You are on page 1of 26

CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS

Salvem, amigos concurseiros!!!

Como sabem, recebi (com muito orgulho!) o convite do Ponto dos Concursos para ministrar o curso de Matemática Financeira em Exercícios e espero poder retribuir toda essa confiança em grande estilo! Pra mim, é um imenso prazer poder fazer parte deste time de campeões! Minha intenção será de construirmos este curso da forma mais prazerosa possível para todos nós, facilitando, assim, o já árduo caminho que vocês precisam trilhar rumo a tão sonhada aprovação. Vocês verão ao longo do curso, amigos concurseiros, que matemática financeira não deve e nem pode ser a disciplina que vai tirar o sono de vocês. Pretendo abordar os assuntos da forma mais transparente e objetiva possível, porque é assim que esta disciplina deve ser vista! Quero mostrar-lhes que aqui não gostamos da famosa “caixa preta”. Vamos, sim, dar toda transparência que esta disciplina merece. Certa vez um professor me disse: “Gustavo, a matemática é tão clara que precisamos de óculos escuros para enxergá-la melhor!”. Espero fazer desta máxima uma realidade para todos nós ao final do nosso curso. Portanto, sejam bem-vindos e aproveitem!

Vamos agora falar um pouco sobre nosso curso...

Nosso curso de exercícios será baseado no edital do último concurso de Auditor-Fiscal da Receita Federal, realizado em 2005. Este conteúdo vem se repetindo há algum tempo (os editais de 2002 e 2003 foram idênticos). O curso também será útil para quem está se preparando para o cargo de Analista-Tributário da receita Federal, apesar de no último concurso só ter caído para a área de TI, ou qualquer outro certame que tenha a ESAF como banca examinadora. Ele será dividido em 8 aulas, assim distribuídas: Aula Aula Aula Aula Aula Aula Aula Aula 0: 1: 2: 3: 4: 5: 6: 7: Juros Simples Juros Compostos Descontos Simples Descontos Composto Equivalência de Capitais Rendas Certas I Rendas Certas II Sistemas de Amortização

www.pontodosconcursos.com.br

1

CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS
E por falar na ESAF, já postei um pequeno artigo na parte aberta do site falando da nova tendência de questões desta banca, e o redijo novamente aqui. Estamos vivenciando um momento de mudanças no que tange a elaboração das questões de Matemática Financeira. Desde o concurso de Fiscal de Natal, realizado em 2008, a ESAF inclina-se a um novo tipo questão e a tendência é que ela continue apontando nessa direção. É natural que, num primeiro momento, essas mudanças causem estranheza, afinal, preferimos não sair da nossa posição de conforto. Entretanto, a meu ver, se feitas com sabedoria, elas virão para melhor. Essa “Nova Matemática Financeira” passou a priorizar o raciocínio em detrimento da excessiva quantidade de cálculos que o candidato precisava fazer na hora da prova. A tendência é beneficiar o aluno que tem um melhor entendimento da matéria, e não, quem leva somente as fórmulas decoradas pra prova (aliás, nem se usa mais a tabela financeira!). Além do mais, como a solução da questão ficou mais rápida, sobra mais tempo para o candidato nas outras disciplinas. Mas devemos andar com cautela... Apesar de ser uma forte tendência, não podemos dizer com toda certeza que o próximo concurso da Receita Federal será assim. Portanto, o melhor que podemos fazer é estudar e estar preparado para o que vier. Com esse foco, apesar do nosso curso ser de resolução de exercícios, ele será sempre trabalhado com todo conteúdo teórico que se faz necessário. Nesses momentos de mudança, conteúdo nunca é demais e, com isso, mesmo o aluno que não fez o curso de teoria vai conseguir acompanhar com certa tranqüilidade. Vamos procurar abordar todo tipo de questão e assunto que possa ser cobrado pela ESAF no dia da prova. Em nossa Aula Zero vamos tratar do regime de Juros Simples. Abordaremos nesta mesma aula as taxas proporcionais, capital/prazo/taxa médios e, ainda, os juros exatos. Deixarei sempre no final a lista das questões que são resolvidas em cada aula para que o aluno tente resolver antes de ver a resolução. Aliás, esta é a melhor forma de se estudar, amigo concurseiro: primeiro tentando resolver a questão e, depois, buscando a correção! Fiquem a vontade para dar qualquer sugestão que seja para melhorar o nosso curso. Estaremos sempre dispostos a ouvir!

Vamos à aula...

www.pontodosconcursos.com.br

2

.CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS JUROS SIMPLES 01. Desejava também uma parte dos grãos que o cavalo contribuiu para produzir. Hoje veremos o regime de Juros Simples. a) R$ 1.371.br 3 .00 c) R$ 1. Mas o conceito fundamental continua tão simples quanto essa história do cavalo. desprezando os centavos.com. Calcule o valor da dívida hoje considerando juros simples a uma taxa de 5% ao mês. tinha um cavalo disponível. Depois veio a moeda e. por exemplo. sobre os juros gerados a cada período não incidirão novos juros. mais tarde. quem emprestou não estava interessado apenas em receber o cavalo de volta após algum tempo. Entretanto.00 d) R$ 1. foram dados: Capital inicial “C” = R$1200 Número de períodos “n” = 3 meses Taxa de juros “i” = 5% ao mês www. era a cobrança de juro sobre o empréstimo do cavalo. na era pré-urbana.200. Alguém que. ai as coisas se sofisticaram..349.00 e) R$ 1.00 três meses atrás. Há indícios históricos de que ocorria desde tempos remotos.(TRF .00 A cobrança de juros não é prática exclusiva da era moderna. Os juros podem ser capitalizados segundo dois regimes: Simples ou Compostos. O regime de juros será SIMPLES quando o percentual de juros incidir apenas sobre o valor principal (ou capital inicial). podia emprestá-lo a outro que precisava de um cavalo para ajudá-lo em sua colheita.360.TI 2006) Um indivíduo devia R$ 1. Isto é. Na questão.344. quando a atividade econômica era fundamentalmente agrícola. os intermediários financeiros (bancos).380.pontodosconcursos. ou seja.00 b) R$ 1.

teremos o seguinte juro “J” ao fim do período: www. Na linha do tempo a data zero corresponde ao tempo atual. Em termos matemáticos.com. depois de três períodos de tempo n. já que no nosso problema a dívida deverá ser paga após três meses. incidirá no terceiro mês 5% sobre o mesmíssimo capital de R$1200. esta é a essência do regime de Juros Simples.CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS Repare na linha do tempo o crescimento do capital inicial aplicado na data 0 até o montante final na data 3. 2 e 3 são os períodos futuros. Incidirá no segundo mês 5% sobre o mesmo capital inicial de R$1200 e. aplicados a uma taxa i. “transforma-se” no montante final M. por fim. incidirá no primeiro mês 5% sobre o capital inicial de R$1200.br 4 . Então. para chegar ao montante final “M”.pontodosconcursos. não é verdade? Os juros incidem sempre sobre o principal! Em outras palavras. M C n 0 1 2 3 O capital inicial aplicado C. 5% deverá incidir em cima de R$1200 três vezes. As datas 1. Observe que os juros serão pagos após três meses. Afinal.

.. .i. 15 100 www. 5% .. 5%) + (1200 . M = 1200 + 1200 .br 5 .. com uma boa compreensão do problema. M = 1200 + 180 M = 1380 Desse raciocínio tiramos a fórmula: M=C+C. 5%) + (1200 . que é o valor da dívida hoje.3 M = 1200 + 1200 .n Onde: J – juros rendidos no período C – capital inicial ou valor principal n – número de períodos i – taxa de juros E nosso montante final.n Colocando C em evidência. Podemos deduzir a nossa primeira fórmula partir do raciocínio anterior. será igual ao capital inicial somado aos os juros rendidos no período. teremos. 3 5 .i.pontodosconcursos. 5%) J = 1200 .CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS J = (1200 . 100 M = 1200 + 1200 . J=C. 5% .3 100 J = 180 Vocês verão no decorrer do nosso curso de Matemática Financeira que. Entretanto.com. conseguimos chegar com sucesso à solução das questões sem ter que decorar as “fórmulas prontas”. não posso deixar de mostrálas. 3 5 J = 1200 .

que o montante “M” é igual ao capital “C”. mais os juros “J”: M=C+J ou J=M-C Olhando a próxima figura fica mais fácil observarmos que os juros J correspondem à diferença entre o montante final M e o capital inicial aplicado C. ainda.. Concordam comigo? M J C n 0 1 2 3 www.pontodosconcursos.com.br 6 . (1 + i .CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS M = C .. n) Onde: M – montante ou valor final Observe. como mostrado na fórmula anterior.

+60 =1380 +60 +60 1200 0 1 2 3 Em juros simples. Gabarito A.00 e R$ 700.00 www. Observe. Em cinco meses.00 a juros simples.m. no nosso problema..com..m. dizer que os juros aumentam sempre o mesmo valor a cada período. renderam juntas juros totais de R$ 210.000. então. sempre sobre o mesmo capital inicial “C”. fazendo com que o crescimento do montante ocorra de forma linear ou em progressão aritmética (PA).(TCE – TCM – RJ 2000) Uma pessoa aplicou duas quantias que somadas montam R$ 1.00.CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS Muito bem. 02. a taxa de juros i é aplicada a cada período sobre o mesmo capital inicial C. Podemos. Vamos pensar da seguinte forma agora: já sabemos que no regime de juros simples a taxa incide.00 b) R$ 300.00 e R$ 750. a primeira à taxa de 3% a.pontodosconcursos. os juros crescem de forma linear. em cada período. o crescimento do montante mês a mês na linha do tempo. e a segunda à 5% a.br 7 . Ou seja. O valor de cada uma delas é respectivamente: a) R$ 250.

C i2 = 5% n2 = 5 meses Sabemos que os juros das duas aplicações somados são R$210. i1.00 e) R$ 450. mensal. i1. como queremos trabalhar.00 e R$ 600. 2a quantia = 1000 – 400 = 600 Gabarito D 03. .00 d) R$ 400.00 e R$ 550.00 e R$ 650. n1 + (C – 1000) .. Vamos aproveitar essa questão para tratarmos das TAXAS PROPORCIONAIS.5 100 100 15 25 C + 250 – C 100 100 10 C 100 C = 400 Logo. Jtotal = J1 + J2 Jtotal = C . www.com.00.br 8 .00 Vamos separar as duas quantias dadas: 1ª quantia = C i1 = 3% n1 = 5 meses 2a quantia = 1000 . 5 + (1000 – C) .CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS c) R$ 350. irá gerar qual montante ao final de 6 meses? Repare agora que é taxa dada é anual e não. n1 210 = C .pontodosconcursos. 210 = 40 = 3 5 .. aplicado a uma taxa de juros simples de 48% ao ano. então teremos. Precisamos converter a taxa com a unidade de prazo “ano” para unidade de prazo “mês”.Um capital de R$200.

já sabemos que ela será proporcional a uma taxa de 4% a.m.. temos: M = C. (afinal.a. o ano tem 12 meses).a. = 4% a. tem 360. (48% divididos por 12 meses). Consiste basicamente em multiplicar a taxa original quando quisermos aumentar o período. Em capitalização simples taxa proporcionai é o mesmo que taxa equivalente.com.a.(1 + 4 . Da mesma forma. é proporcional a uma taxa de 1% a. Foram dados: C = R$200 i = 48% a.t. (já que o ano tem 12 meses) e. é proporcional à taxa de 360% a. (afinal.(1 + i.n) M = 200. Uma taxa de 30% a.m. Essa mesma taxa de 12% a.. ou dividir. Voltemos ao problema. o ano comercial... também. uma taxa de 12% a. proporcional a taxa de 1% ao dia (já que o mês comercial tem 30 dias).a. n = 6 meses Pelo conceito de montante final. Vale lembrar que o mês comercial tem 30 dias e. Vejamos como fica. A transformação de taxas proporcionais é muito intuitiva.m.6) 100 M = 248 www.m. quando quisermos diminuir o período. o ano tem 4 trimestres). Como vamos trabalhar em meses e a taxa dada foi de 48% a.a.pontodosconcursos.br 9 ..CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS Taxa proporcional ocorre quando a relação entre as taxas e os respectivos prazos é constante. é proporcional a uma taxa de 3% a.

aplicado a juros simples a uma taxa de 3. = 3.2 c) 52 d) 53. temos: J = C.400. vamos usar o que aprendemos em taxas proporcionais e fazer a transformação da unidade "mês" para a unidade "dia".(TRF .br 10 .40 100 C = 2000 Gabarito A 05.12 .TI 2006) Indique qual o capital que aplicado a juros simples à taxa de 3.420.12% ao dia n = 40 dias C=? Aplicando o conceito de juros. 0.100. um montante de: a) 51 b) 51.i. em 20 dias.12% ao dia 30 Rendimentos nada mais são que os juros do período.00 b) R$ 2.00 Mais uma bem parecida.000.120. Então.00 em 40 dias.6 www.6% ao mês rende R$ 96.pontodosconcursos.CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS 04. são dados: J = 96 i = 0. Então.6 = 0.00 e) R$ 2. 3.com.n 96 = C.m.6% a...(AFTN 91) Um capital no valor de 50. a) R$ 2.00 c) R$ 2.00 d) R$ 2. Vejam agora que prazo dado pela banca está em "dias".6% ao mês atinge.

poderíamos achar primeiro os juros do período para. somá-lo ao capital inicial.00 em 100 dias? a) R$ 20 000.2 M = 51.6% a. concordam? Eu. enxergando primeiro o valor dos juros.00 c) R$ 20 420. particularmente.00 d) R$ 22 000.2 0. visualizo bem as questões desta forma.com. E.12 .12% ao dia n = 20 M=? M = C.4% ao mês rende R$ 1 608. Vejamos: J = C. como vocês já imaginam.12 . depois.pontodosconcursos..n) M = 50. M = C + J M = 50 + 1.00 b) R$ 20 100.(AFRE – CE 2006) Qual o capital que aplicado a juros simples à taxa de 2. 0. O valor encontrado.2 Gabarito B 06.20 100 J = 1. é só somar só juros ao capital inicial.2 Como.n J = 50.i.20) 100 Resolvendo a mesma questão de outra forma. como já fizemos anteriormente.(1 + M = 51.CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS e) 68 São dados: C = 50 i = 3. se a questão pede o montante.(1 + i.br 11 . é o valor na data de hoje (ou montante).m.00 www.. = 0.

CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS e) R$ 21 400. = 30 A banca pede para calcularmos a relação entre o juro e o capital inicial.(Analista SUSEP 2002) Um capital aplicado a juros simples durante três meses e dez dias a uma taxa de 3% ao mês. a) 9% b) 10% c) 10.08 .m.com. J = C.100 100 C = 20100 Gabarito B 07.n www.i.br 12 .00 São dados: J = 1608.5% d) 11% e) 12% São dados: n = 3 meses e 10 dias = 100 dias 3 = 0.i. Calcule os juros em relação ao capital inicial.n 1608 = C. J = C. temos.08% ao dia C=? Sem perder muito tempo...4% a.00 N = 100 dias i = 2. = 0. 0. deixaremos tudo em função de J e C.1% ao dia i = 3% a.m.pontodosconcursos. Então.

Se na teoria ficou um pouco confuso.000.. respectivamente. mas primeiro vamos ver o que é o PRAZO MÉDIO. ou J = 10%. R$ 1.1 .br 13 .1.(AFRF 2002-1) Os capitais de R$ 2. Esse conceito também vale para Taxa Média e Capital Médio. a ESAF gosta dele. substituindo os prazos de uma aplicação diversificada.C Gabarito B 08. Aplicação Aplicação Aplicação Aplicação 1 2 3 4 => => => => 2000 3000 1500 3500 – – – – 4% 4% 4% 4% – – – – 2m 3m 4m 6m www.. fique tranqüilo porque o exercício será esclarecedor! Vamos a ele. a) quatro meses b) quatro meses e cinco dias c) três meses e vinte e dois dias d) dois meses e vinte dias e) oito meses Esta questão trata de PRAZO MÉDIO. fornece os mesmos juros totais. R$ 3.. Obtenha o prazo médio de aplicação destes capitais. quatro e seis meses. juros simples. Prazo Médio é o prazo que.00.00 são aplicados à taxa de 4% ao mês.CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS 0. A resolução é relativamente simples.500.. durante dois.100 100 J = 0.500.pontodosconcursos.00 e R$ 3.com.C J = C.000.00. três. Apesar de não ser dos assuntos mais interessantes.

04.04..3 + 1500.04 + 3000 .04(2000.i 4 2000.04.pontodosconcursos.3 + 1500..04 nmédio = nmédio = 0.6 2000 + 3000 + 1500 + 3500 4000 1000 nmédio = 4meses Gabarito A 09. Isso vai nos poupar trabalho porque poderemos cortá-la como veremos adiante.5% www.000. já que ela aparece multiplicando numerador e denominador.04.04(2000 + 3000 + 1500 + 3500) Veja que podemos cortar as taxas de juros da equação.0.6 2000. nmédio = nmédio = 2000. todas as taxas são de 4%).00 são aplicados a juros simples durante o mesmo prazo às taxas mensais de 6%.5% ao mês.com. Assim.500.25% e) 3.i2 .4 + 3500. pede o PRAZO MÉDIO.(AFRF 2003) Os capitais de R$ 2.0.0.n 4 C1.br 14 .i2 + C 3 . aquela equação assustadora fica com uma “carinha” um pouco melhor. respectivamente.2 + 3000.CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS Repare que a banca normalmente escolhe uma das variáveis e fixa o valor dela (neste caso.04 + 1500 . vamos colocar tudo em função de “n”. Os juros totais são os somatórios de cada juros individualmente.0.00 e R$ 3..138% d) 3. 4%. Calcule a taxa média mensal de aplicação destes capitais.4 + 3500 . R$ 3.000.0.04 + 3500. a) 2.2 + 3000 .2 + 3000.3 + 1500. Como a questão nmédio = C1.i3 .i1 + C 2 . 3% e 1.n3 + C 4 .n2 + C 3 .n1 + C 2 .500.9% b) 3% c) 3. R$ 4.i1.0.4 + 3500. Agora é só trabalho braçal.i3 + C 4 .00..0.6) 0.i 4 .00.0.

. à taxa de 18% ao ano.06 + 3500.. foi aplicada a juros simples exatos do dia 12 de abril ao dia 5 de setembro do corrente ano.CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS Olha outra bem parecida.com..n2 + C 3 . a) R$ 705. www.00 c) R$ 715.00 A questão fala em juros exatos. Então. Esse é mais um conceito que vamos ver.n4 C1.(AFRF 1998) A quantia de R$ 10.n1 + C 2 ..i 4 ..i1.5% Gabarito E 10..0.00 e) R$ 735. Desta vez a questão deixa o prazo constante e pede a TAXA MÉDIA.00 b) R$ 725.035 = 3.. Calcule os juros obtidos.03 + 3000. chegaremos aos valores: imédio = imédio 455 13000 = 0.015 2500 + 3500 + 4000 + 3000 imédio = Desenvolvendo o numerador e o denominador. desprezando os centavos.00 d) R$ 720.n3 + C 4 .n3 + C 4 ..i2 .i3 .00.5% n n n –n imédio = C1.0.000. Aplicação Aplicação Aplicação Aplicação 1 2 3 4 => => => => 2500 3500 4000 3000 – – – – 6% – 4% – 3% – 1.0. vamos isolar a taxa! E como o prazo é o mesmo nem precisamos colocá-lo na equação porque vocês já viram que podemos cortar.n 4 2500.pontodosconcursos.04 + 4000.br 15 .0.n1 + C 2n2 + C 3 .

levando-se em conta nosso calendário convencional.31 dias Por isso.. o ano.31 dias Abril . Vejamos. possui 365 dias. Voltemos à questão.18 dias Maio (31 dias) .31 dias Fevereiro .31 dias Agosto . em Juros Exatos.31 dias Junho . A quantia é aplicada de 12 de abril a 5 de setembro.31 dias Agosto (31 dias) .pontodosconcursos. Vamos passar a considerar cada mês com o número de dias que consta no calendário convencional. de 360 dias – que é o padrão na Matemática Financeira.30 dias Julho (31 dias) .31 dias Setembro (30 dias) . Janeiro .31 dias Novembro . Isto significa que nos Juros Exatos não usaremos o calendário comercial com o mês de 30 e..30 dias Julho . precisamos dividir a taxa anual por 365 dias do calendário convencional. Uma observação muito importante: só usaremos Juros Exatos quando a questão disser expressamente! Para todos os outros casos. o ano..31 dias Junho (30 dias) .30 dias Dezembro .30 dias Outubro .30 dias Maio .br 16 . nosso calendário continua sendo o comercial.5 dias Total = 146 dias Como a unidade de capitalização é diária.com. Abril (30 dias) .CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS Juro exato é uma modalidade de juros simples na qual a unidade de capitalização é a diária.28 dias Março . www..31 dias Setembro .

000.m. = n = 146 dias 18 % ao dia 365 J = C. 3% ao mês.00 c) R$ 300. sabemos que o juro total é o somatório dos juros de cada período.000..00 b) R$ 330. não é verdade?? Vamos continuar.000.00 e) R$ 280.146 36500 J = 10000. M = 516.146 J = 10000. O valor esperado na data da compra do equipamento é de R$ 516.CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS C = 10000 i = 18% a.a. 2628 . 18 365 100 .000.00. 18 .00 C=? Como trabalhamos com juros simples. Qual a soma em dinheiro que ela deve investir hoje para que tenha condição de adquirir o equipamento ao final de 2 anos? (considerar que o valor investido será aplicado a juros simples de 3% am) a) R$ 350.00 d) R$ 290.000.000.146 36500 J = 720 Gabarito D Nada de muito diferente do que já vimos.i. em 24 meses = 72 % de juros total. www.n J = 10000.Suponhamos que uma empresa pretenda adquirir sua linha de equipamentos daqui a 2 anos.00 n = 2 anos = 24 meses i = 3% a.. 11.com.pontodosconcursos.br 17 .000...

.br 18 .com..72 = 516.00 www.. Aumento de 1% 50% 100% Fator de multiplicação 1. Assim. devemos multiplicar o capital inicial “C” por 1.000 C = 300.28.360.000 = C ( 1+ 3 . (1 + i .(Analista SUSEP 2001) Um capital de R$ 2.72.000 O que fizemos foi exatamente aplicação intuitiva da fórmula do montante.00 é aplicado a juros simples durante seis meses e meio a uma taxa de 3% ao mês.390.CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS Pra quem já está familiarizado como assunto.72 C = 300. 24) 516.50 2 (o valor dobra!) Diminuição de 1% 50% 100% Fator de multiplicação 0. 1.72 = 0. n) 516. Observe como exemplo a tabela a seguir.99 0. 1. percebe que um aumento de 72% gera um fator de multiplicação de 1.pontodosconcursos. M = C . para chegar ao montante final “M” de 516.000 O fator de multiplicação ajuda a resolver problemas de forma mais rápida e nos será muito útil daqui pra frente.72. Da mesma forma que uma diminuição de 72% gera um fator de multiplicação de 1 – 0.01 1. a) R$ 2.50 0 (o valor fica zerado!) Gabarito C 12. Obtenha o montante no final do prazo. C .000.000 = C ..00 b) R$ 2.000.

com. por 3 www. 195) M = 2000 .00 Gabarito B 13. (1 + i ..CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS c) R$ 2.66 e) R$ 2. Em quanto tempo este capital aumentaria 14% em relação ao seu valor original? a) 3 meses e meio b) 4 meses c) 4 meses e 10 dias d) 4 meses e meio e) 4 meses e 20 dias Sabemos que no regime de juros simples a taxa de juros incide sempre sobre o principal. = 0.423.92 Já sabemos que o mês comercial tem 30 dias.m. (1. M = C .5 meses = 195 dias i = 3% a.00 d) R$ 2. diferentemente do regime de juros compostos (que veremos em aula futura).1% ao dia M=? Pela fórmula do montante. Para uma taxa simples de 3% gerar uma taxa total de 14% ela precisa ser capitalizada 14 meses.1 . no qual há incidência de juros sobre juros..195) M = 2390. então: C = 2000 n = 6.423.pontodosconcursos.br 19 . (1 + 100 M = 2000 .420.(Contador Recife 2003) Um capital é aplicado a juros simples a uma taxa de 3% ao mês. n) 0.

000...200.486. www. ainda. Podemos desmembrar em + .pontodosconcursos. a) 11. Vamos convencionar estes valores da seguinte forma: seta para baixo representa a saída do caixa.800. 4 meses + 3 3 3 3 do mês. Fluxo de caixa são séries de valores dispostos numa sequência cronológica de datas.CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS 14 12 2 2 não é exata. . Todavia. 1000 Repare que parece uma questão de Rendas Certas (e até seria se não estivéssemos trabalhando no regime simples).00 b) 12.006.800. O primeiro valor na data 1 e o último na data 10. M 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 1000 .br 20 . 4 meses e 20 dias.00 d) 12. Ou. Calcule este pagamento considerando juros simples de 4% ao mês. ela combina com o credor um pagamento único equivalente no dia 5 do décimo mês para quitar a dívida.00 e) 13.00 cada que vencem todo dia 5 dos próximos 10 meses.00 Vamos analisar esta questão pelo fluxo de pagamentos ou fluxo de caixa. A divisão de Gabarito E 14. seta para cima representa entrada no caixa. já que são 10 parcelas.(AFRF 2003) Uma pessoa tem que pagar 10 parcelas no valor de R$ 1.. Ou.00 c) 12..com.

Como os pagamentos são iguais e possuem o mesmo intervalo de tempo.00 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 1000 .000. Ou seja..00.CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS Para resolvê-la poderíamos fazer as capitalizações individualmente até o montante final ou adotar uma solução mais simples e rápida. ..000.pontodosconcursos..5..br 21 .com.. que veremos agora.. podemos substituí-los por um único pagamento na metade do fluxo (entre o mês 5 e 6). anteriores e os cinco posteriores.5 10 Tornou-se uma questão de juros simples mais fácil. no ponto 5. 1000 Nosso problema passa a ser este: M 10. Os cinco M 10.00 5. não é mesmo? www. Este único pagamento terá o valor de todos os pagamentos da série.000. totalizando 10.

i= 4% ao mês → em 4. ele deve “caminhar” para frente 4 meses e meio (10 .5 meses.000.pontodosconcursos.5. 1.com.5.5). bons estudos e até lá!!! www. n) M= 10000 . efetiva e equivalente e.18 M= 11800.5 meses = 18% C= 10. (1 + i .5 = 4. precisamos achar a taxa aplicada em 4. taxa nominal.br 22 . valerá na data 10. Na próxima aula vamos tratar do regime de juros compostos. também. que está na data 5.00 Gabarito A Hoje ficamos por aqui. começaremos a ver as questões mais recentes da ESAF! Assuntos de suma importância pra nós! Forte abraço.00. Para isso.CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS Para saber quanto esse valor de 10.00 M= ? M = C .000.

(TRF . um montante de: a) 51 b) 51.pontodosconcursos.(AFTN 91) Um capital no valor de 50..00 e) R$ 1.00 b) R$ 2.00 e) R$ 450. e a segunda à 5% a.00 e R$ 700.CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS LISTA DE EXERCÍCIOS COMENTADOS DURANTE A AULA 01.(TCE – TCM – RJ 2000) Uma pessoa aplicou duas quantias que somadas montam R$ 1.371.00 em 40 dias.00 05. renderá qual o montante ao final de 6 meses? 04.380.(TRF . a) R$ 1.Um capital de R$200. aplicado a uma taxa de juros simples de 48% ao ano. a) R$ 2. renderam juntas juros totais de R$ 210. em 20 dias.00 d) R$ 2.000.00 c) R$ 2. O valor de cada uma delas é respectivamente: a) R$ 250. a primeira à taxa de 3% a.100.344.6% ao mês atinge.349.br 23 .00 c) R$ 350.TI 2006) Um indivíduo devia R$ 1.00 c) R$ 1.420.000.00 b) R$ 1.00 e R$ 750.200.120.00 três meses atrás.m. Calcule o valor da dívida hoje considerando juros simples a uma taxa de 5% ao mês.00 e R$ 600.00 b) R$ 300. aplicado a juros simples a uma taxa de 3.00 d) R$ 400.00 a juros simples.00. Em cinco meses.360.00 e R$ 650. desprezando os centavos.400.00 e) R$ 2.00 d) R$ 1.00 02.00 e R$ 550.2 c) 52 www.00 03.m.TI 2006) Indique qual o capital que aplicado a juros simples à taxa de 3.com.6% ao mês rende R$ 96.

(AFRF 2002-1) Os capitais de R$ 2.00 em 100 dias? a) R$ 20 000.5% d) 11% e) 12% 08.com.00 e) R$ 21 400.000.500. respectivamente.(Analista SUSEP 2002) Um capital aplicado a juros simples durante três meses e dez dias a uma taxa de 3% ao mês.00 07. 4%. 3% e 1. Calcule os juros em relação ao capital inicial. R$ 1.00 c) R$ 20 420.00.br 24 .00 são aplicados a juros simples durante o mesmo prazo às taxas mensais de 6%.9% b) 3% c) 3.00. Obtenha o prazo médio de aplicação destes capitais.00 b) R$ 20 100.00.00 são aplicados à taxa de 4% ao mês.500.(AFRE – CE 2006) Qual o capital que aplicado a juros simples à taxa de 2.00 e R$ 3. juros simples. quatro e seis meses. a) 9% b) 10% c) 10. respectivamente.CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS d) 53.4% ao mês rende R$ 1 608. Calcule a taxa média mensal de aplicação destes capitais.00.25% e) 3.5% ao mês. R$ 4.138% d) 3.00 d) R$ 22 000.000. a) quatro meses b) quatro meses e cinco dias c) três meses e vinte e dois dias d) dois meses e vinte dias e) oito meses 09. a) 2.500. R$ 3.000. R$ 3.6 e) 68 06. durante dois.00 e R$ 3.000.pontodosconcursos.(AFRF 2003) Os capitais de R$ 2.500.5% www. três.

00 c) R$ 2. a) R$ 2.000. a) R$ 705. foi aplicada a juros simples exatos do dia 12 de abril ao dia 5 de setembro do corrente ano.00 b) R$ 330.pontodosconcursos.(Analista SUSEP 2001) Um capital de R$ 2.m.00 d) R$ 290.00 b) R$ 2.000.360.423.00 e) R$ 280.00 c) R$ 715. Qual a soma em dinheiro que ela deve investir hoje para que tenha condição de adquirir o equipamento ao final de 2 anos? (considerar que o valor investido será aplicado a juros simples de 3% a. Obtenha o montante no final do prazo.com. desprezando os centavos.66 e) R$ 2.Suponhamos que uma empresa pretenda adquirir sua linha de equipamentos daqui a 2 anos.) a) R$ 350.00 b) R$ 725.423.000.420.000.00 12.000. Calcule os juros obtidos. Em quanto tempo este capital aumentaria 14% em relação ao seu valor original? a) 3 meses e meio b) 4 meses c) 4 meses e 10 dias d) 4 meses e meio e) 4 meses e 20 dias www.00.00 é aplicado a juros simples durante seis meses e meio a uma taxa de 3% ao mês.92 13.00 11.00.390. O valor esperado na data da compra do equipamento é de R$ 516.(Contador Recife 2003) Um capital é aplicado a juros simples a uma taxa de 3% ao mês. à taxa de 18% ao ano.CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS 10.00 d) R$ 2.000.00 c) R$ 300.000.000.00 e) R$ 735.br 25 .(AFRF 1998) A quantia de R$ 10.00 d) R$ 720.

486.800.CURSO ON-LINE – MATEMÁTICA FINANCEIRA EM EXERCÍCIOS PARA RECEITA FEDERAL PROFESSOR: GUSTAVO SANTOS 14.00 b) 12.com.000. Todavia.00 cada que vencem todo dia 5 dos próximos 10 meses.00 www.200.(AFRF 2003) Uma pessoa tem que pagar 10 parcelas no valor de R$ 1. ela combina com o credor um pagamento único equivalente no dia 5 do décimo mês para quitar a dívida.800.br 26 .006.pontodosconcursos.00 d) 12.00 e) 13. Calcule este pagamento considerando juros simples de 4% ao mês.00 c) 12. a) 11.