You are on page 1of 12

ANGLO VESTIBULARES

Prova Geral — P-2 Tipo B-1 - 04/2012

G A B A R I T O
01. 02. 03. 04. 05. 06. 07. 08. 09. 10. 11. 12. 13. 14. 15. 16. 17. 18. D D B A B B B B A C D B D A B E B D 19. 20. 21. 22. 23. 24. 25. 26. 27. 28. 29. 30. 31. 32. 33. 34. 35. 36. A C E E B C A A A A E B A A C C D C 37. 38. 39. 40. 41. 42. 43. 44. 45. 46. 47. 48. 49. 50. 51. 52. 53. 54. A B C D A B D E D C E A B C A A C E 55. 56. 57. 58. 59. 60. 61. 62. 63. 64. 65. 66. 67. 68. 69. 70. 71. 72. D B E D B C D D C E E E D B D A C D 73. 74. 75. 76. 77. 78. 79. 80. 81. 82. 83. 84. 85. 86. 87. 88. 89. 90. A E A C E C C D B E A B E B E A D A

a pessoa terá 1 · x + 3 · y miligramas de vitamina A e 20 · x + 15 · y microgramas de vitamina D. a taxa de mortalidade por sarampo. devido a programas de controle implementados. É bom lembrar que os solstícios ocorrem no verão e no inverno (quando o Sol atinge os trópicos perpendicularmente) e os equinócios na primavera e no outono (quando o Sol atinge perpendicularmente o Equador). que torna seus Diálogos muito atraentes mesmo para o leitor de hoje. QUESTÃO 8: Resposta B A leitura do gráfico C revela que. na medida em que faz referência ao fato de o Brasil (“nossa pátria mãe”) não ter capacidade de perceber criticamente as “tenebrosas transações” de uma época de autoritarismo. –1– . condenando as heresias. QUESTÃO 9: Resposta A O filósofo Platão era dotado de um estilo bastante vivo.834211212 PROVA GERAL — P-2 TIPO B-1 — 04/2012 RESOLUÇÕES E RESPOSTAS QUESTÃO 1: Resposta D Cálculo da profundidade média da piscina (P): (3 + 1) = 2m 2 Cálculo do volume da piscina (V): P= V = 8 · 4 · 2 = 64 m3 = 64000 L Cada 1000 L são necessários 4 g do produto. que é “Passagem desbotada na memória / Das nossas novas gerações”. ela terá certeza de estar cumprindo a dieta. QUESTÃO 3: Resposta B Thomas Malthus (1766-1834) publicou em 1798. a data em que o dia será o mais longo do ano e a noite a mais curta. agiram como a polícia do pensamento. se x + 3y 7 e 20x + 15y 60. QUESTÃO 4: Resposta A Consumindo x litros de iogurte e y pacotes de cereais diariamente. logo para 64000 L a massa de produto utilizada será de 256 g. na Inglaterra. na expropriação capitalista imposta ao trabalhador assalariado. Diferentemente. em 1867. Karl Marx (1818-1893) publicou entre vários livros o Manifesto do Partido Comunista. se um ângulo é acrescido de 15º. em crianças abaixo de 5 anos de idade. QUESTÃO 10: Resposta C Quando os raios solares atingem o Trópico de Capricórnio (Hemisfério Sul) formando um ângulo de 90º temos o Solstício de Verão. QUESTÃO 7: Resposta B O verbo “dormia” possui. QUESTÃO 6: Resposta B As igrejas e o clero católico foram agentes colonizadores da Coroa Portuguesa. em 1848 e o Capital. Além da conversão dos índios à fé católica. QUESTÃO 2: Resposta D A questão avalia o conhecimento das informações históricas e geográficas básicas sobre a Revolução Industrial e seu impacto na formação dos espaços geográficos industriais do passado e do presente. onde identificou a origem da pobreza numa causa natural. realmente. o seu livro Um Ensaio Sobre o Princípio da População. Assim. uma conotação francamente negativa. Logo: α + β = 90º Uma vez que a soma é constante. Neles o autor identificou a origem da pobreza numa causa social. no contexto. reduziu-se consideravelmente. isto é. sua obra já desmente essa afirmação. o outro deverá sofrer uma redução também de 15º. Mais ainda: o próprio fragmento discute exatamente a importância da forma na elaboração de discursos. quando a “nossa pátria mãe” se envolvia “Em tenebrosas transações”. no crescimento populacional desproporcional ao produtivo. Os adjetivos “distraída” e “subtraída” confirmam essa conotação negativa do verbo “dormia”. Já o verso “Página infeliz da nossa história” é uma referência aos desmandos do regime militar pós-64. isto é. uma vez que os jovens dos anos 80 não viveram os anos críticos da ditadura militar. o que ocorre em 22 ou 23 de dezembro. fiscalizando os pecadores e reafirmando todos os dogmas exigidos pelo papado. QUESTÃO 5: Resposta B Os ângulos indicados na figura são complementares. ou seja. Como a dieta deve garantir um mínimo diário de 7 miligramas de vitamina A e 60 microgramas de vitamina D.

A implementação da política de renda (item I) não teve sucesso nos municípios X e Z. ou 1.370. respectivamente. Aristóteles defende que o “lazer” (mais apropriado seria dizer o ócio) é “indispensável ao desenvolvimento das qualidades morais e à prática das atividades políticas”. QUESTÃO 15: Resposta B A imagem de satélite mostra um lugar do espaço geográfico com uma clara divisão da forma de ocupação. permite identificar referências à produção agrícola e um fragmento de escrita.000 centímetros do espaço geográfico. respectivamente rural e urbana. onde se opunham países capitalistas e países socialistas só ocorreu após a Segunda Guerra Mundial. cortada por um rio. o que facilita a orientação e a locomoção dos visitantes. cada centímetro do mapa equivale a 1. logo a lateral direita está voltada para o leste. No mapa essa clara divisão entre as duas zonas foi delimitada por uma linha que separa as Regiões I e II.000. edifícios importantes.ANGLO VESTIBULARES QUESTÃO 11: Resposta D De fato uma das principais consequências da divisão internacional do trabalho na época da Ordem da Revolução Industrial foi o imperialismo europeu sobre a Ásia e África. os locais a oeste da linha de Greenwich estão sempre com os seus horários atrasados em relação ao fuso inicial. é reflexo de um dos grandes problemas persistentes na sociedade brasileira. de modo que nos lugares situados a leste do meridiano de Greenwich (GMT) o Sol nasce primeiro. com áreas agrícolas e trechos de florestas. QUESTÃO 21: Resposta E No texto.370. seus horários estão sempre adiantados em relação ao GMT e. QUESTÃO 13: Resposta D De fato o movimento de rotação da Terra é executado no sentido Oeste-Leste. pois apesar de escurecer mais tarde iria também amanhecer tarde. QUESTÃO 18: Resposta D O sucesso da implementação das políticas é medido pela elevação dos índices respectivos. Esse fato inviabiliza economicamente a adoção do horário de verão. QUESTÃO 20: Resposta C A qualidade da imagem egípcia do século XIII a.220:6 = 1. –2– . C) A formação de um mundo bipolarizado.) que nelas se encontram. Essa situação fica bem evidente quando analisamos o número de pessoas desnutridas em um país com tamanha produção de alimentos. de que apenas os cidadãos dispunham. QUESTÃO 19: Resposta A A situação retratada na questão.220 km) pela distância no mapa (6 cm): teríamos assim 8. Na porção leste (direita da imagem) vemos uma zona urbana. O papel do continente africano foi essencialmente o de fornecimento de matéria-prima para os países europeus que passavam por intensa industrialização. QUESTÃO 12: Resposta B Os mapas em escala grande (como o da figura 1) sempre representam lugares relativamente pequenos (nesse caso um pequeno trecho do Botafogo). Esse é o tipo de escala normalmente utilizada nas plantas e mapas de cidades. podendo dessa forma mostrar seus detalhes. Dessa forma. com ruas bem delimitadas e construções diversas. indicando a piora da qualidade de vida. B) A industrialização de alguns países pobres latino-americanos e asiáticos só viria ocorrer após a segunda metade do século XX. etc. pois: A) A hegemonia dos Estados Unidos só viria a ocorrer nas primeiras décadas do século XX. QUESTÃO 14: Resposta A Para calcular qual é a escala do mapa divide-se a distância real (8. avenidas. dentro da Ordem da Guerra Fria. onde podem ser representados os elementos urbanos (ruas. dando início aos dias do calendário.370 km. com a partilha dessa última entre as grandes potências da época. QUESTÃO 16: Resposta E Todas as afirmações estão corretas.C. assim. à economia e à cultura daquela civilização naquele período histórico. a desigualdade socioeconômica.000 metros ou ainda 137. que remetem. Deixa claro. consequentemente. onde se verificou queda do IDH. Na porção oeste (esquerda da imagem) vemos uma zona rural. pois de Porto Alegre para São Paulo o deslocamento ocorre do sul para o norte do país. E) A aceleração da socialização da Europa Oriental só ocorreu após a Segunda Guerra Mundial. portanto a frente do ônibus indica para o norte. a variação de luminosidade ao longo do ano é pequena. que o exercício da política e a resolução dos problemas da cidade exigiam tempo livre. QUESTÃO 17: Resposta B Nos estados localizados próximos a linha do Equador. As demais estão incorretas. Dessa forma.

os grandes negociantes. que se estendeu por muitos anos. sem dúvida. tanto para os gregos como para os romanos. Esparta e seus aliados se levantaram contra essa situação dando início ao conflito. somados. As guerras proporcionaram conquistas territoriais que produziam para os vencedores o afluxo de riquezas e a submissão dos vencidos ao escravismo. atuaram no transporte do produto para a Europa. ZX – 2 = ZY + 3 ZX – ZY = 5 –3– . QUESTÃO 30: Resposta B Como a massa de elétrons é desprezível em relação à do próton e do nêutron e a massa do próton é igual à massa do nêutron é óbvio que 1kg de chumbo e 1kg de algodão tem o mesmo número de prótons e nêutrons. África e Ásia. comerciantes. terras e privilégios jurídicos — e do clero. permitiu a formação de domínios coloniais na América. em 1530. especialmente o negro. negativa e desonrosa. Esse é o caráter mercantil da empreitada colonizadora. que contou. QUESTÃO 25: Resposta A A expansão marítimo-comercial europeia. foi uma consequência das guerras. QUESTÃO 26: Resposta A A expansão transoceânica e a consequente colonização do Brasil foram empreitadas conduzidas pelo Estado monárquico em estreita colaboração com a burguesia mercantil. QUESTÃO 27: Resposta A A política do sistema colonial mercantilista adotada pelo Estado português determinou a organização da grande empresa agroexportadora no litoral nordestino do Brasil. Dessa forma nascia o mercado mundial. Essa lavoura latifundiária e escravista permitia a expansão do comércio europeu e. permitindo o vigoroso crescimento do comércio europeu. O principal saldo da guerra foi o enfraquecimento e a decadência das pólis gregas. QUESTÃO 29: Resposta E No Brasil colonial era predominante o regime de trabalho escravo. realizada nos séculos XV e XVI. as autoridades metropolitanas decidiram aproveitar economicamente as terras do Novo Mundo. com o objetivo de modificar as relações de poder no interior da sociedade. ainda. Y3– tem (ZY + 3) elétrons. fiéis à Igreja e vassalos do rei. QUESTÃO 23: Resposta B O sistema produtivo escravista. A população livre considerava o trabalho manual como coisa vil. com a nobreza e com o clero católico. QUESTÃO 31: Resposta A X2+ tem (ZX – 2) elétrons. justamente por ser realizado por escravos. A grande preocupação da Coroa.). QUESTÃO 24: Resposta C A hegemonia exercida por Atenas sobre outra pólis gerou insatisfações que culminaram na Guerra do Peloponeso (431-404 a. pois tinha o interesse em ampliar seus domínios territoriais e suas receitas fiscais. preocupado em converter os povos pagãos em bons cristãos. era garantir a defesa e a posse do território americano. o que favorecia. refinavam o açúcar e faziam a distribuição no mercado europeu. Dessa diretriz central resultou a montagem da grande empresa açucareira que permitisse a expansão do comércio luso. nobres e padres foram agentes do processo colonizador europeu durante a Idade Moderna. Enfim. fortalecia o poder político do Estado monárquico. Por esses motivos a maior parte da renda da economia açucareira permanecia em mãos da burguesia batava.PROVA GERAL — P-2 TIPO B-1 — 04/2012 QUESTÃO 22: Resposta E As reformas instituídas por Clístenes consistiam em uma revisão do sistema tribal ateniense. o que abriu caminho para a invasão macedônica. Eles financiaram a montagem da produção. com os préstimos da nobreza — premiada com cargos burocráticos. tanto nas atividades agroexportadoras como nas áreas mineradoras. QUESTÃO 28: Resposta A O sucesso da economia açucareira contou com a participação dos flamengos.C. Como o custo da ocupação era elevado. ao mesmo tempo.

” — temperatura de ebulição. “… mercúrio gasoso se transforma em líquido…” — temperatura de liquefação.8 1. No estado fundamental: 1s2 2s2 2p5 QUESTÃO 33: Resposta C éter plástico A água plástico B tetracloreto de carbono 0. densidade (g/cm3) QUESTÃO 34: Resposta C 2000 Energia (kJ) 1600 1200 800 400 S –80 Corretas II e IV.0 1.6 O diagrama ao lado mostra que A e B afundariam em éter e ambos flutuariam em tetracloreto de carbono.7 0. o plástico A (d = 0.ANGLO VESTIBULARES QUESTÃO 32: Resposta A A = 9y + 9 Z = 3y + 6 9y + 9 = 2(3y + 6) y=1 A = 18 Z=9 O átomo X possui 9 elétrons. Em água (d = 1). separando-se o ouro líquido do mercúrio gasoso. QUESTÃO 36: Resposta C Considerando que a massa do gás não se altera durante o processo: P1 = 1atm T1 = 25°C = 298 K V1 = V P2 = ? T2 = 621°C = 894 K V2 = V –20 40 70 100 temperatura (ºC) S+L Fusão 160 L +V Vaporização V P1 ⋅ V1 = P2 ⋅ V2 T1 T2 1atm ⋅ V = P2 ⋅ V 298K 894 K P2 = 894 ⋅ 1atm = 3 atm 298 –4– .8) flutua e o plástico B (d = 1.2) afunda. QUESTÃO 35: Resposta D As propriedades relacionadas aos trechos abaixo são: “… ouro metálico se deposite sob o material sólido…” — densidade.2 1. “… aquecido com um maçarico.

5 mol de O2 em 5 L frasco 2 = volume 10 L ⇒ 1mol ⇒ 28 g/mol ⇒ CO QUESTÃO 40: Resposta D Depreende-se dos seguintes trechos: “… but that doesn’t mean he is anything like the main character of House. portanto. 14243 volume: V temperatura: T pressão: p’ = patm + p’hidr = 2 atm número de mols: n’ = ? ∴ n’ = 0.” (l. O gráfico mostra que numa mesma temperatura 1mol de A ocupa volume maior que 1mol de B (VA A pressão permanece constante em cada transformação.2n . 2-3) e “… and I try not to live my life in such darkness…” (l.” –5– VB). pode-se afirmar que: p ⋅ V = p’ ⋅ V’ ⇒ 10 atm = 2 atm ∴ n’ = 4000 20000 n’ n ⋅ T n’ ⋅ T’ Comparando n’ e n: n’ = 4000 n 20000 ou seja. QUESTÃO 39: Resposta C Na mesma pressão e temperatura • Determinar m3 16 g = 0.5 mol em 5 L 32 g · mol–1 Como o V3 é igual a 15 L. O2 = 16 g = • Determinar o gás em V2 frasco 1 = 0. ainda permanecem no balão 20% do ar injetado.PROVA GERAL — P-2 TIPO B-1 — 04/2012 QUESTÃO 37: Resposta A Na situação inicial. 6-7) QUESTÃO 41: Resposta A O trecho em questão diz: “… ele se considere afortunado de trabalhar com escritores que não lhe dão muitas dores de cabeça. tem-se: nível do mar 90m 14243 ar volume: V temperatura: T pressão: p = patm + phidr = 10 atm número de mols: n = 20000 nível do mar Na situação final: 10m ar Admitindo-se que não haja alteração na temperatura do ar no interior do balão. portanto. no seu interior deve existir 1. mas pA pB. pA pB. as respectivas transformações são isobáricas. logo há 24 g.5 mol de CH4. QUESTÃO 38: Resposta B As retas (I) e (II) passam pela origem.

sem levar em consideração o contexto em que aparece. uma vez conhecido. QUESTÃO 46: Resposta C O significado de uma palavra não pode ser apontado. a prefeita imprudente. estava sendo ocupada por uma mulher. contradição e fraqueza. QUESTÃO 45: Resposta D As três características que Fernando Pessoa atribui à celebridade. Dois trechos da crônica confirmam essa acepção: • em “Um homem de gênio desconhecido pode gozar a volúpia suave do contraste entre a sua obscuridade e o seu gênio”. ou seja. as pessoas famosas não têm “vida íntima”. sejam adjetivos) é comum que as formas masculina e feminina sejam iguais.ANGLO VESTIBULARES QUESTÃO 42: Resposta B No 1o caso. cuja obscuridade está em oposição ao seu gênio. eles apreendem (percebem) imediatamente. pela ordem. a série. • em “Mas. pelos substantivos plebeísmo. (Ver tradução do trecho na resolução da questão 41). que deveriam ser “invisíveis”. que o texto leve o leitor a crer em algo oposto ao que propõe o texto original. que retoma “criaturas”. que marcam a orientação argumentativa do texto. Nesses casos. “obscuridade” retoma o sentido de “desconhecido”.6% do País — têm 50% ou mais de seus alunos com aprendizado em matemática adequado à sua série” os pronomes possessivos seus e sua são anafóricos e remetem respectivamente aos substantivos cidades e alunos. sendo coadas pela “lente da celebridade para espetaculosas pequenezes”. por sua vez. Além dos exemplos expostos no enunciado. pois “sua vida doméstica” passa a ser de interesse de todos. QUESTÃO 52: Resposta A Sem levar em conta os limites precisos entre os significados de apenas e exclusivamente. é absolutamente seguro afirmar que a troca de um por outro inverte a orientação argumentativa do texto inteiro. –6– . QUESTÃO 47: Resposta E A imagem empregada por Pessoa — das paredes de vidro — constitui uma metáfora. num texto. Desse modo. a rocha resistente. inclusive por ser pouco empregado. é do aluno. e que são descritas no segundo. com as “mínimas ações”.” Essas qualificações referem-se à vaga número 1 do anúncio. O substantivo presidenta. QUESTÃO 48: Resposta A O pronome “as” é um pronome substantivo com valor anafórico. tirando proveito da possibilidade gramatical de se fazer a flexão para o feminino do substantivo presidente. E durante seis anos. chama atenção para esse fato. podem ser citados: o prefeito imprudente. ignorada. Polissêmico. que são desvalorizadas e se enfraquecem por serem célebres. são outros termos do núcleo nominal que explicitam as marcas morfológicas de masculino ou de feminino. QUESTÃO 43: Resposta D Lê-se no último parágrafo do texto “Eles entendem super rápido … coisas que eu teria que explicar duas ou três vezes. terceiro e quarto parágrafo. condição de uma pessoa que é desconhecida. o trecho anterior diz: “É uma série sombria (pessimista) e eu tento não viver minha vida nesse pessimismo” No 2o caso. o pronome they refere-se aos escritores que trabalham com John Sotos para fazer a série. QUESTÃO 51: Resposta A No trecho “Apenas 35 cidades brasileiras — 0.” QUESTÃO 44: Resposta E A alternativa correta E diz: “Sou médico e trabalhei na administração daquele hospital — o melhor do país. QUESTÃO 49: Resposta B A alteração proposta pela senadora pretende reforçar a ideia de que a presidência da República. Os alunos são alunos das cidades. não está mais na sua mão reverter à obscuridade”. o concreto resistente. QUESTÃO 50: Resposta C Nos nomes terminados em –nte (sejam substantivos. São palavras abstratas. Assim como os “homens célebres” estão expostos a todos os olhares. a transparência do “vidro” impede o isolamento daqueles que estão dentro de um ambiente cujas “paredes” são feitas desse material. o verbo “reverter” estabelece o pressuposto de que “obscuridade” tem sentido oposto ao de ser “conhecido”. em que a celebridade é avaliada de maneira francamente negativa. Já o “sua” é um pronome adjetivo que remete a “homem de gênio desconhecido”. o substantivo “obscuridade” foi empregado por Fernando Pessoa com o sentido de ausência de celebridade. são sintetizadas. pela primeira vez na história brasileira.

Asa de inseto (A) e asa de ave (B) são estruturas relacionadas ao voo. QUESTÃO 57: Resposta E “Geni e o zepelim”. “malino”. QUESTÃO 54: Resposta E A cantiga é constituída por um diálogo. QUESTÃO 62: Resposta D Vamos aos erros cometidos pelos rapazes: Marcelo: os vírus são realmente acelulares. A formiga é um organismo heterótrofo. é comum na literatura de cordel. No entanto. é um indicativo de origem evolutiva comum. foi composta em versos heptassílabos (redondilhas maiores). estruturas homólogas. portanto. pois apresentam uma identidade de sons vocálicos e consonantais em sua composição. QUESTÃO 61: Resposta D A afirmativa IV está errada porque todas as espécies apresentam algum grau de parentesco. como. a cana-de-açúcar absorve energia solar que é armazenada nas moléculas de glicose e. Carlos: musgos não possuem vasos condutores. O sofrimento causado pela impossibilidade de tê-la é que o faz lamentar todas as suas qualidades. sem corresponder a um sentimento profundo e verdadeiro. fermentada por fungos. representado por DNA ou RNA. por exemplo. nunca os dois juntos. que acaba por torná-la distante dele. portanto. Exemplos: torto / porto. “Inda”. aliás. estruturas análogas. possuem material genético. QUESTÃO 64: Resposta E Os vegetais são organismos autótrofos. –7– . Ambos não são produtores de sementes. escrita por Chico Buarque. e que é o foco de atenção dessa cantiga de amigo. QUESTÃO 55: Resposta D Os padres de Santarém adotam uma postura mística. aproximando-a da perfeição. Augusto: sendo heterótrofos. errantes / retirantes. já que o padrão exposto no esquema ABCBDB não é obedecido na última estrofe. sendo. elementos típicos do Romantismo. Por fim. configurando o esquema ABCBCB. QUESTÃO 63: Resposta C A mesma organização dos ossos. existentes nas estruturas B (asa de ave) e C (nadadeira anterior de golfinho). Segundo a norma culta. pois é incapaz de produzir a matéria orgânica de que necessita para sobreviver. No poema. ou seja. atribuindo as causas do terremoto à cólera divina. a afirmação III está incorreta. posteriormente. QUESTÃO 56: Resposta B As rezas feitas pelo Sapateiro não o livram da condenação ao Inferno. pois o texto é organizado em sextilhas. Uma das partes desse diálogo é sustentada por uma moça que espera o retorno do amado. mostrando que o terremoto era parte do “curso natural” das coisas. A afirmação II também é correta. e a ausência da preposição “de” no uso do verbo “falar”. As rimas são consideradas consoantes. Esses elementos podem ser associados à manifestação dionisíaca da literatura. QUESTÃO 65: Resposta E Através da fotossíntese. Gil Vicente reagiu a isso. de que agora falo. o eu lírico compõe uma imagem idealizada da amada. considerando-se a origem comum dos seres vivos.PROVA GERAL — P-2 TIPO B-1 — 04/2012 QUESTÃO 53: Resposta C Como era comum em cantigas de amor. os termos “estripulia”. fungos não realizam fotossíntese. QUESTÃO 58: Resposta D Está correta a afirmação I: os versos têm sete sílabas poéticas. porque a frase de Darwin não nega a existência de espécies ancestrais extintas. em que o terceiro e o quinto versos são rimados.” QUESTÃO 60: Resposta C Os versos apresentam exacerbação sentimental e a idealização da figura feminina. são marcas dessa manifestação linguística. QUESTÃO 59: Resposta B O texto apresenta elementos típicos da linguagem oral nordestina. como se pode ver. fazendo a escansão do primeiro “cres/ci/a/na/tu/ral/men(te)”. estrofes compostas por seis versos. porque produzem a matéria orgânica que consomem e acumulam por fotossíntese. sendo. já que elas representavam uma manifestação apenas exterior de fé. exercem o mesmo tipo de função no meio aéreo. a correta construção da frase deveria ser “Prudêncio era um menino / Da casa. por exemplo. A afirmativa V também está errada. existentes nas samambaias.

Nesse período a célula é metabolicamente mais ativa e nele ocorre a duplicação do DNA. isto é. Temos: 12n – 24 = 10n + 72 12n – 10n = 72 + 24 2n = 96 n = 48 O preço. temos: . o que modifica as características do vinho. cada célula-filha fica com apenas um cromossomo simples de cada tipo.75 2. é 10 ⋅ 48 + 72 = 552. A intérfase. e.ANGLO VESTIBULARES QUESTÃO 66: Resposta E A elevação do teor de CO2 na atmosfera provoca um aumento na taxa de fotossíntese das videiras.752 6. QUESTÃO 70: Resposta A A etapa 1 corresponde à intérfase e.75 10 QUESTÃO 72: Resposta D 2x 3x – 1 1 x + 1 – = – 3 2 2 4 Multiplicando ambos os membros por 12.25. período mais extenso do ciclo celular.00 = R$11.752 6.5 = = = 0. QUESTÃO 67: Resposta D A levedura Saccharomyces cerevisiae realiza a fermentação alcoólica e produz etanol a partir da utilização de glicose.252 – 2(6. temos: 12 ⋅ 2x 3x – 1 1 x+1 – 12 ⋅ = 12 ⋅ – 12 ⋅ 3 2 2 4 4(2x) – 6(3x – 1) = 6 – 3(x + 1) 8x – 18x + 6 = 6 – 3x – 3 8x – 18x + 3x = 6 – 3 – 6 –7x = –3 3 x= 7 QUESTÃO 73: Resposta A O preço. Para não sobrar. 48 QUESTÃO 74: Resposta E (m – 2)x Com m x x x m2 – 4 2. a cianobactéria é uma célula procariótica fotossintetizante (B) e a alga unicelular é uma célula eucariótica vegetal (C).25 – 3. pelo menos em parte.25)(3. temos a2 – 2ab + b2 (a – b)2 (a – b)(a – b) a – b = = = .25 + 3. do presente pode ser dado por 12 ⋅ n – 24 ou por 10 ⋅ n + 72. com m – 2 m2 – 4 m–2 (m – 2)(m + 2) m–2 m+2 –8– 0. cada aluno deve contribuir com R$ 552. é a fase que antecede a divisão celular. o que ocorre devido à autoduplicação durante a fase S da intérfase.75) + 3.252 – 3. portanto. resultando num aumento da concentração de açúcar nas uvas. a2 – b2 a2 – b2 (a – b)(a + b) a + b 6. 0. QUESTÃO 69: Resposta D Na redução cromossômica que ocorre na meiose.50. em R$. A fase representada por B mostra aumento da quantidade de DNA da célula. 6. com metade da quantidade de DNA original. à prófase. em R$. nem faltar dinheiro. QUESTÃO 71: Resposta C Com a2 – b2 Logo. QUESTÃO 68: Resposta B O neurônio é uma célula eucariótica animal (A).

AC = AB = 80. ele percorreu mais do que 1 1 de uma volta completa. porém menos do que de uma 4 2 π 2 rad 1. AB + CD = 10x = 200º ) ) Portanto. 300 3. QUESTÃO 76: Resposta C A medida do arco é Como volta.PROVA GERAL — P-2 TIPO B-1 — 04/2012 QUESTÃO 75: Resposta A Do enunciado. o triângulo ABC é isósceles e. AC + BD = 360º – 200º = 160º 6x –9– ) . 900 rad = 3 rad.14 rad. C 80 75º Assim: sen30º = CD AC ∴ ∴ 30º A 80 75º D B 1 CD = 2 80 CD = 40 m. portanto.57 rad e π rad QUESTÃO 77: Resposta E 2 –1 2 +1 – 2 +1 2 –1 = = ( 2 – 1)2 – ( 2 + 1)2 ( 2 + 1)( 2 – 1) 2 – 2 2 + 1 – (2 + 2 2 + 1) 2–1 = –4 2 QUESTÃO 78: Resposta C B y ΔCDE: 20º + y + 90º = 180º ∴ y = 70º y C y 20º D A x ΔABC: x + y + y = 180º x + 70º + 70º = 180º ∴ E x = 40º QUESTÃO 79: Resposta C 4x A 3x P 100º 2x D C B ΔAPC: 3x + 2x = 100º (externo) 5x = 100º ∴ x = 20º ) Logo.

a respectiva imagem é virtual direita e maior que o objeto (como no caso do espelho de maquiagem). Não há localização possível do objeto para que o espelho forme uma imagem de acordo com C. o elevador está subindo pois. – 10 – . mas ΔtB = ΔtA = 3 h ΔsB = 50 · 3 → ΔsB = 150 km Então o número x = 10 + 150 ∴ x = 160 km QUESTÃO 82: Resposta E O deslocamento do carro na viagem entre as duas cidades pode ser determinado como segue: consumo deslocamento 1L –––––––––– 10 km 35L –––––––––– Δs ∴ Δs = 350 km Logo.ANGLO VESTIBULARES QUESTÃO 80: Resposta D ΔACD: A + α + β = 180º ˆ A + 162º = 180º ˆ ∴ A = 18º ˆ Se A = 18º (inscrito). virá-la e observá-la contra a luz). a imagem é invertida. 2 QUESTÃO 84: Resposta B A imagem formada pelo espelho plano é revertida e simétrica em relação ao objeto. Portanto. sua velocidade escalar é positiva. de acordo com a imagem B. a duração da viagem foi de: vm = Δs Δt 350 ⇒ Δt = 5h 70 Δt = QUESTÃO 83: Resposta A No intervalo de tempo de 0 a 20 s. sua imagem também terá tamanho inalterado. QUESTÃO 86: Resposta B No caso do objeto O estar antes do centro de curvatura do espelho côncavo. a imagem conjugada apresenta o mesmo tamanho do seu respectivo objeto. A distância percorrida pelo elevador na subida é encontrada pela área do trapézio que se encontra acima do eixo dos tempos. Como cada andar tem 3 m e o elevador subiu 6 andares atingindo o décimo andar. No caso do objeto estar entre o foco e o espelho. No intervalo de tempo de 20s a 30s. Logo. então o arco CD mede 36º. o número de lados do polígono é ˆ 360º n= = 10 36º O número de diagonais é 10 ⋅ (10 – 3) = 35 d= 2 QUESTÃO 81: Resposta B móvel A: ΔsA = 330 – 30 = 300 km 300 Δs ΔtA = A → ΔtA = 100 vA ) ∴ ΔtA = 3 h móvel B: ΔsB = vB · ΔtB. o elevador está descendo pois a velocidade escalar é negativa. QUESTÃO 85: Resposta E Para um espelho plano. menor que o objeto e localizada entre o centro de curvatura e o foco do espelho. dispondo a folha da questão na horizontal.2 ΔH = (20 + 10) · = 18 m. Então: 1. como a possível imagem A. independente da distância ao espelho. para um objeto de tamanho constante. o elevador está parado e de 30 s a 55 s. A única alternativa que indica a reversão correta é a B (pode-se verificar.

direção da reta x e sentido para a direita.PROVA GERAL — P-2 TIPO B-1 — 04/2012 QUESTÃO 87: Resposta E A) Errada. Dentre as alternativas apresentadas. C u C u C G G u G A velocidade u é tangente à trajetória. o ângulo α vai diminuindo. A resultante (R) entre H e J tem intensidade 13 N. Duas grandezas vetoriais só são iguais se apresentarem a mesma intensidade. C) Errada. Não se pode igualar grandeza vetorial a número. As intensidades de grandezas vetoriais são positivas. mesma direção e sentidos contrários. QUESTÃO 88: Resposta A A única força que age em Vênus é a atração exercida pelo Sol que tem a direção da reta que passa pelos centros e sentido de atração. uma velocidade u na direção da reta CG (ver figura). y → → → → → → → 30º F G → → H x → R → J → H QUESTÃO 90: Resposta A O cachorro tem. – 11 – → . B) Errada. Portanto. a única trajetória cuja tangente forma com a reta MN um ângulo sempre decrescente é a que corresponde à letra A. a mesma direção e o mesmo sentido. podemos escrever que: F = –G. D) Errada. que forma com a reta MN um ângulo α. → C α G Como o gato se movimenta para a direita. a reta CG é sempre tangente à trajetória. mas não tem a direção da reta x nem da reta y. → → E) Se as forças apresentam mesma intensidade. QUESTÃO 89: Resposta D A resultante (H) entre F e G tem intensidade 5 N. As duas têm a mesma intensidade. em cada instante. a medida que o tempo passa.