You are on page 1of 6

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR A DISTÂNCIA DIRETORIA PEDAGÓGICA

Planejamento Acadêmico

Disciplina:

FUNDAMENTOS

DE

ESTÁGIO

SUPERVISIONADO

EM

Curso:

LICENCIATURA PLENA EM HISTÓRIA

HISTÓRIA II Período: 2012.2 Coordenador de Disciplina: SAYONARA RODRIGUES DO N. SANTANA

Ementa: Aspectos Teórico-Metodológicos do Ensino de História para a prática docente. Abordagem sobre o ensino de História no Ensino Médio. Organização da prática docente em História no Ensino Médio. Objetivos: Geral: Fornecer instrumental didático-pedagógico aos alunos do Curso de História/Licenciatura para a prática do Ensino de História. Específicos - Mostrar a importância do Estágio Supervisionado para a formação do professor de História - Refletir sobre conteúdos e metodologias para o ensino de História no Ensino Médio - Desenvolver metodologias e recursos de ensino de História para serem trabalhados no Ensino Médio, através de simulações de aula.

Unidade de Ensino

Semanas

Conteúdo da Aula

Atividades p/ o Aluno (a serem programadas no AVA) Leituras e discussão de legislações e texto complementares Legislações: LDB 9394/96; Resolução CNE/CP 1, de 18 de fevereiro de 2002; Resolução CNE/CP 2, de 19 de fevereiro de 2002; Lei 11.788, de 25 de setembro de 2008; Texto PIMENTA, Selma Garrido e LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio e docência: diferentes concepções. In: Revista Poíesis, vol.3, nos 3 e 4, 2005/2006, p.5-24. Leitura e discussão da legislação que rege o Estágio Supervisionado no Curso de

Recursos Virtuais de Aprendizagem

Avaliações a Distância (até duas por unidade)

1ª 01

O estágio supervisionado e a formação de professores

Fórum de Discussão

O Estágio Supervisionado no Curso de História Licenciatura a Distância da

Estágio Supervisionado em ensino de História.117120. p. Metodologia do Ensino de História. Normas do Estágio Curricular do Curso de História Licenciatura da UFS.História. "José Aloísio de Campos" Av. Circe Maria Fernandes. In: BITTENCOURT. São Cristóvão: CESAD/Editora da UFS. São Paulo: Cortez. PCN + Ensino Médio. Leitura e discussão sobre a Legislação que rege o Ensino de História no Brasil e especificamente no Ensino Médio: PCNEM. Texto 02: “História para o ensino médio”.6869 . Leitura e discussão complementar: de material 3ª Formação de Professores e o Ensino de História: ensino médio Texto 01: “Formação de professores e o ensino de História. 2011. Claudefranklin Monteiro dos. Textos de Referência: Aulas 1 e 2 do material: SILVA. 2010. Marechal Rondon. Resolução nº 05/2010/ CONEPE. Fórum de Discussão Cidade Universitária Prof.SE Fone(79) 2105 .UFS Licenciatura da UFS: Resolução nº 01/2008/CCH. São Cristóvão: CESAD/Editora da UFS. Marcos. s/n Jardim Rosa Elze CEP 49100-000 São Cristóvão .” In: SANTOS. 2008. Orientações Curriculares para o Ensino Médio. Ensino de História: fundamentos e métodos.

In: BITTENCOURT. 2008.0 ponto extra na nota. Circe Maria Fernandes.Atividade Complementar presente página 40 do Guia da Disciplina: 4ª Saberes e Práticas no Ensino de História: diferentes histórias.6869 . 2000. Minas Gerais: Universidade Federal de Uberlândia.41-44. "José Aloísio de Campos" Av. Iara Vieira. s/n Jardim Rosa Elze CEP 49100-000 São Cristóvão . p. Selva Guimarães e GUIMARÃES.40. Visita monitorada ao Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe – IHGSE. Fontes e linguagens do ensino de História no ensino médio: o livro didático Texto de referência para análise: “Livro didático: um objeto cultural complexo”. arquivos e bibliotecas. p. Marechal Rondon. na FONSECA. Fontes e linguagens do ensino de História no ensino médio: plano de Cidade Universitária Prof. 2000. 42 e 44 do Guia da Disciplina: FONSECA. Metodologia do Ensino de História. Atividades das páginas 41. p. Iara Vieira. múltiplas interpretações. Selva Guimarães e GUIMARÃES.299-316. Análise dos documentos que regulamentam o Estágio Supervisionado e Fórum de dúvidas AD2 7ª 8ª 9ª Fontes e linguagens do ensino de História no ensino médio: documentos escritos (Manuscritos e impressos). Fórum de Discussão 5ª Saberes e Práticas no Ensino de História: modos de ensinar história Chat de esclarecimento de dúvidas para a AP1 ATIVIDADE A DISTÂNCIA 01: Produção de Texto em formato de artigo científico sobre “A formação de professores e o ensino de História” 6ª Revisão das aulas trabalhadas nas semanas anteriores AVALIAÇÃO PRESENCIAL I – AP1 Selecionar um livro didático do ensino médio e fazer uma análise de um conteúdo específico. Metodologia do Ensino de História. museus. Minas Gerais: Universidade Federal de Uberlândia. valendo 1. Ensino de História: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez.SE Fone(79) 2105 .

Revisão das aulas trabalhadas nas semanas anteriores AVALIAÇÃO PRESENCIAL II – AP2 Revisão Geral Revisão Geral AVALIAÇÃO PRESENCIAL III – AP3 10ª Fontes e linguagens do ensino de História no ensino médio: plano de estágio/ plano de aula. Simulação de aula sobre conteúdo Chat de esclarecimento de dúvidas para específico do Ensino Médio. 1.0 (PESO 2) AD2. Marechal Rondon.10. s/n Jardim Rosa Elze CEP 49100-000 São Cristóvão . assim distribuídas: AD1. os instrumentos de avaliação. acrescidas das notas das AVALIAÇÕES PRESENCIAIS e da SIMULAÇÃO DE AULA.10. Elaboração de um Plano de Aula. SENDO O PESO 8). a partir do a AP2 Plano de Aula. com seleção e/ou Produção de material didático-pedagógico.10.0 SIMULAÇÃO DE AULA. A prática docente do ensino de História no Ensino Médio AD2 11ª 12ª 13ª 03 14ª 15ª OBSERVAÇÕES OBS. para a simulação de aula.0 (PESO 2) AP1.6869 .10.10. Elaboração de um Plano de Aula. A nota final do aluno resultará da soma das notas ATIVIDADES A DISTÂNCIA. "José Aloísio de Campos" Av.0 (A NOTA DA SIMULAÇÃO SERÁ SOMADA COM A AP2 E DIVIDIDA POR 2 PARA OBTER A MÉDIA DA 2ª UNIDADE. para a simulação de aula.estágio/ plano de aula. Cidade Universitária Prof.SE Fone(79) 2105 . com seleção e/ou Produção de material didático-pedagógico.0 (PESO 8) AP2.

curso de licenciatura. Brasília: CNE/CES. Ciências Sociais.OBS. Parecer CNE/CES 492/2001.5-8 BRASIL. BRASIL. Estabelece as Diretrizes Curriculares para os cursos de História. Orientações Curriculares para o ensino médio. Ministério da Educação/ Secretaria de Educação Básica. de graduação plena. Selva Guimarães e GUIMARÃES. Retificação do Parecer CNE/CES 492/2001.3. 2002. Resolução CNE/CP 1. Brasília: CNE/CES. Geografia. Brasília: CES. realizada pelo coordenador de disciplina. BRASIL. Biblioteconomia. de 13 de março de 2002. "José Aloísio de Campos" Av. Brasília. Ministério da Educação/ Secretaria de Educação Básica. Arquivologia e Museologia. Conselho Nacional de Educação/ Câmara Superior de Educação. s/n Jardim Rosa Elze CEP 49100-000 São Cristóvão . 2006. Letras. Resolução CNE/CP 2. BRASIL. ________ (org). Brasília: MEC/ SEB. Serviço Social. 2003. 2001. 2002. Ensino de História: fundamentos e métodos.0 ponto acrescido na AP2. com data e pólo a serem definidos. História. BRASIL. São Paulo: Cortez. Brasília: CNE. Letras. São Paulo: Contexto. 1996. Aprova as Diretrizes Curriculares Nacionais dos cursos de Filosofia. Ciências Sociais. Geografia. Conselho Nacional de Educação.A visita monitorada ao IHGSE valerá 1. Comunicação Social. de 19 de fevereiro de 2002. Circe Maria Fernandes. Iara Vieira.SE Fone(79) 2105 . Minas Gerais: Universidade Federal de Uberlândia. BRASIL. 2002. Cidade Universitária Prof. Brasília: CNE. Selva Guimarães. de formação de professores da Educação Básica em nível superior.6869 . Arquivologia e Museologia. BRASIL.Estão previstas duas visitas durante o semestre. 2. p. FONSECA. História. Resolução CNE/CES 13. FONSECA. de graduação plena. OBS.Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. 1993. Conselho Nacional de Educação. 2000. Conselho Nacional de Educação/ Câmara Superior de Educação. LDB 9394/96. O saber histórico na sala de aula. 2008. Metodologia do Ensino de História. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica. em nível superior. de 18 de fevereiro de 2002. Biblioteconomia. Serviço Social. Referências Bibliográficas: BITTENCOURT. MEC. Aprova as Diretrizes Curriculares Nacionais dos cursos de Filosofia. Caminhos da história ensinada. Campinas: Papirus. Conselho Nacional de Educação. Institui duração e a carga horária dos cursos de licenciatura. Marechal Rondon. Comunicação Social. 2001.

Orientações Complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais: Ciências Humanas e suas tecnologias. Selma Garrido e LIMA. BRASIL. nos 3 e 4. PCN + Ensino Médio.6869 . Ministério da Educação/ Secretaria de Educação Básica.BRASIL. Marechal Rondon. 2000. "José Aloísio de Campos" Av. São Cristóvão: CESAD/Editora da UFS. Substitui a Resolução nº 08/01/CONEP e aprova a criação da Central de Estágio.5-24. SANTOS. s/n Jardim Rosa Elze CEP 49100-000 São Cristóvão . 2000. Claudefranklin Monteiro dos. Universidade Federal de Sergipe/ Conselho do Ensino. Resolução nº 05/2010/ CONEPE. Parâmetros Curriculares Nacionais (Ensino Médio): Ciências Humanas e suas tecnologias. da Pesquisa e da Extensão.SE Fone(79) 2105 . vol. SILVA. 2010. UFS/CONEPE. 2011 Cidade Universitária Prof. Brasília: MEC/ SEB. PCNEM. SERGIPE. Estágio Supervisionado em ensino de História. 2005/2006. Estágio e docência: diferentes concepções. Brasília: MEC/SEB. p. Marcos.3. São Cristóvão: CESAD/Editora da UFS. In: Revista Poíesis. 2010. São Cristóvão. Ministério da Educação/ Secretaria de Educação Básica. Metodologia do Ensino de História. PIMENTA. Maria Socorro Lucena.