You are on page 1of 12

Christiane Águas

www.christianeaguas.com

Experimentar o método “APRENDER A SER”
A tarefa de gerir a força natural do cérebro cabe a cada um de nós. Consciencializar-se do tipo de pensamentos, seleccionar as ideias, decidir os objectivos, formular e verbalizar as intenções, impregnar de firmeza as decisões e, ordená-las por prioridades são as funções utilizadas na gestão deste processo mecânico. Esta gestão acontece a uma cadência e velocidade que acabam por se tornar rotina, desencadeando-se inconscientemente. As reacções são de tal forma velozes que, na maioria dos casos, não damos por tal e nem se quer existe o hábito de reparar os efeitos e os impactos mais subtis que provocam. Assim, criamos a perda e o ganho, o azar e a sorte, a falência e o êxito, o cansaço e a força física, a doença e a saúde, em alternância, sem estarmos bem conscientes da nossa própria participação, desconhecendo a possibilidade, que existe em nós, de escolher uma ou outra situação. Em cada um de nós existem funções cerebrais para construir os acontecimentos da vida, a evolução desejada. Com a formação “Aprender a ser” estudam-se as possibilidades individuais correspondentes à própria realidade, e entende-se como aceder à própria coerência e discernimento. Trata-se da aprendizagem de equilibrar o racional e de saber reconhecer, ouvir e escutar a intuição também chamada Inteligência emocional. Também é preciso ter em conta que vivemos em sociedade e que tudo o que queremos realizar carece ter, implicitamente, em atenção a realização ligada ao nosso bem-estar, a nossa utilidade à comunidade e corresponder ao comportamento cívico generalizado. Não se trata de reinventar a humanidade mas sim de cumprir, com prazer e reconhecimento do nosso empenho, tudo o que é

dos conhecimentos que comecei a ensinar em 1993. por simples hábitos familiares. que qualquer um possui esta força latente. Aprender a geri-la. . só por masoquismo ou inconsciência iremos insistir em não considerar esta função cerebral. é rápido caso seguir o ritmo do programa recomendado para as formações. Andar desiludidos gera desmotivação. criam a possibilidade de encontrar a realização pessoal. Esse é o objectivo comum ao qual a formação “Aprender a ser” propõe métodos para utilizar as ferramentas. A transformação na qual convêm aplicar-se: • Limpeza mental de todo o tipo de preconceitos e ideias fixas que absorvemos. por intermédio das pessoas que frequentam as formações ou/e em consultas individuais. As técnicas que propomos. que confirmamos o efeito “boomerang”. muitas vezes. conscientemente. confirmei. a depressão alimentada de químicos que. À medida que constatamos o efeito instantâneo do significado das palavras. de modo a restabelecer a verdade acerca dos comportamentos antisociais e abusadores de uma minoria O efeito das formações é o de despertar a capacidade de estimular e produzir a própria força interior. Com o praticar. que por sua vez tira o prazer e a vontade de viver: aparece o mal-estar inexplicável. e encontrar a via da concretização do padrão de felicidade que se quer alcançar. não ajudam a encontrar as soluções. Estamos actualmente a presenciar um verdadeiro saneamento. desde 1991. melhorar a estrutura mental existente e encontrar o lugar que nos pertence quando tudo parece estar virado às avessas. tanto em nós como nos espaços que abrangemos. sem saber muito bem como e que foram alimentados. embora possa trazer uma sensação de alívio.fundamental ao nosso equilíbrio. e que está pronta para ser utilizada mesmo nas crises mais dramáticas da existência. existentes em cada um. tanto na sociedade como na família e na actividade profissional.

o de formular os pensamentos utilizando um vocabulário mais adequado à eliminação de conflitos interiores.• Selecção das intenções de transformação e despertar do raciocínio coerente para obter o tipo de bem-estar que se quer e que cada um tem as aptidões para o conseguir. . É um processo que pode ser visto como uma ginástica cerebral e que permite despertar as funções existentes. Para isso é preciso praticar. que foram adormecendo ou ainda não utilizadas. respeitando o ritmo e o facto que uma formação básica completa é constituída de 3 presenças. inibidores da realização pessoal e restaurar o equilíbrio psico-emocional. Trata-se de criar naturalmente um novo hábito. o que é ensinado nas formações. ser tirar nem pôr.

devagar e respirando profundamente: “Começa. corpo relaxado e mental tranquilo. deixando acontecer o mecanismo natural reconstrutor da minha força física e do meu equilíbrio psico-emocional. um novo dia cheio de facilidades e sucessos. e constate os resultados. abundância e prosperidade. Adormeço já. agora.. PREPARAR UMA NOITE DE REPOUSO E RECONSTRUÇÃO DE ENERGIA FÍSICA Deitado/a. PROJECTAR O DIA CRIANDO O DINAMISMO PARA A MELHORIA De Manhã. para mim.H. Durmo de uma só vez até amanhã de manhã e acordo às . uma noite calma durante a qual ficam libertas as emoções e as interferências mentais. antes de pôr os pés no chão e até sair de casa.” . correspondente ao melhor para cada um de nós”. mesmo antes de adormecer pensar numa só vez: “Começo. e para todas as pessoas que fazem parte do meu quotidiano. com as minhas baterias recarregadas pronto/a para um novo dia ainda melhor que o anterior. pense várias vezes seguidas. bem disposto/a. olhos fechados. simplicidade e realização pessoal. assim que acordar.. Durmo descansado/a.EXPERIMENTAR O MÉTODO “APRENDER A SER” Utilize as seguintes fórmulas construtivas de manhã e à noite.. agora.

3º . Passar a limpo e rasgar a folha anterior. não se deixar levar pelo optimismo.Habituar-se a ver as coincidências que surgem e que correspondem as palavras que utilizamos. Uma vez ter obtido um outro texto que exprime com mais clareza as intenções. 5º .SER O ARQUITECTO E O CONSTRUTOR DA PRÓPRIA VIDA 1º .Aceitar esta nova forma de raciocínio. Aceitar que sempre fizemos o que melhor sabíamos para começar a aplicar o que estamos a aprender. 2º .Estar cada vez mais consciente que a nossa forma de pensar tem um efeito sobre as situações que vivemos permite entender a própria responsabilidade e deixar de culpar o exterior. respeitar o tempo de verbo ao presente. e assim passar a fazer parte integrante da própria estrutura mental.Tendo a fórmula certa. Aprender a ver as coincidências que se vive permite entender os pensamentos a mudar. temos então uma nova fórmula. para inteirála. * Cuidados a ter: na construção na nova formulação: respeitar o equilíbrio. a expressão adequada que abre a Via a seguir. repeti-la como uma ladainha. Escreve o que deseja e não o que tem medo que possa acontecer. 4º .Escrever o que parece ter sido a dificuldade. os outros ou próprios. permite aplicar o que estamos a aprender a ser: o arquitecto independente da própria vida.Observar o que se passa à nossa volta para começar a reparar que estivemos a pensar o que acontece. gerida beneficamente para uma melhor comunicação com os outros. para planejarmos o nosso dia ou nas nossas conversas. 6º . mesmo quando se trata de uma situação que inclui várias pessoas. Não utilizar uma fórmula como se já tivesse acontecido. nunca utilizando o tempo futuro ou condicional . cujo o conteúdo global corresponde à aspiração. Ler várias vezes até começar a ver as palavras que convêm mudar para criar os efeitos desejados. e equilibrada.

COMO ACTUAR 1 . O uso destas afirmações permite atitudes mentais que geram uma vibração interior mais serena. Agora que estamos a entrar na experiência de transformar a nossa forma de ser convém não aderir a: . Crie o silêncio interior pensando: “Tudo isso não tem a ver comigo”. Se estiver envolvido em conversas de conteúdos negativos. com insistência. É assim que se ultrapassam reacções antigas.o país nunca mais se endireita… . ideias pré-concebidas e preconceitos que incluem as doenças. e por isso de ser. pondo uma tónica de decisão firme: “Agora volto a entrar na minha via do cada vez melhor”. . um dialogo interior consciência/mental mais adaptado à aquisição de uma nova forma de ver a vida. pensar: Isto não faz parte da minha realidade. Pode ser necessário utilizar uma das duas frases à sua escolha. a crise e o desemprego.a justiça é lenta… e muitas outras afirmações. Estas formulações estimulam e desenvolvem o ânimo interior que permite que se instale o equilíbrio psico-emocional. ou de ouvir queixas. em ladainha. desenvolver. participo na construção harmoniosa da minha vida.o sistema de saúde é uma vergonha… . interiormente o seguinte pensamento: Para si talvez.os alunos não querem estudar… .Nesta nova caminhada não ficamos logo isentos em assistir a situações de agressividade vinda de outros. ou “Desenvolve-se em mim a confiança”. para mim não! Ao reparar numa situação ou num acontecimento desconfortável ou até mesmo dramático.

À medida que os dias vão passando. melhora o ritmo cardíaco e estimula o sistema imunitário. no trajecto para o trabalho e de volta para casa. a ver televisão. a melhoria do ritmo cardíaco processa-se naturalmente. que liberta toxinas. em frente ao computador. sem forçar. durante um intervalo para o café e mesmo quando está a bebêlo. de abertura do 7º e 4º chacras. No seu quotidiano certamente encontrará ainda outras ocasiões. sentindo o movimento interior dos pulmões. Existem imensas ocasiões para praticar este exercício de respiração: durante a leitura.2 – Sempre que tenha oportunidade. É um exercício simples. estendido ao sol. respire profunda e lentamente. .

atrai dificuldades e agressividades. A leitura tranquila desta lista é de um grande um efeito psicológico. No entanto atenção! A verdade vem sempre ao de cima. Quem não passou por isso! . ninguém sabe o que se está a passar na sua cabeça. ou ela. Caso denigramos a empresa onde trabalhamos e o tipo de trabalho que temos só para sobrevivermos. só omita.INTRODUÇÃO À LISTA DAS DESCULPAS ESFARRAPADAS A ideia em estabelecer esta lista surgiu em seminário para servir de exercício de avaliação à própria sinceridade. Considerar-se vítima da vida. Quem assim pensar está equivocado. A quem diga que não minta. “Não sei porque ele. não é de admirar que. não gosta de mim”: repare no tipo de sentimento que tem acerca dessa pessoa. Omitindo faz que os outros omitam-nos informações que nos podem ser preciosas. E assim sucessivamente. Colhemos o que semeamos. agora. na altura que menos nos convém. caso comece a haver despedimento sermos os primeiros a ser convidado a sair. Seja sincero/a. Esconder a insegurança em comportamentos autoritários atrai comportamentos autoritários da parte de outros para connosco.

PORQUE ERRADAS Isto nunca aconteceu.. Não tenho as qualificações necessárias… Não sou capaz… Não devo ser capaz… A educação que me foi dada não permite… Já trabalhei o suficiente… (dizem os reformados) A religião em que acredito não me deixa… Se eu fosse independente … Se eu fosse rico… Se não tivesse filhos… Se fosse mais nova… Se tivesse mais experiência no terreno… Se tivesse estudado mais… Se não estivesse estudado tanto anos… Se tivesse o apoio da família… Se a família não me fizesse tanta pressão… Se não tivesse que apoiar tanto a família… Se tivesse um sócio como deve ser… Se não tivesse sócio… .DESCULPAS QUE SÓ SERVEM PARA DESPERDIÇAR A FORÇA DE DECISÃO INTERIOR. não é possível… É necessário ter uma cunha para..

embora tenha este sonho/desejo/intuição… Não sou conhecido/a Não tenho nome na praça O meu currículo académico é fraco Não tenho currículo nisso Nunca fiz isso Não arranjo um sócio Se tivesse muito dinheiro Se ganhasse o Euromilhões Não me sinto pronto/a para… Se o meu Pai fosse vivo… Se a minha Mãe ainda cá estivesse Se tivesse tido outro tipo de Pai .Não me parece estar à altura para… Se tivesse mais tempo… Se fosse mais rápido Se fosse mais velho/a… Se fosse melhor organizado/a… É impossível… Não acredito… É preciso acreditar para acontecer… Não sou capaz de acreditar… As coisas boas só acontecem aos outros Nunca funciona que é possível.

Se tivesse tido outro tipo de Mãe Se tivesse tido menos protecção da família Se a família me tivesse ajudado Se tivesse tido outro tipo de professores Se tivesse havido mais disciplina em casa Se não tivesse havido uma disciplina tão cerrada em casa É por causa do período pré-menstrual. não posso… Nunca me ensinaram… Estou atrasado por causa do trânsito… Esqueci-me… Eu não me esqueci. É por estar em menopausa que não consigo. tu é que não me disseste… Se tivesse ajuda para… Isso nunca foi feito… Não fiz por causa dos filhos. Se vocês estivessem na minha situação. O meu marido/mulher/filhos/pai/mãe não acreditam que sou capaz… . entendiam Não há ninguém que esteja na situação que estou… Se tivesse ajuda para… Se não fosse a crise… Com esta crise. Não posso por causa do meu marido/da minha mulher… Não me parece que vale a pena fazer.

Complemento ao programa Consultar os outros documentos na sugeridos no site: http://www.E agora junte algumas suas.html .com/programas.christianeaguas. Arranjar desculpas deste género tem o efeito de retardar o alargar dos nossos horizontes.