e ensinava diligentemente as coisas do Senhor. A mudança de itinerário pode ter sido determinada pelo propósito de evitar as ciladas. fortalecendo-os com muitas exortações. dirigiu-se para a Grécia. e depois para Beréia. onde foi muito perseguido.Por que Priscila e Áquila tiveram que instruir Apolo? ___________________________________________________ 2. Como operasse maravilhas. A dificuldade não era apenas a da resistência ao evangelho. e eram muitos os adversários (1 Co. conhecendo. a essa região: Macedônia. Carta aos Gálatas: A pequena carta aos Gálatas. 3. fervoroso no Espírito. Apolo : Surge. mas não conhecia completamente o Evangelho. Fizeram um grande movimento contra Paulo. a essa altura. o vulto de Apolo (At.26) Conflitos em Éfeso: Logo depois que Apolo saíra de Éfeso. I e II Coríntios. Em viagem anterior Paulo fundara.” (v.Confirmando as Igrejas na Ásia Como bom missionário. Porque Apolo conhecia somente o batismo de João. porém somente o batismo de João (v.25). Regresso pela Macedônia Começa o itinerário de volta. abraçando afetuosamente a Paulo. porque Diana dos Éfesios estava sendo desprestigiada. Outro incidente ocorre e vem narrado em maiores proporções.6). conhecia o Evangelho de maneira parcial.37. espíritos malignos. entristecidos especialmente pela palavra que ele dissera. Era homem de capacidade. Todo um estágio de sua vida num só versículo. Por que de Mileto. porém.38) Versículo para decorar: Atos 20:24 Lição da próxima semana: Cartas da Terceira Viagem missionária (Gálatas. não mais procurou judeus no sábado. o beijavam. Paulo retorna. Uma semana em Trôade Na cidade de Trôade. Paulo mandou chamar os pastores da igreja em Éfeso? __________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 37 1. quando estava para embarcar rumo à Síria. exortá-los e eliminá-los. entregando-lhes mensagem emocionante. que não mais veriam o seu rosto. “Havendo atravessado aquelas terras. chegou Paulo. O que aconteceu com os filhos de Ceva. filhos de Ceva. Confirmando as Igrejas da Macedônia: Na Macedônia havia igrejas. viagem. Uma porta grande e eficaz se lhe abrira. quando atacados por heresias que negavam a essência do Evangelho. com a conversão do carcereiro e de Lídia. Ele e outros ourives ganhavam dinheiro com isso. para verificar-lhes a situação e dar-lhes orientação de vida. Despediu-se deles. Paulo teve a preocupação de voltar às igrejas fundadas. Com os pastores em Mileto De Mileto mandou chamar os presbíteros de Éfeso. Paulo está acompanhado de vários obreiros. alguns exorcistas.3). determinou voltar pela Macedônia. Demétrio fazia imagens da deusa Diana.” (At. pois ele demo sete dias (v. Priscila e Áquila começaram a instruir Apolo “com mais exatidão” no caminho de Deus (v. mas reuniu-se com a Igreja no domingo. isto é.18:24). mas a da falsificação dele. Embora ele estivesse ali toda a semana. onde já estivera na 2a. I e II Coríntios). Começou a falar ousadamente na Sinagoga. ainda que cheio de lutas. diz ele. Paulo cuidava da preparação de moços que viessem a exercer o pastorado. Romanos) QUESTIONÁRIO 1. 2. 37 . onde ele encontrou boa vontade. tentaram imitá-lo. curando enfermidades. Depois foi para Tessalônica. Para despedir-se deles.16:8-10). quando tentaram exorcizar os demônios invocando o nome de Jesus ? _____________________________ __________________________________________________________________ 3.” (vs. Foi esse o começo de um período abençoado. Instruído no caminho do Senhor. invocando.

11-14).A liberdade dos Crentes (Cap. 38 . que levantara entre os gentios. II Coríntios: Paulo defende o direito de disciplina (caps. ou. ou. Não dá liberdade para pecar.8-9). pelos crentes. à Ceia do Senhor (11:17-34). É uma conseqüência natural de tudo que antes dissera nos capítulos precedentes. O que podemos aprender das Cartas aos Coríntios com relação à vida cristã? ________________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 38 1. como se ela fizesse parte do processo redentor. I Coríntios: Depois da introdução (1:1-9). e dali seria. Trata do tema sobre ressurreição (15:1-58). que já havia sido discutido no Concílio de Jerusalém ? _____________________________________________________________________________________________ 2. 3.3-7). Logo o apóstolo passa a dar resposta a uma série de consultas que os coríntios haviam feito por carta (7:1). que não ajudavam os que tinham consciências feridas. diz Paulo. o espírito dos Judaizantes. reivindica sua autoridade apostólica (caps. Para ele a cruz era motivo de glória e por Cristo trazia marcas no corpo. no fim de sua terceira viagem missionária. Pretendia ir a Jerusalém levar a “coleta para os santos”. o apostolo fala da liberdade cristã. Segundo a Carta aos Gálatas. dos abusos que estavam cometendo com relação aos Dons Espirituais.1-2) O apóstolo inicia a carta por uma referência autobiográfica. 2. o apóstolo nos revela a própria independência que manteve em relação aos outros apóstolos.1. cada um defendendo seu próprio grupo. aliás. não para o pecado. Que a vida Cristã não está isenta de dissabores. 3-4) O apóstolo passa a ridicularizar os Gálatas por terem cedido às heresias. o pai da fé. Por isso mesmo.O Apóstolo dos Gentios (Cap. 3. somos libertos da Lei. Era preciso companheirismo espiritual. mas é expressão de liberdade com relação ao espírito interesseiro e subserviente de quem se submete à circuncisão.O Legalismo dos Gálatas (Cap. a que outro apóstolo teve Paulo que repreender por sua atitude de hipocrisia? ______________________________________________________________________________________________ 3. Paulo ensina que o crescimento veio de Deus (3:6). Um dos problemas eram as divergências que havia na igreja. mas para a vida no espírito.1-2). a saber. QUESTIONÁRIO 1. Outro problema sério era a imoralidade de um homem que vivia maritalmente com sua madastra. faz uma defesa de seu apostolado (9:1-27). 2. Refere-se à vestimenta e atavio das mulheres (11:2-16). os supostos “espirituais”.5-6) Na terceira parte. e não em nós mesmos. que é redenção em Cristo.13). O Apóstolo Pedro. previne aos coríntios com respeito às ofertas (caps. de forma bastante extensa. Relembra o exemplo predileto de Abraão.Cartas da Terceira Viagem Missionária – Segunda Parte (Romanos). cuja maior função fora entre os patrícios judeus. discute a natureza do ministério (caps. Largos planos de Evangelização eram os seus. Paulo passa logo a considerar o problema que representava os debates judiciais estabelecidos por um crente contra outro crente. O apóstolo repreende. Paulo estava em Corinto.10-12) e envia saudações afetuosas (cap.1-40). Versículo para decorar: 2 Coríntios 5:17 Lição da próxima semana: Cartas da Terceira Viagem Missionária . Depois seguiria para Roma.21). e que procediam dos sacrifícios nos templos pagãos (8:1-13). como método de salvação. Para isso Cristo nasceu sob a Lei e a cumpriu por nós. O Evangelho dá liberdade. e os admoesta contra a idolatria (10:1-11). em contraste com Pedro. que só muito depois dele foi dada. encaminhado para a Espanha. Paulo passa a considerar alguns dos problemas pelos quais atravessavam os crentes em Corinto. da Lei escrita. para sua salvação. sendo ele um apóstolo ao qual destinara o campo específico dos gentios. ao qual.Qual problema Paulo menciona em sua Carta aos Gálatas. Lição 39 . Paulo fala acerca do casamento (vs.Segunda Parte (Romanos). que não dependeu. que na vida cristã também existem problemas. das carnes que se vendiam nos mercados. repreendeu na cara (2. O legalismo. e que ninguém devia gloriar-se nos homens (v. Nem Pedro mesmo pudera resistir a certas pressões do ambiente. pondo à margem a essência do Evangelho. e logo passa a tratar. com ironia. Segue-se a notável alegoria em que Sara e Agar são comparados aos dois concertos. Graça e Lei.

através de uma vida em que os princípios cristãos tenham expressão prática. 39 . a vitória divina.8:29) . é a Justificação. Filipenses) QUESTIONÁRIO 1. porém também de profundo sentido doutrinal e teológico. Não se pode dizer que tais aspectos constituam uma ética sistemática. dizia.A justiça de Deus se manifesta em Cristo (3:22). • A expiação (3:24-31) . pois.Colossenses. Em Jerusalém: Em sua viagem de volta a Jerusalém. • A santificação (6:1 .28. 4. mas uma ética que emana do pensamento genuinamente cristão. mas até para morrer em Jerusalém. mesmo sendo ainda pecadores? _______________________________________________ 3.A conclusão a que Paulo chega é que o pecado é universal. o epílogo da dissertação do apóstolo nessa porção da carta em que se refere aos temas teológicos. porém.a rebeldia da criatura em relação ao Criador (veja 1:25) • O pecado dos Judeus (2:1-29) .A abnegação e o apostolado (15:1-21). uma ética. Para o mundo pecador.18-32) . • O pecado total (3:1-23) . Embora tivessem a Lei. Como somos justificados. 2.O resultado da expiação. a redenção. pelo nome do Senhor Jesus. mas sim.INTRODUÇÃO (1-1-7): Paulo em Corinto II . e seu destino (11:1-36). 1. Lição 40 . que é o Soberano Senhor.APLICAÇÕES ÉTICAS DO EVANGELHO (12:1-15:21): As discussões doutrinárias precedentes levam a conclusões sobre a atitude cristã em face da vida. que o esperavam “cadeias e tribulações” (At. a noção bíblica comum é de que somos salvos para sermos santos.Os dons e o amor (12:1-21). o assunto é o problema de Israel. Depois da Teologia considerada na primeira parte. • A justificação (4:1 . 3.Situação muito decadente era a dos Gentios. a propiciação em Cristo.A noção comum é de que devemos ser santos para sermos salvos. a conceituação de sua essência . Para levar o evangelho também aos Romanos. “todos pecaram e carecem da glória de Deus”. IV . agradável e perfeita vontade de Deus. é verdade. constituem uma aplicação dos genuínos princípios cristãos a situações de fato. todos tem pecado. Por toda a parte há o pecado.. na carta aos Romanos.18-8:39) • O pecado dos Gentios (1. a expiação divina. e da filosofia história.” (21:23). não tinha sua vida por preciosa.As autoridades e a vigilância (13:1-14). sua rebeldia (10:1-7). transformais-vos pela renovação da vossa mente. mas fora de dúvida. A consideração desse assunto leva o apóstolo à declaração final do ministério oculto em Deus. Mas o que mais significação tem nesse trecho não é a exemplificação de pecados. examinada na segunda parte. do sofrimento de Deus em Cristo.CONSIDERAÇÕES HISTÓRICAS (9:1-11:36): Em Romanos 9-11 encontramos uma espécie de parêntesis.I . Qual foi a conclusão a que Paulo chegou quanto ao pecado dos judeus e gentios? ________________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 39 1.20:23).28. Paulo dirigiu-se a crentes de Roma. Efésios. 3. O pecado é universal. • A glorificação (8:30 . mais de uma vez. Por que queria Paulo ir também a Roma? ____________________________________________________________ 2. sua relação com a Igreja (10:8-21). Paulo. Fica evidente que a carta aos Romanos tem uma aplicação universal.De Jerusalém a Roma Atos 21 .” 12:2 Versículo para decorar: Romanos 5:8 Lição da próxima semana: De Jerusalém a Roma (Atos 21 . “não só para ser preso.. 41 . Resumida.A tolerância e a liberdade (14:1-23). “Estou pronto”. Filemom. “.Os judeus não eram melhores que os Gentios. Pela morte de Cristo. para que experimenteis qual seja a boa. III . Uma vez em Jerusalém. e giram em torno da nação de Israel: sua eleição (9:1-33). quando de sua terceira viagem missionária.5:21) . por toda parte as verdades cristãs superam a vocação de Israel.TEMAS TEOLÓGICOS (1. no qual o apóstolo faz algumas considerações de ordem histórica. Paulo foi avisado. isto é. eram homens e mulheres que ele mesmo havia evangelizado em vários lugares. São considerações de caráter histórico. 2. temos.É.39) . não eram perfeitos como pensavam.

será conveniente ler e examinar os seguintes textos: Filipenses 1:12-14. contudo. Félix. o conservou na prisão na esperança de receber dinheiro. a chegada e a situação do apóstolo em Roma. Paulo esteve em três navios diferentes. Judeus tinham ouvido informações tendenciosas: Paulo dizia que os cristãos gentios não deviam ser obrigados à observância de preceitos legais do judaísmo. Isso não acalmou os opositores. que o prendeu (v. quando esteve preso ali. pregando o Reino de Deus. Apesar das precauções tomadas. Para começar. Não desobedecera à visão celestial. Era. Isto se faz em três etapas distintas. Festo não reconheceu em Paulo o criminoso que os judeus descreviam. ensinava as coisas referentes ao Senhor Jesus Cristo. Em Roma: Os versículos 16 a 31 do capítulo 28 nos relatam. Lição 41 . em uma casa alugada. Filipenses) QUESTIONÁRIO 1.23:23). e que escreveu estas cartas desde Roma. junto com uma carta. o apostolo se reanimou. Filemom. Filipenses. introduzindo no templo a Trófimo. sem saber ao certo o destino do apóstolo. Poucos dias depois. Mas os compatriotas não tinham maiores notícias e não estavam bem informados a seu respeito. desceram à Cesaréia para acusarem a Paulo. abruptamente. o Sumo . Todos eles revelam que Paulo estava na prisão. Que tipo de argumento usou Paulo em seu discurso de defesa na prisão? ___________________________________ 2. A Félix sucedeu Festo. que alugara. Colossenses 4:7-12. sem impedimento algum. 3. Estava em jogo o seu direito de cidadão Romano. Filemom. Depois de três dias. assim se fez com muita proteção militar (At. o governador. contra ele. Este renovou sua defesa. Efésios. Com o encontro com os irmãos que saíram a recebê-los. A defesa de Paulo perante Agripa é eloqüente.Sacerdote. 40 . mas também os anciões e Tértulo. Porém. 6:20-21.” Versículo para decorar: Atos 28:30-31 Lição da próxima semana: 41 . foi salvo pelo tributo romano. Efésios. Tudo o que nos diz Atos 28:30-31 é que “Por dois anos permaneceu Paulo na sua própria casa. O novo governador queria agradar aos Judeus. Estavam então em jogo seus direitos de cidadão romano. na qual explica a situação e a razão pela qual está mandando o prisioneiro. enquanto não matassem a Paulo. e com toda a intrepidez. Perante este os judeus renovaram a carga de sua acusação. entenderam que profanara o templo.33). O final do livro de Atos nos deixa.Cartas da Prisão Colossenses. A animosidade em relação a Paulo era tão forte que se formou.10. não só Ananias. muito livremente. Por que Paulo se viu obrigado a apelar para César? ____________________________________________________ 3. orador. onde recebia a todos que o procuravam. Contra tudo o preconceito é inútil. Estas se comprometeram. e a terceira levou o apóstolo até Roma. No dia seguinte foi levado perante o Concílio dos judeus. capital do império. o velho problema da guarda da lei estava de pé. A primeira fase foi até a cidade de Mirra. a segunda os levou até a ilha de Malta. porém. vendo-se o apóstolo obrigado a apelar para César. Os judeus diziam que nem mesmo Paulo guardava a Lei. Em Viagem: A viagem de Paulo. foi cordial. Quis ter dele idéia mais exata para justificar o encaminhamento do processo a Roma. segundo os termos do epílogo de “Atos dos Apóstolos”. pois chegou a consultar Paulo se queria subir a Jerusalém. Em Cesaréia: A prudência de Cláudio Lísias determinou que Paulo fosse enviado a Cesaréia. e Filemom 1:9. uma conspiração de mais de quarenta pessoas. e procurou explicar a situação. sob juramento. e cidade onde ia morar muitos anos. em casa de Tiago. que a influência divina sobre sua vida dava-lhe o senso da responsabilidade. preso. O relato de sua conversão 2. Em Roma. tomou contato com a colônia judaica da capital.23. Quase linchado pela multidão. Ele o envia a Félix. Lembrava ele. A visita do rei Agripa deu ensejo a que Festo fizesse comparecer Paulo perante o tribunal. Onde estava Paulo quando foi concluído o livro de Atos? _______________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 40 1.Colossenses. de Cesaréia até a Itália é relatada na passagem de Atos 27:1 até 28:16. e que ensinava os gentios a desprezarem-na.seu contato com os crentes e com os anciãos. boa ocasião para comunicar-lhes a mensagem do Evangelho. de novo. de Éfeso. graças a uma sua convocação. a não comer. Efésios 3:1.

esperança de morte (II Tm. 4:10). surge a idéia de que o apóstolo esteve preso pelo menos em duas ocasiões diferentes. O Capítulo 3 trata da renovação em Cristo. a cidade de Lídia. a respeito de Onésimo. (6:10-20) FILEMOM: Um bilhete. 41 . Efésios de Eclesiologia. de Cristologia. O capítulo 2 mostra que esse eterno propósito de Deus em Cristo é apropriado pelos crentes através da fé. o apóstolo ensina que o crente tem uma armadura que deve vestir. Colossenses. seu amigo e amo de Onésimo. veja também Fm.11). a vendedora de púrpura e do carcereiro que se converteu (At. isto é. e o faz por meio de uma série interessante de expressões que usa para designá-lo: “Imagem do Deus invisível” (1:15). “plenitude do Pai” (v. “primogênito de entre os mortos”(v. no que diz respeito à “dar e receber” (Fl. 4:7-8).Companheiros de Paulo na Prisão: Aristarco. EFÉSIOS: O capítulo 1 de Efésios.18). O Tema é Cristo. trata da obra eterna de Cristo. na segunda. Na ocasião em que Paulo escreve a carta aos Colossenses tem em sua companhia não apenas Aristarco. Epafras é mencionado na carta como um dos Colossenses que o acompanha e o serve (Cl.. O Conteúdo das Cartas: Chamamos a atenção. através de dádivas materiais que chegaram no momento de penúria do apóstolo (Fl. não obstante. COLOSSENSES: Faz uma apresentação de Cristo (1:3-2:3) . A leitura da carta a Filemom. Versículo para decorar: Ef. Epafrodito. “esperança da glória” (v. na segunda parece não ter tido o mesmo privilégio. passa a demonstrar Sua supremacia. Assim: Filipenses trata de felicidade. Que tema geral pode notar-se na Carta aos Colossenses? ________________________________________________ 3. Filemom. e compará-las com as que restam. do fugitivo. “primogênito de toda criação” (v. Lição 42: Cartas Pastorais (Parte I): I e II Timóteo.10.18). mesmo em Roma.19). Tito. dom de Deus (Ef. que se havia convertido durante a Prisão de Paulo. A carta que Paulo escreve aos Colossenses é enviada por meio de Tíquico (Cl. que fora companheiro de Paulo na acidentada viagem para Roma (At. Na primeira vez há esperança de libertação (Filemom 22).27:2). “mistério de Deus” (2:2).4:12-13). Este era de Filipos (Macedônia).15). ainda permanece preso com ele (Cl. “tesouros da Sabedoria” (v. há multiplicidade de dons e funções. Ao examinar as cartas de Paulo já estudadas. 2. Unida em seu fundamento. Filemom é o Senhor. mas também Marcos. Seguidamente. intercedendo pelos irmãos de sua região (Cl. esclarece a situação.3). em Roma. que de certo teria outros expedientes na capital. Desde onde e em que circunstâncias escreveu Paulo estas cartas? _________________________________________ 2.16). a Santificação. a partir do versículo 4. mas que levara a expressão da amizade dos crentes de Filipos ao velho pastor. e que continuava. 2:8). Desde Roma.4:10-19). que vai junto com Onésimo. “cabeça do corpo da Igreja” (v. Tito QUESTIONÁRIO 1. um escravo fugido daquela cidade. inicialmente.27). através da letra inicial da mesma. que foi Onésimo. as da segunda são de conteúdo pastoral. para o fato de podermos lembrar do conteúdo essencial da carta. estando preso ali. Com Paulo em Roma estava um outro crente fiel: Epafrodito. 3. Daí o amável bilhete que Paulo escreve a Filemom.4:15). A partir de 5:22 a igreja é comparada com a esposa de Cristo. Igreja generosa e amiga enviara o referido portador. Na passagem de 3:9 a 4:6 temos a vida em Cristo. comparada com o final de Colossenses. unida pelo Espírito nas mesmas realidades fundamentais. 2:8-9 Lição da próxima semana: 1 e 2 Timóteo. 1:23). que já fez a apresentação de Cristo. A tradição diz que esteve na prisão Mamertina. Onésimo é o escravo fugitivo. Jesus (chamado justo) e Lucas (vs. As cartas que se relacionam com a primeira prisão são de conteúdo teológico. Foi nessa época que se converteu Onésimo. Cristologia. Se da primeira vez Paulo esteve em casa alugada. FILIPENSES: A Igreja que se mostrou mais atenciosa para com ele. 4:6). Qual é a relação entre Filemom e Onésimo e que havia acontecido entre eles? _______________________________ Respostas às Perguntas da Lição 41 1. O Capítulo 4 mostra que para a realização de sua obra pressupõe-se que a Igreja tenha tido a mesma experiência fundamental do encontro com Cristo. 1:7. o apóstolo. O capítulo 3 de Efésios mostra que a igreja não pode ficar em silêncio e cruzar os braços. No capítulo 2.

3:12) . 5 e 6). para enfrentar sérios problemas de ensinos falsos sugeridos no seio da Igreja (I Tm. Desse modo. Sabemos os nomes de alguns daquela época: Himeneu. parte. Epístola a Tito Escrita de Nicópolis (3:12). e tinha de enfrentar falsos mestres que zombavam de sua juventude (I Tm. Trata do estabelecimento de presbitérios e da dificuldade de se alcançar uma boa conduta cristã. Versículo para decorar: II Tm. os pergaminhos. como alvo da devoção e incita Timóteo a se opor às heresias. Termina com uma exortação. riquezas. que são tão viciados. e fazia planos para passar o inverno em Nicópolis (Tt. Tito é uma espécie de continuação da Primeira a Timóteo. Paulo invoca inicialmente sua experiência (vs. aguarda a vinda de Timóteo. disputas. é evidente que foi escrita no final de sua carreira (II Timóteo 4: 6-18). Ao escrever a Segunda Carta. 3:16 Lição da próxima semana: Cartas Pastorais (Parte II) Hebreus QUESTIONÁRIO 1. porém.Cartas Pastorais (Parte II) Hebreus Temos dividido o conteúdo da carta em três partes: uma comparação de testamentos. Que se oponha a eles e que persista em sua devoção a Cristo. com a escolha criteriosa de oficiais que hão de secundar a ação pastoral (3:1-13). Fileto. 2:14. Lição 43 . Quanto ao mais. a carta a Tito prossegue a análise do primeiro assunto e a II Timóteo. apresenta Cristo. É sabido que esses se multiplicavam. trata essa carta de assuntos semelhantes aos da carta anterior. Que instruções dá Paulo a Timóteo e a Tito quanto às heresias e aos falsos mestres? ________________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 42 1. A obra da Igreja e o caráter do ministério são os temas pastorais no declínio da vida terrena do grande apóstolo. (II Tm. Paulo.22). II Tm. que é uma comparação de testamentos. Estava na prisão e era visitado por Onesíforo que era de Éfeso (1:15-18). A parte a ser considerada são os capítulos de 1-7. Esperava ir ver a Timóteo (I Tm. confia o apóstolo em que a experiência de uma regeneração real venha trazer solução dos problemas. as cartas de I Timóteo foram escritas nesse período da vida do apóstolo. em sua primeira parte. Aguarda o martírio e a coroa (4:6-8). trouxe notícias a respeito dos problemas de Timóteo. Filemom 22 indica que Paulo fazia planos para viajar a Colossos. Se a I Timóteo focaliza a Igreja e o ministério. Ao escrever a Primeira Carta a Timóteo. estava preso e esperava morrer logo. 42 . 4:12-16. porque de certo o apóstolo quer terminar algum escrito. 4:14). o apóstolo. Caráter dessas Epístolas Essas cartas são chamadas pastorais.12-20). Aquela. onde o apóstolo decidira passar o inverno.1:3-4). Vindo de lá. no meio dos cretenses. É esta como uma espécie de escudo para as lições que vai dar ao jovem pastor. Quanto a II Timóteo. 2:17. uma comparação de sacerdócio e uma comparação de perspectivas ou aplicações. 2. O ensino correto leva a atitudes acertadas. do segundo. que mal sustentado pela igreja. Contudo. tendo enviado outros aos campos. O mesmo ocorre com a Segunda a Timóteo em relação à 2a. é necessário estabelecer o governo constituído. Qual a diferença que se percebe entre a situação de Paulo ao escrever a Primeira Carta a Timóteo e ao escrever a Segunda Carta? ___________________________________________________________________________________ 2. o da Lei e o de Cristo. depois da visita a Éfeso. Termina com informações pessoais. Uma comparação de Testamentos Agora vamos tratar só da primeira parte. é evidente que Paulo estava em liberdade. era tentado a deixar o ministério (2:1-7). No entanto. que deve passar por Trôade e trazer a capa e os pergaminhos. porque o inverno se aproxima e o pobre prisioneiro não tem outro agasalho. Paulo estava livre e fazia planos para viajar. para ver seu amigo Filemom. Segunda a Timóteo Não há maneira de se afirmar com certeza que as duas cartas anteriores tenham sido escritas no intervalo das duas prisões. Assim se resolvem os vários problemas que agitam a igreja (caps. Isto nos leva a concluir que a melhor probabilidade é a indicada. Alexandre. escravos. Dá uma orientação para cada um deles: viúvas. ou seja. pois. abandonado por alguns. tendo cuidado de não acompanhar falsos mestres. e com razão. onde deixara Timóteo.Primeira a Timóteo Escrita da Macedônia.3:14-15). heresias.

É a distinção trinitária. Temos um sumo sacerdote que efetivamente nos redime. II. Uma comparação de Sacerdócios A segunda parte da Epístola aos Hebreus vai de 8:1 a 10:18.1) para exortá-los a Ter paciência nas aflições (1:1-15). o de Cristo é de Si mesmo (v. porém o crente “. Ela.25).” (v. III João.. Só assim pôde identificar-se com os homens e sofrer por eles.26). isto é.. I.. Quanto ao futuro. A tríplice perspectiva se centraliza em Cristo. Estas cartas são chamadas de gerais porque os destinatários das mesmas não estão especificados como o são nas de Paulo. o autor fixa a atenção em Jesus Cristo. 43 . Por outro lado. I. A partir da idéia geral da revelação (1:1-4). Depois da exposição dogmática. Levando a sério a redenção que há em Cristo. A provação virá. Que Cristo é superior. o essencial das cousas que temos dito. é que possuímos tal sumo sacerdote. com uma única oferta aperfeiçoou para sempre quantos estão sendo santificados.. Lição 44 – Epístolas Gerais: Tiago. e o será para sempre. mostra-nos uma série crescente na delimitação do assunto rumo ao alvo que o autor tem em vista. Quanto à purificação. Quanto ao tabernáculo... O contraste fundamental. nos céus oferece dons que operam interiormente. em última instância. prossigamos no presente com atitudes definidas.. Está pressupondo o contraste.11). 3. o filho que Se encarnou. Judas. Cristo. Cristo é apresentado como melhor. Nesta passagem. 2. I e II Pedro. a qual o Senhor prometeu aos que o amam. o de Cristo é único (v. “Jesus Cristo ontem e hoje é o mesmo. Por isso tinha de ser repetida. Cristo. Elas se aplicam a muitos lugares e tempos. (9:2-5). o Sumo Sacerdote? ________________________________________________________________________________________________ 3. O ministério dos anjos. Quanto ao passado. Compare-se as duas Canaãs: terrestre e celestial. ao resultado do sacrifício feito. Se ofereceu a Si mesmo. com que inicia sua epístola. Ele deu cumprimento à antropologia descrita no Salmo 8 (comparar com Hebreus 2:6-7).” (8:1).” (13:8) Versículo para decorar: Hebreus 9:28 Lição da próxima semana: Epístolas Gerais (Tiago. o contraste é entre as ofertas exteriores e terrestres que os sacerdotes levíticos ofereciam. porém. não purificava nada. QUESTIONÁRIO 1.14). como fez Cristo através de sua obra. II. o escritor faz uma comparação de sacerdócios. que são “espíritos ministradores a favor dos que hão de herdar salvação” (v. O autor encaminha o assunto. muitas vezes. “. que indica o escritor de Hebreus nos capítulos finais? ________________________________________________________________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 43 1. o autor diz que era constituído de elementos materiais: mesa. tenhamos segurança.12). como se vê. Quanto ao sacrifício.12).” (10:14). Uma Comparação de Perspectivas A terceira parte da epístola (10:19-13:19) chamamos uma comparação de perspectivas. Em síntese: “. I e II Pedro. Tornou-se mediador e nisto é melhor do que os anjos. Como mediador. Sacerdócio levítico: oferece sacrifícios de animais. ao contrário.14). como substituto de todas as ordenanças antigas. depois de Ter sido provado. o levítico era de animais (v. Quais são as diferenças entre sacrifícios levíticos e o oferecido por Cristo. como o Supremo Revelador de Deus. sintamos a força do testemunho dos que foram fiéis. que é apresentar a Cristo. é entre o caráter transitório das instituições hebréias e o caráter eterno da obra de Jesus. sempre repetido de que tudo no sacerdócio levítico é transitório. A aplicação pratica das doutrinas ensinadas anteriormente. Tiago: Podemos notar que Tiago se dirige aos crentes da dispersão (1. a verdade que a purificação levítica era apenas símbolo da de Cristo. A que conclusão chega o escritor de Hebreus ao fazer uma comparação entre o Antigo e o Novo Testamento quanto a Cristo? _________________________________________________________________________________________ 2.. como tivemos oportunidade de ver. o contraste é duplo: o sacrifício levítico tinha de ser múltiplo (v. uma só vez. confirmando a idéia anterior. etc. III João. até o ponto de concluir que “temos um sumo sacerdote” Quanto ao sacerdote. candelabro. não alcançou efeito definitivo de exaltar a humanidade.A análise dos sete primeiros capítulos de Hebreus. Cristo. ao passo que no sacerdócio de Jesus Cristo é eterno. Judas). receberá a coroa da vida. Jesus é melhor que os líderes antigos. ao passo que o tabernáculo em que Jesus entrou é “não feito por mãos” (v.

Por último. a soberania divina. I João: Mostra que a verdadeira vida está na comunhão com Deus. Assegurada (3:10 – 4:6) Caridosa (4:7-21). estando sempre preparados para responder a todo aquele que vos pedir razão da esperança que há em vós. Purificada (3:1-9). e faz uma admoestação para o cristão ter presente a verdade recebida (despertamento 1:12-21). II Pedro: Trata do progresso do cristão (1:1-21). Ter piedade exige perseverança. A Soberania Divina: Acima do imperador está Jesus Cristo. Juízo dos ímpios (2:4-11).(3:15).. perigo de paixões (4:1-12). de presunções (4:13-17). Por último ele ensina também que o crente é sofredor (3:8 – 5:14).16-27). III João: É dirigida a Gaio (1. É submisso em sua relação com as autoridades (nas relações civis 2:11-17). O número sete era um número simbólico. apóstolo da fé. anteriormente. e conclui com grande doxologia. no capítulo 3. e de avareza (5:1-6). Tiago. principalmente dos eventos relacionados com a volta de Cristo. apóstolo da esperança. Recondenação de Diótrefes (vs. onde está a verdadeira vida do crente? ________________________________________ Respostas às Perguntas da Lição 44 1. e dos degraus para o crescimento (1. João e Judas são chamadas “gerais”? ___________________________________ 2. Pedro. A exortação de Tiago contida no capítulo 5:7-20 é conclusão adequada à sua exposição. I Pedro: Depois da introdução e apresentação que faz de si mesmo como escritor da carta (1Pe 1:1-2). o apóstolo já tenha exortado aos crentes. É salvo em esperança (1:3-12). Ungida (2:18-29). Porem o crente também é submisso (2:11 – 3:7). Paulo. Na comunhão com Deus Lição 45 – Apocalipse As sete Igrejas: João escreve às sete igrejas segundo determinação do Senhor. Daí o contraste entre os filhos de Deus e os que não o são. Pedro ensina que o crente é sofredor também na igreja (4:8 – 5:9).4).Seguidamente Tiago se refere a várias classes de perigos que cercam o crente: perigo da hipocrisia (1. o autor fala do grande trono (Ap. perigo da falsa caridade (2. na sua conduta social (nas relações sociais 2:18-25) e na sua vida doméstica (nas relações domésticas 3:1-7). Nós diríamos “mil e uma igrejas”. visto que.. Pedro ensina que o crente é salvo (1:3 . Diante de tanto perigo. Verdadeira vida: Iluminada (1:5 – 2:17).1-6). 3. O fato de serem sete igrejas significa todo tipo de igrejas cristãs.. nos versículos 8 a 10 essa vinda é afirmada.Segundo as Cartas de João.5-11). a exortação é: “Paciência até a vinda do Senhor” (v. 7:12). Alfa e Ômega. Verdadeiro Presbítero: Reconfirmação de Gaio (vs. 44 . Logo a seguir.9-10). que aparece reluzente.. No capítulo 2. Esta doutrina deve ser recebida alegremente (vs.. É sofredor no mundo (3:8 – 4:7). e de forma expressa. Vitoriosa (5:1-13).11-12). Recaída dos ímpios (2:20-22). das coisas futuras.Porque as cartas de Tiago. Judas: É um grito de advertência em meio aos tempos maus e a apostasia de Israel. Versículo para decorar: 2 Pe 3:9 Lição da próxima semana: Apocalipse (Parte I) QUESTIONÁRIO 1. respectivamente? _________________________________________________________________________________ 3. de uma vez por todas.1). e do 11 ao 18 se ensina que é esperada. apóstolo da vida cristã. era considerado o número perfeito.João pode ser caracterizado como o apóstolo do amor.7).2:10). em santificação (1:13-25) e em edificação (2:1-10). Pedro e Tiago. embora isto não queira dizer que o crente deva ficar constrangido por qualquer coisa. Como podem ser caracterizados Paulo. a partir do perdão de Deus. Nos fala da provisão (1:1-4) feita para o crente. Pedro menciona os perigos que apresentam os falsos mestres e os falsos profetas: Doutrina dos ímpios (2:13). Porém essa comunhão com Deus implica no reconhecimento do pecado e a vitória sobre o mesmo. Pedro fala do porvir. II João: É um pequeno bilhete dirigido à igreja. a qual João chama a senhora eleita (1:1). Na carta João ensina a importância da piedade inspirada em uma doutrina verdadeira. Nos versículos 17 Pedro ensina como a vinda de Cristo é negada por alguns. 2:22. Porque não estão dirigidas a alguém especificamente 2. perigo da língua (3:1-18). Esse capítulo afirma. Depois das cartas às igrejas e das promessas com que essas cartas terminam. Pedro. dizendo: “.1-8).1-26).23). (veja 1 Jo. Engodo dos ímpios (2:12-19). Recomendação de Demétrio (vs. Confiante (5:14-20). porem deve também ser conservada perseverantemente (vs.

O homem deve receber o Evangelho. o silêncio no céu. os enviados demoníacos. Versículo para decorar: Apocalipse 21:1 QUESTIONÁRIO 1. CRISTO. por toda parte. era segredo. A Grande Luta: (12:1 – 14:20). o cuidado que devemos Ter com essas realidades sobre humanas. Qual é o centro de convergência de toda a Bíblia? Resp. Babilônia: as coisas más e sua queda. respectivamente. obscurecimento dos astros. o cavalo vermelho significa a guerra. e o que era lacrado com o sinete real era inviolável. As trombetas significam proclamação que as realidades divinas superam as humanas. Israel. há o cântico do Cordeiro e os anjos que proclamam o Evangelho Eterno. as forças demoníacas se insurgem contra o Evangelho. 5. o cavalo negro indica a fome que é produto da guerra. Taça. não obstante. Selos (não selos do correio de hoje) eram os sinetes nos anéis reais. A série: saraiva. revelam forças superiores às humanas. outra camuflada.Os Sete Selos: (5:1 – 8:4). a ordem das coisas más e a ordem das coisas boas. com os quais marcavam o lacre. os selos não podiam ser abertos senão pelo Cordeiro. a morte. o cavalo amarelo. mesmo as imperiais. não há de ser vencida. A mensagem bíblica que deve ser recebida. a mensagem bíblica. era mistério. Notemos que dizeres das visões bíblicas não devem ser tomados ao pé da letra. o Hades. aqui. os desastres cósmicos. Tal significa que a Igreja perseguida por forças malignas. As almas debaixo do altar significam as perseguições. Consumação. gafanhotos do abismo. O que proclamavam os vinte e quatro anciões e os quatro seres viventes que João viu em sua visão? Resp. Trata-se de realidades misteriosas que. declaradas ou camufladas. mas tais forças não hão de vencer. Conforme a visão. Que representa as cidades da Babilônia e de Jerusalém que João menciona nos capítulos 17 a 22? Resp. entorná-la era sinal de ira. Cristo vencerá. O Sentido da Bíblia: Ação de Deus entre os homens. Criação. Jesus. Não devemos restringir a significação das bestas apenas a tais ou quais indivíduos ou instituições. que é então simbolizada pelo livrinho que é comido. A partir do capítulo 12 aparece a mulher perseguida. ou qualquer outra bebida. O cavalo branco significa a conquista. faz que os homens adorem a primeira. Qual é então. 3. o sentido de toda a Bíblia? Resp. vinho. Jerusalém: a ordem de coisas boas e seu triunfo como expressão da vontade divina. Todo e qualquer indivíduo ou instituição que agir contra a fé é simbolizado pelas bestas. que tanto importunavam os crentes. As Sete Taças: (15:1 – 16:21). As sete Trombetas: (8:5 – 11:19). A Batalha Final: Babilônia (17:1 – 18:24) e Jerusalém (19:1 – 22:21). monte de fogo. de acordo com a intenção revelada pelo contexto e pelo plano da Bíblia. A Soberania Divina. A ação de Deus entre os homens. Cada evento acontece quando o selo é aberto. As vozes de Deus na História advertem que assim é. o derramamento de sangue. através da própria proclamação do Evangelho. o mundo dos mortos. Não devemos abater-nos diante das ações humanas em perseguições à Igreja. 2. O dragão (diabo) é servido por duas bestas: uma declaradamente inimiga da fé. É seguido pelo sepulcro. que significa o livrinho que João teve que comer? Resp. Essas cidades significam. se refere ao recipiente que os soberanos antigos usavam para beber água. mas sim. 4. afinal. as promessas que faz o conquistador vitorioso. significam que. Ante o ataque das forças demoníacas. O entornar as taças significa o derramamento da ira de Deus contra as forças do mal. Igreja. 45 . Bebê-la era sinal de alegria. A cor é cadavérica. pois operando maravilhas. o terremoto. estrela cadente. Apesar disso. bem pelas testemunhas – Moisés – que representa a Lei – e Elias – que representa os profetas.