You are on page 1of 3

Fim da Guerra Fria A Guerra Fria começou a esfriar durante a década de 1980.

Em 1989, a queda do muro de Berlim foi o ato simbólico que decretou o encerramento de décadas de disputas econômicas, ideológicas e militares entre o bloco capitalista, comandado por Estados Unidos e o socialista, dirigido pela União das Repúblicas Socialistas Soviéticas USSS). Na sequência deste fato, ocorreu a reunificação da Alemanha Ocidental e Oriental. Podemos afirmar que a crise nos países socialistas funcionou como um catalisador do fim da Guerra Fria. Os países do bloco socialistas, incluindo a União Soviética, passavam por uma grave crise econômica na década de 1980. A falta de concorrência, os baixos salários e a falta de produtos causaram uma grave crise econômica. A falta de democracia também gerava uma grande insatisfação popular. No começo da década de 1990, o presidente da União Soviética Mikhail Gorbachev começou a implementar a Glasnost (reformas políticas priorizando a liberdade) e a Perestróica (reestruturação econômica). A União Soviética estava pronta para deixar o socialismo, ruma a economia de mercado capitalista, com mais abertura política e democrática. Na sequência, as diversas repúblicas que compunham a União Soviética foram retomando sua independência política. Futuros acordos militares entre Estados Unidos e Rússia garantiriam o início de um processo de desarmamento nuclear. Na década de 1990, sem a pressão soviética, os outros países socialistas (Polônia, Hungria, Romênia, Bulgária, entre outros) também foram implementando mudanças políticas e econômica no sentido do retorno da democracia e engajamento na economia de mercado. Portanto, a década de 1990 marcou o fim da Guerra Fria e também da divisão do mundo em dois blocos ideológicos. O temor de uma guerra nuclear e as disputas armamentistas e ideológicas também foram sepultadas.
A queda do governo de Stálin trouxe à tona uma série de transformações que abriu portas para o fim da centralização política promovida pelo stalinismo. No governo de Nikita Kruchev, várias das práticas corruptas e criminosas do regime stalinista foram denunciadas. Depois de seu governo, Leonid Brjnev firmou-se frente a URSS de 1964 a 1982. Depois desse período, Andropov e Constantin Tchernenko assumiram o governo

As tropas russas que ocupavam o Afeganistão se retiraram do país e novos acordos econômicos foram firmados junto aos Estados Unidos. A primeira visava modernizar a economia russa com a adoção de medidas que diminuía a participação do Estado na economia. o governo Ieltsin foi marcado por crises .russo. o Partido Comunista Soviético foi colocado na ilegalidade. O insucesso do golpe militar abriu portas para que os liberais tomassem o poder. A ação renovadora de Mikhail Gorbatchev criou uma cisão política no interior da União Soviética. defendia a manutenção do sistema unipartidário e a centralização dos poderes políticos. Alas ligadas à burocracia estatal e militar faziam forte oposição à abertura política e econômica do Estado soviético. a União Soviética buscou dar sinais para o fim da Guerra Fria. As promessas de prosperidade e igualdade. Esse grupo privilegiado. fazia contraste com os privilégios a uma classe que vivia à custa da riqueza controlada pelo governo. No ano de 1985. Mesmo implementando diversas medidas modernizantes. Em contrapartida. Estônia e Lituânia foram os primeiros países a declararem sua independência. Nesse período. um grupo de militares tentou dar um golpe político sitiando com tanques a cidade de Moscou. Entre suas maiores metas governamentais. No ano de 1992. No dia 29 de agosto de 1991. um grupo de liberais liderados por Boris Ieltsin defendia o aprofundamento das mudanças com a promoção da economia de mercado e a privatização do setor industrial russo. Letônia. Além disso. o estadista Mikhail Gorbatchev assumiu o controle do Partido Comunista Soviético com idéias inovadoras. O fechamento do país para as nações não-socialistas forçou a União Soviética a sofrer um processo de atraso econômico que deixou a indústria soviética em situação de atraso. os gastos gerados pela corrida armamentista da Guerra Fria impediam que a União Soviética fosse capaz de fazer frente às potências capitalistas. Logo em seguida. Temendo maiores agitações políticas na Rússia. as nações que compunham a União Soviética começaram a exigir a autonomia política de seus territórios. o governo foi passado para as mãos de Boris Ieltsin. Em esfera internacional. política e econômica do país. Gorbatchev empreendeu duas medidas: a perestroika ( reestruturação) e a glasnost (transparência). Em agosto de 1991. A glasnost tinha como objetivo abrandar o poder de intromissão do governo nas questões civis. chamado de nomenklatura. No final daquele mesmo ano. a União Soviética somente contava com a integração do Cazaquistão e do Turcomenistão. propagandeadas pelos veículos de comunicação estatais. A população que tinha acesso ao ensino superior acabou percebendo que o projeto socialista começava a ruir. as autoridades soviéticas pediram auxílio para que outras nações capitalistas fornecessem apoio financeiro para que a nação soviética superasse suas dificuldades internas. os problemas gerados pela burocratização do governo soviético foram piorando a situação social.

Somente a partir de 1999.inflacionárias que colocavam o futuro da Rússia em questão. e os EUA é o país que praticamente governa esse mundo . Os EUA assumiram o poder. a Rússia deu sinais de recuperação. com a valorização do petróleo no governo de Vladimir Putin. e até hoje o mundo é baseado no lucro. Sem condições de governar o governo. a crise econômica russa atingiu patamares alarmantes. O capitalismo venceu. Boris Ieltsin renunciou ao governo. doente e sofrendo com o alcoolismo. No ano de 1998.