You are on page 1of 3

Como faz ciência?

A ciência é um conjunto de atitudes e atividades racionais dirigidas ao sistemático conhecimento com objetivo limitado, capaz de ser submetido à verificação. Nesse sentido, consultar livros e revistas, verificar documentos, conversar com pessoas, fazendo perguntas para obter respostas, são formas de fazer ciência. Na gênese da ciência, o primeiro momento é distinguir as formas de conhecimentos existentes, para assim analisar o que vai ser descoberto. Temos então o conhecimento popular, religioso, filosófico e cientifico. O Conhecimento popular tem seu valor na dualidade de realidades sendo um lado o sujeito e do outro o objeto conhecido, reflexivo limitado pela familiaridade com o objeto, onde não possui uma metodologia fixa, baseia-se na organização da experiência próprias do sujeito na procura de uma forma que explique os fenômenos observados. O conhecimento religioso, apoiando as doutrinas sagradas, inspiracional são reveladas pelo sobrenatural, infalível e exato são consideradas indiscutíveis, sistemático foi obra do criado divino (Deus), não pode ser verificadas, O conhecimento filosófico, onde seu ponto de partida consiste em hipóteses, que não pode ser observadas, não verificável os enunciados das hipóteses filosóficas não podem ser confirmados e nem refutados, racional conjunto de enunciados correlacionados, sistemático suas hipóteses e enunciados visam a uma representação coerente da realidade, infalível e exato suas hipóteses e postulados não são submetidos ao teste da observação, experimentação e o conhecimento científico, abrangendo que suas proposições ou hipóteses têm a sua veracidade ou falsidade conhecida através da experimentação e não pela razão, sistemático formando um sistema de idéia (teoria) e não conhecimentos dispersos e desconexos, mas, no entanto, falível por não ser definitivo tornando-o, assim, aproximadamente exato. Sendo assim, no processo de construção do conhecimento cientifico deve-se basear na racionalidade, objetivação, métodos, certeza e

sistematização. Com a existência de uma diversidade de fenômenos à serem explicados, o surgimento de vários ramos e estudo específicos se tornou necessário. Assim a ciência se dividiu e foi classificada em ciências formais e ciências factuais. A ciência formal, que se divide em logica e matemática, não possui relação com a realidade. Já a ciência factual, se divide em naturais

dialético e hipotético-dedutivo. relacionando as observações e generalizações.(química. baseada num conjunto de dados organizados que podem ser generalizados e o problema é algo que não se sabe. testa a predição da ocorrência dos fenômenos abrangidos pela hipótese (serão testados pela observação e experimentação). psicologia. não se preocupa com a quantidade de observações feitas. dedutivo. O método dialético analisa o mundo dos fenômenos através de sua ação recíproca (que tudo se relaciona). Assim depende do dialogo entre pesquisadores. Analisa se todas as premissas são verdadeiras. economia. O método indutivo requer que para a indução ser perfeita precisa de uma grande quantidade de observação individual. Para isso acontecer. e não transmite certeza. testa o fenômeno abrangido pela hipótese. O método hipotético-dedutivo defende o aparecimento do problema. utiliza opiniões de outros autores para explicar. a tendência é considerar o fato como realidade. politica. e pelo processo de inferência dedutiva. inicia pela percepção de uma lacuna nos conhecimentos. ou seja. mas não necessariamente verdadeira O método dedutivo generaliza as informações precipitando as respostas. Para o senso comum. a conclusão deve ser verdadeira. Entretanto. sendo um espaço vazio no conhecimento. Sendo um método mais utilizado na ciência principalmente nas factuais. da contradição inerente ao fenômeno e da mudança dialética que ocorre na natureza e na sociedade. nas premissas. sobre a qual formula hipóteses. física e biologia) e sociais (direito. sociologia e antropologia). e o problema é algo que incomoda a ciência. Com isso o método cientifico permite alcançar o objetivo da possível ciência. A função da atividade cientifica é a obtenção da verdade por comprovações de hipóteses. Analisa se todas as premissas são verdadeiras. sendo submetida à verificação (tentar provar). conclui-se que . podendo ser classificados em método indutivo. ideias não comprovada. sendo verdadeiro. A teoria é vista como especulação. se referindo aos fatos que ocorrem na realidade. formula as hipóteses. identificando erros e auxiliando na atividade. recorrente da observação e da experimentação para comprovar ou refutar suas hipóteses. Já o conhecimento científico. a ciência precisa do método cientifico. Toda a informação ou conteúdo fatual da conclusão já estava. a conclusão é provavelmente verdadeira. definitivo e inquestionável. o fato é considerado uma observação empiricamente verificada (empírico: o que pode ser testado na prática e repetidas vezes).

e verificar a sua relação. com o qual será empiricamente verificada. como as variáveis explica no final os fatos). o que quer descobrir). onde qualquer fenômeno quer variar de maneira que o outro fenômeno varia de alguma forma particular ou de causa. com maneira de compreender as variáveis se esta correta. não existindo exceção. Onde o mais importante para a ciência é o método de variação concomitante. que podem ser divididas em dependente (são valores ou fenômenos que vão ser explicados ou descobertos). A teoria é dada por um conjunto de princípios fundamentais. Os testes de hipóteses procura a relação entre as variáveis. sendo assim algo o que eu quero saber sobre outra coisa) e controle (é a investigação de situações complexas. As hipóteses é uma possível resposta a um problema. clareza. fatos e leis não são opostos e sim inter-relacionados. e também modeladora (é a pesquisa onde os problema são complexos com vários fatores inter-relacionados. da diferença. concomitante. especificidade. dos resíduos e de variação concomitante. determina ou afeta outra variável). profundidade e fertilidade. constantemente com o mesmo objetivo: a procura da verdade. apoio técnico. Com a formulação das hipóteses é preciso criar as variáveis. . e independente (é a que influencia. relevância. Divididos em métodos da concordância. originalidade. plausabilidade. sempre à procura da explicação do fato As leis são um conjunto de teorias que se aplica a todos os casos. As hipóteses precisam de algumas características para serem testadas. da concordância mais diferença. ou o efeito desse fenômeno esta ligado a um fator de causação (variação ao mesmo tempo. Os fatores de teste é uma variável para analise com o proposito de aumentar a compreensão das variáveis independentes e dependentes. como consistência logica. verificabilidade.teorias. onde é feito através de testes.