You are on page 1of 2

Crise Convulsiva

Conceito Convulsões são contrações musculares involuntárias de parte ou de todo o corpo, decorrente do funcionamento anormal do cérebro. Tem duração aproximada de 3 a 5 minutos. Fase Tônica: manifesta-se pela extensão da musculatura (rigidez e dentes cerrados). Fase Clônica: manifesta-se por espasmos sucessivos, salivação excessiva, perda ou não do controle dos esfíncteres tem a duração de 40” a 1’, onde a principal preocupação é evitarmos outras lesões, principalmente T.C.E., realizando a contenção da cabeça e assim evitando choques com o solo. Fase Pós-Convulsão ou Relaxamento: caracterizada por sonolência e confusão mental. Não tem duração pré-determinada. É onde a vítima corre risco, pois estando geralmente em decúbito dorsal, sofre a ação da gravidade, ocasionando queda da língua e provocando asfixia. Tomamos cuidados com a permeabilidade das vias aéreas, e a colocamos lateralizada, para escoamento das secreções da boca.

Posição de recuperação (deitado em decúbito lateral do lado esquerdo) Observações Essa posição é adotada nas emergências clínicas, principalmente nas pessoas inconscientes. Devem ser posicionadas preferencialmente para o lado esquerdo. É a posição ideal para os casos de pessoas que não recuperaram a consciência na fase de relaxamento da convulsão.

Três motivos pelos quais o lado esquerdo é preferencial na Posição de recuperação. Curvatura da Aorta (Facilita o escoamento sanguíneo pelo aórtico) Fundo do estômago (Mantém o conteúdo gástrico no fundo do estômago) Veia cava inferior (Evita compressão da veia cava inferior)

Sinais e Sintomas Perda da consciência e queda ao solo. Contrações musculares violentas ou rigidez.

Pode ocorrer palidez intensa e lábios azulados. Pode haver eliminação de fezes e urina. Dentes travados e salivação abundante.

Conduta Afastar a vítima de lugares perigosos (fogo, piscina, objetos cortantes, etc); Retirar objetos pessoais como: óculos, gargantilhas, etc; Proteger a cabeça, deixando-a agitar-se à vontade; Manter a vítima de barriga para cima (decúbito dorsal); Proteger a boca, observando se a língua não está sendo mordida; Caso os dentes estejam cerrados, não forçar para abri-los; Afrouxar as roupas, se necessário; Observar a respiração durante e após a crise; Não jogar água ou oferecer algo para cheirar durante a crise; Encaminhar ao serviço médico, após a crise; Não deixar de a vítima, uma vez que esse problema não é contagioso.

Atenção Nenhuma medida tomada deve atrasar a busca de atendimento médico. Em todo caso de convulsão, procure o pronto-socorro mais próximo ou ligue para o serviço de emergência (SUS 192 ou Bombeiros 193).

Os primeiros socorros para convulsões devem ser tomados até que seja possível o atendimento especializado.