You are on page 1of 1

1a Lista de Máquinas térmicas – Grupo de 7 alunos

1. A caldeira de um pequena central de potencia produz vapor d'água a 3 MPa e 600 °C. O fluido de trabalho muda de fase no condensador a 45 °C e a taxa de transferência de calor nesse equipamento é 10 MW- A primeira expansão na turbina e realizada ate a pressão de 500 kPa e nesta pressão, é realizado um reaquecimento. Após essa operação, o vapor expande ate a pressão do condensador. Determine a temperatura de reaquecimento necessária para que a turbina de baixa pressão descarregue vapor saturado. Determine, para esta temperatura de reaquecimento, a potência total produzida na turbina e a taxa de transferência de calor na caldeira do ciclo. Determine o rendimento do ciclo. 2. Um ciclo de potencia a vapor d'água opera com um aquecedor de mistura. A temperatura do fluido no condensador é 45 °C e a caldeira descarrega o vapor a 5 MPa e 900 °C. A pressão na seção de extração (intermediária) da turbina e 1 MPa e o estado da água na seção de descarga do aquecedor e de líquido saturado. Determine a relação entre a vazão em massa de vapor na extração e a vazão em massa de água na caldeira. Calcule, também, os trabalhos específicos nas duas bombas do ciclo. 3. Um aquecedor de água de alimentação, é tipo superfície, é utilizado num ciclo de potencia regenerativo, para aquecer 20 kg/s dc água a 100 °C e 20 MPa até 250 °C e 20 MPa. Sabendo que vapor extraído da turbina entra no aquecedor a 4 MPa e 275 °C e o deixa como líquido saturado. Calcule a vazão necessária de vapor extraído da turbina. 4. A pressão máxima num ciclo de potência a vapor d'água é 5 MPa. A temperatura no condensador do ciclo é 50 °C e a caldeira descarrega o vapor a 600 °C. Todos os componentes do ciclo, com exceção da turbina, são ideais. Sabendo que a temperatura real na seção de descarga da turbina é 50 °C e o estado do vapor é saturado, determine a eficiência do ciclo (com a turbina real) e a eficiência isoentrópica da turbina. 5. Vapor d'água sai do gerador de vapor de uma central de potencia a 3,5 MPa e 400 °C. A pressão e a temperatura do vapor na seção de alimentação da turbina são iguais a 3,4 MPa e 375 °C. A eficiência isoentrópica da turbina e de 88% e a pressão na seção de alimentação do condensador é 10 kPa. 0 condensado sai do condensador e entra na bomba a 35 °C c 10 kPa. A eficiência isoentrópica da bomba é igual a 80% e a pressão na seção dc saída deste equipamento e 3,7 MPa. A água de alimentação entra no gerador de vapor a 3,6 MPa e 30 °C. Nestas condições, determine o rendimento térmico do ciclo. 6. Uma caldeira gera vapor a 10 MPa e 550 °C e alimenta uma turbina com dois estágios. Apos o primeiro estagio, numa pressão de 1,4 MPa, é feita uma extração de 25% do vapor alimentado. 0 vapor extraído e encaminhado a um processo e retorna ao cicio, como água de alimentação, no estado líquido comprimido a 1 MPa e 90 °C. 0 restante do vapor escoa na turbina ate que a pressão atinja 10 kPa. Uma bomba localizada a jusante do condensador eleva a pressão do liquido ate 1 MPa e alimenta o misturador de água de alimentação (a outra alimentação e realizada pela água efluente do processo). Uma segunda bomba e utilizada para elevar a pressão do escoamento efluente do misturador até a pressão de 10 MPa. Admita que o primeiro e o segundo estagio da turbina apresentem eficiências isoentrópicas, respectivamente, iguais a 85 e 80% e que as bombas sejam ideais. Se o processo requer uma taxa de transferência de calor igual a 5 MW, qual e a potencia que pode ser "cogerada" pela turbina?