You are on page 1of 2

Escolhendo o Fusível Correto para o seu Testador

Nota de Aplicação

Um fusível é só um fusível, certo?
Nós sabemos que o fusível é feito para abrir quando um determinado nível de corrente é excedido. Isso nos protege contra choques elétricos e incêndios iniciados por um superaquecimento da fiação. Entretanto, alguns fusíveis nos protegem de um perigo ainda maior. Esse artigo explica os perigos ocultos ao fazer medições de tensão e corrente com um testador que não tem a proteção de fusíveis projetados para ele - perigos que podem provocar queimaduras graves ou até mesmo a morte.

Por que o testador precisa de ocorrência freqüente, os fabricantes de medidores começaram a colocar fusíveis?
Há uma grande variedade de testadores no mercado, desde simples detectores de tensão até multímetros digitais (DMMs) altamente sofisticados. Os testadores que fazem medições de corrente têm uma impedância de tensão mais alta, que diminui a possibilidade de sobrecorrente. Em conseqüência disso, as entradas de medição, de modo geral, não são projetadas para a proteção com fusíveis - em vez disso, têm proteção contra sobretensão. Entretanto, se o mesmo testador também for projetado para medir corrente, os fusíveis se fazem necessários. As entradas de medição de corrente geralmente empregam um shunt (desvio) simples, pelo qual a corrente medida flui. A resistência do shunt é da ordem de 0.01 ohms. Acrescentando a isso a resistência das pontas de prova (aproximadamente 0.04 ohms), obtém-se um curto de menos de 0.1 ohm. Essa resistência é adequada quando você coloca o curto em série com outra carga para medir a corrente do circuito. Contudo, a história é totalmente diferente quando se coloca o circuito ao longo de uma fonte de tensão - por exemplo: a tomada da sua sala. Esse é um erro muito comum, cometido por quem mede tanto a tensão quanto a corrente. Depois de fazer uma medição de corrente com os condutores de teste nos conectores de entrada de corrente, o usuário tenta medir a tensão e esquece que os condutores estão nos conectores de corrente. Na verdade, isso causa um curto na fonte de tensão. Há alguns anos, quando o medidor analógico era o único instrumento que fazia essa medição, esse erro destruía o movimento do medidor (a agulha enroscava no pino superior) e também os circuitos internos. Para proteção contra essa

um fusível em série com os conectores das pontas de prova do medidor, oferecendo uma solução barata e eficiente para um erro muito simples. Atualmente, a maioria dos fabricantes ainda projeta os testadores com proteção de fusíveis nos circuitos de medição de corrente. Conforme a evolução da tecnologia, a ciência do projeto de fusíveis também progrediu. Embora compreendido pelos criadores dos testadores, a maioria dos usuários pouco sabe a respeito do impacto da proteção com fusíveis. Quando se comete o erro simples de colocar tensão nos conectores de corrente e queimar o fusível, em princípio você fica feliz por não ter estragado o medidor. Entretanto, você pode se aborrecer logo em seguida porque terá que procurar um novo fusível e trocá-lo para fazer a próxima medição de corrente. É pior ainda quando você divide os medidores com outras pessoas da empresa, alguém queima o fusível e guarda o medidor, até que outro usuário, sem desconfiar de nada, descubra o problema.

Da Biblioteca Digital da Fluke em www.fluke.com/library

Usando o fusível adequado Fusíveis especiais de "alta energia" são projetados para manter dentro do encapsulamento do fusível a energia gerada por um curto elétrico desse tipo. você coloca a sua vida em grave risco.. quando você deixa acidentalmente os condutores nos conectores de corrente e coloca os condutores do medidor em uma dessas fontes de tensão sem um testador que tenha uma proteção adequada de fusíveis. quebrando o circuito. e não há tempo para reagir ao erro. PO Box 1186. Sempre consulte o manual ou o fabricante do testador para se certificar de que o fusível que você usa é o correto.05 para o fusível e os condutores da placa de circuito) entre os condutores. All rights reserved. há disjuntores entre você e a empresa de energia. com valores nominais de milhares de amperes. usando o fusível adequado. o oxigênio disponível e a presença de equipamentos de segurança. se comparados a um disjuntor de circuito ramificado. Se você pegar um medidor CAT III 1000 V com as pontas de prova nos conectores de corrente.V.000 amperes (E/R=I. Você até pode escapar da explosão ao trabalhar com circuitos ramificados (CAT II). nem um modo seguro de trabalhar. 20 ou 30 amperes de um circuito ramificado. o encapsulamento do mesmo Fluke Corporation PO Box 9090. as altas temperaturas (até 10. Os fusíveis não podem ser projetados para abrir somente a uma constante corrente especificada. um computador ou outro equipamento que tenha a sua própria fonte de energia (CAT I).A. como o escudo facial e as luvas.000 amperes em seus testadores. freqüentemente. Esses disjuntores carregam milhares de amperes antes de abrir e demoram muito mais para abrir. a explosão não ocorrerá durante o funcionamento de uma impressora. Porém. a proteção volta para o poste da empresa de energia ou para a subestação. Esses dois ambientes têm uma energia razoavelmente baixa e costumam ter proteção de fusíveis embutida. terá uma resistência em série de aproximadamente 0. principalmente quando você pode evitar o problema por completo.000 °F) geradas pela energia derretem a areia. Como se pode perceber. Quando você coloca acidentalmente os condutores em uma fonte de 1.A.01 para o shunt.S. disjuntores de circuito e circuitos de proteção contra sobrecorrente. 0. O tempo que a energia permanece aplicada ao testador.por meio da explosão do elemento. é necessário se certificar de que os fusíveis que você usa são os que o engenheiro projetou para o testador. Além de ter um elemento de fusível especial. no rosto e na roupa. uma copiadora. no testador . as pontas de prova também podem começar a derreter. O vidro reveste o elemento e suaviza a bola de fogo. 5602 BD Eindhoven.e. Mantendo seu mundo funcionando. Provavelmente. encontrando uma quantidade ilimitada de oxigênio para abastecer a "bola de fogo" de plasma. 9/2002 2041429 A-ENG-N Rev A . A Fluke usa fusíveis com um valor mínimo de interrupção de 10.Quando um testador se transforma em uma granada? Os fabricantes especificam nos manuais . o fusível de alta energia é cheio de areia.fluke. determinam a gravidade das lesões. 1. para o qual o testador foi projetado. A sua segurança vale muito mais que o dinheiro usado para comprar o fusível adequado. Sempre é possível obter fusíveis de troca para os testadores Fluke solicitando o número de peça listado no manual do testador. Para a sua própria segurança.000 e 17. WA USA 98206 Fluke Europe B. nem todos os fusíveis com o mesmo valor de tensão e corrente são iguais. colocar um fio em torno das conexões do fusível. poderá ser jogado para longe dos fios e do testador. A areia não só ajuda a absorver a energia do choque . Essa alta corrente é especificada como "corrente mínima de interrupção".S.. o curto representado pelo fusível errado (ou pelo fio colocado em torno das conexões do fusível) e pelas pontas de prova é alimentado por uma quantidade quase ilimitada de energia. isso não é uma boa idéia. Fluke. de acordo com a Lei de Ohm. Se você escolher um fusível fora dessas especificações ou. no braço. em vez do disjuntor de 15. Você precisa de um fusível que quebre a corrente .1 = 10. evitando danos a você e ao testador. No caso do fusível errado.000/0. Ao passar para um gabinete de distribuição elétrica (CAT III) ou para linhas de alimentação primária (CAT IV). Entretanto. Além disso.000 volt. Printed in U. transformando-a em vidro. (800) 443-5853 or Fax (425) 446-5116 In Europe/M-East/Africa (31 40) 2 675 200 or Fax (31 40) 2 675 222 In Canada (800)-36-FLUKE or Fax (905) 890-6866 From other countries +1 (425) 446-5500 or Fax +1 (425) 446-5116 Web access: http://www. The Netherlands For more information call: In the U. você gera uma corrente de 10. Se você tiver sorte. Esses fusíveis de alta energia são projetados para limitar o período de tempo em que a energia é aplicada e restringir a quantidade de oxigênio disponível para a combustão. não se pode contar com a sorte. Everett. além disso. pode estourar devido à força da explosão. causando uma pequena explosão.com/ ©2002 Fluke Corporation. O elemento metálico do fusível (ou o fio) esquenta muito rapidamente e começa a vaporizar. logo você terá fogo e metal quente nas mãos.000).a amperagem e os valores de interrupção e voltagem necessários para os fusíveis de troca. pior ainda. No painel de distribuição. protegendo o usuário contra choque elétrico e queimaduras. Portanto. devendo abrir também a uma corrente alta instantânea.04 para os condutores de teste e 0.e rápido. Tudo isso ocorre em milissegundos. os circuitos de proteção mudam bastante. cortando o oxigênio disponível. A bola de fogo de plasma Nessa situação.1 ohm (0. você cria uma granada térmica .acredite se quiser. Ao medir a tensão no lado de entrada de um painel de disjuntor em uma residência. Basta ter as condições necessárias para ativá-la.